RESULTADO POSITIVO: Superávit da balança comercial soma US$ 50 bilhões na parcial de 2020 e já supera total de 2019

Foto: Ana Paula Paiva/Valor

A balança comercial registrou superávit de US$ 50,348 bilhões no acumulado deste ano até domingo (22), informou o Ministério da Economia nesta segunda-feira (23).

O superávit acontece quando as exportações superam as importações. Quando ocorre o contrário, é registrado déficit comercial.

O resultado positivo registrado é 24,5% maior que o do mesmo período de 2019, quando o paíssomou US$ 42,088 bilhões. Também superou o superávit registrado em todo ano de 2019, de US$ 48,035 bilhões (valor revisado).

O aumento do saldo comercial acontece em um ano de fraco nível de atividade, por conta da pandemia do novo coronavírus, que diminuiu a demanda por produtos do exterior. A previsão do governo e do mercado é de um tombo de cerca de 4,5% no Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

Além disso, a forte alta do dólar, de cerca de 35% no acumulado de 2020, também influenciou o resultado, segundo analistas. Com a moeda norte-americana mais valorizada, os exportadores recebem mais por suas vendas externas, ao mesmo tempo em que as compras do exterior ficam mais caras.

Por conta desses fatores, as importações estão registrando uma queda maior neste ano do que as vendas externas – favorecendo o aumento do superávit da balança comercial.

Na parcial de 2020, as exportações recuaram 6,1%, para US$ 186,725 bilhões, enquanto as importações caíram mais do que o dobro: 13,9%, para US$ 136,377 bilhões.

Mês de novembro

Na parcial do mês de novembro, até este domingo (22), a balança comercial acumula um saldo positivo de US$ 2,920 bilhões, informou o Ministério da Economia.

No período, as exportações somaram US$ 12,578 bilhões, valor 1,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Já as importações totalizaram US$ 9,658 bilhões, com queda de 2,6% na mesma comparação.

De acordo com dados oficiais, houve queda de 15% nas exportações de produtos agropecuários na parcial de novembro; crescimento de 23,7% nas vendas da indústria extrativa, e recuo de 0,1% na indústria de transformação.

Já no caso das importações, foi registrado crescimento de 6,8% nas compras de agropecuária na comparação com o mesmo período do ano passado. Houve queda de 45,3% nas importações da indústria extrativa, e recuo de 0,1% nas aquisições da indústria de transformação.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Muito importante sim o superávit alto no país, mostra que o país está em crescimento, da mais confiança aos investidores internacionais investir no país mesmo que seja nas bolsas, o contrário é que é preocupante vejam o caso da Argentina e Venezuela país falido com investidores saindo do pais, causando desemprego e pobreza extrema.

  2. Jailson disse:

    E o povo no lixo sem dinheiro nem p comprar carne

  3. Pato disse:

    O Brasil tá vivendo um caso de histeria coletiva, só pode… Gente que não poupa em dólar comemorando resultado de balança comercial. Antes de pensar em macroeconomia, o pobre (definição de pobre, sob o meu ponto de vista: todo aquele que, na impossibilidade de manter seu fluxo de rendimentos por 30 dias ou mais, precisa alterar seu estilo de vida e hábitos de consumo) precisa aprender que a realidade imediata depende muito mais da microeconomia (inflação dos alimentos, contas de consumo, combustível/transporte).

  4. Webrevenger disse:

    Isso, exportem nossos grãos enquanto o povo passa fome pagando $10 num quilo de feijão ou $5 num quilo de arroz. O gado adora, afinal, só comem capim.

  5. Zedetoim disse:

    Esse Véio Bolsonaro vai é durinhoooooooo………

  6. Calígula disse:

    Só a esquerda com sua nulificaçao cognitiva, não conseguem perceber que o Governo do Presidente Jair Bolsonaro é melhor que o Governo do presidiário Lulalau da Silva.
    Petebas é melhor JairSeacostumando.
    Por que o homi é duro.

  7. Josa disse:

    Ôôô governo bom!!

    • Webrevenger disse:

      Vá para o amapá dizer isso lá

    • Xico disse:

      Bolsonaro foi!
      Lá ficou acertado que povo não vai mais pagar energia.
      Kkkkkkkk
      Ó véi bom!!!
      Kkkkkkk
      Aceita!!
      Doí menos.
      Kkkkk

    • Webrevenger disse:

      Claro que ninguém lá vai pagar conta de energia, estão há quase um mês sem. Isentar a conta é obrigação, é o mínino. O amapá ainda está sem luz. Governo incompetente.

  8. Méssio das quintas disse:

    Com o dólar na estratosfera , as importações diminuíram e o produto brasileiro ficou barato para ser vendido no exterior. Mas toda essa situação de mais dólar no mercado devido às importações, não fizeram com que o REAL fosse a moeda com maior desvalorização mundial entre as principais moedas mundiais. Resultado : maior aumento de produtos básicos no mercado interno (alimentos) que são os carros chefes de nossas exportações. Classe média indo pra pobreza e pobreza indo pra miserabilidade.

    • Acorda Brasil disse:

      Cara, você precisa se tratar. Ou ficar calado. Um dos dois. Forte Abraço!

  9. Calígula disse:

    #Força Capitão o povo de bem esta com o Sr. Manda as ordens.

  10. Calígula disse:

    Quando o Governo é sério o resultado é positivo, mesmo com tantas adversidades o Brasil se recupera a passos largos.

    • Manoel Neto disse:

      Show esse governo, merece destaque, estamos juntos presidente para 2022

COMENTE AQUI