Presidente da ABIH-RN, José Odécio, é nomeado pelo Presidente da República, membro do Conselho Deliberativo da Embratur

Foto: Reprodução

Foi publicado nesta quinta-feira, 19, no Diário Oficial da União, os membros do setor de turismo para comporem o Conselho Deliberativo da Embratur – Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo.

Os membros foram designados nessa quarta-feira, 18, pelo presidente Jair Bolsonaro. Dentre os nomeados, está o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte, José Odécio Júnior.

O Conselho Deliberativo é composto pelo ministro do Turismo, que o presidirá; pelo presidente da Diretoria-Executiva da Embratur – Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo; por cinco representantes do Poder Executivo federal; e por quatro representantes de entidades do setor privado do Turismo no País que sejam representadas no Conselho Nacional do Turismo. Cada membro do Conselho Deliberativo terá um suplente, que o substituirá em suas ausências e seus impedimentos.

Confirma a relação dos Conselheiros:

(mais…)

Presidente da OAB diz que não vai se retratar das críticas aos eleitores de Bolsonaro, e diz: “sou militante mesmo”

Foto: Fernando Moraes/UOL

O presidente da OAB disse ao UOL que não vai se retratar das críticas feitas que fez aos eleitores de Jair Bolsonaro. Sobre a recusa de Sergio Moro em recebê-lo por adotar postura de “militante político-partidário”, Felipe Santa Cruz disse:

“Sou militante, mesmo. Sou militante de Direitos Humanos, das causas das mulheres, dos negros, e tenho muito orgulho disso. Por isso, eles não gostam de mim. Não deixarei de ser militante dessas causas, não sou obrigado. Esse é o papel da OAB.”

O Antagonista, com UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Esse cabelo dela não combina com a papada e o pescoço suínos.

  2. Porfirio disse:

    Tem muitos, com essa qualidade ruim.
    É um esquerdopatas, confesso.
    Não precisa dizer mais nada.
    Se for bater cabeça com um sujeito desses, o caba é mais ruim que ele.
    Isso é da turma do Lula ladrão.
    Isolando!!
    Sangue de Cristo tem poder.

  3. Bento disse:

    Lamentável, peppa

  4. Antonio Turci disse:

    Um dirigente como este desqualifica a OAB. Os Advogados dignos deste país não merecem ter um cidadão deste como representante.

  5. Pedro disse:

    A OAB já teve mais responsabilidade e equilíbrio, grandes consultos, pessoas de caráter e responsabilidade institucional, nos desequilíbrios sempre teve papel moderador e construtivo. A OAB e seus e seus conselheiros deveriam enquadrar esse rapaz, que conduz a ordem como uma extensão da sua casa e família.

  6. Darwin disse:

    Lixo

  7. Luz disse:

    Esse é da quadrilha do governo de Pernambuco, que através de manobras contábeis administrativa liberou vários milhões de reais, irregularmente, pra sua esposa juiza e outros membros do tjpe, não poderia ser de outra forma, cria de luladrão

  8. Julio Cesar Pimenta disse:

    Parabéns Presidente!

  9. Victorino disse:

    Engana que eu gosto, kkkkkk…

  10. Eliesio disse:

    Quem vai dar atenção a essa cachorra? Não tem serventia nenhuma um verme desses…

Moro prega respeito pela OAB, e responde crítica do presidente Santa Cruz: “postura de militante político-partidário”

Foto: Adriana Lorete / Agência O Globo

Sergio Moro acaba de tuitar uma resposta à crítica de Felipe Santa Cruz , presidente da OAB, que disse este ser o pior momento da relação da Ordem com o Ministério da Justiça.

“Tenho grande respeito pela OAB, por sua história, e pela advocacia. Reclama o presidente da OAB que não é recebido no Ministério da Justiça. Terei prazer em recebê-lo tão logo abandone a postura de militante político-partidário e as ofensas ao presidente e a seus eleitores”.

Veja mais – ‘Quem apoia Bolsonaro tem desvio de caráter’, diz presidente da OAB

Disse Santa Cruz, num café da manhã com os jornalistas:

“Ele (Bolsonaro) preside para a minoria. Namora os 12% que apoiam a ditadura, de 12 a 20%, namora os 10% que são racistas, homofóbicos e machistas, ele namora os 10%… ele faz um conjunto de 30% dos piores sentimentos do povo brasileiro. Eu sinceramente acho que quem segue apoiando o governo… Estou convencido, e vou falar uma coisa dura. Quem segue apoiando o governo é porque tem algum desvio de caráter”, disse Santa Cruz”.

Após a coluna publicar a frase, Santa Cruz entrou em contato para fazer o seguinte complemento:

“Bolsonaro vem sim criando uma base em que boa parte das pessoas não possui bons sentimentos. A principal base dele tem esses sentimentos de racismo, machismo e homofobia. Não posso confundir o apoiador dele indiscriminadamente. Essa não é a realidade do conjunto de apoiadores dele, que é composto de vários setores, que têm interesses legítimos. Gostaria de esclarecer que uma frase tirada do contexto dá uma ideia errônea do que falei e do que que penso”.

Guilherme Amado – Época

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Essa figura da OAB não faz jus ao nome. Sua personalidade não parece ser Santa e o maior símbolo cristão, a Cruz, não lhe fica bem.

  2. Antônio Soares Almeida da Costa disse:

    Santa Cruz deveria se dar ao respeito, falta até postura profissional.
    Fala em nome de uma minoria, de forma desabonadora, jogando por terra todo respeito que a OAB tinha. Adotou um discurso e ações político partidária de forma indiscutível e vergonhosa.
    Se mostra semi analfabeto em matemática, afinal a votação que Bolsonaro representa mais que o dobro do veneno com distorções que ele verbalizou.
    Talvez na hora que estava falando lembrou dos números que seus líderes teve e os invocou como sendo de Bolsonaro.
    A grande maioria dos advogados não merece ser representados por esse rapaz. A ficha dele diz tudo sobre suas condutas e personalidade. Lamentável ver a OAB nas mãos de um advogado desse nível. A OAB nunca esteve tão rastejante em sua representatividade.

Assessor de Bolsonaro diz que querem criminalizar com expressão “gabinete do ódio” aqueles que defendem o presidente: “trata-se de um fenômeno real”

Foto: Jovem Pan

Em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, Filipe Martins, assessor de Jair Bolsonaro para assuntos internacionais, negou a existência de um “gabinete do ódio” no governo e acusou os críticos de tentarem criminalizar aqueles que defendem o presidente.

“A impressão que fica é que as pessoas querem criminalizar a defesa do governo, como se qualquer coisa que se diga a favor do governo é por um grupo de milhões de robôs”, afirmou. “É não entender como funciona a internet, os fluxos da informação, que é uma coisa totalmente incontrolável.”

Martins criticou o que chamou de “show” em que teria se transformado a CPI das Fake News no Congresso.

“[Trata-se de] Um fenômeno real que as pessoas estão tentando criminalizar, com a expressão ‘gabinete do ódio’ e todo aquele show que estamos vendo na CPI”, disse.

O Antagonista, com Jovem Pan

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Safira disse:

    Inocente!
    Me engana que gosto.
    A PALAVRA DO CLÃ DE MILICIANOS E DE SEUS LARANJAS É UM RISCO NAGUA. BASTA ALGUÉM CONTESTAR OU BATER FORTE DE FRENTE, QUE VOLTAM ATRÁS COM O RABO ENTRE AS PERNAS.

    • Fran disse:

      O único cabeça dura que não volta atrás quando recebe críticas construtivas, é a cobra de duas cabeças (antiga cascavel) mais honesta do mundo, que com seu insofismável luladrão livre, vai deixando o PT aos frangalhos, para num próximo passo desintegrá-lo. hoje o símbolo de desonestos, cujo PT tinha impichado ao Malufismo, caiu como uma luva na mão do PT, mais bem representada por seu mais ultrajante símbolo, o luladrão. A campanha luladrão livre, além da simbologia da desonestidade, da idolatração de criminosos, deixa um rastro de que enseja o pior pra o país, pois monta uma orquestração com todos, inclusive corrompendo os mais altos graus da república a defender com todo afinco "A IMPUNIDADE". Degradante

    • Filgueira disse:

      Fran…
      Deixa de ser encantado, inocente útil. Nem todo mundo que crítica ou discorda é petista ou eleitor de Lula.
      Acorda alienado.

  2. Carlos Bastos disse:

    Esse tem cara de meliciano

VÍDEO: Presidente da Caern esclarece pontos abordados pelo Senador Styvenson Valentim

Diretor-Presidente da Caern, Roberto Linhares esclarece assuntos divulgados pelo Senador Styvenson Valentim (Podemos/RN) sobre a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joao disse:

    Seria bem pertinente ele explicar como esses rendimentos alcançaram estes valores, as manobras que foram realizadas para que legitimassem os pagamentos

  2. Jacio disse:

    Conheço um engenheiro da caern que ganha mais de 50 mil por mês

  3. Lucia disse:

    QUEM GOSTA DE FAKES NEWS MESMO?

  4. Tetê disse:

    E os salários milionários? Tem que privatizar a Caern urgente.

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Mostre os 3 últimos contra cheques. Aí a gente tira as duvidas realmente.

  6. jorge duarte disse:

    tá bom de privatizar. A COSERN melhorou muito depois que privatizou. Infelizmente nada na mão do estado do RN tem dado certo.

  7. Espedito Júnior disse:

    Parabéns, Professor Roberto! Quem o conhece sabe bem o peso de suas palavras, e o perfil de idoneidade e responsabilidade à frente desta casa! Gestão de transparência nas mãos de quem conhece bem gerir pessoas e recursos com ética e produtividade! Salve, salve, Triunfo Potiguar!

    • Jv disse:

      O que o senador falou foi que o salário do senhor Roberto é de 70.000,00 reais. A respeito disso o senhor Roberto não falou nada.

Pesquisa da Veja em hipotético cenário com Lula nas eleições em 2022 apresenta derrota de petista para Bolsonaro ou Moro

Foto: (Marcos Corrêa/PR; Cristiano Mariz; Nacho Doce/Reuters)

A Veja/FSB encomendou uma pesquisa sobre a disputa presidencial de 2022. Em um hipotético cenário com Lula no páreo, o petista amargaria derrotas para Bolsonaro e Moro. Confira abaixo:

No primeiro turno, Jair Bolsonaro teria 32% e Lula 29%.

No segundo turno, Bolsonaro derrotaria o petista (na hipótese de que ele pudesse concorrer ou ainda estivesse solto) por 45% a 40%.

A Veja pesquisou a hipótese de Sergio Moro e Lula disputarem o Palácio do Planalto em 2022

No segundo turno, Moro derrotaria o ex-presidente com uma margem mais folgada do que Jair Bolsonaro: 48% a 39%.

No primeiro turno, daria empate em 36%.

O Antagonista, com Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nasto disse:

    GENTE , VAMOS ESQUECER LULA. ESSE SR. JÁ ERA . JÁ PASSOU O TEMPO DELE. TORCER QUE SURJA UM NOVO LÍDER NESSA NAÇÃO . O BRASIL NECESSITA DE HOMENS DE BEM , O QUE ESTÁ DIFICIL DE APARECER . LADRÃO, LADRÃO, JÁ BASTA.

  2. AVELINO disse:

    A IMBECILIDADE ANDA SOLTA NO MUNDO ATUAL, SE ESSE FICHA SUJA, AINDA TEN QUE O SIGA É POR QUE O MUNDO REALMENTE TÁ COM PROBLEMAS SOCIAIS SERISSIMOS. QUE DEUS TOME CONTA DE NÓS.

  3. max willamy disse:

    – o pt não é um partido é uma instituição de influenciar o povo pequeno e estudantes com lezeiras e mentiras,confundir o povo com coisas que não existe,MAS O POVO SABE,QUEBRARAM O BRASIL CONSTRUINDO AEROPORTOS,PORTO,RODOVIAS EM ANGOLA,VENEZUELA E CUBA ,ainda querem o quer? o dinheiro do brasil esta nestas construções sem falar da transnordestina cadê o dinheiro lula e dilma?
    – agora o brasil esta crescendo o,5% este ano por causa da casa que conseguimos arrumar,agora vamos próximo ano 2020,dar uma arrumada nos cofres estaduais e municipais,o nordeste vai crescer,vai fazer o cinturão verde,vai fazera produção dos pequenos agricultores produzir mais 2020 é brasil é nordeste!

  4. PAULO disse:

    PESQUISA FEITA PELA VEJA,PRA PASSAR A IMPRESSÃO AO POVO QUE LULADRÃO ESTÁ VIVO POLITICAMENT,É PIADA ,ATE NO NORESTE ELE VAI LEVAR CACÊTE DESSA VEZ…..

  5. Delano disse:

    Parece que a vaza jato, tá igual a carochinha, ninguém acredita. O tiro saiu pela culatra. Rsrsrs

  6. Henrique disse:

    Ainda perdem tempo com esses absurdos…. vou repetir e se continuar , vou desenhar.

    LULA é LADRÃO e está INELEGÍVEL….

  7. Zezim disse:

    Lula Molusco vai disputar as próximas eleições e vai ser derrotado. Isso significará o fim do PT.
    Espere e verás.

  8. Irany Gomes disse:

    Esse verme é um defunto político, acabou com o país, somente os preguiçosos passa- fome do Nordeste votam nesses FDP, porque quem realmente produz e ganha seu pão no dia a dia, já foi enganado por ele, e não cai na conversinha chula deste marginal!

  9. Silva disse:

    Quem foi que disse que esse criminoso tem esse perventual de votos??
    Me engane que eu gosto.

  10. Waldemir disse:

    Gostaria de saber por que o STE deixa fazer pesquisa com quem esta impedido de ser candidato ??????

  11. Anti-Político de Estimação disse:

    Qualquer menino buchudo sabe que Lula é carta fora do baralho e jamais estará apto a disputar eleições no curto ou médio prazo. A pergunta a ser feita é : a quem interessa essa polarização ?????? .
    Esta estratégia já está ficando desgastada.

  12. Mário Pacheco disse:

    Qual a necessidade dessa pesquisa? No que isso vai ajudar o país?
    Partindo do princípio que o ex presidente tem 02 condenações, a veja está dizendo que o ex presidente não está enquadrado na lei da ficha limpa e assim pode participar de eleição?
    Será que a veja está prevendo que o STF vai acabar com a lei da ficha limpa e assim o ex presidente pode participar de eleição?

Presidente da CCJ do Senado pauta votação de projeto de prisão em 2ª instância para a semana que vem

Foto: Marcos Oliveira / Agência Senado

Após o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro , afirmar nesta quarta-feira que não vê motivos para postergar a aprovação de propostas no Congresso para restabelecer a prisão após condenação em segunda instância , a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), anunciou que pautou a votação do projeto de lei que institui a prisão após condenação em segunda instância como primeiro item da próxima reunião do colegiado, na terça-feira da semana que vem. O anúncio foi feito na audiência com a presença de Moro.

Moro defendeu que a questão é urgente no âmbito da justiça e segurança pública, argumentando que “quanto antes, melhor”.

A decisão ocorreu quase uma hora depois de ela receber um manifesto assinado por 43 senadores, maioria absoluta dos integrantes da Casa, que tem 81 integrantes. Ao fazer o anúncio, Simone se referiu ao acordo feito durante reunião de líderes da Câmara e do Senado na semana passada, quando decidiu-se priorizar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que tramita na Câmara.

A articulação para tentar mudar a lei sobre a prisão após o trânsito em julgado (quando não há mais recursos disponíveis para a defesa) começou antes mesmo do final do julgamento no Supremo.

A CCJ do Senado deve votar um projeto de lei que altera três pontos do Código Penal para permitir a execução da pena após condenação em segunda instância. A proposta tramita paralelamente à PEC debatida na Câmara. O PL é terminativo, ou seja, se aprovado na comissão, pode ir diretamente para a Câmara, a não ser que haja recurso para que a matéria seja votada no plenário do Senado. A proposta, diferentemente da PEC que tramita na Câmara, necessita apenas de aprovação da maioria simples nos plenários das duas Casas.

Ao anunciar a data de votação do projeto, Simone lembrou que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), prometeu, mas não apresentou ao Senado um calendário para a análise da proposta na Casa, além de instalar uma comissão especial para a matéria, o que também não ocorreu até o momento.

— O presidente Maia, procurando o presidente desta Casa, se comprometeu com o Senado Federal que apresentaria um calendário e que criaria uma comissão especial. Essa comissão especial estaria sendo instalada hoje, o calendário ia ser apresentado até ontem ou hoje, não foi apresentado ainda — declarou.

A senadora fez críticas indiretas a Maia ao defender o respeito ao caminho de cada parlamentar e rechaçar a omissão do Congresso neste momento.

— O que não nos cabe neste momento, a meu ver […] é a omissão, e muito muito menos esquecermos de que esse é um sistema bicameral. Nós temos projetos tramitando concomitantemente na Câmara e no Senado sobre diversos assuntos. E para isso existem duas Comissões de Constituição e Justiça. Nem o presidente daquela Casa poderá dizer para nós que o nosso projeto pode ser eivado de vício, e portanto judicializado, muito menos nós poderemos fazer o mesmo em relação à Câmara dos Deputados – declarou.

Sobre o cenário no Senado, ela disse que foi procurada na semana passada por vários líderes que diziam estar falando pela maioria da Casa e que, na ocasião, disse que se curvava ao posicionamento como presidente da CCJ, “se fosse essa a maioria dos senadores”.

— O colégio de líderes não estava falando naquele momento, ou se estava, houve uma mudança de direcionamento, pela maioria absoluta do Senado Federal […] O manifesto diz o contrário — comentou.

Ela alegou ainda que tem o dever de cumprir o que está no regimento interno e argumentou que só é possível suspender ou paralisar um projeto que já está em pauta na comissão “por maioria absoluta deste colegiado ou pelo unanimidade do colégio de líderes, a não ser que o colégio de líderes esteja falando pela maioria absoluta dos senadores”.

— Então é minha obrigação, meu dever, pautar imediatamente para a próxima sessão como primeiro item da pauta o PL 166, do senador Lasier Martins — declarou Simone, acrescentando que a decisão será mantida independentemente de se aumentar ou de se retirar nomes do manifesto.

‘Direito do Senado’, diz Maia

Na tarde desta quarta-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que não iria tratar da proposta citada por Tebet, pois não é presidente da Senado. Também avaliou que a tramitação da PEC na comissão especial da Câmara pode terminar “em fevereiro ou início de março”.

— É um direito do Senado (votar a proposta). A gente trata da Câmara. A Câmara hoje instalou uma comissão especial de uma proposta que eu acredito que seja constitucional e que resolve o problema de forma definitiva em todos os tipos de crime. Acho que é o mais correto e justo para a sociedade brasileira — disse Maia.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renata Bastos disse:

    Finalmente uma boa notícia!

  2. Silvino disse:

    Parabéns a essa sábia decisão da maioria do senado, é uma decisão que ratifica a 1a decisão do stf, e coincide com a posição da imensa maioria do povo brasileiro. Diante do caos da violência e de corrupção do país, não poderíamos deixar de utilizar um remédio constitucional e que terá uma eficácia potente pra frear esse caos, o criminoso sabendo que irá pagar com a prisão em 2a instância, pensará 10 vezes antes de cometer o crime. Apesar que tem criminosos que não conseguem frear o seu ímpeto de roubar, mesmo tendo sido flagrados roubando a 1a vez, como é o caso dos ladrões do mensalão, que repetiram o roubo no petrolão, e já com a lava-jato em andamento eles continuavam cometendo assalto aos cofres públicos, sem o menor pudor.

VÍDEO: Michele Bolsonaro invade live do presidente, faz declaração de amor e celebra 12 anos de casamento com direito a beijo

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, “invadiu” a live semanal do presidente na noite dessa quinta-feira(28) para uma homenagem aos 12 anos de união do casal. O breve registro teve direito a beijo e declaração de amor.

“Obrigado Deus pela minha família, pilar fundamental em todos os momentos! – Obrigado, minha esposa, por estar sempre ao meu lado! – Bom dia a todos!”, disse Jair Bolsonaro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joãozinho mito disse:

    Essa é aquelazinha q a avó, o tio, primo e irmãos são bandidos conhecidos da policia do DF? Ah ta, logo vi, família de milicianos só casam com milicianos.

  2. Santanense disse:

    A inveja mata kkkkk

  3. Manoel disse:

    E qual a solução que você indica para isso? Tabelar os preços como é feito na Venezuela, Cuba, Argentina?

    • henrique disse:

      Quando era o Governo do PT a história era outro, deixe de fanatismo amigo.

  4. JBBatista. disse:

    Grande noticia! enquanto isso acontecia o festival de aumentos continuam ovos,carne,água,energia,combustíveis. vamos todos para a black friday.

Temer critica radicalização de Lula, prevê reeleição de Bolsonaro e vê estratégia na postura dos filhos do presidente

Foto: Montagem/(Agência Câmara/Reuters)

Na entrevista a O Antagonista, Michel Temer disse acreditar que a polarização estará mantida no cenário político brasileiro nos próximos anos e previu a reeleição de Jair Bolsonaro em 2022, se a economia melhorar.

“Ele [Bolsonaro] tem um bom índice de aprovação. Evidentemente, ele joga sempre para esses 30%, 35% [do seu eleitorado]. Se a economia for bem, eu acho que ele tem chance. É um candidato muito competitivo, sem dúvida. Já começa pelo fato de ser presidente. E se somarmos a isso uma economia crescendo… A economia é tudo. Aí, você sabe, a chance é muito grande.”

Temer criticou a postura dos filhos de Bolsonaro, mas acredita que há uma estratégia por trás das interferências da família no governo e as crises virtuais.

“Se você me perguntar: ‘Será que vale a pena isso que está sendo feito?’ Para as minhas teses, não. Porque as minhas teses são de pacificação do país, de unidade do país. E claro que essas coisas acabam radicalizando. Agora, Bolsonaro tem uma grande experiência parlamentar, 28 anos no Congresso Nacional fazendo política, os filhos são políticos. Eu acho que pode ser uma estratégia. Do tipo o seguinte: ‘Bem, eu tenho de 30% a 35% do eleitorado, [então] eu vou conservar isso, que é um eleitorado muito sólido, firme em relação a ele [Bolsonaro]’. Mas também é um pouco do estilo dele, o estilo dele sempre foi esse também.”

Na avaliação de Temer, os primeiros discursos de Lula ao deixar a cadeia confirmam a impressão de que a polarização estará mantida em 2022.

“Ele [Lula] radicalizou. Essas coisas de radicalização, de um lado e de outro, não são úteis para o país. Eu sairia [da cadeia] pregando. Não quero comparar com o [Nelson] Mandela, mas eu sairia… É um problema de [falta de] sabedoria política. Ele não foi sábio politicamente. Eu compreendo até as emoções, ele passou 500 e poucos dias na cadeia. Mas tem que ter frieza.”

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciano disse:

    O PIOR É QUE TEMER TEM RAZÃO: BOZO É UMA VERSÃO DELE PIORADA. POIS ALÉM DE ODIAR POBRE, GAYS, NEGROS É MULHERES, ADORA MENTIR DESCARADAMENTE.

  2. Zé priquito disse:

    Temer e o que o gato enterra é a mesma coisa.

  3. Gilvan disse:

    Com um governo de 90 por cento de rejeição não tem cacife para opinar.

  4. Pedro disse:

    Condições = confissões…….

  5. Pedro disse:

    O jararaca nove dedos devia escutar essa outra cobra da política Nacional. Eles se completaram no passado, esse é matreiro, ladrão de fina estampa, vive em todo o tempo, uma raposa em pele de cordeiro, já o pingunço querendo dar uma de sabido, sai logo atirando, para recompor o seu eleitorado, devia se lembrar que não tem sombra, cumpanhero, dinheiro, empreiteira e financiadores, bem como apelo folclórico de sofredor já que ficou rico roubando, outra, a máquina do governo está nas mãos de um adversário que vai vender caro a sua saída, como mesmo reconheçe Temer. Nove dedos para ser eleito a primeira vez levou 12 aninhos para convencer os incautos, agora com as condições de seus próprios lugares tenente iguais a Leo Pinheiro, Marcelo e Emilio Odebrecht, o coroinha Palocci e mais uma centena de amigos, além da sua idade e políticos de carisma e peso ao seu lado, a estrada vai ser longa. Ninguém aguenta mais tanto pavoneio, arrogância e mentira.

  6. Bira disse:

    Temer está em destaque nas notícias de hj…. quem está ganhando com essa promoção toda???

    • Henrique disse:

      Lula esteva preso porque roubou , certíssimo. E temer que rouba há 40 anos e livre,leve e souto.

Bivar é reeleito presidente do PSL

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Luciano Bivar foi reeleito presidente do PSL.Ele ficará no cargo por mais dois anos.

A Executiva Nacional da legenda, em reunião em Brasília, ainda definiu que o deputado Júnior Bozzella será o segundo vice-presidente do partido — cargo que estava vago desde a saída de Gustavo Bebianno.

O Antagonista

MPF denuncia gestor de projeto cultural da UFRN por desvio de verbas de convênio no então Ministério da Cultura

Foto: Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o presidente do projeto musical popular Pau e Lata por desvio de recursos de convênio com o Ministério da Cultura (MinC), celebrado de 2006 a 2009, no âmbito do Programa Cultura Viva/Pontos de Cultura. Danúbio Gomes da Silva é acusado de desviar R$ 58 mil – quase 50% do valor repassado pelo poder público – e, ainda, de ocultar contas e documentos relativos ao convênio.

De acordo com a denúncia, Danúbio emitiu oito cheques contra a conta da Associação Pau e Lata em favor próprio. Apenas um dos cheques, no valor de R$ 2 mil, foi debitado dentro da vigência do convênio. O último montante, de R$ 25 mil, só foi descontado em maio de 2012, quase três anos após o término do prazo.

Além disso, dois cheques de R$ 1 mil e R$ 7 mil, foram repassados, respectivamente, a José Altemir da Silva – vice-presidente da associação – e a Maria Margareth de Lima – então professora da UFRN e assessora do projeto. Nenhum dos valores teve destinação comprovada. Maria Margareth afirmou em depoimento que recebeu o valor como pagamento por serviços de assessoria, prática vedada pelo convênio.

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Ah, esses paladinos da honestidade e de reputação ilibada 'daziskêrda' papa-jerimum.

  2. Osmar Souza disse:

    Bolsonaro tem razão!

Presidente da CCJ da Câmara pauta PEC da 2ª instância para segunda

O presidente da CCJ da Câmara, Felipe Francischini, pautou para a próxima segunda-feira, dia 11, a votação da PEC que tramita na Casa com proposta de constitucionalização da prisão após condenação em segunda instância, informa a Crusoé.

Trata-se da PEC apresentada no ano passado pelo deputado Alex Manente, do Cidadania.

Presidente da CCJ da Câmara pauta PEC da 2ª instância para segunda

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Estranho que só tome essa providência agora, depois que "Inês" foi ressuscitada pelo STF amigo.

  2. Maria disse:

    Somente agora esses funcionários-modelo (desde quando) , os deputados, vão se mexer e fazer algo pela sociedade. Que patrão aguentaria um funcionário tão devagar e irresponsável assim?

Presidente da CCJ do Senado diz que pautará prisão em segunda instância na próxima sessão

Foto: Jorge William / Agência O Globo

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir ontem sobre prisão em segunda instância, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado , Simone Tebet (MDB-MS), vai pautar uma proposta de emenda à constituição do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) para a primeira sessão do colegiado.

— Diante da decisão do STF, principalmente da declaração de voto do presidente daquela Corte no sentido de que o Congresso pode alterar a legislação sobre a prisão em 2a instância, incluirei, na pauta da próxima reunião da CCJ, a PEC de autoria do Senador Oriovisto — afirmou Tebet ao GLOBO.

— A previsão é que a reunião da Comissão de Constituição e Justiça não ocorra na semana que vem devido ao encontro da cúpula dos BRICS ( Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) no Itamaraty na quarta e na quinta-feira da semana que vem, quando a área do Congresso terá acesso restrito.

A articulação para tentar mudar a lei sobre a prisão após o trânsito em julgado (quando não há mais recursos disponíveis para a defesa) começou antes mesmo do final do julgamento no Supremo. Um abaixo assinado com a adesão de 42 senadores foi levado ao presidente do STF, Dias Toffoli, antes do julgamento. Para conseguir aprovar uma mudança constitucional no Senado são necessários 49 votos no Senado, em dois turnos, e 308 votos na Câmara.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), porém, demonstra resistência em pautar a proposta. Na quarta-feira, antes mesmo do término do julgamento, Alcolumbre avisou que não “teria perspectiva” o avanço dessa matéria no Senado.

— Isso aí? Não tem nem perspectiva — disse ao GLOBO, ao responder sobre a pressão dos colegas.

A PEC, de autoria do senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), acrescenta trecho ao artigo 93 da Constituição: “decisão condenatória proferida por órgãos colegiados deve ser executada imediatamente, independentemente do cabimento de eventuais recursos”. Ela é relatada pela senadora Juíza Selma (Podemos-MT). Signatária do abaixo-assinado, Selma já apresentou seu parecer favorável, fazendo apenas uma emenda de redação.

— Vamos conseguir galgar esse degrau. O Brasil vai conseguir sair dessa insegurança jurídica que nós vivemos hoje e vamos superar mais uma das crises causadas pela omissão do legislador ou pelo ativismo judicial — disse Selma.

Além dos 42 senadores que assinaram o manifesto entregue a Toffoli, Flavio Bolsonaro (PSL) já se manifestou favorável ao tema. Os parlamentares acreditam que podem conseguir chegar aos votos necessários para a aprovação no Senado.

Na Câmara, porém, há mais resistências. O presidente da CCJ daquela Casa, Felipe Francischini (PSL-PR), pautou uma proposta semelhante na comissão, mas ainda não conseguiu aprovar.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Véi de Rui disse:

    O congresso não pode ficar batendo continência pra esses partidários do petismo corruptos, tem que se impor!

  2. Sandro disse:

    O clã Bolsonaro vai precisar se for condenado junto com os milicianos que os apoiam e tiram fotos juntos. Se preocupem não, Flavio rachadinha naro, vai votar contra.

  3. Val Lima disse:

    Simone é uma Senadora sem amarras…Poderia ter sido Presidente do Senado se não fossem os caciques do partido ao qual faz parte,jogarem no time do Renan….Hoje temos essa figura (Alcolumbre) ridícula e submissa ,que mais lembra o Severino baixo clero q foi presidente da câmara dos deputados

Walter Alves é eleito por aclamação presidente do MDB no RN

O deputado federal Walter Alves foi eleito na manhã desta segunda-feira(21), por aclamação, presidente do Movimento Democrático Brasileiro(MDB) no Rio Grande do Norte.

A escolha aconteceu na sede do partido, e também definiu os vices, secretários, tesoureiros, lideranças e conselhos, conforme lista abaixo.

Foto: Reprodução

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alaca disse:

    Garibaldi não larga o osso nunca, essa família Alves é a maior sugadora do poder publico da história.

  2. CICERO disse:

    OS ALVES SÂO OS DONOS DO MDB RN,PRA QUÊ ELEIÇÕES ???

    • Diogo disse:

      Donos do partido e com uma boa parcela do próprio estado. Nasceu com esse sobrenome, as portas se abrem.

Habib Chalita é eleito presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes Bares e Similares do RN

Foto: Divulgação

O hoteleiro e empresário Habib Chalita é o novo presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS).

Com experiência no setor, ele foi eleito por aclamação e assume a presidência do Sindicato para um mandato de cinco anos. Ele destaca a importância destas áreas têm na economia potiguar. “Somos um estado com grande potencial turístico. Além disso, o cidadão que mora aqui tem buscado conhecer mais a gastronomia e as opções de lazer nos bares e restaurantes”, disse.

Para Chalita, assumir a presidência do Sindicato é uma missão importante e que vai buscar ressaltar aos associados o papel que a entidade tem junto à sociedade e como isso pode contribuir para o fortalecimento do SHRBS no Rio Grande do Norte.

O novo presidente informou que vai buscar contato com os empresários e hoteleiros de todo o estado. “Sabemos do potencial e que quem atua nestes setores desempenha um papel de destaque na economia’, concluiu.

Presidente do TRF-4 diz que Lula ‘desfruta de condição especialíssima’ e ‘não é bem-vindo onde está’

Foto: Reprodução

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Victor dos Santos Laus, afirmou nesta terça-feira (1) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “desfruta de condição especialíssima” ao cumprir pena na cela da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde está desde abril de 2018.

Laus fez o comentário um dia depois de Lula indicar que pode não aceitar ir para o regime semiaberto, como pediram à Justiça os procuradores da Lava Jato.

“Faz parte desse contexto de não assimilar o resultado do julgamento. O ex-presidente desfruta de uma condição especialíssima. Ele não está preso num estabelecimento que é destinado a todos os presos, ele está na dependência da Polícia Federal, uma situação absolutamente especial. Até em função da condição dele, e porque ele responde a outros processos, se entendeu adequado que ele permanecesse. Pode-se dizer que é uma regalia”, avaliou Laus em entrevista à rádio Gaúcha.

Na solicitação do MPF, feita na semana passada, os procuradores afirmam que Lula tem bom comportamento e está na iminência de cumprir 1/6 da pena – o que lhe garantiria o benefício. Ele está preso pela condenação no caso do triplex do Guarujá (SP).

Em carta divulgada na segunda, o ex-presidente disse que não aceita ‘barganhar’ por sua liberdade. Sua defesa diz que a progressão do regime não pode ser imposta, e que ele não aceita qualquer condição colocada pelo Estado por não reconhecer a legitimidade do processo que o levou à prisão.

O presidente do TRF-4 acrescentou, durante a entrevista, que já recebeu manifestações da comunidade que vive no entorno da PF em Curitiba, “pedindo várias vezes que o ex-presidente saia” da cidade.

“Ele sabe que não é bem-vindo onde ele está. O fato de ele recusar um benefício, é uma situação extraordinária. Uma vez implementado o tempo necessário à progressão, ele progride de regime, e pode ser requerido pelo MP, porque o sistema tem a necessidade de oferecer a vaga a outra pessoa”, completou.

O fato de Lula ter divulgado a carta e se negar a aceitar o benefício, no entendimento de Laus, não impacta nas avaliações dos desembargadores que vão julgar sua segunda condenação no TRF-4, na ação do sítio de Atibaia. Ainda não há data para o julgamento.

“O ex-presidente se considerar injustiçado, faz parte do manual de quem conhece a justiça criminal. Ele tem todo o direito de não aceitar o julgamento, mas seria importante que, como ex-presidente, ele internalizasse o fato, elaborasse o fato, porque sua responsabilidade foi reconhecida com base em provas. Ele não vai mudar a realidade dos fatos”, pontuou.

Laus assumiu a presidência do TRF-4 em abril deste ano. Nesta função, ele não participa das sessões de julgamento.

Quando estava na 8ª Turma, acompanhou o relator, João Pedro Gebran Neto, condenando Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na segunda instância. A pena foi de 12 anos e 1 mês de prisão. Mais tarde, Lula recorreu ao Supremo Tribunal Federal e conseguiu reduzir o tempo para 8 anos e 10 meses.

De acordo com o artigo 112 da Lei de Execuções Penais (LEP), a progressão de pena pode acontecer “quando o preso tiver cumprido ao menos um sexto da pena no regime anterior e ostentar bom comportamento carcerário, comprovado pelo diretor do estabelecimento”.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Primeiro caso de livramento coercitivo!
    "Nunca ântef na iftória dêft paíf"…

  2. Ferreira disse:

    AGORA QUE ESTÁ SENDO PROVADO QUE TODO O PROCESSO CONTRA ELE FOI UMA FARSA MONTADA PARA DERRUBAR DILMA DO PODER EM UM GOLPE JÁ CONFESSADO, E CONFIRMADO PELA COMUNIDADE INTERNACIONAL, QUEREM SOLTAR ELE A FORÇA?
    NÃO DÁ PRA ENTENDER, PORQUE LULA ERA TÃO CULPADO E HAVIA TANTA PROVA CONTRA ELE E PRECISARAM FAZER TANTA COISA ERRADA, USANDO INCLUSIVE PROVAS ILICITAS NO PROCESSO.
    E POR FALAR NISSO, O QUEIROZ JÁ FOI CHAMADO PRA DEPOR?

  3. Lampejao disse:

    MANDA ESSE "PAPUDIM" PARA BANGU 1 QUE ELE SE OBRA TODO…….KKKKKKKKKKKKK

  4. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Manda esse VAGABUNDO LADRAO para Venezuela

  5. alex disse:

    Será que os petralhas irão gritar LULA PRESO?

  6. Marta disse:

    Depois que o Lula novededos assinar o documento negando o seu direito à progressão de regime, podem fazer a transferência dele pra uma penitenciária federal… pode ser até a Papuda, onde tem muitos amiguinhos lá…. o que não pode é o povo ficar pagando o "hotel" dele…

  7. Jesus na goiabeira disse:

    Dallagnol agora Ora e faz Jejum para Lula aceitar sair da prisão

    • Tião disse:

      Isso é a lei que o CANALHA do luladrão manteve em vigência. Criminosos q cumprir 1/6 da pena, o mp é obrigado a pedir a soltura do patife, pode ser um criminoso simplório ou um do nível de periculosidade do luladrão, que solto pode fazer um enorme estrago nas verbas públicas.

    • Jácio disse:

      Manda este ladrão para a papuda.