Polícia registra triplo homicídio em bar na Av. das Fronteiras, na Zona Norte de Natal; mais dois ficam feridos

A Polícia Militar registrou um triplo homicídio na madrugada desta segunda-feira(18), por volta das 3h30, em um bar na Zona Norte de Natal. Na ocorrência, mais duas pessoas ficaram feridas. De acordo com informações preliminares, a suspeita é que houve um confronto envolvendo membros de facções criminosas rivais.

Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 3h30, no Delícia’s Bar, que fica no cruzamento da Avenida das Fronteiras com a Rua Pastor Joaquim Batista de Macedo, no bairro Igapó. As vítimas ainda não foram identificadas. Os corpos foram levados para a sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep). O estado de saúde das pessoas baleadas ainda é desconhecido.

O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ufal disse:

    Homi!! Alguém faça uma festa e convide toda essa galera de facção. Se morrerem uns 200 no final da festa, já foi lucro.

  2. Irany Gomes disse:

    Muito bom esses confrontos, eles vão se eliminando por eles mesmos!

Viaduto das Fronteiras que será liberado hoje já tem Buracos

Diário de Natal/Foto Eduardo Maia

Os motoristas da Zona Norte podem a partir de hoje contar com mais uma via para trafegar na região. É o viaduto da Avenida das Fronteiras, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, que será liberado às 9h pela prefeita de Natal, Micarla de Sousa. Porém, a boa notícia vem junto com um problema. Com três anos de obras paradas parte do asfalto já apresenta buracos. A reportagem do Diário de Natal observou que na subida do viaduto há pelo menos um de tamanho considerável e outra na mesma proporção na rótula inferior. Os moradores ainda alertam para falta de iluminação no local.

Segundo a secretária municipal de Mobilidade Urbana de Natal, Ana Elizabeth Thé, os trabalhos de sinalização horizontal e vertical do viaduto foram concluídos na tarde de ontem. No local foi realizada a sinalização na pista do viaduto, mas nas vias de acesso não há qualquer pintura ou placa que indique como será o trânsito na área. Equipes da Urbana faziam ontem a jardinagem dos canteiros centraise na lateral do viaduto que fica em frente a Escola Estadual Antônio Fagundes – os sacos de lixo de aglomeram formando um lixão.

Apesar da liberação da via ajudar o trânsito de toda Zona Norte, os moradores reclamam do tempo que a obra ficou parada e de como ela está sendo colocada em funcionamento pela Prefeitura. “Não tem iluminação direito à noite. Isso é até perigoso”, declarou o comerciante Raimundo Nascimento da Costa. Junto com outros moradores ele apontou ainda a situação da Avenida das Fronteiras, que teve há mais de três anos parte das árvores derrubadas para a obra ser executada. Até agora o canteiro não foi arborizado ou teve qualquer avanço nas intervenções que seriam feitas na avenida.

O secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Sérgio Pinheiro, disse que antes de liberar o fluxo de veículos sobre o viaduto, foram realizadas algumas adequações no entorno do local. “Para isso realizamos a pavimentação em paralelepípedo nas ruas Rio Doce e Serra Negra, que ficam nas proximidades e que dão acesso ao viaduto”, informou.

“Estamos entregando a liberação em plenas condições de trafegabilidade, num trecho que faz uma importante ligação de acessos na maior região da nossa cidade”, declarou Micarla de Sousa. No dia 7 de outubro a prefeita visitou o local e anunciou que o viaduto teria o tráfego liberado em 15 dias, mas a previsão da gestora não se confirmou.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. epaminondas disse:

    Se não tivesse buracos,os motoristas não receonheceriam como sendo uma rua de Natal.