Estudante de Medicina é acusado de matar avô por dívida de R$ 2 mil

Deu n’O Globo

O estudante de medicina Lothar Hoehne Kaltmaier, de 24 anos, é suspeito de matar o avô Gerhard Kaltmaier, de 81 anos, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Ele se apresentou à polícia e prestou depoimento que durou cerca de três horas. Segundo a polícia, o universitário confessou ter matado o avô com golpes de faca depois que ele se recusou a dar dinheiro para pagamento de dívidas. A justiça decretou sigilo no inquérito.

O jovem apresentou-se à polícia acompanhado dos pais e da irmã. O crime ocorreu na última sexta-feira. De acordo com o depoimento de Lothar, ele foi á casa do avô pedir R$ 2 mil para pagar uma dívida de seu pai. Também pediu R$ 3 mil para quitar dívidas que alegou ter na faculdade. O avô se recusou a dar o dinheiro e passou a insultar o estudante, segundo ele contou à polícia.

Com raiva, o estudante afirmou que pegou uma faca que estava sobre a mesa e deu o primeiro golpe, que atingiu o pescoço do empresário. O universitário disse ainda que não se recorda de mais detalhes sobre as outras facadas. Foram nove no total. O avô era dono de uma imobiliária e sempre ajudou filhos e neto em dificuldades financeiras.

– O senhor Gerhard sempre auxiliou financeiramente seus filhos e netos. O motivo desse crime bárbaro foi a negativa em ajudar. O rapaz foi pedir dinheiro e diante da negativa cometeu o crime – disse o advogado Marcos Soares.

O carro que o estudante usou para fugir no dia do crime foi colocado à disposição da polícia e vai passar por perícia. Mesmo depois de quatro dias desaparecido, o estudante responde em liberdade por ter se apresentado na delegacia e cooperado com as investigações.