Educação

Texto no portal da Record diz que “esquerda domina as universidades”, prejudica quem só quer estudar e “destrói futuros”

Foto aérea da USP, uma das principais universidades públicas do país. Jorge Maruta/ Jornal da USP

Por Caio Fonsesa, portal R7

Em 2004 aportou nos cinemas brasileiros Adeus, Lenin. A história do filme: em 1989, a senhora Kerner, devota do comunismo entra em coma em Berlim Oriental, cidade administrada segundo as normas e disciplinas socialistas. Durante seu coma, tudo muda radicalmente: as Alemanhas (Oriental e Ocidental, capitalista) se reunificam, o muro de Berlim cai, vence o óbvio, o capitalismo. Quando ela recupera a consciência há um outdoor da Coca-Cola, então símbolo do consumo, na janela de seu apartamento. Com medo que a mãe volte a enfartar, o filho recria o passado que foi exterminado com a queda do muro de Berlin e a mantém em seu conforto comunista. Altera embalagens de produtos agora industrializados e até produz programas fictícios de tevê da época do comunismo. Trinta anos depois que a primeira picareta atingiu o muro de Berlim e o mundo mudou, a lembrança do filme faz sentido. As universidades brasileiras, principalmente as públicas, parecem viver como a senhora Kerner. Podem sair do coma, mas só conseguem se manter vivos dentro de uma bolha de esquerda que não admite quem pense diferente ou seja isento politicamente.

Enquanto esse mofo da esquerda não for removido das nossas universidades, nosso ensino estará condenado ao atraso e a intolerância. A presença da esquerda em universidades remonta a resistência ditadura quando reproduzíamos ações comuns em outros países. Um traço cultural dos anos 60 e 70 que persiste em segregar quem não compactua dos mesmos ideais. Quem entra na universidade apenas interessado em estudar, aprender para disputar em condições mínimas uma quase inatingível e afunilado mercado de trabalho é vítima de bullying, humilhações e ataques virulentos. A esquerda das universidades não poupa os contrários, e dá aula de intolerância. Quem não aceitar goela a baixo pataquadas como anarco comunismo e socialismo revolucionário vai ser confinado ao isolamento dos párias. Muitos sentem-se tão constrangidos que abandonam a faculdade. O crime, lutar pelo próprio futuro e não pela causa socialista. O ideário socialista domina os centro acadêmicos, que só aceita o ingresso de seus pares vermelhos e o movimento estudantil só se move pela orientação socialista. Quem não se ajoelha diante da cartilha de Noam Chomsky ou do velho Trotsky, sem falar em tantos pensadores marxistas que dão o tom no currículo universitário, acaba segregado e marginalizado. Ou seja, a esquerda supostamente humanista é um poço de truculência. Sem esquecer que professores ditos de direita também são vítimas. Suas aulas são interrompidas com charangas improvisadas, gritos e o desrespeito é tolerado, sem que as escolas se preocupe em protegê-los.

O mais curioso é que a maioria dos estudantes que ingressa nas universidades públicas – mais concorridas – frequentaram os melhores cursinhos e não precisaram trabalhar e estudar ao mesmo tempo. São os que moram nos melhores pontos da cidade, tem menos problemas de mobilidade e mais tempo para o ativismo de redes sociais. É fácil ser militante de barriga cheia, as contas pagas e a viagem para algum paraíso tropical agendada para o fim do ano.

Como a democracia é da boca para fora e só vale quem pensa igual, é bem possível, e há uma lógica cruel para que isso aconteça, os ditos de esquerda são mais privilegiados com promoções, melhores oportunidades, salários e bolsas. Quem fica lá, dando vivas ao esquerdismo de boutique está garantindo sua boa vida acadêmica. Quem só quer estudar sonhando justamente com um bom emprego resta a humilhação, ofensas e ser uma vítima cotidiana da intolerância. E aí os melhores cérebros quem apenas não compactuam com esse carnaval ideológico são drasticamente marginalizados e enterrados num desperdício para o país. Aí fica a pergunta, quando as universidades brasileiras vão ter coragem de gritar: Adeus, Lenin?.

Caio Fonsesa, portal R7

Opinião dos leitores

  1. Interessante que falam de esquerda, doutrinação, truculência, etc… Só esqueceram de dizer que essa extrema direita que aí está age da mesma forma, só que em cenário diferente. Ambos tem muita relação, uns nas Universidades e os outros no governo.

  2. Os vagabundos riscaram meu carro só porque, durante a campanha de 2018, fui pra UFRN com uma bandeira do Brasil.

  3. Não adianta querer tapar o sol com uma peneira: há, sim, "fazimento' de cabeça na UFRN, em grande parte dos cursos. Quer na graduação, quer na pós-graduação. E, se for nas áreas das ciências humanas, letras , artes, e em boa parte das ciências aplicadas, no centro de educação etc. é enorme a carga ideológica tendenciosa, marxista, leninista, petralhista, comunista e por aí vai. Ano passado, alguns alunos não alienados, ou seja, democratas, tentaram passar um vídeo do Olavo de Carvalho (não sou fã deste cidadão). Os alunos petralhas não deixaram o evento acontecerá. Houve um arranca rabo, chamaram a Polícia, mas a Sra. Reitora sentir-se ofendida e alardeou protesto alegando que a nossa Polícia não pode interferir em briga dentro dos limites do Campus. Tem gente que acha que aquilo lá é um Estado independente, uma espécie de Vaticano. Quem nega a existência de doutrinação nas Universidades Públicas e nos IF's deve sofrer de distração crônica…….

  4. Experimente usar uma camisa com a foto de Bolsonaro e caminhar pelos corredores do Setor V…Sofrerá todo tipo de ofensas dos defensores do "livre pensamento"…kkkkkkkkkk A doutrinação maior ocorre nesses cursos xibatas de Humanas (história, jornalismo, sociologia, pedagogia…) onde não é necessário estudar pra ganhar um canudo…

  5. Interessante que aqueles que comentaram o texto, e disseram que não há doutrinação em universidades públicas, sempre falam que ESTUDARAM nas instituições de ensino superior públicas, ou seja, no PASSADO! Existe sim doutrinação ideológica, e amigos meus sofrem HOJE EM DIA por não pensarem como a esquerda quer, e manda! Quem achar bobagem o que digo, é só ir na UFRN ou no IFRN com a camisa do Bolsonaro. Pode até sofrer agressões físicas, como um amigo meu. Ou então ser expulso da sala, pelos colegas e professores, como um outro amigo.

  6. Fiz minha graduação e minha pós-graduação a nível de Mestrado na UFRN e NUNCA fui doutrinada ou algum professor/servidor me disse o que eu deveria pensar ou fazer, do ponto de vista político. Isso significa que manifestações políticas não acontecem no local? Ocorrem, sim, na medida em que a Universidade é um ambiente plural e aberto à discussão de ideias – sejam elas de direita ou de esquerda.

  7. Santa ignorância! Fica claro que o autor do texto não deve ter cursado faculdade ou, se cursou, deu o azar de cair num curso de viés social (não nego que os há). Provavelmente, está só reproduzindo o discurso que recebe do seu patrão Edir Macedo, que, depois de receber passaporte diplomático do Lula e convidar a Dilma pra inauguração de templo, agora virou Bolsonarista (de ocasião, claro!). Eu cursei a graduação, a especialização e o mestrado em universidades públicas (estadual e federal), bem como meus irmãos (um deles chegou ao doutorado), e jamais vimos esse tipo de doutrinação de que se fala. É verdade que ainda existem alas mais radicais no meio acadêmico, mas a principal o tolerância se dá com as ideias antidemocráticas, machistas, homofóbicas e racistas amplamente defendidas por esse (des)governo. Esse discurso não pode ser aceito, e pronto! Mas aí vem a turba conservadora e reacionária dizer que estão sofrendo pressão, doutrinação, censura… Estão sendo pressionados, na verdade, para se tornarem mais humanos!

    1. Com esse linguajar de esquerda vc ainda tem a cara de paubde dizer que não foi doutrinado? Kkkk tenha Santa paciência, vc usa os mesmos termos e adjetivos do dialeto esquerdista, quando se refere ao seu inimigo número 1 e ao governo dele. Chamando-o de homofóbico racista, fascista e chamando o governo dele de desgoverno. Vc ainda diz que não foi doutrinado? Vc tanto foi doutrinado como também sofreu lavagem cerebral, que acredita que Lula é inocente e que a Venezuela e Cuba são uma democracia. Conta outra estória que esta não colou.

  8. O pensamento da universal é que o povo viva igual a gado para eles manipularem e tomarem o máximo de dinheiro deles, para dar vida boa a Edir Macedo que se aliou a Bolsonaro para conseguir mais facilidades. Estudei na UFRN e ETFERN e nunca fumei maconha e nem fui para movimentos políticos

  9. O desejo dos imbecis e idiotas é tornar a sociedade burea igual a eles, o pensamento e a educação são inimigas, é um fascismo velado quer colar, aos burros e fascistas um recado, vc são uma chuva de verão, aproveite bem o momento, pq já está passando .

  10. BG
    Certissima a reportagem, além do que aqui na UFRN parte dos cursos de Engenharia ( Basico ) junta-se mais de 200 alunos numa sala e o índice de reprovação é altíssimo. Tem alguma coisa errada, tem que acabar com essa historia de doutrinação nas universidades, cada aluno deve pensar o que quer não ser forçado ao marxismo, essa cultura ultrapassada da esquerda.

    1. Amigo, o índice alto de reprovação vinha antes da criação do C&T. E outro fato é que, com a criação de um ciclo básico, aumentou o número de vagas e propiciou uma formação "pré" engenharia. Sim, concordo que juntar muitos alunos numa sala não é a melhor didática, mas esses ciclos iniciais são utilizados em outras UF, e pasmem! Em universidades da Ivy League.

    2. E porque engenharia civil , elétrica e química não faziam parte deste sistema? . Não pode ter bom aproveitamento se conduzir uma turma com matérias complexas desta forma com 200 alunos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Presidente do Irã sofre acidente de helicóptero; agência estatal pede orações

Foto: Atta Kenare/AFP

Um helicóptero no qual viajava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, sofreu um acidente neste domingo (19) e precisou fazer um “pouso difícil”, de acordo com o Ministério do Interior iraniano. O órgão afirmou que equipes de resgate já estavam a caminho do local, mas que o mau tempo dificultava operações.

O regime disse que ainda aguardava mais detalhes sobre o ocorrido. O acidente aconteceu próximo à cidade de Jolfa, a cerca de 600 quilômetros da capital, Teerã, enquanto Raisi viajava para a província do Azerbaijão Oriental.

Raisi estava acompanhado de outros dois helicópteros que carregavam ministros e outras autoridades. Essas aeronaves chegaram com segurança ao seu destino. De acordo com a agência de notícias iraniana Fars, também estavam no helicóptero com Raisi o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian, e um líder religioso.

Folhapress

Opinião dos leitores

  1. Esse aí é teu tio Gustavo Mafra? Sorte em, cair e sobreviver a uma queda de helicóptero, o nine passou 02 anos na cadeia e saiu doidinho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Criado em 2012, fundo nacional para desastres não funciona até hoje

Foto: Wesley Santos

O Fundo Nacional para Calamidades Públicas, Proteção e Defesa Civil, o Funcap, existe, mas nunca foi usado — embora bastasse um decreto presidencial ou legislativo para isso.

O fundo foi criado por uma lei de 2012 que alterou outra lei, de 2010, aprovada para tratar de repasses de dinheiro público para desastres. O objetivo era garantir recursos e facilitar as transferências da União para prevenir, socorrer e reconstruir cidades e estados após tragédias, como a que atingiu o Rio Grande do Sul neste mês.

Outra legislação, de 2014, aperfeiçoou o Funcap. Antes, em 1969, o fundo já havia sido criado por decreto — mas nunca entrou em vigor. Ele foi revogado pela lei de 2010.

Ainda falta uma lei específica para tornar o Funcap viável. “A regulamentação foi acontecendo de maneira parcial, por diferentes alterações legislativas, mas ainda é preciso mais para que o fundo efetivamente funcione”, diz a advogada Fernanda Damacena, pesquisadora e especialista em direito em desastres.

A forma como o Funcap repassará a verba a estados, Distrito Federal e municípios precisa ser detalhada em uma nova lei. Também será preciso regulamentar a criação de um Conselho Diretor, que vai acompanhar, fiscalizar e aprovar a prestação de contas do fundo. “A forma de indicação dos membros do conselho também precisa de regulamentação”, diz a especialista.

O governo ainda estuda a regulamentação. A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil “permanece em tratativas junto a outros ministérios que possuem fundos em suas estruturas (…) no intuito de estudar a melhor forma de regulamentação do Funcap”, disse o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, em nota .

O dinheiro do Funcap sairia principalmente das seguintes fontes: orçamento da União, doações de pessoas e empresas e multas por crimes ambientais. Com o fundo regulamentado, estados e municípios criariam também seus próprios fundos para receber o dinheiro do Funcap.

O Funcap pode acelerar a reconstrução de cidades após tragédias ambientais. O UOL mostrou que a União leva 39 dias para enviar dinheiro para ajuda emergencial, 102 dias para o envio de verba para restabelecer os serviços e 173 dias para emitir a ordem bancária para reconstruir a cidade.

Com informaçõesde UOL

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

General Girão anuncia coletiva de imprensa para divulgar decisão sobre pleito municipal de 2024

O deputado federal General Girão anunciou uma coletiva de imprensa na segunda-feira (20), às10h, no gabinete do parlamentar na Av. Salgado Filho.

Na ocasião será comunicada sua decisão sobre a pré-candidatura à Prefeitura de Natal. Na oportunidade, serão divulgados detalhes importantes sobre o pleito municipal de 2024.

Opinião dos leitores

  1. Direita burra. Vai lançar essa candidatura para dividir votos e acabar favorecendo a esquerda.

    1. E quem seria o candidato de direita com o qual Girão dividiria os votos? Paulinho freire? O q deu 67% dos votos favoráveis à Lula? Acorde.

  2. É agora que o papai Noel fardado vem? Kkkkkkk
    Vamos aguardar as 72h…kkkk
    Aliás, boiada, a frente do 16RI tá bem limpinha… podem armar o curral de vcs lá novamente…

    1. Boa tarde admiro seu trabalho. Votei no Sr mais para prefeitura de natal só tem Carlos Eduardo e mais ninguém

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Potiguar Thalita Simplício vence rival chinesa e conquista o tricampeonato mundial nos 400m no Japão

Foto: Alessandra Cabral/CPB

A potiguar Thalita Simplício venceu novamente sua disputa contra a chinesa Cuiqing Liu na prova dos 400m da classe T11 (deficiência visual) e conquistou o tricampeonato mundial na manhã deste domingo (no Brasil), 19, em Kobe, no Japão, onde acontece o Campeonato Mundial de atletismo até o próximo dia 25.

Thalita, que teve um glaucoma congênito, trava boas disputas com a chinesa, que é a atual recordista mundial da prova, desde os Jogos de Tóquio 2020, quando Thalita acabou sendo desclassificada ao cruzar a linha de chegada. Em Kobe, a velocista de Natal superou a pista molhada por causa da chuva na cidade japonesa e finalizou a distância em primeiro lugar, com 57s45, seu melhor tempo na temporada.

Foi seu terceiro título mundial após as vitórias em Paris 2023 e Dubai 2019 e chegou ao seu sétimo pódio em Mundiais no total, sendo três ouros, uma prata e três bronzes. A rival asiática chegou na segunda colocação, com 58s32, e Lahja Ishitile, da Namíbia, completou o pódio com 58s37.

“Na chegada, travei muito no final. Ainda bem que caí depois da linha de chegada. Doeu muito esses 400m. Sabíamos que as adversárias queriam me superar. Mas conseguimos fazer uma boa prova no geral”, avaliou Thalita.

“Passou um filme na cabeça, estava chovendo aqui no Japão, igual ao cenário que competimos nos Jogos de Tóquio. No começo da prova, estava toda hora tentando esconder a guia para não molhar, pois foi isso que nos prejudicou na prova daquela vez, quando a guia escorregou da nossa mão”, recordou.

O país terminou o dia no Japão somando 14 pódios, sendo oito ouros, quatro pratas e dois bronzes, na segunda colocação. A líder China tem dois ouros a mais do que os brasileiros, além de oito pratas e oito bronzes.

Com informações de Terra

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Tarcísio de Freitas afirma que PCC tem 1,1 mil postos de gasolina e alerta para expansão do grupo

O governador de São Paulo, Tarcísio Gomes de Freitas, durante sessão plenária na Alesp | Foto: Marco Galvão/Alesp

Durante a 17ª edição da Itaú BBA Latam CEO Conference em Nova York, o governador de São Paulo (SP), Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que o Primeiro Comando da Capital (PCC) controla mais de mil postos de gasolina, além de iniciar a aquisição de usinas de etanol.

“O PCC não vai pagar o preço justo pela cana-de-açúcar”, disse Freitas, na quinta-feira 16. “A facção vai chantagear o produtor para pagar um preço menor, ele vai usar a força para isso.”

Freitas observou ainda que a derrubada de biomas é provocada pelas organizações criminosas. “Quando se fala em desmatamento da Amazônia, e, às vezes, se quer atribuir a responsabilidade ao agronegócio, se esquece que boa parte do desmatamento ocorre pelas mãos do crime organizado, que detém o comando da maioria absoluta dos garimpos na região Norte”, disse o governador de São Paulo, ao mencionar que a lavra irregular está sob controle também do Comando Vermelho.

De acordo com o governador, há ainda dois problemas a serem enfrentados no que diz respeito às facções: a lavagem de dinheiro, que ocorre por meio da infiltração do crime em negócios lícitos, e o domínio territorial. “O que aconteceu na Baixada Santista foram confrontos em função de uma reconquista do território”, constatou Freitas. “Isso é fundamental.”

Revista Oeste

Opinião dos leitores

    1. NO FINAL DE 2022, EM ALAGOAS MAIS DE 14 POSTOS DE COMBUSTIVEIS FORAM COMPRADOS POR PESSOAS DESCONHECIDAS… IMAGINA NA BAHIA??? E EM PERNAMBUCO ?… TÃO SE FORTALECENDO… TÁ TUDO DOMINADO….LEMBREM DO MINISTRO DA JUSTIÇA INDO PASSEAR NA FAVELA….. IMAGINA O QUE??

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Desvio é fechado e provoca congestionamento gigante na BR-304, em Lajes, na manhã deste domingo (19)

Um congestionamento enorme se formou na manhã deste domingo (19) na BR-304, em Lajes.

O desvio foi fechado, segundo relatos de pessoas que estão presas no congestionamento.

O motivo teria sido um desentendimento entre os proprietários das terras onde foi feito o desvio.

São mais de 200 veículos na fila, aguardando a liberação para trafegar.

Opinião dos leitores

  1. Quem é Governador (a) do RN. Isso que está acontecendo é falta de Governo do RN. O RN é um estado de favor político…. Quem viver de favor não tem como ter ação ou decisão de executar.

  2. Isso é uma vergonha para rn um trator e uma caçamba em pouco tempo esse fazendeiro fez e o estado com todos os recursos até agora nada

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gastronomia

Confira as receitas de Camarão Alla Vodka e de creme de tomate no Papo de Fogão

Camarão Alla vodka

Ingredientes:
500g de camarões limpos
1 cebola picada
3 dentes de alho
100ml de vodka de boa qualidade
2 latas de tomates pelatis
Sal e pimenta do reino a gosto.
Massa de sua preferência

Modo de preparo:
Tempere os camarões com sal e pimenta do reino a gosto.
Sele os camarões em azeite e em fogo alto por 3 minutos
Flambe os camarões na vodka.
Coloque a cebola e deixar ficar transparente, não precisa dourar.
Acrescente os tomates pelados e misture bem.
Corrija o sal e a pimenta do reino.
Acrescente a massa cozida de sua preferência e finalize com queijo e manjericão.

Tempo de preparo: 7 min
Tempo de cozimento: 18 min

DICA RÁPIDA

CREME DE TOMATE

Ingredientes:
2 tomates maduros
1 alho
1/2 folha de louro
⁠2g tomilho
⁠60ml azeite
½ pimentão amarelo
Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Corte os tomates ao meio, retire as sementes, coloque em uma assadeira, com pele virada pra baixo, unir e misturar bem todos os outros insumos.
Colocar em forno pré-aquecido a 180 graus e deixe assar por 20 minutos até dourar.
Retira o louro e bata no mixer todo o restante.
Assim você terá um excelente antepasto.

Tempo de preparo: 8 min
Tempo de cozimento: 20 min

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opinião

ARTIGO: Quem quer um terreno na Via Costeira sem pagar nada? Por Marcus Aragão

FOTO: ALEX RÉGIS/ TRIBUNA DO NORTE

Muitos querem, mas esse foi um privilégio para poucos. Não sei se você sabe, mas as áreas da Via Costeira foram cedidas na década de 80. Não foi pago nem 1 real, nem 1 cruzeiro, nem 1 cruzado, nem 1 cruzado-novo. Empresários receberam a concessão dessas áreas apenas com o compromisso de construir hotéis, bares e restaurantes. Acontece que 8 grandes áreas não foram construídas, e o governo do estado, ano passado, tentou retomar esses terrenos — mas desistiu.

Esse problema ainda está para ser resolvido. O natalense espera, sentado, que seja homologado na justiça um acordo em que quem recebeu as concessões dos terrenos tenha 6 meses para solicitar o licenciamento na Semurb e, após o recebimento do alvará de construção, mais 3 anos para construir.

— A cidade vai esperar até quando para poder usufruir da Via Costeira?

Uma outra questão é sobre o uso da Via Costeira, o que se pode construir na orla. O novo Plano Diretor melhorou essa situação, mas as novas diretrizes para as Áreas Especiais de Interesse Turístico Paisagístico, entre elas a Via Costeira, estão com nossos vereadores para serem regulamentadas. Por que ainda não resolveram?

“Tudo poderá ser construído nessas áreas, é uso misto. Só que na Via Costeira, a única restrição é para equipamentos multifamiliares, ou condomínios residenciais. Vai ser possível construir multipropriedades”, explicou o titular da Semurb, Thiago Mesquita. A ideia é viabilizar empreendimentos pequenos, sejam comerciais, residenciais ou de serviços.

— A Via Costeira equivale a uma área onde poderíamos ter 9 praias. Vou explicar.

A distância do restaurante Tábua de Carne até o Forte dos Reis Magos dá aproximadamente 5 km e engloba 5 praias — Praia do Forte, do Meio, dos Artistas, Miami e Areia Preta. Como a Via Costeira tem aproximadamente 9 km, poderíamos ter umas 9 praias nesse espaço. É muita coisa. Um povo sofrido como o nosso não poderia abrir mão desse presente de Deus. A nossa economia nem se fala. A enorme área sem uso dentro da cidade é absurda. Para você ter uma ideia, a Avenida Afonso Pena tem aproximadamente 2 km. Imagine a quantidade de comércio, serviços e habitação que deixamos de fazer em quase 9 km? Logicamente, com planejamento adequado.

— É justo que essa extensa faixa de praia tenha utilidade hoje para aproximadamente 10 hotéis?

A Via Costeira é admirada por todos, mas usufruída por bem poucos. O pernambucano pode desfrutar tranquilamente, basta se hospedar. O baiano, da mesma forma. O capixaba, idem. O gaúcho e o alagoano, também. Enfim, só quem não pode somos nós — os nativos. Afinal, não vamos nos hospedar nos hotéis em nossa própria cidade.

— O que queremos? Poder utilizar uma orla digna e de todos, como ocorre em Maceió, João Pessoa, Fortaleza ou Recife. Por que não podemos?

A Orla de Boa Viagem, por exemplo, tem quase o mesmo tamanho da Via Costeira e tem tudo. Catorze quadras esportivas, cinco parques infantis, ciclovia, trinta módulos de musculação, jardim com pista de cooper, área de atividades físicas para terceira idade, uma academia e muito mais.

Tá preocupado com o impacto ambiental? Fique tranquilo. O Parque das Dunas tem 1.172 hectares ou 11 milhões e 720 mil metros quadrados — utilizaríamos dessa área gigantesca apenas uma fração mínima. O impacto em nossa qualidade de vida compensaria toda flexibilidade. Sempre devemos pensar na proteção ambiental, mas o Idema tem que pensar no desenvolvimento da cidade e na nossa qualidade de vida, também. Essa desenfreada proibição verde tem seus efeitos colaterais — onde o comércio não dá frutos nem o progresso floresce — só brota o desemprego e o atraso.

— Precisamos de um lugar ao sol.

Como você, meu leitor indignado, não vai conseguir de graça terreno nem no cemitério, que lhe seja permitido ao menos desfrutar da Via Costeira. O povo agradece, a construção civil agradece, a economia e o turismo nem se fala — afinal, teríamos muito mais atrativos também para os turistas.

Já perdemos 40 anos sem poder utilizar a nossa Via Costeira ou melhor, nossas “9 praias” — por enquanto, só nos permitem tomar multas de trânsito nessa orla.

Marcus Aragão
@aragao01

Opinião dos leitores

  1. Eu e a minha família, já nos hospedamos na Via Costeira. Não existe proibição pro turismo local. Quanto a melhor distribuição do espaço, acredito que se fosse entregue a iniciativa privada, ela de forma associativa, não só construiria melhores hotéis, como certamente melhorariam a segurança na pista de rolamento. Da pra transformar aquilo em uma pequena Las Vegas litorânea, basta que se use o bom senso, em prol do turismo local, nacional e internacional. Mas volto a dizer, não é nenhum absurdo, um natalense ou potiguar, se hospedar nos poucos bons hotéis que ainda restam na Via Costeira. Nós hospedamos no Marsol, no Carnaval de 2023, e foi muito legal. E não foi caro!

  2. Concordo com o texto. Cadê o Parque da Costeira, equipamento para a população, que nu cá siu do papel?
    E acrescento mais : uma parte mínima daquela área baldia da Av. Eng Roberto Freire seria o suficiente para alargar uma pista em cada sentido da via, fazer um calçadão decente e uma ciclovia digna e segura.
    A cidade precisa se desenvolver, o natalense precisa de uma cidade com qualidade de vida. O impacto ambiental não seria nada perto dos benefícios urbano e para a população.

  3. Com o Estado que temos hoje, empresa sérios não tem coragem de investir no RN. Tivemos décadas de retrocesso administrativo sem obras estruturantes… Estamos 30 anos atrás da mínima evolução satisfatória.
    Dêm condições e segurança jurídica que investimentos virão

  4. Todos os prazos já foram dados e renegociados com os “terreneiros”. Não construíram, então uma canetada resolve. Afinal foram 40 anos, não 40 meses de espera. Está faltando coragem do poder público.

    1. Um dos problemas, é que quase a totalidade dos “terreneiros” fazem parte ou são amigos dos que estão na administração, em qualquer que seja o cargo e, certamente, não abrirão mão dessa vergonhosa posse sem utilização e sem cobrança alguma de que o faça. TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE ABRANTES !

    2. Viva a cidade de João Pessoa que tem uma orla bacana, a única cidade que não tem uma orla bacana é natal, faz vergonha , não um restaurante , não tem onde se caminhar é um pequeno o espaço estreito não temos gestores, esperamos a tempo q melhore.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

“Livrai-nos de todo o mal”, diz Michelle sobre decisão de Moraes sobre o aborto

Foto: Divulgação/Flickr PL Mulher

A presidente do PL (Partido Liberal) Mulher, Michelle Bolsonaro, se manifestou sobre uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), relacionada ao aborto. Na sexta-feira (17), o ministro derrubou uma norma do CFM (Conselho Federal de Medicina) que restringia um método para a realização do aborto legal no Brasil. A decisão ainda precisa ser confirmada no plenário virtual do STF, até 31 de maio.

“Senhor, livrai-nos de todo o mal”, escreveu a ex-primeira-dama em story publicado na sexta (17) no Instagram, ao compartilhar uma notícia sobre o assunto.

ENTENDA O CASO

Na 6ª feira (17.mai), Moraes determinou a suspensão de resolução do CFM (Conselho Federal de Medicina) que proíbe a realização de assistolia fetal para interrupção de gravidez. O procedimento é usado nos casos de abortos previstos em lei, como estupro, em gestações com mais de 22 semanas.

A decisão tem caráter liminar (provisório) e será levada para referendo dos demais integrantes da Corte em 31 de maio no plenário virtual do STF. Na modalidade, os ministros apresentam os seus votos e não há debate.

Além de suspender os efeitos da resolução, Moraes pediu informações sobre a norma em até 10 dias para o CFM. Também pede que AGU (Advocacia Geral da União) e PGR (Procuradoria Geral da República) se manifestem depois das explicações do órgão.

O caso chegou à Corte pelo Psol, que indica que a norma contraria as situações previstas na lei para a realização de aborto legal. Conforme a lei brasileira, só é permitido em 3 casos: gravidez decorrente de estupro, risco à vida da mulher ou anencefalia do feto.

A resolução também foi questionada em 1ª e 2ª Instância da Justiça. Em 19 de abril deste ano, a SBB (Sociedade Brasileira de Bioética) e o Cebes (Centro Brasileiro de Estudos de Saúde), solicitaram a suspensão da norma na Justiça Federal de Porto Alegre. A decisão foi concedida, mas acabou derrubada 9 dias depois pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul.

ABORTO NO BRASIL

O aborto é legalizado no Brasil só quando há risco à vida materna, em casos de estupro e de gestação de feto anencéfalo. O artigo 128 do Código Penal, que autoriza o procedimento, não impõe limite de idade gestacional.

A assistolia fetal consiste em administrar drogas no feto quando não há outro meio de salvar a vida da gestante. O procedimento é recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para abortos em que a idade gestacional passa de 20 semanas.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Uma sociedade que autoriza a matar crianças que estão no ventre de suas mães ou que concorda que “cancelar o CPF” é a solução para resolver a criminalidade está condenada, não interessa se isso foi determinado pela “esquerda” ou pela “direita.” Um Estado que se autointitula como democracia tem a obrigação de observar os direitos de TODOS, do nascituro ao jovem morador de periferia que não teve as mesmas oportunidades na vida que o morador de Alphaville.

    1. Tu visse canja, eu num vi não, qual o teu oftalmologista? Achei massa ela querer levar caramelo para casa, vai ver ela gosta e o bisonho já não levanta mais, doidinho sabemos que ele está.

  2. Essa mulher só fala asneiras. Vai calar a boca do teu marido que é o melhor que você faz.

    1. Asneira o Xandão autorizar um método de aborto que é condenado até pelo conselho de medicina veterinário.

    2. O único que defeca pela boca é vc , com seus comentários alienados a uma fantasia que vc criou , comenta lá em baixo que se larápio está com déficit quase igual ao governo que vc tanto lembra , pior na época da pandemia , que foi mundial e ele que crise está tendo para ter rendimentos iguais , imagine se fossa ele na pandemia , tinha dizimado o povo brasileiro , que gosta e defende ladrão, deve se identificar muito com ele.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

[VÍDEO] A ENCENAÇÃO DEU RUIM: Teatro de Janja é desmascarado

Em uma encenação ridícula, a primeira-dama Janja Lula da Silva entregou a cadela ‘Resistência’ a um militar e fingiu que estava recebendo o animal das mãos dele para que imagens fossem registradas e divulgadas por apoiadores nas redes sociais.

Deu ruim, pois outros vídeos que circulam nas redes sociais desmascararam o teatro de Janja. A cena ocorreu no sábado (18), antes da decolagem de uma aeronave da FAB carregada com ração para pets do Rio Grande do Sul.

Opinião dos leitores

  1. Os patriotários na aguentam.Ô dó!
    Aceita que dói menos.
    Bonito é ver um dos bozos de Jet Ski tentando se aparecer no Guaíba. Não cansam de passar vergonha.
    Ah, esqueci, não têm vergonha kkkk

  2. A Janja como gosta de bicho, está participando com envio de ração claro que doada, por outras pessoas.
    Em momento algum,eu a vi preocupada com o ser humano, principalmente com aqueles que estão de maneira voluntária,resgatando animais e pessoas, sem nenhum tipo de proteção.
    Pessoas que certamente adoecerão, pela contaminação das águas.

  3. Essa oportunista deslumbrada vai dar o troco ao descondenado. Todo mal que ele fez é faz ao Brasil ela irá retribuir.

    1. Esse blog é de extrema direita então não dá pra esperar nada de positivo. Está o governo fazendo de tudo pelo povo gaúcho como é seu papel e esse blog extremista tá publicando besteiras, irrelevancia, mesquinharia, maledicência. Tudo que é extremista dá nojo. Não contribui pra nada.

  4. Essa tal de janta e uma ridícula não tá nem aí para dó dos gaúchos ela gosta de aparecer não pode ver uma câmera 🎥 ela e nojenta ridícula

    1. Se você diz isso com Janja,ou é muito fanática ou nunca viu mulher bonita, fina e educada, porque Janja não é nada disso, não tem charme, nem altura, é uma apagada, que ficou tempos e tempos , sozinha, e só quis o Lula porque tinha dinheiro, mas é um ancião derrubado, sem futuro, covarde.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *