Geral

Clubes ingleses serão punidos por impedir brasileiros de defender a Seleção nas Eliminatórias

Fabinho e Roberto Firmino não foram liberados pelo Liverpool, que será punido pela Fifa — Foto: REUTERS/Peter Powell

Os clubes ingleses que se recusaram a liberar jogadores convocados pela seleção brasileira serão impedidos de usar esses jogadores por mais cinco dias depois do fim da data Fifa. O mesmo vale para o Zenit. A informação de que o clube russo seria punido foi publicada primeiro por Fabio Aleixo, jornalista brasileiro radicado em Moscou.

Na prática isso quer dizer que Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United e Leeds United vão jogar desfalcados dos jogadores brasileiros na próxima rodada do Campeonato Inglês.

Os jogadores afetados são Alisson, Fabinho e Roberto Firmino (Liverpool), Ederson e Gabriel Jesus (Manchester City) Thiago Silva (Chelsea), Fred (Manchester United), Raphinha (Leeds United), Claudinho e Malcom (Zenit).

A punição dura de 10 a 14 de setembro (próxima terça-feira), o que vai afetar também dois jogos da Liga dos Campeões marcados para o dia 14. O Manchester United não vai poder usar Fred contra o Young Boys, da Suíça. A partida entre Chelsea e Zenit não terá Thiago Silva, Claudinho e Malcom.

A Fifa não trata o caso como “punição”, mas como o cumprimento do que diz o regulamento da entidade, que obriga os clubes a liberar jogadores chamados para as datas Fifa. No entanto, a entidade só age quando as associações nacionais de futebol pedem. Foi o que a CBF fez no caso desses jogadores, como o ge revelou no dia 2 de setembro. O Uruguai, por exemplo, fez diferente com Cavani e o desconvocou para os jogos de setembro das Eliminatórias.

Se os clubes tentarem forçar a escalação dos jogadores, a punição prevista é de derrota por 3 a 0 no jogo em que isso acontecer. Segundo o jornal inglês “The Guardian”, os times da Premier League ainda tentam uma negociação que permita eles escalar os jogadores.

Everton poupado

A CBF agiu diferente com o atacante Richarlison, do Everton. A relação com clube é boa desde antes das Olimpíadas, evento para o qual o jogador foi liberado apesar de isso não ser obrigatório pelas regras da Fifa. Como a CBF não pediu, o Everton não será punido.

Todos os jogadores estão cientes da posição da CBF – o que não garante que todos estejam satisfeitos, afinal correm o risco de não poderem entrar em campo por seus clubes por um ou dois jogos.

Newcastle também punido

Um outro clube inglês que recebeu essa notificação foi o Newcastle, que não liberou o paraguaio Nelson Almirón para as rodadas de setembro das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Os clubes ingleses impediram a liberação de jogadores sul-americanos porque os países da região estão na “lista vermelha” do governo do Reino Unido – e teriam que fazer uma quarentena de dez dias em hotel ao voltar para a Europa.

Zenit se posiciona

Até o momento, os clubes ingleses não se pronunciaram. Apenas o Zenit, que além do duelo contra o Chelsea perderá Claudinho e Malcom para o jogo contra o Akhmat no fim de semana pelo Campeonato Russo, emitiu uma posição oficial ao jornalista Fabio Aleixo. Veja abaixo:

“Realmente recebemos a carta da FIFA e estamos extremamente preocupados com a situação atual. Todos estes dias, o clube tem estado em contato direta com a UEFA, FIFA e RFU (União Russa de Futebol). Sabemos que as autoridades estão tentando resolver o problema. O FC Zenit, por seu lado, enviou uma resposta fundamentada à UEFA e à FIFA sobre a situação com a saída de jogadores brasileiros da seleção, bem como cartas com um pedido de esclarecimento pormenorizado da situação com as restrições impostas. Ao mesmo tempo, constatamos que o lado brasileiro violou os termos de convocação do Malcolm, mas o clube concordou e liberou o jogador (para a seleção). Não recebemos explicações claras, e vemos uma ameaça real de violação do princípio do esporte, uma vez que várias equipes participantes de competições europeias foram a priori confrontadas com a opção de liberar ou não permitir que seus jogadores fossem para a seleção. Acreditamos que o futebol deve estar em primeiro lugar e que todas as seleções, clubes e jogadores devem estar em pé de igualdade.”

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Pesquisadores brasileiros desenvolvem “vacina spray nasal” contra a Covid-19

Foto: Geert Vanden Wijngaert/Bloomberg

Uma vacina em spray contra a Covid-19 está em desenvolvimento por pesquisadores brasileiros. Trata-se de um projeto em conjunto da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto do Coração (Incor). Há também a participação de pesquisadores do Instituto Butantan.

— Temos resultados preliminares que mostram que a vacina consegue induzir resposta de anticorpos neutralizantes e também de células T — diz Daniela Santoro Rosa, professora de imunologia e chefe do laboratório de vacinas experimentais da Unifesp.

Por ser um spray nasal, a ideia é que a vacina já produza anticorpos por uma das vias de entrada do vírus: as mucosas do nariz. Outro aspecto incomum do fármaco, em comparação aos outros usados no Brasil, é sua plataforma de desenvolvimento. A tecnologia usada consiste em utilizar pedaços da proteína S, de Spike, de diferentes cepas, as variantes, do coronavírus. Desse modo, a vacina teria potência contra diversas mutações.

Mirar na proteína S é uma estratégia utilizada por diversas plataformas vacinais contra Covid-19. Essa parte do vírus é responsável pela entrada do agente infeccioso na célula humana. Daí o interesse em barrá-la.

— A ideia é usar essa vacina como um reforço para as pessoas que já estão vacinadas. A gente espera que seja mesmo um spray nasal que faça esse reforço — diz a pesquisadora.

De acordo com Daniela Santoro, a plataforma da vacina é semelhante à usada para combater a Hepatite B. A ideia dos pesquisadores da Unifesp, antes da Covid-19, era usar a mesma tecnologia para desenvolver um antígeno contra Zika e Chikungunya. Os especialistas, porém, mudaram a estratégia diante da emergência de saúde disparada pela Covid-19.

Espera-se que o pedido de autorização de ensaios clínicos, como são chamados os estudos com voluntários, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ocorra entre o fim de 2021 e começo de 2022. Neste primeiro momento, em um grupo reduzido, será avaliada a dosagem do imunizante e sua segurança em humanos.

Outro spray

Outro spray nasal contra a Covid-19 começou a ser comercializado em Israel no mês de julho. O medicamento é fabricado pela empresa canandense SaNOtize e apresentou resultados de fase II — responsável por averiguar, normalmente, a resposta imune produzida por vacinas.

A venda foi autorizada para as farmácias do país. Esse imunizante em questão, não tem nada a ver com o spray que despertou o interesse do presidente Jair Bolsonaro, que chegou a mandar uma comitiva à Israel para discutir a viabilidade do país receber estudos de desenvolvimento do fármaco.

O Globo

 

Opinião dos leitores

  1. Esse spray que está sendo comercializado em Israel não tem nada a ver com aquele que o Bolsonaro falou!!!
    Quer dizer que os israelenses estavam fazendo testes secretos deste spray sem informar para o mundo ou aprovaram o medicamento sem testes, deram uma de malucos e falaram vamos comprar que esse spray é eficiente.
    Então tá, globolixo!!!!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Interrupção geral de serviços de internet afeta usuários brasileiros

Foto: © Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Diversos sites e serviços brasileiros passaram por um período de instabilidade iniciado por volta de 11h da manhã de hoje (22), informa a plataforma internacional de monitoramento de servidores Downdetector.

Segundo o serviço, o Akamai – a maior rede de entrega de conteúdo (content delivery network, CDN na sigla em inglês) do mundo passa por dificuldades técnicas. A Akamai é responsável por cerca de 30% dos servidores de distribuição de conteúdo digital da rede mundial.

Uma CDN usa redes de servidores especializados que estão distribuídos geograficamente para acelerar a velocidade com que o usuário recebe as requisições feitas no navegador. Na prática, páginas que são hospedadas no Japão ou na Europa, por exemplo, são copiadas em um servidor fisicamente mais próximo do usuário para que o tempo de download da informação seja reduzido.

Serviços bancários, como a Caixa e o Banco Safra, a corretora de valores Clear e a financeira Sicredi, ficaram inacessíveis. Servidores e lojas de jogos online, como a Playstation Network, da Sony, e a Steam, da Valve, também foram afetados. As lojas virtuais Amazon e Submarino também sofreram com a interrupção, mas já estão restabelecidas. O MercadoLivre também passa por instabilidade em seus serviços, assim como o PagSeguro, do grupo UOL.

No início do mês, uma falha parecida ocorreu em outra CDN de grande porte, a Fastly Inc., e também afetou serviços financeiros, comércio e servidores de jogos.

A Akamai informa, na página de monitoramento de seus serviços, que está investigando as causas da interrupção generalizada.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

    1. Precisa não ZÉ tomaz, já fizeram isso nas últimas eleições. Esqueceu? Ah, claro, memória seletiva… todo mundo já esqueceu.

    2. Acorda Brasil: Se invadiram o TSE na última eleição então foi por isso que o MINTO das rachadinhas foi eleito? KKK.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

França, Suíça, Canadá e mais: confira a lista de alguns dos principais destinos para onde os brasileiros já estão autorizados a viajar

Foto: Divulgação/Divulgação

Com o avanço da vacinação, vários países retomam o turismo internacional. Para o Brasil, a lista de destinos ainda é restrita, mas aos poucos é ampliada com a exigência da imunização e de testes negativos para a Covid-19.

Nessa segunda-feira 19, o Canadá anunciou que reabrirá em setembro suas fronteiras para os brasileiros totalmente vacinados com imunizantes aprovados pelo governo do país. Durante o final de semana, a França tomou uma decisão semelhante. A Suíça já havia comunicado a abertura no final de junho.

Na Europa, pelo menos cinco países já estão aceitando brasileiros, com exigência de quarentena ou comprovante de vacinação. Na América do Sul e Central os nacionais também podem viajar a alguns destinos, a maioria com restrições.

Confira abaixo a lista de alguns dos principais destinos para onde os brasileiros já estão autorizados a viajar e as condições exigidas:

Canadá

O país reabre para brasileiros vacinados totalmente contra a Covid-19 com imunizantes da AstraZeneca, Pfizer, Janssen e Moderna, mas não Coronavac. A medida vale a partir de 7 de setembro. Os voos da Air Canada entre São Paulo e Toronto têm retomada prevista para 2 de setembro, sendo a primeira decolagem do Brasil no dia seguinte.

França

A França está aberta para brasileiros vacinados completamente com imunizantes aprovados pela Agência Europeia de Medicamentos (European Medicines Agency – EMA). São eles Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Janssen. O órgão começou em maio a analisar o imunizante da Sinovac, fabricante da Coronavac, e ainda não divulgou seu parecer.

Suíça

A Suíça abriu suas fronteiras ao turismo no final de junho. Brasileiros podem entrar no país com a apresentação de um comprovante de vacinação contra o coronavírus. São aceitos os imunizantes dos fabricantes Pfizer/BioNTech, Moderna, Janssen, AstraZeneca, Sinovac (Coronavac), Sinopharm e Serum Institute of India.

Croácia

As exigências da imigração croata para a entrada de brasileiros vindos do Brasil são o exame PCR negativo feito nas últimas 48 horas antes da chegada e uma quarentena de 14 dias. Há multas para quem descumprir o isolamento

Irlanda

Para entrar na Irlanda, os brasileiros devem apresentar um comprovante negativo de teste PCR feito até 72 horas antes e realizar uma quarentena de 14 dias. Também há multas para quem descumprir a medida.

Eslováquia

O país anunciou nessa segunda-feira 19 a abertura de suas fronteiras para turistas de todo o mundo totalmente imunizados. É necessário apresentar o comprovante de vacinação na entrada.

México

O México tem entrada livre para os brasileiros. Não é preciso vacina, nem mesmo teste PCR.

Colômbia

A Colômbia reabriu ao turismo de brasileiros em 11 de maio. Desde a semana passada já não é mais obrigatória a apresentação de um teste PCR negativo, segundo o site do governo, porém companhias aéreas ainda podem requerer o exame.

Paraguai

Desde o início do mês, brasileiros devem cumprir quarentena de sete dias ao entrar no Paraguai devido à variante Delta do novo coronavírus. Em todos os casos, é exigida a apresentação de um teste negativo para ingressar no país. Após o isolamento é realizado novo teste.

Curaçao

Todo brasileiro que entra em Curaçao deverá apresentar um resultado negativo de um exame PCR, feito em até 72 horas antes do voo, ou um resultado negativo de um exame de antígeno feito num prazo máximo de 24 horas antes. O país ainda exige a realização de mais um teste, no terceiro dia de viagem, em um laboratório local.

Costa Rica

Já na Costa Rica, o resultado negativo do PCR não é exigido, mas os brasileiros precisam contratar um seguro de viagem obrigatório.

Equador

O país exige apresentação de um teste PCR ou antígeno para detecção do coronavírus de no máximo 72 horas antes e com resultado negativo dos brasileiros. A quarentena de 10 dias também é obrigatória.

Panamá

Todos os brasileiros devem apresentar teste negativo PCR realizado antes do voo e fazer um novo exame assim que chegar o país. Mesmo se o resultado do segundo teste for negativo, ainda é obrigatório cumprir quarentena de 3 dias.

Bahamas

Todos os turistas que visitam as Bahamas devem apresentar um teste PCR negativo feito no máximo cinco dias antes da viagem em sua entrada. Os viajantes totalmente imunizados podem apresentar comprovante de vacinação e serão isentos do exame.

Veja

Opinião dos leitores

  1. Sei José Tomaz, vc ficou no mesmo nível do seu líder ou mentor, primeiro grau em caetes/PE, segundo grau no subúrbio, terceiro grau em tibinha de Parnamirim, mestrado e doutorado em alguma repartição onde circulava dinheiro fácil. É sempre assim, “estudei muito…….e as as tetas estavam cheias” agora tenho que chorar para papai voltar.

  2. A boiada imunda não tem $ nem pra comprar 1 kg de coxão duro, vai ter dinheiro pra ir jantar na Torre Eiffel…

    1. Quem fazia constantemente estas viagens, eram a jumentada comedora de capim, mas a tetinha secou, resta só rinchar de raivinha…

    2. Ze, quem tá reclamando do preço de tudo e vc, que tá liso.
      Kkkkkkkkk

    3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Boa Tomaz…daqui a pouco têm nem dinheiro pra gasolima…quanto mais pra viajar de avião…
      Ôôôôô boiaaaada…êêêêêê…gadooooo…ôôôôu…

    4. Fale pela sua teta ruminante, a minha eu estudei muito para estar cheia.

    5. Lembro demais, José Tomaz estudava muito ……….pouco, é cobra só passava se arrastando, também curso superior para babão de ladrão não exige muito raciocínio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Neymar critica brasileiros que estão torcendo para a Argentina vencer a final da Copa América

Foto: Reprodução

Neymar usou as redes sociais para criticar os brasileiros que estão torcendo para a Argentina vencer a final da Copa América, neste sábado, contra a Seleção.

Em uma rede social, o camisa 10 afirmou que torcerá sempre para o Brasil em qualquer modalidade.

– Sou “brasileiro com muito orgulho e com muito amor”. Meu sonho sempre foi estar na seleção brasileira e ouvir a torcida cantando. Jamais torci ou torcerei se o Brasil estiver disputando alguma coisa, seja lá qual for o esporte, concurso de modelo, Oscar… – disse o atacante, que completou:

– Se tem Brasil, eu sou Brasil, e quem é brasileiro e faz diferente? Ok, vou respeitar, mas vai para o … – disse, o atacante, que usou um palavrão para terminar a frase e explicar:

– Só serve para quem está contra – concluiu.

Brasil e Argentina se enfrentam às 21h deste sábado, pela decisão da Copa América, no Maracanã. Se a partida terminar empatada, haverá prorrogação. Se a igualdade persistir, o confronto será decidido nos pênaltis.

Com Globo Esporte

Opinião dos leitores

  1. Sou brasileiro, vou torcer pela seleção brasileira e em 2022 , vou votar e torcer por Bolsonaro.

  2. todos tem que usar a bandeira do brasil, agora tem uns que gosta mesmo e de usa a da china, cuba, correia entre outras, o presidente só esta resgatando o que tentaram muda a alguns anos. Mito 2022

  3. São os mesmos que não queriam a copa América no Brasil a esquerda imunda e a rede Globolixo de TV.
    Brasil 3×1 Argentina.
    No governo do MITO o Brasil tá em outro nível.
    Chora Globolixo, chora esquerdopatas safados.

  4. Se a boiada imunda pode escolher vacinas, quem vai assistir a pelada, pode torcer para a seleção que quiser…
    Eu torço para que Messi faça uns 5.
    Saudades da época de usar a camisa da seleção e não ser confundido com um retardado..

    1. Brasileiro de m…..! Torcer contra o próprio país! Veja a q ponto chegou a ideologia política na cabeça de uma pessoa, coloca tudo abaixo disso ! Nem merece ser brasileiro, um louco desse

    2. Claro vc deve ser dependente de europeu assim como os argentinos e não dá selva como os brasileiros de verdade

    3. Esse cai cai bosta chamado Neymar é um peladeiro de bosta. Argentina no rabo dele

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Pesquisa aponta que Natal é a 4ª cidade mais procurada pelos turistas brasileiros paras as férias de julho

Foto: via Brasil Turis

O Blog do BG destaca reportagem do portal Click PB, que destaca uma pesquisa da empresa Decolar, que analisou as tendências de destinos nacionais para as férias de julho deste ano. Com base nas buscas por pacotes de viagens, Natal está em 4º lugar entre as cidades mais citadas. No total, o ranking apresenta 10 cidades do Nordeste.

De acordo com o diretor-geral da Decolar, Alexandre Moshe, os brasileiros estão ansiosos para viajar e fazem planos para isso. “Conforme o ritmo da vacinação avança, há um aumento na procura por viagens nacionais, com destaque para os lugares que proporcionam mais atividades ao ar livre e praias”, pontuou o executivo.

Posição Destinos

1º Gramado (RS)
2º Rio de Janeiro (RJ)
3º Maceió (AL)
4º Natal (RN)
5º Porto Seguro (BA)
6º Fortaleza (CE)
7º Porto Alegre (RS)
8º Porto de Galinhas (PE)
9º Salvador (BA)
10º Recife (PE)
11º Foz do Iguaçu (PR)
12º Florianópolis (SC)
13º Maragogi (AL)
14º João Pessoa (PB)
15º Jericoacoara (CE)

Com Blog do BGPB

Opinião dos leitores

  1. Em verdade, boa parte desses turistas não fica em Natal. Vai para Pipa ou São Miguel do Gostoso.

  2. Mas vai ser a primeira em avaliação negativa, tendo em vista o mal estado de conservação da cidade, falta de estrutura e preços cobrados nas praias, e a insegurança que reina no RN.

  3. Se esse estado investisse é oferecesse segurança e infraestrutura para o turismo, cresceria e se desenvolveria muito mesmo.

  4. Natal fica em 4° lugar, porque o pessoal daqui tá sem grana pra viajar, devido essa governadora não cumprir suas promessas de campanha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO: Presidente da Argentina diz que brasileiros vieram da selva e argentinos chegaram de barco da Europa

Em encontro na manhã desta quarta (9) com o premiê da Espanha, em Buenos Aires, o presidente argentino, Alberto Fernández, disse que “os mexicanos vieram dos indígenas, os brasileiros, da selva, e nós, chegamos em barcos”. “Eram barcos que vinham da Europa”, afirmou, apontando para Pedro Sánchez. Depois, referendou: “O meu [sobrenome] Fernández é uma prova disso”.

O líder argentino acreditava fazer menção a uma frase incorretamente atribuída ao escritor mexicano Octavio Paz (1914-1998), Nobel de literatura em 1990, em que ele teria discorrido sobre a raiz asteca dos mexicanos e a origem inca dos peruanos. Fernández, porém, confundiu-se, e a frase é na verdade parte de uma canção do compositor Litto Nebbia.

