Geral

Manuela d’Ávila: “Daria uma camiseta ‘Rebele-se’ para a Michelle Bolsonaro”

Passar a infância e a adolescência odiando o próprio corpo deixou “marcas profundas” em Manuela d´Ávila (PCdoB-RS), ex-deputada federal e candidata à vice-presidência nas eleições de 2018, a ponto de enfrentar, até hoje, problemas de transtorno de imagem. Foi só após o nascimento da filha, Laura, em 2015, que ela decidiu mudar a relação com o próprio corpo para poder ensinar a menina a ter a autoestima forte.

“Passou a ser menos sobre mim e mais sobre a ideia de ter uma nova mulher aprendendo desde muito cedo a odiar, ou a não odiar, a si mesma”, diz Manuela à apresentadora Fabi Gomes, no primeiro episódio da segunda temporada do “E Aí, Beleza?”, o programa de entrevistas de Universa que foi ao ar na quarta-feira, (16). “Minha meta é ter a autoestima de um homem branco”, afirma a política, aos risos.

Obesa até os 17 anos, quando emagreceu 40 kg, Manuela conta ter sofrido com pressões estéticas e gordofobia.

“Eu tenho um problema permanente com a minha imagem. Tenho transtorno de imagem, eternamente me vejo com um corpo diferente do meu. Eu me fotografo para ver como estou de verdade”.

Manuela diz que durante a infância e a adolescência o tema da beleza foi colocado em segundo plano. “Era uma autoproteção, desenvolvi outras qualidades”, relembra. “Às vezes vejo fotos minhas e penso que estava bem, mas me machuca lembrar que, naquele momento, estava me odiando”

Leia na minha camisa

Durante a participação no “E aí, Beleza?”, Fabi lembrou as aparições públicas em que Manuela costuma usar camisetas com frases emblemáticas. E propôs uma brincadeira: para quem ela daria algumas das peças?

Uma das camisetas mais famosas de sua coleção, aquela em que se lê a palavra de ordem “Rebele-se”, usada bastante durante a campanha presidencial, Manuela diz que ofereceria à primeira-dama, Michelle Bolsonaro. “Para ela se rebelar, se libertar”, diz.

Na resposta seguinte, sobre a camiseta que traz escrita a frase “Nossas ideias são à prova de bala”, ela deixa seu recado. “Daria para todos nós que somos ameaçados por essa gentalha.”

“Política é ambiente de ódio contra mulheres

Jornalista e escritora, Manuela também fala na entrevista sobre sua experiência no cenário político, que começou em 2005 como vereadora e que também deixou traumas. “Cada vez mais a política é um ambiente em que o ódio às mulheres é naturalizado”, diz.

Mas tem também a parte boa. Para Manuela, o melhor da política é “a sensação de que a gente pode mudar a vida das pessoas”. E ainda que tenha sido, e seja até hoje, alvo de ataques, acredita que houve muito crescimento em sua trajetória.

“Individualmente, o que mais mudou é que cada vez mais dou menos valor para o mal que as pessoas me desejam, para os comentários e opiniões que querem apenas me desestabilizar, é um abismo em relação à Manuela de 23 anos”, avalia a política, que completa 40 anos em agosto.

Os episódios do E aí, Beleza? vão ao ar sempre às quarta, às 20h, no Canal UOL. A maquiadora e colunista de Universa Fabi Gomes recebe mulheres de opinião e com trajetórias inspiradoras de diversas áreas, para falar sobre os desafios femininos no mercado de trabalho, maternidade, política feita por e para mulheres e ainda dá dicas de maquiagem.

No próximo programa, Fabi entrevistará a jornalista Rachel Sheherazade.

Universa – UOL

Opinião dos leitores

  1. Nem compadre LULA quer mais conversa com esse povo!!! Aproveite Manuela e manda uma camiseta para Antenor Roberto o vice de Fatinha, dizendo REBELE-SE.

    1. Mortadela Ceratti, aquela que a Sra não pode comprar.
      Apresentado aurora… vá fundo.

    2. Amigo, do jeito que as coisas estão caminhando, feliz será aquele que conseguir comprar mortadela porque carne já é uma minoria da elite que consegue.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO: Michele Bolsonaro invade live do presidente, faz declaração de amor e celebra 12 anos de casamento com direito a beijo

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, “invadiu” a live semanal do presidente na noite dessa quinta-feira(28) para uma homenagem aos 12 anos de união do casal. O breve registro teve direito a beijo e declaração de amor.

“Obrigado Deus pela minha família, pilar fundamental em todos os momentos! – Obrigado, minha esposa, por estar sempre ao meu lado! – Bom dia a todos!”, disse Jair Bolsonaro.

Opinião dos leitores

  1. Essa é aquelazinha q a avó, o tio, primo e irmãos são bandidos conhecidos da policia do DF? Ah ta, logo vi, família de milicianos só casam com milicianos.

  2. E qual a solução que você indica para isso? Tabelar os preços como é feito na Venezuela, Cuba, Argentina?

    1. Quando era o Governo do PT a história era outro, deixe de fanatismo amigo.

  3. Grande noticia! enquanto isso acontecia o festival de aumentos continuam ovos,carne,água,energia,combustíveis. vamos todos para a black friday.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS E VÍDEO: Na PB, Michele Bolsonaro encontra portador de doença rara; primeira-dama canta com jovem e sensibiliza a web

Fotos: reprodução/ instagram

Enquanto Jair Bolsonaro visitava o Museu do Holocausto, em Israel, Michelle Bolsonaro passou a terça-feira visitando projetos sociais na cidade de Campina Grande, na Paraíba, em sua primeira viagem oficial como primeira-dama. Entre tantos encontros, em um deles, em especial, ela não conseguiu segurar a emoção. Michelle foi às lágrimas com a história e a determinação do jovem Leryston Matheus, de 21 anos. Eles conversaram e cantaram juntos a música “Tudo É do pai”, de Padre Fabio de Melo. Leleu Matheus, como prefere ser chamado, sofre de uma doença rara, a Epidermólise bolhosa.

Em sua visita à cidade paraibana, a primeira-dama visitou centros de atendimento de crianças com microcefalia que têm convênio com o governo federal. Michelle teve a companhia da primeira-dama de Campina Grande, Michele Rodrigues.

Sempre envolvida em causas sociais, Michelle conversou com famílias e crianças com deficiências diversas. Em uma das imagens que chamou a atenção da web, a primeira-dama aparece abraçando o jovem que sofre de uma doença rara na pele. O registro, que não é uma ação inédita, sensibilizou milhões nas redes sociais.

https://www.youtube.com/watch?v=DSl–dta2BA

Leryston Mateus, o Leleu guerreiro

Leleu tem 21 anos e começou um canal no Youtube há uma semana. Por lá, ele compartilha vídeos cantando, explicações sobre doenças raras e uma pequena apresentação de sua vida. O jovem tem mais de dez mil seguidores no Instagram e é um verdadeiro fenômeno das redes sociais.

Fã de futebol, em 2014 ele realizou o sonho de ir a um jogo em um estádio pela primeira vez. Leleu é torcedor do Treze, clube conhecido como o Galo da Borborema, um time de Campina Grande, na Paraíba. Na ocasião, ainda com 16 anos, ele disse:

“Como qualquer brasileiro sou doido por futebol, e umas das minhas paixões além da minha família e amigos, é o Treze. Um dos meus sonhos era ir ao estádio de futebol assistir uma partida do nosso Galão… e consegui realizar esse sonho. Sonho este que logo de cara na primeira partida, assisti a vitória do Galo contra o nosso maior rival na Paraíba. Para mim, além de ter realizado um dos meus sonhos, fiquei muito emocionado, pois como não tenho poder de locomoção e só escutava pelo som ou assistia na televisão, minha ida ao estádio foi uma grande vitória”.

Epidermólise bolhosa é uma doença rara e grave do tecido conjuntivo e ainda não tem cura. A enfermidade é caracteriza por uma sensibilidade acentuada na pele e na mucosa, com formação de bolhas.

O encontro entre Michelle Bolsonaro e Leleu aconteceu no Bairro do Alto Branco, quando a primeira dama e o Ministro da Cidadania Osmar Terra realizavam uma visita agendada a uma família assistida pelo programa Criança Feliz

Com informações do Extra – O Globo e Contigo

 

Opinião dos leitores

  1. Parabéns primeira dama nota 1000000000 pra vc e que Deus te dê muita saúde e ao presidente também!

  2. Apesar da excelente "representatividade" da deslumbrante Marcela Temer , acredito que, desde o período militar, o Brasil não tinha uma Primeira-Dama de primeira-linha!!!! Parabéns Bolsonaro!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *