Deputado pede que PGR investigue professor que sugeriu raticida para Bolsonaro e seus familiares

Foto: Reprodução

O deputado federal Sanderson, um dos vice-líderes do governo na Câmara, enviou um ofício ao procurador-geral da República, Augusto Aras, pedindo que a PGR investigue uma postagem feita no Facebook pelo professor Júlio Bernardes, da Universidade de Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

Na mensagem, Bernardes sugere que Jair Bolsonaro e seus familiares tomem um raticida.

Para o deputado, há “possível delito de ameaça” contra o presidente da República.

“Causa-nos espanto e indignação a postagem do senhor Júlio Bernardes sugerindo que o presidente da República, diagnosticado com Covid-19, bem como seus familiares, ingerissem raticida, o que os levariam à morte”, diz Sanderson em trecho do ofício, ao qual O Antagonista teve acesso.

O deputado bolsonarista afirma, ainda, que “essa conduta de disseminar mensagem de ódio não condiz com a ética e o decoro que se espera de um professor universitário”.

Leia aqui a íntegra do ofício.

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Az disse:

    Um cocô humano desse só faz envergonha uma profissão tão Linda e digna como a de um professor. É uma pena ter um lixo desse nos quadros.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Perda de tempo, tem mais é que deixa passar essas baboseiras. A esquerda está se debruçando de todo jeito, mas não tem jeito e é melhor ir se acostumando, porque com ou sem JB, a esquerda está perdendo forças a cada dia q passa

  3. Julian disse:

    Eu diria ao nobre professor, que ja é melhor JAIR SE ACUSTUMANDO, Do contrário vai sofrer até 2027.
    Kkkkkkk
    Não tem jeito.
    O povo brasileiro não da maioria a esquerda NUNCA MAIS. são ladrões, corruptos.
    Kkkkkkkk

    • Talita disse:

      So se for vc.que com certeza não deve ter perdido nenhum parente nessa pandemia .

  4. Fábio Soares disse:

    A grande maioria dos professores de universidades públicas e institutos federais, são esquerdistas e ideologistas radicais

  5. Cabo Silva disse:

    Quem vai começar a campanha de doação?

  6. Walber disse:

    Isso não é um professor não, professor é uma profissão digna de honra,respeito e caráter,para mim isso é um lixo de ser humano,pois os seus ideias comunista psicológico comeram seu cérebro, ai dos alunos perto de um monstro desse.

  7. Acorda Brasil disse:

    Não eram os nazista que igualaram os Judeus a ratos? Aaaah… mais uma vez se confirma a máxima de todo esquerdista: Acuse-os do que você faz.

    • Francisco Alves disse:

      Pois é!!! Agora, me digam se isso não é discurso de ódio. Ah! Sendo de esquerdista não vale, é isso?

    • Severino disse:

      Ódio do bem pode, né, gente?

COMENTE AQUI