Polícia

Comerciante é morto a tiros no interior do RN ao chegar em casa com a esposa

Um homem de 52 anos foi morto a tiros quando chegava em casa na zona rural de São Tomé(distante 101 km de Natal) na noite dessa quarta (14). De acordo com o portal G1-RN, que noticiou a ocorrência, a vítima vendia e comprava gado na região e tinha uma casa de festas chamada ‘Clube do vaqueiro’.

Segundo a Polícia Militar, a vitima tinha ido ao centro da cidade com a esposa comprar um lanche para jantar. Quando chegaram em casa o casal foi surpreendido por um criminoso escondido atrás de um caminhão. O bandido anunciou o assalto e atirou várias vezes. Na ocasião, a mulher do comerciante não ficou ferida e o criminoso fugiu. Ainda segundo a PM, nada foi roubado.

O portal G1-RN também destaca que os policiais perceberam o rastro de uma moto e acreditam que havia outra pessoa dando cobertura ao crime.

O comerciante deixa mulher e 4 filhos. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Matéria na íntegra AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Para a esquerda é normal os meliantes é vitima da sociedade sempre defenderam bandidos dando todos os direitos e tirando o poder da policia da agir com rigor e desarmando a população, isso é mentalidade de comunismo puro.

  2. Como ele sabia que o comerciante estava fora, para ficar esperando?
    Pq ele atirou e não levou nada?
    Pq ele deixou a esposa viva para servir de testemunha?

  3. Policiamento só nas praias, portas de bares, comércios e indústrias.
    A bandidagem estão rindo atoa.
    Pior governo do RN da história, incompetência na Saúde, Educação e Segurança.

  4. Engraçado!
    O PT instituiu a Lei do Desarmamento, mas deixou um salvo conduto pra bandidagem executar livremente a pena de morte contra a população.
    E mais: ao que parece, só essa casta (que vive ã margem da sociedade) tem direito aos famigerado Direitos Humanos.
    Lamentável!

  5. Infelizmente esse é o saldo de um governo descontrolado, vazio, sem comando, com uma gestora alheia a condição administrativa, pessimamente assessorada, futil e longe do que o estado precisa. A bandidagem corre a mil, a PM e a civil a 100 e o resultado é esse que estamos vendo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Policial militar aposentado é morto durante assalto em parque eólico no litoral potiguar

O portal G1-RN destaca a ocorrência que resultou na morte de um policial militar aposentado, de 56 anos, durante uma troca de tiros com assaltantes na noite dessa quinta-feira (4) em um parque eólico de São Miguel do Gostoso, no litoral Nordeste potiguar. De acordo com a PM, o homem trabalhava como vigilante do local junto com outro policial, quando cerca de 10 homens armados iniciaram uma ação criminosa. Na ocasião, o sargento aposentado reagiu e entrou em confronto com os bandidos, mas foi atingido e morreu ainda no local, antes de qualquer socorro médico.

Segundo a reportagem, a suspeita da polícia é de que os criminosos foram ao local para roubar as armas dos vigilantes. Após o crime, policiais fizeram buscas na região, mas nenhum suspeito foi preso. O caso será investigado pela Polícia Civil.

O policial estava aposentado desde 2020, quando foi para a reserva por ter atingido a idade máxima para o serviço ativo na corporação (55 anos). Ele atuou por 29 anos e 9 meses na PM.

Opinião dos leitores

  1. Ainda bem que no resto do país os servidores aposentados estaduais VIVEM MUITO BEM financeiramente. O problema é só no RN (s.q.n)

  2. Uma pena, com o aumento dos preços dos itens da cesta básica e dos combustíveis os aposentados têm que trabalhar pra compor o orçamento.
    Lamemtável.

  3. Infelizmente está é a realidade dos funcionários ativos e aposentados do estado, exceto algumas categorias e castas privilegiadas, a realidade é de profissionais terem de fazer bico para sobreviver, ativos e aposentados, todos num misere total e viva Fatao.

    1. Vdd. A renda extra é uma realidade do serviço público. E ainda temos meio mundo de imbecis que criticam o servidor público, fala mal e ainda dizem q eles são uma praga. Infelizmente

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é morto em casa durante tentativa de assalto no interior do RN

A Polícia Militar confirmou que um homem de 57 anos foi morto a tiros dentro de casa durante uma tentativa de assalto na noite dessa quarta-feira (3), por volta de 21h30, no município de Serra do Mel, na região Oeste potiguar. De acordo com a PM, a vítima teria reagido atirando nos criminosos e acabou sendo atingida por um tiro no peito.

Segundo noticiado pelo portal G1-RN, com informações da PM, a vítima estava em casa quando quatro homens armados invadiram a residência dele e anunciaram o assalto. Após a suposta reação do homem, em que foi baleado, os bandidos fugiram com destino ignorado, enquanto moradores levaram a vítima para o Hospital de Serra do Mel, mas ela não resistiu.

Ainda segundo a PM, o carro usado pelos criminosos foi abandonado no local e eles fugiram a pé sem levar nada da vítima. O veículo tinha sido roubado em Mossoró. Policiais de Serra do Mel e de municípios da região realizaram buscas, mas até a publicação desta matéria nenhum suspeito foi localizado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ocorrência da PM em Natal com perseguição e troca de tiros resulta em um morto e três feridos

O portal G1-RN destaca a ocorrência policial em que uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas durante uma troca de tiros entre Policiais Militares e suspeitos de um assalto, na madrugada desta terça-feira (2),  por volta de 1h15, no bairro de Lagoa Seca em Natal. Nenhum militar ficou ferido. Os suspeitos foram socorridos para o Hospital Walfredo Gurgel. De acordo com informações da PM, uma viatura que fazia patrulhamento na Avenida Bernardo Vieira identificou um veículo modelo Prisma, de cor branca, que tinha sido roubado momentos antes nas proximidades de um shopping na Zona Leste da cidade. Na ocasião, ao perceber a presença dos policiais, os bandidos atiraram. Ainda de acordo com a polícia, outro veículo, que dava cobertura aos marginais, um HB20 prata, seguiu em alta velocidade na tentativa de atingir a viatura da PM. Além dos dois carros, uma motocicleta Bros preta também era usada pelos criminosos.

Segundo o G1-RN, o desfecho da ocorrência resultou em troca de tiros em que quatro suspeitos foram atingidos e dois conseguiram fugir. Os feridos – três homens e uma mulher – foram levados para o Hospital Walfredo Gurgel. Um deles, de 25 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu depois de dar entrada na unidade. Os outros, dois homens, de 18 e 21 anos e uma mulher, também de 21 anos, seguem internados.

Ainda na ocorrência, a PM apreendeu 4 celulares e dois capacetes, que teriam sido roubados, além de uma arma de fogo , um simulacro de arma de fogo e munição. A ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Com informações via G1-RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Motorista de aplicativo candidato a vereador nas últimas eleições é morto a tiros em Mossoró; polícia suspeita de latrocínio

Foto: Reprodução

O portal G1-RN noticia nesta sexta-feira(22) que um motorista de aplicativo e candidato a vereador nas últimas eleições foi morto a tiros na noite dessa quinta-feira (21), em Mossoró na região Oeste potiguar. O carro da vítima foi levado pelos criminosos. Segundo a Polícia Militar, a suspeita é de latrocínio, que é o roubo com resultado de morte.

Uma viatura foi até o local e encontrou o corpo de Carlos Reginaldo Nogueira Holanda Júnior, conhecido como “Espanta”, de 31 anos, caído no chão com marcas de tiros. Veja todos os detalhes AQUI em matéria completa.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Comerciante é morto no início da manhã desta segunda-feira na Zona Sul de Natal durante assalto a caminho da Ceasa

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN noticia que um comerciante de 57 anos foi morto a tiros durante um assalto que aconteceu no início da manhã desta segunda-feira (11) no bairro Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. A vítima teria sido baleada ao tentar reagir à abordagem dos criminosos. O caso aconteceu por volta das 5h30 no cruzamento da rua Jaguarari com a avenida Nascimento de Castro. Ricardo Marques de Araújo, de 57 anos, era dono de um mercadinho e seguia em uma kombi, com um funcionário, para a Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa), onde compraria mercadorias.

O portal G1-RN diz que de acordo com o funcionário, que não ficou ferido, os dois seguiam no sentido Centro – Zona Sul e estavam em um semáforo, quando os criminosos pararam ao lado, em um carro modelo monza de cor escura, e anunciaram o assalto. Na ocasião, o comerciante teria tentado reagir acelerando o veículo, porém, os criminosos atiraram e ele parou metros à frente, ferido. Mesmo com a vítima ferida, os homens foram até o comerciante, tomaram o dinheiro que ele levava para compra dos produtos, e fugiram em seguida. Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Todo criminoso sabe que estão livre pra fazer toda e qualquer barbaridade, pois tem apoio do governo do PT. Esses parasitas defendem até a morte seus comparsas que fazer o crime de forma mais aberta, com arma em punho. Já eles, que são criminosos de colarinho branco, esses ficam por trás de birô só montando os esquemas. Portanto somos hoje reféns desses dois tipos de criminosos.

  2. "Tô" doido pra ver ouvir os comentários do super Ivenio Hermes, aquele que acusava Robibsi Faria pir todas as mortes registradas ou não no RN.

  3. Houve avanços nas tempos de presidência do PT? houve, fato inegável e fácil de constatar. Houve desvios e maus resultados? houve, também fácil de constatar. Infelizmente o ultimo, supera o primeiro, temos um Brasil preguiçoso, mal acostumado, pessimamente educado, a marginalidade latente e desenvolta, que não se amedronta, uma polícia amordaçada, os comandos criminosos se locupletanto, mandando no estado, enfim, uma esculhanbaçao sem precedentes, que teve o PT como incentivador e patrocinador dessa situação.

  4. Realmenet tenho me deparado com muitas blitlz, em natal e no litoral sul especificamente, porém um detalhe me chama a atenção, não fui parado nenhuma vez, vi várias vezes os policiais "pousando" juntos para fotos que devem ser para divulgação, chega a ser até cômico, uma ruma de pocicial fazendo pose para foto enquanto a bandidagem passa sem problemas, a impresão que dá é que o patrulhamento real fica em segundo plano, o "importante é aparecer", a crítica não é aos pociliais e sim ao governo do RN.

  5. Mas um trabalhador e pai de família perde a vida de forma covarde e perversa, logo cedinho tentando honestamente ganhar o pão de cada dia vem uns Elementos perverso e cruel e lhe seifam à vida, tudo isso é fruto da insegurança que o cidadão de bem não tem dado pelo governo do Estado, governo esse que está fazendo um policiamento ostensivo apenas para apreender veículos atrasados e humilhado o cidadão de bem .

  6. Falha na segurança.Muita gente nas blitz,poucas abordagens.Carro escuro,monza,com mais de um ocupante….?

  7. Meu Deus, que tristeza. No verdadeiro meio da cidade, Jaguarari com Nascimento! Que abandono total da segurança por este governo! Natal está ficando inabitável!

    1. NATAL BANDONADA !!! OS LADRÕES ESTÃO PARANDO AS PESSOAS PARA ASSALTAREM NO MEIO DA RUA.

  8. Bem.. depois que a vitima morre num assalto na rua, a policia falhou. O "suspeito" ja fugiu.. Segurança publica deveria ser feita mais com prevenção… mais investimento em ronda e policiamento presencial. Investir mais em investigacao parece nao previnir fatos presentes.. pq o bandido passa 2 a 3 meses, talvez preso, coloca uma tornozeleira e continua a fazer mais vitimas. Bandido tem que ter medo pra se educar, nao a populacao. Hoje tem gente demais com anel no dedo recitando palavras bonitas…. ganhando bem… e nao ha sensacao de seguranca com esse povo administrando, nao nossas vidas, mas nossa morte. Nao é a toa que a populacao tem preferencia em se defender, erroneamente.

  9. Esse problema do Ceasa é antigo, porque ainda não criaram um sistema de créditos pra evitar esse tráfego de dinheiro vivo?

    1. Se chama pix…

      Mas vc acha mesmo que comerciante vai querer dinheiro rastreável?

      Não vou culpar a vítima, infelizmente é uma tragédia. Mas o sistema já existe, só preferem não usá-lo.

    2. O cidadao foi assassinado na rua e o problema é da CEASA!?!?!?!
      É direito do cidadao escolher a forma que vai usar pra efetuar os pagamentos de suas compras!
      O PROBLEMA É A DA FALTA DE SEGURANÇA QUE EXISTE EM NOSSO ESTADO, CITO:
      . PROPRIETARIO DE GRANJA E ALVEJADO EM TENTATIVA DE ASSALTO (Sao Gonçalo);
      . POLICIAL RODOVIARIO FEDERAL E BALEADO E TEM SUA PISTOLA ROUBADO EM ASSALTO A SUA RESIDENCIA (Praia de Barreta, salve engano).
      E assim continua. O PROBLEMA E DA FORMA DE PAGAMENTO DA CEASA OU DA FALTA DE SEGURANÇA EM NOSSO ESTADO??????

  10. É muito triste assistir a violência tomar conta de nossa cidade e ao mesmo tempo ver blitz e blitz somente com o intuito de arrecadar com multas. Se distribuíssem melhor a polícia nas ruas fazendo um policiamento preventivo o resultado seria muito melhor.

  11. Como é que esses ocupantes desse Monza sabiam que o comerciante ia com dinheiro pra Ceasa?? Muito estranho!

    1. Sabiam pq já estavam de caso pensado.
      Esse tipo de violência é praticamente inevitável.

    2. É muito coincidência e estranheza .
      O GOVERNO DO PT 3 ANOS X 0 PARA FUNCIONALISMO.

    3. Realmente não precisa ser um gênio para prever que uma Kombi (veículo que carrega 1t e é barato). Na rua da Ceasa as 5:30 da manhã está indo fazer compras e com dinheiro vivo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Suspeito é morto por desconhecido em rua após assalto a conveniência na Zona Leste de Natal na noite desse domingo

Foto: Reprodução

O portal G1-RN noticia que um homem ainda não identificado, suspeito de um assalto a uma padaria e conveniência no bairro Alecrim, na Zona Leste de Natal, foi morto a tiros por uma pessoa não identificada, na noite desse domingo (3), por volta de 18h30. O caso aconteceu próximo à esquina da avenida Presidente Sarmento com a Rua dos Canindés. De acordo com a polícia, uma dupla armada invadiu o estabelecimento e realizou um assalto a funcionários e clientes, tomando dinheiro e celulares, entre outros objetos. Em seguida, os dois homens correram em direção a outra esquina, onde tinham estacionado uma motocicleta. Porém, uma pessoa que estava na rua, e que ainda não foi identificada, atirou contra os assaltantes. Matéria completa AQUI.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil investiga caso de professor encontrado morto dentro da própria casa na Zona Norte de Natal

Foto: Reprodução/TV Tropical

Um professor identificado como Francisco de Assis Silva, de 57 anos, foi encontrado morto dentro da própria casa, que fica localizada no bairro Potengi, zona norte de Natal. O corpo já estava em estado avançado de decomposição.

Os vizinhos notaram a ausência do morador por vários dias e, ao sentirem o mau-cheiro vindo da casa, decidiram averiguar. No local, encontraram Francisco caído no chão da sala, sem vida e completamente despedido. Havia um preservativo no órgão genital do homem e a casa estava revirada.

A Polícia Militar e Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foram acionados para fazer a remoção do corpo e investigar o que pode ter ocorrido com a vítima. Segundo os técnicos de perícia, como o corpo já estava em decomposição, não foi possível identificar, em um primeiro momento, se a morte foi provocada por um homicídio.

Francisco de Assis Silva era natural do Rio de Janeiro e professor aposentado. Os familiares, que moram em outro estado, foram avisados da morte. A Polícia Civil fez o levantamento de informações que podem ajudar a esclarecer o caso.

Portal da Tropical

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Após assaltar lava-jato em Natal, roubar clientes e balear proprietário, homem em fuga é surpreendido por populares e é morto a tiro

Fotos: cedidas

O portal G1-RN noticia nesta quarta-feira(25), que um homem foi morto a tiro durante a tarde após assaltar clientes de um lava-jato, na Avenida Jaguarari, em Natal. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, Carlos Cruz, o criminoso entrou no lava-jato, atirou no proprietário e roubou pertences de uma senhora e do filho dela que estavam no local. Na fuga, o assaltante tentou levar o cliente como refém, mas pessoas que passavam pelo local reagiram. Houve luta corporal e o assaltante foi baleado com a própria arma, e morreu no local.

Segundo o G1-RN, quando a Guarda Municipal chegou ao local a arma havia sido levada e ninguém soube informar quem atirou. O dono do lava-jato foi levado para o hospital com um tiro na perna.

Opinião dos leitores

  1. Menos um para trazer desgraça nas famílias.
    Alô autoridades, vamos arquivar este processo o mais breve possível, é um caso encerrado.

  2. Se tivesse sido preso, seria solto na "audiência de custódia", para continuar a praticar crimes.

  3. Mais um CPF cancelado o capeta recebeu de braços abertos agora vai Dançar da forma a música são os verdadeiros demônio querem destruir roubar e matar mais veio um pra resolver essa situação aplausos para esse guerreiro tirou um de circulação

  4. Menos uma verme para atormentar o sossego dos Natalenses. Agora essa praga está falando com o capeta!

  5. Maravilha!!!!!!!!!! Aplauso pra quem despachou esse FDP!!!
    Excelente notícia!!!!!!!!
    Muito chumbo qunte no rabo dessa canalha!!!

  6. Ô maravilha.

    Esse não faz mais nada.
    Espero que a pessoa baleada por esse demônio, fique curada.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem morto em supermercado de Porto Alegre sofreu asfixia, afirma delegada; seguranças estão presos e serão indiciados

Foto: Redes sociais

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, homem negro morto em um supermercado Carrefour de Porto Alegre na noite de quinta-feira (19), sofreu asfixia, de acordo com informações preliminares da delegada esponsável por investigar o caso.

À CNN, Roberta Bertoldo, do 2º Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de Porto Alegre, afirmou que os dois seguranças do mercado já foram presos e serão indiciados por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil e por não darem chances de defesa à vítima.

A delegada informou ainda que outras duas pessoas serão investigadas no inquérito. Ainda segundo Bertoldo, a família ainda aguarda a liberação do corpo da vítima pelo Instituto Médico Legal (IML).

Incidente não esclarecido

De acordo com a Polícia Civil, houve um incidente ainda não esclarecido dentro do supermercado. O cliente, então, foi conduzido por dois seguranças até o estacionamento e, após passar pela porta do local, a polícia disse que ele teria dado soco em um dos vigias, o que iniciou os ataques violentos contra ele.

A vítima chegou a ser atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas acabou morrendo.

Um vizinho da vítima, que diz ter testemunhado as agressões, afirmou nesta sexta-feira (20) que cerca outros oito seguranças ficaram no entorno da área, impedindo a aproximação das pessoas que tentavam parar com as agressões.

“Não pararam. A gente gritava ‘tão matando o cara’, mas continuaram até ele parar de respirar, fizeram a imobilização com o joelho no pescoço do Beto, tipo como foi com o americano [George Floyd, morto por policiais neste ano nos Estados Unidos].”

Governador promete rigor na apuração

Em manifestação nas redes sociais, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (20) que a polícia apurará todas as circunstâncias do caso.

“Infelizmente, neste dia em que deveríamos celebrar essa políticas públicas nos deparamos com cenas que nos deixam indignados pelo excesso de violência que levou à morte de um cidadão negro em um supermercado aqui na capital gaúcha”, disse Leite, em vídeo publicado em suas redes sociais.

“Os inquéritos policiais estão sendo levados adiante com muito rigor. Aqueles que se envolveram, [estão] detidos e já [foi] apresentado também o inquérito por homicídio triplamente qualificado. Toda a investigação vai se dar no curso desse processo”, completou o governador.

Carrefour lamenta ocorrido

Em nota, o Carrefour disse que “lamenta profundamente o caso” e que “adotará as medidas cabíveis para responsabilizar os envolvidos neste ato criminoso”.

A empresa informou ainda que vai romper o contrato com a companhia responsável pelos seguranças que cometeram a agressão e demitirá o funcionário que estava no comando da loja no momento do crime. A loja vai permanecer fechada nesta sexta.

“Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna e, imediatamente, tomamos as providências cabíveis para que os responsáveis sejam punidos legalmente”, diz o comunicado do Carrefour. “Para nós, nenhum tipo de violência e intolerância é admissível, e não aceitamos que situações como estas aconteçam.”

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Meu Deus como o ser humano tá virando bicho muito revoltante ver esses seguranças covarde fazer isso com o homem e ninguém fazer absolutamente nada só sabem filmar pior que logo estão soltos

    1. Ninguém conseguiu ajudar.. haviam 8 (oito) seguranças (cúmplices) protegendo os criminosos enquanto eles matavam o rapaz…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem negro é espancado e morto por seguranças em supermercado de Porto Alegre; Carrefour anuncia medidas

(Foto: Reprodução / Twitter)

Um homem negro foi espancado e morto por dois seguranças – brancos – de um supermercado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19). Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a agressão, ocorrida no estacionamento do supermercado na zona norte da cidade.

De acordo com o jornal Zero Hora, a vítima foi identificada como João Alberto Silveira Freitas, conhecido como Beto, de 40 anos.

Segundo informações preliminares da Brigada Militar, a confusão teria iniciado no caixa do supermercado, quando a vítima teria ameaçado agredir uma funcionária. Dois seguranças teriam encaminhado João Alberto ao estacionamento, onde aconteceu a violência.

O delegado Leandro Bodoia, responsável pela ocorrência, afirmou à publicação que não foi encontrado armamento no local. Os envolvidos serão ouvidos e as imagens das câmeras de segurança serão analisadas na investigação. Duas pessoas foram detidas. A Polícia Civil trata o crime como homicídio qualificado.

Protestos

A notícia da morte de João Alberto gerou revolta nas redes sociais. Movimentos negros de Porto Alegre estão organizando uma manifestação nesta sexta-feira (20), Dia da Consciência Negra, para pedir justiça e protestar contra o racismo e a violência a pessoas negras.

Internautas expressaram sua revolta em comentários nos perfis oficiais do Carrefour nas redes sociais. “Nada justifica duas pessoas espancarem até a morte uma outra. Revoltante”, escreveu uma mulher. “‘Promoção do dia’ Um negro morto na semana da consciência. Explica isso”, pediu outra.

Morte de homem negro em supermercado causa revolta (Foto: Reprodução / Twitter)

O que diz o Carrefour

O Carrefour se pronunciou por meio de um comunicado na madrugada desta sexta-feira.

“Sobre a brutal morte do senhor João Alberto Silveira Freitas na loja em Porto Alegre, no bairro Passo D’Areia: O Carrefour informa que entrará com uma queixa-crime contra os responsáveis. Também romperá o contrato com a empresa que responde pelos seguranças que cometeram a agressão. O funcionário que estava no comando da loja no momento do incidente será desligado. Em respeito à vítima, a loja será fechada. Entraremos em contato com a família para dar o suporte necessário.

O Carrefour lamenta profundamente o caso. Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna e, imediatamente, tomamos as providências cabíveis para que os responsáveis sejam punidos legalmente.

Para nós, nenhum tipo de violência e intolerância é admissível e não aceitamos que situações como estas aconteçam. Estamos profundamente consternados com tudo que aconteceu e acompanharemos os desdobramentos do caso, oferecendo todo suporte para as autoridades locais.”

Globo, via Marie Claire

Opinião dos leitores

  1. A imprensa aproveita um caso de assassinato – que deve ter punicão na forma da lei – para espalhar ódio racial. Se o morto fosse um homem branco, a mídia daria alguma cobertura ao caso? Claro que não. O que a imprensa canalha quer é fomentar uma guerra civil no Brasil.

  2. As tentativas de justificar o injustificável por parte dos vermes bolsonaristas são repugnantes.
    Nada tem a ver com racismo, diz um.
    Deve ser por isso que de cada 10 mortos pela polícia militar, 8 são negros…
    A eleição do genocida para presidência abriu as tampas dos esgotos para sair tanto fdp como vemos agora.

  3. E o que danado tem a ver ele ser negro com a notícia? “Homem eh morto por asfixia…” e pronto!!! Pra que citar “homem negro” ??? Pense numa doença mental, se a ideia eh diminuir a segregação, com esse tipo de ato só aumenta.

  4. Onde estão os seguranças BRANCOS na imagem? Vejo dois seguranças PARDOS agredindo covardemente um outro cidadão PARDO! Que se puna a covardia que nada tem a ver com racismo (pelo menos não nas imagens)!

  5. É a Globo seguindo a cartilha comunista da divisão de classes. Lamento profundamente a morte do rapaz e lamentaria se ele fosse branco, pardo, ou qualquer cor. Os criminosos tem que ser punidos com todo o rigor da lei. Toda a solidariedade `a famila do morto.

  6. Será que se fosse o contrário, teria a mesma manchete, "Homem Branco é espancado e morto por dois seguranças Negros" …??

  7. Essa tal da Globo é um lixo mesmo, tem nada a ver se o cara é preto ou branco, mas fazem questao de mencionar isso! De fato os seguranças agiram com muita brutalidade mas nao tem nada a ver so pq ele era negro.. PQP que Pais é esse! Segurem seu filhos pq essa nova geracao vai vir FO….,

  8. Se fosse um branco, com a camisa da seleção, ameaçando e humilhando o caixa do supermercado, igual como fez o advogado da milícia na pizza hut em Brasília, eu duvido que os seguranças chegassem nem perto.
    País de hipócritas.

  9. Nada justifica uma morte dessas. Mas ele morreu e virou santo? E a parte que a polícia diz que ele ameaçou agredir uma MULHER, uma funcionária?

    1. Se nada justifica, então porque mataram? Que incongruência mental é essa, minha senhora?

    2. A Luiza fala que nada justifica ao mesmo tempo que busca uma justificativa. Papo típico da Terra Plana.

    3. Só tem intelectuais, e dos mais soberbos. É muita cognição reunida! Deve ser muito neurônio reunido e talvez esse excesso dê tilt, mas vou repetir: nada justifica a morte dele, mas ele não é santo. Se a POLÍCIA preliminarmente divulgou que ele fez ameaça a uma mulher, ele não é uma vítima inocente. E a Terra é redonda, reencarnação de Einstein. Vocês costumam sair por aí intimidando, sendo grosseiros, ameaçando as pessoas? E se forem homens, fazem isso com mulheres, mulheres em seus locais de trabalho? Só tem anjo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Mulher que levou idoso morto a banco no interior do SP diz que ele estava “falando”

Foto: Reprodução/Google Street View

Josefa de Souza Matias, de 58 anos, mulher que levou um idoso morto a uma agência bancária de Campinas, no interior de São Paulo, para realizar a prova de vida da aposentadoria, afirmou para a reportagem da Record TV que o homem estava vivo quando chegou ao local. Porém, o laudo da perícia informa que o idoso já estaria morto há 12 horas quando foi levado ao banco.

Por telefone, a mulher negou que tenha saído de casa com o marido morto e confirmou que vivia uma relação estável com Laércio há mais de 11 anos. “Ele saiu com vida e ele foi fazer a prova de vida no banco […] Ele se sentiu mal e veio a falecer dentro do banco, mas não houve nada, assim, de errado… está tudo certo”, conta Josefa.

Questionada porque não levou o marido ao hospital, a mulher disse que “ele não queria ir, de jeito nenhum […] ele estava bem, estava conversando, falando. Tem médico particular, tem tudo”, conta.

Segundo a polícia, Josefa havia dito que conversou com Laércio pela manhã, mas depois voltou atrás e disse que a última vez que tinha conversado com ele foi na noite anterior.

A polícia acredita que, antes de entrar na agência, Josefa tenha tentado usar a digital do companheiro no atendimento eletrônico, mas sem sucesso.

O caso ocorreu em 2 de outubro. Além de levar o corpo de Laércio Della Colleta, de 92 anos, para provar que ele estava vivo, Josefa ainda tentou sacar a aposentadoria do suposto companheiro. Ela alegou que tinha perdido a senha e que só conseguiria sacar os R$ 5.000 da aposentadoria do escrivão que era aposentado e viúvo, fazendo a prova de vida.

A mulher chegou na agência com Laércio em uma cadeiras de rodas, com a ajuda de um casal de vizinhos. Segundo o delegado responsável pelo caso, já no local ela tentou ser atendida rapidamente, dizendo que o marido estava passando mal. Clientes e funcionários chamaram o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para ajudar o homem.

Porém, quando os socorristas chegaram, descobriram que, na verdade, Laércio estava morto. Guardas municipais que trabalham na região suspeitaram de toda essa situação e encaminharam Josefa até a delegacia.

O casal morava em um prédio a cerca de 100 metros da agência bancária. De acordo com vizinhos, eles viviam em apartamentos separados. Mas Josefa garante que os dois viviam sob o mesmo teto. O casal de vizinhos que ajudou a mulher a levar o marido até o banco disse que não percebeu nada.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil e mais testemunhas devem ser chamadas para prestar depoimento. Se for comprovado que a mulher levou o aposentado ao banco já sem vida, ela pode responder pelo crime de estelionato.

R7

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homem é morto a tiros dentro de condomínio em Natal

A Polícia Civil registrou a morte a tiros de um homem de 31 anos, dentro de um condomínio, na quadra de esportes, no bairro da Ribeira, Zona Leste de Natal, na noite dessa quinta-feira (15). A notícia foi destaque no portal G1-RN. De acordo com a Polícia Civil, a vítima teria ido ao residencial visitar alguns amigos, quando o crime aconteceu.

Segundo a matéria, um irmão da vítima, que esteve no local, disse aos policiais que o homem morava em Nova Parnamirim. A motivação do crime ainda não foi descoberto para a polícia, porque os investigadores conseguiram colher poucas informações com os moradores do condomínio. A polícia informou que a vítima não morava no local.

Ainda sobre a ocorrência, não se sabe, por exemplo, quantos eram os criminosos, de que forma chegaram ao local, se houve algum diálogo ou briga, entre outras informações.

As investigações ficarão a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Porteiro é morto a tiros na frente de casa no início da manhã desta sexta-feira na Zona Norte de Natal

A Polícia Militar registrou a morte de um homem de 45 anos, de identidade a ser confirmada, que trabalhava como porteiro, vitima de disparos de arma de fogo, em frente de sua casa, por volta das 5h desta sexta-feira (9) na Zona Norte de Natal, no momento que ia para o trabalho.

Segundo informações preliminares da PM, a vítima havia tirado o carro da garagem e estava fechando o portão do imóvel, quando foi abordado e atingido por pelo menos três disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça e peito. Não sabe quantas pessoas participaram da ação criminosa. A Policia Civil busca testemunhas e investiga a motivação do homicídio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Filhos de detento morto em Alcaçuz serão indenizados; mantida também a obrigação de pensão mensal de um salário mínimo

Foto: Reprodução

A 1ª Câmara Cível do TJRN, à unanimidade de votos, negou recurso interposto pelo Estado do Rio Grande do Norte e manteve sentença da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal que condenou o ente político à indenização, por danos morais, aos filhos de um apenado morto enquanto estava custodiado em estabelecimento prisional estadual, em decorrência de asfixia mecânica por enforcamento causada por outro detento. Também foi mantida a obrigação de pagar pensão mensal de um salário mínimo.

Na Justiça, os filhos do falecido foram representados pela mãe deles que afirmou ter vivido em união estável com o ex-apenado, assassinado no presídio de Alcaçuz em Nísia Floresta, no dia 25 de fevereiro de 2018, à época com 34 anos de idade, tendo deixado dois filhos menores. Ela relatou que os seus filhos menores eram dependentes do falecido, e, que depois de sua morte, tanto estes como a genitora dos menores encontram-se desamparados financeiramente.

Matéria completa AQUI no Justiça Potiguar.

Opinião dos leitores

  1. Verdade gente, e quem ampara as vítimas desses ASSASSINOS?
    Enquanto essa IN justiça só legislar a favor de bandido…. REVOLTANTE !!!!

  2. Tudo é questão de lei. Se está na lei, a Justiça, quando acionada, concede esses direitos esdrúxulos.
    No Brasil tem umas leis ilógicas. Ou seja, na ocorrência de alguns eventos, o que vale é a exceção.
    A regra seria amparar os filhos das vítimas de bandidos.

  3. Verdade António Soares, cabe ao estado a proteção ao cidadão, como bem vc colocou, a advocacia brasileira e o ministério público, a quem cabe defender o cidadão deveria estar mais atento a essas causas. Infelizmente o Rato de Nove dedos criou foi um bolsa detento, faz besteira, vai preso, ainda temos que sustentar a família.

  4. A população trabalha feito uma gota serena, aí vem uma decisão da besta fera contra o cidadão

  5. Vergonha!!! Meu pai trabalhou até os 49 anos quando morreu, o INSS negou a minha mãe a pensão. E a justiça nunca olhou pra isso. Legislativo, Executivo e Judiciário tudo farinha do mesmo saco…

  6. Os filhos dos que foram assassinados por eles, recebem esse zelo do Estado?
    Alguém foi na casa deles para saber se eles estavam precisando de ajuda?Com certeza ficaram desamparados, mas o pai não estava preso……que coisa?!

  7. As vitimas deles devem ter uma indenização dez vezes esse valor, pois são os verdadeiros inocentes nessa história. Ou não?

    1. Verdade, cabe aos advogados dos que foram vítimas do criminoso pedir dez vezes mais ao estado, pela ineficiência em proteger o cidadão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Comerciante é morto a tiros na loja que trabalhava no Alecrim

A Polícia Militar registrou o assassinato a tiros de um comerciante, de identidade a ser confirmada, no fim da manhã desta quinta-feira (4), por volta de 11h30, na Rua Machado de Assis, no bairro do Alecrim, na Zona Leste de Natal. De acordo com a PM, a vítima trabalhava com a venda de redes em uma loja.

Segundo a PM, o comerciante estava em horário de trabalho quando foi surpreendido pelos criminosos, que dispararam efetuaram os disparos. Ainda segundo a ocorrência, nada dele ou da loja foi roubado. A vítima chegou a ser levado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para o pronto-socorro Clóvis Sarinho, mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Opinião dos leitores

  1. Vamos aguardar o desfecho desse crime. Crimes dessa natureza têm sempre uma história conhecida!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *