Isaac Galvão aproveita show em Natal para denunciar seguranças da prefeitura por homofobia contra seu companheiro

O cantor Isaac Galvão utilizou parte de seu show no largo do Atheneu nesta terça-feira, em Natal, para protesta contra o que chamou de ato de homofobia.

Ao microfone, contou que seu companheiro iria fazer uma homenagem pelo seu aniversário, mas foi detido e espancado pelos seguranças da prefeitura.

Ao cantar a última música, Isaac saiu do palco bradando “abaixo a homofobia no Brasil”.

Foi aplaudido e vaiado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fábio disse:

    Isac Galvão é um dos poucos artistas do nosso RN, que é completo. Canta, atua, dança e interpreta. Além de tudo é super profissional, já se apresentou em diversos programas com alcance nacional. Todos os shows dele são excelentes, "sem exceção" tanto faz uma platéia grande como pequena. Força Isaque, você é maior do que esses comentários maldosos. #tmj

  2. Isaque Galvão disse:

    Não foi homofobia.. nem foi a equipe da prefeitura.. foi um segurança do muitos carnavais que se alterou e usou de violência excessiva… não secretira ninguém daquela forma de um.palco.. e se fosse um fã?

  3. Marcelo disse:

    Esse "rabisco de cantor" fez uma apresentação em Pirangi sábado que sinceramente ……. A Xaranga do Frevo ontem no Praia Shopping deu de 10×0 !!!!!!
    Eu até tinha uma admiração por ele, mesmo ser ver cantar. Mais depois de sábado e de ontem, zero pra Isaac Galvão

    • Isaque Galvão disse:

      o senhor não tem obrigação de gostar.. Garanto que muita gente também te detesta.. é natural…

  4. José disse:

    Também estava lá. Acho que faltou profissionalismo da parte do artista. Poderia ter feito seu protesto, como fez, e continuado o show para o qual foi pago e com o qual o público contava. O resto, que fosse resolvido na polícia ou Justiça.

    • Isaque Galvão disse:

      no momento do ocorrido a produção da prefeitura ja havia dado a ordem para encerrar meu show.. A cantora Nacional havia chegado.. e mais.. não fui pago pela prefeitura.. meu show foi contratado pelo muitos carnavais que é um bloco privado…

  5. Alex Xavier disse:

    Estava lá e qualquer explicação e comentário superficial não esclarece o ocorrido. Nem pode ser pré julgado. Pois no momento nem o público sabia o que estava ocorrendo. Como também não vimos o que aconteceu nos fundos. Conceito prévio é Pre-conceito. Preconceito. Uma coisa foi clara: as vaias não foram para Isac Galvão e sim para produção.

  6. Alexandre Magno disse:

    Eita se o Brasil tivesse menos mínimi sairiamos da crise mais rapido e mais felizes . Oh povo pra gostar de besteira pra não dizer outra coisa

    • Isaque Galvão disse:

      Mata Leão no pescoço dos outros é besteira.. se fosse com seu filho queria ver.. pra não dizer outra coisa…

  7. Henrique disse:

    Publiquem coisas interessantes e não mimimi, o rapaz quer só publicidade.

    • Isaque Galvão disse:

      como se eu precisasse disso pra aparecer.. meu gogó me faz aparecer..

  8. Washington luiz disse:

    Gosto muito do Issac pra mim ele é um dos cincos artista do estado que eu esculto no meu carro mais tem coisa que é muita purpurina pra nada mais mesmo assim força issac

    • Isaque Galvão disse:

      Obrigado Washington.. sou muito grato às centenas e centenas de pessoas que estão do meu lado…

  9. Gutierres disse:

    Teatro pra falar de homofobia, tudo planejado!

    • Isaque Galvão disse:

      Não me julgue sem.me conhecer senhor.. Nao preciso desse tipo de divulgação..
      Eu fui apenas constrangido publicamente.. e como ja falei.. Não.foi homofobia e sim despreparo de um segurança particular do muitos carnavais.

  10. Chico disse:

    Isso é literalmente frescuras.

  11. Lutemberg disse:

    Tem que se averiguar os dois lados da moeda. Duvido muito que os seguranças tenham espancado o sujeito pelo simples fato de querer homenagear o "namorado". Apurem melhor, que certamente encontrarão caroço no angu.

    • Isaque Galvão disse:

      um unico segurança bateu boca com meu amigo barrando sua subida no palco (ele estava com a pulseira de acesso) e perdeu a cabeça…sufocando ele com um mata Leão.. despreparo psicológico..

  12. ANTONIO FELIX NETO disse:

    NÃO ACREDITO.

  13. Flavio HBM disse:

    Eu assisti o episódio . Vi seguranças barrando uma pessoa que invadiu o palco. Se espancaram , erraram. Mas para variar, muito mimimi que o cantor fantasiou e deturpou o acontecido. Sempre os homoafetados querendo olofotes.

    • Isaque Galvão disse:

      Realmente me escedi ao pronunciar a palavra homofobia.. o correto é violência gratuita.. abuso de autoridade de um segurança particular do muitos carnavais.

  14. Sérgio Nogueira disse:

    Gays e seus vitimismos… juram por tudo que são seres especiais e contra quem nada pode ser feito. São senhores do certo e errado.
    No Maranhão dois gays se sentiram no direito de ir para a praça da alimentação de um shopping apenas de toalha, porque as borboletas do arco íris entenderam estarem fantasiadas de "banhistas".
    Gays não querem direitos, isso eles têm. Eles querem privilégios.
    Privilégio de fazer o que quiser sem ser incomodado. Mas é bom saberem que o o eles chamam de homofobia muitas vezes é civilidade o nome certo.

    • Fernando Queiroz disse:

      Falou tudo. Prefeito.

    • Isaque Galvão disse:

      Civilidade que não vimos por parte do segurança que agride um membro.da ewuipe do show por pura falta de humanidade e preparo psicológico..
      como já falei, não se tratou de homofobia.. foi um equívoco..

  15. Luiz Fernando disse:

    Deveria entender que é um artista e que estava alí contratado para animar o público, o que o fez bem feito, até querer transformar num evento particular.

    • Isaque Galvão disse:

      O meu show era para um evento particular. Muitos carnavais. meu cachê que inclusive só fa pra pagar a banda.. vai ser pago por uma empresa privada.. por isso tinha outra equipe de seguranças lá além dos da prefeitura..

  16. Jose Ribamar disse:

    E Isaac é Gay?? Nem parece….

  17. Damião Rocha disse:

    Utilizar de um palco pago com dinheiro público pra falar de companheiro?! As pessoas tem que saber separar, pois ali esse cidadão estava pra prestar serviços. Garanto que não foi cantar de cortesia. Sobre o assunto, o cantor deveria ter buscado a autoridade policial numa delegacia de polícia, não a exposição pública. Bem empregadas as vaias.

    • Isaque Galvão disse:

      Não era dinheiro público.. meu show foi contratado por um evento privado: Muitos carnavais. Não cantei de cortesia, mas também não vou ganhar quase nada.. só pago minha banda e sobra o do lanche.. E só pra constar.. quem foi vaiado foi o locutor que tentou justificar que a violência ocorrida era coisa normal..

  18. Elvys disse:

    Escoooo

  19. Folião disse:

    Foi muito mais vaiado, falta de profissionalismo e atesto de grande amadorismo desse potiguar q se dizia uma promessa. Ele encurtou o show dele em 40 min, deixando todos a ver navios… Descontrolou-se no palco!

    • Isaque Galvão disse:

      Você nao sabe o que está falando. 5 minutos antes do ocorrido a produção da prefeitura já havia me dado a ordem para parar pois a artista Nacional tinha chegado.. me mandou cantar só mais 2 músicas.. na metade de uma delas aconteceu a agressão. Eu nunca me achei uma promessa.. mas jamais deixei meu público a ver navios.. aqui em Natal quamdo o artista Nacional chega o local tem que sair imediatamente.. sabia não? pois fique sabendo.. de toda forma eu teria que encerrar naquele momento.. à contra gosto.

  20. Francisco Dantas Gomes disse:

    E muita frescura,pelo amor de Deus….depois que enveantaram esse nome Homofobia é só mi mi mi

    • Isaque Galvão disse:

      Realmente não se tratou de homofobia.. foi violência excessiva por parte de um segurança particular do muitos carnavais. só.