Economia

SINE-RN oferece nesta quarta-feira 36 vagas de emprego em Natal e interior em diversas especialidades

A Subsecretaria do Trabalho da Sethas-RN, através do SINE-RN, oferece nesta quarta-feira, dia 15 de setembro, 36 vagas de emprego para Natal, Região Metropolitana, Santa Cruz, Mossoró, Pau dos Ferros e regiões.

Para concorrer às vagas, o(a) candidato(a) deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou nos aplicativos Sine Fácil e Carteira de Trabalho Digital, disponíveis para Android e IOS.

As vagas para pessoas com deficiência são uma parceria da Subsecretaria do Trabalho da SETHAS com a Coordenadoria de Promoção e Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Semjidh.

Todas as oportunidades estão sujeitas a alteração. Para saber em tempo real qual ocupação está de acordo com seu perfil profissional é necessário acessar o empregabrasil.mte.gov.br com o seu login (PIS) e senha ou através do celular no aplicativo SINE Fácil.

Quer tirar alguma dúvida ou agendar um atendimento? Ligue: (84) 3190-0783, 3190-0788.

O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 12h.

QUANTIDADE DE VAGAS

Natal e Região Metropolitana ( 21 Vagas Permanentes)

ASSISTENTE DE LOGÍSTICA DE TRANSPORTE 01

ASSISTENTE DE VENDAS 01

AUXILIAR DE ARMAZENAMENTO 02

AUXILIAR TÉCNICO DE MECÂNICA 01

CONTROLADOR DE PRAGAS 01

CORTADOR, A MÃO 01

DESENHISTA INDUSTRIAL GRÁFICO (DESIGNER GRÁFICO) 02

INSTALADOR DE SOM E ACESSÓRIOS DE VEÍCULOS 01

MECÂNICO DE AUTO EM GERAL 01

MECÂNICO DE AUTOMÓVEL 03

MECÂNICO DE GERADOR 01

MONTADOR DE MÁQUINAS 01

MOTORISTA OPERACIONAL DE GUINCHO 02

PINTOR DE ALVENARIA 02

PINTOR DE LETREIROS 01

PCD – Pessoas com Deficiências (09 vagas)

AUXILIAR DE LIMPEZA 02

AUXILIAR DE LIMPEZA 04

SERVENTE DE OBRAS 03

Vagas temporárias (01 vaga)

FLORISTA (COMÉRCIO VAREJISTA) 01

Santa Cruz e Região (02 vagas)

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO 01

VENDEDOR PRACISTA 01

Mossoró e Região (01 vaga)

PADEIRO 01

Pau dos Ferros e Região (02 vagas)

PROMOTOR DE VENDAS 02

Total geral = 36 vagas

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Neto do narrador Luciano do Valle morre após ser baleado na cabeça em assalto em SP

Foto: montagem Lance!

O gerente comercial Lucas do Valle, de 29 anos, neto do jornalista Luciano do Valle, morreu na noite desta sexta-feira (17), dois dias depois de ser baleado na cabeça durante um assalto, no Ipiranga, Zona Sul de São Paulo.

A mãe de Lucas, Alessandra do Valle fez uma homenagem ao filho nas redes sociais na madrugada de sábado (18). “Deus está te recebendo de braços abertos! Sua mãe te ama incondicionalmente!”, escreveu.

O Hospital São Paulo, onde Lucas estava internado, informou em nota que ele deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após ferimento com arma de fogo em crânio, “com quadro neurológico gravíssimo”.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), policiais militares foram acionados e, ao chegarem, encontraram a vítima baleada e caída na calçada. Ele foi socorrido e encaminhado ao hospital em estado grave.

De acordo com testemunhas, o gerente comercial chegava para trabalhar quando dois homens em uma moto anunciaram o assalto. Eles atiraram na vítima e fugiram, um na moto e o outro no carro de Lucas.

Os polícias foram informados que depois do assalto o carro havia sido abandonado na Rua do Lago, na Vila Nair.

O caso foi registrado como tentativa de latrocínio, apreensão e entrega de veículo, no 17º Departamento Policial, que investiga o caso.

Luciano do Valle

O narrador esportivo Luciano do Valle morreu em 19 de abril de 2014, aos 66 anos, em Uberlândia (MG), depois de passar mal e ser internado em um hospital particular da cidade.

Ele chegava a Uberlândia para cobrir um jogo entre Atlético-MG e Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro (Brasileirão), quando passou mal.

G1

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Trabalho do Senado é ruim ou péssimo para 39% e reprovação da Câmara sobe para 50%, mostra PoderData

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Pesquisa PoderData realizada nesta semana (13-15.set.2021) mostra que o trabalho do Senado é considerado “ruim” ou “péssimo” por 39% dos brasileiros. A taxa variou dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais, nos últimos 6 meses –estava em 40% nos 2 levantamentos anteriores, feitos em março e em junho de 2021.

Só 6% dos brasileiros avaliam o trabalho do Senado positivamente, percentual semelhante ao das pesquisas anteriores. Outros 50% dizem que a Casa Alta tem feito um trabalho “regular”.

Metade dos brasileiros reprova a Câmara dos Deputados, de acordo com pesquisa PoderData realizada nesta semana (13-15.set.2021). Atualmente, 50% dos brasileiros avaliam o trabalho da Casa como “ruim” ou “péssimo”, um salto de 14 pontos percentuais em comparação ao levantamento anterior, feito no final de junho.

A taxa dos que aprovam o trabalho dos deputados 5%, uma queda de 6 p.p. em relação a 3 meses antes. São 42% os que avaliam o trabalho da Câmara como “regular”; antes eram 45% –oscilação dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Esta pesquisa foi realizada no período de 13 a 15 de setembro de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. Foram 2.500 entrevistas em 411 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Poder 360

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Natal realiza mutirão de vacinação contra a Covid para população em situação de rua

Foto: Rennê Carvalho

Natal realizará no próximo domingo (19) um mutirão de vacinação contra a Covid-19 destinado à população em situação de rua, das 08h às 17h. O local escolhido foi a sede da Fraternidade Toca de Assis na Av. Xavier da Silveira, 1024 – Lagoa Nova. A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) vai disponibilizar a aplicação da primeira dose dos imunobiológicos, bem como a segunda dose do imunizante de Oxford para o público-alvo da ação.

“Natal atingiu mais de 650 pessoas em situação de rua na vacinação contra a Covid-19, até a primeira quinzena de setembro de 2021. Deste total, 208 indivíduos estão com esquema vacinal completos, 252 pessoas imunizadas com dose única e 220 usuários que precisam completar o esquema vacinal, por isso, o mutirão”, afirma o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

Para realizar a ação, as equipes do programa Consultório na Rua realizam uma busca ativa desse grupo prioritário e também orientam sobre dúvidas frequentes. Além do mutirão a ser realizado na Toca de Assis, esse grupo prioritário pode ter como referência para receber a vacina contra a covid-19 as unidades básicas de saúde da Redinha (quartas-feiras das 12h30 às 15h), São João (terças-feiras das 08h às 11h30 e das 12h30 às 16h) e Mãe Luiza (quintas-feiras das 08h às 12h), que dispõem desse acolhimento especializado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

RN fica entre os estados que gastam mais de 57% com folha, aponta boletim do Tesouro Nacional

Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

Apesar de registrado um ligeira redução no gasto com pessoal, o Estado do Rio Grande do Norte está entre os que apresentam alto comprometimento  de suas receitas correntes líquidas nas despesas com pessoal.

De acordo com o Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, publicado pelo Tesouro Nacional, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Acre, Paraíba, Rio Grande do Sul, Amapá, Paraná e Sergipe apresentam alto comprometimento de suas receitas correntes líquidas (superior a 57%) com despesas com pessoal.

A melhoria nas contas de alguns estados se reflete também no resultado da análise da capacidade de pagamento (Capag), classificação feita pelo Tesouro Nacional a partir da verificação de indicadores econômico-financeiros que refletem o grau de solvência e a saúde fiscal dos entes que querem contratar empréstimos com garantia da União.

De acordo com a publicação, o resultado positivo deve ser observado com cautela, já que foi fortemente impactado por fatores conjunturais, como as transferências temporárias feitas pela União para o combate à pandemia e a inflação, responsável por grande parte do aumento verificado na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, principal fonte de receita dos Estados. Pelo lado das despesas, contribuiu para o resultado a vedação ao aumento de gastos com pessoal estabelecida pela LC 173/2020, vigente até o final de 2021. Veja a matéria completa na Tribuna do Norte.

Opinião dos leitores

    1. Mané F, Chico 100, anti-politico é a mesma pessoa. Quando um aparece vem os três. E é só pra defender a esquerda.

  1. RN não tem , governador .
    Tá tudo desmantelado.
    Na madrugada deste sábado Arrombaram as casas Bahia em Parnamirim. Tá do jeito que a Desgovernadora Fátima Paraíba gosta.
    É o menos é nóis .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Anvisa aprova indicação do medicamento baricitinibe para internados com Covid-19

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (17) a indicação do remédio baricitinibe para o tratamento de pacientes internados com Covid-19.

Segundo a agência, a administração do medicamento aprovado deve ser feita apenas em pacientes adultos hospitalizados que necessitam de oxigênio por máscara ou cateter nasal, ou que necessitam de alto fluxo de oxigênio ou ventilação não invasiva.

O baricitinibe já é utilizado no Brasil para o tratamento de artrite reumatoide ativa moderada a grave e dermatite atópica moderada a grave.

A aprovação para pacientes internados com coronavírus, portanto, trata-se de uma nova indicação terapêutica.

Para a inclusão desta nova indicação, a empresa farmacêutica Eli Lilly do Brasil apresentou dados que sustentam a eficácia e segurança do medicamento para esta indicação, segundo a Anvisa.

Em nota, a Eli Lilly afirmou que  a aprovação foi baseada em dois estudos clínicos randomizados, duplo-cegos, controlados por placebo envolvendo cerca de 2.500 pacientes no mundo, sendo 360 destes brasileiros.

Ainda segundo a fabricantes, o estudo que avaliou o medicamento em comparação com
placebo demonstrou uma redução potencial de 38% da mortalidade no dia 28 de tratamento.

O baricitinibe é um inibidor seletivo e reversível das enzimas janus quinases (JAKs), em especial JAK 1 e 2, responsáveis pela comunicação das células envolvidas na hematopoese (processo de formação e desenvolvimento das células do sangue), na inflamação e na função imunológica (função de defesa do corpo).

Sexto medicamento aprovado pela Anvisa

Este é o sexto medicamento aprovado pela Anvisa para tratar a Covid-19.

No último dia 8, a agência autorizou o uso emergencial do medicamento Sotrovimabe para tratamento da Covid-19 em pessoas acima de 12 anos infectadas pelo novo coronavírus e que apresentam a doença de forma leve a moderada.

Sotrovimabe é um anticorpo monoclonal feito em laboratório, que imita a capacidade do sistema imunológico de combater o vírus. Ele atua contra a proteína spike do Sars-CoV-2 e é projetado para bloquear a ligação do vírus e a sua entrada nas células humanas.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. E nada de aparecer estudo validando a ivermectina e cloroquina? Ah, tem aquele estudo criminoso da prevent sênior né?! Quando o paciente morria escondiam que tinham dado cloroquina sem o coitado nem saber q estava fazendo um tratamento de morte!

    1. Manoel F, se você pegar COVID, vá pra casa, só tome dipirona e procure o hospital apenas quando faltar ar !!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Com 100% das vacinas compradas pelo Governo Federal, deputada do RN alfineta Fátima Bezerra: “Governadores se apropriavam das vacinas”

A deputada federal Carla Dickson alfinetou a Fátima Bezerra ao lembrar que a governadora era uma das que tirava fotos da chegada das vacinas para divulgar como se fosse uma aquisição do Governo do Estado, quando, até hoje, 100% das vacinas aplicadas no Brasil foram compradas e distribuídas pelo Governo Federal.

“No início, os governadores se apropriavam das vacinas, sim. Agora parou mais. Fotos, propagandas e, o mais grave, não faziam referência nenhuma ao Ministério da Saúde e ao governo Bolsonaro”, disse ao explicar que, para aquisição de vacina, todos os recursos são do Governo Federal.

Carla explicou que a função dos governos estaduais é apenas de receber as vacinas do Ministério da Saúde e distribuir para os municípios, que, por sua vez, são os responsáveis por aplicá-las na população. A parlamentar ainda chegou a citar casos em que governos estaduais deram a entender que a compra das vacinas teriam sido feitas com recursos próprios, mas não citou que governos foram esses.

Opinião dos leitores

  1. O SR GOVERNADOR FATAO RECEBEU 18 BI DE BOLSONARO VACINAS TRANSPOSIÇÃO RIO S FCO BARRAGEM OITICICA
    TEM RECORDE DE ARRECADAÇÃO MESMO ASSIM DEVE A HOSPITAIS PROGRAMA DO LEITE RESTAURANTE POPULAR
    FINALMENTE QUANDO VAI DEIXAR DE SER TRAMBIQUEIRO E TRABALHAR??

    VIVA BOLSONARO MELHOR GOVERNADOR DO RN

  2. A ilustríssima deputada não falou aí que no mesmo mês de setembro de 2020 quando já tinha indício que as vacinas ficariam prontas em novembro de 2020 os mesmos governadores foram várias vezes a brasilia forçar o governo federal a assinar os contratos de compra e o governo federal que hj . Orgulha de falar que quem compra vacina é ele. NÃO COMPROU VACINAS. e ainda disse que não iria gastar ” meu dinheiro ” . E aí deputada. A senhora lembra quem realmente queria vacina ? Era o governador ou o governo federal?

    1. O dinheiro é nosso, seja a a execução do governo federal estadual ou municipal, nós pagamos e o dinheiro é nosso. o recurso é nosso.

    2. DEIXA DE SER IMBECIL
      O GOVERNO FEDERAL NÃO IA COMPRAR VACINAS SEM APROVAÇÃO DA ANVISA OS GOVERNADORES SO QUERIAM APARECER
      DA UMA DE BONZINHO ENQUANTO FERRAVA O POVO COM FECHA TUDO
      Q HOJE SE VER Q FOI INUTIL

  3. E os 5milhões de reais que foram utilizados para compra dos respiradores quando serão devolvidos ao Estado ?
    Isso é muita cara de pau dessa inepta.

  4. Até hoje não tem NADA NO RN feito por essa paraibana aqui no RN.
    Até hoje nada!!!!
    Tudo que foi feito, foi recursos do governo federal.
    Tudo.
    Infelizmente essa desgovernadora se apropria de tudo, como que isso não bastasse, ainda faz propagandas milionárias com o nosso dinheiro pra enganar a população.
    E os órgãos de fiscalização como MP e deputados estaduais, todos de bico calados.
    Uma vergonha esse governo petista.
    Será que o povo vai engolir essa bucha por mais quatro anos???
    É o fim da picada.
    Não é possível que não apareça um homem ou uma mulher potiguar pra governar esse Estados.

    1. o dinheiro é nosso, seja a a execução do governo federal estadual ou municipal, nós pagamos e o dinheiro é nosso. o recurso é nosso. quanto vc paga de imposto todos os dias, seja ele federal, estadual ou municipal? o governo federal fez a sua obrigação em comprar, o estadual em distribuir e as prefeituras em vacina. simples. Se o governo federal é o top então vamos destituir os governadores e prefeitos e teremos apenas o presidente, o perfeito e maravilhosa presidente.

  5. Qualquer pessoa minimamente informada sabe que a Adminstração do SUS é tripartite. No caso da vacinação cabe ao Governo Federal através do Ministério da Saúde a aquisição das vacinas, aos Governos do Estado, através das Secretarias de Saúde a distribuição e aos Municipios a aplicação das vacinas. Basta que cada um faça corretamente a parte que lhe cabe. Esse tipo de exploração politica já está enchendo o saco.

    1. adorei isso mesmo…o dinheiro é nosso, seja a a execução do governo federal estadual ou municipal, nós pagamos e o dinheiro é nosso. o recurso é nosso.

  6. Assim como as bandeiras usadas pela Governadora, e a própria Governadora são falsas, xing Ling, imitações baratas.

  7. Essa não encontrou respaldo pra falar da ivermectina daí fica falando besteira, claro q as vacinas vieram do Ministerio da Saude, então era pra doar pra quem ?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

ICMS é o principal vilão do aumento dos combustíveis, aponta Credit Suisse

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um dos principais responsáveis pela elevação mais acentuada dos preços dos combustíveis, aponta o Credit Suisse em relatório obtido pelo Money Times.

Desde o início de 2021, o preço do produto disparou R$ 1,50 por litro na bomba. No entanto, apenas metade desse aumento pode ser atribuído à Petrobras (PETR3;PETR4) (cerca de R$ 0,75 por litro), lembram os analistas Regis Cardoso e Marcelo Gumiero.

“O restante (R$ 0,75 por litro) deve-se principalmente aos impostos estaduais de ICMS e à mistura do etanol anidro na gasolina. Vale ressaltar que os preços de porta da refinaria da Petrobras atingiram um pico muito no início deste ano, em março, antes do fluxo de notícias se intensificar. Desde então, os preços da empresa não se alteraram, mas os valores na bomba aumentaram em R$ 0,40 por litro em impostos mais elevados e custos de etanol mais salgados”, completam.

O problema, segundo os analistas, é que o ICMS é um imposto móvel: sempre que o preço da gasolina ou do etanol anidro sobe, o valor se eleva na bomba e o imposto acompanha o salto.

“Como o próprio preço na bomba já inclui o ICMS, quando o imposto sobe, o preço na bomba tem alta e depois o ICMS salta novamente. Isso amplifica ainda mais a pressão de alta sobre os preços dos combustíveis”, dizem.

Money Times

Opinião dos leitores

  1. 29% em cima do preço da bomba.
    Pra quem não sabe, aqui no RN muda a pauta de 15 em 15 dias.
    No último dia quinze, subiu 0.8 centavos na gasolina em quanto que na Petrobras não subiu nada.
    Dia 30, mais um aumento de fatão grelo duro.
    Estão duvidando????
    Pergunte a qualquer gerente ou até mesmo a qualquer dono de postos.
    Não é atoa que o RN vem batendo recorde de arrecadação.
    Não é porque o comércio está aquecido vendendo muito, pelo contrário, é aumento de pauta mesmo.
    Quem é que paga a conta???
    Nós os burros de cargas.
    Quem leva a culpa?
    Bolsonaro injustamente.
    A culpa é de FATÃO DO GRELO DURO.
    eu não tenho dúvidas que isso vai servir de bandeira eleitoral no próximo ano, vai aparecer um candidato dizendo, quem mais aumentou pauta de combustíveis no RN, foi a paraibana Fátima Genocida do PT.

  2. A alíquota do ICMS aqui do Estado eh o mesmo desde 2016. De lá pra cá o que mudou? Eh só pensar um pouco … Eh óbvio q se o ICMS zerar a gasolina baixa de preço mas não foi culpa dos ICMS dos governos estaduais que a gasolina aumentou . O blog não vai divulgar que o governo federal aumentou a alíquota de IOF pra bancar o aumento no bolsa família ? Que estranho!

    1. Deveria estudar mais um pouco, para ser ministro da economia, pense em um idiota vc passou vários anos estudando para ser burro, qualquer menino sabe que o ICMS é uns dos responsável pelo alto não só da gasolina como de alimentação tb. aproveite e volta a estudar ainda dá tempo.

    2. Mané fudido é um tremendo canhoto ainda mente que não é. Vive aqui no blog advogando a favor dos petralhas. Vai procurar uma lavagem de roupa! Quer dizer que algo que existe desde 2016 não pode ser mudado?

  3. É apenas uma questão de percentual: quanto maior a base de cálculo (valor do combustível), maior o imposto.
    Zerem o valor do ICMS e vejam o que vai acontecer com saúde, educação e segurança, só para citar 3 exemplos.
    Ou se muda a política de preços da Petrobras ou a situação continuará assim.

    1. É um burrice avassaladora. Onde viu-se defesa à alguém? Vocês são doentes. Aliais, o país ficou doente com essa polaridade. Esqueçam essa questão de Bolsonaro. O que a agência passou é uma realidade. O que deve-se mudar não é política da Petrobras, que tava quebrada no governo do PT, e agora tem gerado resultados. Ou muda a política de icms para ser cobrado na fonte, ou continuará esse absurdo no Brasil inteiro. E para essa canhota burra, passem a observar o governo pelos ministros, e não somente pelo Presidente. As pastas tão dando um exemplo de governança.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

José Agripino cita extremismos de Lula e Bolsonaro para defender fusão do DEM com o PSL ao centro

O ex-senador José Agripino Maia deve ser o presidente da nova sigla que surgirá com a fusão do DEM com o PSL. A fusão ainda é incerta e depende de um longo processo jurídico para ser realizada, mas o político já adiantou que a nova legenda será de centro, sem os extremismos da direita do presidente Jair Bolsonaro e da esquerda do ex-presidente Lula.

“Eu reputo fundamental ser feito através pesquisa de opinião pública, um nome que traduza a tendência do partido, que é uma tendência centrista, liberal democrática. Nem extrema direita, nem extrema esquerda. O centro democrático que inclusive entendemos que retrata o pensamento da maioria do povo brasileiro. Uma maioria até silenciosa, mas que não quer votar nem na extrema esquerda de Lula, nem na extrema direita de Bolsonaro“, disse em entrevista ao Agora RN.

Opinião dos leitores

  1. Ok!
    Discursos muito bonito, pode até ser uma opção pra se votar.
    Agora tem um agravante sem precedentes.
    Ser comandado por gente feito vc, mais sujo do que poleiro de galinheiro.
    Não dá!!!!
    A sua patota é toda enrrolada com a justiça, todos emrrolados no processo.
    Arrume outra coisa pra fazer, ta querendo enganar a quem??
    O povo acordou, não vai eleger um presidente cafageste como os que se apresentam aí na oposição.
    Bolsonaro tá reeleito, não tem outro pra votar, até o tal do João Amoedo se revelou um esquerdista, de novo, passou a ser velho.
    Tá sem jeito até o momento.
    O melhor, ainda é Bolsonaro, o resto é só o resto.

  2. Peraí Zezim!!! Desde quando Lula é radical? Tais doido? Pirou? Agora o outro é nazifascista, isso sim!!! E pior você JA é um dos culpados, pois votou nele…

  3. esse José Agripino é um que disse que não ia devolver o que recebeu acima do teto ou to confundindo com outra pessoa?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Governo Fátima coloca em risco o Programa do Leite e os Restaurantes Populares após retirar R$ 32 milhões do orçamento

O Governo do Rio Grande do Norte está esvaziando financeiramente a Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS) e transferindo recursos para outras secretarias, o que tem prejudicado os serviços ofertados pela pasta, como o Programa do Leite e o Restaurante Popular. A denúncia é do secretário de Assistência Social da cidade de Canguaretama e vice-presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Rio Grande do Norte (COEGEMAS/RN), Francisco Touché, que relata vários problemas na Sethas devido à falta de recursos.

De acordo com ele, foram transferidos R$ 32 milhões da Sethas para a Secretaria de Educação do RN (SEEC). A informação foi repassada pela coordenadora da Sethas e vice-presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Muriele Medeiros, em reunião do conselho. Muriele é esposa do senador petista Jean Paul Prates.

O valor é maior do que o que tinha sido informado anteriormente pela secretária da Sethas Iris Oliveira aos gestores municipais. Segundo ela, haviam sido transferidos R$ 20 milhões do Fundo de Enfrentamento e Combate à Pobreza da Sethas, o Fecop, para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

“Ou seja, a falta de dinheiro para Restaurante Popular, Programa do Leite e para os municípios, o gargalo está aí, porque nós somos uma política que, infelizmente, além de ser invisível, não tem percentual mínimo para investimento, o Estado aplica na assistência social, na segurança alimentar o que ele quiser e infelizmente, por ser invisível, o dinheiro é transferido para a Educação, para a Saúde e ninguém diz nada, ninguém briga”, reclamou Touché

Grande Ponto

DO BLOG: O Blog do BG havia publicado sobre o caso quando começou a receber as primeiras denúncias na postagem “Produtores de leite desesperados

Opinião dos leitores

  1. O que diz mané f, Chico 100 e anti-politico sobre o assunto acima citado? Aguardo um comentário plausível.

  2. Essa Desgovernadora coloca em risco até a vida dos Norte-Riograndense, fechando hospitais, comprando respiradores quebrados, estradas esburacadas, falta de segurança, fome, miséria, quanto mais leite e restaurante popular.
    Eita que o RN tá lascado.

  3. Mas Fatao não era a solução de todas as mazelas do Estado? Entraria e resolveria todos os problemas? O governo focado no social?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

CASO COVAXIN: Dias Toffoli vê “indício de prática de fatos ilícitos”

Em decisão de 30 páginas a que a CNN teve acesso com exclusividade, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli disse ver indícios de ilicitudes no contrato do Ministério da Saúde com a empresa para a aquisição da vacina Covaxin.

Toffoli autorizou, a pedido da CPI, busca e apreensão em sedes da empresa Precisa Medicamentos. A operação da Polícia Federal foi realizada na manhã desta sexta-feira (17). Esta é a primeira manifestação formal da corte sobre o assunto desde que o caso veio a tona a partir das investigações da CPI da Pandemia.

“Em primeiro lugar, como indício de prática de fatos ilícitos (e da subjacente tentativa de não revelá-los), a negativa da Precisa em entregar os documentos correlativos às tratativas da compra do imunizante Covaxin pelo Executivo brasileiro, tratando-se de um contrato dessa magnitude (em importância e valores empenhados não é crível pelas regras da experiência comum e por se tratar de contratação pública firmada com a administração e, portanto, sob seus princípios e regras que só houvesse até o momento um ‘memorando’, considerado aí o estágio não inaugural das tratativas”, disse Toffoli.

Ele diz ainda que “as circunstâncias aparentemente incomuns da contratação que envolveram a escolha do imunizante Covaxin, em detrimento de outros, como a Pfizer, mais baratos e em estágio mais adiantado de testes e aprovação da Anvisa, em desrespeito aos princípios da publicidade e transparência, conduzem à conclusão de absoluta necessidade de seu esclarecimento”.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Não foi pago um centavo nem foi entregue uma dose sequer dessa vacina. Os controles internos do governo funcionaram. Vamos completar 3 anos de governo Bolsonaro com ZERO corrupção. O resto são apenas narrativas mentirosas da oposição que se diz democrata, mas que NUNCA aceitou a vontade do povo que elegeu o atual presidente.

  2. Eu quero é que Tofoli dê um jeito na lugar conhecido como CRACOLANDIA DO MARCELO , em Potilandia. É barulho e baderna demais a madrugada inteira.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *