Diversos

Brasileiros escutam ‘good morning, coronavírus’ em atos xenófobos no exterior

Foto: Mario De Fina

“Corona, corona! Volte para o seu país.” Em meio à pandemia de coronavírus, brasileiros contam que vêm sendo vítimas de hostilidades no exterior. Segundo relatos de viajantes na Índia e em alguns países da África, eles e outros estrangeiros têm sido expulsos de hotéis, sofrido constrangimento por parte de autoridades locais e ouvido frases como a da abertura deste texto na rua.

Até na China, origem da pandemia, há casos de preconceito contra estrangeiros, desde que o país conseguiu reduzir a transmissão local e começou um esforço para evitar uma segunda onda de contaminação, desta vez vinda de fora. Uma reportagem do jornal inglês The Guardian traz casos de pessoas expulsas de restaurantes, lojas e hotéis, e um vídeo que circula na internet mostra três russos impedidos de entrar em uma loja para comprar máscaras.

Na Índia, onde um grupo de quase 180 brasileiros tenta ser repatriado após o fechamento das fronteiras, parte deles também conta ter vivido momentos tensos, especialmente em cidades menores.

A servidora pública Claudia Segobia, 50, foi pressionada para sair do hotel onde estava havia mais de um mês em Vrindavana, no norte do país. “Começaram a me perseguir lá dentro. Fui chamada por três homens da administração, pediram meu passaporte, eu ingenuamente dei na mão deles. Disseram que teriam que entregar o documento à polícia e que viriam me buscar para fazer exame e me colocar em quarentena.”

Hoje, ela está na casa de uma amiga. “No caminho para lá, começaram a apontar para mim na rua e a gritar: ‘Corona, vá para casa!’”, lembra. “Descobriram meu telefone, não sei como, e me ligaram dizendo que sabem onde estou e que vão chamar a polícia.”

Em vídeo enviado à Folha, ela mostra um tecido que colocou como proteção na janela do quarto onde está, para não ser vista do lado de fora. “Estou com muito medo, não saio daqui para nada. E a situação tende a piorar. Nenhum relato que eu faça consegue expressar o que estou sentindo. Foi muita humilhação.”

Cláudia diz que informou a embaixada brasileira e que tem recebido suporte do corpo diplomático. “Mas precisamos sair daqui. Espero que algo possa ser feito por nós.”

Em outra pequena localidade no leste da Índia, o fotógrafo Tiago Mendonça, 38, foi expulso com um amigo mexicano que o acompanha em uma viagem. “A dona do hostel começou a nos pressionar para sairmos de lá. Ela estava muito ansiosa, acho que estava sendo pressionada também. Um dia, saímos para comer, e três adolescentes pegaram uma pedra no chão e nos olharam, dizendo: ‘Você não é bem-vindo aqui’”, conta.

Na noite seguinte, alguém jogou uma pedra no telhado do hostel. “Era um paralelepípedo enorme, fez um barulho muito alto.” A dupla saiu da cidade e agora está em um lugar seguro.

“A paranoia está criando um sentimento de repúdio aos estrangeiros. Não os culpo, eles estão com medo. É um problema que está acontecendo no mundo todo, mas as pessoas não deveriam procurar um culpado”, afirma.

Em uma enquete feita por um dos brasileiros que aguardam repatriação na Índia, respondida por 140 pessoas na mesma situação, 23 delas relataram ter sofrido hostilidades por parte da população e 13, por parte da polícia. Ao menos 30% temem que as hostilidades aumentem à medida que forem surgindo mais casos de Covid-19 no país.

Um dos depoimentos reunidos pelo grupo é de uma brasileira que se hospedou na casa de um guru de ioga após seu curso ter sido suspenso. Um grupo de 20 policiais foi até a residência, obrigando todo mundo a ficar de quarentena, e divulgou para a população local que a casa estava infectada por tê-la recebido. “Estamos vendo muitos atos xenofóbicos por autoridades na Índia. Para os mesmos, se você for estrangeiro, é um coronavírus ambulante”, diz o relato.

Até agora, a embaixada na Índia conseguiu negociar cerca de 15 lugares para os brasileiros em um voo da Air France. O valor da passagem, porém, é impeditivo para alguns turistas: entre US$ 1.500 (R$ 7.800) e US$ 2.000 (R$ 10.500). “Normalmente a passagem de ida e volta custa uns R$ 4.000. A maioria de nós não tem condições de arcar com esse valor extra”, afirma Cláudia.

Em nota, o Itamaraty afirmou que a embaixada em Nova Déli e o consulado em Mumbai estão buscando meios de superar as restrições do governo indiano para possibilitar o retorno dos brasileiros.

O órgão diz que tem negociações em curso com companhias aéreas para buscar soluções de repatriamento e que está apoiando os brasileiros com medidas como compra de medicamentos e alimentos para quem precisa, “resgate de brasileiras expulsas de seus hotéis e em situação de vulnerabilidade em cidades próximas a Nova Déli e obtenção de alojamento em local seguro na capital” e “atendimento de brasileiros detidos pela polícia”.

‘DOENÇA DE BRANCO’

Em alguns países africanos, viajantes que se sentiam bem recebidos até recentemente relataram uma mudança de atitude da população após a chegada da pandemia ao continente.

A jornalista Marina Pedroso, 27, que faz uma viagem de volta ao mundo e parou no Quênia durante o isolamento, conta que o primeiro caso que ouviu de constrangimento a estrangeiros foi na Tanzânia.

“Aconteceu com três asiáticas que conheci. Disseram para elas: ‘Corona, volte para seu país’. Aqui no Quênia, depois que descobriram o primeiro caso, comecei a sentir eu mesma essa hostilidade”, conta. “Eles falam ‘hello’; se não dou bola, soltam logo um ‘corona!’. Tenho medo de sair, compro comida no máximo uma vez por semana.”

Marina conta um episódio que aconteceu quando ela estava com uma colega viajante de Hong Kong em um ônibus. “Um homem sentou do lado dela, cobriu a boca e o nariz com a camiseta e começou a falar ‘corona’. Depois o pessoal do ônibus pediu desculpas pelo comportamento dele.”

Em Botsuana para fazer trabalho voluntário, Lucy Mazera, 49, doutora em serviço social, foi outra que notou a mudança de tratamento da população. “Quando vou ao mercado, ficam me olhando como se fosse um vírus. Não chega a ser agressivo, mas percebo que eles têm medo. Já me disseram: ‘good morning, coronavírus’ [bom dia, coronavírus]. Sou loira de olhos claros, acho que eles pensam que sou europeia.”

Lucy afirma, porém, que entende o lado da população. “Não é proposital, é questão de sobrevivência. Os brancos sempre trouxeram doenças para a África.”

Acostumada a ser bem tratada em Gana, onde vive temporariamente, a professora de dança Ana Carolina Ussier, 30, diz que a mudança foi “da noite para o dia”. “A hospitalidade dos ganeses é famosa. Normalmente existe aqui até uma espécie de reverência às pessoas brancas. Com a confirmação dos primeiros casos no país, isso mudou.”

Há cerca de um mês, ela estava passeando com um grupo de brasileiras em um mercado de rua e uma mulher saiu correndo ao vê-las. “Uma vendedora perguntou: ‘Você entendeu o que aconteceu? Ela ficou com medo de vocês, porque coronavírus é doença de branco’.”

A brasileira também ajudou um chinês que está viajando o mundo de bicicleta e não conseguiu nenhum lugar que o hospedasse na cidade.

Em três semanas de isolamento, Ana Carolina só saiu de casa duas vezes. “Peguei transporte público e todas as fileiras lotaram, menos a minha. Eu estava com vontade de tossir, fiquei morrendo de medo.”

Folha de São Paulo

 

Opinião dos leitores

  1. Calma pessoal, não quer dizer que todos são assim. Estou na Índia e não passei por nenhum problema como esse….. Sendo que nem pedi para repatriar ainda…. Pois trabalho num hotel . E claro temos que levar em conta que isso pode acontecer…por causa do medo. Mas o tratamento do indiano ao estrangeiro nos hotéis , ou no hotel que eu trabalho eu nunca vi em nenhum lugar do mundo nem mesmo no Brasil. Outro nível. E olha que eu trabalhei em muitas redes famosas.

  2. Ser tratado como lixo nos países desenvolvidos é ruim agora ser lixo no 3º mundo e demais.
    Seria bom o brasileiro ter lembrança disso quando passar esta pandemia e nunca mais pisar messes países.

    1. BG
      E o Brasil "contaminados" de Chineses, Venezuelanos,etc em todas as cidade, tá bom de expulsa-los também

  3. Só fazem isso pq a mídia vende a imagem de que o Brasil foi exterminado pelo corona e os poucos que ainda estão vivo estão visitando outros países.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro ironiza postagem de Lula no Twitter com sugestões de filmes: “Senhor do Triplex”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) ironizou neste sábado (25) uma publicação feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Twitter. A equipe de comunicação do petista compartilhou e indicou as sagas de filmes favoritos para assistir no fim de semana.

Em ironia à publicação, o chefe do Executivo compartilhou o post de Lula e colocou uma montagem do filme “O Senhor dos Anéis” com a mensagem “O Senhor do Triplex”, em referência ao tríplex do Guarujá que foi atribuído ao petista durante investigações da operação Lava Jato.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lula e Bolsonaro planejam atos para mesmo dia a pouca distância, em Salvador-BA

Foto: Sergio Lima/Poder 360

Tanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) quanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ambos pré-candidatos ao Palácio do Planalto, pretendem reunir apoiadores no dia 2 de julho, próximo sábado, em Salvador (BA).

Ainda não há confirmação de horários. Ambos os eventos, porém, devem ser próximos à Arena Fonte Nova. Nessas situações é possível que militantes adversários se encontrem no trajeto até o local das manifestações.

O Poder360 apurou que o ato de Lula provavelmente será no estacionamento do estádio –esquema semelhante foi usado na Arena das Dunas, em Natal (RN), para evento do ex-presidente no meio de junho de 2022.

Petistas da Bahia ouvidos pela reportagem disseram que o ato pró-Lula será possivelmente no final da manhã.

Bolsonaro, por sua vez, deverá participar de uma motociata. A concentração está marcada para o Dique Tororó, lago que fica de frente para o estádio. A expectativa é que a concentração seja na 1ª metade da manhã.

Imagem: Reprodução/Google Maps – 25.jun.2022

A data de 2 de julho marca o que ficou conhecido como “Independência da Bahia”, evento importante no processo de independência do Brasil.

Trata-se de uma referência à madrugada de 2 de julho de 1823, quando a cidade de Salvador amanheceu quase deserta, pois o exército português havia deixado em definitivo a então província da Bahia. Foi o fim oficial da guerra de 17 meses (de fevereiro de 1822 a julho de 1823) entre tropas de Portugal e do Brasil. Essa vitória brasileira consolidou a separação política do Brasil de Portugal.

A efeméride tem muito significado para os baianos e costuma ser festejada em Salvador com desfile no centro histórico da capital do Estado.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

INSEGURANÇA: Residência e lojas são alvos de ações criminosas no bairro de Lagoa Nova durante a madrugada deste sábado (25)

Foto: Magnus Nascimento

Lojas e uma residência foram alvos de criminosos no bairro de Lagoa Nova, na madrugada deste sábado (25).

Os imóveis ficam nas imediações do cruzamento das avenidas Jaguarari e Antônio Basílio.

O roubo das fiações elétricas dos locais foram o principal objetivo dos criminosos que também levaram tomadas, cadeiras e outros objetos.

Moradores da região relatam que ações criminosas como esta têm se tornado cada vez mais constantes, além da presença frequente de usuários de drogas.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

VÍDEO: Buraco às margens da BR-101 se abre novamente mesmo após reparo da Caern

Em menos de uma semana e mesmo após o reparo da Caern, um buraco se abriu novamente às margens da BR-101, no mesmo local onde na última terça-feira (21), um veículo foi ‘engolido’ pela cratera e ficou parcialmente submerso.

Para realizar o reparo durante a semana, a Caern precisou isolar a rede, afetando o abastecimento de água em nove bairros de Natal: Candelária; Capim Macio; Neópolis; Nova Descoberta; Cidade da Esperança; Felipe Camarão; Cidade Nova; Bom Pastor e Nazaré. Mas o serviço realizado pela companhia não adiantou e o buraco se abriu outra vez.

Opinião dos leitores

  1. Serviço porco, típico de uma país de 3º mundo e sem-vergonha. Infelizmente, isso é regra para a maioria dos serviços públicos disponibilizados ao pagador de impostos brasileiro. Isso, sem falar no prejuízo que o dono do veículo que porventura seja avariado ao cair num buraco desses terá. Nós sempre que pagamos a conta e ficamos no prejuízo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Assalto milionário frustrado: Quadrilha troca tiros com a polícia ao tentar roubar hospital em Mossoró

Foto: O Câmera

Um assalto milionário a um hospital da mulher foi frustrado por policiais militares, na noite de sexta-feira (24), em Mossoró, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. A quadrilha composta por pelo menos seis bandidos fretou um caminhão e marcaram com o motorista próximo ao local do crime, onde ele foi rendido e levado para dentro do mato juntamente com o ajudante.

Parte dos bandidos renderam o vigilante e funcionários do hospital situado no bairro Costa e Silva, o local está passando por obras e reparos no momento.

O alvo do roubo seria algumas bobinas e rolos de fios de cobre, que seriam utilizados no local. O material é avaliado em mais de um milhão de reais.

Os bandidos usaram os próprios funcionários do hospital para levar o material para o caminhão. Uma equipe que entregaria marmitas no local percebeu uma movimentação estranha e informou o caso para um engenheiro responsável pela obra, que acionou a Polícia Militar.

Ao chegar no local, policiais identificaram os bandidos armados e um confronto com troca de tiros foi iniciado. Momentos depois, os criminosos fugiram.

Os bandidos que mantinham o motorista e o ajudante de refém também fugiram. Em seguida, as vítimas pediram ajuda em um posto de gasolina nas proximidades da região.

O caminhão e todo material foram levados para Delegacia de Plantão, onde foram apresentados às autoridades policiais, para realização dos procedimentos cabíveis.

96 FM Natal com informações de O Câmera

Opinião dos leitores

  1. Isto tem sido comum em todo o RN, tdos os dias a mesma coisa, estamos entregues a bandidagem e a Sra Governadora continua caminhando e trotando saltitante na pça do disco voador. Sem condições Fatão

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 61,7%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 61,7%, registrada no início da tarde deste sábado (25).

Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 52.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 70,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 38,5%.

Até o momento desta publicação são 16 leitos críticos (UTI) disponíveis e 29 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 26 disponíveis e 23 ocupados.

Outros 2 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e 3 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outra síndrome gripal.

Opinião dos leitores

  1. Alguém sabe dizer se, a empresa que vende produtos a base de Maconha, já devolveu os 5 milhões de reais dos respiradores?
    O povo quer saber Guvernadora, afinal o dinheiro é público e não seu.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 16 leitos críticos e 26 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h30 deste sábado (25).

Neste período, havia cinco (5) pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e nenhum aguardando avaliação. Foram registrados disponíveis 16 leitos críticos e outros 26, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN não registra óbitos por Covid-19 nas últimas 24h; Novos casos são 775

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (25).

São 521.698 casos totalizados. Até a sexta-feira (24) eram contabilizados 520.672, ou seja, 1.026 novos casos registrados, sendo 775 destes confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 8.241. Nenhum óbito registrado nas últimas 24h. Óbitos em investigação são 1.334.

Recuperados são 503.994 Casos suspeitos somam 2.797 e descartados são 985.439. Estimativa de casos em acompanhamento: 9.464.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Funcionário recebe R$ 1,6 milhão por engano, pede demissão e foge com dinheiro da empresa no Chile

Foto: Divulgação/BC do Chile

Um funcionário de uma empresa chilena produtora de frios recebeu uma transferência de 281 milhões de pesos chilenos (cerca de 1,6 milhão), pediu demissão e fugiu com o dinheiro, segundo reportagem do jornal argentino Clarin. A empresa tenta agora reaver o dinheiro na Justiça alegando “apropriação indevida”.

Segundo o jornal, o dinheiro caiu na conta do profissional devido a um erro da área de recursos humanos da empresa, e o homem só descobriu a quantia milionária quando recebeu seu salário de maio.

Sua primeira reação foi esconder que tinha recebido o dinheiro, mas quando a empresa percebeu o erro, informou que ele tinha que devolver o recurso. No entanto, no dia combinado, ele não foi à agência bancária entregar o dinheiro que já tinha sacado.

“Ligaram para ele centenas de vezes, até que ele atendeu e comentou que tinha adormecido. Eles continuaram esperando, mas o dia passou sem nenhuma resposta”, informa a reportagem.

O funcionário ficou vários dias sem dar notícias, até que um advogado apareceu na empresa para relatar que seu cliente não estava convencido a devolver o dinheiro porque o erro era da própria empresa.

A empresa então entrou com uma ação judicial, e ele foi denunciado por “apropriação indevida”. Diante do tribunal, alegou que mesmo tendo sido um erro, isso não dava o direito de o homem ficar com o dinheiro e insistiu que ele é obrigado a devolvê-lo ao “legítimo proprietário”.

g1

Opinião dos leitores

  1. O Chile era o mais próximo do primeiro mundo que tínhamos na América do Sul. Agora vão regredir anos para trás. Anotem e me cobrem depois.

  2. O Chile era um país próspero e tinha um padrão de vida alto, porém hoje está guinando para o perigo do socialismo e virando uma nova Venezuela. Não quero esse fim para a pátria Amada Brasil.

    1. A Colômbia sempre foi governada pela direita deixou 40% da população em extrema pobreza, violência altíssima, narcotráfico, desemprego e aí o que você diz??

    1. O Chile é um paraíso perto do Brasil de Bolsonaro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Criminoso olha para câmera durante assalto e manda recado: ‘pode filmar, estou f*dido mesmo’

Um homem invadiu e roubou uma loja de chinelos no Centro de São Vicente, no litoral de São Paulo, na sexta-feira (24). Vídeo mostra toda a ação do criminoso que, em determinado momento, olha para a câmera e manda um recado: “pode filmar, estou f*dido mesmo”. Minutos depois, ele foi preso.

Nas imagens, é possível ver que o homem entra no estabelecimento tranquilamente, cumprimenta a funcionária e questiona quantas pessoas estão na loja. Ao saber que tinham apenas três, anuncia o assalto e pede tudo o que está no caixa.

Enquanto espera o dinheiro, ele ordena que uma das pessoas não se mexa. Logo após, olha para a câmera de monitoramento do estabelecimento e diz não se importar de ser filmado. Por fim, o assaltante pede que ninguém grite ou corra, e foge.

Uma funcionária do estabelecimento, que preferiu não se identificar, diz não lembrar a quantia em dinheiro exata que foi levada, e afirma que foi tudo muito rápido. “Ficamos com medo na hora do ocorrido, de ele ter alguma faca ou algo do tipo. Porém, ficamos aliviadas pelo fato dele ter sido pego logo em seguida”, conta.

De acordo com a Guarda Civil Municipal (GCM), com a ajuda de munícipes, os agentes prenderam o homem. O assaltante foi encaminhado ao 1º Distrito Policial (DP) de São Vicente.

g1

Opinião dos leitores

  1. Bolsonaro trouxe tanta FOME e MISÉRIA pro povo que muita gente está cometendo crimes para ser preso e poder comer. Talvez seja o caso do bandido aí!

    1. Faça a sua parte! adote ele, compre um frango assado, uma Coca-Cola e leve ele para sua casa para cuidar dele…

    2. Tudo é culpa de Bolsonaro é? Quer dizer que se uma pessoa faz alguma coisa errada, a culpa é do Bolsonaro? Faça o seguinte amigo: Leve=o pra sua casa, dê café, almoço e janta, cuide dele, dê roupa lavada, conforto….

  2. Bolsonaro trouxe tanta FOME e MISÉRIA pro povo que muita gente está cometendo crimes para ser preso e poder comer. Talvez seja o caso do bandido aí!

  3. Eleitor e seguidores do 9 dedos, são assim debochados. É bom quando o CPF é cancelado com sucesso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *