Secretários estaduais que tiveram a prisão decretada pela justiça estão foragidos

Nenhum dos dois secretários estaduais que tiveram a prisão decretada pela justiça foram localizados. A informação nas duas pastas, tanto a de Planejamento como a de Recursos Humanos, é de que seus titulares não apareceram para trabalha.  Obery Rodrigues Júnior e Antônio Alber da Nóbrega  tiveram a prisão decretada pelo desembargador Virgílio Macedo Júnior pelos reiterados descumprimentos de decisões judiciais que determinam a concessão de reajuste salarial a servidores públicos estaduais.

Os secretários deverão ser recolhidos ao Quartel do Comando da Polícia Militar após realizarem exames de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep).O procurador-geral do Estado, Miguel Josino, já oficializou o pedido de revogação de prisão dos secretários.

Perguntar não ofende, já procuraram na casa da Governadora?