Diversos

O Twitter combate discurso de ódio? Facções criminosas mantêm contas no microblog e não são banidas

Foto postado em conta do ligada à facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP)| Foto: Reprodução

Em 2001, uma reportagem da TV Globo chocou o país ao mostrar traficantes gritando frases como “Maconha de 2!” e “Pó de 5!” em favelas cariocas. Eram as chamadas “Feiras das Drogas”. De lá para cá, pouca coisa mudou na realidade das favelas. Uma diferença é o fato de os traficantes usarem a tecnologia para divulgarem seus “produtos”. E o Twitter é uma das ferramentas preferidas dos criminosos. A plataforma não parece preocupada em banir perfis ligados a facções que, além de comercializar drogas, exibem armas de grosso calibre e ameaçam inimigos e policiais.

A Gazeta do Povo identificou dezenas de contas do Twitter ligadas ao Comando Vermelho, ao Terceiro Comando e à ADA, que estão em guerra pelo controle dos morros do Rio. Longe de prezarem pela discrição e usarem linguagem cifrada, as facções se promovem abertamente e usam a plataforma para lucrar — seja com o comércio de drogas, seja com a divulgação de bailes funk organizados pelos traficantes.

Um dos exemplos mais é o do perfil da “Boca do Azul”. Com 5.800 seguidores, funciona desde julho de 2020. Por meio de vídeos e fotos postados quase diariamente, a página oferece cocaína, maconha, lança-perfume e ecstasy. A boca de fumo é controlada pelo Comando Vermelho e fica no alto do morro do Jacarezinho. Em um dos vídeos, postado em 5 de janeiro, o traficante apresenta os preços: “Maconha é 35 ou 10. Só pedação, da brava. Carga nova pela manhã. Pó de 15. Só pedrão, quem gosta de cheirar vem também. As melhoras drogas tá com nós.”

Na comunidade do Guarani, outra boca de fumo usa o Twitter para divulgação. Em 17 de janeiro, o perfil anunciava uma promoção — ilustrada por uma foto das drogas: “Patrão ficou maluco, compra uma (maconha) de 80$ ou de 35$ e leva uma seda, ainda leva um balão apertado da forte”. A postagem teve 40 retuítes e 250 likes em poucas horas. Na imagem, os tablets de maconha aparecem personalizados. Na embalagem, os dizeres: “Guarani CV”, em referência ao Comando Vermelho.

Policiais em risco

O Twitter também é utilizado para alertar sobre a presença da polícia nas comunidades, o que coloca em risco a vida dos policiais. Na manhã do dia 15 de janeiro, por exemplo, enquanto a Polícia Militar do Rio de Janeiro fazia uma operação na Favela do Castelar, em Belford Roxo, em busca de três crianças desaparecidas, o perfil “Favela do Castelar Morro do Rola” postava: “Atividade minha comunidade, Eles tão aí pra covardia…”. Poucos minutos depois, outro usuário respondeu: “Muita fé rapaziada atividade dobrada até a última bala”.

Anos de atividade e milhares de seguidores

Apesar de as políticas do Twitter proibirem esse tipo de conteúdo, a plataforma não parece interessada em excluir os perfis das facções. Ao acessar as páginas, o usuário recebe automaticamente sugestões de outros perfis ligados a grupos criminosos — muitas das quais funcionam há um bom tempo.

A página “Complexo do Chapadão” foi criada em 2016 e hoje tem 102 mil seguidores. Entre anúncios de baile funk e frases de auto-ajuda, o perfil divulga imagens de armas pesadas e faz ameaças a facções adversárias do Comando Vermelho. A Página do Morro do Juramento, outra comunidade controlada pelo Comando Vermelho, tem 26 mil seguidores e existe há três anos. O perfil “Cúpula do CV” foi criado em outubro de 2019 e tem 14 mil seguidores.

Ameaças

Ainda que menos populares, outras facções cariocas também utilizam o Twitter para exibir seu poder de fogo e ameaçar inimigos.

O perfil do “Tropa do Rei Leão SJ e Beira Paz”, por exemplo, exibe a marca do TCP (Terceiro Comando Puro, uma facção dissidente do Terceiro Comando), inimigo do Comando Vermelho. A página traz ameaças diretas e promete que, em breve, o Terceiro Comando Puro vai retomar o controle da comunidade Beira-Rio, que a facção perdeu recentemente para o Comando Vermelho. “Taca bala no comando (…) A meta é a Beira Rio”, diz uma postagem, acompanhada por uma imagem em que quatro criminosos exibem seus fuzis. Outras páginas ligadas ao Terceiro Comando trazem mensagens semelhantes, do tipo “vamo picotar vcs tudo”.

A facção Amigos dos Amigos (ADA), que controla as comunidades da Vila Vintém e da Vila Jurema, também tem suas páginas. O roteiro se repente: fotos com armas, homenagens a criminosos que foram presos ou morreram, e ameaças aos inimigos.

“Atos violentos”

Nos últimos dias, o Twitter baniu milhares de perfis à direita no espectro político — o mais importante deles, o do presidente americano Donald Trump. O argumento é o de que essas contas incitavam atos violentos, em especial a invasão ao Congresso dos Estados Unidos em 6 de janeiro. Recentemente, cada vez mais entidades e políticos conservadores têm se queixado das políticas do Twitter. A empresa alega que atua para impedir a propagação de conteúdos violentos e de notícias falsas. Ainda não está claro por que as facções criminosas do Rio de Janeiro escapam da vigilância da plataforma.

A Gazeta do Povo procurou o Twitter Brasil e aguarda resposta da companhia.

Gazeta do Povo

Opinião dos leitores

  1. O twiter combate quem é de direita e ponto final. Não quer saber de bandidos. Combate quem é de direita. Só ver quem é louco.

  2. O problema não é o que se diz ou o que se faz, mas quem diz !!! Sendo de direito é censura na certa.

  3. O ilustre presidente da República deveria invocar a força armada brasileira exclusivamente para defender e proteger a entrada dessas mercadorias auto-genocida para as pessoas quem as usam,essa força armada brasileira pelo qual são gastos mais de 110 bilhões de reais anualmente em uma espécie de saco sem fundo.
    Ao invés do presidente da República ficar em todos os lugares que frequenta seja nos bastidores ou em público com a teoria das falas,conversas,diálogos,negociações,discurso,oratória e retórica conspiratoria para a sua perpetuação no poder do estado brasileiro através de um golpe dessa sua força armada praticamente com pouca utilidade que não é capaz de impedir a entrada dessas mercadorias auto-genocida ou auto-suicida para o ser humano pelas nossas fronteiras terrestres,áreas e marinha,bem que esse presidente da República do Brasil poderia direcionar toda essa sua força armada e seu pessoal exclusivamente para combater a entrada dessa droga autodestrutiva para o corpo humano.

  4. bandido sempre apoia bandido. Não vê o caso dos apoiadores de luladrao, lotado de apoiadores. Bandido apoiando bandido, natural.

    1. Exatamente, bandido sempre apoia bandido. A thurma de luladrao é o maior exemplo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Ações do Twitter caem 8% após suspensão de conta de Trump

Foi a primeira vez que o Twitter suspendeu a conta de um chefe de Estado (Imagem: Reuters/Brendan McDermid)

As ações do Twitter listadas na Alemanha chegaram a despencar 8% nesta segunda-feira, no primeiro pregão depois que a rede social suspendeu permanentemente a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na noite de sexta-feira.

A empresa disse que a suspensão da conta de Trump, que tinha mais de 88 milhões de seguidores, foi devido ao risco de mais violência, após o ataque ao Capitólio dos EUA na quarta-feira. Nesta manhã, as ações da empresa listadas nos EUA caíam 6,8% em negociações antes da abertura do mercado.

Foi a primeira vez que o Twitter suspendeu a conta de um chefe de Estado, gerando uma controvérsia mundial sobre o impacto que as gigantes da tecnologia dos EUA podem ter sobre a liberdade de expressão e a democracia.

Para os resultados financeiros do Twitter, a decisão de banir o presidente dos Estados Unidos deve ter um impacto negativo moderado.

“Esperamos um ligeiro declínio do número de usuários, embora a erosão do engajamento seja uma questão maior”, escreveram analistas da Berstein em nota.

Grupos de extrema direita mantêm uma presença online vigorosa em plataformas digitais como Parler, Gab, MeWe, Zello e Telegram e podem se desligar das redes sociais convencionais.

Também pode haver custos adicionais para o Twitter e outros, à medida que procuram moderar ainda mais o conteúdo publicado por seus usuários.

“A moderação adicional pode ser bem-vinda, mas não é barata e pode beneficiar o Facebook, que já emprega um exército de moderadores (cerca de seis vezes) maior do que a força de trabalho do Twitter”, disseram analistas de Berstein.O Facebook suspendeu a conta de Trump até pelo menos o final de seu mandato presidencial no final deste mês.

Money Times, com Reuters

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Moro e Olavo de Carvalho discutem no Twitter após general criticar governo

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro e Olavo de Carvalho, considerado o guru da família Bolsonaro e seus aliados, discutiram no Twitter em razão de uma crítica do general Carlos Alberto dos Santos Cruz a integrantes do governo.

Em entrevista ao site O Antagonista, o ex-ministro da Secretaria da Presidência falou em “pessoal limitado, que coloca tudo em termos de direita e esquerda” ao se referir a aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Olavo de Carvalho atacou o general pela declaração e usou a expressão “Seja homem”, o que causou indignação de Moro. O ex-ministro respondeu que Santos Cruz “é muito mais corajoso do que aqueles que usam as redes para atacar de longe a honra de pessoas do bem e das Forças Armadas”.

A resposta de Moro gerou reação de Olavo de Carvalho, que atacou Sergio Moro em uma série de tuítes, sendo que um deles o chamou de traidor. Moro integrou o Governo Bolsonaro até abril deste ano, quando pediu demissão alegando tentativa de interferência de Bolsonaro na Polícia Federal.

O general Santos Cruz tem se manifestado criticamente ao Governo Bolsonaro. Na última semana, o ex-ministro disse que estava “cansado de show” em resposta à fala do presidente de que o Brasil parecia um “país de maricas” no combate à pandemia do novo coronavírus.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Olavo, primeiro pague a indenização para o Caetano. Depois você paga a passagem para o Moro ir futricar com você.

  2. Quero ver os petebas votando em Moro no 2º turno de 2022, e bem caladinhos, viu? Não reclamem não.

  3. Lindo ver a direita se digladiando. Daqui pra frente é surra em cima de surra. Preparem o lombo!

  4. Bg devo desculpas a você pelo comentário a pouco, agora acertou os posts que aparecem são variados , mas quando abri o seu blog apareceu sequência 8 posts com discursão do Olavo com várias pessoas.

  5. Tomou ódio do Olavo também Bg? Qual o objetivo destes posts em sequência de fofoca, de disse me disse?
    No próximo post informe a briga dele com a mulher, no outro com o aluno, a seguir com o taxista e por final se tiver, pergunte, você é contra ou a favor do Olavo?
    Acho mais importante você fazer posts seguidos da invasão por hacker na super sucata do TSE. Isso sim é importante pois pode alterar o destino de uma nação.

    1. Chora, mais cedo. O teu guru é que busca o noticiário, com as besteiras e ataques que faz, sem ser político, filósofo, nada. Apenas um pseudo orientador do gado desnorteado com a peia que tomou. Chora mais cedo, ou depois será tarde demais.

  6. Não se fala em outra coisa no curral, até a jumentada está comentando: agora que a vaca foi pro brejo será que o gado vai (literalmente) fazer uma vaquinha pra ajudar o grande guru bovino Orvalho de Cavalo, o filósofo do rebanho, a pagar a multa milionária para Caetano Veloso? Tá vencendo o prazo e o velho ainda não pagou. Idiota, maluco e alienado a gente já sabia que ele era, agora também caloteiro.

    1. Vcs num guentam cinco segundo de debates com o "Astrólogo' da Vírginia. Só ataques ao argumentador, nunca aos argumentos.

    2. Eita que o cavalo do olavo também quer participar da festa no curral. Porque não? Cite, se souber,um só argumento dessa besta que mereça ser debatido.

    3. A estratégia das tesouras entre PT e PSDB, por exemplo. A existência do Foro de São Paulo, por anos ocultada pela nossa imprensa. A cristofobia. A necessidade de se dominar aspectos cullturais antes de se pensar em tentar se ter o poder. Mas nada convence alguém que decidiu, aprioristicamente, que não quer ser convencido (e nem nesse espaço de comentários isso é viável, Fique na sua bolha.

  7. Vixi, é cobra engolindo cobra.
    Por isso eu digo Bolsonaro é duro, quem não quiser cair que se deite, pq o Véio é pau de dar em doido.

    1. Só o pt que tem levado peia até agora, acho que no próximo pleito vão extinguir o jumentário, talvez fique só o de codinome pixuleco… Esse foi furado na venta pelo luladrão, que determina o que ele deve comentar ou não. Rsrsrs

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Twitter contra a Lei das Fake News: “prejuízos e riscos a direitos fundamentais das pessoas”

Foto: Reprodução

Um dos diretores do Twitter, Fernando Gallo, disse para a Folha de S. Paulo que a Lei das Fake News, aprovada pelo Senado, “causa uma série de prejuízos e riscos a direitos fundamentais das pessoas, como liberdade de expressão, proteção de dados, privacidade, acesso à informação”.

Ele disse também:

“A internet, como ela foi idealizada, foi idealizada para ser uma internet aberta, e é preciso olhar para o tema regulatório também tendo em vista as consequências que a regulação pode ter sobre a competição, para que a gente evite entrincheirar os maiores atores, as maiores empresas, em uma posição de ainda maior dominância. Para isso, você precisa proteger a competição.”

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. A liberdade de expressão deve ser absoluta, dentro dos limites que a lei impõe, não se deve conceber calúnia, difamação, mais tratos verbais ou escritos, assédio moral….. assim sendo, essa liberdade não pode ser configurada como tão absoluta. Ninguém está acima da lei, nem o que se diz, faz ou escreve.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

VÍDEO: “É uma tentativa de calar a direita”, diz deputada Carla Zambelli, ao criticar bloqueio das contas de bolsonaristas no twitter

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Carla Zambelli (@carla.zambelli) em

Carla Zambelli divulgou um vídeo há pouco para criticar o bloqueio das contas de bolsonaristas nas redes sociais.

“Estou muito preocupada com a liberdade de expressão de pessoas que tenham viés ideológico de direita. É uma tentativa de calar a direita. Até onde isso vai? Qual é a intenção por trás disso?”

Dezessete bolsonaristas tiveram suas contas suspensas por determinação de Alexandre de Moraes. A decisão, de 27 de maio, está no âmbito do inquérito das fake news.

“Será que, em última análise, nós todos de direita seremos calados para que a gente não tenha como colocar gente no Congresso? O que venho pensando é só isso (…). É um ataque à liberdade de expressão generalizado para quem é de direita. Muito preocupante.”

 

 

Opinião dos leitores

  1. Acho que o problema não está na direita, e sim nos dementes agressivos que falam em ordem, disciplina e bons costumes, estando envolvidos com manifestações onde disparam rojões contra a sede do STF.

  2. Não é viés ideológico de direita, Carla. A direita não pode ser achincalhada com um ideário reacionário. Você mistura muito as coisas e confunde as cabecinhas meio piradinhas de uns. Não misture as coisas. Vocês não são de direita, vocês são anarquistas reacionários adeptos do vale tudo na comunicação com os seus , principalmente com o uso de mentiras. Quem não deve não teme.

    1. Bote aqui o nome de um político que não solta fake news pra eu conhecer esse santo.
      —————————
      Escreva aqui nessa linha o nome dele.
      Não misture as coisas vc.
      Estão querendo calar sim, e na marra, quero muito vê onde vai parar isso mesmo.
      Espero amanhã o BG botar aqui no blog outros nomes também.
      O problema é que não vai caber o nome de tanta gente, eu diria que ate impossível de lê em uma semana.

    2. Viu, Carla, como vocês confundem as cabecinhas doidinhas de despreparados? Taí a atitude do Vicente corroborando o que escrevi. Não esculhambe de vez a direita com atitudes de um campesinato de aproveitadores arruaceiros.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Roberto Jefferson, Luciano Hang, Allan dos Santos e mais: veja lista de contas bloqueadas pelo twitter por decisão judicial em decorrência do inquérito das fake news

Por decisão judicial, o Twitter retirou do ar uma série de contas de bolsonaristas. Veja a lista (ainda em atualização):

Allan dos Santos

Bernardo Küster

Edgard Corona

Edson Salomão

Eduardo Fabris Portella

Enzo Momenti

Luciano Hang

Marcelo Stachin

Marcos Bellizia

Otavio Fakhoury

Paulo Bezerra

Rafael Moreno

Reynaldo Bianchi Junior

Roberto Jefferson

Rodrigo Ribeiro

Sara Giromini

Winston Lima

Veja mais: Alexandre de Moraes manda Twitter suspender contas de envolvidos no inquérito das fake news

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. O STF está de parabéns ao cumprir seu papel. Aos que reclamam de perseguição política, sugiro que denunciem com provas quem anda espalhando mentiras na internet e assim contribuirão de forma muito mais produtiva do que ficar xingando juíz em caixa de comentários.

  2. Roberto Jeferson fez uma série de acusações contra ministros do STF. Acusações seríssimas. Não vi ou ouvi dizer que seria processado. Por que será? Estranho.

  3. Vem ca!!
    Nessa lista do cabeça de P… só tem bolsonariatas??
    BOZO DE NOVO!!
    vao inventar muito pra desgastar o presidente Bolsonaro.
    Kkkkkkkk
    Efeito bolo, quanto mais bate, mais cresce.
    Bata nego, pode bater, bata com força que não sinto doer.
    Kkkkkkkkkk
    Reeleito em primeiro turno.
    O véi tá ESTOURADO.
    Kkkkkkkk

    1. Por que será que só tem bolsonarista? Bolsonaristas não espalham mentiras na internet. Não na Terra plana.

  4. Atitudes assim acabam fortalecendo ainda mais o governo…o que vemos é a oposição se debatendo. BOLSONARO 2022!

    1. Rui Barbosa? Tá bem atual, hein? O Rui Barbosa perdeu a eleição de 1910 para Hermes da Fonseca. Foi a campanha da pena contra a espada. A espada ganhou. Em quem você você votaria? Num intelectual ou num milico armado?

    2. Rui Barbosa numa época de anti-erudição? Só temos eruditos parvos, tanto de direita quanto de esquerda. Não traduzem/comentam/criam nada de relevante, apenas fantoches políticos.
      Triste daquele que busca cultura…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Alexandre de Moraes manda Twitter suspender contas de envolvidos no inquérito das fake news

A suspensão de contas de bolsonaristas no Twitter foi por ordem do ministro Alexandre de Moraes e atingiu todos os investigados no inquérito das fake news.

O ministro atendeu a pedido feito pelo Ministério Público na mesma ocasião em que pediu para que Alexandre autorizasse busca e apreensão de documentos e mídias dos investigados. A ordem de bloqueio também foi dada na mesma decisão que autorizou as diligências.

Segundo nota enviada a O Antagonista, o Twitter disse que “agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal”.

Até agora, foram suspensas as contas de Allan dos Santos, Bernardo Küster, Sara Winter, Edson Salomão, Edgard Corona, Luciano Hang e Roberto Jefferson. Todos são investigados no inquérito das fake news.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Não adianta suspender contas de fulanos e beutranos….os brasileiros acordaram……a ruína para os idiotas úteis….o povo já sabe que não precisa de esmolas nem promessas de coronéis e comunistas….um lixo que será removido nas próximas eleições…….o legado BOLSONARO só está começando……engulam o choro …..pois não vai fazer diferença…..

  2. Fakenews = Mentira
    Mentira é diferente de liberdade de expressão.
    Parabéns Twitter e Alexandre de morais, manda Roberto Jeferson, Sara Gerominha irem ruminar em outros pastos.
    Próximo são os filhos do presidente.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Editora do New York Times que denunciou movimentos da esquerda contra a liberdade de expressão se demite e diz que jornal ‘tem o Twitter como seu editor definitivo’

Foto: David Smooke/Unsplash

A jornalista Bari Weiss pediu demissão do jornal New York Times nessa terça-feira (14). Segundo ela, que escrevia para a sessão de opinião, colegas a intimidavam e ofendiam por defender valores de direita.

Em sua carta aberta de demissão, Weiss afirmou que outros jornalistas faziam “bullying” com ela e acusavam de ser “nazista” e de praticar racismo.

A principal crítica da colunista é que os ataques dentro da redação não eram recriminadas pela direção do Times, que teria permitido que ela fosse “humilhada abertamente”. Na carta, Weiss afirmou que outros colegas a apoiaram e concordaram com a inércia do jornal.

“Existem termos para tudo isso: discriminação ilegal, ambiente de trabalho hostil e quitação construtiva. Eu não sou especialista legal. Mas sei que isso está errado”, declarou a jornalista no comunicado.

“Não entendo como vocês permitiram que esse tipo de comportamento continuasse dentro da empresa, em frente a toda a equipe do jornal e o público. E certamente não posso entender como vocês e outros líderes do Times permaneceram ao mesmo tempo em que me elogiavam em particular por minha coragem. Aparecer como centrista em 1 jornal norte-americano não deve exigir coragem”, completou.

Bari Weiss se autodeclara de centro-esquerda, mas seus posicionamentos contra propostas liberais e progressistas a afastaram desse espectro na opinião pública. Recentemente, ela foi uma das 153 jornalistas que assinaram 1 manifestando criticando supostos movimentos da esquerda contra a liberdade de expressão.

A jornalista afirmou que o Times tornou o Twitter o seu moderador. Segundo ela, isso fez o jornal adotar 1 processo editorial destinado a “satisfazer o público mais restrito”, em vez de fazê-lo “tirar suas próprias conclusões”.

JORNAL RESPONDE

A porta-voz do New York Times, Eileen Murphy, disse que a publicação está “comprometida em promover 1 ambiente de diálogo honesto e empático entre colegas, onde o respeito mútuo seja exigido de todos”.

Já a editora interina do editorial, Kathleen Kingsbury, afirmou que o Times continuará promovendo vozes importantes de todos os espectros políticos. “Agradecemos as muitas contribuições que Bari fez ao Times Opinion”, disse Kingsbury.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Qualquer pessoa que se expresse defendendo valores conservadores pode esperar retaliação da esquerda, e corre o risco de ser acusada de homofobia, racismo, machismo, etc. Vivemos tempos sombrios, onde uma imprensa majoritariamente de esquerda defende a utopia genocida com mentiras, fraudes e desonestidade intelectual.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Trump edita decreto que regula redes sociais nos Estados Unidos


Foto: Jonathan Ernst/Reuters

O presidente americano, Donald Trump, assinou nesta quinta-feira (28) um decreto que regula as redes sociais no país. O documento implica em uma revisão da lei que protege empresas como o Twitter, Facebook e o Google de serem responsáveis pelo conteúdo publicado por usuários, o que abre espaço para que essas empresas se tornem alvo de novas ações judiciais. O texto também pretende aumentar a visibilidade e permitir interferência no processo interno de bloqueio de publicações e usuários, que é regido pela política interna dessas plataformas.

Trump é um usuário ativo do Twitter, com mais de 80 milhões de seguidores. Ele já esteve envolvido em outras polêmicas com grandes empresas americanas de tecnologia e foi criticado seguidas vezes por fazer uso controverso da plataforma, como o compartilhamento de informações não verificadas.

Essa semana, pela primeira vez, a rede social sinalizou duas publicações do presidente americano como “potencialmente enganosas”, em resposta às declarações de Trump sobre fraude no voto pelo correio nos Estados Unidos. O novo selo de verificação de informações do Twitter fez o presidente americano ameaçar regular ou mesmo fechar a rede social.

O chefe de Estado usou seu perfil no Twitter para afirmar que “os republicanos sentem que as redes sociais censuram totalmente as vozes conservadoras”. Trump acusou o Twitter de estar interferindo nas eleições presidenciais do país, que acontecem em novembro.

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, criticou a ação do Twitter de rotular publicações como enganosas. Ele defendeu que não é o papel das empresas fazer a verificação de informação das publicações, em especial quando se trata de conteúdo político. O Twitter preferiu não comentar o ocorrido até o momento.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Uau! Vocês sabem tudo das entranhas dos embates que são travados lá só com a leitura deste blog!

  2. Pronto, diziam q o PT queria regular os meios de comunicação do Brasil e quem fez foi o governo do Tio Sam por lá.
    Esse mundo não gira, capota.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

‘Gratidão’ e ‘vamos superar’ são as expressões mais usadas no Twitter desde início da pandemia

Diante de um cenário tão nebuloso quanto o da pandemia do novo coronavírus, parece difícil perceber que somos gratos por alguma coisa. No entanto, desde o início do surto da covid-19 pelo mundo, algumas pessoas estão refletindo mais sobre a vida e expressando suas emoções nas redes sociais.

De acordo com levantamento interno do Twitter, o termo “obrigado/a” (e suas variações como “brigado”, “brigada”, “grato”, “grata”, “agradecido”, “agradecida”) foi citado em quase 10 milhões de Tweets de 1º de março a 20 de abril deste ano. Considerando o recorte de um mês, o termo foi 49% mais utilizado entre 23 de março e 20 de abril do que no período entre 1º e 29 de fevereiro deste ano – antes de a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretar a pandemia.

Outras expressões de empatia e solidariedade também apresentaram crescimento em menções nas conversas no Twitter na mesma base de comparação. São elas: “estamos juntos nisso” (154% de alta), “vamos superar” / “isso vai passar” (82%) e “gratidão” (10%).

Para destacar e incentivar as conversas de positividade e apoio em meio ao contexto atual, o Twitter lança um novo emoji especial, ativado usando as hashtags #obrigado, #obrigada e #gratidão. Confira:

Emais – Estadão

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Presidente do Twitter anuncia doação de US$ 1 bilhão para combate do coronavírus

Jack Dorsey, presidente e fundador do Twitter, poderia estar à beira de uma batalha com acionistas da empresa — Foto: Toby Melville/Reuters

O presidente-executivo do Twitter, Jack Dorsey, vai doar US$ 1 bilhão de dólares de sua participação na empresa de pagamentos Square para ajudar nos esforços de combate aos efeitos da pandemia de coronavírus.

Em uma série de tuítes, Dorsey afirmou que a quantia representa cerca de 28% de sua fortuna e será doada para o fundo de caridade que criou, Start Small, que vai concentrar suas atenções sobre renda básica universal e saúde e educação de meninas.

Dorsey, que por anos manteve privados seus esforços de caridade, afirmou que todas as doações para e do fundo serão tornadas públicas.

O executivo, cuja fortuna é avaliada em US$ 3,3 bilhões pela Forbes, afirmou ainda que está doando sua participação na Square em vez de no Twitter porque ele possui uma parcela maior da empresa de meios de pagamento.

Na semana passada, o presidente-executivo da Amazon, Jeff Bezzos, havia anunciado a doação de US$ 100 milhões para ajudar a combater a fome nos Estados Unidos durante a pandemia do novo coronavírus.

G1

Opinião dos leitores

  1. Uma vez folheando um livro (acho que era "Pai Rico, Pai Pobre"), li que depois do primeiro bilhão qualquer bilhão a mais que alguém conquiste não faz diferença prática alguma em sua vida. Não há como uma pessoas gastar os rendimentos desse dinheiro todo.

  2. Algum petista doou algo ?? Daniela mercury, Chico Buarque, esses PTralhas que amam a lei ROUNET? Não adoram dinheiro público

    1. Fedeu!
      Esse Dedé Costa é do naipe dos PTRALHAS,
      Se entregou em 2 palavras

    2. E se eu for, qual é o problema? Vai mandar me matar?

    3. Quanta ignorância das pessoas que defendem esquerda, direita, fico triste lendo algumas colocações aqui, realmente o povo está sem noção de respeito ao próximo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

55% das publicações pró “Bolsonaro Day” no Twitter foram de robôs, diz estudo

FFoto: Ilustrativa

Estudo da UFRJ e da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FespSP) mostra que robôs foram responsáveis por 55% das publicações no Twitter favoráveis à manifestação pró-Bolsonaro no último dia 15. A reportagem foi publicada hoje pelo Valor.

Por meio de um software chamado Gotcha, as professoras Rose Marie Santini, da UFRJ, e Isabela Kalil, da Fesp, identificaram que robôs responderam por 55% dos 1,2 milhão de tuítes com a expressão #BolsonaroDay para apoiar o presidente em 15 de março.

A pesquisa identificou a ação de 23 500 “bots” bolsonaristas em um universo total de 66 000 usuários que publicaram a hashtag naquele domingo.

Outras 1 700 contas publicaram sobre o #BolsonaroDay e, horas depois, foram apagadas do Twitter. O comportamento, segundo as pesquisadoras, é típico dos bots.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Meios de comunicação não devem ter essa de "antenado ou não antenado" com governo algum. Qualquer instrumento de informação deve estar antenado com a VERDADE! O mundo não é feito apenas bolsonaristas e petistas!

    1. A função de um jornalista é publicar os fatos. Se os fatos noa te agradam o problema não é do blog.

    2. Antenado ? Não entendi . O blog está sendo informativo e isento .

  2. Quem tem dúvida disso? Bolsonaro sempre foi apoiado por robôs, não tem 1% de voto.
    Qual a preocupação de vocês? Bolsonaro nunca será eleito, vai desidratar antes da campanha, não chega ao segundo turno e se chegar, perde para todos os outros candidatos. Não se preocupem, é um político do baixo clero.
    Bolsonaro não tem ninguém, são todos robôs. O que se vê nas manifestações são robôs disfarçados de gente, não acreditem nas imagens, tudo robô.
    Bolsonaro não tem o povo ao lado dele, todos robôs, e pior, robô não come mortadela com pão, não toma refresco de maracujá, nem vai de Õnibus pago pelo partido para fazer volume nos comícios e manipular o apoio popular.

  3. Só pode ser piada que o presidente fale numa campanha nacional de jejum quando as pessoas estão realmente esperando liberação de dinheiro do governo para poder comer.

  4. Inclusive os 57 milhões de votos que o elegeram, sem uso de dinheiro sujo proveniente de Corrupção? Ah tá, entendi. Sem contaminação de dinheiro público roubado essa constatação.

    1. Homi, vc tá misturando, o objetivo era tirar o pt e tirou, mas Jair é descontrolado, na próxima.eleicao é procurar outro melhor

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Flávio Bolsonaro alerta no Twitter que seu nome está sendo usado por criminosos

Foto: Reprodução/Twitter

Flávio Bolsonaro avisou no Twitter que seu nome está sendo usado por criminosos:

“Deixo público, a quem possa interessar, que NINGUÉM está autorizado a usar meu nome para o quer que seja. Se não ouvir da minha própria boca pode dispensar o 171.”

Ele não disse quem são os criminosos nem o que pretendem obter, mas a mensagem enigmática deve se tornar mais clara muito em breve.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Esse Flavio Bolsonaro não é flor que se cheire, espero que ele não seja reeleito e as urnas deem a resposta para tantos procedimentos errados.

    1. Você se preocupou com as atitudes de João Vaccari, Alberto Yousself, Marcos Valério, André Vargas, Cerveró, Roberto Costa, Pedro Barusco, Renato Duque, Lula, Dilma, Mercadante, Delcídio do Amaral, Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo, Lindberg Faria, Arlindo Chinaglia, Jacques Wagner, Fernando Baiano, Argôlo, Aldemir Bendine (BB), Cândido Vacarezza (petrobrás), João Santana e Mônica Moura, José Dirceu, Genoino, Gilberto Carvalho, Bumlai e muitos outros????????
      Então porque tanta preocupação com Queiroz????????

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Twitter pede que usuários do Android atualizem o aplicativo imediatamente; falha permite que hackers acessem informações não públicas da conta

Foto: Divulgação/Olhar Digital

Se a interminável rolagem do feed do seu Twitter fizer parte da sua rotina, você vai querer atualizar o aplicativo o mais rápido possível, se for usuário do Android. Isso porque, nessa semana, a empresa confirmou uma vulnerabilidade em seu aplicativo que poderia permitir que hackers vissem “informações não públicas da conta” e enviassem tuítes e mensagens sem permissão do usuário.

De acordo com um blog do Twitter Privacy Center, a questão de segurança – que já foi corrigida – permitiria que hackers controlassem uma conta e tivessem acesso aos dados de localização e de tuítes protegidos “através de um processo complicado que envolve a inserção de código malicioso em áreas restritas de armazenamento do aplicativo do Twitter”, potencialmente colocando em risco milhões de usuários do aplicativo. Um tuíte do suporte do Twitter afirmou que o problema foi corrigido para a versão 7.93.4 do Android (lançada em novembro) e para a versão 8.18 (lançada em outubro).

Portanto, se você usa o aplicativo da rede social em um aparelho Android, precisa atualizar para a última versão. A postagem do blog dizia que atualmente não há evidências de que alguém se aproveitou dessa falha, mas que “não podemos ter certeza absoluta”. No momento, o Twitter está enviando um e-mail para os usuários que correm maior risco,fornecendo instruções sobre como atualizar o aplicativo.

Embora essa não seja a mesma falha que um hacker explorou ao invadir a conta de Jack Dorsey, CEO do Twitter, em agosto, é possível perceber que os problemas de segurança são graves e recorrentes.

Olhar Digital, via Gizmodo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Assunto mais comentado do Twitter na manhã desta sexta é #STFEscritorioDoCrime

Foto: Reprodução

O assunto mais comentado do Twitter é “STF escritório do crime”. O destaque pode ser conferido através do microblog. O destaque é de O Antagonista.

Opinião dos leitores

  1. se vc tem $$$, já tem "adévogados" de capa preta, o escritório é formado por 11 ministros que se sobrepõe aos juízes e desembargadores, muitos deles nunca foram nem juízes, mas foram colocados lá para futuros favores, agora estão retribuindo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Carlos Bolsonaro assume que faz o twitter do Pai, posta o que não devia, arrega e pede desculpas

Reprodução: Twitter

O vereador Carlos Bolsonaro fez um tuíte se desculpando por uma postagem sobre julgamentos em segunda instância, dizendo que o fez sem autorização do pai. Mais cedo, o perfil de Jair Bolsonaro publicou uma mensagem dizendo que “sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância”.

No começo da tarde de hoje, Carlos tuitou: “Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!”.

Ele ainda postou, em uma resposta a outro seguidor que o criticou por expor o pai: “É verdade! Estou assumindo a culpa! Mas creio que os pontos positivos superam qualquer crítica de quem é mal-intencionado!”.

No texto publicado originalmente no Twitter de Jair Bolsonaro, lia-se: “Aos que questionam, sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância. Proposta de Emenda à Constituição que encontra-se no Congresso Nacional sob a relatoria da Deputada Federal Caroline De Toni”.

Ontem, a parlamentar citada por Bolsonaro apresentou na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania parecer pela admissibilidade da PEC 410/18, que deixa clara a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. A relatora propôs apenas correções de redação do texto. Ela também votou pela admissibilidade da PEC 411/18, que trata do mesmo tema.

“A decisão de executar a pena privativa de liberdade antes do trânsito em julgado é uma escolha política de uma sociedade. É uma questão de política legislativa e está dentro da racionalidade jurídica”, afirmou a deputada.

UOL

 

Opinião dos leitores

  1. É curioso que esse tresloucado já usou a conta do presidente para postar as maiores barbaridades e o pai nunca mandou ele retratar-se, mas agora posta uma coisa certa e o tuíte é apagado?
    Se isso não for acordo com o Toffoli para preservar o Flávio não sei o que é…

  2. Os filhos de Bolsonaro e um monte de merda só não se equivalem porque a merda ainda tem alguma utilidade: pode produzir bioenergia.

  3. Eita ruma de merda, só é essa família. Só tem maluco, ve o olhar deles, tudo com cara de doido. Não falou nada demais, só merda, como sempre que eles abrem a boca, falam.

  4. Cara, não se salva um. O cara recebe pra ser vereador do RJ, mas trabalha operando o twitter do pai.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *