Geral

Espanha exige libertação de jornalista presa em Cuba após ter publicado informações e fotos das manifestações nas redes sociais

Foto: Reprodução/CNN Brasil

O ministro espanhol das Relações Exteriores, José Manuel Albares, pediu ao governo de Cuba a libertação da jornalista Camila Acosta. Ela foi presa depois de cobrir os protestos em Havana para um jornal do país europeu.

“A Espanha defende o direito de manifestação livre e pacífica e pede às autoridades cubanas que o respeitem. Defendemos os direitos humanos sem condições”, disse Albares no Twitter.

A prisão aconteceu após Acosta ter publicado informações e fotos das manifestações nas redes sociais. Segundo a imprensa espanhola, ela pode ser acusada pelo governo de Cuba por “crimes contra a segurança do Estado”.

Protestos

Milhares de cubanos foram às ruas de Havana no fim de semana, nas maiores manifestações contra o governo em décadas. De acordo com grupos de ativistas, pelo menos 100 pessoas foram detidas desde domingo (12).

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Das 20 metas do Plano Nacional de Educação, só 4 foram ao menos parcialmente cumpridas

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Às vésperas do fim da vigência da lei do Plano Nacional de Educação (PNE), apenas quatro, das 20 metas estabelecidas para serem alcançadas até o final de 2024, foram ao menos parcialmente cumpridas pelo país.

A reportagem da Folha de S. Paulo  questionou o MEC sobre o descumprimento da maioria das metas do PNE e sobre o projeto de lei que o governo prepara para o novo plano, mas não houve resposta.

Sancionado em 2014 pela presidente Dilma Rousseff (PT), a lei do PNE estabeleceu que o país deveria perseguir uma série de metas para todos os níveis, da educação infantil à pós-graduação. Um relatório feito pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação aponta, no entanto, que na última década não só houve poucos avanços, mas até mesmo retrocessos, nos objetivos definidos para melhorar a educação brasileira.

Na maioria do objetivos estabelecidos pelo PNE, houve algum avanço nesse período, mas as progressões não ocorreram em ritmo suficiente para que ao menos uma meta seja considerada alcançada.

A dificuldade de progressão coloca pressão no governo Lula (PT), que será responsável por formular ainda neste ano um novo plano para orientar as políticas educacionais da próxima década. Além dos objetivos não alcançados, novas demandas foram acumuladas na área nesse período.

Uma das metas em que o país retrocedeu foi a que tinha como objetivos garantir que 100% da população de 6 a 14 anos tivesse acesso ao ensino fundamental e que ao menos 95% desses alunos concluíssem o ciclo na idade adequada.

Em 2014, 97,2% da população dessa faixa etária frequentava ou já havia concluído a etapa. Essa proporção seguiu em aumento até 2019, mas após a pandemia houve queda para 95,7% em 2023 —o que representa cerca de 1,13 milhão de crianças, sendo que 150 mil nem sequer frequentavam a escola no ano passado.

Em relação ao percentual de alunos que concluíram o ensino fundamental na idade adequada, o indicador subiu de 73,1% para 84,3% em 2023 —ainda longe do objetivo de 95% estabelecido para o ano seguinte.

Já para os anos finais do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano), o Ideb se manteve próximo às metas, mas sem cumpri-las. No ensino médio, houve pequena queda de desempenho no indicador nacional e no Pisa, uma das principais avaliações de qualidade da educação básica do mundo.

Houve ainda retrocesso na meta de alfabetização da população com mais de 15 anos. O plano estabelecia que o país deveria chegar até 2015 com 93,5% desse grupo com a habilidade de ler e escrever, o que só aconteceu dois anos depois e chegou a 95% em 2021, valor máximo da série.

Nos anos seguintes, no entanto, a taxa começou a cair, alcançando 94,6% da população, em 2023, um saldo de 9,3 de milhões de pessoas sem saber ler e escrever. “Até por se tratar de um contingente maior do que a população de muitos países, não há absolutamente nenhuma razão para esperar que o objetivo de erradicar o analfabetismo absoluto seja cumprido no ano seguinte [2024]”, diz o documento.

Outra meta descumprida pelo plano é a que previa valorizar os professores da rede pública da educação básica, com a equiparação dos salários desses docentes aos demais profissionais com a mesma escolaridade até 2020. Em 2014, o rendimento deles equivalia a 70,2% a das demais profissões. O percentual subiu, mas alcançou apenas 86% em 2023.

Das demais metas parcialmente cumpridas está o objetivo de ter metade das matrículas da educação profissional técnica de nível médio na rede pública, mas o país não conseguiu triplicar o número de alunos nessa modalidade, como estava previsto no plano.

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Policial Militar do RN morre após cair do terceiro andar de construção na Paraíba

Foto: Reprodução

Um policial militar do Rio Grande do Norte, lotado na Companhia de Polícia Militar da cidade de Patu, cidade da região Oeste Potiguar, morreu na noite deste sábado (15), após cair do terceiro andar de um prédio em construção, na cidade de Catolé do Rocha (PB).

Ildeclerme Galdino Araújo era suboficial da PMRN, e, de acordo com informações de populares, estava trabalhando na construção de uma caixa d’água no edifício, que pertencia a ele, quando se desequilibrou e caiu.

O subtenente Araújo morava em Catolé do Rocha, e ao cair do prédio, bateu a cabeça no chão e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área até a chegada do Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba, que fez a remoção do corpo.

O acidente aconteceu na rua Avani Suassuna Maia, bairro do Batalhão, zona sul de Catolé do Rocha. O prédio estava em obras há alguns meses.

Novo Notícias

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Rio Grande do Norte tem quase 120 mil inscritos no Enem 2024

Foto: Agência O Globo

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram o número de inscrições realizadas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024.

No Rio Grande do Norte, o número de interessados em fazer o exame foi de 119.088, um dos estados com menor adesão do Nordeste, superando apenas Alagoas, que tem 106.194 inscritos, e Sergipe com 80.918.

Em todo o Brasil foram registradas 5.055.699 inscrições para o Exame, número que supera os das últimas edições. A quantidade de inscritos ainda pode aumentar porque o governo federal vai garantir um período extra para os moradores do Rio Grande do Sul se inscreverem, entre 16 e 21 de junho.

Mais da metade dos inscritos (2.731.757) não vai precisar pagar a taxa de inscrição porque teve a solicitação de isenção aprovada. Os concluintes, ou seja, aqueles que estão na última série do ensino médio, correspondem a 1.655.721 inscritos, sendo que 1.330.364 inscrições desse grupo foram gratuitas; e 325.357 deverão ser pagas.

O balanço com os dados de inscritos confirmados e do perfil do participante do Enem 2024 será divulgado após a compensação de todos os pagamentos efetuados para as solicitações sem isenção da taxa. O prazo se encerrará na próxima quarta-feira, 19 de junho.

Confira a quantidade de inscritos por estado:
Estado Número de inscritos
Acre (AC) 33.362
Alagoas (AL) 106.194
Amapá (AP) 38.314
Amazonas (AM) 122.791
Bahia (BA) 449.528
Ceará (CE) 279.054
Distrito Federal (DF) 94.683
Espírito Santo (ES) 88.573
Goiás (GO) 180.131
Maranhão (MA) 210.647
Mato Grosso (MT) 84.657
Mato Grosso do Sul (MS) 65.099
Minas Gerais (MG) 463.722
Pará (PA) 300.983
Paraíba (PB) 149.663
Paraná (PR) 209.924
Pernambuco (PE) 275.543
Piauí (PI) 125.815
Rio de Janeiro (RJ) 352.777
Rio Grande do Norte (RN) 119.088
Rio Grande do Sul (RS) 259.936
Rondônia (RO) 48.469
Roraima (RR) 16.455
Santa Catarina (SC) 110.553
São Paulo (SP) 747.094
Sergipe (SE) 80.918
Tocantins (TO) 41.726

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

VÍDEO: Zelensky diz que Brasil e China serão ouvidos quando “adotarem princípios das nações civilizadas”

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky afirmou que Brasil e China serão ouvidos quando “adotarem princípios das nações civilizadas”.  O Brasil não assinou não neste domingo (16) a declaração final da conferência pela paz na Ucrânia, ocorrida em Lucerna, na Suíça.

Ao final da Cúpula da Paz, na Suíça, presidente ucraniano foi perguntado sobre as ausências dos dois países na declaração final, assinada por 90 nações.

Zelensky afirmou que “a guerra é o desrespeito pela vida humana, pela liberdade, pela democracia pelos valores. E que a Rússia é um país invasor. Nós não começamos a guerra, nós não lutamos em território russo. Assim que o Brasil e a China adotarem os princípios que uniram todos nós hoje com nações civilizadas, teremos o prazer de ouvir seus pontos de vista, mesmo que sejam diferentes da maioria do mundo”.

Com informações de Metrópoles, via Samuel Pancher

Opinião dos leitores

  1. O asqueroso é o pária internacional, sempre escolhendo o lado errado, parabéns aos envolvidos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Avenida Prudente de Morais tem trecho liberado após reparo em tubulação

A Avenida Prudente de Morais foi liberada para o tráfego de veículos na noite deste sábado (15) após o reparo na rede de distribuição de água, informou a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Um vazamento na rede fez com que parte da pista fosse interditada na tarde de sexta-feira (14). A Caern informou que concluiu a pavimentação da pista com paralelepípedo.

A Caern informou que a recomposição do asfalto deve ocorrer até terça-feira (18), a depender das condições climáticas.

O trecho interditado era na saída do túnel ao lado da Arena das Dunas, nas proximidades do cruzamento com a Avenida Capitão-Mor Gouveia, no sentido do bairro Candelária. Em abril deste ano, uma cratera na pista havia aberto no mesmo trecho por conta também de um vazamento.

Com a solução do problema, a Caern também retomou o abastecimento de água para os bairros: Lagoa Nova, Lagoa Seca, Nova Descoberta, Nazaré, Bom Pastor, Quintas, Dix-Sept Rosado, Alecrim e Nordeste.

A normalização do fornecimento de água para todos os imóveis se dará até a noite de terça-feira (18).

g1-RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

Inmet renova alertas de acumulado de chuvas que podem chegar a 100 mm por dia em cidades do RN; veja lista

Foto: reprodução/Inmnet

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou os alertas de acumulado de chuvas para cidades do Rio Grande do Norte. Avisos já haviam sido divulgados na sexta e no sábado.

São dois alertas enviados pelo órgão: um da cor laranja, de perigo, e um da cor amarela, de perigo potencial.

Grau de severidade

🟡 Perigo Potencial – Amarelo –  Cuidado na prática de atividades sujeitas a riscos de caráter meteorológico. Mantenha-se informado sobre as condições meteorológicas previstas e não corra risco desnecessário;

No alerta amarelo, as chuvas variam de 20 a 30 milímetros por hora e chegam a até 50 mm/dia, além da possibilidade de ventos entre 40 e 60 km/h. Há, nesse tipo de alerta, baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos ou de descargas elétricas, segundo o Inmet. O alerta também vale até 10h da segunda.

🟠 Perigo – Laranja – Mantenha-se muito vigilante e informe-se regularmente sobre as condições meteorológicas previstas. Inteire-se sobre os riscos que possam ser inevitáveis. Siga os conselhos das autoridades.

O alerta laranja publicado pelo Inmet para o RN prevê chuva entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm por dia. O aviso alerta para risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco. Natal está entre as cidades desse alerta, que vale até 10h de segunda-feira (17).

Recomendações

Em caso de chuva intensa e rajadas de vento, é recomendado pelo Inmet:

  • não se abrigar debaixo de árvores;
  • evitar enfrentar o mau tempo;
  • não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;
  • Se possível, desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia;
  • Em caso de situação de inundação, ou similar, proteger os pertences da água envoltos em sacos plásticos;
  • em caso de necessidade, acionar Defesa Civil (telefone 199) e Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Alerta laranja

 

  1. Afonso Bezerra
  2. Arez
  3. Bento Fernandes
  4. Bom Jesus
  5. Caiçara do Norte
  6. Caiçara do Rio do Vento
  7. Canguaretama
  8. Ceará-Mirim
  9. Extremoz
  10. Galinhos
  11. Goianinha
  12. Guamaré
  13. Ielmo Marinho
  14. Jandaíra
  15. Jardim de Angicos
  16. João Câmara
  17. Lajes
  18. Macaíba
  19. Macau
  20. Maxaranguape
  21. Monte Alegre
  22. Natal
  23. Nísia Floresta
  24. Parazinho
  25. Parnamirim
  26. Pedra Grande
  27. Pedra Preta
  28. Pedro Avelino
  29. Pendências
  30. Poço Branco
  31. Pureza
  32. Riachuelo
  33. Rio do Fogo
  34. Santa Maria
  35. São Bento do Norte
  36. São Gonçalo do Amarante
  37. São José de Mipibu
  38. São Miguel do Gostoso
  39. São Paulo do Potengi
  40. São Pedro
  41. Senador Georgino Avelino
  42. Taipu
  43. Tibau do Sul
  44. Touros
  45. Vera Cruz
  46. Vila Flor

Alerta amarelo

  1. Assú
  2. Afonso Bezerra
  3. Alto do Rodrigues
  4. Angicos
  5. Areia Branca
  6. Arez
  7. Baía Formosa
  8. Baraúna
  9. Barcelona
  10. Bodó
  11. Bom Jesus
  12. Brejinho
  13. Caiçara do Rio do Vento
  14. Campo Redondo
  15. Canguaretama
  16. Carnaubais
  17. Cerro Corá
  18. Coronel Ezequiel
  19. Currais Novos
  20. Espírito Santo
  21. Fernando Pedroza
  22. Florânia
  23. Goianinha
  24. Governador Dix-Sept Rosado
  25. Grossos
  26. Ipanguaçu
  27. Itajá
  28. Januário Cicco
  29. Japi
  30. Jucurutu
  31. Jundiá
  32. Lagoa d’Anta
  33. Lagoa de Pedras
  34. Lagoa de Velhos
  35. Lagoa Nova
  36. Lagoa Salgada
  37. Lajes
  38. Lajes Pintadas
  39. Macaíba
  40. Macau
  41. Montanhas
  42. Monte Alegre
  43. Monte das Gameleiras
  44. Mossoró
  45. Nova Cruz
  46. Paraú
  47. Passa e Fica
  48. Passagem
  49. Pedro Avelino
  50. Pedro Velho
  51. Pendências
  52. Porto do Mangue
  53. Riachuelo
  54. Ruy Barbosa
  55. Santa Cruz
  56. Santana do Matos
  57. Santo Antônio
  58. São Bento do Trairí
  59. São José de Mipibu
  60. São José do Campestre
  61. São Paulo do Potengi
  62. São Pedro
  63. São Rafael
  64. São Tomé
  65. São Vicente
  66. Senador Elói de Souza
  67. Serra Caiada
  68. Serra de São Bento
  69. Serra do Mel
  70. Serrinha
  71. Sítio Novo
  72. Tangará
  73. Tenente Laurentino Cruz
  74. Tibau
  75. Tibau do Sul
  76. Triunfo Potiguar
  77. Upanema
  78. Várzea
  79. Vera Cruz
  80. Vila Flor

g1-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Brasil não assina declaração da cúpula na Suíça pela paz na Ucrânia

Foto: reprodução X/Volodymyr Zelenskyy

O Brasil foi uma das várias nações que não assinaram neste domingo (16) a declaração final da conferência pela paz na Ucrânia, ocorrida em Lucerna, na Suíça.

Lula não compareceu ao evento, por alegar que a cúpula não alcançaria seu objetivo pela paz sem o envolvimento dos russos nas negociações. Então, ele enviou a embaixadora do Brasil na Suíça, Cláudia Fonseca Buzzi, para participar do evento.

Além do país sul-americano, que participou como observador, a Arábia Saudita, o México, a Índia, a África do Sul e a Indonésia também foram alguns dos que não assinaram o documento da cúpula.

Entre os 92 participantes em vários graus de representação, a declaração final foi firmada por 80 nações. O comunicado final da cúpula “reafirma a integridade territorial” da Ucrânia e apela pela troca de prisioneiros de guerra, além do regresso de crianças sequestradas pela Rússia.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opinião

ARTIGO: Linguagem neutra? Vá à merdes! Por Marcus Aragão

Imagem: Arte Migalhas/Freepik

Não sei como um país que precisa se desenvolver em todas as áreas possíveis e imagináveis tem tempo para discutir questões tão supérfluas. Quando comparada com temas urgentes como saúde, educação e economia, a linguagem neutra é supérflua, sim.

Quem levanta essa bandeira deveria ter vergonha de tomar o tempo do legislativo ou judiciário com um assunto definitivamente não prioritário. Sei que as minorias tem questões legítimas e necessárias e as apoio totalmente, mas a linguagem neutra não consigo aderir. Às vezes, penso que isso só pode ser uma nuvem de fumaça para desviar o olhar do que realmente importa.

— Ora, vão à merdes!

Da mesma forma, qual a necessidade de debater, agora, o aborto na 22ª semana de gravidez? É crime, não é crime? Quem vem morrendo é nossa esperança do Brasil se recuperar. Cadê o projeto para aumentar a pena do estupro? Se inibissem mais o estupro, resolveria o problema na fonte — não precisaria abortar. Outra coisa, me parece covarde penalizar a vítima, uma menina muitas vezes pobre que sofre tamanho abuso dentro de casa e agora corre o risco de sofrer o abuso pelo Estado. E, hipocrisias à parte, sabemos que os abastados fizeram, fazem e farão abortos com toda estrutura e segurança.

O aborto na 22ª semana de gravidez vir à tona agora e com a urgência aprovada tão rápida pela Câmara Federal, seria a ânsia de colocar os holofotes na pauta de costumes, envolvendo aborto e religião? Quem concorda comigo, permaneça como está. Segue o artigo.

— Pauta de costumes é, muitas vezes, o costume da manipulação.

As eleições estão chegando? Que comecem os jogos! A pauta de costumes é frequentemente utilizada pela esquerda e pela direita para mobilizar as bases. A intenção é ativar emocionalmente os eleitores que se identificam com esses valores, aumentando sua participação na eleição — despertando paixões e o engajamento. Como falei alguns parágrafos acima, desviar o foco também é um objetivo. Tirar a atenção de questões econômicas ou políticas mais complexas ou menos favoráveis, concentrando o debate em temas mais facilmente compreensíveis e emocionalmente carregados.

Muitos políticos adoram pois, quando se levanta uma bandeira de costumes, cada grupo corre para sua trincheira e é só esperar os eleitores fervorosos como quem coloca açúcar e aguarda as formigas.

Não estou dizendo que não se deve debater os valores morais e comportamentais da sociedade. Só alerto para que fiquemos atentos, principalmente em ano eleitoral, para detectarmos as estratégias que visam apenas as vitórias nas urnas e não a construção de uma sociedade mais próspera e evoluída.

Marcus Aragão
@aragao01

Opinião dos leitores

  1. Creio que quem defende “todes” são os mesmos que defendem as descriminação das drogas e a promiscuidade legal. Não critico jamais o aborto legal pq consigo imaginar o sofrimento de uma mulher sendo lembrada todos os dias do estupro, morrendo sua saúde mental a cada dia mas jamais a irresponsabilidade com o próprio corpo. O todes representa essa gente.

  2. Acontece que o STF de maioria socialista, tem tentado legislar e impor essas pautas, já que o governo não tem base. O momento é oportuno e parabéns ao congresso pela agilidade atendendo ao anseio da maioria dos brasileiros.

    1. A direita tenta fazer com estupradores sejam premiados com a paternidade e vcs falando do STF e linguagem neutra. isso é desvio de assunto, Aragão!

    2. Coisa de maluco supor que alguém vai estuprar, se fiando que vai virar uma gravidez e a vítima não vai denunciá-lo.

  3. PT (partido das trevas) onde tem PT tem o que não presta! São vermes, seres insignificantes…

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Confira as receitas de Maria Isabel de Carne de Sol, e Munguzá cremoso com leite de coco do especial de São João do Papo de Fogão

MARIA ISABEL DE CARNE DE SOL

Ingredientes:
1 kg arroz
500 g carne de sol
1/2 copo de óleo ou banha de porco
1 cebola grande picada
1 pimenta de cheiro picada
4 colheres de cebolinha picada
1 colheres (café) de corante
4 dentes de alho picados
Sal a gosto
Água

Modo de preparo:
Corte a carne em pedaços pequenos.
Aqueça a panela com o óleo, coloque a carne e deixe ficar bem assadinha.
Coloque o alho, a cebola e o corante, misture bem, refogue por 5 minutos e mexa aos poucos.
Adicione o arroz (lavado ou não) e refogue bem.
Coloque a água até um dedo acima do arroz, ajuste sal se necessário.
Mexa bem o arroz e deixe cozinhar em fogo alto.
Quando o arroz começar a secar, baixe o fogo e tampe a panela.
Depois de 20 minutos, mexa o arroz e coloque a cebolinha.
Sirva quente e bom apetite.

Tempo de preparo: 10 min
Tempo de cozimento: 35 min

DICA RÁPIDA

MUNGUZÁ CREMOSO COM LEITE DE COCO

Ingredientes:
500ml de leite de coco
500g de munguzá cozido
200ml de leite condensado
100ml de creme de leite
2 canelas em pau
Canela em pó a gosto
6 cravos da índia

Modo de preparo:
Em uma panela adicione a canela em pau, o leite de coco e aqueça bem.
Em seguida coloque o milho de munguzá já cozido, o creme de leite, os cravos da índia e misture bem.
Após 5 minutos de cozimento, adicione o leite condensado e deixe cozinhar até atingir a cremosidade desejada.
Finalize com canela em pó, raspas de coco ralado e sirva quente ou gelado.

Rendimento: 5 porções

Tempo de preparo: 5 minutos
Tempo de cozimento: 15 minutos

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Potiguar Gabi Fernandes vence no UFC e conquista bônus por melhor luta da noite

Na noite do último sábado, a potiguar Gabi Fernandes, da equipe Kimura Team Jorjão/MMA Masters, venceu a americana Judice no Ultimate Fighting Championship (UFC) por decisão dividida dos juízes.

Após um excelente combate, a luta de Gabi foi destacada pelo UFC como uma das melhores da noite, garantindo à lutadora um bônus de 50 mil dólares.

Essa vitória marca um importante momento na carreira de Gabi Fernandes, reafirmando seu talento e dedicação no cenário internacional das artes marciais.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *