Garota de 17 anos comete suicídio por ter sido proibida de usar o Facebook

470Uma adolescente tirou sua própria vida por conta de um pequeno castigo. Seus pais a proibiram de acessar seu perfil no Facebook. Em um bilhete deixado, ele disse que se matou porque não suportaria viver sem poder entrar no site.

Aishwarya Dahiwal, de 17 anos, foi encontrada enforcada em seu quarto na cidade indiana de Parbhani depois de uma discussão com seus pais sobre o uso excessivo que fazia do site. Ela ficava longas horas conectadas, tanto no computador como no celular.

A polícia não culpou os pais e salientou que eles tiveram apenas a boa intenção de tentar garantir a menina uma boa educação. “Eles aconselharam a ela que se concentrasse em seus estudos na escola e ficasse longe das longas conversas nas redes sociais”, disse um comunicado oficial da polícia, de acordo com a NDTV.

A garota culpou os pais, no bilhete, por sua morte: “O Facebook é tão ruim assim? Eu não posso ficar em uma casa com tais restrições, como eu não posso viver sem meu Facebook”.

De acordo com o jornal Newsweek Paquistan, o acesso à Internet está se popularizando rapidamente em toda a Índia, inclusive em locais rurais e de difícil acesso. A publicação ainda alerta que muitos jovens estão trocando seus estudos para ficarem conectados constantemente nas redes sociais.

Jornal Ciência