30 cidades do Ceará restringem entradas de visitantes em ação contra coronavírus

Nas três entradas da cidade de Cariré, na Zona Norte do Ceará, foram colocadas barreiras sanitárias — Foto: Marcelino Júnior/SVM

Pelo menos 30 cidades do Ceará determinaram o bloqueio de seus limites como forma de restringir o acesso a pessoas que não moram nos municípios. A medida começou a ser adotada pelas prefeituras próximo ao período da Semana Santa, quando a expectativa é de um aumento no fluxo de pessoas nas cidades. Fato que possibilita o risco de transmissão da Covid-19, doença causada pelo coronavírus e com crescimento exponencial de casos em todo o Ceará.

As cidades são:

Alcântaras
Alto Santo
Aracati
Barroquinha
Beberibe
Camocim
Cariré
Ererê
Fortim
Guaramiranga
Icapuí
Icó
Iguatu
Ipu
Itatira
Jijoca de Jericoacoara
Meruoca
Mombaça
Morada Nova
Mulungu
Pacujá
Paracuru
Paraipaba
Piquet Carneiro
Pires Ferreira
São Gonçalo do Amarante
São Luís do Curu
Senador Pompeu
Trairi
Várzea Alegre

Nestes municípios, apenas residentes, pessoas que comprovem graus de parentesco com os moradores ou pessoas que trabalham prestando serviços considerados essenciais poderão cruzar os principais acessos.

Em Piquet Carneiro, no Sertão Central, um decreto válido até 20 de abril determina a instalação de barreiras sanitárias nas entradas da cidade.

“Quem não é do município de Piquet Carneiro vai ter que se identificar e mostrar que é um serviço essencial para permanecer no nosso município”, afirmou o prefeito da cidade, Bismarck Barros Bezerra.

No documento, fica vedada a entrada no município de veículos de transporte interestadual e intermunicipal, além de veículos particulares e de representantes comerciais. Exclui-se da medida, pessoas que estejam prestando serviços considerados essenciais.

Transportes de carga só serão autorizados a entrar na cidade caso estejam transportando alimentos, água, produtos farmacêuticos, dentro outros insumos considerados essenciais.

Pessoas com residência em Piquet Carneiro que cheguem de cidades com casos de transmissão comunitária da COVID-19 serão autorizadas a entrar no município, mas terão que permanecer em isolamento domiciliar mandatório, só sendo autorizada a liberação pela Autoridade Sanitária local.

Quarentena em Guaramiranga

Em Guaramiranga, na região o Maciço de Baturité, a determinação passou a valer à 0h da quinta-feira (9). Pessoas que tenham como segunda residência o município devem cumprir uma quarentena mínima de sete dias ao chegarem. Haverá também um cadastro, de responsabilidade da Vigilância Sanitária, com o registro de todas as pessoas que adentrarem a cidade, residente ou trabalhador.

A Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária vão realizar as fiscalizações, com o apoio de equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Delegacia de Polícia Civil.

Bloqueio das divisas em Paracuru

Com o aumento dos casos do novo coronavírus e a aproximação do feriado da Semana Santa, o prefeito de Paracuru, na Grande Fortaleza, Eliabe Albuquerque, determinou o fechamento das divisas da cidade, localizada no litoral do Ceará. O anúncio foi feito na noite do dia 8 de abril e as barreiras foram colocadas nos limites da cidade desde as 6h do dia seguinte.

“Nossas praias estão com acesso restrito. No momento nós não temos estrutura pra receber, nossas pousadas e hotéis estão fechados, não estão recebendo ninguém, restaurantes estão fechados, barracas de praia. Então não é o momento pra população visitante vir à nossa Paracuru”, declarou Albuquerque.

Para os moradores da cidade que precisarem retornar ao município, vai ser exigido um comprovante de endereço.

Entrada restrita em Fortim

Desde 8 de abril, as duas entradas principais do município de Fortim, no litoral leste do Ceará, estão sendo fiscalizadas para que seja liberado o acesso apenas a residentes, pessoas que prestam serviços considerados essenciais na cidade, ou para casos de urgência. As determinações deveriam vigorar até esta segunda-feira (20), conforme decreto municipal.

De acordo com o documento, as pessoas de segunda residência poderão deixar o município somente após cumprirem uma quarentena mínima de sete dias. Já o residente ou trabalhador que queira ingressar na cidade deve apresentar comprovante de endereço ou documento de inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) ou ainda documento que comprove o vínculo empregatício nos estabelecimentos em funcionamento em Fortim.

Acesso com documentação em Beberibe

Decreto da Prefeitura de Beberibe, datado de 8 de abril, determinou o fechamento, a partir das 00h de 9 de abril, de todas as principais entradas de acesso ao município. A exceção é para residentes ou pessoas que comprovem vínculo empregatício nos estabelecimentos da cidade, em casos de transporte de mercadorias essenciais ou em situações urgentes.

Moradores e trabalhadores serão autorizados a entrar no município somente a partir da apresentação de comprovante de endereço, documento de inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), ou documento que comprove o vínculo empregatício.

As pessoas de segunda residência também devem cumprir a quarentena de sete dias antes de voltarem a atravessar os limites do município.

Visitantes proibidos em São Luís do Curu

A Prefeitura de São Luís do Curu decretou que, a partir das 12 horas de 9 de abril, as vias de acesso ao município permanecerão fechadas, sendo expressamente proibida a entrada de visitantes e turistas. O documento não faz nenhuma menção quanto à apresentação de documentos ou cumprimento de quarentena para que a permissão seja concedida, como os demais municípios.

O decreto também não detalha se será permitida ou não a entrada de trabalhadores com vínculo empregatício em estabelecimentos da cidade ou daqueles que precisam fazer entregas de insumos nestes locais.

Já os moradores, bem como os seus parentes, terão acesso à cidade, mediante comprovação do domicílio e parentesco. Todas as determinações estão em concordância com o decreto estadual que impôs medidas restritivas de funcionamento ao comércio até o dia 20 de abril.

São Gonçalo do Amarante proíbe acesso de visitantes a praia da Taíba

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante restringiu o acesso de visitantes e veículos ao distrito da Taíba, por 12 dias. O decreto foi assinado no último dia 8 de abril.

O acesso está liberado apenas para pessoas que trabalham em estabelecimentos que prestam serviços essenciais, como bancos, lotéricas e supermercados. Porém, o vínculo empregatício deverá ser atestado, mediante apresentação de algum documento.

Os moradores, se necessitarem se deslocar do distrito para outras regiões, precisarão comprovar residência fixa através de comprovante de endereço.

Já as pessoas que são proprietárias de uma segunda residência na Taíba, e que quiserem ingressar no distrito, deverão necessariamente cumprir sete dias de isolamento domiciliar.

Barreiras sanitárias em Icapuí

Em Icapuí, foram instaladas barreiras sanitárias para controlar a entrada na cidade, que só será permitida a moradores e trabalhadores devidamente documentados. Atenção maior será dada ao bloqueio na do Ceará com Rio Grande do Norte que passa pelo município e no “Triângulo” que liga a cidade à vizinha a Aracati.

Pessoas que tenham segunda residência deverão, após acessar a cidade, cumprir uma quarentena de sete dias. A previsão era de que as medidas valessem até o dia 12 de abril.

Contenção do trânsito em Pacujá

A partir da segunda-feira (20) até 30 de abril, a polícia vai fiscalizar as três entradas principais do município de Pacujá, a 65 km de Sobral, Norte do Ceará.

Por meio de um decreto, a prefeitura municipal determina que sejam colocadas barreiras de contenção e haja a redução de fluxo com os municípios limítrofes.

Sendo assim, apenas residentes ou pessoas que trabalham em estabelecimentos cujas atividades estejam liberadas em decreto estadual poderão ter acesso à cidade.

No entanto, os mesmos terão que apresentar comprovante de endereço ou documento de inscrição no cadastro do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) ou ainda um documento que comprove vínculo empregatício nos comércios com funcionamento liberado.

Covid-19 no Ceará

O Ceará é um dos estados mais afetados pela Covid-19 no Brasil. No primeiro boletim divulgado nesta segunda-feira (20), foram registrados 3.453 diagnósticos positivos para o Covid-19 e 189 mortes em decorrência da doença, que já atinge 100 municípios cearenses.

Com a alta disseminação da doença, o sistema público de saúde do estado corre risco de entrar em colapso.

G1