Polícia prende na Zona Sul suspeito de ser motorista do ônibus que atropelou e matou 19 pessoas no carnaval em Natal em 1984

Foto: Arquivo

O portal G1-RN destaca que policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam no fim da manhã desta terça-feira (26) um morador de rua que eles acreditam ser Aluízio Farias Batista, o motorista de ônibus que atropelou e matou 19 pessoas em um carnaval de rua em Natal em 1984 – há 37 anos.

O caso, um dos mais emblemáticos da história da cidade, ficou conhecido como a “Tragédia do Baldo”. Aluízio Farias Batista estava foragido desde a época do crime.

Um teste realizado pelo Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep) ainda precisa confirmar a identidade do suspeito.

Os policiais chegaram até o suspeito após uma denúncia anônima que dava conta de que ele atualmente era morador de rua e vivia no bairro Neópolis, na Zona Sul. O setor de inteligência do Bope investigou e efetuou a prisão nesta terça na rua Agnaldo José de Barros.

Segundo o delegado de plantão Frank Albuquerque, o homem, que estava sem identificação, inicialmente negou que fosse Aluízio e se disse chamar João. Em seguida, segundo o delegado, ele confessou.

“Ele confessou que é o Aluízio e que tinha se escondido em Recife e voltou em 2012. Ele voltou achando que certamente não seria mais punido, que ia escapar da sentença, de ser preso, mas ele foi condenado há pouco tempo. E agora, graças ao serviço do Bope, ele foi preso”, disse.

O homem foi encaminhado para o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), onde passará por exames para ser identificado. Há um mandado de prisão em aberto contra ele com validade até 2029.

Veja mais detalhes AQUI em matéria na íntegra.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. J & J disse:

    Ou serviço bonito esse da nossa polícia, pois na ânsia de bombar nas redes sociais ( o que hoje em dia é algo extremamente necessário para se viver) não tiveram o cuidado de primeiro ter a certeza através dos devidos exames de que se tratava mesmo do motorista foragido, daí o q fizeram? Estardalhaço nas redes sociais e na hora que a realidade vem a tona, cai tudo por terra, como diz lá no meu sertão, uma bufa n'água.

  2. Lourenço disse:

    Achei mais parecido com Dirceu, será que o menino está aqui no RN? Ele é o mestre dos disfarces, não seria de estranhar, governo do PT !!!!
    Em tempo: Notícias boas afirmam, de fato, ser infelizmente, apenas, mais um ser humano incapaz.

  3. Tales disse:

    Pense em um prisão ligeira!!! o cara cometeu um crime em 1984, portanto há quase 37 anos e polícia o meliante prendeu bem rapidinho, já em 2021. Pense em um serviço eficiente. Parabéns aos valorosos guerreiros da polícia.

  4. ZéGado disse:

    Se parece com damares

  5. Erasmo disse:

    Ele é incapaz, vivia na frente do TJ, é um pobre coitado.

Polícia dos EUA prende filho de brasileiros que participou de invasão do Capitólio

Foto: Reprodução/Facebook

A polícia dos Estados Unidos prendeu nesta quarta-feira (20) Samuel Camargo, um filho de brasileiros que vive na Flórida, pela participação dele na invasão ao prédio do Capitólio no último dia 6. Na ocasião, 5 pessoas morreram, após um um grupo de extremistas apoiadores do ex-presidente Donald Trump tentar impedir a certificação da vitória eleitoral de Joe Biden.

Camargo foi preso por, entre outras acusações, tentar impedir um policial de exercer seus deveres durante um tumulto e por desordem civil, ao entrar sem autorização em um prédio de acesso restrito.

Samuel Camargo é americano, mas os pais dele são de Sabinópolis, em Minas Gerais. Toda a família mora nos EUA.

A prisão ocorreu depois que os investigadores do FBI receberam denúncias de um ex-colega de turma de Camargo que tinha conexão com ele pelas redes sociais. Segundo o relatório do investigador, o filho de brasileiros havia publicado imagens de sua participação na invasão.

O relatório também aponta que Camargo admitiu que participou dos protestos em Washington DC em 6 de janeiro de 2021 e que depois voltou para a Flórida.

Em uma das imagens, Camargo aparecia com um pedaço de metal de alguma estrutura do prédio do Congresso e dizia que tinha levado uma lembrança.

Em outra imagem, ele aparece junto com uma multidão na escadaria do Congresso. Ele também publicou imagens em que ele luta com um policial para poder abrir uma porta do prédio.

De acordo com o relatório do FBI, alguns vídeos foram apagados posteriormente.

Pedido de desculpas

Camargo publicou um texto em uma de suas redes sociais no qual pede desculpas por suas ações em Washington DC. Ele afirmou que iria cooperar com as investigações e que ficaria longe das mídias sociais.

O agente do FBI que investigava a participação de Camargo fez uma ligação telefônica para o investigado. Durante a conversa, segundo os investigadores, ele se tornou “não-cooperativo” e chegou a questionar a lealdade do agente à Constituição dos EUA. Ele também afirmou ao agente que não tinha informação nenhuma para dar.

Horas depois, Camargo voltou a uma de suas redes sociais (apesar de ter dito que ficaria longe delas) e escreveu o seguinte: “Acabei de falar com o agente do FBI, eu acredito que fui inocentado”.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lourenço disse:

    Tai, vejam que interessante, os vermelhinhos achando bom a prisão de alguém que invadiu um prédio, aqui o ladrão que roubou milhões de uma população miserável está solto, cômico se não fosse trágico.

  2. Carlos disse:

    Vai virar herói da globo, quer apostar?

  3. Victorino disse:

    Não é muito diferente dos PeTralhas daqui, não querem aceitar a realidade, querem um terceiro turno, bando de idiotas.

    • Monn disse:

      Quem tá querendo 3° turno? Agora o palhaço que vc deve ter ajudado a eleger que não que trabalhar, leva o cargo de presidente com irresponsabilidade e jogando p a boiada dele.

  4. ZéGado disse:

    Pêia no lombo desse:
    VA
    GA
    BUN
    DO

Guarda Municipal prende homem suspeito de atos obsceno em Policlínica da Zona Sul

Foto: Divulgação SEMDES

Uma guarnição da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) prendeu na manhã desta terça-feira (12), um homem suspeito de praticar atos obscenos e ameaçar servidores da Policlínica Sul, situada no bairro Neópolis na capital. O homem foi detido pelos guardas municipais quando ainda estava na área onde foi apontado o delito.

De acordo com o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, o homem detido estava se masturbando, ameaçando funcionários e atrapalhando o andamento dos atendimentos médicos realizados na unidade de saúde. “Assim que recebemos a denúncia acionamos uma viatura do RondaS responsável pelo patrulhamento da Zona Sul. Em cinco minutos os guardas chegaram, agiram rápido abordando e prendendo o suspeito”, contou o subcomandante.

O homem foi reconhecido por alguns guardas como tendo participado de uma outra ocorrência de prisão na zona Norte da cidade. Naquela situação, a acusação era de agressão contra o próprio pai.

O preso foi conduzido à Central de Flagrante da Polícia Civil onde foi registrada a prisão em flagrante delito devendo responder pelos crimes apontados pelas vítimas, sendo atos obscenos e ameaça. As denúncias desse tipo de delito podem ser informadas pelo número 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que as viaturas de patrulhamento da GMN serão acionadas.

https://www.natal.rn.gov.br/noticia/ntc-33768.html

Polícia Civil prende 5 suspeitos de envolvimento em sequestro, ‘julgamento’ e execução de adolescente ‘por engano’ na Grande Natal

O portal G1-RN noticia que a Polícia Civil prendeu cinco homens suspeitos de envolvimento na morte do adolescente de 15 anos, identificado apenas como Alysson Rafael, que teria sido executado por engano por causa de uma foto em que fez um símbolo parecido com o usado por uma facção criminosa em Macaíba, na região metropolitana de Natal. De acordo com o delegado do município, Cidórgeton Pinheiro, a vítima teria sequestrada, “julgada” e executada por uma facção que comandaria o tráfico de drogas e outros crimes na região em que morava. Porém, o adolescente não teria qualquer envolvimento com nenhum dos grupos.

O rapaz estava desaparecido desde a quarta-feira (6) e foi encontrado morto em um matagal às margens da BR-304 em Macaíba, na sexta-feira (8). No sábado (9), a Polícia Civil do município deflagrou a operação “Déspotas”, que prendeu os cinco suspeitos.

Matéria completa AQUI.

FOTOS E VÍDEO: Polícia Civil prende 20 pessoas e apreende R$ 200 mil em operação no Agreste do RN contra organização criminosa voltada à prática de roubos de carga, lavagem de dinheiro e outros crimes

A organização criminosa era voltada à prática de roubos de carga, lavagem de dinheiro e capitais, e receptação qualificada. Fotos: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Nova Cruz, com apoio da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do 8º Batalhão de Polícia Militar, deflagraram, na madrugada desta terça-feira (29), uma operação voltada à desarticulação de uma organização criminosa que praticava roubo de cargas, lavagem de dinheiro e capitais, receptação qualificada, entre outros crimes.

Durante as diligências, foram cumpridos 20 mandados de prisão, sendo 17 no município de Nova Cruz, dois no município de Santo Antônio do Salto da Onça e um deles na cidade de Logradouro, localizada no Estado da Paraíba. Além dos mandados de prisão, foram cumpridas medidas cautelares de bloqueios e sequestros de bens, como fazendas, sítios e veículos de luxo, pertencentes à organização criminosa. Também foram apreendidos, durante a operação, aproximadamente R$200 mil em espécie e três armas de fogo.

As investigações foram iniciadas há cerca de 8 meses, com registros de roubos de carga ocorridos na Região Agreste do Rio Grande do Norte. Foi constatada a existência de três núcleos criminosos com atuações específicas: um que executava os roubos das cargas; outro responsável por receber, armazenar e distribuir a carga subtraída, concretizando a receptação; e um terceiro, que financiava e administrava os recursos da organização criminosa. Os investigadores descobriram ainda um imóvel, localizado na Zona Rural de Nova Cruz, que era usado para armazenar o material produto dos roubos.

De acordo com o delegado titular da 6ª DRP, Wellington Guedes, os roubos aconteciam na Região Agreste do RN, mas a distribuição e venda da carga subtraída também se davam nos Estados da Paraíba e Pernambuco. “O nome da operação, intitulada Rota final, remete ao imóvel adquirido pela organização criminosa, na cidade de Nova Cruz, onde foi preparada uma estrutura para receber, armazenar e distribuir a mercadoria subtraída para outras localidades. Com esta operação, prendemos os responsáveis pelos crimes e atingimos a parte financeira da organização criminosa”, explicou o delegado.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junin disse:

    PCRN de Parabéns…!!!!

  2. Irany Gomes disse:

    Está mais que justificado os preços na maioria dos interiores, menor que os das próprias distribuidoras, faz tempo que é assim!!!

  3. Paulo disse:

    Parabéns à Polícia Civil, excelente trabalho!

Polícia prende suspeitos de envolvimento em arrastão e estupro de mulher e adolescente em Caraúbas – RN

O portal G1-RN destaca em reportagem nesta segunda-feira(28) que pelo menos cinco suspeitos de envolvimento em um arrastão que culminou no estupro de uma mulher e de uma adolescente na zona rural de Caraúbas, no Oeste potiguar, na madrugada desse domingo (27), foram identificados pela Polícia Civil. Uma operação que envolveu policiais militares e civis de vários municípios da região prendeu dois deles ainda durante o fim de semana.

De acordo com o delegado Christiano Otton, mandados de prisão foram solicitados à Justiça contra os três suspeitos que ainda não foram localizados. “Os outros dois foram presos em flagrante, ontem”, afirmou.

Entre os presos até agora, um teria participado efetivamente do crime e o outro teria dado apoio e ajudado a planejar a ação. A polícia informou que eles já eram procurados por outro crime semelhante.

O caso deste domingo chocou a população de Caraúbas. O crime aconteceu na comunidade rural Sítio Borracha.

Mais detalhes AQUI em texto na íntegra.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicafredo disse:

    Parabéns a resposta rápida da polícia por esse crime brutal. Como os Direitos Humanos não deixam a polícia relar a mão nesses vagabundos, o próprio crime toma conta deles no presídio.

Polícia Civil deflagra Operação “Natal com Justiça” e prende sete pessoas em Natal e Mossoró; entre suspeitas, tráfico de drogas, roubos e homicídios

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), com apoio da 2ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Mossoró, deflagraram, nesta terça-feira (22), a Operação “Natal com Justiça”. A ação resultou na prisão de sete pessoas pela suspeita de integrar uma organização criminosa voltada à prática de tráfico de drogas, roubos e homicídios. As prisões aconteceram em cumprimento a mandados de prisão preventiva, nos municípios de Natal e Mossoró, onde eles concentravam a atuação criminosa.

Durante a ação, foram detidos: Carlos Alexandre Martins Salviano, conhecido como “Nem da Abolição”; Lázaro Nascimento de Souza, conhecido como “Bufa”; Márcio Gomes da Silva, conhecido como “Mago Véi”; Erasmo Carlos da Silva, conhecido como “Palmeirense”; Judson Bezerra Araújo Batista, conhecido como “Bebezão”; Walter Linhares dos Santos, conhecido como “Nenenzinho”; e Thiago Marques de Araújo, conhecido como “Nino”.

De acordo com as investigações, a organização criminosa, comandada por “Nem da Abolição”, traficava drogas, financiava roubos e ainda ordenava a morte de seus desafetos. Um dos homicídios atribuídos ao grupo é o da empresária Flávia Magalhães da Rocha, que foi morta dentro de uma farmácia, com cerca de 20 disparos de pistola, no mês de abril deste ano.

Ainda segundo as investigações, o crime teria sido motivado pelo fato de “Nem da Abolição” e sua esposa, Fernanda Bernarmino da Silva, atribuírem suas prisões à vítima. Foi constatado ainda que a esposa de “Nem da Abolição” atualmente estaria foragida da Justiça e comandando o tráfico de drogas no lugar do marido, que se encontra preso.

As investigações continuam até a identificação e prisão dos demais envolvidos na organização criminosa. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, por meio dos números: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

PF prende em Mossoró contrabandista de cigarros foragido da justiça

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal, com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI), prendeu na tarde da última segunda-feira, 21/12, na zona rural de Mossoró/RN, um homem de 40 anos, acusado de contrabando de cigarros e que estava foragido desde a deflagração da segunda fase de Operação Smoke Route, denominada Entreposto, ocorrida no mês passado.

Cerca de 7 policiais federais participaram das diligências que resultaram na prisão do suspeito, em poder de quem foram apreendidos cheques no valor de R$ 118 mil reais, dois veículos e documentos que comprovam a manutenção das atividades da
organização criminosa voltada à prática de contrabando de cigarros.

Quando da deflagração da Operação Entreposto, na data de 18/11/2020, a esposa e o irmão do preso também foram detidos acusados de envolvimento com o mesmo tipo de crime.

O acusado responderá por contrabando qualificado (art. 334-A, §1º, IV CP) e organização criminosa (art. 2º da Lei 12.850/2013), cujas penas, somadas, podem ultrapassar a 13 (treze) anos de prisão.

*O nome “Entreposto” faz referência ao fato de Mossoró ter despontado nas investigações como importante entreposto para as operações logísticas de transporte e distribuição dos cigarros contrabandeados.

Guarda Municipal prende suspeitos após assalto a ônibus da linha Natal-Parnamirim

Foto: Ilustrativa/depositphotos

Agentes da Ronda Saúde da Guarda Municipal do Natal (RondaS/GMN) prenderam na noite dessa quarta-feira (16), dois homens suspeitos de assaltar um ônibus que faz a linha Natal-Parnamirim. O roubo ocorreu na Avenida Rio Branco quando os homens entraram no veículo e anunciaram o assalto, subtraindo todo o dinheiro arrecadado com as passagens e celulares das vítimas.

De acordo com informações repassadas pela guarnição da RondaS/GMN, os guardas faziam patrulhamento por volta das 22h, na Cidade Alta, quando o motorista do ônibus solicitou ajuda relatando o assalto e dando as características dos suspeitos. Os guardas saíram em diligência e conseguiram identificar a dupla na Avenida Deodoro da Fonseca, sendo um deles perseguido e detido pelo patrulhamento da GMN. “O outro suspeito correu em direção ao Viaduto do Baldo, porém, após várias buscas, foi pego por uma viatura da Polícia Militar que nos deu apoio”, contou um dos guardas.

Os dois detidos foram apresentados às vítimas que reconheceram como os autores do roubo ao transporte coletivo. Ambos os suspeitos foram conduzidos a Central de Flagrantes da Polícia Civil onde foi registrada a prisão em flagrante delito, ficando os dois à disposição da Justiça. Os suspeitos foram enquadrados no artigo 157 do Código Penal Brasileiro e vão responder por subtrair objeto de propriedade alheia mediante violência ou grave ameaça.

Polícia Civil prende suspeito por lesão corporal e tentativa de homicídio contra ex-companheira em Natal

Policiais civis da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP) de Natal prenderam, na noite desta quarta-feira (09), um homem de 25 anos. Ele foi preso no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal.

Ele foi detido em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Natal, pela prática dos crimes de lesão corporal e tentativa de homicídio, cometidos contra sua ex-companheira.

O homem foi conduzido até a DECAP e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou por meio dos telefones da DECAP: (84) 98135-6174 (WhatsApp) ou 3232-7867.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Matheus disse:

    Calígula , esse tipo de comportamento é mais pro gado, já deviam serem acostumados com chifre.

  2. Calígula disse:

    Esse animal deve ser petista

Polícia Civil deflagra Operação “Liberdade”, em Pipa, e prende 12 suspeitos por integrar organização criminosa e tráfico de drogas

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, nesta quinta-feira (10), a Operação “Liberdade”, realizada no município e na Praia de Tibau do Sul, resultando nas prisões de 12 suspeitos. Eles são investigados por integrar uma organização criminosa que chefiava o tráfico de drogas na Praia da Pipa, no município de Tibau do Sul, e pela prática de homicídios na região.

Participaram da operação as Delegacias Municipais de: Pipa, Goianinha, Nísia Floresta, Santo Antônio e Nova Cruz; além do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), da Polícia Civil de Pernambuco (PC/PE). A ação policial objetivou reprimir a prática dos crimes de tráfico de drogas, homicídio e organização criminosa. Em uma residência, foram apreendidos: dinheiro fracionado, armas, munições, drogas (maconha e cocaína), balança de precisão e uma prensa.

Os principais membros dessa organização criminosa atuante em Pipa, mais conhecidos por “Gringo” e “Maracujá”, eram os “chefes”, resolvendo todo tipo de problemas no local. Em desfavor de quatro dos 12 suspeitos, havia mandado de prisão temporária em aberto; já os outros oito suspeitos, foram presos em flagrante delito no momento da operação. Um dos mandados de prisão temporária foi dado cumprimento já no sistema prisional.

Foram presos: Ailton dos Santos Fernandes, 21 anos, Icaro Ferraz de Araújo, 30 anos, Everson Severino Gomes de Lima, 29 anos, Fabrício Souza de Castro, 42 anos, Rosemario Gomes da Silva, 27 anos, Paulo Ricardo de Castro Lima, 29 anos, Janaina Gomes Ferreira, 39 anos, Wdson Tavares Siqueira, 31 anos, Nahuel Marin Gonzalez, 29 anos, Morgana Charon Presbitero da Silva, 46 anos, Phelypi Gonçalves Pereira Silva, 28 anos, e Severino Arcanjo de Barros, 44 anos.

Os suspeitos foram conduzidos até a DEICOR e encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. As investigações continuam até a identificação e prisão dos demais envolvidos com essa facção criminosa na Praia de Pipa.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, por meio dos números: (84) 3232-2862 e (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Zuza disse:

    Piores são os drogados, lascados, bacanas e metidos a bacanas, que patrocinam o tráfico de drogas.

Operação do MPRN prende em Natal suspeito de abusar sexualmente de crianças e adolescentes

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrada na manhã desta quarta-feira (9) resultou na prisão de um homem suspeito de praticar abuso sexual infanto-juvenil na zona Norte de Natal.

A ação, batizada de Creonte, é um desdobramento da Operação Cálice de Fogo, que em agosto de 2019 prendeu um homem de 27 anos que aliciava crianças e adolescentes pela internet para abusar sexualmente delas. Ele se encontra preso e já condenado em uma das ações penais.

As investigações da 65 Promotoria de Justiça de Natal demonstraram a participação de um homem, que seria o responsável por indicar crianças e adolescentes ao abusador para que este praticasse seus crimes. As cenas de abuso e outras imagens pornográficas envolvendo as vítimas eram compartilhadas em grupos fechados e em redes sociais.

Na operação desta quarta, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência e no local de trabalho do suspeito, de 42 anos, na zona norte de Natal, que foi preso por força de mandado de prisão temporária. Os indícios são da existência de um grupo criminoso voltado para a prática dos crimes e as investigações continuam para identificar outros participantes.

A operação, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e contou com a participação de promotores de Justiça e servidores do órgão, com o apoio da Polícia Militar.

Disque Denúncia 127

O MPRN reforça à população que continua recebendo denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada.

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para [email protected] Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No WhatsApp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.

Polícia Civil prende no bairro do Tirol suspeito de homicídios; homem ainda é investigado por participação em chacina na Zona Norte de Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECAP), da 1ª Delegacia de Polícia de Natal e da Força-Tarefa da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em São Gonçalo do Amarante prenderam, nesta quinta-feira (19), Paulo César Pires da Silva, conhecido “Galego ou César”. Ele foi preso no bairro Tirol, localizado na Zona Leste de Natal.

De acordo com as investigações, “Galego” é suspeito de praticar crime de homicídio em desfavor de um adolescente na cidade de Bonito (PE). Na delegacia, ele confessou que estava usando o nome do seu irmão, Paulo Sérgio Pires da Silva. A falsidade foi constatada junto ao Instituto de identificação e comunicada à Justiça Pernambucana, para a consequente expedição de um novo mandado de prisão e também a instauração de um inquérito para apurar o crime de falsidade ideológica.

Durante o interrogatório, Paulo César confessou também o assassinato e a ocultação do corpo da pessoa identificada como Ailton Nogueira dos Santos. Os crimes aconteceram em janeiro de 2013, no município de São Gonçalo do Amarante, localizado na Região Metropolitana de Natal. O inquérito policial que apura o fato está sendo conduzido pela Força-Tarefa da DHPP instalada na cidade. Em razão desse crime, foi expedido um mandado de prisão preventiva pela 3ª Vara da Comarca de São Gonçalo do Amarante, o qual foi cumprido nesta quinta-feira (19).

Segundo as investigações, “Galego” ainda é suspeito de praticar um crime de homicídio, na cidade de Afonso Bezerra, e também de participar de uma chacina ocorrida na Zona Norte de Natal, quando dois homens e uma mulher grávida teriam sido assassinados. Ele também é apontado como autor de outros crimes de homicídios, que estão em apuração nas localidades onde ocorreram.

Paulo César foi conduzido até a delegacia e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos telefones da DECAP: (84) 98135-6174 (WhatsApp) ou 3232-7867.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Polícia Civil prende vereador de Serrinha dos Pintos, no interior potiguar

Policiais civis da Delegacia Municipal de Pau dos Ferros prenderam em flagrante, nessa terça-feira (17), José Silva de Oliveira Júnior, 28 anos, vereador no município de Serrinha dos Pintos. A prisão foi decorrente do descumprindo das Medidas Protetivas de Urgência (MPU), solicitadas pela vítima na segunda-feira (16). As medidas protetivas foram concedidas após o suspeito ter agredido a vítima e ter promovido uma série de ameaças contra ela.

José Silva, mais conhecido como “Júnior de José de Galú”, foi preso no município de Serrinha dos Pintos. Segundo as investigações, praticamente no momento que em teve ciência das medidas deferidas, o suspeito enviou uma mensagem ameaçando a vítima, que, de imediato, informou o fato à Polícia Civil, que deflagrou diligências até realizar a prisão em flagrante delito de José Silva.

Após o término da lavratura do auto de prisão, ele foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Pau dos Ferros, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

PF prende responsável por automóvel que invadiu Ministério da Justiça

Foto: © Marcello Casal jr/Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu “o homem responsável por lançar um automóvel” no espelho d’água do Ministério da Justiça. De acordo com os investigadores, as diligências que investigam o caso, ocorrido na noite deste domingo (16) por volta das 23h40, já foram iniciadas com o intuito de apurar “todas as circunstâncias do fato”.

O motorista não foi encontrado no carro, logo após o ocorrido. O local, de imediato, foi isolado pela Polícia Militar do Distrito Federal para que fosse dado início aos trabalhos periciais.

A ocorrência está a cargo da Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal. Segundo a PF, todas as vertentes do caso estão sendo apuradas, inclusive a de ter havido intencionalidade, por parte do motorista.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. EF disse:

    País chibata da porra.
    Prender o infeliz que matou a ciclista em SP, não pode, mas um doido que colocou o carro numa piscina de um prédio público, aí já mobiliza céus e terra.

  2. Calígula disse:

    Será mais um novo Adélio Bispo.

Polícia Civil prende, em Natal, foragido acusado de integrar organização criminosa como “professor” de arrombar caixa eletrônico

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, na manhã dessa quarta-feira (11), Dellio Souza Ferreira, conhecido como “Professor”, 38 anos. A prisão aconteceu na capital potiguar, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela 6ª Vara da Comarca de Natal, pela suspeita da prática de furto qualificado.

O “Professor” estava foragido desde o dia 28 de junho, quando foi deflagrada a operação “Mãos Malditas”, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em cortes a caixas eletrônicos. Durante a operação, seis pessoas foram presas, após cortarem um caixa eletrônico dentro de uma farmácia, localizada na Av. Hermes da Fonseca, quando subtraíram a quantia de R$ 175.000,00 (cento e setenta e cinco mil) reais.

De acordo com as investigações, a organização criminosa é responsável por mais de oito furtos qualificados, praticados em caixas 24 horas, e teria participação ainda em roubos a banco e tráfico de drogas. Foi constatado também que a função do “Professor” na organização seria fazer o levantamento nos locais dos furtos e dirigir o veículo durante ação.

Nesta quarta-feira (11), após uma denúncia anônima, os policiais civis encontraram Dellio Souza em um carro de luxo, no bairro Lagoa Nova. Dentro do veículo, foram encontradas munições de revólver calibre 38. Em razão disso, ele também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181, Disque DEICOR (84) 3232-2862 ou pelo WhatsApp da DEICOR (84) 98135-6796.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    Gosto dessa Deicor, pq faz prisões relevantes! Parabéns

  2. Luciana Morais Gama disse:

    Vai ser solto na audiência de custódia.

    • Kelly disse:

      Diz ao menos 5 números da lotérica, para ao menos eu tirar uma quina.