PT está furioso com Obama porque ele falou mal de Lula

Foto: AP

O pessoal do PT está furioso com o ex-presidente dos EUA Barack Obama porque este levantou suspeitas sobre a honestidade de Lula em seu livro, recém-lançado, sobre os oito anos que passou na Casa Branca.

O ex-chanceler Celso Amorim espinafrou o Obama, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, idem. Agora o novo queridinho do PT é o republicano George W. Bush, outro ex-presidente americano.

O PT, aliás, vai apoiar o Psol de Guilherme Boulos no segundo turno da corrida pela prefeitura de São Paulo. Será a união da esquerda com a extrema esquerda. De modo geral, os partidos de centro estão anunciando apoio a Bruno Covas, do PSDB.

Alexandre Garcia – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mozart disse:

    Obama se corrigiu da merda que falou quando chamou o bandido de “o cara”

  2. Márcia Guedes disse:

    Viva Barack Obama. Ele só disse a verdade…BRAVO!

  3. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Jilmar Tatto, entrou pelo cano, tambem, foi acreditar em marginal. Quero ver Pixxxxxuleco, Mané Manoel e Chifrudo touro tungao, puxadinhos vermelhinhos azedos e em extinçao dizerem algo positivo…….vamos curriola de troços.

  4. PEDRO VERDADEIRO. disse:

    Atenção Pixuleco, touro tungao Chifrudo é Manoel Mané, essa é a palavra do cara, que elogiou o cara sem conhecer, o povo da CIA E FBI deve ter soprado no ouvido do ex americano a verdade, não adianta agora vcs torcerem por BIDEN, qualquer um ali, para vcs, deveria ser inimigo e suspeito, afinal eles sufocam o mundo, aí inclusos Cuba e Venezuela, que estão no submundo, não seus povos e sim seus dirigentes políticos. Quantos a Boulos, mais uma direita para vcs, aquele marginal de nove dedos, deixou de apoiar e pior incentivou o voto contrário ao candidato do PT, uma vergonha.

  5. Naldimar Monteiro disse:

    Lula é o cara, ele só não disse de quê kkk

  6. Tarcísio Eimar disse:

    Falou e disse

  7. Paulo disse:

    Obama chamou Lula de "O Cara,Ladrão"………………..kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Azevedo disse:

    O que Obama escreveu no seu livro não é novidade, é pura realidade. Chamar Lulaladrão de quadrilheiro é até um elogio para o mesmo, pois o que ele é mesmo é bandido de alta periculosidade.

  9. Tobias disse:

    Na casa dos bilhões de dólares por debaixo dos panos.
    Kkkkkkkk
    Assim falou Barack Obama.
    Oito anos governando a maior potência mundial.
    Sobre ele, nenhum processo por corrupção, dele e família.
    Esse sim, é o cara.
    Agora, o lula é um ladrão condenado.

  10. Flávio disse:

    Vixxi o Obama descobriu o que a maioria da população já sabia, pelo que vejo o PT tomou no OBAMA.

  11. Carlos disse:

    Quem, PT? Isso já passou, o povo esqueceu.

  12. Chico 200 disse:

    Tudo comunista!

  13. José, o arquiteto do universo. disse:

    Para os filiados do PT antes destas críticas dirigidas em desfavor do ex presidente Lula,o senhor Barack Obama era um Deus agora Barack Obama não presta ele é o próprio satanás/diabo/demônio um ímpio,maligno,iníquo criador de guerras,conflitos,crimes e violência,um conspirador que apoiou o chamado "golpe"que derrubou a ex presidente Dilma Rousseff por causa do pré sal.

  14. LUCIO disse:

    Estranha a ausencia de fotos de Boulos com Lula,no primeiro e segundo turno na eleição para Prefeito de SP,será que Boulos perderia Votos????….rsssssssssss

Obama fala sobre seu livro de memórias e “propina na casa dos bilhões” de Lula, e os escândalos de corrupção: “na época eu não sabia de todos eles”

Foto: Reprodução/TV Globo

Pedro Bial perguntou a Barack Obama se ele se decepcionou com Lula.

Ele respondeu:

“Com os relatos de corrupção que surgiram, na época eu não sabia de todos eles.”

Em seu livro de memórias, Obama disse o seguinte sobre Lula:

“Ex-líder sindical grisalho e cativante, com uma passagem pela prisão por protestar contra o governo militar, e eleito em 2002, tinha iniciado uma série de reformas pragmáticas que fizeram as taxas de crescimento do Brasil dispararem, ampliando sua classe média e assegurando moradia e educação para milhões de cidadãos mais pobres. Constava também que tinha os escrúpulos de um chefão do Tammany Hall, e circulavam boatos de clientelismo governamental, negócios por baixo do pano e propinas na casa dos bilhões.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Augusto dos Santos disse:

    O ser humano que defende as atitudes do Lula, deveria se envergonhar, pegar os panos de bunda e morar na Venezuela. Babar o ovo de Maduro para morrer de fome depois…

  2. Beto disse:

    Lula o maior ladrão e chefe de facção criminosa que o mundo já conheceu.

  3. Guto disse:

    "circulavam boatos"? É um canalha mesmo!

  4. Ciço disse:

    De fato tudo de bom que LULA fez em seu governo, outros nunca fizeram, e tudo de ruim que por ventura tenha sido feito, se faz desde 1500 até o dia de hj. Quem quiser que acredite na mentira 1000 vezes dita, que ela vira verdade, moooommm!!!

  5. Paulo disse:

    É muito tesão em lula. Não é mais presidente, já passou. Arrumem outro foco.

    • Ricardo Carvalho disse:

      Ladrão é pra ser lembrado o tempo inteiro, senão ele volta com a ajuda dos devotos do partido que virou quadrilha e outros idiotas mais para continuar saqueando os cofres públicos! kkkkkkk

  6. natal sofrida disse:

    Notaram? " Eu não sabia de " TODOS ELES", então sabia de alguns! Mesmo assim, ainda elogiava aquele ladrão, que ser humano sem noção. O mundo Jaz no poder do maligno.

  7. Vaqueiro Açoitador disse:

    O trabalho sujo da direita extrema, quase deu certo.
    Não engoliram até hoje, um trabalhador assumir a presidência da república, estavam acostumados com as oligarquias, onde o povo (verdadeiro dono do dinheiro) não tinha o direito de ter acesso ao básico, como moradia e educação.
    Pobre ter acesso a esses serviços, é um retrocesso para a burguesia.
    #EstouComLula
    #SemMedoDeSerFeliz
    #MelhorPresidente

    • Fernando disse:

      Você sabe quanto a lava jato recuperou do dinheiro roubado pela quadrilha comandada por luladrão? E o total valor roubado?

    • Manoel disse:

      Fernando, quem robou foi o Centrão do qual seu mito fazia parte e hoje é apoiado por esse grupo. Até hoje tentam provar q um duplex de 300 mil pertence a Lula que nunca morou.
      Essa é a verdade.

    • Deco disse:

      Qual Trabalhador vc fala? aquele pelego que ficou sempre no bem bom do sindicato tomando cachaça com os companheiros . Ou aquele que recebe bolsa ditadura até hoje?

    • Priziaka disse:

      Rapaz, pare de idolatrar esse ladrão vagabundo como se antes dele não existisse nada! Vc fala de educação: o crédito educativo que já existia nos anos 80 é obra desse meliante tbm? Meu pai se formou em 1984 usando esse benefício! Vc fala em moradia: os conjuntos habitacionais de Cidade Satélite, Mirassol, Potilândia, Morro Branco, Ponta Negra, Candelária e toda a zona norte foram feitas por quem? Em vez de passar o dia aqui falando asneiras sebosas, vá se informar pra sair dessa cegueira!

    • Delano disse:

      Esse mané é o pior de todos os jumentos, esse luladrão furou na venta e mascarou. Ô praga amaldiçoada, você já ouviu falar em mensalão? E petrolão? Ouviu falar quem comandava tudo? Quem culpou a mulher pelos pedalinhos, pelo sítio e reformas? De Quem era a suite principal? Quem fez um lago artificial? Ah alma sebosa!

    • Neco disse:

      A parte virtuosa do PT na economia foi até mais ou menos 2008. Com o partido tendo que admitir políticas econômicas que antes condenava. Depois disso foi só bolha, com ajuda de dólar dando na canela (alta das commodites e FED dos EUA encharcando a Terra de verdinhas – ainda mais com os juros aqui nas alturas – banqueiros adoravam). Aí, lá por 2014 começou a chegar a conta da brincadeira de bancar rico, de que a gente não precisava de manufatura e era só importar tudo e mandar 'filho de doméstica" turistar em Miami. Responsabilidade fiscal? Coisa de elite econômica que não gosta de pobre consumindo.

  8. Calígula disse:

    Quando Obama disse aquela frase "Você é o cara". Ele quis dizer você é Ladrão kķkkk, só que os jumentos seguidores do 9 dedos, só enxergam capim.

    • Zeca Gado disse:

      Aguardem a próxima convenção dos apoiadores do Mito, a se realizar em breve. Estaremos todos lá apoiando nosso presidente. Vai ser no próximo ano em Parnamirim, no Parque Aristófanes Fernandes, a Festa do Boi.

  9. Silvio. disse:

    Com certeza Joe Biden já sabe também.
    Kkkkkkkkkk
    Se arrependimento matasse, Obama seria um defunto hoje.
    Aquela frase, vc é o cara, jamais teria sido pronunciada.
    Kkkkkkkkkk
    Lula da silva segundo o Google, é o maior ladrão do mundo.
    Só não vê quem não quer.
    Mas tá lá escrito.
    Ponto final.

  10. Francisco disse:

    Só os animais do jumentário, não conseguiram ainda enxergar, também só vêem o que o comandante da quadrilha determina, senão não recebe ração de jumentos e o bolsa equinos . Uns misera

  11. Direita-Honesta disse:

    Até o Obama já tomou ciência do enorme embuste que esse vigarista, cachaceiro, corrupto e lavador de dinheiro representou para o Brasil.

Trump diz que pedirá conselhos a Obama; primeiro encontro na Casa Branca ocorreu nesta quinta

obamaO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu seu sucessor, Donald Trump, na Casa Branca, nesta quinta-feira (10), para começar as discussões sobre transição de poder. A reunião foi no Salão Oval.

O empresário chegou às 11h do horário local (14h de Brasília) à sua futura residência oficial, situada na Pennsylvania Avenue, na capital do país.

Após o encontro, os dois fizeram um breve pronunciamento, enquanto posavam para fotos, mas não responderam a perguntas da imprensa.

Obama afirmou que conversou sobre diversos assuntos com Trump, incluindo política externa e doméstica, segundo a Reuters. Ele disse que a conversa foi “excelente” e que fará de tudo para que Trump se sinta bem recebido e tenha êxito em seu trabalho. Disse ainda que vai trabalhar para facilitar a transição nos dois meses que ainda tem no comando dos EUA.

Já Trump disse que foi uma honra se reunir com o atual presidente. Ele afirmou que tem muito respeito por Obama e que espera trabalhar mais com ele o futuro e pedir conselhos a ele enquanto estiver na presidência. Segundo o magnata, a reunião durou cerca de uma hora e meia, mais tempo do que o esperado, e ele e Obama discutiram várias situações, incluindo algumas dificuldades.

Em seguida, o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, respondeu a perguntas de jornalistas. Ele disse que Trump e Obama não concordaram em todas as questões e que “eles obviamente têm grandes diferenças”, mas ambos concordaram com uma transição tranquila.

Segundo Earnest, Obama e Trump estavam sozinhos durante o encontro, apenas os dois no Salão Oval, e o fato de a reunião ter durado bem mais do que o previsto mostra que ela foi “robusta” e de bastante valor.

Earnest também afirmou que Obama fez campanha por Hillary até antes do dia da eleição, mas prometeu trabalhar com quem fosse eleito pelo povo americano.

De acordo com o porta-voz, Obama está aberto para novos encontros com Trump e dará o mesmo tipo de apoio e consultoria ao presidente eleito que ele próprio teve de ex-presidentes.

Transição de sucesso

Na terça-feira (8), Obama havia afirmado que instruiu sua equipe a garantir uma transição de sucesso para o próximo presidente. Obama afirmou que “não é segredo” que ele e Trump têm diferenças significativas, mas disse que o felicitou e o convidou para essa reunião na Casa Branca.

Obama e Trump praticamente não tiveram nenhum contato prévio. Ao longo da campanha, Trump liderou o movimento que questionou a cidadania norte-americana de Obama e prometeu reverter as políticas que se tornaram a marca registrada do democrata depois que assumir o cargo em 20 de janeiro.

Obama participou ativamente da campanha da democrata Hillary Clinton, fazendo discursos e mesmo criticando o republicano. Ele chegou a classificar o bilionário como temperamentalmente inepto para a presidência e perigosamente despreparado para ter acesso aos códigos nucleares norte-americanos.

A chefe da campanha de Trump, Kellyanne Conway, disse na quarta-feira que Obama telefonou para Trump logo após a vitória.

O secretário de imprensa da Casa Branca, Josh Earnest, já havia dito a jornalistas na semana passada, a bordo do avião presidencial Air Forte One, que o presidente tinha sua agenda vaga nesta quarta e quinta para uma possível reunião com o eleito.

Japão

Donald Trump terá uma agenda movimentada durante a transição. Ele se reunirá com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe. Em princípio, a reunião acontecerá na próxima quinta-feira (17), na véspera da viagem do chefe de Governo nipônico ao Peru para uma encontro de cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC).

Durante a campanha eleitoral, Trump irritou o Japão ao pedir que o país pague mais para manter as forças militares americanas em seu território. Ele chegou a sugerir que o país se transforme em uma potência militar nuclear para proteger-se de um imprevisível vizinho, a Coreia do Norte.

As declarações provocaram indignação no Japão, único país que sofre um ataque com bombas nucleares. Trump também expressou oposição ao Tratado de Livre Comércio Transpacífico respaldado pelo presidente Barack Obama.

México

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, disse que combinou um encontro para definir o rumo da relação entre ambos os países. Durante a campanha, Trump prometeu construir um muro separando os países para evitar a entrada de imigrantes ilegais. Ele também chegou a se referir aos mexicanos como traficantes de drogas.

Peña Nieto afirmou que irá discutir uma nova agenda de trabalho com Trump que incluirá questões de segurança. Antes da eleição, o presidente mexicano recebeu críticas da imprensa local por participar de uma reunião com o então candidato republicano.

Votação

O resultado da eleição americana foi definido por volta das 5h30 desta quarta-feira. Ao longo da noite, enquanto a apuração avançava, Trump conquistou vitórias surpreendentes em estados-chave, abrindo caminho para a Casa Branca.

Contrariando as sondagens, Michigan, Wisconsin e Pensilvânia votaram em um republicano pela primeira vez desde os anos 1980. Juntos, esses estados têm 46 delegados.

Além disso, Hillary perdeu em Flórida, Carolina do Norte e Ohio, que são alguns dos chamados “swing states” – que têm grande número de delegados no colégio eleitoral e onde, historicamente, não há favorito. Quase sempre, eles são decisivos nas eleições americanas. A Flórida tem 29 delegados, Ohio tem 18, e Carolina do Norte, 15. O candidato precisa ter 270 delegados para ser eleito presidente.

Para ganhar a eleição, os democratas contavam com votos dos estados do Centro-Oeste, como Iowa, Ohio e Wisconsin, por causa do tradicional apoio dos negros e dos trabalhadores brancos. Mas muitos dos brancos dessa região, especialmente sem formação universitária, decidiram votar em Trump.

A importância desse grupo para os democratas tinha sido subestimada em projeções feitas antes do pleito, segundo o jornal “The New York Times”. Analistas dizem o apoio desses trabalhadores a Obama já tinha sido menor em 2012, principalmente pelo receio de perder o emprego para outros países.

Os trabalhadores rurais de estados centrais e do Norte também escolheram em peso o republicano e fizeram diferença no resultado.

G1

Obama diz que Rússia violou lei internacional ao intervir na Ucrânia

 O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta segunda-feira (3) que a Rússia violou a legislação internacional após a intervenção militar na Ucrânia e disse que o governo dos EUA tem alertado que vai buscar uma série de sanções econômicas e diplomáticas que isolarão Moscou.

O presidente russo, Vladimir Putin, precisa permitir que monitores internacionais medeiem de um acordo na Ucrânia que seja aceitável por todos os ucranianos, disse Obama a jornalistas antes de se reunir com o premiê israelense, Benjamin Netanyahu.

“Ao longo do tempo isso será custoso para a Rússia. E agora é o momento para eles considerarem se podem cumprir seus interesses através da diplomacia e não pela força”, disse Obama.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. aldo disse:

    uma coisa não tem nada haver com a outra, uma coisa é a lei seca, outra coisa é a violência urbana . todas os crimes devem ser coibidos seja dirigir embriagado, poluição sonora ou qualquer outro crime, então não têm desculpa.

  2. aldo disse:

    uma coisa não tem nada haver com a outra, uma coisa é a lei seca, outra coisa é a violência urbana . todas os crimes devem ser coibidos seja dirigir embriagado, poluição sonora ou qualquer outro crime, então não têm desculpa.

  3. Luciano disse:

    Nossa! Mais os USA não fazem isso sempre?

Barack Obama estaria tendo um caso com Beyoncé; fotógrafo promete revelar affair nesta quarta

obamabeyonceO fotógrafo francês Pascal Rostain disse, em entrevista à rádio Europe 1 que o presidente Barack Obama está mantendo um caso extraconjugal com a cantora Beyoncé. O affair, segundo ele, será revelado ao mundo amanhã pelo jornal Washington Post. Uma revista francesa também teria comprado o material que comprova a relação.

Pascal Rostain, de 56 anos, é famoso por revelar escândalos. Entre os seus furos está a publicação das primeiras fotos da ex-esposa do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy, Cecilia, com o publicitário Richard Attias, em 2005.

Obama é casado com a advogada Michelle Obama, com quem tem duas fihas, e Beyoncé com o rapper Jay Z, com quem tem uma menina.

A diretora de comunicação do jornal Washigton Post, Kristine Coratti, negou as afirmações de Rostain e afirmou que “o Post não prepara este tipo de matéria”.

Obama tem sido alvo de rumores que dão como certo o fim de seu relacionamento com Michelle. O motivo para a separação do dois seria uma traição por parte do presidente.

Texto elaborado a partir de informações de Washington Post, USA Today e Poynter.org.

Terra

Petição para deportar Justin Bieber dos EUA chega a Barack Obama, diz site

341291-600x600-1Após passar a marca de cem mil assinaturas, a petição que pede a deportação de Justin Bieber, 19, foi enviada a Casa Branca.

De acordo com o site “TMZ”, ao alcançar a marca, o abaixo-assinado criado no site do governo americano foi enviado ao presidente Barack Obama. Ele pede a revogação do green card — visto de residência permanente nos Estados Unidos — do cantor.

No “We the People”, a Casa Branca promete olhar qualquer petição que reúna mais de cem mil assinaturas em 30 dias. A que pede a deportação do astro teen obteve mais de 104 mil em apenas 6 dias.

“Nós gostaríamos que o perigoso, destrutivo e usuário de drogas Justin Bieber fosse deportado e que seu green card fosse revogado. Ele não só põe em risco nosso povo mas também exerce péssima influência para os jovens. Queremos tirá-lo de nossa sociedade”, relata o texto.

De origem canadense, o astro teen foi preso na quinta-feira (23) em Miami ao participar de um racha. Ele também foi acusado de vandalismo após ter jogado ovos na casa de seu vizinho no dia 9.

Folha

Obama: ‘Maconha não é mais perigosa do que álcool e tabaco’

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acredita que a maconha não é mais perigosa do que o álcool ou o tabaco, mas não considerou a legalização uma “panaceia” que resolveria todos os problemas, de acordo com uma entrevista publicada neste domingo na revista “New Yorker”.

– Como foi bem documentado, fumei maconha quando era jovem e vejo como um mau hábito e um vício não muito diferente dos cigarros que fumei durante a minha juventude e grande parte da minha vida adulta. Não acho que seja mais perigosa do que álcool – afirmou Obama na entrevista, feita em novembro de 2013.

O presidente explicou que considera “menos perigoso em termos de seu impacto sobre o consumidor”. Mas afirmou não encorajar o consumo.

– Eu disse às minhas filhas que é uma má ideia, um desperdício de tempo e não é muito saudável.

Para Obama, o principal problema do consumo de cannabis nos Estados Unidos são as penas desproporcionais e como elas afetam as minorias.

– A classe média não fica presa por fumar maconha, mas as crianças pobres ficam – disse. – Não deveríamos encarcerar jovens ou indivíduos por muito tempo por consumir (maconha), quando os que estão escrevendo essas leis provavelmente fizeram o mesmo.

Ele considerou que as leis estaduais, como a do Colorado, que descriminalizaram a maconha para o uso recreativo, devem avançar, já que permitem acabar com a situação injusta na qual grande parte da sociedade viola a proibição e “só alguns são punidos”.

O presidente ressalvou que a legalização não é uma “panaceia”, argumentando que é uma questão complexa, e será sentida em casos como nos Estados de Colorado e Washington.

– Tendo dito tudo isso, aqueles que argumentam que a legalização da maconha é uma panaceia e resolve todos esses problemas sociais, acho que provavelmente estão exagerando. A experiência no Colorado e em Washington será desafiadora.

Em seu primeiro livro, “Dreams From My Father” (1995), Obama escreveu, antes de entrar na arena política, que tinha usado maconha e cocaína. Ele afirmou que não tinha experimentado heroína porque não gostava do traficante que estava tentando vender a substância a ele.

O Globo

Obama entrou no trending topics mundial do Twitter por dois motivos diferentes

Barack Obama está causando no funeral de Nelson Mandela. Ele já entrou no trending topics mundial do Twitter por dois motivos diferentes, ambos durante o funeral do líder-sul-africano.

Na primeira, por um motivo mais sério. Em um gesto simples, porém com alta carga de simbologia, cumprimentou o líder cubano Raúl Castro.

O gesto causou polêmica. Uns viram no cumprimento um ato histórico, que significa um pouco de paz na conturbadíssima relação diplomática entre os dois países. Outros viram hipocrisia –muitos lembram que os Estados Unidos impõem um pesado embargo econômico aos cubanos.

Até aí, gerou notícia mas ficou dentro do esperado para um chefe de Estado.

Mas tudo mudou quando Obama tomou uma das atitudes mais, digamos, criticadas do mundo das redes sociais: fazer um selfie –tirar foto e si mesmo– durante um velório. Existe até uma página no Tumblr famoso por coletar imagens de quem faz isso, o Selfies at Funerals.

O ‘selfie’ foi tirado junto com os primeiros-ministros do Reino Unido, David Cameron, e da Dinamarca, Helle Thorning Schmidt.

Para completar, as agências de notícias capturaram uma série de imagens de Obama conversando animadamente com Helle, enquanto a primeira-dama, Michelle Obama, fazia cara de poucos amigos do lado. Um prato cheio para as brincadeiras nas redes sociais.
BbIsT9ZIQAAsXRj
Folha

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo kasinsk disse:

    Essa última foto de Michelle está massa. É como se dissesse: "Essa quenga!…".

A internet e a sua fragilidade: Hackers sírios invadem perfis de Obama

O Exército Eletrônico Sírio, grupo que se declara apoiador do ditador Bashar Assad, hackeou as contas no Twitter e Facebook  do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nesta segunda-feira, 28.  A informação foi confirmada pelo grupo ao site Mashable.

Screen-Shot-obama600Os hackers não chegaram a acessar diretamente as contas do presidente, mas conseguiram alterar os links das postagens publicadas por outros, que redirecionavam para o endereço de um vídeo publicado no site do grupo e que mostraria “a verdade sobre a Síria”. “Obama não tem problemas éticos em espiar o mundo, então nós tomamos a responsabilidade de retornar o favor”, disse o grupo por meio de um tweet publicado em sua conta oficial. O ataque aconteceu por volta das 15 horas em Brasília e rapidamente todos os links foram consertados.

O Exército Eletrônico Sírio também enviou ao Mashable e postou em sua conta no Twitter imagens que mostram como os posts do presidente americano nas redes sociais foram alterados. De acordo com as imagens, o grupo conseguiu acessar o e-mail de uma das administradoras do site BarackObama.com, Suzanne Snurpus, o que deu acesso ao painel de controle das redes sociais.

emailhackeadoobama2600Suzanne confirmou que sua conta foi hackeada e informou que ela e outros organizadores tomaram todas as medidas necessárias para corrigir os erros, mudando suas senhas e adicionando uma nova camada de segurança ao site.

Estadão

Lula diz que EUA se acham “xerife do mundo” e cobra explicações de Obama sobre espionagem

11_17_58_68_fileO ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva disse, nesta sexta-feira (6), que a espionagem praticada pelos EUA sobre a presidente Dilma Rousseff é um risco para a soberania do País. Ele fez a declaração durante encontro com a bancada de deputados estaduais do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo.

— O mínimo que se espera é que o presidente Obama venha humildemente pedir desculpas.

O ex-presidente também afirmou que as intenções dos EUA de defender o mundo de ataques terroristas não justificam a espionagem.

— Os EUA não foram nomeados xerife do mundo, ninguém pediu, se eles querem saber alguma coisa da Dilma que perguntem. Os americanos passaram do limite, mas sempre haverá no Brasil um vira-lata que acha que eles estão certos.

Para Lula, “a verdade é que os EUA não suportam o fato de o Brasil ter virado um ator global”.

— Os americanos acham que nós estamos incomodando.

O ex-presidente disse que os brasileiros lutaram mais de 20 anos por democracia e que “não podemos admitir que um país se dê ao luxo de ficar tentando gravar, copiar e-mail de um presidente da República”.

— Conheço bem a Dilma e sei que ela vai tomar as providências necessárias, mas é preciso ficar claro que estamos vulneráveis.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. reginaldo disse:

    O CIUME MATA GUINOMO BARBUDINHO

  2. Ricardo Antonio disse:

    É melhor ficar calado Lula… Lembre-se que a espionagem deve ter ocorrido no seu governo também… O Tio Sam deve ter provas da sua participação no mensalão…

  3. Sergio Nogueira disse:

    Essa estória de misturar Xerifes com Petistas nunca deu certo. Sempre tem um escândalo descoberto.

Jovem de 29 anos é a fonte de vazamentos de documentos sobre espionagem americana

O jornal britânico “The Guardian” revelou neste domingo que um americano de 29 anos, que trabalhava na CIA, é a fonte de vazamentos sobre os programas de vigilância do governo dos Estados Unidos. Edward Snowden afirmou em vídeo que não tem nenhuma intenção de se esconder, já que “não fez nada de errado”.

Snowden, que está agora em Hong Kong, pensa em pedir asilo na Islândia. Em uma nota acompanhada pelos primeiros documentos revelados, o jovem disse que sabe que sofrerá por suas ações, mas “ficará satisfeito se se a federação de lei secreta, de dois pesos e duas medidas, e os irresistíveis poderes executivos que governam o mundo forem revelados por um instante”.

Apesar de ter revelado publicamente sua identidade, ele repetiu insistentemente que quer evitar os focos da imprensa.

“Não quero atrair a atenção pública, porque não quero que essa história seja sobre mim. Quero que isso seja sobre o que o governo americano está fazendo. Sei que a mídia gosta de personalizar os debates políticos, e sei que o governo vai me demonizar.”

Apesar disso, o jovem toma precauções para não ser espionado. A porta de seu quarto de hotel é revestida com almofadas e ele usa um grande capuz vermelho na cabeça ao entrar com suas senhas em seu laptop – para evitar que câmeras escondidas possam observá-lo.

Aos 29 anos, Snowden teve uma vida muito confortável, que incluía um salário de cerca de US$ 200.000, uma namorada com quem dividia uma casa no Havaí e uma carreira estável.

“Estou disposto a sacrificar tudo isso porque eu não posso, em sã consciência, permitir que o governo dos EUA consiga destruir a privacidade, a liberdade na internet e as liberdades fundamentais das pessoas com esta máquina de vigilância maciça que está construindo secretamente.”

Escolha por Honk Kong

Snowden deixou a CIA em 2009 e, nos últimos quatro anos, trabalhou na Agência de Segurança Nacional (NSA) como funcionário de várias empresas terceirizadas, incluindo a Booz Allen Hamilton. Há três semanas, ele fez os preparativos finais que resultaram na série de notícias publicadas ao longo da semana passada. No escritório onde trabalhava, no Havaí, ele copiou o último conjunto de documentos que pretendia divulgar. E avisou a seu supervisor que precisava ser afastado do trabalho por algumas semanas, para receber tratamento para a epilepsia – condição que descobriu no ano passado, depois de uma série de ataques.

Para a namorada, ele apenas contou que havia sido afastado por algumas semanas, mas não explicou as razões.

“Não é algo incomum para alguém que passou a última década trabalhando no mundo da inteligência”.

Em 20 de maio, ele embarcou em um voo para Hong Kong, onde permanece desde então. Ele conta que escolheu a cidade porque “eles têm um compromisso com o espírito de liberdade de expressão e com o direito à dissidência política”, e porque acreditava que era um dos poucos lugares no mundo em que poderia viver sem sofrer ordens do governo dos EUA.

O jornalista americano Glenn Greenwald, de 46 anos, foi o responsável por revelar os documentos obtidos por Snowden, que mostraram um complexo mecanismo de espionagem dos usuários dos serviços de nove grandes empresas americanas. Ele denunciou, ainda, outro programa americano cujo objetivo seria a criação de uma lista de alvos para ciberataques.

No sábado, o diretor da NSA, James Clapper, criticou a atuação da imprensa. Empresas como Google, Apple e Facebook negaram que tenham colaborado com a coleta de dados.

“Durante a semana, assistimos à revelação irresponsável de medidas para assegurar a segurança dos americanos”, disse Clapper, em nota.

Na sexta-feira, Obama defendeu o sistema e afirmou que o monitoramento de dados tem como alvo estrangeiros e não cidadãos americanos. Ele também criticou o vazamento dos programas para jornalistas do “Washington Post” e do “Guardian”, afirmando que a divulgação põe em risco pessoas envolvidas e em situações perigosas.

O Globo

Fundador do WikiLeaks acusa EUA de tentar "lavar" espionagem

O fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, acusou na sexta-feira os Estados Unidos de tentar “lavar” as atividades de espionagem, através de acordos confidenciais com operadoras de telefonia e empresas de internet.

Em entrevista à agência de notícias France Presse, ele condenou o monitoramento de milhões de telefones nos Estados Unidos e dados de internet de usuários de todo o mundo. As duas informações foram reveladas pelos jornais “Guardian” e “Washington Post” na última quinta (6).

“O governo americano tem gravações telefônicas de todo o mundo nos Estados Unidos e a NSA [Agência Nacional de Segurança] as tira diariamente das mãos das operadoras em virtude de acordos confidenciais. Isto é o que se entende”.

Sobre a vigilância de jornalistas e personalidades por Washington, Assange lamentou o “colapso catastrófico do direito” americano.

“As pessoas têm o direito de saber o que o governo faz em seu nome. Isso não significa que cada detalhe deva ser tornado público, mas é preciso conhecer elementos suficientes para compreender o que realmente acontece”.

Assange manifestou preocupação com a fonte que forneceu as informações sobre o amplo programa de espionagem americano na internet, que segundo ele pode acabar na mesma situação que Bradley Manning, soldado americano julgado pelo vazamento de milhares de documentos secretos ao WikiLeaks.

“Nós nos perguntamos se a pessoa que revelou essa informação –e as que estão prestes a vir à tona– não estará exatamente na mesma posição que Bradley Manning hoje”.

O soldado Bradley Manning está no início de seu julgamento em um tribunal militar, sob acusação de conluio com o inimigo. O ex-analista de inteligência no Iraque, que admitiu ter divulgado mais de 700 mil documentos militares e diplomáticos confidenciais pelo site WikiLeaks, pode ser condenado à prisão perpétua.

INTERCEPTAÇÃO

Na quinta, os jornais “Guardian” e “The Washington Post” informaram sobre as operações de interceptação de ligações da companhia telefônica Verizon e de dados de usuários de grandes empresas de internet, como Google, Facebook, Microsoft e Apple.

A interceptação dos dados provocou fortes críticas a Obama, que, durante a campanha para seu primeiro mandato como presidente, prometeu manter a privacidade dos americanos. Na sexta (7), o mandatário disse que mudou de ideia e viu que o programa era eficaz no combate ao terrorismo.

“Quando assumi meu mandato, me comprometi com duas coisas: o respeito à Constituição e a proteção dos cidadãos americanos. Não podemos ter 100% de segurança com 100% de privacidade e sem nenhum inconveniente”.

Da Folha

Inteligência de Obama 'grampeia' Google, Facebook e Youtube

As agências de Inteligência dos Estados Unidos têm acesso aos servidores de nove gigantes da Internet, como Microsoft, Yahoo!, Google, Facebook e Youtube, como parte de um programa confidencial de vigilância de estrangeiros, revelam nesta quinta-feira (6) os jornais Washington Post e Guardian.

The Washington Post informa que a Agência de Segurança Nacional (NSA) e o FBI têm acesso direto aos servidores dos grandes grupos da Internet, o que permite rastrear a presença na Web de um indivíduo através de áudio, vídeo, fotos, e-mails e endereço IP.

Algumas das maiores empresas do Silicon Valley estão envolvidas no programa, entre elas Microsoft, Yahoo, Google, Facebook, Apple, PalTalk, AOL, Skype e YouTube, revela o jornal, que dá detalhes de uma reunião secreta em abril sobre este programa – chamado PRISM – entre analistas da NSA.

O programa foi criado em 2007 e cresceu “exponencialmente”, tanto que atualmente é um dos componentes mais prolíficos do Relatório Diário ao presidente Barack Obama.

As revelações de Washington Post e The Guardian ocorrem em meio ao furor pelo controle das comunicações telefônicas por parte do governo Obama, o que reabriu o debate sobre os métodos de vigilância adotados pela primeira vez pelo governo de George W. Bush, após os atentados de 11 de setembro de 2001. (mais…)

Após pressão popular, Casa Branca revela receita das cervejas de Obama

Já pensou em tomar a cerveja do Obama? Agora você também pode. Depois de pressão popular a Casa Branca divulgou as receitas, basta acessar o site e mãos a obra.

Após a grande pressão popular que se formou na última semana em torno das cervejas produzidas artesanalmente na Casa Branca, o governo americano, com intenção de não comprometer a campanha de reeleição do presidente Barack Obama, acabou revelando neste sábado (01) a receita de suas, até então, reservadas bebidas.

No último dia 23 de agosto, o porta-voz presidencial Jay Carney afirmou que a Casa Branca não tinha planos de divulgar a receita da cerveja presidencial, “White House Honey Ale”, fabricada por iniciativa de Obama. No entanto, a discussão, que foi parar até na justiça em uma ação dos fãs de fermentação doméstica, chegou ao fim hoje.

Isso porque, o principal chef da Casa Branca, Sam Kass, explicou como são produzidas as cervejas de Obama em um blog oficial da residência presidencial.

“Inspirado no fato de que todos os países produzem suas próprias cervejas domésticas, o presidente Obama comprou no último ano um equipamento de fabricação para a cozinha”, indicou a mensagem.

“Depois dos primeiros barris, ganhamos algumas receitas excelentes de uma cervejaria local. Também recebemos sugestões de alguns empregados da Casa Branca que fabricam suas próprias cervejas, os quais nos ajudaram a corrigir e melhorar a nossa”.

No comunicado, Kass ainda acrescenta que ele e seus colaboradores se surpreenderam que o resultado tenha sido tão bom, “dado que nenhum de nós tinha fabricado cerveja antes”.

“Até onde sabemos, a cerveja (que é produzida com o mel das abelhas da residência presidencial) é a primeira bebida alcoólica fermentada e destilada nos prédios da Casa Branca”.

As receitas das três cervejas produzidas na Casa Branca podem ser conferidas no site: http://www.whitehouse.gov/blog.

 

Beijo entre Obama e Chávez vira sucesso na internet

Há mais ou menos uma semana circulando na rede, a montagem dos presidentes e inimigos políticos Barack Obama (Estados Unidos) e Hugo Chávez (Venezuela) já virou sucesso. O próprio Chávez comentou a imagem às cargalhadas.

“Caramba, é um selinho! Eu também estou com os olhos fechados. Minha tendência pessoal e espiritual é rir de mim mesmo. Foi uma boa piada.”, contou rindo o presidene venezuelano à Agência Reuters, após ver a foto.

A montagem faz parte de uma campanha da Benetton, contra a promoção do ódio intutulada Unhate, algo como desodie, em Português.