RN endurece medidas de isolamento: fecha comércio não essencial, mexe no funcionamento do transporte coletivo intermunicipal e supermercados só até 19h, a partir do dia 14

O Decreto Estadual Nº 29.600, com o objetivo de diminuir o contágio do Covid-19, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (9), atualiza as questões referentes ao funcionamento do comércio, do transporte coletivo e das feiras livres.

Quanto ao transporte, a partir de sexta-feira (10) até o próximo dia 23, o Governo determina que o transporte coletivo intermunicipal deve funcionar de segunda a sexta-feira, com as viagens iniciando-se às 5h e o horário de chegada máximo às 20h. Os veículos devem circular apenas com passageiros sentados. A exceção fica por conta do transporte entre Natal e as cidades de Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Extremoz e Ceará-Mirim, que poderá funcionar aos finais de semana, com a mesma restrição de horários e de lotação apenas nos assentos.

entre os dias 14 e 23, todo o comércio e demais atividades privadas deverão ser fechadas, com exceção dos serviços essenciais como as áreas de saúde, alimentação e segurança. Também se incluem na lista serviços como coleta de lixo, transmissão de energia, telefonia e internet, serviços postais e bancários, transporte de cargas e postos de combustíveis.

Os estabelecimentos que comercializam alimentos, bebidas não alcoólicas e de materiais de construção ou reforma não poderão funcionar entre 19h e 6h do dia seguinte, em todos os dias da semana.

O Decreto ainda aponta que os municípios devem disciplinar o funcionamento de feiras livres, condicionando a autorização à aplicação das medidas de segurança necessárias para manter o distanciamento das pessoas e evitar a disseminação do novo coronavírus.

Fica proibida qualquer tipo de venda para consumo no local das feiras, incluindo o corte e a exposição de produtos para consumo nas barracas. Os pontos de venda devem manter um distanciamento mínimo dois metros, em todas as direções, com os feirantes utilizando sempre luvas descartáveis e máscaras de proteção. Álcool 70% e pias com água e sabão devem ser disponibilizadas para feirantes e compradores, com um controle do fluxo de pessoas para evitar aglomerações, filas e contatos próximos. O Decreto ainda pontua a necessidade de alternância dos dias de feira e a instalação das barracas em ambientes amplos e arejados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eduardo disse:

    Gente pelo amor de Deus!!! estudem sobre como funciona uma pandemia governantes iguanodontes de conhecimento vão levar um "bando" a falência financeira.
    Só uma breve explicação: só o fato de o vírus está entre nós significa que é impossível controlar sua força sem vacina, as medidas de isolamento apenas teria sentido se não houvesse nenhum caso no pais, agora o que se tem que fazer é proteger o máximo possível pessoas mais vulneráveis e criamos anticorpos (dai nos tornamos uma barreira natural) e torcer para que os cientistas/médicos encontrem uma vacina e o medicamento ideal e ponto final.
    Os casos vão disparar porque é natural, e vão parar porque é natural não porque 1 ou 2 pessoas de uma casa vão está em casa. Isso se chama chacina econômica e influência errada dos órgãos incompetentes. Que não vão pagar a nossa conta nem usar a verba que estão recebendo de maneira correta. Bando de ladrão e hipócritas tenham respeito pela população seus safados!!!

  2. Queiroz de Almeida disse:

    Como a China conseguiu isolar Pequim e Xangai do covid 19?
    Como a Rússia que tem milhões de quilômetros de fronteira com a China não chega a 1/1000 dos casos dos de infectados dos EUA, Itália e Espanha?
    Como a China conseguiu parar os infectados e todo dia no Brasil aparece um profeta do apocalipse dizendo que a infecção será ainda maior a cada novo dia?

  3. Zenóbio disse:

    Inicialmente o pico da doença seria no meio de março;
    Depois o pico andou para o fim de março;
    Agora foi levado para o meio de Abril;
    Logo virá novo comunicado que será no fim de abril e maio…
    Os números são cada vez menor que os anunciados nas catastróficas previsões.
    E o povo?? Sendo feito de idiotas úteis por aqueles que estão tirando partido político da situação com o covid 19. O povo sendo feito de idiota e aceitando o chapéu de babacas.
    Como afirmam alguns: "No Brasil não temos um povo, apenas um público manipulado que aceita tudo e não faz questão de seus direitos, nem o básico".

  4. Manoel disse:

    Em Israel
    1700 casos e 1 morte!
    O governo de Israel isolou os idosos e abriu tudo. Não fechou nada..
    Estão errados tambem??

    • Silva disse:

      Israel tem mais 9.000 casos com 61 mortes até o momento. Várias medidas de isolamento foi tomada pelo governo inclusive com fechamento de cidades e comunidades ortodoxas

    • Nei disse:

      Situação de Israel hoje: 10mil casos, 79 mortes. Proibição de viagens entre as cidades, aulas, shoppings e todo tipo aglomeração proibida.

    • MA disse:

      Informação errada. Procure se informar:Israel 9755 casos e 79 óbitos.

  5. Lucas disse:

    Vai entender esse governo, acho que não tem ngm pra dar um stop nesse pessoal, parece que quanto pior melhor..

  6. Gustavo disse:

    Se reduz o horário, aumenta a aglomeração. Palmas para os inteligentes burocratas…

  7. Laura disse:

    Manda o Governo dar uma volta aqui no Pajuçara, Nova Natal, está tudo normal, tudo funcionando as lojas de Roupas, as.lanchonetes, tudo aberto.

COMENTE AQUI