Secretário de Segurança da Bahia descarta “queima de arquivo” na morte do miliciano Adriano da Nóbrega

Miliciano foi encontrado com quatros armas e 13 celulares — Foto: Divulgação/SSP-BA

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa, voltou a descartar nesta segunda-feira a hipótese de que tenha havido “queima de arquivo” na morte do miliciano Adriano da Nóbrega, durante uma ação policial, ontem, no município de Esplanada (BA).

O secretário destacou os policiais abriram fogo contra Adriano, porque ele resistiu à abordagem.

“Nós estamos tratando de um ex-policial militar do BOPE, altamente treinado. Então, se dizer agora, que não deveríamos ter feito, tudo é achismo, é conjectura de pessoas que não participam, que nunca participaram de uma ação policial. Tentamos, mais uma vez, trazer aqui a pessoa presa, mas a escolha, infelizmente, não foi da nossa equipe, foi de quem efetuou a resistência e quis confrontar com nossos policiais”, disse Barbosa.

Os policiais apreenderam com Adriano uma pistola austríaca calibre 9mm. Dentro do imóvel, as equipes ainda encontraram mais três armas e 13 celulares.

Segundo o secretário, o inquérito sobre a ação da polícia deve ser concluído em 15 dias. “O inquérito se refere à diligência e à operação em si, como também a esses crimes.”

O Antagonista, com G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Robson disse:

    Queiroz que faça carreira….

  2. Santos disse:

    Até a polícia virou petista? Não pera aí!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Se o governo do PT tem oposição pode ter certeza que é da tropa.

  3. Potiguar disse:

    Família bolsonaro em festa. Democracia em vertigem perdeu o Oscar e o miliciano Adriano fora de jogo.

    • Luis disse:

      Tudo culpa do pt, vai colocar uma incompetente neta da empreiteira que entregou milhões de reais em propina a luladrão, pra fazer um documentário fajuto e de péssimo gosto, além de orientar uma matança de um indivíduo rendido, com duas bate buchas enferrujada, numa casa de sítio totalmente indefeso, somente pra tentar reforçar acusações a adversários. Pior é que o tiro saiu pela culatra. Esquerdalha criminosa de patifes foi desmascarada.

  4. Petra disse:

    Bozo deve ter passado o dia comemorando num churrasco…
    Mas cuidado, miliciano, o Adriano não era burro e sabia que ia morrer…deve ter deixado um "recado" pros mandantes…

  5. Bernardo disse:

    O governo da Bahia é de que partido? Qual partido domina a política na Bahia? Esse secretário de segurança foi indicação política de que partido? Depois das respostas, ficam abertas as opiniões.

  6. Ivan disse:

    Nesses tipo de procedimento, o PT é, simplesmente, implacavel…

  7. Erminizildo disse:

    Surpresa era se ele falasse que iria investigar, né.

  8. José disse:

    Cei, acredito em papai Noel e saci Pererê, secretário petralha baiano. Só que o tiro saiu pela culatra, queriam envolver adversários políticos do pt, e foram desmascarados. Depois de matar 11 envolvidos no caso celso Daniel, queriam que isso respingasse no governo federal. CANALHAS ESQUERDALHAS!

Secretário de Educação Superior do MEC pede demissão do cargo

Foto: Reprodução/Facebook/MEC

O secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Arnaldo Barbosa de Lima Junior, pediu demissão do cargo nesta quinta-feira (30). A informação foi divulgada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e confirmada pelo G1 pela assessoria do ministério.

Lima é servidor de carreira do Ministério do Planejamento – atual Ministério da Economia – e deve voltar à função que ocupava. Economista de formação, ele foi nomeado por Abraham Weintraub para coordenar uma das maiores subpastas do ministério.

Até a publicação desta reportagem, o Ministério da Educação ainda não tinha anunciado um substituto para o cargo. Segundo o organograma disponível no site do MEC, não há um secretário-adjunto nomeado na área de educação superior.

Em uma carta, enviada a colegas de ministério e da área econômica do governo, Arnaldo Barbosa de Lima Junior diz que pediu para sair do cargo por “motivos pessoais” e para “abraçar um novo propósito profissional” (leia íntegra abaixo).

Até as 23h40 desta quinta, a exoneração não tinha sido públicada no “Diário Oficial da União”. Em nota, o MEC confirmou o desligamento do secretário e enumerou projetos encampados por ele na pasta.

“O MEC agradece o trabalho de Arnaldo Lima, o qual engrandeceu a gestão da educação brasileira, e deseja sucesso em seus projetos pessoais”, diz o comunicado.

Future-se

Nos nove meses à frente da secretaria, o principal projeto de Arnaldo Barbosa era o rascunho do “Future-se”, anunciado como um grande plano de reestruturação do financiamento do ensino superior público.

O projeto foi anunciado em julho, passou por duas consultas públicas na internet mas, seis meses depois, o texto ainda não foi enviado ao Congresso Nacional – onde precisa ser aprovado para entrar em vigor.

Pelas linhas gerais anunciadas, a adesão será voluntária, mas a universidade que quiser participar terá de aderir ao “pacote completo”. Esse pacote inclui critérios definidos pelo MEC para avaliação da gestão, execução do orçamento e incorporação de parcerias, entre outros temas.

No Future-se, a gestão da universidade passaria a ser feita com o “apoio” de organizações sociais. Em troca, as reitorias passariam a acessar novas fontes de recursos, como fundos de investimento com dinheiro público e privado, cessão dos “naming rights” de edifícios e campi para empresas privadas e programas de inovação e registro comercial de patentes.

O que faz a pasta?

A Secretaria de Educação Superior é responsável por coordenar todas as políticas públicas ligadas ao ensino nas universidades públicas e privadas. Embora as instituições públicas tenham autonomia didática, financeira e administrativa, cabe ao ministério regular temas como:

acesso e permanência dos alunos nos cursos superiores;
formação e carreira dos professores universitários;
programas de residência em saúde, pesquisa, extensão e outras áreas complementares ao ensino superior regular;
políticas de internacionalização, intercâmbio e parcerias internacionais;
financiamento público e privado do ensino superior;
criação de um quadro de referência para as modalidades de ensino superior à distância

Leia a íntegra da carta divulgada pelo secretário:

“Por motivos pessoais, desligo-me da Secretaria de Educação Superior (SESU) para abraçar um novo propósito profissional. Quando assumi a Secretaria, estava ciente da responsabilidade que resultaria desse ato, mas nunca deixei de ousar e nunca fiz nada sozinho. A SESU ajudou a criar a ID Estudantil, o Diploma Digital, o Novo Revalida e aperfeiçoar o FIES. Conseguimos alocar R$ 230 milhões para investimentos em placas fotovoltaicas e para conclusão de obras que estavam paradas ou em andamento nas universidades federais. Conseguimos 100% dos recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA), implementamos cinco novas universidades federais e desenvolvemos o Future-se. Esse programa é o que há de mais inovador na educação brasileira. O envio do Projeto de Lei para o Congresso Nacional encerrará minha missão no glorioso Ministério da Educação.

Nesses nove meses, muitos foram os desafios, mas pude contar com o apoio do Ministro Abraham Weintraub, do secretário executivo, Antonio Paulo Vogel de Medeiros, dos demais secretários e colaboradores do MEC e, especialmente, da Família SESU. Deixo as portas abertas, o que me traz grande alegria, e me despeço com a certeza do dever cumprido, sabendo que bons frutos serão colhidos das sementes que ajudei a plantar.”

G1

 

Bolsonaro demite secretário da Casa Civil por viagem em voo da FAB: “É inadmissível o que aconteceu. Ponto final”

FOTO: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (28) que o secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini, está destituído por ter usado um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para viajar à Índia.

Santini, que estava como ministro interino devido a período de férias do titular da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, participou da programação da viagem oficial de Bolsonaro à Índia, onde apresentou a carteira de investimentos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) a investidores.

De acordo com a Casa Civil, a utilização de aeronave da FAB “seguiu os critérios definidos na legislação vigente”, mas Bolsonaro considerou a medida um ato inadmissível.

“Questão do avião da Força Aérea. Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de executivo do Onyx, decidido por mim. Vou conversar com o Onyx, ver quais outras medidas podem ser tomadas contra ele”, disse Bolsonaro em entrevista no Palácio da Alvorada após desembarcar da viagem à Índia.

“É inadmissível o que aconteceu. Ponto final. O cargo de secretário-executivo está perdido, outras coisas virão depois que eu conversar com Onyx”, acrescentou.

Antes de viajar à Índia, Santini também esteve em Davos, na Suíça, para o Fórum Econômico Mundial, onde também se encontrou com investidores externos para apresentar possibilidades de negócios no Brasil, de acordo com a Casa Civil.

Reuters

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nordestino disse:

    Eita que Satanaro quer ser honesto, me engana seu bosta

  2. Bruno disse:

    Muito bem meu presidente, votei em você pra isso mesmo.

  3. Diogo disse:

    Fez o certo.

  4. Abel disse:

    A onde cabe investigações, se investiga até apurar os fatos.
    A onde não tem o que investigar, o caminho é esse.
    Parabéns meu presidente.
    Eu já sabia!!
    Não tem BOQUINHA, boquinha e coisa da esquerdalha ladrona. O Brasil mudou, só não vê quem não quer.
    Ou dar uma de João sem braço, joao bobo.

  5. Ana paula disse:

    Tinha que acabar era com essas canalhice toda. Ajuda disso, dez mil, ajuda daquilo mais vinte mil, ajuda daquilo outro, mais trinta mil, apartamento, passagens, gasolina…….tinha era que acabar com essa patifaria toda, rapidinho tirava esse país do buraco.

  6. Ojuara disse:

    Tinha que cortar geral, isso é uma pouca vergonha.

  7. Jose disse:

    Acho é pouco, quem anda com 🐷 come porcaria.

  8. Carlos disse:

    Certíssimo!

  9. Ceará-Mundão disse:

    É assim que se faz, esquerdopatas. Como funcionava na época dos governos do PT? E o governo do RN? Dia desses fizeram uma farra pela Europa e Ásia. Até contrabando de queijo manteiga houve. E tudo às custas do estado falido.

    • Rivanaldo disse:

      Flavius ama o PT mais que os petistas.

    • Ceará-Mundão disse:

      Ninguém em sã consciência e movido de boas e altruístas intenções será favorável a quem destrói o futuro de seu país. Só aqueles preocupados apenas com seus próprios interesses e totalmente alheios ao bem comum poderão ser favoráveis à essa turma.

  10. Lindemberg disse:

    Vou discordar do presidente, deveria seguir o exemplo usado até 2018 quando, mesmo provando a corrupção, tendo condenação, o político é tratado como inocente, coitadinho e vítima.
    Está errando e afastar quem comete erro, não vai agradar a esquerda, tem que perdoar, passar a mão na cabeça e mais, o errado, culpado, incompetente ser idolatrado.
    Bolsonaro não aprendeu a lição não????

Secretário diz que RN perderá R$ 60 milhões de repasses do FPE em janeiro

Foto: Reprodução/Twitter

O secretário de Planejamento e Finanças do Estado, Aldemir Freire, comentou, através do microblog Twitter, que o Governo do Rio Grande do Norte apresentou uma redução “brutal” nos repasses do Fundo de Participação dos Estados(FPE) e dos Municípios(FPM) na comparação com janeiro do ano passado.

Aldemir fala em uma queda no investimento em R$ 60 milhões. Conforme quadro em destaque, o secretário cita o valor de R$ 391 milhões em 2019, sobre o estimado de R$ 331 milhões em janeiro deste ano. “Estamos tentando entender (Estados e Municípios). Mas ainda não encontramos nada que justifique uma queda tão significativa”, disse.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bodim disse:

    Se vira Aldemir!!!!
    Vc não e jabutir.
    kkkkkkk

  2. Verdadeiro disse:

    Aguarde servidores vem ai atraso no pagamento

  3. Vergonha disse:

    Estado Rico isenta IPVA de MOTOS , jeito PTralha de ser

  4. Thiago disse:

    Vai atrasa o apagamento

  5. Manoel disse:

    Isso é nada pra um Estado rico como o RN… Até abriu mão de fazer a reforma da providência para os policiais… Deve ser pq tem muito dinheiro em caixa !

  6. Zé Lopes disse:

    A culpa é de Bolsonaro, ele não come Bokus!

VÍDEO: “Não tem credibilidade. Lamentavelmente, uma péssima imprensa que faz a Folha de S.Paulo”, diz Bolsonaro, ao comentar sobre secretário

Um dia depois de reportagem da Folha de S.Paulo mostrar que o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação), Fabio Wajngarten, é sócio majoritário de uma empresa que recebe dinheiro do governo federal –incluindo a própria secretaria–, o presidente Jair Bolsonaro atacou o jornal. Em entrevista coletiva na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, ele afirmou nesta 5ª feira (16.jan.2020) que a Folha faz uma “péssima imprensa”.

“Quando a Folha de S.Paulo vai fazer uma matéria desfazendo a covardia que vocês fizeram com a Wal de Manbucaba [cidade na região de Angra dos Reis]? Porque, quando vocês falaram que ele estava trabalhando, ela estava de férias, conforme boletim informativo da Câmara. Então, a Folha de S.Paulo não tem crédito para acusar ninguém. Não tem credibilidade. Lamentavelmente, uma péssima imprensa que faz a Folha de S.Paulo. Outra pergunta!”, falou.

Os apoiadores que aguardavam Bolsonaro na saída do Alvorada aplaudiram o presidente e gritaram “é isso aí, é isso aí!”. Eles ficam separados da imprensa por uma grade que bate na altura da cintura e costumam vibrar com os ataques aos jornais proferidos por Bolsonaro.

“Com relação ao Fabio…”, disse a repórter da Folha de S.Paulo, tentando retomar a pergunta inicial e sendo interrompida pelo presidente:

“Cai fora, Folha de S.Paulo. Vocês não têm moral para perguntar!”

“Isso aí! Boa!”, reagiram os apoiadores.

Num outro momento da coletiva de imprensa, Bolsonaro foi indagado se não falaria sobre o secretário especial da Secom. Respondeu da mesma maneira:

“Você é da Folha. Folha, fora! Não quero conversa com a Folha!”

“Muito bem!”, disseram apoiadores.

A entrevista prosseguiu, e Bolsonaro mais tarde foi novamente indagado pela profissional da Folha de S.Paulo. O assunto àquela altura era decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, sobre juiz de garantias.

“Já falei que a Folha está fora”, disse Bolsonaro, sorrindo e olhando para seus apoiadores.

“Ihiii”, respondeu o grupo, aplaudindo e dando risos.

“Você não aprende que a Folha está fora? A Folha é 1 lixo! A Folha é 1 lixo! A Folha de S.Paulo, Datafolha: eu perderia para todo mundo no 2º turno. Vocês não têm vergonha na cara? Ainda vem aqui fazer plantão? Eu sei que você não é dona da Folha, está cumprindo o seu papel lá para tentar infernizar o governo. Qual a pauta positiva a Folha fez do governo até hoje? Nada. Zero. O 13º do Bolsa Família vocês não deram, na capa não apareceu nada. Se fosse do PT, que dava bilhões para a grande mídia o ano todo, estaria elogiando o Lula. Enquanto a mim é só pancada o tempo todo. Acabou a mamata, Folha de S.Paulo!”

FABIO WAJNGARTEN

Questionado por outro repórter se achava que o secretário especial Fabio Wajngarten deveria ser afastado do cargo, Bolsonaro falou:

“Cara, eu não vou te responder isso aí. Se for ilegal, a gente vê lá na frente. Mas, pelo que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar, é 1 excelente profissional. Se fosse uma porcaria igual alguns que tem por aí, ninguém estaria criticando ele.”

Essa foi a última resposta dada por Bolsonaro aos repórteres, numa entrevista que durou 7 minutos e 40 segundos na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

Diário do Poder

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luiz Antônio disse:

    Como disse o general terraplanista:”o cara é muito despreparado “…

  2. Bento disse:

    Calma o Mito sabe o que esta fazendo
    Tem que apurar.
    Não é só porquê a "foia" levantou uma lebre, construiu sua narrativa, que quer dizer que seja verdade..
    Tem que apurar, pra que a pressa, deixem de chililiques, a verdade sempre aparece.
    O partido dos trambiqueiros passou 16 anos metendo a mão com força, muitos foram condenados, a maioria fora da cadeia e ainda dizem inocentes.
    O direito a defesa esta na constituição
    Tenham calma.

  3. Bolsominion disse:

    “A Folha de S.Paulo não tem moral para acusar ninguém”. Palavras do presidente que já mentiu ao acusar brigadistas, ONGs, Leonardo di Caprio, mamadeira de piroca, kit gay e que deu 82 declarações falsas em apenas 68 dias, segundo levantamento de jornal.

    • Vergonha nacional disse:

      Bom mesmo para essas coisa era o VAGABUNDO MOR Dr.LULADRAO !!!!
      Esse fazia doação de dinheiro público para países sugadores ( DITADORES ) a fundo perdido …etc

    • Mortadela disse:

      Não tem nada melhor para fazer do que ficar mentindo?
      Onde você estava quando foi enganado por 16 anos e foram estabelecidos os maiores índices de corrupção que o Brasil tem notícia?
      Quando foi que se preocupou a presidência quando tivemos no cargo criaturas sem a menor condição moral, por sinal, um já foi condenado, a outra está em vias disso.

    • Bolsominion disse:

      Vergonha Nacional, Lula é ladrão sim e tu é babão de político.

  4. natalsofrida disse:

    Pra pergunta burra, resposta nervosa.
    Esse é o cara!!!!!!

  5. Silva disse:

    É um louco de pedra, nem luladrão foi capaz de ter uma justificativa tão esfarrapada.

Bolsonaro mantém chefe da Secom: “Se foi ilegal, a gente vê lá na frente, mas pelo que eu vi, até agora, tá tudo legal”

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que o chefe da Secretaria Especial da Comunicação Social (Secom) da Presidência, Fabio Wajngarten, continua no cargo.

Reportagem do jornal “Folha de S.Paulo” publicada na última quarta-feira revelou a existência de conflito de interesse envolvendo o assessor. Ele comanda o órgão que define gastos publicitárias do governo e ao mesmo tempo mantém-se como sócio principal de uma empresa que recebe de emissoras e agências de publicidade beneficiadas pela Secom.

“Se foi ilegal, a gente vê lá na frente, mas pelo que eu vi, até agora, tá tudo legal com o Fabio. Vai continuar. É excelente profissional. Se fosse um porcaria, como têm muitos por aí, ninguém tava falando”, disse Bolsonaro ao sair do Palácio da Alvorada.

Denúncia

Segundo a “Folha”, Wajngarten permanece como sócio da FW Comunicação e Marketing. Ele tem agências e TVs como clientes, entre eles a Band e a Record, que também recebem do governo, e cuja participação na verba publicitária da Secom vem crescendo nos últimos anos.

Para o jornal, a prática implica conflito de interesses e pode configurar improbidade administrativa, já que a lei “proíbe integrantes da cúpula do governo de manter negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões”.

Na última quarta-feira, Wajngarten fez um pronunciamento à imprensa. Na fala, ele contou sua história como empresário do ramo de medição de audiência e se recusou a responder às perguntas dos repórteres.

Ele afirmou que a matéria da “Folha” não foi justa, equilibrada nem imparcial. “A matéria tem nome e sobrenome. E, se determinados grupos de comunicação ou institutos de pesquisa tinham em mim a tentativa de construção de uma ponte de diálogo, essa ponte foi explodida agora”, disse.

Com informações da Valor

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bento disse:

    Nso sei porque essas meninas estão tão alvorossadas
    Pra que a pressa para condenar, tem que apurar, dar o direito a defesa.
    Principalmente de onde veio a informacao, uma fonte duvidosa, sem credibilidade.
    O Presidente é forte sabe o que esta fazendo, não venha com pressão desnecessária.
    A "foia" e a "gloibo" não aguentam mais um ano de pau, vao quebrar no meio do caminho

  2. Flaviano disse:

    Vtnc! O cara recebendo dinheiro de empresa contratada do governo e não tem nada ilegal?!?!

  3. VTNC disse:

    A “a fôia” é inconfiável , tem dna de petralhas !!! O País e o Presidente não pode ser influenciado por este Pasquim !!!!

  4. Fernando disse:

    na gíria da gente é você dizer, que é rapousa tomando conta de galinheiro!

  5. Bolsominion disse:

    Os malas do PT pelo menos tentavam esconder. Agora o mito diz TEM PROBLEMA NÃO. DEPOIS A GENTE VÊ. Esse meu presidente é

  6. André Fortes disse:

    O cara dizia aos berros que ia acabar com a mamata da imprensa.
    Logo ele, que se ajoelhou aos pés de Edir Macedo…

  7. natalsofrida disse:

    O cara matou a pau, essa petralhada é toda terrorista e canalhas, vermes nojentos, até a família envolveram, mas vão pagar caro.

    • Ricardo Fraches disse:

      Presidente Bolsonaro parece um débil mental, irresponsável e incompetente. Ao afirmar "Se foi ilegal, a gente vê mais a frente"
      O Presidente não tem o direito de não trabalhar. Tem que tomar providências na hora, e não deixar para depois.

  8. JegueDegue disse:

    V-A-G-A-B-U-N-D-ÔÔÔÔ

  9. Bolsominion disse:

    Acabou a mamata. E Lula? E o PT? hahahahaha

  10. Luiz Antônio disse:

    Estamos de 👀

  11. Silvio disse:

    Só quem pode exonerá-lo é Bolsonaro, o presidente da república. Nem o congresso, muito menos o STF. Faça sua análise

  12. Giba disse:

    Arregou o BOZO sempre assim, foi com o lorenzonni, o ministro do Turismo, o ministro do meio ambiente, e o gado falar nada, kkkk

  13. Papa Jerry Moon disse:

    Vê lá na frente? Esse sujeito não sabe tomar as decisões certas quando precisa. Vai esperar a opinião dos filhos, é?

Câmara Municipal de Parnamirim: vereadores ouvem secretário sobre reforma do código tributário

Fotos: Divulgação

Os vereadores de Parnamirim receberam, nessa terça-feira(29), a visita do secretário municipal de tributação, Fábio Roberto da Silva, a fim de saberem informações sobre a reforma do código tributário da cidade. A presença do secretário foi requerida pela vereadora professora Nilda.

A reunião ocorreu após a realização da sessão ordinária. A vereadora professora Nilda questionou e solicitou ao titular da pasta municipal de tributos os critérios e medidas da secretaria para avaliação de imóveis e taxas cobradas aos contribuintes. “Este é o momento que os contribuintes de Parnamirim e nós, enquanto representantes do povo, precisamos saber desses esclarecimentos necessários sobre a política tributária da nossa cidade”, enfatizou a parlamentar.

Fábio Roberto informou que recebeu o código tributário da gestão anterior e que o mesmo está em processo de análise. “Fiz questão de revisar com cautela e coletivamente com todos do conselho, pois é algo que precisa ser debatido e analisado, antes de ser encaminhado a esta casa legislativa”, disse o secretário municipal de tributação.

O titular da pasta de tributação também adiantou que o código tributário está previsto para ser encaminhado à Câmara “em novembro ou dezembro”.

Ao final da reunião, o presidente da Câmara, vereador Irani Guedes agradeceu a presença do secretário em esclarecer as informações, além da presença dos demais vereadores em plenário e o presidente do Conselho Municipal de Contribuintes, Bruno.]

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    Pode aguardar que vem aumento de impostos.

Secretário da Receita é exonerado após proposta de ‘CPMF’

Foto: GloboNews

O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi exonerado do cargo nesta quarta-feira (11). A informação foi confirmada ao blog pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O Ministério da Economia divulgou em nota a exoneração de Cintra.

A saída do secretário foi anunciada após a divulgação da chamada “nova CPMF” pela Receita.

Nesta terça-feira (10), o secretário-adjunto da Receita, Marcelo de Sousa Silva, apresentou as alíquotas em estudo pelo governo federal do imposto sobre pagamentos, que vem sendo comparado à antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF).

A proposta foi apresentada durante o Fórum Nacional Tributário, organizado pelo Sindifisco Nacional.

Enquanto esteve à frente da Receita Federal, Marcos Cintra protagonizou episódios incomuns. Logo no início deste ano, ele negou que haveria mudança na alíquota do Imposto de Renda naquele momento, e aumento do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF).

Com isso, ele negou informações divulgadas mais cedo, no mesmo dia, pelo presidente Jair Bolsonaro. Ele havia dito que o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaria nesta sexta a “possibilidade” de reduzir a maior alíquota do imposto, dos atuais 27,5% para 25%. Bolsonaro também disse que o IOF seria aumentado.

Em abril, o então chefe do Fisco afirmou ao jornal “Folha de S.Paulo” que, com o imposto sobre pagamentos em discussão na área econômica do governo, até mesmo fiéis de igrejas serão tributados quando contribuírem com o dízimo.

No mesmo dia, houve reação por parte do presidente Bolsonaro. Ele afirmou que não haverá aumento de impostos nem tributação de igrejas.

E o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que liberais, como definiu os integrantes da equipe econômica, podem reduzir ou fazer substituição tributária, mas não elevar impostos.

Íntegra da nota

O Ministério da Economia divulgou nota sobre. Leia a íntegra:

“O Ministério da Economia comunica o pedido de exoneração do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra. Esclarece ainda que não há um projeto de reforma tributária finalizado. A equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento. A proposta somente será divulgada depois do aval do ministro Paulo Guedes e do presidente da República, Jair Bolsonaro. O ministro Paulo Guedes agradece ao secretário Marcos Cintra pelos serviços prestados. O auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto assume interinamente o cargo”.

Blog do Valdo Cruz – G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    A oposição e a imprensa perderam mais uma por divulgarem fake news, nada de CPMF, tudo mentira para prejudicar o governo do presidente Bolsonaro que sempre foi contra.

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Falando sem paixão nem cegueira política : o Secretário Cintra foi exonerado por dar "spoiler" dos planos da equipe econômica, atropelando o processo . Aguardemos o que ainda vem por aí…………..

  2. paulo disse:

    BG
    Nada de novo imposto, temos que diminuir e muito os já existentes. A capacidade tributaria do Cidadão Brasileiro esta EXAURIDA completamente. BASTA!!!!!!

MPRN recomenda exoneração de secretário municipal de Transportes no interior com direitos políticos suspensos

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da Promotoria de Justiça de Santa Cruz, expediu recomendação para que a prefeita de Lajes Pintadas, na região Agreste Potiguar, exonere o secretário municipal de Transportes, e abstenha-se de nomear novos secretários que estejam com os seus direitos políticos suspensos.

Na recomendação, o MPRN explica que Francisco Jucier Furtado encontra-se com os direitos políticos suspensos, em razão de condenações por atos de improbidade administrativa na esfera federal.

De acordo com a Lei de Improbidade Administrativa, o gestor público que nomear, para o cargo de secretário municipal, cidadão que não esteja em pleno gozo dos direitos políticos, poderá incorrer em ato de improbidade.

A prefeita deverá, no prazo máximo de 10 dias, informar as medidas adotadas, bem como enviar cópia dos atos administrativos comprobatórios. Em caso de não acatamento ou considerados impertinentes os motivos que levaram ao desatendimento, o Ministério Público informa que adotará as medidas legais para a responsabilização da gestora, através do ajuizamento da ação pertinente.

Secretário sugere venda da Potigás e concessão do Centro de Convenções para desafogar caixa do RN

O secretário Extraordinário para Gestão de Projetos e Metas de Governo, Vagner Araújo, defendeu, em entrevista à Tribuna do Norte, a venda de ativos do Estado como saída, a médio prazo, para a crise financeira enfrentada pelo Rio Grande do Norte.

Ao matutino, Araújo listou quais equipamentos poderiam ser incluídos na lista de ativos: o Centro de Convenções, em modelo de exploração por concessão, e ativos da Potigás.

As informações sobre a estatal de gás incluíram a divulgação de negociação entre o Estado e a Gaspetro, subsidiária da Petrobas. “O Estado tem essa opção porque [a Potigás] é uma empresa que hoje não está com função social”, defendeu Vagner Araújo.

A curto prazo, Vagner, que também é titular do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), explicou que a única saída são os aportes de recursos por duas vias: liberação do governo federal e contratação de empréstimos.

Segundo explicou, há a sinalização imediata por parte do governo Temer da liberação de R$ 500 milhões. Além disso, há duas operações de crédito autorizadas pela Assembleia Legislativa, de R$ 698 milhões junto à Caixa Econômica, e de R$ 850 milhões junto ao Banco do Brasil. Os empréstimos dependem apenas de aval do Tesouro Nacional.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Magno disse:

    Isso é errado, é medida paliativa não resolve. E quando o dinheiro acabar vai fazer o quê? Rasparam o dinheiro dos veinhos pra pagar folha e não resolveu. O que resolve amigos é tornar o Estado menor dentro do orçamento, não pode gastar mais do que arrecada, agora pra fazer essas contas fecharem , é muito fácil, vai na UFRN e SEBRAE que lá tem gente capacitado pra fazer, mais pra isso tem que ter CORAGEM e deixar a politicagem de lado, pensando apenas no Rio Grande do Norte. Aí da certo.

  2. Ana disse:

    Deixa o povo saber kg.

  3. Jacio Maranhão disse:

    Vamos governador de uma solução falta três folhas o prefeito já pagou novembro dia 20 paga o décimo

  4. Joao disse:

    Nao seria melhor reduzir despesa oferecendo ate de graca a UERN? Ali nao gera lucro nem impostos ao Estado.. so é um poço sem fundo que vive de greve e oferta cursos pra alunos dos Estados vizinhos custeado com o nosso ICMS…. A potigas é uma empresa que parece nunca ter dado prejuizo ou despesa ao Estado e ainda arrecada ICMS.. e o centro de convençoes pode dar lucro e atrair turismo de eventos, so deve estar mal administrado se estiver no prejuizo.

    • Dilermando disse:

      Sem falar que todo o custo com a UERN poderia ser investido na educação básica (esta sim, de responsabilidade do Estado). Não tem porque o Estado se meter em ensino superior, que é de competência do Governo Federal.

  5. Fora PT Cramunhão disse:

    Santa Catarina pagou o mês de Novembro no dia 30 de Novembro, vai pagar o décimo terceiro no dia 15 de Dezembro e vai pagar o mês de Dezembro no dia 22 de Dezembro antes de terminar o mês. Santa Catarina vai injetar mais de R$ 2 bilhões de reais na economia em menos de um mês.

  6. Dilermando disse:

    Esse aí mostra total desconhecimento dos ativos do Estado. Caso se desfaça da Potigás, o governador pode dar adeus as poucas indústrias que ainda se mantém no Estado graças ao subsídio do gás incentivado (RN Gás Mais, antigo Progás), além do que o capital do Estado é pequeno devido sua fatia de participação enquanto acionista. O Centro de Convenções também é muito mal aproveitado e poderia gerar um retorno bom se bem administrado. A pergunta é: A QUEM interessa a venda desses ativos???

  7. Paulo disse:

    Desta vez foi prometido para quem a venda ? é igual ao caso da JBS da promessa de compra e venda da Caern ? o Governo do RN querendo reduz muita coisa mais estamos a poucos meses da eleição vai reduzir não ne?

  8. Paulo disse:

    Deveria começar logo reduzindo pela metade os cargos de comissão , os serviços prestados, os convenios que não resolvem nada, e reduzir a verba com publicidade , os celulares,

  9. paulo martins disse:

    O portfólio de nulidades governamentais é bem mais extenso: Parque Aristófanes Fernandes (Festa do Boi), Aeroclube Natal, Estádio Juvenal Lamartine, Hotel Barreira Roxa, Parque das Dunas, Ceasa, Uern, a participação no Arena das Dunas…
    Se é por falta de dinheiro, governador, eu te dou trabalho na feira: se você não quiser tem quem queira.
    Se te dou esse conselho é pra tu sair dessa pasmaceira: se você não quiser tem quem queira.

    • Dono da OAS disse:

      Pode retirar estes bens amigo. Já estão todos em garantia ao consórcio elefante branco Arena da Dunas,inclusive os royaltes do petróleo.

    • País podre disse:

      Dono da OSA, esse foi grande legado da COPA! Ainda teve um bocado de imbecil que vibrou e acreditou nesse legado. Parece que não conhece o país dos corruptos em que vive. E viva o legado da Copa! ????????????????

    • LULADRÃO disse:

      Concordo. Os governos em todas as esferas devem diminuir o máximo que puderem o seu tamanho. A iniciativa privada é mais competente e menos burocrática na administração e solução dos problemas.

  10. José de Arimateia disse:

    O secretário mostra total desconhecimento do que é a Potigás. A empresa exerce sim importante papel social na atração e manutenção de indútrias que geram emprego e renda no Estado, além de fomentar o uso de um combustível de baixa emissão em substituição a combustíveis poluentes como a lenha e óleo combustível. Além disso, o valor da participação societária na companhia, que hoje é de 17%, não chega a valor R$ 20 MIlhões. O que é que o Estado consegue pagar com esse valor? A empresa é superavitária, deu lucro todos os anos e pagou dividendos ao Estado no valor de R$ 6 Milhões no ano passado e investe todos os anos R$ 10 Milhões na expansão de sua rede para atender a novos clientes.

  11. Felipe disse:

    #PrivatizaTudo

    • Pato Amarelo disse:

      Kkkkkk, inclusive segurança, saúde e educação. Em um Estado onde todos são ricos e podem pagar, não há problemas………………….
      Essa forma de pensamento é tudo que os políticos profissionais mais gostam de ver.

Governo firma parceria com EBSERH para uso de softwares na rede hospitalar do Estado

Ricardo Lagreca - GabineteO governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, e o secretário de Estado da Saúde Pública (Sesap), médico Ricardo Lagreca, assinam termo de parceria, nesta quinta-feira, às 16h, na Governadoria, com o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Newton Lima, para implantação e utilização na rede hospitalar do Estado, do Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU) e do Painel de Controle do Sistema (SIG-EBSERH). A solenidade contará com a presença da reitora da Universidade Federal do RN (UFRN), Ângela Paiva, do superintendente do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), Stênio Gomes da Silveira e do diretor da Maternidade Januário Cicco, Kleber Morais.

De acordo com o secretário Ricardo Lagreca, a parceria com a EBSERH – que é um órgão que atua na gestão dos hospitais universitários no Brasil-, vai resultar em melhorias significativas para o atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde. “Essa nova ferramenta vai possibilitar a utilização de um sistema integrado de gestão hospitalar, a fim de garantir aos cidadãos um melhor acesso aos serviços de saúde”, disse Lagreca.

O desenvolvimento do AGHU iniciou em 2009, como parte integrante do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), do Ministério da Educação, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais. O objetivo do aplicativo é apoiar a padronização das práticas assistenciais e administrativas dos Hospitais Universitários Federais.

No Onofre Lopes, por exemplo, a implantação de módulos do Sistema AGHU ajuda na regulação de medicamento, atendimento aos pacientes e controle do fluxo de materiais. A iniciativa traz diversos benefícios ao trabalho dos profissionais e atinge diretamente o atendimento. O Módulo de Farmácia, por exemplo, permite atividades de regulação, triagem, dispensação dos medicamentos. A parte de prescrição médica define as condutas que serão executadas por diversos profissionais da saúde, após a avaliação do paciente pelo médico. Já o módulo de estoque gerencia as movimentações dos suprimentos através do controle do fluxo de materiais, proporcionando um atendimento mais eficiente das solicitações e disponibilidade em tempo real acerca dos suprimentos da unidade.

Já o Sistema de Informações Gerenciais da Ebserh (SIG Ebserh) interage com o aplicativo, incorporando ferramentas, como, por exemplo, o histórico de exames no Painel do AGHU. A novidade vai permitir que os hospitais acompanhem a produção de exames, além da quantidade de agendamentos, cancelamentos e realizações que vem obtendo notório sucesso nos hospitais universitários.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    Não existe almoço grátis! Podem se preparar que a cobrança do sistema vem a galope. Resta saber quem vai responder junto ao Tribunal de Contas do Estado para justificar o volume de recursos financeiros dispendidos pela Secretaria Estadual de Saúde, em gestões anteriores, pagos a uma empresa do Rio Grande do sul para informatizar toda a Rede de Hospitais do Estado do RN, cujos resultado foi pífio, ou seja, a maioria continua sem a informatização e consequentemente sem receberem o valor real através de repasse financeiro do Ministéro da Saúde pelos serviços realizados , justamente por falta desse controle via sistema de gestão hospitakar.

Secretário Luiz Roberto Fonseca faz cateterismo e angioplastia, mas passa bem

SECRETÁRIO DE SAÚDE DO RN LUIZ ROBERTO - FOTO Wellington RochaO secretário Municipal de Saúde de Natal, Luiz Roberto Fonseca, internou-se no final da manhã desta segunda-feira (4) na Promater para realizar uma angioplastia e um cateterismo. O secretário estava despachando na SMS-Natal quando sentiu fortes dores no peito e procurou atendimento na Promater.

Ele foi diagnosticado com um quadro de Síndrome Coronariana Aguda e a equipe médica decidiu realizar logo o procedimento. Luiz Roberto Fonseca está em observação, o quadro é estável ele passa bem.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronaldo disse:

    Cadê que ele foi para a rede pública?

Secretário toma medidas para conter infiltrações no Hospital Santa Catarina

LagrecaO secretário estadual de Saúde, Ricardo Lagreca, acompanhado da coordenadora de Hospitais da Sesap, Milena Martins, se reuniu neste domingo (17), com a direção do Hospital Santa Catarina, zona norte de Natal, a fim de se inteirar dos estragos causados pelas chuvas da última sexta-feira que causou infiltração no teto da sala de reanimação da unidade hospitalar, provocando assim a sua interdição.

Como primeira medida e mais urgente os pacientes que se encontravam na sala de reanimação foram transferidos para outros espaços do hospital e para outros hospitais da rede pública.

Outra medida a ser adotada, já nesta segunda-feira (18), por determinação do secretário, é a presença de uma equipe do setor de engenharia da Sesap no hospital Santa Catarina a fim de tomar as providências cabíveis para a resolução do problema.

Ruy Gaspar rebate Joaquim Levy sob hub da LATAM: “A escolha é técnica e o anúncio ainda vai ser feito”

ruy-em-madriO secretário do Turismo, Ruy Gaspar, rebateu as declareções do ministro Joaquim Levy (Fazenda), que disse que Fortaleza será um “verdadeiro hub do Nordeste”. Ruy disse, no Jornal das 6 desta quarta-feira (14), que o anúncio ainda não foi feito e destacou o potencial de Natal frente aos concorrentes Recife e Fortaleza.

Para Ruy, a conversa não é bem assim como o ministro irresponsavelmente falou. “A escolha é técnica e a empresa é privada. Não tem nada definido. O anúncio ainda vai ser feito e eu não tenho dúvida alguma de que esse hub virá pra gente”, disse.

A declaração do ministro soou como uma antecipação da possível escolha do hub da LATAM (fusão da LAN Airlines com TAM Linhas Aéreas), mas a informação não é a correta segundo Gaspar. De acordo com o secretário do Turismo, uma reunião nos próximos dias norteará a possível escolha, mas, mesmo assim, não será o dia do anúncio oficial.

Por outro lado Ruy Gaspar destacou que a LATAM espera iniciar a operação no próximo ano e que entraves como a privatização ainda em andamento de Fortaleza e estatização de Recife beneficiam o RN, que já tem um terminal privado. “A LATAM tem que definir o mais rápido o possível, porque a informação que eu tenho é que eles querem começar em outubro do ano que bem”, revelou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Cruz disse:

    Sou um grande entusiasta do RN, torço muito mesmo para que o nosso estado ganhe essa disputa, já está mais que na hora do RN ganhar alguma obra de grande expressão, em PE temos o complexo de Suape e a grande industrialização, isso tudo graça ao esforço dos governantes. No CE também temos um ótimo porto e uma grande industrialização, já por aqui, as poucas indústrias que existem estão fechando, porto não é lá grande coisa e ainda querem tirar o HUB que tecnicamente só seria viável aqui? Políticos, acordem!!! Vamos lutar por um RN melhor.

  2. Antonio disse:

    Deveria conhecer o sr Ruy. É um homem bem sucedido e honrado. Um fervoroso defensor do RN.

  3. Carvalho disse:

    Vamos ver agora se os políticos da terra dão lastro ao "poder" do RN.

  4. Manoel Cavalcanti Neto disse:

    Interpelado por um deputado cearense, o ministro Levy falou: que Fortaleza "se tornará UM hub no nordeste", mas continuo certo que O HUB DA LATAM É NOSSO! Os estudos técnicos, financeiros, econômicos e sociais não deixam dúvida e a ingerência do governo só poderá funcionar quando no nordeste se instalar um segundo hub, quando? Acredito que no máximo um segundo (ou mais), TECA para determinados produtos e commodities e através de charters, no caso de FOR com um consumo maior de combustível (+4%) por causa da aerovia que utilizarão. A grande rota será SBGR-SBSG-EUROPA, a mais econômica. Mesmo cargas oriundas de outras cidades, brasileiras e sulamericanas, terão custo menor através de nosso SBSG, pronto para o A380.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Concordo com você Manoel, o Ministro Joaquim Levy não sabe nem quer é Ruy Gaspar.

  6. Val Lima disse:

    O Secretário esquece que são os bancos oficiais que irão financiar o mega empreendimento….aí é que entra o lado político….

  7. Manoel disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk será que o Ministro Levy sabe quem é Rui Gaspar???

Edilson França segue como secretário até que Robinson consiga outro nome

edilson françaO advogado Edilson França, que pediu exoneração da função de secretário de Justiça e da Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc), continuará no cargo até que o governador Robinson Faria consiga outro nome.

Alegando problemas de saúde, Edilson França pediu exoneração no final do mês passado e já estava programando sua saída para os próximos dias.

Uma das pessoas que conseguiu convencer o advogado a permanecer no cargo foi a secretária Kalina Leite, titular da pasta da Segurança Pública (Sesed). O próprio governador já tinha mantido conversas com Edilson no sentido de mantê-lo no cargo até que outro nome seja escolhido.

Secretário de Saúde presta contas na CMN

O secretário municipal de Saúde (SMS) Luiz Roberto Fonseca participou da reunião da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal nesta segunda-feira (24) para apresentar relatório com a prestação de contas da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. A ocasião se deu por uma convocação do presidente da Comissão, vereador Fernando Lucena (PT).

Um dos pontos destacados no relatório, referente ao primeiro quadrimestre de 2015, é o custo do município com a folha de pagamento dos servidores, que chega a mais de R$ 65 milhões por mês. Atualmente, a Prefeitura conta com 6.600 servidores, sendo 4.295 servidores estatutários.

“Parece alto, mas não chegamos nem perto da quantidade de profissionais que já tivemos. Perdemos quase dois mil servidores estatutários por condições de aposentadoria, pedidos de exoneração por questões de saúde e para assumir outros cargos públicos, por exemplo”, destacou. “Por isso, aproveito este momento para pedir aos vereadores que tenham sensibilidade na hora de votar o projeto que autorizará a realização do concurso público no próximo ano”, afirmou o secretário.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Franklin Capistrano (PSB), o projeto autorizativo do concurso na Saúde entrará na pauta da sessão ordinária de amanhã, 25 de agosto, em regime de urgência. O concurso oferecerá 1.200 vagas para diversos cargos que visam cobrir serviços que estão sendo realizados por profissionais com contrato temporário.

“Muitos desses contratos estão terminando nos próximos meses e nós ficaremos desfalcados de profissionais em diversas unidades de saúde. É o exemplo da UPA de Pajuçara, que até o final do ano perderá 70 pessoas, e a UPA da Cidade da Esperança, que perderá cerca de 55. Precisamos que a Câmara autorize esse concurso, se não entraremos em crise”, disse Luiz Roberto.

O relatório apresentado à Comissão de Saúde da Câmara contém ainda dados de aplicação de recursos em ações e serviços públicos, custos gastos com materiais, com pessoal, reformas e contratos diversos.

Para o vereador Fernando Lucena, a apresentação do secretário foi oportuna para a sociedade tomar conhecimento do que está sendo feito com os recursos públicos na área de Saúde. “Esse relatório nos embasará em diversas fiscalizações que costumamos fazer na Comissão. Vamos analisar tudo detalhadamente e pedir esclarecimentos, se for necessário”, afirmou.

Além de Fernando Lucena e Franklin, acompanharam a prestação de contas os vereadores Dickson Nasser Júnior (PSDB), Ary Gomes (PROS), Aquino Neto (PROS) e Hugo Manso (PT).