Polícia Civil prende em Natal e Parnamirim três suspeitos de confeccionarem identidades falsas

FOTO: PC/ASSECOM

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, na manhã desta quarta-feira (27), a Operação “Identidades”, que resultou na prisão de três homens suspeitos de confeccionarem cédulas de identidade ideologicamente falsas para criminosos foragidos da Justiça potiguar e de outros estados da Federação. Durante a Operação, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva.

Foram presos Roberto Alves Pereira dos Santos, 74 anos, (funcionário do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP/RN), Manoel Antônio da Costa Neto, conhecido como “Bel”, 47 anos e seu filho Breno Marcílio Gonçalves da Costa, 26 anos. As prisões aconteceram em Natal e Parnamirim.

A investigação, que teve a cooperação do ITEP/RN, durou um ano e descobriu que diversas pessoas que haviam sido autuadas pela DEICOR em outras investigações estavam de posse de cédulas de identidade em que o papel era verdadeiro, entretanto, os dados inseridos nos documentos eram falsos. Foi descoberto que existia no ID/ITEP, um prontuário com os dados falsos.

Além disso, a investigação descobriu que os investigados também confeccionam outros documentos como certidão de nascimento, CPF e reservista. Os interessados admitiram que pagavam valores que variavam de R$ 3 a R$ 10 mil. para obterem os documentos falsos. No que diz respeito à confecção das cédulas de identidade, os procedimentos de coleta de impressões digitais e recebimento dos documentos eram realizados na unidade do ID/ITEP, localizada na Central do Cidadão de um shopping da capital. Eles também relataram que não fizeram nenhum tipo de agendamento pela internet (procedimento obrigatório), tendo sido atendidos rapidamente, apesar do fluxo enorme de pessoas que aguardam pelo mesmo atendimento ofertado pela instituição.

Na casa de Roberto Alves, em Natal, foram encontradas várias identidades já confeccionadas, tinta e material para coleta de digitais, cópias de certidão de nascimento, a quantia de R$ 15 mil em espécie, várias folhas de cheques, além de um revólver calibre 38, com cinco munições intactas e um rifle calibre 44. Roberto Alves também foi autuado em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo.

Durante o interrogatório, o funcionário do ITEP/RN confessou que há muitos anos tem a prática de confeccionar RG’s para alguns conhecidos, desde que os interessados apresentassem uma cópia da certidão de nascimento.

Na casa de Manoel Antônio e Marcílio, em um condomínio de luxo de Parnamirim,foram apreendidos cadernetas com anotações, aparelhos celulares e dois veículos. Os dois já foram presos pela Polícia Federal de Pernambuco, em 2019, acusados de falsificarem CPFs, tendo ficado presos no Estado, por mais de um ano.

A investigação da DEICOR identificou que vários suspeitos de roubo a bancos, de carros-fortes, líderes de facção e traficantes interestaduais, todos foragidos da Justiça, oriundos de nove estados da federação conseguiram confeccionar RG em nome de outras pessoas, junto ao ITEP, com a facilitação do servidor Roberto Alves.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou Zap DEICOR (84) 98135-6796.

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=232019&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

PM prende suspeito e apreende drogas e dinheiro na zona Norte de Natal

Foto: PM/ASSECOM

Na manhã dessa segunda-feira (25), policiais militares da Força Tática do 4° Batalhão (FT4) detiveram um homem, de 23 anos, suspeito de tráfico de drogas no Conjunto Vila Paraíso, zona norte da capital.

Por volta das 11h30, os militares realizavam patrulhamento e ao passar na Travessa Santa Karina, um homem percebeu a presença da viatura e se evadiu pulando um muro. Acompanhado pela FT4, o infrator foi detido escondido no telhado, ao lado de uma caixa d’água, e com uma chave de uma residência. Dentro do imóvel foram encontrados cerca de 689 porções de maconha, 40 porções de crack, 01 tablete de aproximadamente 01 Kg de Pasta base, saco contendo cocaína, 03 balanças de precisão pequena, 01 balança grande, 01 simulacro de pistola 24/7, além da quantia R$ 4.264,55 em espécie.

O suspeito foi conduzido à Delegacia Especializada em Narcóticos – DENARC.

PF prende acusados de aplicar golpe em beneficiários do coronavoucher

Foto: Ilustrativa

Policiais federais prenderam, no Espírito Santo, dois homens acusados de clonar cartões magnéticos de beneficiários de programas sociais como o Bolsa Família e que estão recebendo o auxílio emergencial de R$ 600, conhecido como coronavoucher, criado para minimizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia da covid-19.

Os dois homens foram detidos em flagrante, na noite desta terça-feira (19), em Vila Velha. Segundo o delegado federal Leonardo Rabello, chefe da delegacia de Combate aos Crimes Fazendários, investigadores do Serviço de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Federal (PF) chegaram aos acusados após a Caixa fornecer a relação das agências bancárias estaduais com o maior número de contestações de saques indevidos do auxílio emergencial.

De acordo com o delegado, a dupla instalava dispositivos eletrônicos nos terminais de autoatendimento de agências bancárias e, assim, conseguia clonar os cartões de benefícios sociais e filmar o momento em que as vítimas digitavam suas senhas de segurança.

Quando foram flagrados, os dois homens carregavam parte dos aparelhos usados no golpe. De acordo com a PF, eles tinham acabado de atuar em agências da Caixa nos bairros do Ibes, em Vila Velha, e Jucutuquara, em Vitória, distante cerca de 11 quilômetros.

Quando foram flagrados, os dois homens carregavam parte dos aparelhos usados no golpe. De acordo com a PF, eles tinham acabado de atuar em agências da Caixa nos bairros Ibes, em Vila Velha, e Jucutuquara, em Vitória, distante cerca de 11 quilômetros.

Segundo o delegado federal, o fato de os cartões magnéticos distribuídos aos beneficiários de programas sociais não conterem chips de segurança facilitou a ação dos criminosos. A PF estima que a dupla já havia desviado R$ 110 mil. E investiga se o crime está ocorrendo também em outros estados.

“É o conhecido [golpe do] chupa-cabra. Que era muito usado no passado, mas que diminuiu consideravelmente em função do trabalho de segurança dos bancos, cujos cartões agora contém chips magnéticos”, disse Rabello, enfatizando que o pagamento de benefícios sociais por intermédio do uso de cartões sem chip “gera uma janela de oportunidade para grupos criminosos atuarem”.

Criminosos têm antecedentes

Os dois homens presos ontem já são conhecidos por aplicar este tipo de golpe. Um deles tem dois mandados de prisão em aberto por fraudes bancárias com o uso de chupa-cabra em outros estados. O outro já cumpriu pena de prisão pelo mesmo motivo.

“São pessoas treinadas e que têm uma técnica para instalar esses dispositivos. Pessoas que já tinham fraudado agências bancárias e que agem de forma sorrateira, dificultando a vigilância das próprias agências”, acrescentou o delegado, revelando, ainda, que a Polícia Federal continua apurando o possível envolvimento de outras pessoas no golpe.

Os investigados responderão pelo crime de furto mediante fraude, cuja pena varia de dois a oito anos de prisão.

Procurada pela Agência Brasil, a Caixa não se manifestou.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flauberto Wagner disse:

    Nunca veremos uma luz de esperança no final, pois antes que se tenha certeza que é realmente uma lâmpada, vem alguém e rouba!
    É impressionante como no Brasil tem pessoas de índole perversas e que só fazem o mau ao próximo.
    Mas, com os belos exemplos de personas nada confiáveis que temos nos três poderes, o vem depois de escalabaixo é de pior à pior !

Polícia Civil prende no interior do RN suspeito por golpes financeiros a idosos

Foto: Ilustrativa

Uma ação da Delegacia Municipal de Apodi, com apoio de policiais militares da cidade, resultou na prisão em flagrante de Ranulfo Holanda Cavalcante Filho, na tarde dessa terça-feira (19). Ele é investigado pela prática de usura, pois emprestava dinheiro aos idosos da região, com juros de até 40% ao mês e retinha os cartões de aposentadoria e benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) das vítimas.

O suspeito foi preso no momento em que os policiais cumpriam um mandado de busca e apreensão na residência dele. No local, foram apreendidos cartões bancários de idosos, anotações de dados bancários das vítimas e notas promissórias.

Ranulfo Holanda emprestava dinheiro aos idosos com juros e ficava com o cartão da vítima, afirmando que era a forma de garantir o pagamento. Com os dados das vítimas, ele passava a movimentar as contas dos idosos contraindo empréstimos e praticando outras fraudes. Além disso, ele sacava mensalmente a integralidade dos valores das aposentadorias das vítimas.

“Durante a investigação, uma das vítimas nos relatou que tomou um empréstimo de mil reais no ano passado e que teve os cartões retidos. Além de sacar mensalmente a aposentadoria, o suspeito já havia retirado o 13º. de 2019 e já havia feito antecipação da parcela de 2020. Em um determinado momento, a vítima pediu os cartões de volta e Ranulfo Holanda alegou que só devolveria, caso ela pagasse o valor de mil reais que havia sido emprestado. Ou seja, o modus operandi do suspeito foi organizado para obter muitos valores das vítimas, durante um prazo prolongado”, detalhou o delegado de Apodi, Paulo Nilo.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

PM fecha rinha de galo e prende 27 pessoas em Guamaré

FOTO: PM/ASSECOM

Na manhã desSe domingo (17), uma operação realizada pela 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM) desarticulou um ponto utilizado para prática de rinha de galo na zona rural do município de Guamaré.

Após denúncia anônima de que em uma propriedade rural estava aglomerando pessoas e realizando eventos de rinha de galo aos domingos, os policiais foram em diligência e cercaram o local. Durante a abordagem alguns suspeitos tentaram se evadir mas foram contidos.

O local possuía estrutura específica para prática do crime, onde continha uma arena com banco para plateia, placar, cronômetro, tabela, bancas de aposta, equipamentos para bico e esporas, orientações de proibição de fotos e filmagem no ambiente, aves utilizadas nas rinhas, remédios e material de uso veterinário para sutura, roupas, gaiolas e anotações de aposta.

Foram conduzidas 27 pessoas, 19 motos, 03 carros, 14 bolsas transportadoras de galos, 31 biqueiras de couro simples, 54 biqueiras de couro com borracha, 06 bicos de aço, 29 esporas, 11 pares de luvas de borracha especifica para pernas de galos, dentre outros. Todos ficaram à disposição da justiça.

Além de praticarem no local crime de maus tratos aos animais, todos também foram autuados por crime à saúde pública ao aglomerar pessoas, o que é proibido em razão da pandemia do Covid-19.

Polícia Civil descobre galpão subterrâneo e prende, em Parnamirim, vereador suspeito de contrabandear cigarros importados

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam em flagrante, na tarde desta quinta-feira (14), Macio Ferreira de Aquino, conhecido como “Pato Choco”, 38 anos. O investigado, que é vereador na cidade de Serrinha dos Pintos, foi preso no município de Parnamirim.

Em 25 de março, a DEICOR estava investigando uma ação criminosa contra uma agência bancária, na cidade de António Martins/RN, quando receberam uma denúncia informando que parte do bando estaria escondido na fazenda de “Pato”, localizada na Zona Rural de Serrinha dos Pintos/RN, distante 380km de Natal.

Durante os levantamentos investigativos, os policiais civis descobriram que, dentro da granja de “Pato”, havia um galpão subterrâneo, usado para guardar cigarros contrabandeados e armas de grosso calibre, possivelmente utilizadas em ações criminosas (novo cangaço).

Na manhã desta quinta-feira (14), foi realizada uma operação policial para localizar o galpão e prender suspeitos envolvidos com roubos a banco. No momento em que os policiais civis chegaram à fazenda, perceberam que no local teria havido movimento de pessoas, porém ninguém foi encontrado.

Após revista minuciosa em todo o imóvel, os policiais civis encontraram o galpão subterrâneo, com cerca de 60m2, localizado embaixo de um campo de futebol de areia, no qual foram encontradas 20 caixas de cigarros contrabandeados, avaliados em mais de R$ 40 mil reais, além de munições calibre .40.

Em seguida, foram realizadas diligências com o objetivo de prender “Pato Choco”, o qual foi encontrado em um condomínio de luxo, em Nova Parnamirim. Com “Pato”, foram apreendidos dois veículos, sendo um deles avaliado em R$ 180 mil reais, e outro supostamente utilizado para transportar cigarros contrabandeados.

O suspeito, que confessou a prática do contrabando, foi conduzido à DEICOR, onde foi autuado em flagrante pelos crimes de contrabando e posse ilegal de munição de uso restrito. De acordo com as investigações, ele seria um dos maiores responsáveis pela distribuição ilegal de cigarros importados no Estado.

Macio Ferreira será encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou por meio do número da DEICOR: (84) 3232-2862 e pelo aplicativo WhatAapp, no número (84) 98135-6796.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ujuara disse:

    Quando leio uma reportagem em que as Polícias desvenda um crime, apreende os suspeitos e/ou elucida a situação delituosa, e ao final colocam esse comentário: "A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou por meio do número da DEICOR: (84) 3232-2862 e pelo aplicativo WhatAapp, no número (84) 98135-6796". Fico me questionando como ainda conseguem que alguém faça alguma denúncia, pois logo denuncia que alguém denunciou, e só por isso tiveram exito.
    No entanto, criam um alerta para o "crime organizado", registre-se, mais organizado do que as instituições da área da segurança pública, promovam uma verdadeira caçada e executem, sem pena nem dó, o/os denunciante/s.
    Os falhos serviços de inteligência nunca foi e nem serão capazes de proteger alguma testemunhas, imaginem um denunciante. É justamente por isso que tem morrido muitos inocentes. Só Deus na causa!

Lava-Jato: PF prende principal fornecedor nos governos Witzel e Cabral

O empresário Mário Peixoto Reprodução/VEJA.com

 

Em mais uma etapa da Lava Jato no RJ, a Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta-feira (14), o ex-deputado estadual Paulo Melo e o empresário Mário Peixoto. Outras três pessoas eram procuradas até a última atualização desta reportagem.

Peixoto e Melo foram presos, segundo as investigações, porque surgiram indícios de fraude nas compras para os hospitais de campanha da Covid-19.

O parlamentar, ex-presidente da Alerj, já tinha sido preso em uma etapa anterior da força-tarefa.

Peixoto, preso em Angra dos Reis, é dono de empresas que celebraram diversos contratos com os governos estadual — desde a gestão de Sérgio Cabral — e federal.

O G1 ainda não fez contato com a defesa dos envolvidos.

Fornecedor há 10 anos

Os mandados da Operação Favorito — incluindo 42 de busca e apreensão — foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do RJ, “em razão dos indícios da prática dos crimes de lavagem de capital, organização criminosa, corrupção, peculato e evasão de divisas”.

A PF afirma que o grupo pagou vantagens indevidas a conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), deputados estaduais e outros agentes públicos.

Equipes também estão em endereços em Minas Gerais.

Os investigadores da Lava Jato fizeram interceptações, com autorização da Justiça, e descobriram que pessoas ligadas a Peixoto trocaram informações sobre compras e aquisições dos hospitais de campanha para enfrentar a pandemia de Covid-19 no Rio de Janeiro. O contrato foi vencido pela Organização Social Iabas.

Segundo as investigações, mesmo antes da contratação, planilhas de custos já estavam sendo confeccionadas — o que levantou a suspeita de fraudes no processo.

A PF afirma que o grupo ligado a Peixoto “vem há pelo menos 10 anos se destacando como um dos principais fornecedores de mão de obra terceirizada para o governo do RJ”.

Segundo a PF, “o grupo criminoso alavancou seus negócios com contratações públicas realizadas por meio das suas inúmeras pessoas jurídicas”.

Os investigadores afirmam que cooperativas de trabalho e organizações sociais foram, na maioria, “constituídas em nome de interpostas pessoas [laranjas, a fim de permitir a lavagem dos recursos públicos desviados e disfarçar o repasse de valores para agentes públicos envolvidos”.

Mário Peixoto foi delatado por Jonas Lopes Neto, filho do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Jonas Lopes. Neto afirmou que Peixoto pagou uma mesada de R$ 200 mil para o TCE entre 2012 e 2013.

Em março do ano passado, Paulo Melo foi condenado a 12 anos e 10 meses de prisão por corrupção passiva e organização criminosa. Ele ficou preso até março deste ano, quando deixou a cadeia para cumprir prisão domiciliar.

Paulo Melo e o então governador Sérgio Cabral em visita a Saquarema, durante a gestão de Franciane Mota (ao centro) — Foto: MDB/Divulgação

Onde Peixoto atua

A empresa da família de Peixoto fornece serviço de limpeza e motoristas para diferentes secretarias no governo do RJ.

No governo federal, a empresa tem maqueiros e ascensoristas que atua no Hospital Geral de Bonsucesso.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Entrega alguns comparsas menores e depois vais para casa de tornozeleira curtir a piscina, a sauna e a banheira de hidromassagem. Isto é Brasil.

  2. Keynesianista disse:

    Vamos ser francos: o alto empresariado brasileiro é dá mesma laia da classe política e do alto escalão do funcionalismo público.

    • Ludovico fon Missa disse:

      Ué? os subsídios ao alto empresariado e a massa de salários do alto funcionalismo não estimulam a demanda agregada?

  3. Rato disse:

    E haja lockdown!!!
    Pra encher o bolso dessa cambada!

  4. araujo disse:

    O Rio de Janeiro tem uma doença por desvio de dinheiro, entra governo e sai governo e nada muda, Witzel é mais um da safra de traidores, que montou nas costas de Bolsonaro, era o quarto nas pesquisas, pegou carona para se eleger, para implantar pelo jeito, a sucessão do jeitinho carioca de governar, menos de duas semanas duas figuras importantes de seu governo presas, o subsecretário de saúde do estado e seu principal fornecedor, mas para Witzel o problema é o Bolsonaro,será que ele consegue se olhar no espelho?

  5. Ricardo Menezes disse:

    Interessante!!! Foi só haver a mudança no ministério e direção da PF, que a lava-jato, que se encontrava "estacionada" no Rio de Janeiro, retoma produtividade de prender estes saqueadores do erário público!

  6. Véi de Rui disse:

    Eses são os críticos de Bolsonaro, por isso que eles querem manter o Brasil parado, bando de corruptos

    • Keynesianista disse:

      Com Bolsonaro o Brasil afunda, então é melhor manter ele parado. Pior do que tá fica!

PF prende acusado de praticar furtos contra agências dos Correios no RN

Foto: Divulgação/PF

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas no Rio Grande do Norte, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais militares e policiais civis da SESED/RN e, ainda, agentes penitenciários federais, atuando com apoio da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), deu cumprimento a mandado de prisão preventiva na segunda-feira, 11/05, em Natal, expedido contra um pernambucano, 21 anos, suspeito de participar de furtos, mediante arrombamento, das agências dos Correios nas cidades de Patu/RN e Caraúbas/RN, respectivamente, nos meses de agosto e setembro de 2018.

O homem esteve envolvido, também, na tentativa de arrombamento à agência dos Correios de Serrinha/RN, no último final de semana, onde foi preso na companhia de outros três acusados que se preparavam para deixar o local.

O preso preventivamente possui ainda extenso histórico criminal ligado à prática de crimes contra o patrimônio, incidências que causam grande abalo social, especialmente em pequenos municípios do interior.

Apesar das restrições impostas neste período de calamidade pública, a Força-Tarefa coordenada pela Polícia Federal prossegue com o monitoramento da criminalidade visando reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte, atividade essencial que não pode ser interrompida.

Polícia Civil prende suspeito de vender diplomas universitários falsos em Natal

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal prenderam em flagrante, neste sábado (9), Pedro Xavier Filho, 59 anos, pela suspeita da prática do crime de falsificação de documento público. As diligências foram empreendidas, por policiais civis da 1ª equipe, após o recebimento de denúncia realizada por um reitor de uma universidade do Estado de Rondônia, informando que o suspeito estaria comercializando diplomas universitários falsificados.

Segundo a denúncia, o suspeito estava falsificando diplomas universitários utilizando da assinatura desse reitor, cobrando um valor aproximado de R$ 5 mil reais por documento. No momento da prisão, o suspeito estava portando os diplomas falsificados, contendo assinaturas desse reitor de determinada universidade de Rondônia, como também de uma ex-reitora da mesma universidade.

Além disso, o suspeito portava certificados de conclusão de curso, históricos escolares e requerimentos de transferência. Na delegacia, os policiais ainda identificaram ainda que o suspeito possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto, oriundo da Comarca de Bayeux, no Estado da Paraíba, pela prática do crime de fraude em licitação.

Pedro Xavier foi preso e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

PM prende dupla após arrombamento a conveniência na zona Sul de Natal

Foto: PM/ASSECOM/REPÓRTER: CB GLAUCIA

Na madrugada desta quinta-feira (07), a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte efetuou a prisão de dois homens suspeitos de arrombarem uma conveniência localizada no bairro Candelária, zona Sul de Natal.

De acordo com informações dos policiais, os militares foram acionados após o registro de uma ocorrência de furto a uma loja de conveniência localizada em um posto de combustível no bairro Candelária.

No local, os policiais constataram os indícios do crime de furto qualificado com destruição de obstáculo para a subtração dos objetos.

Durante o patrulhamento, poucos metros do local, os militares encontraram dois homens com vários materiais. Com os suspeitos foram encontradas seis garrafas de bebidas alcoólicas e vários maços de cigarros.

Com a constatação dos indícios de materialidade e autoria do delito de furto qualificado, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil para a realização dos procedimentos legais.

Polícia Civil prende suspeitos por homicídio em Natal e Parnamirim

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, nesta quinta-feira (23) e quarta-feira (22), a mandados de prisão temporária em desfavor de três homens, investigados pela suspeita da prática do crime de homicídio que vitimou José Antônio da Silva Neto, no dia 16 de julho de 2019, no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal.

Foram presos, nesta quinta-feira (23), já no sistema prisional: Wellington Félix da Cunha, mais conhecido como “Boneco” ou “Orelhudo”, preso na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) e Ivanildo Rocha da Cruz, mais conhecido como “Bucho”, preso no Complexo Penal Dr. João Chaves (CPJC). Natan Batista de Souza, preso nesta quarta-feira (22), foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=229715&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

FOTO: Polícia Civil prende no interior do RN dois suspeitos de comercializarem anabolizantes pelos Correios

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) deflagraram, nesta quinta-feira (23), a 5ª fase da Operação Hipertrofia que resultou na prisão de dois suspeitos de comercializarem anabolizantes pelos Correios, nas cidades de Santo Antônio e Nova Cruz. Durante a Operação, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, dois mandados de busca e apreensão e mandados de sequestros de veículos, expedidos pela comarca de Santo Antônio.

Allef Barbosa Queiroz, 25 anos, foi preso na cidade de Nova Cruz. Temístocles Rodrigo Almeida de Medeiros, 23 anos, foi detido na cidade de Santo Antônio e na casa dele, os policiais civis apreenderam um veículo, diversos frascos e comprimidos de substâncias anabolizantes.

Investigações realizadas pela DENARC revelaram que os suspeitos enviavam substâncias anabolizantes através dos Correios, para remetentes residentes em outros Estados do país, sendo também investigados pela prática de lavagem de capitais. Allef Barbosa Queiroz já havia sido preso preventivamente e em flagrante, em março de 2019, pela DENARC, devido à efetivação da mesma prática ilícita.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado com PF, PM e Polícia Civil prende bando que agia no interior do RN

Foto: Ilustrativa

Na manhã desta terça-feira(24) a Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), e em ação consorciada com os Grupos Táticos Operacionais de Macau e Guamaré, e a Polícia Civil de Pendências,
Macau, Guamaré e Alto do Rodrigues/RN, efetuaram a prisão em flagrante de seis indivíduos, em um sítio na Zona Rural de Pendências, onde foram localizados diversos armamentos, vestimentas e petrechos utilizados para a prática de crimes.

Durante a ação policial, dois dos acusados resistiram à prisão e efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais envolvidos na diligência, os quais prontamente responderam à ação ilícita. Esses dois suspeitos foram socorridos e encaminhados para hospital da região, e os demais presos conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil em Pendências para a lavratura do procedimento devido.

Em diligências complementares, outros dois integrantes do bando foram presos em flagrante, na cidade de Alto do Rodrigues e estavam de posse de uma arma e motocicletas que haviam sido roubadas.

Durante a ação, foram ainda apreendidos dois revólveres, três espingardas, três motocicletas, balaclavas e roupas camufladas possivelmente utilizadas nas ações delituosas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Álvaro Ap Marques disse:

    Num clima que estamos vivendo gostaria de saber porque não tem vacina h1n1
    Acho que ele tem que ter vacinas no local do momento de abertura até seu fechamento

Polícia Civil deflagra operação e prende sete pessoas na região do Seridó

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia Municipal de Caicó, com apoio da 3ª Delegacia Regional de Polícia e das Delegacias Municipais de Santa Cruz e Caraúbas, deflagraram, nesta quinta-feira (12), a “Operação Soledade”, no município de Caicó. Foram cumpridos sete mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão, no bairro Soledade, contra suspeitos de integrarem grupos criminosos atuantes no município.

Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Caicó. Foram presos: Emerson Soares de Oliveira, conhecido como “Mecinho”,  Fagner Ribeiro de Oliveira, conhecido como “Fafá”,  João Victor da Silva, conhecido como “Cowboy”, José Alves Brito, conhecido  como “Zezinho”, Nadson Carvalho da Silva, conhecido como “NDS”, Nathan Gabriel Dantas, conhecido “Madimbu”,  Roberto Carlos Ferreira, conhecido como “Roberto DVD”. José Alves Brito e Robertos Carlos Ferreira também foram autuados em flagrante, respectivamente, pelos crimes de tráfico de drogas e violação de direitos autorais.

O trabalho investigativo realizado pela equipe da Delegacia Municipal de Caicó identificou possível envolvimento dos suspeitos em organização criminosa atuante na cidade e vinculação ao tráfico de drogas na região, além de outros crimes, como lavagem de dinheiro, descaminho, sonegação fiscal, posse ilegal de arma de fogo, crimes de homicídio e latrocínios ocorridos na cidade nos últimos anos.

O nome da operação remete ao bairro Soledade, local de cumprimento dos mandados e onde se constata atuação de grupos criminosos na prática do tráfico de drogas. A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do disque denúncia 181 ou do número da Delegacia Municipal de Caicó: (84) 99634-2422.

policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=226804&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

Polícia Civil prende na Grande Natal suspeito por tentativa de homicídio contra companheira com pedaço de vidro

Foto: Ilustrativa

Policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) da Zona Sul, com apoio da Delegacia Municipal de Extremoz, prenderam Oacy Carvalho da Silva, 31 anos, na manhã desta terça-feira (10), no bairro Moinho dos Ventos, na cidade de Extremoz. Ele foi preso mediante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva expedido pela 1a. Vara Criminal da Natal.

Oacy Carvalho é suspeito de ter tentado matar a companheira, de 24 anos, usando um pedaço de vidro e uma faca. De acordo com as investigações, na noite do dia 03 de março deste ano, o homem que não aceitava o fim de relacionamento, atacou a vítima no rosto, no peito e nas costas. A mãe da vítima, que estava no local, socorreu a vítima e chegou a receber ameaças do suspeito.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.

http://www.policiacivil.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=226574&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

VÍDEOS: PRF prende homem com aproximadamente 3 kg de cocaína em veículo na BR-101, na Grande Natal

Fotos: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, na tarde desta sexta-feira (06), na Unidade Operacional da BR 101, em São José do Mipibu, um jovem de 28 anos e apreendeu aproximadamente 3 kg de cocaína.

Em uma fiscalização de rotina, policiais rodoviários federais abordaram o condutor de Ettios Sedam, que seguia no sentido João Pessoa/PB. Durante a abordagem, os policiais constataram que o homem já tinha passagem na polícia por tráfico de drogas.

Diante dos fatos, foi feita uma fiscalização minuciosa no interior do veículo, quando foram encontrados, por trás do painel frontal, três quilos da droga. O veículo não tinha registro de roubo e pertence a uma mulher.

Nesse momento, o jovem confessou que pegou o carro de uma pessoa desconhecida, em Nova Parnamirim e que estava levando a droga para a cidade de Recife/PE. Informou ainda que receberia a quantia de R$ 3.000,00 pelo transporte do entorpecente.

A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Plantão da Zona Sul em Natal.

Vídeos cedidos PRF-RN abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rui disse:

    Parabéns a PRF, o bandido se fudeu.

    • Adeobaldo Nunes disse:

      Se fo#%u nada! Se fosse fuzilado sem dó nem piedade, aí sim eu queria ver alguém querer ser mula de bandido graúdo!