Após a repercussão da declaração, o presidente argentino publicou uma mensagem no Twitter na qual diz que “nossa diversidade é um orgulho”. “Mais de uma vez foi dito que ‘os argentinos descendemos dos barcos’. Na primeira metade do século 20 recebemos mais de 5 milhões de imigrantes que conviveram com os nossos povos originários. Nossa diversidade é um orgulho.” Na sequência, acrescentou que “não quis ofender ninguém” e pediu desculpas “a quem tenha se sentido ofendido ou invibilizado”.

Figuras públicas argentinas com frequência cometem o que a imprensa local costuma chamar de “gafe”. A frase racista, no entanto, revela um traço cultural profundo que minimiza ou mesmo nega a raiz mestiça da população argentina, pensamento presente desde o século 19 entre intelectuais e governantes importantes. Obviamente não se trata de uma postura de toda a sociedade, mas muito marcada na elite.

O ex-presidente Domingo Faustino Sarmiento (1811-1888), autor de “Conflicto y Armonías de Las Razas en América” (conflito e harmonia das raças na América), por exemplo, falava da necessidade de “embranquecer a Argentina” para o desenvolvimento do país. Em seu mandato, estimulou a imigração de europeus com essa finalidade.

A teoria de Sarmiento influenciou seu sucessor na Presidência, Julio Argentino Roca (1843-1914), responsável por iniciar a Campanha do Deserto, em que, sob a justificativa de “levar civilização aos rincões do país”, o Exército argentino assassinou comunidades inteiras de índios ranqueles e araucanos, entre outros. Não há consenso quanto ao número de mortes provocadas pela campanha, mas historiadores renomados falam em genocídio ou em “impulso genocida”.

Essas etnias, porém, não foram totalmente exterminadas, tanto que a população do interior da Argentina guarda traços desses povos, e há pequenos grupos que mantêm os idiomas originários.

O maior fluxo de imigrantes europeus na Argentina ocorreu entre 1850 e 1950, quando cerca de 7 milhões entraram no país. Já os africanos vieram em maior escala entre os séculos 16 e 19, como escravos.

Embora a população de negros tenha diminuído no país, ela permanece grande. Em 1778, africanos e afro-descendentes eram 37% dos habitantes do país, de acordo com documentos oficiais espanhóis.

Em Buenos Aires, nas primeiras décadas após a independência (1810), eles representavam 30% da população. Hoje, segundo o censo mais recente, 9% são afro-argentinos em todo o território. A Argentina tinha, de acordo com o Banco Mundial, 44,94 milhões de habitantes em 2019.

Declarações do tipo também já foram feitas por membros de diferentes partidos e classes sociais e intelectuais do país. O escritor argentino Jorge Luis Borges, por exemplo, dizia que “os argentinos são europeus nascidos no exterior”.

No Fórum Econômico de Davos, em 2018, o ex-presidente Mauricio Macri afirmou na abertura de seu discurso, como forma de cumprimentar a plateia, que “somos todos descendentes da Europa”.

Em 9 de julho de 2016, data em que a independência argentina é celebrada, Macri afirmou que os “independentistas argentinos devem ter sentido uma grande angústia por terem de se separar da Espanha”. A declaração foi dada na presença do hoje rei emérito Juan Carlos, chamado de “querido rei” pelo ex-presidente na ocasião.

Já o peronista Carlos Menem, também ex-presidente, negou em um discurso na Universidade de Maastricht, na Holanda, em 1993, que o país tivesse negros. No mesmo evento, ao ser questionado sobre a escravidão na Argentina, disse que, em 1813, ano da abolição, os poucos negros já haviam morrido, e que, então, aquilo era “um problema brasileiro”.

Agora foi a vez de Fernández, que se apresenta como um nome de centro-esquerda e tem vínculos com organizações que defendem as minorias e os indígenas.

Folha de São Paulo

Opinião dos leitores

  1. Meu sobrenome é uma prova disso”. Mas que idiota. Eu não conheço ninguém que tenha sobrenome indigena, a maioria esmagadora dos brasileiros tem sobrenomes dos colonizadores, oras. E outra , esse presidente tem cara de mexicano. Quero ver a patrulha da esquerda progressista enquadrar ele ! Hahahaha. Não é o q fala, é QUEM fala

  2. Mais um esquerdista com mania de grandeza que está terminando de afundar a Argentina… Se Lulaladrão ganhar há grandes chances do Brasil se tornar uma Argentina… O pior é que ficando com o MINTO das rachadinhas, há grandes chances de virarmos uma Venezuela que sofreu um golpe militar à época de Hugo Chávez (esse golpe inclusive foi elogiado pelo MINTO)… Tempos sombrios…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

TRABALHO: Evento online vai recrutar brasileiros para 200 vagas no Canadá

Foto: DenisTangneyJr/Getty Images

Tem experiência em tecnologia e sonha ter uma carreira internacional? A organização Montréal Internacional vai realizar um evento virtual para preencher quase 200 vagas de emprego em 30 empresas do Canadá.

As vagas são focadas na cidade de Montréal e em profissões de alta demanda de tecnologia da informação. Na última década, a cidade teve um crescimento de 64% em empregos no setor de TI.

Com a expectativa de atrair mais de 1 milhão de imigrantes até 2023, essa é uma das diversas iniciativas de cidades e empresas canadenses para recrutar estudantes e profissionais.

Todo o processo do “Les Journées Québec Tech” será feito de forma virtual pelo site do Talent Montréal. Após as inscrições, as empresas participantes vão selecionar seus candidatos e convidá-los para entrevistas de emprego entre os dias 14 e 23 de junho.

Depois de aprovados, os profissionais terão ajuda das empresas para obter a autorização de trabalho.

As companhias participantes procuram principalmente por:

Desenvolvedores (fullstack, front-end e back-end) para as seguintes tecnologias: Java / .NET / C# /Javascript / C++

Analistas de negócios em TI

DevOps

Cientistas de dados

Administradores de servidores

Arquitetos de tecnologia

Para tirar dúvidas dos interessados, a organização vai fazer uma sessão online em português no dia 25 de maio, às 18h. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas aqui.

Já as inscrições para o evento de recrutamento vão até o dia 13 de junho e os candidatos se cadastram no site do Talent Montréal.

Exame

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Brasileiros Gabriel Medina, Italo Ferreira e Filipe Toledo lideram a Liga Mundial de Surfe (WSL)

Foto: Dunbar / WSL

Só deu Brasil na quarta etapa da Liga Mundial de Surfe (WSL). Na madrugada desta segunda-feira, Filipe Toledo derrotou o sul-africano Jordy Smith para conquistar o título em Margaret River, no Oeste da Austrália. Um pouco mais cedo, Tatiana Weston-Webb superou a australiana Stephanie Gilmore para faturar a sua segunda vitória na carreira.

Filipinho deu um show na final para chegar ao seu 9º título no Tour. A vitória veio com a melhor apresentação do dia: 17,40 pontos, contra 14,23 de Jordy. Com o resultado, o surfista de Ubatuba-SP pulou para a terceira posição no ranking, só ficando atrás do líder Gabriel Medina e de Italo Ferreira.

Filipinho se emocionou com a vitória, principalmente porque hoje foi o aniversário do seu filho mais novo, Koa, que completou 3 anos de idade longe do pai, mas junto com a irmã Mahina e a família do surfista na Califórnia.

– Essa eu dedico para o meu pequeno Koa. É aniversário dele. Eu prometi para o Koa e para a Mahina que eu iria levar o troféu para casa. Essa é para vocês – comemorou Filipinho.

Os 5 melhores surfistas do ranking masculino e do feminino disputam em setembro a WSL Finals, em uma competição inédita no formato mata-mata. A quinta etapa do Tour começa no próximo sábado, em Rottnest Island, também no Oeste da Austrália.

Confira o top-5 do ranking após 4 etapas:

1 – Gabriel Medina (BRA) – 28.920 pontos

2 – Italo Ferreira (BRA) – 24.150

3 – Filipe Toledo (BRA) – 20.735

4 – John John Florence (HAV) – 19.395

5 – Jordy Smith (AFS) – 19.185

No caminho até o título, Filipe bate Italo nas quartas

Filipe e Italo Ferreira definiram na última bateria das quartas de final qual brasileiro iria seguir na briga pelo título em Margaret. A desistência de John John Florence, por conta de uma lesão no joelho, fez o favoritismo dos dois brasileiros aumentar ainda mais, assim como a chance do trio verde-amarelo com Gabriel Medina dominar a ponta do ranking.

Filipinho foi cirúrgico, pegou apenas 4 ondas nos 35 minutos de bateria, conseguiu 13,90 (7,90 + 6) no total e deixou Italo precisando de um 5,90 para virar. O campeão mundial teve a chance da virada na última onda do duelo, mas os juízes deram apenas 4,93. Italo terminou na 5º posição, resultado que o manteve na segunda posição no ranking, com 24.150 pontos, com Medina ainda na liderança do Tour, com 28.920 pontos.

Nas semifinais, Filipe teve uma vitória tranquila sobre o sul-africano Matthew McGillivray, enquanto Jordy passou por Griffin Colapinto com uma vantagem de apenas 17 centésimos.

Show de Toledo na final

Vindo de um início de temporada irregular, Filipinho mostrou na decisão todo o seu potencial para superar Jordy Smith e voltar a figurar entre os melhores. O brasileiro já abriu a disputa com um 6,67, mas viu o sul-africano virar com o seu “power surf” em uma onda da série, tirando um 8. Jordy ainda aumentou a vantagem com um 6, enquanto Filipe ainda esperava pelas maiores da série.

Com 20 minutos de bateria, Filipinho pegou uma das ondas mais impressionantes da final: ele acertou uma sequência de 3 rasgadas fortes e ainda finalizou com duas batidas para tirar um 8,33 e assumir a liderança com 15 pontos, contra 14 de Jordy.

A maior nota da bateria ainda veio na sequência: um 9, em uma onda que Toledo pegou sem ter a prioridade, acertou dois rasgadões e mais duas batidas para finalizar. Com 17,33 no total, Filipinho ainda trocou o 8,33 por um 8,40, enquanto Jody só conseguiu mais um 6,23 para a alegria dos brasileiros que fizeram barulho enquanto Toledo era carregado nas escadarias do Main Break.

Resultados das baterias:

Final:

Jordy Smith (AFS) 14,23 x 17,40 Filipe Toledo (BRA)

Semifinais:

Griffin Colapinto (EUA) 15,16 x 15,33 Jordy Smith (AFS)
Matthew McGillivray (AFS) 13,74 x 15,16 Filipe Toledo (BRA)

Quartas:

John John Florence (HAV) – lesionado – x Griffin Colapinto (EUA)
Jordy Smith (AFS) 11 x 10,90 Ryan Callinan (AUS)
Seth Moniz (HAV) 9,73 x 15,43 Matthew McGillivray (AFS)
Italo Ferreira (BRA) 13,73 x 13,90 Filipe Toledo (BRA)

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Desemprego no Brasil fica em 14,4% e atinge 14,4 milhões de pessoas, diz IBGE

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O desemprego no Brasil atingiu 14,4% no trimestre encerrado em fevereiro, segundo divulgou nesta sexta-feira (30) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já o número de desempregados foi estimado em 14,4 milhões – recorde da série histórica iniciada em 2012.

“O resultado representa uma alta de 2,9%, ou de mais 400 mil pessoas desocupadas frente ao trimestre anterior (setembro a novembro de 2020)”, informou o IBGE.

Em 1 ano, o número de desempregados no Brasil aumentou 16,9%, com um acréscimo de 2,1 milhões de pessoas na busca por um trabalho.

A população desalentada (quem desistiu de procurar uma oportunidade no mercado de trabalho) também atingiu patamar recorde, reunindo 6 milhões de pessoas.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad). No levantamento anterior, referente ao trimestre encerrado em janeiro, a taxa de desemprego estava em 14,2%, atingindo 14,3 milhões de brasileiros.

Veja outros destaques da pesquisa:

A população ocupada (85,9 milhões) ficou estável em relação ao trimestre móvel anterior e caiu 8,3%, (menos 7,8 milhões) frente ao mesmo trimestre de 2020;

A população subutilizada (32,6 milhões) ficou estável frente ao trimestre móvel anterior e cresceu 21,9% (mais 5,9 milhões) na comparação anual.

A mediana de 28 projeções captadas pelo Valor Data estimava uma taxa de 14,5% no trimestre encerrado em fevereiro. O intervalo das expectativas variava de 14,1% a 14,8%.

Perspectivas

Indicadores têm mostrado uma queda no ritmo da atividade econômica e do nível de confiança de empresários e consumidores neste começo de ano em meio ao agravamento da pandemia e endurecimento de medidas de restrição.

Nesta quinta-feira, o Brasil atingiu a marca de 400 mil mortos pelo coronavírus. Apesar de queda nas taxas de morte no momento, abril foi o mês mais letal e teve mais de 2 mil vítimas diárias.

Mesmo com o aumento do número de ocupados nos últimos meses, economistas avaliam que uma melhora mais consistente do mercado de trabalho só deverá ser observada no segundo semestre, mas a depender do avanço da vacinação e da redução das incertezas econômicas.

A média das projeções do mercado para o crescimento do PIB em 2021 está atualmente em 3,09%, abaixo da média global, segundo a última pesquisa Focus do Banco Central.

G1

Opinião dos leitores

  1. Esses burros não pesquisam , vai pesquisar jumento. Índice de desemprego muito maior no governo do PT

  2. Enquanto o presidente mantiver Paulo Guedes à frente da Economia, o país vai continuar como está. O que esse senhor fez para trazer o mínimo de bem estar social para os brasileiros? Ainda dá tempo, presidente…

    1. CANALHA???, quem fechou comércio, indústrias, serviços e obras, foram os GOVERNADORES e prefeitos. Criaram pânico desnecessário na população, como fez o Governo do RN anunciando 11 mil mortos no RN até maio do ano passado.
      O Presidente foi o único que alertou para o problema do desemprego, foi o único que se preocupou com a manutenção da renda dos trabalhadores, criou programas de manutenção do emprego que salvou muitos trabalhadores.
      E a sua GOVERNADORA, o que fez para a manutenção dos empregos?

    2. Só lembrando Chico petista, desse total, 13 MILHÕES foram HERDADOS desde 2016 com o governo de DIlma do PT.
      Mesmo depois de 14 meses de pandemia e os governadores mandando parar tudo, o número aumentou em 1 milhão. Respeite a verdade e deixe de ser mero torcedor de corrupto de estimação

    3. O melhor, galera da direita, é que o país não tem destruído empregos. Pelo contrário, desde quando iniciou a pandemia, e os governadores tentando destruir a economia, foram criados mais de 1 milhão de empregos (diferença entre admissões e demissões). O problema é que mais gente tem procurado trabalho, pressionando a taxa de desemprego. O engodo esquerdista, de tratar o assunto como um bando de analfa, não cola. Chico, e outros esquerdopatas, se informem melhor.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Guedes anuncia novo programa para trabalhadores informais com “Bônus de Inclusão Produtiva (BIP)” que vai ajudar 40 milhões de brasileiros

Foto: © Edu Andrade/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira(28) que o governo vai lançar o programa Bônus de Inclusão Produtiva (BIP) para atender os trabalhadores informais afetados pela pandemia de covid-19. Guedes não deu detalhes, mas disse que o programa vai ajudar os 40 milhões de brasileiros “invisíveis”, como vendedores ambulantes, pessoas que foram atendidas pelo auxílio emergencial do governo federal.

“Essa turma toda que está bloqueada, sem capacidade de trabalho. Queremos o retorno seguro ao trabalho desse brasileiros através da vacinação em massa. Enquanto isso não ocorre, o BIP. Eles têm direito ao trabalho, nunca pediram nada ao Estado, a primeira vez que foram vistos foi durante a pandemia. Nós devemos a eles também ferramentas de sobrevivência nos próximos meses, enquanto fazemos a vacinação em massa”.

O anúncio foi feito durante a coletiva virtual de divulgação dos dados de emprego formal de março. No mês, de acordo com os dados do Novo Caged, o Brasil registrou a criação de 184 mil vagas de trabalho formal.

Para Guedes, esses trabalhadores informais foram excluídos do mercado de trabalho formal “por uma legislação obsoleta”, que onera os empresários e impede a criação de um mercado de trabalho “vigoroso, forte e robusto”.

O ministro defende a redução da carga tributária da folha de pagamento. “Hoje, o salário é muito para quem paga, para quem dá o emprego, e é pouco para quem recebe porque tem uma cunha fiscal muito grande, que quase duplica o custo do trabalho”, argumentou.

Ontem (27), o governo federal também anunciou a flexibilização da legislação trabalhista para combate das consequências econômicas decorrentes da pandemia e a retomada do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego (Bem), que permite a empresas a realização de acordos para redução de jornada e salário de funcionários ou a suspensão dos contratos de trabalho.

Guedes informou que o governo deve ainda relançar o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), uma linha de crédito criada para auxiliar financeiramente os pequenos negócios.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. O pronampe é uma pegadinha, ele concede empréstimos a juros baixos, no entanto os bancos contratantes exigem que o cliente faça seguro de vida, pague uma taxa mensal de manutenção de contas e outras despesas no pacote, com isso os juros a pagar, se transformam em 200 a 300 % a mais que o anunciado no programa do governo. Tentei fazer e fui surpreendido com esse tipo de empréstimo casado, o que inviabilizou totalmente o empréstimo. as autoridades tem que penalizar essas instituições bancárias, isso é um desrespeito ao micro empresários que estão numa situação falimentar.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde alerta que 1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina contra a Covid atrasada

Foto: Reprodução/G1

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira (13), em um café da manhã com jornalistas, que 1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina contra a Covid atrasada.

Até o momento, duas vacinas são aplicadas no país, as duas em caráter emergencial: a da farmacêutica AstraZeneca (em parceria com a Universidade de Oxford), e a da farmacêutica CoronaVac.

Para a vacina da AstraZeneca, a maior eficácia é alcançada quando o intervalo entre a primeira e a segunda doses é de três meses. Para a CoronaVac, o melhor resultado, de acordo com os estudos, ocorre quando a segunda dose é aplicada num intervalo de 21 a 28 dias.

Queiroga afirmou que o ministério vai emitir uma lista por estado com as pessoas que estão com a segunda dose atrasada. Disse também que esse trabalho de completar o “esquema vacinal” será feito em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

A orientação do ministério é que todos que estejam com a segunda dose atrasada vão a um posto de vacinação para completar a imunização.

De acordo com especialistas, tomar a segunda aumenta não só a proteção individual contra o coronavírus. Quantos mais pessoas estiverem imunizadas, maior é a barreira criada na comunidade inteira, diminuindo as possibilidades de alguém se infectar.

Balanço da vacinação contra Covid-19, divulgado nesta segunda-feira (12) pelo consórcio de veículos de imprensa com base em dados dos estados, aponta que 23.847.792 pessoas já receberam a primeira dose de vacina. O número representa 11,26% da população brasileira.

A segunda dose já foi aplicada em 7.391.544 pessoas (3,49% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

No total, 31.239.336 doses foram aplicadas em todo o país.

Secretaria para ações contra a Covid

O ministro também disse que o governo deve publicar uma medida provisória para criar uma secretaria específica para ações contra a Covid. Ele afirmou ainda que a responsável pelo órgão deve ser Franciele Francinato, coordenadora do Programa Nacional de Imunização e técnica do Ministério da Saúde.

Protocolo para transporte público

Ainda de acordo com o ministro, o governo avalia a publicação de um protocolo com orientações para uso do transporte público em todo o país.

O objetivo é evitar aglomerações e, consequentemente, o contágio dentro dos veículos.

Queiroga voltou a ressaltar a importância do uso de máscaras, como tem feito desde que assumiu o cargo. Nesse ponto, o posicionamento do ministro se difere da postura do presidente Jair Bolsonaro, que costuma comparecer em público sem máscara e não faz discurso em favor do uso do equipamento.

G1

Opinião dos leitores

  1. Em Natal, segundo a Secretaria de Saúde estar em falta. Onde vamos procurar e quando para tomar a segunda dose?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Quer estudar no Canadá? Grupo educacional oferece bolsas para brasileiros

Foto: (Marc Bruxelle/Thinkstock)

A GUS Canadá, braço canadense da rede Global University Systems, está oferecendo bolsas de estudos para brasileiros nas principais cidades e instituições do Canadá, como a University Canada West (UCW), Toronto School of Management (TSoM), Canadian College of Technology and Business (CCTB) e Trebas Institute Montreal.

O grupo oferece uma ampla variedade de formações acadêmicas, incluindo programas de bacharelado, mestrado, diplomas e certificados, além de MBAs (Master of Business Administration), voltados para as áreas de négocios, tecnologia, turismo, entre outros.

Com exigência mínima de nível intermediário da língua inglesa, os interessados ainda contam com planos de pagamento flexíveis, conforme regras de cada instituição, além da possibilidade dos estudantes trabalharem para arcar com parte das despesas.

Em Montreal, a maior cidade da província de Quebec e o segundo município mais populoso do Canadá, o francês é a língua oficial, o que pode ser um atrativo para a prática de dois idiomas ao mesmo tempo.

Quem deseja viver na cidade, pode optar por programas na renomada Trebas Institute Montreal, que está oferecendo bolsas de CAD 10 mil (em torno de 45 mil reais) nos cursos de e-commerce e gestão de negócios, além de produção audiovisual. Os programas partem de CAD 9 mil/ano (em torno de 40 mil reais/ano) e são elegíveis ao PGWP, o visto de trabalho por até três anos após a conclusão do curso.

Toronto, a maior cidade do Canadá, é conhecido por ser um centro internacional de negócios, finanças, arte e cultura, com muita qualidade de vida e segurança, sendo considerada uma das melhores cidades do mundo para se viver.

Lá, a opção é a Toronto School of Management (TSOM), que oferece programas nas áreas de negócios, turismo e hospitalidade, dados e tecnologia. A escola está com bolsas de até 55% nos cursos para início em 2021 ou 2022. Os cursos de 31 semanas partem de CAD 4.745 (em torno de 21 mil reais).

Em Vancouver, que fica na costa oeste do Canadá, os estudantes têm duas opções de escola, a Canadian College of Technology and Business (CCTB) e a University Canada West (UCW).

A primeira oferece programas nas áreas de negócios e tecnologia com bolsa de estudos de até 50%. Os cursos de 42 semanas partem de CAD 6.500 (em torno de 29 mil reais). Já a segunda, oferece programas de bacharelado, MBA e Associate of Arts. “O grande destaque da UCW é o Associate of Arts, que está por CAD 13.920 (em torno de 63 mil reais) para os dois anos”, destaca Jéssica Carvalho, gerente de produtos da SEDA Intercâmbios. Os três programas são elegíveis ao visto de trabalho por até três anos após a conclusão do curso. Os cursos têm início previsto para 2021 ou 2022.

Os interessados devem se inscrever neste link.

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Pesquisa revela brasileiros são os que mais mentem na paquera virtual

Foto: Pexels

Quem nunca contou uma mentirinha pro crush na hora da paquera, seja num papo virtual ou num date? Ok, mentira pode ser um termo muito forte, afinal, existem diversos níveis de “alteração da verdade” ou omissão. De acordo com uma pesquisa global* realizada pelo aplicativo de paquera Happn, o brasileiro é o povo que mais conta inverdades na hora da paquera.

Mais da metade (51%) dos usuários nacionais afirmaram que já contaram algum tipo de balela em momentos de flerte, muito acima da média mundial que é de 29%. Participaram da pesquisa: França, Holanda, Brasil, Noruega, Dinamarca, Bélgica, Argentina, Itália, Espanha e Suécia.

As mais contadas

Dentre as mentirinhas mais contadas pelos brasileiros, a idade (30%) é a mais comum de não corresponder à realidade, seguindo a média global. Em segundo lugar, 22% dos brasileiros ‘adoram’ não revelar os verdadeiros gostos pessoais, especialmente sobre hábitos como fumar, beber e praticar esportes. Outro assunto que também é amplamente alterado pelos brasileiros no momento da paquera é a visão política pessoal: 16% dos usuários brasileiros do Happn afirmaram que já mentiram sobre o tema.

As mais escutadas

Mas quando o assunto são as mentirinhas do crush mais recebidas pelos usuários durante a paquera on-line, uma vence em disparada: “eu quase não leio as mensagens, pois não estou conectado com frequência” é a mentira mais comum. Confira o ranking nacional e global das mentiras mais contato on-line:

Brasil

47% – Quase não entro no app
28% – É a primeira vez que uso app de paquera
24% – Não vou conseguir te encontrar hoje; estou preso/a no trabalho

Mundo

35% – Quase não entro no app
26% – É a primeira vez que uso app de paquera
17% – Não vou conseguir te encontrar hoje; estou preso/a no trabalho.

Os motivos para ‘alterar a verdade’

Dentre os usuários nacionais, o principal motivo para eles criarem mentiras no momento da paquera é para chamar a atenção do crush (35%), seguido pelo receio de ser julgado (23%) e por sentir vergonha de algo pessoal (13%).

Mentir para quem se gosta não é legal

Apesar de os brasileiros comumente não serem completamente verdadeiros com o crush, metade deles (50%) acha que não é legal mentir para a pessoa que se gosta e 38% não vê problema em agir assim, desde que não seja uma mentira grave. Outros 12% afirmou que não tem um sentimento específico sobre mentir para o crush.

O outro lado da mesa

A pesquisa também questionou os usuários brasileiros do Happn se já descobriram alguma mentira contada pelo crush a eles. Mais de 65% dos brasileiros já descobriram alguma mentira, fossem elas bobas (33%) ou graves (32%). Já outros 35% acham que nunca foram enganados pelo paquera e, se foram, não descobriram.

O momento da verdade

Apesar de a mentira fazer parte do dia das pessoas, especialmente quando se trata de sedução, a verdade ainda é o principal argumento no momento de pôr um ponto final em uma relação. A pesquisa revelou que 46% dos entrevistados brasileiros preferem contar a verdade neste momento; outros 33% preferem falar nada, nem a verdade e nem uma mentira, mas apenas ‘sumir’ (o famoso ghosting). Apenas 21% afirmaram que, para não ferir os sentimentos do Crush, inventam uma desculpa para encerrar esse ciclo.

“É muito interessante notar que os brasileiros às vezes mentem para chamar a atenção de seu crush ou porque têm medo de serem julgados: eles precisam se sentir mais confiantes consigo mesmos. Não há nada mais atraente e sedutor do que alguém ousar ser autêntico e revelar sua própria personalidade”, diz Marine Ravinet, diretora de tendências do Happn.

IG

 

Opinião dos leitores

  1. Conheço um genocida que se elegeu presidente, mentindo para 57 milhões de imbecis.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Libertadores 2021: veja os grupos dos brasileiros após o sorteio, com Flamengo no “chave da morte”

Foto: Reprodução

A Conmebol sorteou na tarde desta sexta-feira, em um evento virtual na sua sede em Luque, no Paraguai, os grupos da Libertadores 2021.

Atual campeão do torneio, o Palmeiras foi cabeça de chave do Grupo A e pode ter outro brasileiro em seu grupo: o Grêmio, caso o time gaúcho passe pelo Del Valle-EQU na Pré-Libertadores. O primeiro jogo será nesta sexta-feira, às 19h15, no Paraguai.

O Santos, outro brasileiro que disputa a Pré-Libertadores, cairá no grupo que tem o Boca Juniors como cabeça de chave caso elimine o San Lorenzo, da Argentina. O Peixe venceu na ida, fora de casa, por 3 a 1.

São Paulo e Flamengo são outros brasileiros cabeças de chave. Internacional e Atlético-MG estavam no pote 2 do sorteio, enquanto o Fluminense estava no pote 3.

A fase de grupos da Libertadores começa daqui a duas semanas. A primeira rodada acontecerá entre os dias 20, 21 e 22 de abril. A tabela ainda será desmembrada pela Conmebol.

A final da Libertadores está marcada para 20 de novembro, e decisão da Sul-Americana prevista para 6 de novembro. Os locais dos jogos ainda não foram definidos.

A exemplo das últimas edições, depois da definição dos oito grupos de quatro times cada, as equipes se enfrentam em jogos de ida e volta dentro da chave. Os dois melhores avançam às oitavas de final. Nessa fase, os duelos serão definidos em sorteio, com vantagem de decidir em casa para o time de melhor campanha.

Com Globo Esporte

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Chineses doam US$ 300 mil para sindicatos brasileiros

FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK @SAOPAULOCUT

A Federação Nacional dos Sindicatos da China, conhecida pela sigla ACFTU, vai doar US$ 300 mil (aproximadamente R$ 1,7 milhão) para as centrais sindicais brasileiras com o objetivo de que destinem o recurso para ações contra a covid-19.

A entidade é o sindicato oficial da China e é considerada a maior entidade sindical do mundo, já que todas as organizações de trabalhadores do país são afiliadas a ela.

O vice-presidente da ACFTU, Jiang Guangping, enviou carta aos presidentes das centrais que integram o Fórum das Centrais Sindicais do Brasil (CSB, CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central) informando sobre a doação.

“Atualmente, a China já alcançou resultados estratégicos importantes na batalha contra a Covid-19 e retomou de maneira ordenada a produção e a vida. No entanto, a pandemia ainda está expandindo em todo o mundo. Sentimos muito pelos sofrimentos dos povos causados pela pandemia e lamentamos profundamente as mortes causadas pela doença”, diz a carta de Guangping.

R7

Opinião dos leitores

  1. Em países comunistas, os trabalhadores não têm direitos nem podem fazer greve
    Nem colocar propaganda no rádio falando mal do presidente como fazem no Brasil.
    Esse sindicato chinês é coisa de fachada.
    Deve ser uma entidade do governo para parecer sindicato de trabalhadores .
    Em Cuba, o salário de um médico é de 200 reais .

  2. Obrigado, China 🙏
    Se depender do governo federal, o trabalhador sindicalizado vai ganhar é bala.
    E um bando de hienas aplaudindo o Bozo.

  3. Que tal a direita conservadora fazer uma vaquinha e mandar dinheiro para a Hong Kong? Seria uma boa.

    1. A direita liberal, você quis dizer. Direita conversadora mandaria grana para Hungria, Polônia…

  4. Um bando de assalariado aquj criticando sindicato..kkkk ai gosta de uma carteira assinada, seguro desemprego, ferias, horas extras, pis e décimo, alem de um direito a atestado e feriados…ou todos aqui são uns bill gats Natalenses?

  5. Esse conluio dos chineses, reptilianos, maçons e globalistas que querem implantar o comunismo e a marca da besta, tem que acabar!

  6. Se esse dinheiro chegar, pode ter certeza que será pra financiar badernas feitas por esses sindicatos no país.

  7. Assim como partidos políticos do Brasil não podem receber financiamentos vindos do exterior, os sindicatos também deveriam ser objeto da mesma proibição. É evidente que esse dinheiro vem do PC chinês, que certamente VAI COBRAR A FATURA DOS SINDICATOS, na forma de ações com vistas à implantação do comunismo no Brasil, nem que seja pela via da luta armada. Será que as Forças Armadas não estão vendo isso?

  8. Vixe!!!!
    Primeiro, que eu não boto muita fé nessa doação.
    Depois, se acontecer será mais um dim, dim que vai sumir.

  9. So o q nao existe na China é comunismo. São mais capitalistas que o Brasil. Produzem vacinas para covid 19, e mesmo não tendo vacinado ainda todo seu povo, exportam para o mundo a vacina. Querem money, dólar. Ja imaginou se o Brasil tivesse uma vacina nacional? Seria exportada antes de vacinar toda nossa populacao? Quem é socialista/comunista? Nós ou eles?

    1. Se os chineses estão mancomunados com sindicato, luladrão, centrão, boa coisa não estão tramando contra a nossa pátria. São verdadeiros lesapatria

  10. Isso cheira a coisa ilícita.
    É bom o ministério público Federal investigar essas doações.

  11. Imagina o que investiram nas eleições pra luladrão entregar o Brasil a esses assassinos ditadores. Impossível Bolsonaro governar esse pais, é um (bb) bárbaro e burro, só Moro conseguirá domar o stf e congresso, enquadrando-os como fez quando atuava na lava jato. Incrível como um juiz de primeira instância conseguiu dobrar esses protetores de corruptos ladrões, deixando-os sem saída naquele momento, que forçadamente se alinharam aos que defendiam os interesses da nação. Infelizmente por erro de cálculo, moro deu um passo errado, e foi suficiente pra os canalhas poderosos novamente voltarem a defender criminosos corruptos. Portanto, temos que exigir ele na corrida presidencial pra alcançarmos um país mais justo e com futuro promissor pra nossos filhos.

    1. A minha também, já será encarnada kkkk🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

  12. O Governo Federal TEM de bloquear essa PROPINA CRIMINOSA!!!!! Isso é um ESCÂNDALO!!! Sindicato Chinês, Comunista, financiando AÇÕES CRIMINOSAS através de Doações Financeiras, à Sindicatos no Brasil, com a finalidade de sabotar o Governo Federal!! Polícia Federal ou alguém tem de ficar de olho!!

  13. BG
    Esses cretinos acharam pouco a fabricação deste virus e ainda vem investir nesta pelegagem vagabunda e irresponsável. O governo Federal deveria CONFISCAR esse dinheiro e aplicar diretamente no combate a este vírus Chinês, com vacinas de outros Países.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *