Geral

Dj Ivis faz vazar áudios de brigas com Pamela Holanda para tentar “justificar” agressões. Ouça

A coluna Leo Dias adquiriu, com exclusividade, novos áudios que expõem, ainda mais, a relação tóxica em que Pamella Holanda vivia ao lado do DJ Ivis.

Durante a conversa, Pamella dispara que o pai de sua filha se resume apenas à fama e ao dinheiro que ele possui e afirma ainda que se ela sumisse seria melhor do que viver ao lado dele. Já o cantor se defende, dizendo que tudo o que conseguiu foi graças ao seu trabalho: “Tudo o que tenho é fruto do meu trabalho e se você se jogasse daqui, com a sua filha, você seria resumida à uma mãe louca que se matou. Eu já te falei várias vezes que você pode sair e levar a Mel [filha do casal]. Deixo esse apartamento. Já fiz tudo o que podia e não deu em nada”.

O produtor musical está preso desde a última quarta-feira (14/7) pelas agressões à sua ex-mulher. Dois pedidos de habeas corpus já foram apresentados pela defesa de Ivis, porém todos foram negados pelo STJ.

Coluna Léo Dias – Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. Sou mulher e jamais defenderia um agressor. Só acho que as pessoas deveriam ouvir as duas partes antes de crucificar alguém. Ele perdeu toda razoa de ter batido nela. Mas uma mulher que fala em matar a filha, também merece sua culpa.

    1. Já assistiu o depoimento dela no instagram a respeito desses áudio? Já ouviu falar em Depressão pré e pós parto? Por isso achou uma culpada?

  2. Thalles, vc é doente! O que tem o comentário do cara com o voto dele? Vai dizer que o cara votou em Bolsonaro? E que ele defende agressões em mulher? Vc só pode ser maluco.

    1. Você quem inferiu que ele vota em Bolsonaro, nem falei o nome dele. Ou seja, a carapuça serviu.

  3. Nesta relação tóxica e desequilibrada, não tem inocente, ou melhor de inocente somente a filhinha do casal, a maior vítima desses desajustados.

    1. Passando pano pra agressor de mulher? Já se sabe em quem você votou…

    2. Certíssimo.
      Tem que se investigar ambas partes. Por mim os dois eram pra está detidos ou ambos soltos.

    3. Fala isso por não ser uma mulher do seu seio familiar, como mãe, irmã, filha, etc… Passar a mão em homem que bate mulher seria a solução? Muitas vezes a vítima não encontra saída tão fácil como imagina!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

MEGAVAZAMENTO: Polícia Federal prende hacker suspeito de comercializar dados pessoais de brasileiros

Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu preventivamente nesta sexta-feira (19) um hacker em Uberlândia, Minas Gerais, além de cumprir cinco mandados de busca e apreensão na mesma cidade e em Petrolina (Pernambuco) durante a operação “Deepwater”, que investiga a obtenção, divulgação e comercialização de dados pessoais de brasileiros e de várias autoridades.

Segundo as investigações que iniciaram em 2021, através da internet, dados sigilosos de pessoas físicas e jurídicas, como CPF e CNPJ, nomes completos e endereços foram disponibilizados ilegalmente na internet através de um fórum especializado em trocas de informações sobre atividades cibernéticas.

Parte desses dados sigilosos foram divulgados gratuitamente por um integrante do grupo, e o restante comercializado. Os pagamentos eram feitos por meio de criptomoedas.

A Polícia Federal identificou e prendeu o suspeito que obteve, divulgou e comercializou os dados. As investigações que levaram a prisão do hacker foram da Divisão de Inteligência da PF de Brasília. Um segundo hacker que estaria vendendo os dados por meio de suas redes sociais foi identificado.

As ordens judiciais foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal, após representação feita à Polícia Federal solicitando as medidas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *