Médico que salvou Bolsonaro detalha facada que quase tirou a vida do presidente

 Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo

A Folha de S. Paulo perguntou a Luiz Henrique Borsato, o médico que salvou Jair Bolsonaro em Juiz de Fora, por que não houve sangramento abundante quando ele levou uma facada.

Resposta:

“Quando o objeto penetrou o abdômen, abriu uma ferida pequena, de mais ou menos 3 cm. Não era uma grande lesão circunferencial, mas retilínea. A musculatura se contraiu e bloqueou a hemorragia externa. Havia sangue, claro, mas no interior do abdômen.”

Segundo o médico, o volume de sangue espalhado pelos órgãos pode ter chegado a dois litros.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. O MICO disse:

    Quem já viu Jesus encima de um pé de goiabeira é acredita que a terra é plana, seguindo um doido que a cada três palavras duas são palavrões, Orvalho de Cavalo, parece simples se receber um corte ou uma fazer a e não sair sangue.
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Rosi Sampaio disse:

    "vaso ruim não quebra". Será? Se não quebra, trinca e esse aí tá mais do que trincado. Felizmente o povo está abrindo os olhos e a mente, fazendo crescer a rejeição a esse governo. #pesquisadatafolha

  3. mauricio disse:

    a questão é que a foice quer saber se realmente aconteceu a facada para transmitir para o preso la em curitiba

Presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, vem a Natal falar dos desafios da advocacia nesta terça

Foto: via Justiça Potiguar

Como parte da programação do Mês da Advocacia, a Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Norte vai promover na próxima terça-feira (27), às 19 horas, uma sessão especial para celebrar o seu aniversário de 70 anos. A Seccional Potiguar da Ordem dos Advogados do Brasil apoia o evento, que será realizado no plenário da sua sede e terá a presença do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz.

Além da anfitriã, Monalissa Dantas, presidente da CAARN,  e Diretoria da Caixa de Assistência; e do presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, e Diretoria da Seccional Potiguar, a cerimônia contará com a presença do secretário-geral do Conselho Federal da OAB, José Alberto Simonetti; presidente do FIDA, Felipe Sarmento Cordeiro, e dos conselheiros federais, Canindé Maia e Ana Beatriz Presgrave.

Confira matéria completa no portal Justiça Potiguar clicando aqui. 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Barbosa Santos disse:

    Considerando a quantidade de advogados norte riograndenses presos ou respondendo a processos penais, parece que o desafio é grande mesmo.

  2. Fernando disse:

    Cuidado com bolsustra.

  3. # vergonha nacional disse:

    Se ferrou ..foi se meter a valentão com o BOLSONARO, perdeu os contratos falcatruas com a Petrobras , telhado de vidro e bancando o machão

  4. # vergonha nacional disse:

    Vem explicar como conseguiu contratos milionários com a Petrobras e uma verba de R$ 700.000,00 para uma filha de 13 anos fazer uma peça que ninguém viu ??? Esse cidadão quer enganar quem ?? Quero ver um VALENTÃO DESSE DA OAB QUESTIONAR OS 60 dias de férias dos magistrados??? Tudo pau mandado dos juízes

Morre aos 96 anos, o português Antônio Soares Calçada, presidente mais vitorioso da história do Vasco

Foto: Marco Antônio Teixeira

O Vasco perdeu nesta segunda-feira o presidente mais vitorioso da história do clube. Aos 96 anos, Antônio Soares Calçada faleceu em um hospital na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, vítima de complicações causadas por uma infecção abdominal.

Mandatário do Vasco entre 1983 e 2000 e considerado presidente de honra do clube, conquistou os principais títulos do cruz-maltino. Foram três campeonatos brasileiros, uma Libertadores, uma Copa Mercosul, um Torneio Rio-São Paulo e sete campeonatos estaduais.

Foi na sua gestão que o Vasco assinou contrato com o Bank of America, uma parceria que gerou milhões de reais ao clube na segunda metade da década de 1990. O dinheiro trouxe títulos no futebol e nos esportes amadores — o time foi campeão brasileiro, bicampeão do Campeonato Sul-Americano e bicampeão da Liga Sul-Americana de basquete masculino, e campeão brasileiro de futsal, além de ter patrocinado uma longa lista de atletas olímpicos.

Entretanto, os gastos excessivos nos últimos anos de sua gestão ocasionaram um crescimento acelerado das dívidas do clube. O problema com o grande passivo é uma realidade vascaína desde então.

Nascido em Portugal, ele chegou ao Brasil em 1935 e se tornou sócio do clube em 1942. A partir daí, participou ativamente da vida política do clube, ocupando o primeiro cargo de destaque em 1955, quando foi vice-presidente de futebol. Também foi Diretor de Tênis de Mesa em 1959 e Vice-Presidente de Futebol nos anos de 1955, 1956, 1964, 1980, 1981 e 1982.

Sua última participação mais direta na política do Vasco foi em 2017, quando, na eleição dentro do Conselho Deliberativo, foi candidato à vice-presidência do clube na chapa de Julio Brant. A dupla foi derrotada por Alexandre Campello, atual mandatário vascaíno.

Calçada é o segundo ex-presidente do Vasco que falece em 2019. Em março, Eurico Miranda morreu aos 74 anos, vítima de um câncer no cérebro. Antônio Soares Calçada esteve no velório do ex-dirigente, que foi seu vice-presidente de futebol por mais de uma década, em uma de suas últimas aparições públicas em São Januário.

Principais títulos do Vasco na gestão Calçada

Futebol

1 Libertadores da América (1998);

1 Copa Mercosul (2000);

3 Campeonatos Brasileiros (1989, 1997 e 2000);

7 Campeonatos Cariocas (1982, 1987, 1988, 1992, 1993, 1994, 1998)

Basquete

2 Ligas Liga Sul-Americanas (1999 e 2000);

2 Campeonatos Sul-Americanos de Clubes (1998 e 1999);

1 Campeonato Brasileiro (2000)

O Globo

 

Em Anápolis-GO, presidente defende implementação de presídio agrícola

Foto: Alan Santos PR

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (31) a implementação de presídios agrícolas no país e trabalho forçado para condenados. A Constituição Federal de 1988 proíbe, em cláusula pétrea, no Artigo 5°, qualquer tipo de pena de trabalhos forçados. Em entrevista coletiva, após a assinatura do contrato de concessão da Ferrovia Norte–Sul, em Anápolis, Bolsonaro foi questionado sobre a morte de mais quatro presos que participaram da briga entre facções no presídio em Altamira (PA), e morreram nesta madrugada, durante o traslado do município de Novo Repartimento a Marabá. Bolsonaro disse que iria tratar com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, sobre auxílio ao governo paraense.

“Pessoal, problemas acontecem, certo. Se a gente puder conversar com o Moro nesse sentido. Eu sou pelo presídio agrícola”, disse ao lembrar da questão constitucional envolvida: “Sei que que mudar a Constituição neste sentido é cláusula pétrea, mas queria que tivesse trabalho forçado no Brasil, para esse tipo de gente. Ninguém quer forçar a barra, maltratar nenhum preso por aí, nem quer que sejam mortos, mas é o habitat deles. Eu fico com muita pena dos familiares das vítimas que esses caras fizeram”, afirmou.

Os agentes que encontraram os detentos disseram que havia marcas de sufocamento nos mortos. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) do Pará. As mortes ocorreram entre 19h de ontem (30) e 1h da madrugada de hoje, e as razões das novas mortes estão sendo investigadas. Os 26 presos remanescentes serão colocados em isolamento.

Ainda na tarde desta quarta, chegam a Belém dez homens da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária. A ida do grupo foi autorizada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a pedido do governador do Pará, Helder Barbalho. A força-tarefa atuará em atividades de guarda, vigilância e custódia de presos, com apoio dos sistemas Penitenciário e de Segurança Pública do estado.

Identificação

Até a noite de ontem (30), 15 corpos de vítimas do confronto ocorrido na última segunda-feira (29) entre o Comando Classe A (CCA) e o Comando Vermelho (CV), no presídio de Altamira, no oeste paraense, haviam sido identificados. Para agilizar o trabalho, que está sendo feito por meio de exames de DNA, peritos odontologistas forenses e peritos criminais do Laboratório de Genética Forense do Instituto de Criminalística de Belém reforçam a equipe em Altamira. Nesta quarta-feira, os trabalhos foram retomados às 7h.

Transferências

Até ontem (30), 16 líderes do confronto haviam sido identificados e transferidos de forma imediata para a capital paraense, dez deles irão, posteriormente, para o regime federal e os demais serão redistribuídos em penitenciárias do estado.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Dilma disse:

    Só assim os petralhas deixam de roubar dinheiro público, só em saber que se forem pegos, enfim, terão que trabalhar, só isso, freiará esse ímpeto nefasto contra a sociedade. Vão voltar às velhas lutas de fazer greve e baderna na rua. são uns verdadeiros parasitas da nação.

Lava Jato deflagra 62ª fase e tenta prender presidente do Grupo Petropolis; nova etapa mira pagamento de propinas disfarçadas de doações eleitorais

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (31) a 62ª fase da Operação Lava Jato. Esta nova etapa mira o pagamento de propinas disfarçadas de doações eleitorais e operações de lavagem de dinheiro feitas pelo Grupo Petrópolis, da marca de cerveja Itaipava.

O presidente do Grupo Petrópolis, Walter Faria, é um dos alvos, mas até as 8h45 ainda não tinha sido localizado.

De acordo com a PF, foram expedidos um mandado de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária e 33 mandados de busca e apreensão. Até as 8h45 desta terça-feira, três pessoas tinham sido presas.

Segundo a investigação, o Grupo Petrópolis teria auxiliado a Odebrecht a pagar propina através da troca de reais no Brasil por dólares em contas no exterior (leia mais sobre a investigação abaixo).

As investigações da Lava Jato envolvendo o Grupo Petrópolis remontam a 2016, quando uma planilha com nomes de políticos e referência à cerveja Itaipava foi achada na casa do executivo da construtora Odebrecht Benedicto Junior.

Segundo delação do executivo, a construtora utilizou o Grupo Petrópolis para realizar doações de campanha eleitoral para políticos de outubro de 2008 a junho de 2014.

Em setembro de 2017, Walter Faria entregou à Polícia Federal planilhas com informações sobre repasses da empresa a políticos a pedido da Odebrecht. De acordo com os documentos, 255 doações foram realizadas somente nas campanhas de 2010 e de 2012, somando mais de R$ 68 milhões

Além da Itaipava, o grupo Petrópolis é dono de marcas de cerveja como Crystal, Lokal e Petra, além do energético TNT. O grupo tem sete fábricas em cinco estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Pernambuco e Mato Grosso.

O G1 entrou em contato com o Grupo Petrópolis, mas até as 10h não teve resposta.

Lavagem de R$ 329 milhões

Segundo o Ministério Público Federal (MPF) informou nesta quarta-feira, as investigações apontam que Walter Faria e outros executivos do Grupo Petrópolis atuaram na lavagem de cerca de R$ 329 milhões de reais em contas fora do Brasil.

Segundo a PF, estas doações resultaram em uma dívida de R$ 120 milhões da Odebrecht com a cervejaria. Em contrapartida, a Odebrecht investia em negócios do grupo.

Os investigadores apontam ainda que Faria usou o programa de repatriação de recursos de 2017 para trazer ao Brasil, de forma ilegal, R$ 1,4 bilhão que foram obtidos por meio do esquema.

Mandados em 15 cidades de 5 estados

Os mandados são cumpridos pela PF em 15 cidades diferentes e foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba. A nova fase foi batizada de Rock City.

Em São Paulo, foram cumpridos mandados em Boituva, Fernandópolis, Itu, Vinhedo, Piracicaba, Jacareí, Porto Feliz, Santa Fé do Sul, Santana do Parnaíba e São Paulo. Também foram cumpridos mandados em Cuiabá (MT), Cassilândia (MS), Belo Horizonte (MG), Petrópolis e Duque de Caxias (RJ).

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ceará-Mundão disse:

    A imundície da Era PT não tem fim. A todo momento mais sujeira sai de baixo dos tapetes.

    • Dilma disse:

      Não foi o pt que roubou, foram uns laranjas plantados por Bolsonaro pra Moro incriminar o partido mais honesto do mundo, cujo comandante nunca recebeu uma propina, nem pra comprar um pedalinho. Hehehe

  2. Bob disse:

    Aqui tem muito cambalacho.
    Muito, mais muito mesmo, esse grupo Petrópolis saiu de empresa regional, para uma atuação nacional num período muito curto. Um salto extraordinário, igual aos irmãos Friboi, isso tudo no governo corrupto do PT. Tem que botar essa gente toda na cadeia urgente.

Presidente da OAB vai ao STF contra Bolsonaro

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, decidiu interpelar Jair Bolsonaro pelas declarações que o presidente deu sobre o seu pai.

Horas atrás, Bolsonaro disse que “se o presidente da OAB quiser saber como o pai desapareceu no período militar, eu conto para ele”.

Santa Cruz já constituiu o advogado Cesar Brito para entrar com uma ação na STF “para que o presidente diga o que sabe” sobre a morte de Fernando Santa Cruz, ocorrida em março de 1974.

Lauro Jardim – O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Esse babaca da IAB se acha a "última Coca-Cola" do deserto. …e adora holofotes.

  2. Fernando disse:

    O que o STF tem com isso, petralha babaca. Brasil não é a ditadura da Venezuela, que vocês tanto sonham para o Brasil. Aqui ninguém força a ninguém a falar nada, quanto mais um presidente

  3. #OAB🤣 disse:

    Essa OAB só defende oque NÃO PRESTA ….essa entidadezinha deveria se preocupar com os 60 dias de férias dos chefes deles ( juízes) com + 15 dias de férias forense,…..justiça lenta e essa OAB preocupada com a vaga do 5 constitucional, síndica de motorista da mais resultado para seus associados fique essa OAB

  4. Cidadão disse:

    Ficou com raivinha

Presidente da OAB diz que Moro ‘banca o chefe de quadrilha’ em caso de hackers

Foto: Adriano Machado-3.jul.19/Reuters

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, diz que o ministro da Justiça, Sergio Moro, “usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas”.

Na quinta (25), a Folha revelou que Moro telefonou para autoridades que teriam sido alvo dos hackers presos na quarta (24). E avisou que as mensagens das pessoas seriam destruídas em nome da privacidade.

Ele conversou com o presidente Jair Bolsonaro, com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

A informação gerou forte reação: em primeiro lugar, Moro não poderia receber informações sobre o inquérito, que é sigiloso. Em segundo lugar, só o Judiciário, que supervisiona as investigações, pode decidir o que fazer com as provas coletadas na busca e apreensão feita na casa dos hackers.

Felipe Santa Cruz lembra que a OAB recomendou o afastamento de Moro do cargo quando as mensagens dele com procuradores da Lava Jato começaram a ser divulgadas. A entidade afirmou então que a gravidade dos fatos demandava “investigação plena, imparcial e isenta”.

“Muitos disseram que a OAB foi açodada quando sugeriu o afastamento do ministro, exata e exclusivamente para a preservação das investigações”, afirma o advogado.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ozanir disse:

    Porque ele quer destruir as gravações. Quem não deve não teme.

  2. Rivanilton disse:

    Kkkkkkkkkkkkk conta uma piada com um pouco mais de moral, porque esta é imoral.

  3. Lenice disse:

    A OAB, precisa rever seus conceitos!
    Só pode ser piada!!!

    rsrsrsrs

  4. Lenice disse:

    A OAB, precisa rever seus conceitos!
    Só pode ser piada!!!
    A bandidagem tem capacidade para tudo!
    rsrsrsrs

  5. Az disse:

    Procure saber sobre à história política desse cidadão. Ai vcs vão saber porque ele faz isso.

  6. Bento disse:

    Esse individuo que acusa o Herói Nacional é presidente de que mesmo, isso é uma seita, o que é
    isso, que na minha santa ignorância não sei. e ele pode pedir isso? Esse cara era para ir preso por
    acusar a maior autoridade da Justiça Brasileira.
    Esse cara só pode ser irmão de bu Tico Santa Cruz.
    Arre égua como o Brasil ta ficando chato, qualquer gato pingado agora quer mandar no Brasil.
    Vai dando teus coices prá lá.

  7. Luiz Fernando disse:

    Essa OAB não me representa.

  8. Jefferson disse:

    A polícia federal não é independente, ela tem autonomia administrativa.

FOTOS: Câmara Municipal de Parnamirim aposta na capacitação de servidores e presidente faz entrega de certificados

Os servidores da Câmara Municipal de Parnamirim seguem participando de uma série de capacitações com foco na qualificação profissional. As atualizações são realizadas pela Escola do Legislativo Eva Lúcia em parceria com a Microlins. Em 2019, mais de 100 servidores já foram capacitados.

Na manhã desta sexta-feira (14), o presidente da Câmara, vereador Irani Guedes, acompanhado do vereador Gustavo Negócio e servidores da Direção Geral, promoveu a entrega de certificados a cerca de 40 servidores. “O servidor bem treinado e qualificado pode render ainda mais. Continuaremos empenhados em garantir melhor qualificação dos nossos funcionários para que eles possam atender ainda melhor à população, fortalecendo o Legislativo Municipal”, afirmou Irani Guedes.

Nesta etapa de capacitação, os servidores receberam atualizações sobre Licitação, Atendimento e Secretariado, além de Desenvolvimento de Relações Interpessoais.

As capacitações não param. Está previsto para o próximo mês o curso instrumental de inglês. “O foco continuará sendo os servidores. Vamos seguir com as capacitações nas mais variadas áreas básicas para que o servidor obtenha um aperfeiçoamento global”, explica a diretora da Escola do Legislativo Eva Lúcia, Amanda Joamara.

Bolsonaro diz que vai demitir presidente dos Correios por ‘comportamento de sindicalista’

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta sexta-feira (14) que vai demitir o presidente dos Correios, general Juarez Aparecido de Paula Cunha, por ele ter se comportado como “sindicalista”.

Ao final de um café da manhã com jornalistas, o presidente comentou que deve exonerar Juarez nos próximos dias por seus gestos durante audiência pública na Câmara.

Desagradou o presidente o fato de o general ter tirado foto com parlamentares de esquerda e de ter dito que não haverá privatização dos Correios, como é planejado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Ele disse ainda que está estudando um substituto para o cargo.

Bolsonaro recebeu jornalistas que cobrem o Palácio do Planalto para um café da manhã nesta sexta.

A declaração sobre o presidente da estatal se deu quando ele comentava sobre a saída do general Carlos Alberto dos Santos Cruz da Secretaria de Governo, formalizada na quinta (13).

Folha de São Paulo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Escritor disse:

    Quando ainda estava no exercito tinha comportamento sindicalista. Brigava por aumento.

  2. Cigano Lulu disse:

    Para uma eventual privatização, dos Correios só se aproveita o patrimônio imobiliário e nada mais. E isso se todo ele não for devorado pelo passivo trabalhista da ineficiente estatal.

FOTO: Presidente da Câmara de Parnamirim realiza visita de cortesia ao MP

Foto: Divulgação

Com uma gestão pautada na transparência e diálogo permanente, o presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, vereador Irani Guedes, acompanhado de parte de sua equipe administrativa, realizou na manhã desta sexta-feira (31) uma visita de cortesia à sede da 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Parnamirim.

A comitiva do Legislativo foi recebida pelo promotor de justiça Sérgio Gouveia de Macedo. A visita teve como objetivo estreitar as relações institucionais em benefício da sociedade parnamirinense.

“Nós sabemos do importante trabalho desenvolvido pelo Ministério Público em nosso município e em todo o estado. Então, estamos reforçando esse canal de comunicação com o MP, além também de nos colocar à disposição para qualquer eventualidade, zelando pela total transparência de nossa gestão”, ressaltou Irani Guedes.

O promotor agradeceu a visita e ressaltou a importância de reforçar as relações entre as instituições.

Também participaram da visita a procuradora-geral da Câmara, Herta Karine, e os diretores Hanilton Pereira, Genilson Cruz e Saynara Souza.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lutemberg disse:

    E a investigação sobre a farra das diárias, como está?

“Só o amor constrói”, diz Bolsonaro no Twitter ao exibir comentários de ódio e desejo por morte a Silvio Santos após o apresentador receber o presidente

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro gravou nessa quinta-feira(02) uma entrevista ao Programa Silvio Santos, do SBT. A participação será transmitida no domingo(05). Em seu Twitter, o presidente chamou Silvio Santos de “maior comunicador deste país”. Segundo Bolsonaro, no programa, ele irá falar sobre “assuntos de interesse de todos os brasileiros, incluindo a Nova Previdência”.

Ainda no microblog Twitter, Bolsonaro mostrou nesta sexta-feira(03) mensagens de ódio em redes sociais contra o apresentador e dono do SBT, após ter dado espaço ao presidente com gravação, conforme noticiários, repleta de bom humor e bom relacionamento da dupla. “Só o amor constrói”, disse o capitão sobre os comentários desrespeitosos a Silvio Santos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo disse:

    Quem é mesmo que vomita ódio contra seus opositores?
    Quem é mesmo que deseja o mal as pessoas só porque tem ligação com opositor político?
    Quem é mesmo que não sabe dialogar?
    Quem é mesmo que não sabe ser oposição de forma civilizada e construtiva?
    Quem é mesmo que dá apoio a corrupto e a libertinagem como forma de vida?
    Muito bom essas reações públicas, revelando de forma incontestável o caráter da oposição que julga, culpa e acusa os outros daquilo que ele é!
    Caiu a máscara! Estamos testemunhando a verdadeira face da esquerda.

    • Edilberto disse:

      Pode desistir de povo Leonardo, não tem cura!!! E não podemos nem dá atenção ao q eles falam. Continuo achando que vai faltar psiquiatra pra cuidar dessa gente. Isso mesmo, gente.
      Humanos eles não são.

Presidente da Câmara dos Deputados pressiona governadores de oposição a apoiar reforma da Previdência sob ameaça de jogar debate para Assembleias Legislativas

É destaque no Blog do Dina – por Dinarte Assunção. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, articulou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, uma estratégia para fazer governadores de oposição apoiarem a reforma da previdência.

Ou os governadores aderem ao pacto ou as mudanças que serão votadas no Congresso Nacional vão incluir uma emenda.

A emenda da discórdia.

Leia notícia completa aqui

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junin disse:

    O homem é ruim demais…. quer que seja goela abaixo!!!

Ezequiel é eleito presidente da Assembleia Legislativa do RN para nova legislatura

O atual o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), foi reeleito nesta sexta-feira(01) na capital potiguar para a sequência na direção da Casa –  legislatura 2019/2020. Foram 23 votos a favor contra 1 abstenção.

Deputados tomam posse

Nesta sexta-feira(01), também marcou a posse dos deputados estaduais eleitos representantes da Casa. São 24 parlamentares escolhidos pelo voto direto de aproximadamente um milhão de potiguares no último pleito.

Confira a relação dos eleitos:

Albert Dickson (PROS)

Allyson Bezerra (Solidariedade)

Coronel Azevedo (PSL)

Cristiane Dantas (Solidariedade)

Dr. Bernardo (Avante)

Eudiane Macedo (PTC)

Ezequiel Ferreira (PSDB)

Francisco do PT (PT)

Galeno Torquato (PSD)

George Soares (PR)

Getúlio Rêgo (DEM)

Gustavo Carvalho (PROS)

Hermano Morais (MDB)

Isolda Dantas (PT)

José Dias (PSDB)

Kelps Lima (SOLIDARIEDADE)

Kleber Rodrigues (Avante)

Nélter Queiroz (MDB)

Raimundo Fernandes (PSDB)

Sandro Pimentel (PSOL)

Souza (PHS)

Tomba Farias (PSDB)

Ubaldo Fernandes (PTC)

Vivaldo Costa (PSD)

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner disse:

    Tem rachadinha aí?

  2. Everton disse:

    Diga uma novidade…

  3. BBjones disse:

    Não muda nada nessa porra, a corrupção continua com as velhas práticas políticas Brasil sem jeito.

VÍDEO: Presidente do congresso venezuelano pede apoio para assumir Executivo e convocar eleição para substituir Maduro

Foto: Reprodução/Twitter/JuanGuaido

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o oposicionista Juan Guaidó, pediu nesta sexta-feira (11) o apoio de cidadãos, dos militares e da comunidade internacional para assumir o comando do Executivo. Para ele, que pretende convocar novas eleições, o poder foi “usurpado” por Nicolás Maduro, que iniciou um novo mandato nesta quinta.

“A Constituição me dá legitimidade para exercer o cargo de Presidência da República, para convocar eleições, mas preciso do apoio dos cidadãos para tornar isso uma realidade”, disse o deputado a algumas centenas de pessoas que se concentraram no leste de Caracas para denunciar a “ilegitimidade” de Maduro.

“Devem ser o povo da Venezuela, as Forças Armadas, a comunidade internacional que nos levam a assumir claramente o mandato que não vamos deixar escapar, que vamos exercer”, acrescentou.

A Assembleia Nacional, de maioria oposicionista, continua funcionando, mas teve seus poderes esvaziados por Maduro quando este convocou uma Assembleia Constituinte, em 2017, para a qual se elegeram apenas seus apoiadores, e que se sobrepõe à outra casa legislativa.

Guaidó pediu que a população se mobilize em todo o país em 23 de janeiro contra o governo de Nicolás Maduro. O oposicionista citou artigos da Constituição que lhe dariam legitimidade para desafiar o atual presidente, empossado sob protestos e forte questionamento da comunidade internacional.

Guaidó disse que a Assembleia Nacional vai seguir a Constituição venezuelana e, nesse sentido, vai assumir “os poderes do gabinete de uma Presidência da República”, ressaltando, no entanto, que um mero decreto não será suficiente para tirar Maduro do poder.

Um dos artigos citados pelo deputado é o 350, que estabelece que “o povo da Venezuela, fiel à sua tradição republicana, à sua luta pela independência, paz e liberdade, não tomará conhecimento de nenhum regime, legislação ou autoridade que contradiga os valores, princípios e garantias democráticos ou mine os direitos humanos”, segundo informa o jornal local “El Universal”.

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, um crítico contundente do regime de Maduro, prontamente chamou Guaidó de “presidente interino” da Venezuela no Twitter.

A OEA aprovou nesta quinta uma declaração em que não reconhece a legitimidade do novo mandato de Nicolás Maduro na Venezuela. A aprovação aconteceu logo após Maduro tomar posse.

Em comunicado, o governo venezuelano “rejeita os resultados” da sessão extraordinária do Conselho Permanente da OEA. A nota oficial afirma que Maduro foi “reeleito pelo soberano povo venezuelano” em maio do ano passado.

O governo de Maduro também condenou “as práticas de coerção” utilizadas pelos Estados Unidos na América Latina “para promover sua criminosa campanha de agressão” e “para avançar suas políticas de mudança de regime” no país caribenho.

Eleição questionada

Maduro foi reeleito em maio do ano passado, com quase 70% dos votos, numa eleição que foi boicotada pela oposição, teve alta abstenção e denúncias de fraude.

A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) se recusou a participar do pleito por considerar o processo uma “fraude” para perpetuar Maduro no poder.

Os dois maiores rivais de oposição já estavam impedidos de concorrer: Leopoldo Lopez está preso, e Henrique Capriles foi impedido de se candidatar a qualquer cargo por um período de 15 anos.

Cerca de 20,5 milhões de eleitores estavam registrados para votar, mas o comparecimento foi de 46% do eleitorado, com um total de 8,6 milhões de votos. Foi uma das porcentagens de participação mais baixa da história venezuelana.

Crise

A Venezuela está mergulhada em uma grave crise política e econômica que obrigou 2,3 milhões de pessoas a deixá-la desde 2015, segundo a ONU.

A crise na Venezuela causou escassez de alimentos e medicamentos e, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a inflação em 2019 atingirá 10.000.000%.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Potiguar disse:

    Venezuela é uma ditadura? Por menos mataram Herzog, Zuzu Angel… na nossa "dita branda". Obs. Eu sei que a crise está feia lá, mas com certeza, não se compara ao Brasil do "feijão duro na queda".

PRESIDENTE: Votos brancos e nulos no RN somaram 159.742

Números finais mostram mais de 18% dos eleitores potiguares deixaram de votar no segundo turno das eleições 2018. Quanto aos votos brancos ou anulados para presidente, mais de 159 mil não se sentiram representados.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Aldemir disse:

    Realmente , não faz sentido…
    Nem continência?

  2. Joca disse:

    Pois eu saí de casa para votar 88, ou seja, anular. A CF de 1988 diz que o voto é obrigatório, então 88 neles, já que não me sinto representada. Por que legitimar alguém com o meu voto? Nem oligarquia nem Gopi, nem Lula/Hadad, nem Bolsonaro/misógino/conservador arcaico/. #Nulo, me representa!

  3. Jose Carlos disse:

    Não consigo entender um cara, no dia de domingo, sair de casa, ficar numa fila, para votar nulo ou branco. Seria muito mais saudável ficar em casa e depois pagar uma multa de R$3,5.

    • Bruno Lira disse:

      Brasileiro gosta de votar! Poucos são os que anulam o voto conscientemente. 90% dos votos nulos são consequência da baixa instrução do povo.

    • Aldemir disse:

      É porque é R$ 3,50 + passagem ida+volta ao TRE e o tempo gasto para ir e voltar.
      Sai mais barato ficar na fila e votar mesmo…

    • Everton disse:

      Nulo também é uma forma de se manisfestar, principalmente para cargos do legislativo chibata que é o desse BR.
      E sim, voto obrigatório é um câncer, se fosse facultativo acabava a mamata dos servidores do TRE/TSE.

Dólar vai a R$3,59 na abertura após Bolsonaro ser eleito presidente

(Yekorzh/Thinkstock)

O dólar abriu com forte queda ante o real nesta segunda-feira, com os investidores precificando a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na eleição presidencial e a promessa de responsabilidade fiscal.

Às 9:20, o dólar recuava 1.62 por cento, a 3,595 reais na venda, depois de terminar a sexta-feira no menor valor em 5 meses, de 3,6546 reais, em queda de 1,32 por cento. O dólar futuro tinha baixa de 1,61 por cento.

Em seu discurso após ser declarado vitorioso, Bolsonaro prometeu respeitar a Constituição, fazer um governo democrático e unificar o país, além de defender compromisso com a responsabilidade fiscal.

Paulo Guedes, que comandará o Ministério da Fazenda no novo governo, declarou que buscará zerar o déficit fiscal, além de colocar a reforma da Previdência como prioridade.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de 8,027 bilhões de dólares.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    Pronto. Agora vamos todos viajar ao exterior.
    Vamos ver até quando esse encantamento do mercado financeiro internacional é especulativo vai durar!