Saúde

Remédios testados em culturas de células são promissores contra Covid-19

Foto: Unsplash

Segundo um artigo publicado por pesquisadores coreanos na Antimicrobial Agents and Chemotherapy, na segunda-feira (04), dois dos 48 medicamentos aprovados pela Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, para serem testados como tratamento da Covid-19 apresentaram resultados promissores contra a doença.

A equipe testou os medicamentos em células Vero, comumente usadas para cultivar vírus para a produção de vacinas. Os cientistas optaram por testar drogas já analisadas pelo FDA porque, de acordo com eles, isso aceleraria a aprovação de medicamentos no tratamento do novo coronavírus.

O primeiro remédio a se mostrar promissor foi um vermífugo chamado niclosamida, que demonstrou atividade antiviral “muito potente” contra o Sars-CoV-2. “Não é de surpreender que seu efeito antiviral de amplo espectro tenha sido bem documentado na literatura, incluindo propriedades antivirais contra Sars-CoV e Mers-CoV”, escreveram os especialistas, no artigo.

A ciclesonida, um corticosteróide usado no tratamento da asma e da rinite alérgica, também se mostrou promissora contra o novo coronavírus, mesmo considerando sua potência antiviral substancialmente mais baixa. “Com sua comprovada atividade anti-inflamatória, a ciclesonida pode representar uma droga potente que pode manifestar papéis duplos [de antiviral e anti-inflamatório] no controle da infecção por Sars-CoV-2”, concluem os pesquisadores.

Os cientistas ressaltam, entretanto, que os medicamentos ainda estão sendo testados em culturas celulares contra o novo coronavírus, e não em pessoas infectadas com a Covid-19. Muitos outros testes serão necessários antes que as drogas sejam efetivamente aprovadas para tratar a doença. Os medicamentos não devem ser utilizados sem orientação médica. Caso apresente sintomas da Covid-19, procure um médico.

Galileu

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *