UERN realiza II Caminhada Espaços Sagrados do Centro Histórico de Natal, nesta sexta

Nesta sexta-feira, 15 de novembro, feriado de Proclamação da República, o curso de Ciências da Religião, do Campus da UERN em Natal, vai realizar a II Caminhada Espaços Sagrados do Centro Histórico de Natal. Com saída da Praça das Mães, em frente à Capitania das Artes, às 8h, até o Cemitério do Alecrim, com previsão de chegada às 12h.

No trajeto, 15 pontos que marcam a influência de algumas religiões, como catolicismo, protestantismo e judaísmo na história de Natal:

1- Praça das Mães;
2- Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos;
3- Palacete da Viúva Machado;
4- Igreja Presbiteriana;
5- Sinagoga;
6 – Igreja Internacional da Graça de Deus;
7 – Catedral Metropolitana
8 – Federação Espírita Brasileira (Não será visitada, apenas citada);
9 – Praça Padre João Maria
10 – Irmandade Bom Jesus dos Passos;
11- Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação;
12 – Praça André de Albuquerque;
13 – Grande Oriente do Brasil
14 – Igreja do Galo;
15- Santa Cruz da Bica;
16- Cemitério do Alecrim.

“O objetivo da ação é realizar o percurso em áreas públicas do Centro Histórico de Natal conhecendo a história de monumentos, instituições, personagens e práticas ligadas ao repertório religioso da cidade. Diante de cada um dos pontos do roteiro, os participantes receberão informações repassadas por nosso guia, o Prof. Rodson Ricardo”, explica a coordenadora da ação, Profa. Irene van den Berg.

O ponto alto da caminhada é o passeio pelas ruas do Cemitério do Alecrim, onde repousam vários personagens da história não só de Natal, mas do Rio Grande do Norte, como Padre João Maria, Januário Cicco, Pedro Velho e João Câmara, além da área reservada ao cemitério judaico, o mausoléu da maçonaria, o túmulo dos aviadores britânicos que aqui faleceram durante II Grande Guerra.

A caminhada é uma atividade resultante de ações de ensino, pesquisa e extensão dos cursos de graduação e especialização em Ciências da Religião da UERN em Natal. A inscrição é obrigatória para os interessados em receber certificado de participação no evento e pode ser feita pelo link:

RECOMENDAÇÕES:

1. USAR ROUPAS LEVES E TÊNIS
2. NÃO TRAJAR ROUPAS CURTAS EM VIRTUDE DA POSSIBILIDADE DE ACESSO A ESPAÇOS RELIGIOSOS
3. LEVAR ÁGUA E LANCHES RÁPIDOS PARA CONSUMO NO PERCURSO
4. USAR PROTEÇÃO SOLAR

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    A UFRN deveres prestigiar, também, o Erimitério do Santo Lenho em Macaíba. Obra fantástica do Mons. José Mário, ex- Capelão da UFRN.

Governo inicia obras de recuperação em três praças do Centro Histórico de Natal

O combalido Centro Histórico de Natal ganhará a revitalização de mais três praças, após a entrega da construção da Praça do Estudante, antes tomada por um estacionamento desordenado situado atrás do Banco do Brasil da Cidade Alta. Os três equipamentos que serão recuperados, são: as praças Sete de Setembro (em frente à Assembleia Legislativa), Santa Cruz da Bica (próxima à Cosern) e Praça das Mães (próxima ao Solar Bela Vista).

A recuperação dessas três praças integra o projeto de requalificação, pelo PAC Cidades Históricas, e prevê novo paisagismo, nova pintura e iluminação, recuperação de monumentos e projeto moderno de acessibilidade. Ao todo serão contempladas 11 praças de Natal e mais dois logradouros públicos. As obras na praça José da Penha, em frente à Igreja Bom Jesus, na Ribeira, começará nos próximos dias. O prazo de conclusão é de três meses.

“O trabalho realizado na Praça do Estudante foi atípico dentro do projeto, porque precisou ser construída, já que no local havia apenas um estacionamento. As outras serão requalificadas. Uma ação importante para nosso corredor histórico. Toda cidade turística que se preze valoriza sua história e este é o primeiro item procurado pelo turista no mundo”, destacou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

Todas as praças selecionadas no projeto pertencem ao Centro Histórico de Natal, entre a Cidade Alta, Ribeira e pequeno trecho do bairro das Rocas. O valor total do projeto é de R$ 10 milhões, sem contrapartida do Estado. O projeto foi elaborado por intermédio do Governo do RN via secretaria estadual de Turismo. As obras serão fiscalizadas pela Secretaria de Infraestrutura. A área total de abrangência do projeto compreende 91,1 hectares do sítio histórico.

O valor para construção da Praça do Estudante Emmanuel Bezerra dos Santos foi de pouco mais de R$ 403 mil. Para a Praça 7 de Setembro serão investidos R$ 402.145,03. Na Praça Santa Cruz da Bica, R$ 378.913,61. A Praça das Mães, R$ 247.492,29. E a Praça José da Penha, que ainda será iniciada, o valor de R$ 333.847,09.

SAIBA MAIS – Foram encaminhados ao Ministério da Cultura (MinC) 16 projetos potiguares para concorrer ao PAC Cidades Históricas, ainda em 2013 e só agora, após vencer as burocracias, os recursos foram liberados. Foi pleiteado um total de aproximadamente R$ 100 milhões. Destes, R$ 78 milhões pertenciam a projetos elaborados pela equipe da Setur RN. O total aprovado no MinC corresponde a R$ 43 milhões, sendo R$ 25 milhões de projetos da Setur RN, ou 58% do total. O restante são projetos da Prefeitura de Natal e UFRN.

PRAÇAS CONTEMPLADAS

– Praça Santa Cruz da Bica

– Praça André de Albuquerque

– Praça Padre João Maria

– Praça 7 de Setembro

– Praça Dom Vital

– Praça Djalma Maranhão

– Praça das Mães

– Praça do Estudante

– Praça Augusto Severo

– Praça José da Penha

– Praça João Tibúrcio

ÁREAS PÚBLICAS CONTEMPLADAS

– Largo Memorial Câmara Cascudo

– Parada Metropolitana

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ze disse:

    O problema é que a maioria que mora na Avenida Abel Cabral, Avenida Maria Lacerda, Ayrton Senna (parte) e adjacentes têm vergonha de dizer que mora em Parnamoscou. E que inclusive muitos votam em Natal para justificar sua morada natalense.
    Entao realmente vocês têm que procurar o prefeito de Natal. Kkkkkkk

  2. Curiosa disse:

    Que eu tenha lido, quem está recuperando é o GOVERNO e não a prefeitura. Então Cidade Verde deveria tbm está incluída de alguma forma na recuperação de suas praças.

  3. Cláudio disse:

    Enquanto isso, Cidade Verde segue sem nenhuma praça para as crianças brincarem… sem falar no calçamento que não chega na maior parte das ruas.

    • Carlos Nascimento disse:

      Cidade Verde é Natal ou Parnamirim????

    • Marcio disse:

      E desde quando Cidade Verde é Natal-RN? acorda! tu mora em Parnamirim-RN. Procure seu prefeito.

    • Só olhando disse:

      Cidade verde fica em Parnamirim.

      O problema é encontrar o prefeito, alias que prefeitura ineficiente.

      Nova Parnamirim não existe para Parnamirim, exceto para cobrar impostos.

FOTOS: Governo entrega “nova” Praça dos Estudantes, no Centro Histórico de Natal

A primeira das 11 praças de Natal contempladas no projeto de requalificação pelo PAC Cidades Históricas será inaugurada próxima semana. A Praça do Estudante Emmanuel Bezerra dos Santos, localizada por trás do Banco do Brasil da Cidade Alta será entregue com novo paisagismo, nova pintura e iluminação, recuperação de monumentos e projeto moderno de acessibilidade. Será assim com outras dez praças e mais dois pontos de área pública em Natal, todos contemplados no projeto.

O valor para todos esses benefícios na Praça do Estudante é de pouco mais de R$ 403 mil. Outras duas praças já receberam Ordem de Serviço para início das obras de requalificação: a Praça Sete de Setembro e a Praça André de Albuquerque. Essas obras serão executadas concomitantemente. Todas as 11 praças e ainda outros 2 logradouros públicos pertencem ao Centro Histórico de Natal, entre a Cidade Alta, Ribeira e pequeno trecho do bairro das Rocas. O valor total do projeto é de R$ 10 milhões, sem contrapartida do Estado.

O projeto foi elaborado por intermédio do Governo do RN via secretaria estadual de Turismo. As obras serão fiscalizadas pela Secretaria de Infraestrutura. “Entregaremos uma praça nova onde antes existia um estacionamento desordenado. O Centro Histórico de Natal integra nosso corredor cultural, turístico e merece melhor tratamento. Estamos destravando burocracias para dar continuidade às obras das outras praças e esperamos, até o fim do ano, ter outras boas notícias”, comentou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

A previsão de entrega das próximas praças será mais rápida, segundo o setor de arquitetura da Setur RN. Isso porque a Praça do Estudante foi construída onde nada havia e demandou uma série de licenças e tempo de construção. No caso das outras, serão requalificadas, com melhorias de acessibilidade, sinalização, pintura, recuperação de monumentos e outros benefícios. A área total de abrangência do projeto compreende 91,1 hectares do sítio histórico.

SAIBA MAIS – Foram encaminhados ao Ministério da Cultura (MinC) 16 projetos potiguares para concorrer ao PAC Cidades Históricas, ainda em 2013 e só agora, após vencer as burocracias, os recursos foram liberados. Foram pleiteados um total de aproximadamente R$ 100 milhões. Destes, R$ 78 milhões pertenciam a projetos elaborados pela equipe da Setur RN. O total aprovado no MinC corresponde a R$ 43 milhões, sendo R$ 25 milhões de projetos da Setur RN, ou 58% do total. O restante são projetos da Prefeitura de Natal e UFRN.

PRAÇAS CONTEMPLADAS

– Praça Santa Cruz da Bica

– Praça André de Albuquerque

– Praça Padre João Maria

– Praça 7 de Setembro

– Praça Dom Vital

– Praça Djalma Maranhão

– Praça das Mães

– Praça do Estudante

– Praça Augusto Severo

– Praça José da Penha

– Praça João Tibúrcio

ÁREAS PÚBLICAS CONTEMPLADAS

– Largo Memorial Câmara Cascudo

– Parada Metropolitana

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flauberto Wagner disse:

    Em local tem escondinho e ideal para no futuro próximo ser utilizado como dormitório e para usuários de drogas, infelizmente é a verdade!
    Se não tiverem o cuidado com a presença de vigilância dia e noite ela não dura três meses.
    Teria sido mais interessante terem feito daquele local um estacionamento público como já foi utilizado anteriormente os prejuízos seria bem menor.

  2. Pedro Melo disse:

    Tem que lembrar da manutenção. Se não houver , vai esta depredada em poucos dias.

  3. Ednilton disse:

    Ficou legal. Muito bonita mesmo. Pena que não vai durar um mês até os vândalos picharem tudo.
    É uma pena o brasileiro ser tão mal-educado e não respeitar o espaço público, que é de todos.

Caminhada vai percorrer atrações turísticas do Centro Histórico de Natal

Foto: Alex Régis

A 3ª Caminhada Histórica do Centro Histórico de Natal, que será promovida pelo Senac, conta com o apoio da Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur). A caminhada será realizada dia 27 de maio e é destinada ao público em geral no período das 14 às 17h.

Marcelo Chiarelli, coordenador do eixo de Turismo e Hospitalidade do Senac, destaca que o trajeto foi construído por instrutores da Instituição, em parceria com a Secretaria de Turismo do Natal.

O objetivo do evento é chamar atenção dos natalenses sobre a importância turística do Centro Histórico e também divulgar os roteiros das sete igrejas lançado pela Setur, durante a realização da Expotour Católica. O roteiro engloba o Centro de Natal, passando por igrejas, memoriais, espaços de cultura e artes, dentre outras áreas que retratam o patrimônio histórico-cultural da cidade.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no Senac Centro (Rua São Tomé, 444, Cidade Alta), das 7h30 às 20h. Os participantes receberão camisa de identificação no evento.

A rota da caminhada é a seguinte: Capitania das Artes, Praça André de Albuquerque, Igreja Nossa Senhora da Apresentação (Igreja Matriz), Memorial Câmara Cascudo, Igreja do Galo, Praça Pe. João Maria, Instituto Histórico e Geográfico, Antiga Casa do Pe. João Maria, Sobradinho, Praça 7 de Setembro (Assembleia, Palácio Potengi, Justiça e Prefeitura), Casa da Viúva Machado, Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Dispensário e Praça das Mães/Capitania das Artes.