Polícia

Autor de ataque em creche em SC passou por duas cirurgias, deve ter alta da UTI nos próximos dias e polícia prepara interrogatório

Arma que foi apreendida e irá passar por perícia no IGP — Foto: Jornal e TV A Sua Voz, reprodução

A Polícia Civil ouviu mais de 10 testemunhas na investigação sobre o ataque a creche em Saudades, no Oeste catarinense, até quinta-feira (6). O delegado Jerônimo Marçal Ferreira afirmou autor do crime, um jovem de 18 anos, será ouvido assim que o estado de saúde ele permitir.

O autor está internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, cidade a cerca de 60 quilômetros de Saudades. Segundo o boletim médico da noite de quinta, ele passou por duas cirurgias e está se recuperando.

Ele deve ter alta da UTI nos próximos dias. A Polícia Civil quer descobrir a motivação por trás do ataque.

Na manhã de terça (4), o jovem foi à escola infantil Aquarela e, armado com um facão, matou três crianças de um ano, uma professora de 30 e uma agente educativa de 20. Depois, golpeou o próprio corpo. Um bebê foi socorrido e se recupera no hospital.

Ele passou por procedimentos cirúrgicos no pescoço, tórax, abdômen e pernas, conforme o hospital.

Análise do material apreendido

A Polícia Civil já começou a analisar os dois computadores e um pen drive encontrados na casa do homem apontado como autor do ataque. A autorização para investigar os dispositivos foi obtida pela Justiça na quarta-feira (5).

Estão sendo investigados e-mails, mensagens trocadas e outras interações que o jovem possa ter feito em redes sociais e fóruns.

Na quarta, o delegado confirmou o indiciamento do autor por cinco homicídios triplamente qualificados, além de uma tentativa de homicídio contra a criança ferida. As qualificadoras dos crimes são: motivo torpe, utilização de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas e a utilização de meio cruel.

Na quarta a Justiça negou o pedido de exame de sanidade mental do autor. O motivo da negativa foi o atual estado de saúde do agressor.

Após manifestação do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a Justiça catarinense decretou a conversão da prisão flagrante em preventiva.

Investigação

Na casa do homem, os agentes encontraram também R$ 11 mil em espécie e duas embalagens de facas novas. O dinheiro era proveniente de salários que o assassino guardava. Ele trabalha em uma empresa de produção de roupas.

Ninguém da família do homem de 18 anos suspeitava que ele planejava crime, segundo a polícia. O autor não tinha antecedentes criminais e era descrito como quieto pela comunidade.

“Pais e irmã disseram que ele era mais quietão, não saía com ninguém, não tinha celular. Tinha se afastado dos poucos amigos”, relatou o delegado.

Uma arma apreendida no local do crime também passa por perícia no Instituto Geral de Perícias (IGP).

Com G1

 

Opinião dos leitores

  1. Esse individuo cometeu um CRIME horrível contra inocentes, mas isso parece ficar em segundo plano quando a polarização está em um nível tão assustador quando o CRIME cometido por esse cidadão. O mais importante é que esse criminoso pague pelos crimes que cometeu.
    Que Deus de alguma forma conforte o coração dessas famílias.

    1. Mais um protegido com o famigerado discurso de “coitadinho, excluído social”. Dessa vez perderam o discurso contra as armas de fogo, afinal a esquerdalha afirma que só elas matam. Só matam nas mãos do cidadão e da PM, não nas mãos dos bandidos arma de fogo nunca matou.
      O povo já percebeu que a mídia imediatamente noticia que toda bala perdida vem da arma de PM, criando uma mentira no sentido que bandido nunca errou 01 tiro, bandido nunca matou inocente., bandido nunca foi violento, por isso eles continuam armados com rifles e metralhadoras, pois revolver é coisa de ladrão de galinha.
      Como vai a CPI da vergonha? formada por senadores que respondem a processo por corrupção?

    2. Na pagina de facebook dele tinha uma imagem de che-guevara e uma imagem de #forabolsonaro. Então já da pra deduzir que o cara era da esquerda mesmo… e se bobear era PTista ou ligado ao PSOL.

    3. Errou amigo, o perfil dele apagado no instagram era de esquerdista raiz, lulalivre e fora bolsonaro além de fã de Che Guevara

    4. O esquerdista vomitando seu ódio sem saber do que fala, como sempre.
      O tal Fabiano mantinha nas redes sociais, perfil com #forabolsonaro e mostrando seus ídolos Che Guevara e Fidel Castro. Obrigado direita esclerosada, você dá prova que realmente é um esclerosado que tem corrupto de estimação.

    5. Bando de retardados, que acreditam em corrente de WhatsApp.

    6. D. Esclerose, vc é um comentarista bofote e imbecil. Ao que consta, são diametralmente o opostas as convicções políticas desse psicopata, bem ao gosto da esquerda doente que mata e esconde a unha, veja a tentativa de matar o presidente, os acertos com o PCC, Toninho do PT, Celso Daniel, MST, e tantos outros. Esse meliante, que provavelmente é um paciente Psiquiátrico, vai soltar a língua, não precisa soltar baboseira antecipada na net. Guarde suas opiniões para os seus lacaios.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTOS: Bandidos tentam assaltar carro e atiram em vítima no bairro de Lagoa Seca

Fotos: Reprodução

Bandidos tentaram assaltar um veículo próximo a TV Ponta Negra, no bairro de Lagoa Seca. No vídeo, é possível ver um homem correndo em direção da vítima com uma arma, embora eles não tenham conseguido levar o carro, uma mulher levou um tiro.

Mais informações em breve.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Ambiente

Mourão: Se reduzir desmatamento, Brasil retomará Fundo Amazônia

Foto: WALLACE MARTINS / FUTURA PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira (18) que, se o Brasil apresentar redução no desmatamento, poderá conseguir novamente a liberação do Fundo Amazônia. Em agosto, Mourão, que preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), disse que o país não conseguiria atingir a meta de 10% de diminuição e que esse índice ficaria na casa dos 5%.

“É aquela história. Se a gente tiver um resultado bom, volta [o fundo]. Está tudo pronto, é só eles darem o sinal verde”, afirmou Mourão em conversa com jornalistas na Vice-Presidência da República, em Brasília.

O presidente do CNAL disse que com os 5% de redução no desmatamento é possível retomar o fundo. “Há condições. Tem a COP [Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, que vai acontecer em Glasgow, na Escócia, entre 1º e 12 de novembro deste ano]. Vamos ver o resultado da COP26. Acho que depois a gente está com boas condições ali de avançar.”

O Fundo Amazônia foi criado em 2008 como forma de financiamento não reembolsável para ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento. O projeto previa também a promoção da conservação e do uso sustentável das florestas da Amazônia Legal.

O Comitê Orientador do Fundo Amazônia foi extinto pelo governo do presidente Jair Bolsonaro em abril de 2019, após críticas de Salles à administração do fundo de US$ 1,28 bilhão, o que levou os governos de Alemanha e Noruega — os principais doadores — a congelar repasses.

Embaixador pede ‘plano concreto’

O novo embaixador da Noruega no Brasil, Odd Magne Ruud, disse que o governo precisa de um plano concreto para combater o desmatamento na Amazônia. Ele se reuniu nesta manhã com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão.

“O Brasil precisa de um plano concreto para o desmatamento. Precisamos acordar o estilo de gestão do comitê. Então essas são algumas questões que precisamos discutir. Essa é uma cooperação importante para nós. Espero continuar o diálogo com o vice presidente”, afirmou Ruud.

O embaixador disse que conversou com o vice-presidente sobre o Fundo da Amazônia e o Conselho da Amazônia. Segundo ele, Noruega e Brasil têm algumas divergências, mas o país europeu etá disposto a conversar.

“Falamos sobre desmatamento e como o trabalho está indo e as operações militares. Nesse momento é necessário cooperação de cada lado”, declarou.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Caminhoneiros dizem que param no dia 1º de novembro caso Bolsonaro não atenda demandas

Foto: Danilo Verpa / Folhapress

Após uma série de tentativas de paralisação neste ano, caminhoneiros junto à frente parlamentar da categoria determinaram na noite desse sábado (16) que iniciam uma paralisação no dia 1º de novembro caso o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não atenda as demandas do setor.

Os motoristas exigem cumprimento do frete mínimo e nova política de preços para os combustíveis, que nunca estiveram tão caros no Brasil.

A definição ocorreu após uma assembleia de motoristas organizada por três entidades representativas no Rio de Janeiro, incluindo participantes que lideraram a greve de 2018.

A interlocução com o governo será feita por meio da Frente Parlamentar do Caminhoneiro Autônomo e Celetista, presidida pelo deputado federal Nereu Crispim (PSL-RS).

“Nós, caminhoneiros autônomos do Brasil, estamos em estado de greve”, afirmou Crispim em vídeo que já circula em grupos de motoristas. “Significa dizer ao governo Bolsonaro que o prazo de três anos que ele teve para desenvolver, desencadear, melhorar a vida do transportador autônomo não foi cumprido.”

A categoria pede que o governo atenda suas reivindicações, que incluem melhores condições de trabalho, em 15 dias para não iniciar uma paralisação.

Crispim protocolou um requerimento para abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a alta dos preços dos combustíveis pela Petrobras. O pedido foi feito no dia em que a estatal aumentou em 8,9% o preço do diesel, em setembro. Em 2021, a empresa já elevou a gasolina em 51%. Diesel e gás de cozinha subiram 38% no ano.

Desde setembro, a CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTTL), o CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas) e a Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores ) promoveram encontros nacionais para definir uma pauta única dos motoristas.

O setor, junto a deputados da frente parlamentar, se descola da imagem de caminhoneiros que pararam estradas em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contrárias ao STF (Supremo Tribunal Federal) nos atos de raiz golpista de 7 de setembro.

Wallace Landim, o Chorão, um dos líderes da greve de 2018 e que hoje está à frente da Abrava, afirmou nesta semana à coluna Painel que situação atual é pior que a do ano da paralisação nacional.

Para ler a matéria na íntegra acesse AQUI.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN não registra mortes por Covid nas últimas 24 horas; novos casos são 19

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira (18). São 370.914 casos totalizados. No domingo (17) eram contabilizados 370.895, ou seja, 19 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 19 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.364 no total. Sem registro de óbitos ocorridos nas últimas 24h. No domingo (17) eram7.364 mortes. Óbitos em investigação são 103.066.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 178.747 e descartados são 746.778. Em acompanhamento, são 103.066.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 37,2%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 37,2%, registrada no início da tarde desta segunda-feira (18). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 119.

Até o momento desta publicação são 120 leitos críticos (UTI) disponíveis e 71 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 96 disponíveis e 48 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 38,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 36,4% e a Região Seridó tem 26,7%.

Opinião dos leitores

  1. olhem o efeito da flexibilização no numero de utis ocupadas e compare com as enfermarias. Quando se pensa em impostos arrecardaçao esse é resultado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 120 leitos críticos e 96 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 11h55 desta segunda-feira (18).

Neste período, havia 02 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e outros 04 aguardavam avaliação. Foram registrados disponíveis 120 leitos críticos e outros 96, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

FOTOS: Jovem imobiliza pai para evitar que mãe fosse agredida

Fotos: Reprodução / TV Anhanguera

Um jovem de 21 anos teve que imobilizar o pai, de 55, para evitar que ele agredisse a ex-esposa, mãe do rapaz, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Fotos feitas no local mostram o filho ajoelhado sobre o investigado, pressionando um dos braços dele contra o chão para que não pudesse se levantar.

A situação aconteceu na tarde de sábado (16), na casa da mulher, que tem 43 anos, no Setor Campos Elíseos. A Polícia Militar prendeu o homem, registrou a versão da vítima e levou os envolvidos à Central de Flagrantes da cidade.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que o homem continua preso, na manhã desta segunda-feira (18), na Unidade Prisional Regional de Anápolis.

O g1 não conseguiu descobrir quem representa o investigado para pedir uma posição sobre o caso.

Segundo os registros policiais, a mulher chamou a PM denunciando que o ex-marido estava bêbado, ameaçando agredi-la com uma faca e que ele já havia invadido a casa dela e quebrado algumas janelas. Também de acordo com a corporação, para evitar que a mãe fosse atacada, o filho do casal conseguiu imobilizar o pai no chão.

Os policiais relataram que, quando chegaram, o homem estava sendo imobilizado pelo filho e estava um pouco machucado – ferimentos que teriam sido causados quando ele foi contido.

Antes de ser imobilizado pelo filho, o homem teria conseguido agredir o pai e a irmã da ex-mulher.

G1

Opinião dos leitores

  1. Cena triste. E que se repete em todo o país. E tem gente que ainda enaltece o álcool. Uma droga pior que as outras…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI terá dia dedicado a ouvir parentes de vítimas da covid-19

Foto: Edilson Rodrigues / Agência Senado

Às vésperas do fim dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado, o gramado em frente ao Congresso Nacional, em Brasília, ganhou, nesta segunda-feira (18), um grande varal com 600 lenços brancos. A instalação, feita pela organização não governamental (ONG) Rio de Paz, simboliza os mais de 600 mil mortos pela covid-19 no Brasil. Os mesmos lenços foram expostos na Praia de Copacabana, Rio de Janeiro, no início deste mês.

Cronograma da CPI

Com uma nova mudança na programação do colegiado, a data escolhida para a ação coincide com o dia que será dedicado exclusivamente a depoimentos de sete vítimas diretas e indiretas da covid-19 no colegiado. Durante o fim de semana, os senadores decidiram cancelar a oitiva de Nelson Mussolini, do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que seria ouvido hoje. Mussolini integra a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão consultivo do Ministério da Saúde. Ele seria cobrado a dar explicações sobre a última reunião da Conitec que retirou de pauta um documento que pretendia vetar o uso de medicamentos ineficazes no tratamento contra a covid-19 no Sistema Único de Saúde (SUS).

A mudança na programação fez com que outro depoimento previsto para hoje, o de Elton da Silva Chaves, representante do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), que também integra a Conitec, fosse reagendado para amanhã (19). Com isso, a leitura do relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL) passou para quarta-feira (20). Para evitar questionamentos na Justiça e garantir tempo suficiente para os senadores analisarem o texto, o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), remarcou a votação do parecer para a próxima semana, na terça-feira (26).

Divergências

As alterações no calendário da CPI foram motivadas por divergências entre o chamado G7 – grupo de senadores independentes ou de oposição que tem maioria na comissão. As divergências são relacionadas a pedidos de indiciamentos no relatório. “Acho muito bom o adiamento, pois nós teremos mais tempo para discutir. A CPI foi uma investigação complexa, feita à luz do dia, com aderência social e que reuniu caminhões de provas. Preciso pacificar essas divergências no grupo após o vazamento [de informações do relatório]. Esse grupo é heterogêneo e é natural que haja divergência em algum ponto”, avaliou Calheiros.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

45% passam pelo menos uma hora por dia nas redes sociais, aponta pesquisa

Foto: Divulgação

Pesquisa PoderData realizada de 11 a 13 de outubro mostra que 45% dos brasileiros ficam mais de uma hora por dia nas redes sociais. O número é a soma dos que ficam de 1 a 3 horas (22%) com os que ficam de 3 a 5 horas (16%) e mais de 5 horas (7%).

Outros 35% passam até uma hora conectados. Um em cada 5 afirmam que não usam as mídias sociais.

A pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 2.500 entrevistas em 469 municípios nas 27 unidades da Federação de 11 a 13 de outubro de 2021.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

DESTAQUES DEMOGRÁFICOS

O PoderData estratificou as respostas dos entrevistados por sexo, idade, região e escolaridade. Eis os destaques:

  • idade – os idosos são os que passam menos tempo online: 39% desta faixa etária não usam as redes sociais, enquanto 44% usam por até 1h;
  • escolaridade – quem estudou até o fundamental passa mais tempo off-line: 27% dessa população não usa as redes sociais; 43% usa por até 1 hora.

TEMPO NAS REDES X AVALIAÇÃO DE BOLSONARO

Entre quem avalia o presidente como “ótimo” ou “bom”, 47% passam até uma hora nas redes sociais. Entre os que reprovam Bolsonaro, 27% ficam de 1 a 3 horas nas redes.

METADE USA DE 3 A 5 REDES SOCIAIS

Outros 27% estão em duas. Outros 11% usam apenas uma. Só 10% estão conectados em mais de 5 redes.

ESTRATIFICAÇÃO

No recorte por sexo, 55% das mulheres ficam de 3 a 5 horas nas redes. O número cai para 39% entre os homens. Entre quem tem ensino superior completo, 58% ficam conectados de 3 a 5 horas. Para quem estudou até o fundamental, a parcela é de número é de 43%.

OPOSIÇÃO CONECTADA

Metade (52%) dos que avaliam o trabalho de Bolsonaro como “ruim” ou “péssimo” usa de 3 a 5 redes sociais.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial

Foto: © Marcello Casal Jr / Agência Brasil 

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em outubro podem sacar, a partir de hoje (18) a sexta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal no último dia 1º.

Os recursos também podem ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *