VÍDEO: Êxito da reunião de Bolsonaro com governadores reduz termômetro de eventual impeachment, destaca analista da CNN

Além dos chefes estaduais, participaram do encontro virtual, os ministros: Paulo Guedes (Economia), Fernando Azevedo (Defesa), Braga Netto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) também discursaram na reunião.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que a reunião foi um “momento histórico na reconstrução do país”. Alcolumbre também disse repetidamente que, “diferente do que muitos pensam ou falam”, não há uma divisão entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

“Além dos R$ 60 bilhões (em repasses diretos), a gente também conseguiu, com apoio do governo federal, inserir cláusulas importantes”, apontou, referindo-se à suspensão do pagamento das parcelas da dívida dos entes federados com a União, que ele estimou em R$ 49 bilhões. “A gente conseguiu, nessa conciliação dentro do projeto, inserir segurança jurídica.”

O presidente do Senado disse que a “fotografia” do encontro desta quinta-feira mostrará a união entre os Poderes. “A fotografia e a sanção desse projeto servirão para todos que insistem em nos dividir. Eles perderão porque estamos unidos com o povo brasileiros, todos os Poderes, para enfrentar a maior crise sanitária da história do Brasil.”

Rodrigo Maia elogia reunião com Bolsonaro e fala em ‘união de todos’

Rodrigo Maia foi ao Twitter dizer que a reunião de hoje com Jair Bolsonaro e governadores foi “muito importante”.

O presidente da Câmara falou em “união de todos” no enfrentamento à pandemia.

“Muito importante a reunião hoje com o Presidente da República para a sanção do projeto de socorro a Estados e municípios nesta pandemia. A união de todos para o enfrentamento ao coronavírus é a sinalização mais importante.”

Com CNN,  Estadão e O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    O bafo no cangote do presidente está fzdo efeito. As 800 mortes que o senhor disse que seraim no máximo no Brasil em todo ano, acontece todo dia e sua conta está sendo calculada.

  2. Webrevenger disse:

    A calmaria antes da tempestade

  3. Carlos André disse:

    Nada que a CNN notícia devemos levar em conta.

  4. Nraulio Pinto disse:

    Esse Bolsonaro paz e amor é só estratégia para evitar o impeachment. Se abrir a boca volta tudo. Nas próximas declarações de Bolsonaro na reunião do cercadinho do palácio, a temperatura sobe de novo.

COMENTE AQUI