Ação pede que Bolsonaro desbloqueie pessoas no Twitter

Foto: Reprodução

Uma ação popular pede que o presidente Jair Bolsonaro seja obrigado a desbloquear todas as pessoas que já bloqueou em suas redes sociais e que seja impedido de fazer novos bloqueios enquanto estiver no cargo.

O advogado Thiago Gomes Viana, autor da ação, alega que Bolsonaro usa suas redes sociais para anunciar medidas do governo e políticas públicas. Por isso, não pode impedir o acesso a elas, pois seria restringir o acesso à informação, direito garantido pela Constituição.

Leia mais aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. gilson disse:

    é cada adévogádo nesse Brasil…. kkkkkkkkkkk

  2. Paulo Luiz Lopes disse:

    Alguém me xinga no twitter e não posso bloquear?! Tô doido!…

    • Osvaldo disse:

      Vc não sabe o porquê? Vc não é presidente.

    • Gaius Baltar disse:

      Se você é o Presidente da República e utiliza o Twitter como meio de divulgação de medidas oficiais não pode. São escolhas ¯\_(ツ)_/¯

    • Carlindo Olavo disse:

      Não pode bloquear porquê? A esquerda assim determinou? Onde existe essa regra que não pode bloquear?
      Desde quando alguma pessoa é obrigada a ficar lendo mentiras, recebendo acusações falsas, lidando com o mimimi dos derrotas, tendo que aturar o datafolha elegendo Haddad no terceiro turno, o ibope dizendo que corrupto tem 110% de aprovação popular?
      Quer dizer que na democracia existe a imposição de ter que ser submetido a vontade da esquerda?

    • Vítor disse:

      Carlindo, se o presidente é um Seguidor da lei, ele deve seguir o princípio da legalidade, como administrador que é.

      Então a pergunta deve ser: Qual lei permite bloquear os seguidores? Afinal, ele só pode fazer o que a lei permite

      A ação é a mesma que sofreu o presidente dos Estados Unidos e lá ele não pode bloquear.

  3. Leandro Laranjeiras disse:

    Hahahaha Eu que não quero uma arrumação dessas em minha vida, sai para lá

  4. J.Dantas disse:

    Tudo pode….eu já vi advogado processar Deus( EUA), o importante é sair do anonimato e tentar ganhar alguns clientes… melhor que ficar em portas de Delegacia e da audiência de custódia… Parabéns pela iniciativa de marketing!

COMENTE AQUI