OVNIS – VÍDEO: Governo dos EUA autoriza e Pentágono divulga imagens com objetos voadores não identificados

Fotos: Reprodução/CNN Brasil

O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, publicou nesta segunda-feira (27) três vídeos nos quais objetos não identificados são observados e que já haviam sido publicados em várias mídias quando vazaram. A publicação é uma autenticação das imagens, mas não pode ser considerado a confirmação de que o Pentágono trabalha com a ideia da existência de vida extraterrestre.

Em uma declaração, o Departamento de Defesa observou que esta decisão procura “esclarecer quaisquer equívocos do público sobre se o material que circulava era real ou não, ou se há mais nos vídeos. Os fenômenos aéreos observados nos vídeos permanecem classificados como ‘não identificado’ “.

Um dos vídeos foi gravado por militares em 2004 e outros dois, em 2015.

Nos vídeos de 2015, é possível ouvir os comentários de militares norte-americanos, se perguntando o que seriam os objetos. O terceiro vídeo mostra o objeto voando com muita velocidade por cima do oceano.

Veja as imagens divulgadas pelo Pentágono:

R7, EFE e CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior play disse:

    Ja foi divulgado o link e outros links está no canal space today YouTube.

  2. Giba disse:

    O GADO vai já falar que são os comunistas kkk em tudo eles acreditam.

  3. Neco disse:

    Se vc vir algo voando e não consegue identficar, é literalmente um OVNI para vc.
    Agora, afirmar que é um artefato oriundo de vida inteligente são outros 500.

  4. Naldo disse:

    Não sei se julgo ceticismo ou ignorância dos únicos seres do universo que não tem inteligência capaz de aceitar que o universo é muito grande para que só exista uma raça viva e pensante.
    Sinto pena desse tipo de vivente.

  5. pedro disse:

    Malditos Russos…mal conseguimos vê-los…kkkk
    Acelera EUA, ou vão comer poeira dos hipersônicos….

  6. Guilherme disse:

    Drone

ITEP-RN fecha parceria com especialista mundial para reconstrução facial de cadáveres não identificados

Fotos: Divulgação

Com o objetivo de permitir a reconstrução facial em tecnologia 3D a partir de crânios encontrados em cenas de crimes, possibilitando a aproximação com a fisionomia real e a identificação do cadáver encontrado em decomposição, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN), por meio do Instituto de Medicina Legal (IML) fechou uma importante parceria com o professor Cícero Morais, 3D designer e especialista com reconhecimento mundial em reconstrução facial forense que irá fornecer os softwares desenvolvidos gratuitamente.

“A partir de plug-ins que desenvolvi para atuar junto com o software Blender conseguimos atender várias demandas, entre elas a da perícia criminal com a aproximação da fisionomia da face de um cadáver e até mesmo de um corpo inteiro. Há possibilidade ainda de utilizar a fotogrametria que possibilita a partir de fotografias de um objeto reconstruí-lo em 3D, podemos ainda importar e converter tomografias, separando áreas especificas como osso, tecido, dentes, o que permite, também na área pericial, digitalizar cenas de crime para fazer aproximações de acidente de trânsito, por exemplo”, explicou o professor Cícero Morais, que visitou o Núcleo de Antropologia Forense do IML e foi uma das atrações da Campus Party Natal 2.

O diretor do IML e coordenador do Núcleo de Antropologia Forense do ITEP-RN, perito Fernando Marinho, destacou que a aproximação do Instituto com o especialista se deu desde 2013 e no último final de semana foi fechada a parceria com a cessão gratuita dos softwares.

“A parceria IML e o professor Cícero Morais chega para corroborar com o trabalho que vem sendo desenvolvido no Núcleo de Antropologia Forense deste Instituto. Inicialmente iremos empregar esses conhecimentos técnicos nos casos de ossadas não identificadas visando à reconstrução facial com o objetivo de futura identificação. Ressaltamos que esta parceria não visa fins lucrativos para as partes, ou seja, não gerará despesas para os cofres do Instituto, e consequentemente do Estado”, explicou Fernando Marinho.

O trabalho científico de reconstituição facial forense com os programas desenvolvidos pelo professor Cícero Morais será pioneiro entre os institutos de perícia do país.

“Será um fato inédito entre os institutos de pericia o uso desse conjunto de ferramentas tecnológicas que irá contribuir com a técnica desenvolvida com o Dr. Fernando Marinho no IML/ITEP. A parceria irá permitir que o conhecimento seja repassado a outros técnicos para suprir as demandas do Instituto de forma mais apurada e com maior rapidez”, concluiu Cícero Morais, que além de 3D Designer e especialista em Reconstrução Facial, já realizou mais de 140 palestras em eventos científicos e tem seus trabalhos publicados em mais de 100 idiomas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Evan Jegue disse:

    Único legado do governo Robinson, o ITEP deu um salto, pena que somente ele.