Polícia faz operação na casa de Ghosn em Tóquio e Turquia prende pilotos que o levaram até o Líbano

Foto: Kyodo / via Reuters

A polícia fez uma operação nesta quinta-feira na residência de Carlos Ghosn em Tóquio, ao mesmo tempo que as autoridades turcas anunciaram a detenção de várias pessoas na tentativa de elucidar as circunstâncias da fuga para o Líbano, via Istambul, do ex-titã da indústria automobilística.

Canais de TV japoneses exibiram nesta quinta-feira imagens de policiais entrando na casa de Tóquio na qual o ex-CEO da aliança Renault-Nissan estava em prisão domiciliar.

Já de acordo com a agência de notícias DHA, a polícia turca prendeu sete pessoas, incluindo quatro pilotos, sob suspeita de auxiliar Ghosn a viajar ao Líbano a partir de um aeroporto de Istambul, onde ele chegou em um voo procedente do Japão.

Também nesta quinta-feira, o governo do Líbano recebeu um mandado de prisão de Ghosn emitido pela Interpol, anunciou o ministro libanês da Justiça, Albert Sarhane

A ordem, um alerta vermelho da Interpol que pede às autoridades para prender uma pessoa procurada, foi recebida pelas forças de segurança interna do Líbano, e ainda não foi encaminhada ao Judiciário, afirmou a fonte citada pela agência Reuters.

– O Ministério Público (…) recebeu um alerta vermelho da Interpol sobre o caso Carlos Ghosn – disse Sarhane, citado pela agência de notícias oficial ANI.

Ghosn desembarcou na segunda-feira em Beirute, onde publicou um comunicado à imprensa, onde afirmou que ‘ não fugiu da justiça, mas sim se libertou da injustiça e da perseguição política no Japão’. Sua equipe de comunicação confirmou à AFP que ele concederá uma entrevista coletiva nos próximos dias.

O executivo foi detido em Tóquio em novembro de 2018, acusado de fraude financeira, e deveria ser julgado no Japão a partir de abril de 2020. Depois de passar 130 dias na prisão, ele estava em detenção domiciliar.

O homem que chegou a ser o CEO mais bem pago do Japão enfrenta quatro acusações neste país: duas por renda diferida não declarada pela Nissan às autoridades da Bolsa e duas por abuso de confiança com agravante.

As circunstâncias de sua fuga, no entanto, permanecem muito confusas. De caixa de instrumento a voo secreto, são algumas das teorias sobre a fuga do ex-executivo.

De acordo com fontes, Carlos Ghosn decidiu fugir do Japão depois de saber que seu julgamento foi adiado para abril de 2021, e também porque não teve permissão de falar com a esposa, Carole, disseram fontes próximas do ex-chefe da Nissan nesta quinta-feira.

Imagens de câmeras de segurança

De acordo com fontes da investigação citadas pela imprensa japonesa, o Ministério Público de Tóquio está examinando as imagens das câmeras de segurança na entrada de sua residência e no bairro em que morava.

O governo da França indicou que Ghosn, que tem nacionalidades francesa, brasileira e libanesa, não será extraditado se entrar em território francês porque o país nunca extradita seus cidadãos. A afirmação foi feita pela secretária de Estado de Economia, Agnès Pannier-Runacher, ao canal BFMTV.

Além disso, uma fonte próxima ao caso confirmou nesta quinta-feira que Ghosn tinha dois passaportes franceses e um dos documentos estava com ele. A fonte entrevistada pela AFP indicou ainda que os advogados do executivo mantinham três passaportes de Ghosn (francês, libanês e brasileiro) guardados em um cofre.

Mas o empresário recebeu uma autorização excepcional de um tribunal para carregar um segundo passaporte francês, que levava dentro de uma espécie de estojo, que tinha um código secreto guardado por seus advogados.

Ghosn estava proibido de viajar ao exterior, mas se deslocava com relativa liberdade dentro do Japão, onde podia sair da capital com algumas restrições, um sistema aplicado a outros estrangeiros em prisão provisória.

Na eventualidade de um controle policial, ele precisava entrar em contato com o advogado que tinha o código para que este comparecesse ao local em que o executivo estivesse (o código não poderia ser comunicado por telefone à polícia), informou a mesma fonte.

Ghosn, no entanto, não teria utilizado este passaporte para fugir do país, e sim um “meio ilegal”, informou o canal NHK, que também citou fontes próximas à investigação.

De acordo com a presidência libanesa, Ghosn entrou no país procedente da Turquia com um passaporte francês e um documento de identidade libanês.

Há suspeitas de que Ghosn teria utilizado um jato privado que decolou do aeroporto de Kansai, na região oeste do Japão.

Um avião deste tipo decolou em 29 de dezembro às 23h (horário do Japão) do aeroporto, administrado pelo grupo francês Vinci e o japonês Orix, com destino a Istambul, segundo a imprensa nipônica.

A fuga de Ghosn provocou grande consternação no Japão e seus advogados consideraram a atitude “indesculpável”, embora tenham afirmado entender as razões de seu descontentamento com a justiça japonesa.

Prisões na Turquia

Segundo a porta-voz da polícia turca, além dos pilitos, os outros detidos são dois trabalhadores de solo de um aeroporto e um funcionário de transporte de carga, e os sete devem comparecer perante um tribunal nesta quinta-feira.

A imprensa informou que o Ministério do Interior da Turquia iniciou uma investigação sobre o trajeto de Ghosn. Pessoas familiarizadas com o assunto disseram à Reuters que Ghosn, um dos executivos mais conhecidos do mundo, chegou a Beirute em um jato particular que partiu de Istambul na segunda-feira.

O site de notícias Hurriyet, citando uma autoridade do Ministério do Interior, disse que a polícia de fronteira turca não foi notificada sobre a chegada de Ghosn e que nem sua entrada nem saída foram registradas.

Segundo o Hurriyet, o avião que levou Ghosn chegou às 5h30m da manhã de segunda-feira ao aeroporto de Ataturk, em Istambul, e os promotores ordenaram as prisões efetuadas nesta quinta-feira depois de ampliarem suas investigações.

Dados de rastreamento de voo sugerem que Ghosn usou dois aviões diferentes para voar para Istambul e depois para o Líbano.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco disse:

    Bom ver como o Japão trata criminoso corrupto. Principalmente se o juíz é cassado ao extremo pela imprensa e pelos roubados, e os passos da justiça.

Polícia faz operação contra desvio de dinheiro em entidades do futebol carioca

Policiais civis e integrantes do Ministério Público cumprem nesta quarta-feira(18) treze mandados de busca e apreensão contra suspeitos de desviar dinheiro de entidades ligadas ao futebol carioca. A Operação Cartão Vermelho também pede a quebra de sigilo bancário e fiscal dos investigados.

Os mandados serão cumpridos nas residências do presidente do Sindicato de Árbitros do Estado do Rio de Janeiro, do presidente da Cooperativa dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Coopaferj), de integrantes das duas entidades, além das sedes dos órgãos e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

A investigação apura o desvio de dinheiro dessas entidades e o uso da Coopaferj para arrecadar dinheiro para os dirigentes, sem nenhuma contraprestação ou transparência nas contas, de acordo com a Polícia Civil.

Agência Brasil

Homem atira contra ex-companheira, mata amiga dela e comete suicídio em Mossoró, destaca reportagem

Foto: Sara Cardoso/Inter TV Costa Branca

Um homem atirou contra a ex-companheira e uma amiga dela e depois se matou na manhã desta quinta-feira (12) em Mossoró, região Oeste potiguar. A amiga, de 33 anos, morreu no local, enquanto a ex-mulher do criminoso, também baleada, foi socorrida para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Veja todos os detalhes aqui em texto na íntegra no portal G1-RN.

SEM TABU: Diretor do ITEP desmistifica ‘estórias macabras’ do necrotério e revela bastidores da perícia criminal

Foto: Cedida/José Aldenir

Todo mundo vai morrer. Isso é fato. Alguns com idade avançada, outros não. Mas, duvido que você queira fechar esse ciclo natural da vida, deitado sobre uma mesa cadavérica. Só de ouvir a palavra necrotério, a maioria torce o nariz, sente repulsa. E se um dia alguém estiver lá, realmente algo de trágico aconteceu. Seguramente, essa pessoa não irá observar, mas muita gente estará de olhos bem abertos nela – investigando a causa da morte e quem a provocou. Esta é a rotina de profissionais do setor de Medicina Legal do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP), que começam o dia, quando o de algum mortal termina.

Nossa entrevista é com o diretor-geral da instituição, o engenheiro mecânico Marcos José Brandão Guimarães, 44 anos, que também é perito criminal. A partir de agora, ele irá ‘abrir as portas do necrotério’ ao leitor do Blog do BG, relatando curiosidades da Medicina Forense, bem como desmistificando as insólitas ‘lendas urbanas’ que perduram no imaginário popular. A reportagem é de Wagner Guerra.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. pedro disse:

    Ótimo trabalho 🙂
    show Wagner Guerra

  2. Matheus disse:

    Matéria top!!
    Wagner é bom e tem o dom!!
    👏👏👏

  3. Jahnsen Marinho Lima disse:

    Amei essa matéria.PARABENS AO DIRETOR E SERVIDORES DO ITEP PELO GRANDE TRABALHO Q TODOS OS DIAS REALIZAM.

  4. Emerson disse:

    Ótima matéria cheia de ricos detalhes parabéns

  5. Rosangela Dantas disse:

    Amei essa materia,tenho muita curiosidade nesse assunto,acho interessante…parabéns😃

  6. Jaime disse:

    Parabéns ao ilustre diretor pelos esclarecimentos e bem como ao blog pela iniciativa.

  7. heim? cuma? disse:

    Demorou mas apareceu uma postagem decente!! Parabéns Wagner Guerra, pelo texto e construção da matéria.

  8. Edgar Terceiro disse:

    Excelente matéria! É sempre bom saber o que acontece nos bastidores…

  9. Mariskhley disse:

    Parabéns para quem escreveu essa matéria está muito boa show de bola mesmo

  10. Bruno Aguiar disse:

    Parabéns, o jornalismo no RN está carecendo de reportagens assim, hoje só se noticia mortes e violência. Matérias mesmo é uma coisa rara, principalmente na TV.

  11. Marcelo Santos disse:

    Reportagem genial o texto de Wagner Guerra é INIGUALÁVEL.

  12. Justus disse:

    Pouco se fala sobre o risco que sofrem os peritos, sendo normal serem recebidos a bala, coagidos e etc. Alguns sofrem tentativas de agressão no próprio Itep que recebe presos para exames, esse ano houve ate tiroteio. É uma atividade policial, exercida por não policiais. Um absurdo que só se vê no RN. Devem estar esperando alguém morrer em serviço para rever a legislação.

  13. Celso Suricato disse:

    Parabéns pela matéria, pois esse assunto é pouco explorado. Fico imaginando o quanto deve ser difícil para os profissionais se acostumaram com esse serviço. A gente nunca imagina que pode um dia está sendo examinado lá. Este é um assunto bastante sinistro. Parabéns pela matéria.

  14. Carlos Kleber Alecrim Baião disse:

    Excelente a reportagem do ITEP, matéria com perguntas e respostas muito esclarecedoras. Parabéns aos envolvidos no blogdobg.

  15. Carlos Kleber Alecrim Baião disse:

    Excelente reportagem sobre o ITEP, Gostei muita das perguntas muito bem colocadas que me ajudaram a entender coisas que era leigo. Parabéns BG, seu blog sempre atualizado e com certeza uma rica fonte de informações para informar a população. Grande abraço. E parabéns ao jornalista da matéria.

  16. Henrique Xavier disse:

    Parabens pela materia, eh um tema pouco galado e que pouco sabiamos desse assunto e veio nos trazer a luz dessa rotina que nos passa dispercebida cotidianamente. Muito esclarecedor!

  17. Roberto Costa disse:

    Esse diretor é totalmente político com pretensões políticas , fora políticos do ITEP

  18. Marcos Azevedo disse:

    Incrível a burocracia e falt de agilidade do ITEP, tem um caso de nossa secretaria que seu tio foi encontrado degolado e já faz mais de um mês que se encontra naquele órgão sem que o corpos seja liberado para família fazer o sepultamento. Absurdo

  19. Fernando disse:

    "Maioria jovens de 15 a 24 anos, da periferia" como falou o diretor. São esses as maiores vítimas do lulopetismo, que escantearam o ensino de 1o e 2o a mera burocracia, esqueceram do ser humano, que ali estaria um jovem se formando e não derão a atenção de devida e o investimento nescessário, e insensívelmente, transformaram esses jovens em órfãos da esquerdalha, onde sem amparo estatal, migraram ou foram cooptados pelas facções criminosos, como um exército de suicidas, que morrem aos montes, sem que o estado os protegessem. Essa constatação foi reforçada pelo resultado do último PISA, onde mostrou o abandono que o Brasil teve na educação nos últimos 20 anos, além de outros dados já coletados com mesmos resultados. Mesmo assim, ainda tem metido a intelectualizados defendo esse tipo de governo, chamam-o de progressistas, agrave-se a isso, a implantação do modelo deb corrupção sistêmica entranhada nas veias de toda administração do estado brasileiro. Ora, aonde está a racionalidade humana, que não consegue ver óbvio, e excluir de sua vida o que é nefasto pra ele e sua família e seu mundo.

  20. Selma Batista disse:

    Parabéns , reportagem excelente é importante para a população

  21. Tarquino neto disse:

    Parabéns pela reportagem policial sensacional show de bola

  22. José Vanilson Juliao disse:

    Texto detalhista sem ser piegas. Esclarecedor

FOTO: Passageiro morre e motorista fica ferido após disparos de homem em outro veículo na saída de shopping em Natal

Foto: Anna Alynne Cunha/Inter TV Cabugi

Dois homens foram baleados – um deles acabou morrendo no local – na manhã desta quarta-feira (11), na saída do estacionamento do Natal Shopping, em Candelária, Zona Sul de Natal.

Segundo a Policia Militar, os dois homens saíam do estacionamento do Natal Shopping em um Classic quando foram trancados por outro veículo. Na ocasião, o motorista do outro carro atirou pelo menos sete vezes e logo após empreendeu fuga.

Após os disparos que promoveu correria de pedestres e desespero de pessoas em carros, o motorista do Classic foi socorrido com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O passageiro do carro morreu na hora.

A motivação do crime ainda é desconhecida.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcelo disse:

    Sr Humberto, se a população de bem estivesse armada, provavelmente, quem atirou e empreendeu fulga, teria sido alvejado, pelos que correram atemorizados.

  2. Humberto disse:

    ESPERANDO OS COMENTÁRIOS DAQUELES QUE DEFENDEM QUE A POPULAÇÃO DEVE SE ARMAR E ANDAR ARMADO.

    • COrporal January disse:

      O sr sabe de algum fato que possa esclarecer o fato ?
      Pq nesse tipo de situação ninguém sabe o que aconteceu, inclusive a polícia. O fato de alguem defender o porte de arma de fogo legal ñ tem nada haver com que aconteceu, pq facínoras ñ trabalham com armas legalizadas!
      Deixe de vociferar asneiras em redes sociais!

    • Ricardo disse:

      Bandidos sempre andam armados, simples assim.

    • Cesar Bomone disse:

      Sempre alguém aparece para defender o desarmamento, como se arma utilizada fosse legalizada, como se o atirador tivesse porte de arma. Quando vão vão entender que os únicos desarmados foram os HOMENS DE BEM, os bandidos seguem armados e matando.
      A idiotice do desarmamento é que só serviu para deixar as pessoas de bens reféns da bandidagem.

    • Gilson Marks disse:

      É a velha filosofia hindu da "não violência"…..

    • Pedro disse:

      Mais um protetor de vagabundo, ó céus, se o cidadão se armar os coitadinhos vão levar prego na cara!!!

  3. Chico disse:

    Sangue no eixo ponta negra petrópolis.

VÍDEO: Assaltantes fogem da polícia com reféns em capô de caminhonete em SC

Foto: Reprodução/ NSC TV

Pelo menos seis pessoas foram feitas de reféns e escudo humano por um grupo criminoso em Vidal Ramos, no Vale do Itajaí, durante um assalto na manhã desta quarta-feira (4). Eles roubaram duas agências bancárias. Dois homens ficaram feridos e ninguém foi preso. Veja vídeo em texto na íntegra aqui.

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos fizeram vários disparos no local para assustar os moradores do pequeno município de pouco mais de 6 mil habitantes pouco antes das 11h. Eles chegaram a fazer um escudo humano na frente das agências: um banco e uma cooperativa de crédito.

Os assaltantes fugiram em uma caminhonete preta com reféns utilizados de escudo humano: dois ficaram deitados de bruços no capô, uma pessoa na lateral esquerda do carro e outras três na caçamba.

Outros dois veículos também foram usados no assalto, segundo a PM. Na fuga, os criminosos atearam fogo em pelo menos um caminhão para trancar a passagem de viaturas.

Vítimas e reféns

Ao menos dois homens ficaram feridos durante o assalto. Um deles, o gerente de uma das agências, com um tiro no pé; e o segurança de uma agência. Este sofreu ferimentos mais graves e até as 13h estava aos cuidados da equipe do helicóptero Arcanjo, dos bombeiros.

Segundo a equipe do Arcanjo, ambulâncias de cidades vizinhas não conseguiram chegar a Vidal Ramos para socorrer as vítimas por causa do caminhão incendiado.

De acordo com a Delegacia de Polícia de Ituporanga, os reféns usados como escudo humano foram liberados. Até as 13h, a polícia realizava buscas a suspeitos da ação criminosa, que eram os reféns, quantos criminosos envolvidos no assalto e o que foi levado por eles.

Carro utilizado pelos suspeitos foi queimado no interior do município de Vidal Ramos — Foto: Reprodução/ NSC TV

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Moro disse:

    Vítimas da sociedade usufruindo do mais valia da vida humana, indistintamente, e ainda são acobertados ferozmente pelos direitos dos manos. Estarrecedor os argumentos desses defensores de escrementos humanos.

  2. Ems disse:

    Estes cidadãos infratores são apenas "vítimas da sociedade", oprimidos pelo sistema capitalista !

    • ALEX disse:

      E por isso não podem ser presos, pois, se o maior ladrão do Brasil está solto os jovens "vitimas da sociedade", excluídas pelas "zelites" devem receber o apoio de todos nós, mas, principalmente de socialistas, comunistas, defensores do Marxismo!

    • Alaca disse:

      Deus meu, os caras metem marxismo em tudo, vão ler um livro.

FOTOS: Homem suspeito de esfaquear pessoas perto da London Bridge é morto pela polícia; duas vítimas morreram e outras ficaram feridas

Policial na cena de um incidente em Londres, em 29 de novembro de 2019 — Foto: Dominic Lipinski/AP

Um homem é suspeito de esfaquear várias pessoas perto da London Bridge, em Londres, nesta sexta-feira (29), em um incidente que a polícia trata como ataque terrorista. O suposto autor do ataque foi morto por disparos da polícia.

A polícia confirmou que duas pessoas morreram no ataque; outras três estão sendo tratadas de ferimentos no hospital.

Imagens postadas em redes sociais mostraram policiais armados no local que aparentemente retiram pessoas de cima de uma outra, deitada no chão da ponte, antes de atirar nela a pouca proximidade, de acordo com o jornal “The Guardian”.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, informou que o ataque está sendo tratado como um incidente isolado e que a polícia não busca outros suspeitos. Inicialmente, havia suspeita de que o homem usava um colete explosivo no momento do ataque, mas a polícia concluiu que o colete que ele vestia não continha explosivos.

A London Bridge foi fechada e esvaziada e a estação de metrô da ponte foi temporariamente fechada.

A London Bridge, um dos principais pontos turísticos de Londres, é uma ponte sobre o rio Tâmisa, localizada no centro da capital britânica. Ela fica perto do Borough Market, um antigo mercado de comidas também muito frequentado por turistas.

No momento do incidente, uma mulher, Karen Bosch, estava num ônibus na ponte, e contou à rede BBC o que aconteceu: “O ônibus parou repentinamente porque havia pessoas correndo pela ponte na rua, meio que olhando por cima dos ombros e filmando atrás deles. Parecia que havia uma briga acontecendo… pessoas brigando entre si. E então percebi que eram policiais lutando com um homem alto e barbudo. Estava com minha bebê, então a movi para trás da escada [do ônibus] para deixá-la segura. Depois, houve dois tiros ou dois estouros altos, acho que foram tiros”, contou.

“Então o cara estava deitado no chão. Ele puxou o casaco para trás, o que mostrou que ele tinha algum tipo de colete por baixo [não sei] se era um colete de proteção ou algum tipo de colete explosivo. A polícia então se afastou rapidamente. No ônibus, estávamos em pânico porque, neste momento, estávamos quase tão perto quanto a polícia. E ele estava meio que deitado, puxando o casaco para trás e a polícia estava gritando e se afastando dele”, completou. A polícia mais tarde disse acreditar se tratar de um falso colete explosivo.

‘Terrorismo é covarde e vil’, diz prefeito

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, pediu aos londrinos que “permaneçam vigilantes” e denunciem “qualquer coisa suspeita” à polícia.

“O terrorismo é covarde e vil. Nós devemos – e ficaremos – unidos e resolutos frente ao terror. Aqueles que buscam nos atacar e nos dividir nunca terão êxito”, declarou Khan.

Em comunicado, o premiê britânico, Boris Johnson, agradeceu à polícia e aos serviços de emergência pela “resposta imediata” ao ataque, que foi considerado “contido” por ele. Johnson afirmou que o incidente está sendo investigado, e que “qualquer pessoa envolvida nesse crime e nesses ataques será caçada e levada à justiça”.

“Este país nunca será acovardado, dividido ou intimidado por esse tipo de ataque – e nossos valores, nossos valores britânicos, prevalecerão”, declarou Johnson.

A Casa Branca também condenou o ataque e prometeu “total apoio” ao Reino Unido.

“Os Estados Unidos condenam fortemente todos os atos terríveis de violência contra pessoas inocentes, e prometemos nosso total apoio ao nosso aliado, o Reino Unido”, declarou a presidência americana em comunicado.

Este não é o primeiro ataque na London Bridge. Em junho de 2017, uma van atropelou pedestres ali e, em seguida, os terroristas esfaquearam várias pessoas no Borough Market. O atentado deixou 10 mortos, entre eles 7 vítimas e 3 suspeitos, e 48 feridos.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Menezes disse:

    Será que não foi um colega de João da Facada Fake em Bozonaro?

  2. aof disse:

    Pelo visto, a Inglaterra adora terroristas. Lá ninguem fica preocupado com o bandidinho que morreu, mas com as pessoas de bem que perderam suas vidas.

  3. Cristian disse:

    Pessoal, crime é errado e deve ser punido com cadeia. Talvez uma coça por causa do calor do momento, mas EXECUTAR nunca será algo correto, e muito menos cristão. Deus é a vida, o contrário da morte.
    Vão ler a palavra.

  4. GUEDES disse:

    Temos que nos espelhar nesses países que não dar valor a bandidos, matou resolveu na hora , não vai dar despesas p governo nem vai ter o mimimi que tem aqui

  5. CURITIBA JA disse:

    SE FOSSE AQUI O DIRETO DOS MANOS JA ESTAVA SE MANIFESTANDO A FAVOR DO BANDIDO, O POLICIAL IA SER PRESO POR MATAR UM EXCLUIDO DA SOCIEDADE COITADINHO QUE TINHA DIREITO A RESPONDER EM LIBERDADE ATÉ 3º INSTANCIA , POIS SERIA SOLTO NO OUTRO DIA NAS FAMOSAS AUDIENCIAS DE CUSTODIA

Polícia indicia 74 pela matança de 26 presos em janeiro de 2017 na Penitenciária de Alcaçuz

A Polícia Civil potiguar informa que concluiu nesta sexta-feira(29), o inquérito que apura o Massacre de Alcaçuz. A matança de 26 presos ocorrida foi registrada em janeiro de 2017 dentro da maior penitenciária do Rio Grande do Norte. Ao todo, 74 detentos serão indiciados por homicídio, além de outros crimes.

O Massacre de Alcaçuz, como ficou conhecido devido a grande repercussão pelo país e mundo, começou em 14 de janeiro de 2017, e durou quase duas semanas. Na ocasião, 26 presos foram mortos durante uma briga envolvendo membros de duas facções criminosas: o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Sindicato do Crime do RN.

Polícia do RJ retoma investigações sobre patrimônio de acusado de matar Marielle após decisão do STF

Ronnie Lessa, suspeito de matar Marielle Franco e Anderson Gomes — Foto: Reprodução/JN

A Polícia Civil do Rio vai retomar as investigações sobre o patrimônio de Ronnie Lessa, policial militar reformado acusado de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

A informação é da diretora do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro, delegada Patrícia Alemany.

Um relatório do então Coaf apontou, sete meses depois do atentado, que Ronnie depositou R$ 100 mil na própria conta (leia mais abaixo).

Em relação ao caso Marielle, delegados ouvidos pelo G1 acreditam que a retomada da investigação é importante para ajudar a identificar se houve um mandante do crime.

A Delegacia de Homicídios da Capital, responsável pela prisão de Lessa e Queiroz, investiga se o crime foi encomendado.

Plenário derrota Toffoli

A reabertura deverá ocorrer junto com outras 146 investigações que estavam suspensas no departamento da polícia fluminense desde julho.

Na ocasião, o ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu interromper temporariamente inquéritos que tinham como base relatórios de inteligência financeira não autorizados pela Justiça.

Nesta quinta-feira (28), porém, o plenário do STF decidiu, por 9 votos a 2, autorizar o compartilhamento pela Receita Federal, sem necessidade de autorização judicial, de informações bancárias e fiscais sigilosas com o Ministério Público e as polícias. São informações que incluem extratos bancários e declarações de Imposto de Renda de contribuintes investigados.

Prisão de Lessa

O PM reformado Ronnie Lessa foi preso no dia 12 de março no condomínio de luxo onde morava, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio – o mesmo onde o presidente Jair Bolsonaro e seu filho Carlos têm casas.

A Polícia Civil afirma que Ronnie é o autor dos disparos contra Marielle — que também mataram Anderson. No mesmo dia foi preso Elcio Queiroz, apontado como o motorista do carro que perseguiu a vereadora.

Os investigadores chegaram à dupla após uma análise de dados, como registros de antenas de celular e de câmeras de trânsito.

Segundo as investigações, Ronnie e Elcio saíram do Vivendas da Barra por volta das 17h30 do 14 de março de 2018 e foram para o Quebra-Mar — de lá, seguiram para a Lapa, onde Marielle participaria de um seminário. Ela foi morta minutos depois de deixar a Casa das Pretas.

Relatório do Coaf

O antigo Coaf também investigou Ronnie. Um relatório apontou um depósito de R$ 100 mil na conta do suspeito, feito pelo próprio PM reformado, na boca do caixa.

O depósito foi feito no dia 9 de outubro de 2018 — sete meses depois do crime — numa agência do Itaú também na Barra.

O Ministério Público citou esse relatório em um pedido de bloqueio dos bens de Ronnie e de Elcio.

Entre os bens visados, estavam uma lancha apreendida em Angra dos Reis em nome de uma pessoa que seria “laranja” de Ronnie, os automóveis do PM reformado (um deles, um Infinity avaliado em R$ 150 mil) e a casa dele, localizada em um “condomínio luxuoso na Barra da Tijuca”.

Tudo isso, segundo o Ministério Público, seria incompatível com a renda de um policial militar reformado.

O advogado de defesa de Ronnie, Fernando Santana, disse em setembro saber de uma investigação contra o cliente envolvendo lavagem de dinheiro.

No entanto, segundo ele, na época não houve intimação para depoimentos. Santana afirmou, ainda, que a defesa está preparada para provar que não houve o crime.

G1

 

VÍDEO: Suposto entregador de aplicativo é procurado pela polícia por assassinato de empresário em Natal

O portal OP9 e a TV Ponta Negra destacam nesta quinta-feira(28) o assassinato do empresário do ramo automobilístico Edgard Tavares, no fim da tarde dessa quarta-feira (27) enquanto conversava com amigos no bairro do Alecrim, Zona Leste de Natal.  De acordo com a reportagem, o atirador chegou em uma moto trazendo uma caixa de isopor, utilizada por entregadores de aplicativo.

Conforme imagens capturadas por um sistema de câmeras de segurança, um homem chega em uma motocicleta, estaciona e vai em direção ao empresário, que estava na calçada do cruzamento da Avenida Presidente Quaresma com a Rua dos Canindés. Na ação criminosa, os tiros também atingiram outra pessoa, que foi socorrida ao hospital, mas não apresenta risco de morte.

Mais detalhes de reportagem aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Raimundo disse:

    Não caberia pena de morte neste caso?

  2. VERGONHA disse:

    E AINDA TEM FDP que defende BANDIDO DESSA QUALIDADE , tinha que fazer o mesmo com um VERME DESSES

Polícia Civil aponta indícios que ONGs tenham atuado em incêndios devastadores em Alter do Chão, no Pará; suspeitos são presos e documentos apreendidos

Foto: Marlena Pinheiro Soares/Arquivo pessoal

A Polícia Civil do Pará cumpriu na manhã desta terça-feira (26) quatro mandados de prisão preventiva contra brigadistas de Alter do Chão, em Santarém, no Pará (a 1.231 km de Belém).

As prisões aconteceram no âmbito da operação Fogo do Sairé, que apura a origem dos incêndios que atingiram a região de Alter do Chão em setembro deste ano.

Ao todo, o fogo consumiu uma área equivalente a 1.600 campos de futebol e levou quatro dias para ser debelado por brigadistas e bombeiros.

De acordo com a Polícia Civil, uma investigação de dois meses apontou indícios de que ONGs, entre elas a Brigada de Incêndio de Alter do Chão, tenham atuado como causadoras do incêndio.

Foram presos Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes e Marcelo Aron Cwerner. Também foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

Um dos mandados de busca foi cumprido na sede do Projeto Saúde e Alegria, uma das ONGs mais reconhecidas da região e que já recebeu vários prêmios por sua atuação na Amazônia. A ONG é integrante da Rede Folha de Empreendedores Socioambientais e, na semana passada, ganhou o Prêmio Melhores ONGs do Brasil com outras 99 organizações.

(mais…)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fernando disse:

    Quem rouba, sabota, mata, prevarica, mente, engana … Enfim, são criminosos costumazes, e isso todos sabemos que a esquerdalha é phd

  2. Lula_lavador_de_dinheiro disse:

    Ora ora, quem diria.
    👉🏾👉🏾

  3. Ems disse:

    Por que não estou surpreso ?

  4. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    ONG são o câncer do BRASIL , criado na era PTralhas para roubar

  5. PITANGA disse:

    É blog bolsonarista que chama?

PM ex-marido de enfermeira morta a tiros se apresenta à polícia em Natal

Foto: Redes sociais

O portal OP9 destaca que um sargento da Polícia Militar do Rio Grande do Norte se apresentou na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, na manhã desta quarta-feira (13). Ele é ex-marido da enfermeira Dayana Deisy, morta a tiros na noite da segunda-feira (11). De acordo com a polícia, ele é apontado como suspeito do crime.

O sargento se apresentou espontaneamente acompanhado do advogado e está sento ouvido pela delegada Jamily Pinheiro, da DHPP. Ele foi casado com a vítima durante 10 anos. Todos os detalhes em matéria na íntegra aqui.

FOTOS: Polícia acha 39 corpos dentro de caminhão no leste de Londres

Fotos: A P

A polícia britânica informou que encontrou 39 corpos no baú de um caminhão em uma propriedade industrial de Waterglade, em Grays, na região de Essex (leste de Londres), na manhã desta quarta-feira (23).

O motorista do veículo, um norte-irlandês de 25 anos, foi preso por suspeita de assassinato.

Segundo a polícia, os corpos são de 38 adultos e um adolescente. Até o momento, não há informações sobre a origem das vítimas nem se são migrantes. As circunstâncias e causa das mortes ainda são investigadas.

Os agentes suspeitam que o caminhão veio da Bulgária e entrou no Reino Unido via Holyhead, no País de Gales, no sábado (19). Um serviço regular de balsas funciona entre Holyhead e a capital da Irlanda, Dublin. A cidade de Grays fica a cerca de 30 km de Londres.

Os corpos estão sendo identificados, mas autoridades dizem que esse processo pode demorar para ser concluído.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, disse ter ficado “horrorizado com este trágico incidente”. “O ministério do Interior trabalhará em estreita colaboração com a polícia de Essex para estabelecermos exatamente o que aconteceu”, afirmou.

Nos últimos anos, muitos migrantes tentaram entrar no Reino Unido escondidos em caminhões ou em embarcações que atravessam o Canal da Mancha, que liga Calais (norte da França) a Dove (sul da Inglaterra ).

Diante do reforço das operações de controle da polícia na costa do estreito, a Irlanda se tornou o país de trânsito nas rotas dos traficantes de pessoas por sua fronteira aberta com o Reino Unido.

Seamus Leheny, gerente de políticas da Irlanda do Norte para a Freight Transport Association, disse que se o caminhão tiver vindo da Bulgária entrado na Inglaterra via Holyhead ele utilizou essa “rota não-ortodoxa”.

Segundo ele, pode ter sido mais fácil deixar o território francês por Cherbourg ou Roscoff. Eles podem ter entrado na Irlanda pela cidade de Rosslare e seguido pela estrada até Dublin. “É um longo caminho e aumenta um dia extra à jornada”.

Outros casos

Em junho de 2000, 58 imigrantes chineses foram encontrados sufocados em um caminhão em Dover. Entre eles, foram encontrados dois sobreviventes, de acordo com a BBC. Um motorista holandês foi preso no ano seguinte por homicídio culposo.

Em agosto de 2015, no auge da crise migratória, um caminhão frigorífico com 71 corpos de imigrantes foi encontrado abandonado no leste da Áustria. O veículo havia deixado a Hungria, que era rota dos dezenas de milhares de refugiados que fugiam do Oriente Médio e na África.

G1

 

Dois homens morrem em confronto com a polícia em Natal na manhã desta quarta

Foto: Ilustrativa

Por volta das 6h30 desta quarta-feira(16), enquanto policiais militares buscavam cumprir um mandado de busca e apreensão contra um adolescente no bairro Nordeste, na Zona Oeste de Natal, dois homens reagiram a chegada dos policiais e começaram a atirar contras as autoridades, que reagiram. O resultado: ambos mortos.

Após o confronto, os dois homens foram socorridos ao Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade, mas não resistiram aos ferimentos. Com os suspeitos, foram apreendidos rádio comunicador, arma e um balaclava (máscara).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Anti-Político de Estimação disse:

    Mais duas almas sebosas no inferno……parabéns policiais militares !

  2. DesacocheiocomoBrasil disse:

    Excelente, parabéns aos policiais…….02 CPF's cancelados com sucesso.

Bandidos fazem arrastão em ônibus fretado na Grande Natal, trocam tiros com a polícia e abandonam material roubado

O portal G1-RN destaca nesta segunda-feira(14) uma ocorrência policial em que quatro homens armados fizeram um arrastão na noite desse domingo (13) em um ônibus fretado que seguia pela BR-101, em São José de Mipibu, na Grande Natal. Depois de recolher os pertences de cerca de 30 vítimas, eles fugiram, mas foram encontrados pela polícia, trocaram tiros com os policiais e abandonaram o material roubado. O veículo seguia com um grupo de 40 pessoas evangélicas que voltavam de Maceió (AL). Leia todos os detalhes aqui em texto na íntegra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. S vericio disse:

    Francisco, era um carequinha, doutorado em segurança, só que ele só deu entrevista quando o governo era Robson, com Fatinha ele sumiuuuuuuuuuuuuuuuuu…

  2. Manoel disse:

    A governadora segue comendo sua pipoca Bokus tranquilamente…

  3. Francisco S J Filho disse:

    Por onde anda aquele senhor, que alimentava a mídia com dados estatísticos, sobre violência no RN, até o final do ano passado, e que foi designado para um cargo, não me ocorre, agora, qual, no governo do Estado do RN? Quase toda semana o mesmo estava nos órgãos de imprensa, dando entrevistas sobre tais dados e, de repente, SUMIU!!!

  4. Maria do Rosário Silva disse:

    A violência voltou a estar descontrolada e em níveis alarmantes em nosso Estado. A população esta amedrontada e acuada, e o Governo finge que nada esta acontecendo.

Polícia pedirá quebra de sigilos de advogado do PT citado pelo PCC

O advogado do PT Geraldo Luiz Mascarenhas Prado é suspeito de ter recebido R$ 1,5 milhão do PCC para ingressar com uma ação no STF (Jefferson Rudy/Agência Senado)

A Polícia Civil pedirá à Justiça de São Paulo a quebra dos sigilos bancário e fiscal do advogado do PT Geraldo Luiz Mascarenhas Prado, suspeito de ter recebido 1,5 milhão de reais do PCC para ingressar no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação contra uma portaria do Ministério da Justiça. O suposto pagamento a Prado foi mencionado em uma mensagem tratando de prestação de contas do PCC no aplicativo WhatsApp e que estava em um celular de Décio Gouveia Luiz, o Décio Português, preso em Arraial do Cabo-RJ em 14 de agosto.

Próximo a Marcola, Décio Português se transformou em uma das principais lideranças do PCC nas ruas após a prisão do chefe. Entre outras tarefas, era o responsável pela contabilidade da facção criminosa, incluindo a lavagem e ocultação de bens e valores. Ele foi transferido para a Penitenciária de Presidente Wenceslau II no dia 28 de agosto.

A mensagem que levantou as suspeitas de uma conexão entre o PCC e o defensor do PT esmiuçava o pagamento de 3,2 milhões de reais para advogados. Um milhão de reais seria destinado ao advogado Carlos Nicodemos, cujo objetivo era mover na Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) uma ação contra a portaria 157, do ministro da Justiça, Sergio Moro.

Outra quantia de 1,5 milhão de reais era destinada a Geraldo Prado, que, em nome do PT, ingressaria no STF com uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) contra a mesma portaria. O Instituto Anjos da Liberdade, uma ONG do Rio de Janeiro, também receberia 700.000 reais por essa mesma ADPF, segundo a mensagem encontrada no celular de Décio Português.

A Polícia Civil também solicitará à Justiça a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Carlos Nicodemos e do Instituto Anjos da Liberdade. O PT afirmou desconhecer “qualquer suposta relação dos advogados que atuam no caso ou do Instituto Anjos da Liberdade com organizações criminosas”.

Tela do celular de Décio Português em que são descritos pagamentos a advogados (./.)

A portaria 157 foi assinada por Sergio Moro no dia 12 de fevereiro. Ela estipula um regramento mais rígido para que presos recebam visitas em presídios federais e valida os termos da portaria 718, do dia 28 de agosto de 2017, que restringe visitas íntimas a detentos de alta periculosidade. No dia seguinte à assinatura da portaria, os governos federal e de São Paulo realizaram uma megaoperação para transferir Marcola e outras 21 lideranças do PCC para presídios federais.

A ADPF ingressada pelo PT e pelo Instituto Anjos da Liberdade, de número 579, foi ajuizada no STF no dia 22 de abril e tem o ministro Luiz Edson Fachin como o relator. A ação visa revogar a portaria por, entre outros motivos, violar “o direito à convivência familiar” e atentar contra “preceitos fundamentais da Constituição e de Tratados Internacionais de Direitos Humanos e de Direitos das Crianças”.

Entre as peças que foram juntadas ao processo consta uma procuração em que a presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), nomeia e constitui Geraldo Prado e outros dois advogados “para o ajuizamento e atuação na Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental que questiona dispositivos da Portaria nº 157, de 12 de fevereiro de 2019, do Ministério da Justiça”.

Investigadores tentam determinar quem encaminhou a mensagem descrevendo os supostos pagamentos a Décio Português. Nela, o PCC detalha como seriam feitos os depósitos. Os advogados Carlos Nicodemos e Geraldo Prado receberiam entradas de 500.000 reais. O dinheiro restante seria pago a Prado e ao Instituto Anjos da Liberdade em oito parcelas: sete de 200.000 reais e uma última de 300.000 reais.

Segundo a mensagem, Nicodemos só receberia os outros 500 mil reais se tivesse sucesso na Corte Interamericana. Ao fim do texto há uma observação sobre diálogos mantidos com os advogados: “não deram garantia, mas estão confiantes que vai dar certo”.

No dia 20 de maio, a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou de forma contrária à ação. Desde o dia 1º deste mês a ADPF encontra-se no gabinete de Fachin para análise.

Outro lado

Em nota, o PT afirmou que o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Moro “estão juntos em mais uma armação contra o PT para desviar o foco de suas notórias ligações com milicianos e outros agentes do crime que este governo protege”.

O partido diz que ajuizou a ADPF “para defender a Constituição e as normas nacionais e internacionais que tutelam o direito de familiares de detentos, incluindo crianças que não podem ser atingidas pela pena aplicada aos presos”.

“A proposta da ADPF foi apresentada pelo advogado Geraldo Prado, em nome do Instituto Anjos da Liberdade, que se tornou amicus curiae do PT no processo. Tanto o advogado quanto o Instituto são reconhecidos no mundo jurídico por sua atuação na defesa de vulneráveis”, diz o PT.

“Cabe às autoridades investigar com seriedade qualquer suspeita neste sentido, sem permitir nem promover vazamentos parciais, irresponsáveis e seletivos que ponham em risco a reputação de terceiros”, diz a sigla. “Repudiamos qualquer tentativa de associar o PT ao crime e tomaremos todas as medidas contra quem fizer tal associação caluniosa. Não é a primeira vez que isso acontece, mas a bem da verdade esperamos que seja a última.”

Em postagem no Instagram, a advogada Flávia Fróes, presidente do Instituto Anjos da Liberdade, disse que foi “atacada diversas vezes pela mídia e por algumas instituições do Estado”. Ela afirmou que “quem escolhe lutar a luta do outro como se fosse sua não pode se acovardar”. “Já tentaram me silenciar de todas as maneiras. A eles advirto: melhorem a pontaria, eu vou resistir”, declarou.

Por meio de nota, o advogado Geraldo Prado afirmou que “é completamente falsa, absurda e maliciosa a ilação de que eu teria sido contratado por organização criminosa, cujos integrantes nunca tive e nem tenho contato”. Ele afirmou que é militante da causa dos direitos humanos há mais de 35 anos – como promotor de Justiça, magistrado, advogado ou professor de direito – e que foi nessa condição que foi procurado em 2018 pelo Instituto Anjos da Liberdade, que ele afirma ter conhecido durante seminário na OAB/RJ no mesmo ano, para, em seu nome, atuar na defesa de direitos de vulneráveis.

“Em nome do Instituto Anjos da Liberdade e, de forma absolutamente gratuita, fui constituído para impugnar a portaria 157/2019, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que proibiu crianças e adolescentes de terem convívio social com pais presos no sistema federal. Uma portaria que claramente afronta os tratados de direito internacional, dos quais o Brasil é signatário, e viola garantias fundamentais da constituição brasileira”, disse.

De acordo com ele, o Instituto Anjos da Liberdade contatou o PT, “que, sensível à violência aos direitos de crianças e adolescentes, decidiu também ingressar como autor da ADPF nº 579”. “Após a decisão do ministro relator, Edson Fachin, de admitir o Instituto Anjos da Liberdade exclusivamente como amicus curiae, deixei a representação judicial do PT, permanecendo como advogado do Instituto Anjos da Liberdade”, disse.

“O julgamento da legalidade da portaria nº 157 está na agenda do STF. A tentativa de vincular a defesa dos direitos de crianças e adolescentes à defesa de organizações criminosas com o uso de fake news tem o claro objetivo de pressionar e constranger a Suprema Corte”, declarou.

A reportagem tenta contato com Carlos Nicodemos.

Veja

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sérgio Paulo disse:

    Nem precisa consultar a Mãe de Nada: a cara deste advogado já diz tudo.

  2. LOL disse:

    cadê o Greenwald? Ele tem coragem de se meter com os que financiaram o advogado?