REFORMA DA PREVIDÊNCIA: Bolsonaro diz que primeira-dama pediu retirada do item que prevê que deficientes intelectuais com grau leve ou moderado deixem de receber pensão em caso da morte dos pais

Imagem: Carolina Antunes/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta sexta-feira que seja retirado da proposta de reforma da Previdência um item que prevê que deficientes intelectuais com grau leve ou moderado deixem de receber pensão em caso da morte dos pais. O texto, em tramitação na comissão especial da Câmara, destina a pensão apenas aos deficientes com grau grave ou inválidos.

Bolsonaro chegou na manhã desta sexta a Goiânia, acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcisio Freitas, e do líder do governo, Major Vítor Hugo (PSL-GO). Ele foi recebido pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, para um café com outras autoridades no Palácio das Esmeraldas, sede do governo.

No Palácio, Bolsonaro deu uma rápida entrevista à TV Brasil Central (TBC), emissora do governo goiano. O conteúdo foi distribuído pela assessoria do governador. A repórter perguntou a Bolsonaro sobre a possibilidade de o corte nas pensões deixar a reforma e recebeu uma sinalização positiva:

— Você sabe que os pedidos da primeira-dama (Michelle Bolsonaro) geralmente são irrecusáveis e inadiáveis. Já passamos para o Rogério Marinho (Secretário de Previdência do Ministério da Economia) e tenho certeza que ele vai atender a primeira-dama — disse Bolsonaro.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Hernandes Júnior disse:

    Lembrando q dia 14 GREVE GERAL em todo Brasil…. Não a essa reforma da previdência ✊✊✊✊

  2. Jorgensen disse:

    O bode está solto na sala

  3. Marcelo Castro disse:

    A reforma é desmoralizada pelo próprio governo! Não pela opinião da primeira dama, mas todo mundo que dá um palpite é acatado! Virou uma gozação essa reforma. kkkkkkkk

  4. MELO disse:

    toda bosta manda nessa reforma da previdência
    esse e o militar mais sem moral que conheço

  5. Jl disse:

    Será q manda?