Polícia

Bandidos fortemente armados invadem e roubam parque eólico do RN; estima-se prejuízo milionário em mais de R$ 1,7 milhão entre cabos e ferramentas levadas

A Tribuna do Norte noticia nesta quarta-feira(15) que um parque eólico em Jandaíra, município a 122 quilômetros de Natal, foi roubado na madrugada por um grupo de criminosos fortemente armados. Informações extraoficiais dão conta de que o prejuízo, entre ferramentas e cabos de cobre levados, é milionário( em mais de R$ 1,7 milhão).

Segundo informações preliminares, os criminosos envolvidos na ação estavam fortemente armados, em sua maioria com fuzis e espingardas de alto calibre, cercaram o complexo eólico e renderam um dos funcionários que garantiam a segurança do local.

Ainda segundo a TN, os bandidos teriam utilizado um caminhão da empresa para transportar cabos de cobre em bobinas, além de outras ferramentas. Estima-se que pelo menos 15 homens estavam envolvidos na ação criminosa. O crime será investigado pela Polícia Civil.

Com acréscimo da Tribuna do Norte

Opinião dos leitores

  1. A impunidade favorece os bandidos, quanto tempo vocês acham que um ladrão deste vai ficar na prisão, 2 dias , 2 meses, roubam até grampos de trilhos de trem podendo causar dezenas de mortes e nada acontece, sequestro relâmpago, quanto tempo? Roubo de celular, cordão, relógio e carreira nem é preso. Dessa forma nunca vai melhorar, e podem ter certeza que eles retornarão.
    E os investidores param de injetar dinheiro.

  2. A governadora brilhante e sagaz, pagou o complemento do décimo terceiro salário de, pelo menos, parte dos funcionários da saúde sem correção e com recursos do FUNDEB, isso pode?

    1. Não só o décimo parte dos aposentados da saúde recebeu com recursos do fundeb e a resposta que dero foi erro do Banco

  3. A cada dia tá mais forte o índice de roubo e assalto, explosões e mortes. Misericórdia meu jesus

  4. Fatão botando prá correr as empresas que querem investir, cadê a verba do governo federal para investir em segurança?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Policial militar aposentado é morto durante assalto em parque eólico no litoral potiguar

O portal G1-RN destaca a ocorrência que resultou na morte de um policial militar aposentado, de 56 anos, durante uma troca de tiros com assaltantes na noite dessa quinta-feira (4) em um parque eólico de São Miguel do Gostoso, no litoral Nordeste potiguar. De acordo com a PM, o homem trabalhava como vigilante do local junto com outro policial, quando cerca de 10 homens armados iniciaram uma ação criminosa. Na ocasião, o sargento aposentado reagiu e entrou em confronto com os bandidos, mas foi atingido e morreu ainda no local, antes de qualquer socorro médico.

Segundo a reportagem, a suspeita da polícia é de que os criminosos foram ao local para roubar as armas dos vigilantes. Após o crime, policiais fizeram buscas na região, mas nenhum suspeito foi preso. O caso será investigado pela Polícia Civil.

O policial estava aposentado desde 2020, quando foi para a reserva por ter atingido a idade máxima para o serviço ativo na corporação (55 anos). Ele atuou por 29 anos e 9 meses na PM.

Opinião dos leitores

  1. Ainda bem que no resto do país os servidores aposentados estaduais VIVEM MUITO BEM financeiramente. O problema é só no RN (s.q.n)

  2. Uma pena, com o aumento dos preços dos itens da cesta básica e dos combustíveis os aposentados têm que trabalhar pra compor o orçamento.
    Lamemtável.

  3. Infelizmente está é a realidade dos funcionários ativos e aposentados do estado, exceto algumas categorias e castas privilegiadas, a realidade é de profissionais terem de fazer bico para sobreviver, ativos e aposentados, todos num misere total e viva Fatao.

    1. Vdd. A renda extra é uma realidade do serviço público. E ainda temos meio mundo de imbecis que criticam o servidor público, fala mal e ainda dizem q eles são uma praga. Infelizmente

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *