MARIONETES UFANISTAS por Rubens Lemos Filho

Meu patriotismo permanece intacto. Meu ufanismo imbecilizado encontra-se no mais profundo mausoléu do cemitério das minhas insignificâncias. Fanatismo ficou para as seitas, os incapazes de raciocinar, debater, dialogar. São para os que ainda vivem, politicamente, na dicotomia mofada e copiada do parlamento francês: Os avançados, sentados à esquerda, os conservadores, do lado direito.

É uma mistura de irritação e divertimento a minha forma de acompanhar os Guevaras sem Sierra Maestra e os Roberto Campos sem nenhuma capacidade brilhante de formulação.

(mais…)