Espanha não registra nenhuma morte por Covid-19 em 24 horas

Foto: Ilustrativa

Pela primeira vez desde março, a Espanha não registrou nenhuma morte por Covid-19 nas últimas 24 horas.

Como noticiado na semana passada, a divulgação dos dados sobre o novo coronavírus tem sido questionada no país. O governo espanhol mudou recentemente a metodologia no cálculo do número de casos e de mortes causadas pela doença — e chegou a reduzir em 2 mil o número de óbitos em um único dia, no fim de maio.

Apesar dos questionamentos, o país manteve o mesmo número total de mortos anunciado no dia anterior — 27.127.

Como registramos na última sexta-feira, o Brasil superou a Espanha em número de mortes pela Covid-19.

O Antagonista

Espanha amplia relaxamento e quer volta de turistas em julho

Foto: © Reuters/Juan Medina/Direitos Reservados

A Espanha dá novos passos para sair de um dos confinamentos mais rigorosos da Europa nesta segunda-feira (25), com mais trânsito na ruas de suas duas principais cidades, a volta às aulas em algumas comunidades e o apelo do governo pelo retorno dos turistas estrangeiros, uma das principais fontes de renda do país.

O segundo país mais visitado do mundo fechou as portas e as praias em meados de março para enfrentar a pandemia de covid-19, mas o pior já passou, e prevê revogar em questão de semanas o isolamento de 14 dias que impõe aos recém-chegado do exterior, o que coincidirá com a livre circulação dos espanhóis por todo o território assim que o estado de alarme for suspenso.

“É coerente ir planejando as férias para vir à Espanha em julho”, disse a ministra do Turismo, Reyes Maroto, em entrevista à Rádio Onda Cero, repetindo a mensagem divulgada no fim de semana pelo primeiro-ministro, Pedro Sánchez, com o objetivo de salvar a temporada de verão de um setor que normalmente atrai 80 milhões de visitantes por ano.

A vida regressa às ruas da capital Madri, muito afetada pela crise sanitária, e é possível entrar no Parque del Retiro pela primeira vez em mais de dois meses, enquanto alguns terraços de bares e restaurantes voltam a subir a persiana.

“É ótimo, já estava com vontade. E meu cachorro também”, disse Anna Pardo enquanto caminhava sob o sol com seu animal de estimação pelo Retiro.

Passeando, fazendo exercícios e conversando, os madrilenhos cruzam as avenidas sombreadas do parque ou param para contemplar seu pequeno lago, no qual faltam os botes de remo de passeio habituais.

Nas ruas se vê um tráfego maior nesta segunda-feira. Embora agora os bares e restaurantes possam abrir seus espaços exteriores com metade da capacidade, poucos terraços voltaram a abrir de manhã em Madri – seus donos mediam a rentabilidade do negócio, atendendo somente alguns poucos clientes.

Embora a maioria dos alunos continue em casa estudando pela internet, alguns colégios do País Basco reabriram.

A Espanha registrou 235.772 casos e 28.752 mortes por covid-19 até agora. A taxa de contágio parece sob controle, e o número diário de mortes estava abaixo de 100 na última semana.

Os convites de Sánchez e Maroto aos turistas nacionais e estrangeiros deram um impulso forte de 14% às ações de grupos como a Meliá, rede hoteleira, uma das ações mais afetadas pela pandemia.

A metade do país, incluindo os arquipélagos turísticos das Canárias e Baleares, já se encontra na chamada fase 2, em que as restrições de movimento e comércio são ainda mais flexibilizadas.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Soraya disse:

    Eles têm um Presidente de verdade, aqui estamos ferrados .

    • Minion de Peixeira disse:

      A Espanha é uma monarquia. Huehuehue!

    • Netto disse:

      Aqui temos os nossos governadores, juízes e prefeitos. O STF disse que o Planalto não manda em nada.

    • Cesar Bomone disse:

      COMO É ???.
      A Espanha com uma população que é apenas um quinto da população brasileira tiveram em torno de 30.000 mortes.
      É cada besteira que se diz, essa turma da ESQUERDA consegue distocer a realidade de um jeito que beira a ignorância.

Espanha tem menor número de mortes desde março; quinto dia seguido abaixo de 100 óbitos

Foto: Ilustrativa

A Espanha registrou, nas últimas 24 horas, o menor aumento diário de mortes causadas pela Covid-19 em mais de dois meses, desde o início de março.

De ontem para hoje, 48 pessoas morreram infectadas pelo novo coronavírus no país. No dia anterior, foram 95.

É o quinto dia seguido em que o número de mortes fica abaixo de 100.

Também foram notificados 344 casos da doença, elevando o total de infecções para 233.037 — segundo o site Worldometers, no entanto, esse número já passa dos 279 mil.

Até o momento, segundo o governo espanhol, 27.940 pessoas morreram de Covid-19 no país.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juliano bugueiro disse:

    A Espanha tem governantes sérios, lá fizeram o verdadeiro Lockdown.

  2. Ana paula disse:

    E aqui só aumenta.😱

Lateral-esquerdo Renan Lodi, do Atlético de Madrid e da Seleção Brasileira, testa positivo para o novo coronavírus na Espanha

Foto: Getty Images

O lateral-esquerdo Renan Lodi, do Atlético de Madrid e da seleção brasileira, testou positivo para o novo coronavírus. A confirmação veio nesta sexta-feira, 48 horas após o exame, segundo apurado pelo GloboEsporte.com.

O Atlético de Madrid realizou os testes no elenco na última quarta-feira, antes da volta gradativa aos treinos, programada para a manhã deste sábado em pequenos grupos. O clube deve oficializar nesta sexta a atual situação médica do elenco, com o resultado de todos os exames dos jogadores.

Ex-Athletico, o brasileiro teve poucos sintomas do Covid-19 e está bem. Ele está em isolamento voluntário em casa, na capital espanhola, e segue sendo monitorado pelos médicos do clube espanhol. Renan fará a contraprova após encerrar o período de isolamento.

Lodi foi vendido pelo Furacão em julho do ano passado e assinou um contrato de seis anos. O valor da transferência não foi divulgado, mas girou em torno de 20 milhões de euros, equivalente a R$ 87,2 milhões na época.

Foram quase dois meses de isolamento social nos clubes da Espanha por conta da pandemia do novo coronavírus. O campeonato está paralisado desde 12 de março e restam 11 rodadas em disputa. Antes da paralisação, o Atlético de Madrid ocupava a quinta posição, com 45 pontos, atrás de Barcelona, Real Madrid, Sevilla e Getafe.

O planejamento da liga espanhola prevê que uma nova rodada de testes seja feita na próxima semana, com cerca de 740 profissionais da primeira divisão, entre jogadores, treinadores e staff auxiliar.

A entidade detalhou as duas primeiras fases de retorno das atividades, nas quais os atletas precisarão usar máscaras e luvas ao circularem nas instalações e passarão por dois tipos de testes diferentes. Este monitoramento é considerado base do protocolo para manter os elencos preservados de um possível contágio coletivo e, consequentemente, fundamental para se pensar no retorno do campeonato. Segundo o técnico do Leganés, a data do recomeço de La Liga seria 20 de junho, sem público nos estádios.

A Espanha é um dos países mais atingidos pelo Covid-19, com mais de 222 mil casos de covid-19 confirmados e mais de 26.299 mortes até o dia 7 de maio.

Repercussão na Espanha

A confirmação de Renan Lodi repercutiu nos principais portais de notícias esportivas da Espanha, os diários Marca, As e Mundo Deportivo. Segundo o As, outros dez jogadores também tiveram resultado positivo para o novo coronavírus, mas apenas Lodi apresentou sintomas.

Globo Esporte

 

Espanha registra menor número de mortes diárias por coronavírus

FOTO: © SUSANA VERA

A Espanha anunciou nesta sexta-feira (24) que o número de mortes diárias por coronavírus no país caiu para o menor nível em mais de um mês, com 367 vítimas nas últimas 24 horas.

O total de mortes chegou a 22.524, ante 22.157 no dia anterior, disse o Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados é de 219.764, ante 213.024 no dia anterior.

Na última terça-feira (21), o ministro da Saúde, Salvador Illa, informou que a Espanha permitirá que crianças saiam de casa para caminhar a partir deste fim de semana, em uma flexibilização do isolamento social, em meio à escalada de críticas de que as restrições do governo penalizam injustamente os muito jovens.

Agência Brasil, com Reuters

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. François Cevert disse:

    Graças a Deus os irmãos espanhóis estão conseguindo atravessar a tempestade.

Mortes e infecções por covid-19 voltam a diminuir na Espanha

Foto: Jon Nazca/Reuters

As mortes pelo novo coronavírus na Espanha chegaram a 517 nas últimas 24 horas, 102 casos a menos do último boletim divulgado no domingo (12), enquanto novas infecções aumentaram 2% por dia, o número mais baixo desde o início da pandemia.

A quantidade total de mortes pela Covid-19 é de 17.489, enquanto o número de casos de infecção notificados é de 169.496, informou nesta segunda-feira o Ministério da Saúde local, 3.477 há mais de que ontem, um um número que não era visto desde 18 de março.

Além disso, a diminuição do número de mortes é a maior, em termos percentuais, desde o surto da epidemia na Espanha.

O número de pacientes curados também mantém sua tendência ascendente, com novas 2.336 pessoas que tiveram alta, em um total de 64.727, representando 38,2% de todos os casos.

“A tendência de queda da doença está sendo confirmada”, disse a porta-voz do Ministério da Saúde para a pandemia, Dra. Maria José Sierra, levando em conta esses números.

Madri continua sendo a região mais afetada, com 6.423 mortes, embora o número de novos casos registrados, 559, seja o mais baixo em um único dia em um mês.

A segunda região mais afetada ainda é a Catalunha, com 34.726 casos registrados e 3.538 mortes.

Com a curva da pandemia achatada, embora não em declínio, a Espanha suspendeu hoje o hiato de duas semanas para a atividade econômica em alguns setores não essenciais, com isso, centenas de milhares de trabalhadores começaram a voltar ao trabalho.

Essa medida ocorre em pleno debate entre políticos, sindicatos e cientistas, para um possível risco de recuperação da pandemia devido ao aumento da mobilidade e contatos pessoais, se as medidas de segurança necessárias não forem tomadas, pelas quais o governo planeja distribuir 10 milhões de máscaras entre hoje e quarta-feira.

R7, com EFE

EUA ultrapassam Espanha e são segundo país com mais mortes por coronavírus

Paramédico do corpo de bombeiros do Condado de Anne Arundel testa seu equipamento antes do início de seu turno em Glen Burnie, Maryland, na quinta-feira (9) — Foto: Alex Edelman//AFP

Os Estados Unidos são o segundo país com mais mortes causadas pelo coronavírus, com 15.774 óbitos registrados até a tarde desta quinta-feira (9), segundo a universidade Johns Hopkins.

Ao atingir a marca, ele ultrapassou a Espanha, que agora aparece em terceiro, com 15.238. O país com mais mortes provocadas pelo coronavírus continua sendo a Itália, com 18.279.

Os EUA são ainda o país com mais casos confirmados em todo o mundo, 363.851 nesta quinta, mais que o dobro do segundo mais afetado, a Espanha, que tem 152.446.

O estado com maior número de casos e mortes nos EUA é Nova York. De acordo com o “New York Times”, o estado tinha nesta quinta-feira 149.401 casos, e 6.268 pessoas já morreram. A cidade de Nova York concentra a maior parte dos casos – 81.803 – e mortes, 4.571.

Nos últimos dois dias, os Estados Unidos bateram recordes de mortes pela doença, com quase dois mil óbitos em períodos de 24 horas. Foram 1.939 na terça e 1.973 na quarta.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ricardo Weber disse:

    Os EUA percentualmente tá 6 vezes menos morte que a ITÁLIA . Ficaria um notícia mais verdadeira. População dos EUA 327 milhões, população da ITÁLIA 63 milhões, quantidade de infectados no Estados Unidos 3 vezes o da Itália. Era tão bom que as notícias fossem dadas com a realidade.

  2. Lucio disse:

    Será por falta de cliroquina que ele manda Bolsonaro usar aqui?

Número de mortes por coronavírus na Espanha é o menor dos últimos 10 dias

Foto: Jorge Guerrero/AFP

O número de mortes por coronavírus na Espanha caiu neste domingo (5) pelo terceiro dia seguido, com 674 vítimas em 24 horas, elevando o saldo total para 12.418 pessoas, segundo dados do Ministério da Saúde. Apesar da alta, foi o menor número de mortos nos últimos 10 dias. O país é o segundo com mais vítimas, atrás apenas da Itália.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Abador, o realista disse:

    Mas é claro que mais cedo ou mais tarde a pandemia vai regredir em cada país !!!
    Isso não é eterno nem veio prá ficar.
    Agora, a situação só regrediu por causa das medidas de contenção adotadas.
    Porém, o mais importante é que enquanto tiver gente morrendo por causa dessa pandemia as medidas tem que continuar mantidas senão o quadro volta a se agravar.
    Interessante é que Deus só existe pros que se salvam. Quem morreu não tinha Deus !!
    Tá certo…
    Ô povo prá se iludir…

    • Neco disse:

      Atribuir a regressão às medidas de isolamento é puro chute, a não ser que vc saiba: a) a infuência de fatores climáticos e demográficos na difusão da doença; b) fatores como a cobertura de vacinação, prévia à pandemia (como a BCG ); c) nível de dispersão do vírus antes da decretação das medidas restritivas em cada país; d) capacidade dos sistemas de saúde de reagirem, com o que existe atualmente na ciência; d) comportamento do vírus em decorrência da própria quarentena; e) toda uma gama de fatores particulares ou acidentais. Mas claro, ninguém precisa saber disso; e) grau das medidas tomadas por cada país……….mas bora trancar todo o mundo, fazendo quarentenas irresponsáveis.

    • Deco disse:

      já pode substituir mandeta. Ô cabra intiligente..rsrsrs

    • Teco disse:

      Tragam um Nobel para esse homem, conseguiu ser mais gênio que Bolsonaro e Dilma juntos.

  2. François Cevert disse:

    E vai cair mais que Deus é todo poderoso está pra aliviar a dor desse povo!!!

  3. Josepe disse:

    Graças a Deus.

Espanha tem novo pico de mortes por coronavírus em um dia; foram 864 nas últimas 24 horas

Foto: Olmo Calvo/AP Photo

As autoridades espanholas de Saúde informaram nesta quarta-feira (1º) que, nas últimas 24 horas, a Espanha registrou 864 mortes por Covid-19. É o segundo dia seguido que o país ibérico tem um pico na contagem de mortos.

O número é o mais alto para um dia, desde o início da pandemia de coronavírus. Na terça (31), a Espanha havia registrado 849 mortos, a maior cifra até então. Antes disso, o pico anterior foi no sábado (28), quando o país registrou 832 mortes.

Com ao menos 9.053 mortes, a Espanha é o segundo país no mundo que mais teve vítimas nesta pandemia de coronavírus, ficando atrás apenas da Itália que ultrapassou as 12,4 mil mortes.

O governo espanhol informou também que, em 24 horas, detectou mais de 7,7 mil contágios da doença em seu território. Com isso, o número de casos diagnosticados supera os 100 mil.

Veja a situação na Espanha
Casos confirmados: 102.136
Mortes: 9.053

(Fonte: Ministério da Saúde da Espanha)

Mais de 30 mil mortes na Europa

A pandemia provocada pelo novo coronavírus matou mais de 30 mil pessoas na Europa, continente mais afetado pela Covid-19 até o momento, segundo balanço da agência France Presse e do Ministério da Saúde da espanhol.

Mais de dois terços dessas mortes aconteceram na Itália (12.428 mortos) e na Espanha (9.053). O terceiro país mais afetado é França (3.523).

A Europa também concentra as confirmações de Covid-19 e tem até o momento mais de 40% de todos os casos de novo coronavírus no mundo, segundo o levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Apenas a Itália, Espanha, Alemanha e França já diagnosticaram mais de 300 mil pessoas.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva disse:

    Alguém viu e ouviu pedirem a saida, o afastamento do primeiro ministro????
    Aqui a canalhada esquerdista, com 50 mortes, ja estavam pedindo a saída do Bolsonaro.
    VERGONHOSOS
    Esses PARASITAS.

Mortes por coronavírus na Espanha chegam a 849 em 24 horas

A Espanha registrou 849 mortes pelo novo coronavírus entre a segunda-feira e esta terça-feira (31), o maior número em 24 horas desde o início da epidemia, embora a porcentagem de crescimento tenha sido levemente menor que nos dias anteriores, informou o Ministério da Saúde.

As mortes causadas pelo vírus subiram para 8.189, ante as 7.340 de segunda, enquanto o número total de casos de coronavírus subiu de 85.195 para 94.417 hoje.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Alves disse:

    É a tragédia do momento. Pergunta quantos morreram de câncer no mundo nos últimos dez dias. Pergunta quantos óbitos por infarte. Vê se juntando os dois não supera e muito os que faleceram por causa do Covid 19. Mas, o que pode ser usado, sobretudo aqui no Brasil, como principal fator de desestabilização do governo, pelos diversos segmentos político e pelos meios de comunicação sem escrúpulos é o Coronavírus. Simples assim.

  2. gusthenrique disse:

    Ninguém mais morre de outras doenças não? De repente, só a covid19 mata.

Número de mortos na Espanha volta a crescer e atinge recorde diário de 769; casos chegam a 64 mil

Foto: JAVIER SORIANO / AFP / 26-03-2020

Após a queda no número de mortos pela primeira vez em uma semana, a cifra voltou a registrar alta nesta sexta-feira, atingindo o recorde diário 769. Na quinta-feira, 655 pessoas haviam morrido e na quarta, 769. Com isso, o número de mortos no país chegou a 4.858, com 64.059 casos registrados da doença.

Até ontem, a Espanha era o país com o segundo maior número de casos da doença do mundo, mas passou a ser o terceiro após os Estados Unidos ultrapassarem o país ibérico e a Itália, tornando-se o país mais afetado do mundo. Até o momento, os EUA já registram mais de 85 mil casos, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins, superando as 81.782 da China, marco zero da pandemia, que anunciou ontem o fechamento de suas fronteiras.

O Globo

Espanha chega a 3.434 mortes por coronavírus, ultrapassando a China

Foto: OSCAR DEL POZO / AFP

Com 3.434 mortes causadas pelo novo coronavírus, a Espanha já é o segundo país do mundo com mais casos fatais da doença, ficando atrás apenas da Itália, onde há ao menos 6.820 mortos. Nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde espanhol, foram registradas 738 novas vítimas, 27% a mais que na véspera, seu maior saldo desde o início na pandemia. Com isso, o país europeu ultrapassou as 3.287 mortes na China, marco zero da doença.

De acordo com os dados divulgados pelo governo espanhol nesta quarta-feira, 7.937 pessoas foram diagnosticadas com a doença no país nas últimas 24 horas, 20% a mais que na véspera, elevando o número de casos totais para 47.610. Há ainda 3.166 pessoas em unidades de terapia intensiva, 20% a mais que na véspera. O número de infectados que recebeu alta, por sua vez, também aumentou cerca de 41%, chegando a 5.367.

A região da Catalunha superou Madri como a área com o maior número de casos diagnosticados, registrando respectivamente 1.221 e 1.939 casos na segunda e na terça-feira, enquanto os casos diagnosticados na capital foram 873 e 1.777. Apesar dos números absolutos em Madri continuarem maiores, o grande crescimento dos casos nos arredores de Barcelona é preocupante. Segundo José María Martín Moreno, professor de medicina da Univesidade de Valência, disse ao El País, o impacto era esperado pois a região é bastante popular entre turistas do norte da Itália, epicentro dos casos no país.

Segundo o diretor do Centro de Coordenação de Emergências Sanitárias do Ministério de Saúde, Fernando Simón, no entanto, o aumento diário no número de mortes parece ter se estabilizado na casa dos 20%, algo que indica que o pico da pandemia estaria próximo, apesar de atrasos e problemas na contabilidade dos dados. A espectativa do governo é que as medidas de isolamento comecem a se refletir nos números nos próximos dias, com uma redução na taxa de novos casos diagnosticados.

A Espanha declarou “estado de alarme” em 14 de março, medida em vigor no dia seguinte e vale até o dia 29 deste mês. O governo do primeiro-ministro Pedro Sánchez, no entanto, foi ao Congresso solicitar que o prazo seja estendido até o dia 11 de abril. A votação deverá ocorrer ainda nesta quarta-feira, e a expectativa é que a ação do governo não encontre resistência.

Os cidadãos que descumprirem as restrições, pondo em risco a saúde pública, ficam sujeitos a multas entre 100 e 600 mil euros e penas de prisão de três meses a um ano. Nas últimas 24h, segundo o diretor de polícia José Ángel González, 55 pessoas foram presas e 6.039 multas foram aplicadas.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Lobinha disse:

    O mundo tem que responsabilizar a China pelas pestes que tem dissiminado pelo mundo. No caso da covid 19, até cientistas chineses foram vítimas do país, por tentar alertar o mundo do grave problema que estava vindo.

Espanha tem 462 mortos por Covid-19 em 24 horas

A epidemia de Covid-19 continua a devastar a Espanha. De ontem para hoje, morreram mais 462 pessoas, um aumento de 21%.

Já foram registrados 33.089 casos de novo coronavírus, 4.517 dos quais nas últimas 24 horas.

Além disso, há 2.355 pacientes na UTI.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nica disse:

    Alguns sábios comentaristas desse blog estão na linha Stalinista, "A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística.
    Sejam mais humanos e se preocupem menos com a economia…

  2. Paulo disse:

    Muito Pixulecos cheio de mimimi

  3. Ceará-Mundão disse:

    Percentualmente não deve ser grande coisa, mesmo se comparado com outras doenças e causas de mortalidade. Toda ação governamental deve considerar o custo-benefício. Compensa destruir a economia do país para combater esse vírus diante dos números já conhecidos?

  4. Az disse:

    Ai pode bate no peito e dizer, eu sou falador de bosta, os governadores em grande maioria tão mais perdido que cego em tiroteio pedindo dinheiro ao governo federal, maior exemplo é aqui com os respiradores que quebrado à anos.

  5. Pedro disse:

    Que "gripezinha" forte..
    Poderia ser pior, se eles tivessem um imbecil na Presidência, como nós.
    Nossa sorte é que os governadores tomaram a iniciativa, do contrário iríamos morrer como moscas. Aliás, talvez esse fosse o plano do satanás que ocupa a cadeira de Presidente.

    • Fran disse:

      Pedro é tão obcecado pelo o presidente que não faz outra coisa nessa quarentena. O choro é bem livre ,viu? Aceita querida!

    • Melo disse:

      Pedro, poderia sim ser pior o governo do PT e aproveitando a pandemia para Rouba como fizeram durante longos anos de governo

Espanha registra 169 mortes por coronavírus em 24 horas

A Espanha registrou nas últimas 24 horas 169 novas mortes provocadas pelo novo coronavírus, o que representa um aumento de 30% no balanço global de vítimas, que alcança 767 falecimentos, de acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira pelo ministério da Saúde.

O número de contágios detectados passou de 13.716 a 17.147, cifra que pode aumentar significativamente nos próximos dias, quando as autoridades começarão a fazer testes generalizados de coronavírus entre a população.

Estado de Minas, com AFP

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. val disse:

    Concordo com vc Sérgio.
    Como diz a música…" vida de gado povo marcado, povo feliz." o hino do BOZO para o seu rebanho.

    • Francisca disse:

      Como anda a segurança no RN??
      Todos os dias, morre 10 e deixam mais 20 pro outro dia.
      Sem falar, nos hospitais de Canguaretama e o Rui Pereira, que a cumpanheira acabou!
      Papa angu cala te a boca.
      Fora FátimaLula Bezerra, incompetente.

  2. Ceará-Mundão disse:

    Enquanto isso, como anda a saúde no RN? Em situação normal a dupla Fátima Bezerra e Cipriano Maia não tinha o menor controle da saúde pública do estado. O que já era precário, eles trataram de piorar muito. Agora com a pandemia do coronavírus, a situação é caótica. É uma dificuldade para realizar os exames, a comunicação é bizarra, os resultados demoram quase 10 dias, mas faltam também luvas, máscaras, o básico para os profissionais de saúde. Os hospitais já estavam colapsados,  agora com a nova doença, vamos viver um drama. Caso o vírus chegue mesmo no RN, teremos um filme macabro de cenas reais. Mas a governadora continua dançando com pacote de Boku’s na mão.

    • arqueiro -) disse:

      Pandemia? Que Pandemia Ceará-Mundão? Isso é histeria e coisa da mídia pra atingir o Mito Bozo. É só uma gripe…. SQN.

    • Francisca disse:

      Aí sim.
      Aqui da pra gritar viu Ceará, não faz nada.
      FORA FÁTIMA!!!!!!!!!
      O mais rápido possível.

    • Sérgio disse:

      Pelo menos não a vi em nenhuma manifestação, apertando a mão de gado ou dizendo que a pandemia não existe!

    • Chicó disse:

      Arqueiro e Sérgio, vocês estão desinformados. A OMS demorou reconhecer a pandemia. Inclusive o ministro Mandetta reclamou da letargia da organização mundial da saúde. Não propaguem mentiras !

    • Carlão disse:

      O cérebro desse já derreteu de tanto babar o Mito. Meu deus, crie algum pensamento crítico e esqueça o PT e foque na realidade atual.
      Ou então vá para o João Machado.

Militar brasileiro preso com 39 quilos de cocaína na Espanha recebe pena de seis anos

Sargento da Aeronáutica brasileira Manoel Silva Rodrigues, que foi detido na terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha, na Espanha — Foto: Redes sociais/ Reprodução TV Globo

O sargento Manoel Silva Rodrigues, que foi preso na Espanha com 39 quilos de cocaína levados num avião da comitiva do presidente Jair Bolsonaro, em julho de 2019, fez um acordo com a promotoria espanhola e vai cumprir pena de seis anos e um dia de prisão.

É uma redução da condenação anterior, de oito anos. Rodrigues também deve pagar uma multa de 2 milhões de euros (cerca de R$ 9,5 milhões, na cotação atual).

Segundo a agência Efe, a pena foi diminuída depois da admissão de autoria por parte de Rodrigues — na corte, o sargento afirmou estar profundamente arrependido.

Rodrigues foi preso em Sevilha em 25 de junho de 2019. Ele havia viajado a Sevilha com 39 kg de cocaína na bagagem, e ia em um dos voos da comitiva que levava Jair Bolsonaro a um encontro do G20, no Japão. O presidente não estava no mesmo avião.

O brasileiro afirmou que sua missão era levar a droga até a Europa e voltar. Ao sair do aeroporto, ele iria para um centro comercial, onde aguardaria uma pessoa que daria um sinal.

Em 20 anos de limitar, nunca abriram nenhum processo contra mim, e eu nunca tive nenhuma sanção, mas meu salário não é muito alto e eu estava passando por dificuldades econômicas”, disse o condenado, segundo o jornal “ABC de Sevilla”.

Ele ainda afirmou que pretende voltar ao Brasil e trabalhar.

A promotoria considerou que o militar brasileiro foi sincero e reconheceu seus crimes.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Iranilson disse:

    É hilario vê os defensores do maior bandido já gerado na humanidade querer condenar quem não cometeu crime e querer absorver o bandido mor.

  2. Ferreira disse:

    " Dr., eu não me engano, o Bozonaro é Miliciano!"

  3. Ex-Pretralha disse:

    Quando sair da cadeia ele paga a multa ou então a família paga, e se ele for dos milicianos eles pagam mesmo babaca, e ele não foi preso por causa de Bolsonaro, foi por causa do pó que o otário levou, achando que teria proteção como antes…acabou a mamata!

  4. Maria disse:

    E como ele vai pagar essa multa?

    • MalvadaMiliciana disse:

      O Miliciano chefe dele paga para ele assumir e ficar calado. Kkkk nem a imprensa fala mais nisso.

    • Bento disse:

      Mas como o cachaça vai pagar se o dinheiro e os bens estão bloqueados pela justiça

  5. Everton disse:

    Cocaína na comitiva presidencial brasileira foi a primeira vez! Bolsonaro sabia disso?

    • Luciana Morais Gama disse:

      Everton, esse militar viajava na comitiva presidencial desde de DILMANTA, será que ele pensava que ia continuar tudo igual a época dos PTtralhas?? Pense nisso!

    • Minion alienado disse:

      Luciana, você acredita que ele foi preso na Espanha por causa do Bozo.

    • Bento disse:

      Acho que estava acostumado a fazer isso nos governos anteriores