Exército entrega à Governadora Rosalba pista de pouso do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

A poucos meses de realizar o primeiro voo, marcado para o dia 03 de abril, as pistas de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante foram entregues pelo Exército do Brasil à Governadora do Estado. A solenidade de entrega aconteceu nesta manhã e contou com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, do prefeito da cidade, Jaime Calado, do diretor do DER, Demétrio Torres e do secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico, Sílvio Torquato, além de outras autoridades civis e militares.

Para a Chefe do Executivo Potiguar o momento é de festejar. “Recebemos essa pista que é a concretização de um sonho acalentado há anos e que vai mudar o Rio Grande do Norte. Agora falta pouco para vermos tudo isso aqui funcionando. No dia 03 abril teremos o nosso primeiro voo e até lá eu garanto que os acessos estarão prontos para receber os potiguares e os nossos visitantes”, enfatizou Rosalba Ciarlini.

O tenente-coronel Sirnando, comandante do 1º Batalhão de Engenharia e Construção (1º BEC), destacamento responsável pelas obras entregues, falou em nome do Exército Brasileiro e considerou o trabalho histórico para os soldados e também para o Rio Grande do Norte. “Trabalhamos diuturnamente em jornadas sucessivas. Superamos desafios logísticos e administrativos e por isso temos orgulho de dizer que participamos diretamente da construção desse equipamento”.

O prazo de entrega das pistas do aeroporto foi antecipado pelo Exército, que teria até o dia 20 de fevereiro para entregar as pistas. A obra chegou a ter envolvidos mais de 630 trabalhadores, entre militares e civis. O convênio entre o Exército e a Infraero foi orçado em R$ 94 milhões e assinado em 2011. No contrato, ficaram sob a responsabilidade do Exército a construção das pistas de pouso e decolagem, o pátio de estacionamento das aeronaves, os sistemas de drenagem e a infraestrutura de balizamento e auxílio à navegação.

O aeroporto de São Gonçalo do Amarante

O maior aeroporto de cargas e passageiros da América Latina; e único equipamento consorciado do país construído exclusivamente para a Copa do Mundo de 2014, está previsto para ser concluído em fevereiro e iniciar das operações em abril do mesmo ano. O aeroporto terá terminal de passageiros de 40 mil m², 1.500 vagas de estacionamento e capacidade de operação de 6,2 milhões de passageiros por ano. O total de investimento é de R$ 410 milhões, dos quais R$ 326 milhões de financiamento do BNDES.

O aeroporto de São Gonçalo do Amarante é uma obra importante, garantida para o Rio Grande do Norte em função da Copa do Mundo de 2014 e que vai transformar a economia de todo o estado.