Adolescentes fogem de centro de ressocialização na Grande Natal na manhã desta segunda durante ação de desinfecção do Exército

O portal G1-RN noticia que pelo menos três adolescentes fugiram do Centro Educacional (Ceduc) Pitimbu, para ressocialização de menores de idade infratores, durante a manhã desta segunda-feira (6),  no momento em que miliares do Exército faziam uma desinfecção de combate ao Covid-19 nas dependências da unidade localizada em Parnamirim, na Grande Natal.

Segundo servidores do Ceduc, os adolescentes aproveitaram a mobilização na unidade quebraram uma janela, por onde conseguiram passar, e pularam o muro, fugindo pelo matagal ao redor do prédio. A Polícia Militar foi acionada para fazer uma busca região, mas nenhum dos internos foi recapturado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Culpa do Exército, que podia ter mandado um helicóptero para levar as "crianças" a um passeio recreativo em direção ao arquipélago Fernando de Noronha.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Ficam afrouxando as rédeas aí dá nisso. Esses coitados não merecem confiança

  3. Carllos disse:

    Sucupira perde!!!

  4. Gilberto Oliveira disse:

    Cabaré é mais organizado

Bolsonaro revoga decreto que autorizava frota aérea de asa fixa para Exército

Foto: Reprodução

Depois da reação de integrantes da Força Aérea Brasileira (FAB), o presidente Jair Bolsonaro resolveu revogar o Decreto 10.386, baixado na semana passada, que permitia ao Exército voltar a ter aviões. O recuo de Bolsonaro está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (8). O mesmo ato restaura a vigência do Decreto 93.206/1986, que dava ao Exército a permissão para operar apenas helicópteros.

O aval do presidente ao Exército foi visto por Brigadeiros ouvidos pelo Estadão como inoportuno. Eles criticaram “a oportunidade da medida”, um período de crise econômica, em que as verbas para a Defesa são escassas. Também alegaram que a medida pode afetar a operação conjunta das duas Forças. “O problema não é o Exército ter sua aviação, mas o momento da decisão, que não é oportuno”, afirmou o tenente-brigadeiro-do-ar Sérgio Xavier Ferolla, ex-presidente do Superior Tribunal Militar (STM).

O decreto anulado nesta segunda por Bolsonaro foi publicado no último dia 2 para conceder ao Exército, após 79 anos, o direito de ter aeronaves de asa fixa. O texto dizia que os Comandos da Marinha e da Aeronáutica iriam cooperar para a reestruturação da Aviação do Exército e que este utilizaria a rede nacional de aeródromos, além de contar com o apoio de instalações e serviços aeronáuticos das outras duas Forças.

Com a revogação, fica valendo a regra anterior, editada em decreto de setembro de 1986, que criou a Aviação do Exército, “destinada à operação de helicópteros necessários ao cumprimento da missão da Força Terrestre”.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chega de louco LADRAO disse:

    Cai..cai..avião..cai ..cai …LEVA ESSE PANDEMÔNIO PRA O QUINTO DOS INFERNOS…XÔ BOLSO LARVA..

  2. Silva disse:

    Kkkkkk negócio tá feio viu!!

  3. Emerson Fonseca disse:

    Púbica de manhã " despublica " a tarde, ou Cabaré sem Dono. Pense que Lilia, dava um jeito ligeirinho nesta bagunça. Kkkkk 😂😂😂😂😂😂😂😂

  4. Val Lima disse:

    Minha Nossa Senhora da Apresentação….O cara pública uma coisa em um dia,no seguinte revoga o que foi publicado…Um verdadeiro 8.. Não sai do lugar!!!

  5. Beto Araújo disse:

    Ô cabra desocupado e sem moral!

  6. Juca disse:

    Tem q enquadrar esse brigadeiro comunista que deu ordem ao mito.

  7. Juliano bugueiro disse:

    A diferença do Bolsonaro para Tiririca é o bigode.

  8. Observando disse:

    O chefe maior das tres forças é o Presidente. Demita esse brigadeiro comunista, Presidente.

  9. Manoel disse:

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Mais perdido que cego em tiroteio!!!

Ministro-substituto, general Eduardo Pazuello, nomeia nove militares do Exército para atuar no Ministério da Saúde

Foto: Reprodução/Globo News

O ministro-substituto da Saúde, general Eduardo Pazuello, nomeou mais nove militares do Exército para atuar no ministério. As nomeações foram publicadas na edição desta terça-feira (19) do “Diário Oficial da União”.

O governo vem aumentando a presença de militares no Ministério da Saúde desde a saída de Luiz Henrique Mandetta do comando da pasta. O primeiro foi Pazuello, nomeado secretário-executivo do então ministro da Saúde Nelson Teich, que deixou o cargo na semana passada.

No final de abril, Carlos Alberto Andrade e Jurgielewicz foi exonerado do cargo de secretário-executivo adjunto da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde e, para o lugar dele, foi nomeado o coronel do Exército Antônio Élcio Franco Filho, que havia comandado a Secretaria de Saúde de Roraima antes de ir para o governo federal.

Em outra portaria publicada nesta terça, Pazuello mudou o cargo do coronel Antônio Élcio. Agora ele será secretário-executivo substituto do Ministério da Saúde.

Já no começo de maio, pelo menos outros dois militares foram nomeados para atuar no ministério.

Confira as novas nomeações de militares do Exército para o Ministério da Saúde, publicadas nesta terça:

André Cabral Botelho, subtenente de infantaria, será coordenador de contabilidade;

Ramon da Silva Oliveira, major, será coordenador-geral de Inovações de Processos de Estruturas;

Giovani Cruz Camarão, subtenente, será coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde (FNS);

Alexandre Magno Asteggiano, capitão, será assessor;

Marcelo Sampaio Pereira, tenente-coronel, será diretor de programa;

Vagner Luiz da Silva Rangel, tenente-coronel, será coordenador de execução orçamentária;

Luiz Otávio Franco Duarte, coronel, será assessor especial do ministro;

Angelo Martins Denicoli, major, será diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS;

Mario Luiz Ricette Costa, tenente, atuará na Subsecretaria de Planejamento e Orçamento.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José disse:

    Talvez com a "Dita Dura" dos militares resolva os problemas da saúde! Kkk

  2. Jd disse:

    Haja bala! Isso é um ministério da saúde ou um quartel! Doís salários …

    • Ojuara disse:

      Pior era quando só era um salário, mas o roubo era bilionário. Questão de escolha né.

  3. Chega de CANALHAS disse:

    A esquerdalha PIRA GERAL, os "CUMPANHEIROS" estão sem poder roubar.KKKKKKKKKKKMMK

  4. Observando disse:

    a boquinha acabou.

  5. Rafael Franco disse:

    Será q os milicos gostam de pontinha? Esses aí são os verdadeiros parasitas da república!

  6. Véio de Rui disse:

    Mil vezes militares do que um covil de ladrões!

  7. Nando disse:

    Coronel-Virus, vai pra frente pra combater a porra do covid-19.

  8. sergio disse:

    Realmente são muitos militares, porém se tiverem capacidade tudo bem. É melhor um militar honesto do que os ladrões do PT,PSDB e MDB.

  9. Luiz Antônio disse:

    A Armada e a Aeronáutica estão com pouco prestígio nesse governo.

  10. Cidadão Indignado disse:

    Que vergonha! Com certeza, pessoas sem a qualificação adequada para a função. Militares entendem de guerra; será uma catástrofe anunciada previamente. Meus pêsames para esse governo de desqualificados!

    • Chicó disse:

      Você sabe em quais instituições a população mais confia ?

    • Prmo disse:

      É muita falta de conhecimento acha que militar não tem qualificação para outras áreas. Santa ignorância !

    • Waldemir disse:

      Cala a boca esquerdista pode ficar indignado mas vc vai ter que trabalhar

  11. Gil disse:

    Socorro!!!! Governo federal virou cabide de emprego para militar aposentado. Vcs não são os fodões, vão para iniciativa privada, mas vão nada, são acostumados a ficar dentro do quartel e no fim do mês a grana cair na conta certinho. Abram uma empresa ou vão procurar emprego no mercado. Quer morrer sugando do Estado.

    • Prmo disse:

      Não roubando nosso dinheiro e fazendo um bom serviço é o que importa. Estão julgando antes de sequer ver qualquer atuação por parte deles.

  12. Bezerra disse:

    Misericórdia!!!

  13. Luiz Antônio disse:

    Vão botar o coronavírus pra fazer ordem unida.

  14. OSORIO SAMPAIO disse:

    E UM MINISTÉRIO DE SAUDÊ OU UM QUARTEL.

Justiça proíbe Exército de usar ficha de inscrição que leve a discriminação

Foto: Marcelo Justo/UOL

O TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) proibiu o Exército Brasileiro de perguntar em seus cadastros informações que possam levar a práticas discriminatórias contra recrutas.

A partir de agora, o Exército não poderá perguntar aos candidatos a respeito da participação deles em movimentos religiosos, sociais e políticos.

A proibição acontece depois de uma ACP (ação civil pública) movida pelo Ministério Público Federal (MPF), em 2018.

Desde 2017, o MPF investiga casos de perseguição e práticas de tortura contra recrutas por motivações políticas e ideológicas.

O MPF conseguiu provas e relatos de sessões de tortura que aconteceram no 41º Batalhão de Infantaria Motorizada, localizado na cidade de Jataí (GO) praticadas por superiores hierárquicos contra recrutas que se declaravam simpatizantes dos Direitos Humanos e de determinados movimentos sociais ou políticos.

UOL

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antonio Turci disse:

    Salvo melhor juízo, o Exército e as demais forças armadas, precisam conhecer com riqueza de dados(informações), aqueles que compõem os seus quadros. Mas sem esse negócio de tortura .

Capitão do Exército é baleado em Natal durante assalto ao chegar de casa na manhã desta quinta e tem arma roubada

Foto: Ilustrativa

Um capitão do Exército Brasileiro foi baleado durante um assalto, quando estava chegando em casa após ter saído para fazer compras, na manhã desta quinta-feira (16), no bairro de Lagoa Seca, Zona Leste de Natal. De acordo com informações preliminares, a vítima foi atingida com um tiro no abdômen e foi socorrido ao Hospital Walfredo Gurgel por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Segundo a Polícia, o capitão está internado no pronto-socorro Clóvis Sarinho e seu estado é considerado estável. Na ação criminosa, a sua arma acabou roubada. A polícia faz buscas na região para tentar localizar e prender os suspeitos.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. alisson disse:

    Comentário de esquerdista oportunista, que não tem nem coragem e nem vergonha na cara e usa codnome para se esconder. Chora esquerda

  2. Cidadão disse:

    Só comentam asneiras !

  3. Pedro disse:

    Concordo com vc Gustavo, isso é comentário de um ze mesmo…….kkkkkkk

  4. Jose disse:

    Eu pensei que diziam que ndar armado era a solução pra acabar com a violência . Ou essa teoria e furada ou o milico esm questão é um cagao

VÍDEO: Com apoio da Marinha, Exército, Ibama, Defesa Civil e voluntários, ministro Ricardo Salles acompanha e participa de recolhimento de óleo em PE

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, encontra-se na região próxima de Recife, acompanhando os trabalhos de recolhimento do óleo venezuelano.

O recolhimento e monitoramento vem sendo realizado pelo  IBAMA, Marinha, Exército, Defesa Civil, municípios e o voluntários. “Parabéns a quem se dedica e age, enquanto outros apenas politizam e polemizam”, disse o ministro.

Óleo venezuelano

Um estudo realizado pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal da Bahia (UFBA) aponta que o petróleo que atinge o litoral do Nordeste veio da Venezuela. A informação foi divulgada pela diretora da entidade, a pesquisadora Olivia Oliveira.

“Nossos estudos agroquímicos evidenciam que o óleo é proveniente de uma bacia da Venezuela. Foram diversas análises geoquímicas, a partir da coleta dessas amostras. Esse trabalho realmente revelou que se trata de um petróleo produzido na Venezuela”, afirmou Olivia.

De acordo com a diretora do Instituto da UFBA, o resultado que comprova a nacionalidade do resíduo foi encontrado após diversos testes comparativos com sete amostras coletadas em Sergipe e duas na Bahia.

“Nós temos diversos dados da literatura onde mostram perfis cromatográficos, resultados que nós produzimos no laboratório. Além disso, nós temos um banco de óleo de diversas partes do mundo, que também fazemos essa comparação. Através de análises como essas, chegamos ao resultado”, disse.

Segundo a pesquisadora, os dados apontam também que a substância se assemelha com petróleo cru. Ainda não há informações, no entanto, de quanto tempo o resíduo está no mar, nem se é proveniente de um navio ou não.

“Se parece muito com petróleo cru. Mas não deixamos a possibilidade de ser bunker, combustível de navio. Seria um óleo mais pesado. Um óleo mais de resíduo. Mas ainda não temos a real certeza. O óleo apresentava uma certa degradação. Pode ser um óleo cru, como poderia ser bunker, onde a parte crua, onde a parte do diesel que é utilizada com esse bunker foi evaporada”, completou a diretora.

Conforme a pesquisadora, todas as análises desenvolvidas na UFBA serão encaminhadas para Instituto do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

Com acréscimo de informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vitor Silva disse:

    Botem também os presidiários pra trabalhar neste mutirão de limpeza, afinal, presos só estão comendo, dormindo e tramando novos crimes de dentro da cadeia… .botem pra trabalhar

  2. Jorge disse:

    É LULADRAO na cadeia
    É dilmanta sendo processada
    É dólar na cueca
    É quebradeira nos fundos de pensões
    É rombo de um trilha no BNDES
    É Palocci detonando toda a quadrilha
    Mininu isso é que é ter ladrão, e muito mais apoiadores de ladrão, ou seja…..

  3. EU QUERO A DIPLOMAMATA QUE PAPAI PROMETEU disse:

    Lama no rio;
    Fogo na mata;
    Chumbo no pobre;
    Óleo na praia
    E nenhuma ação efetiva do Bozo… Só passeios e mamata para os filhos

  4. #Lula Na Cadeia sempre disse:

    Não aparece nenhum FDP de ONG , ONU , aquela rapariga da MICHELE BACHELET para sair em defesa da orla brasileira????

    • Evan Jegue disse:

      Você é bem educado.

    • E. costa disse:

      Oxi!! Depois de todas as ofensas!?meu caro, o seu miliciano de estimação tem que assumir suas responsabilidades de governante deste país, pq quem tentou resolver até agora foi o povo nordestino que ele despreza e as ONGs. Para ele no momento , o mais importante é presentear o filho com algo q ele goste e passar a mão nos 300 milhões do fundo partidário

Exército reforçará operação para conter óleo no Nordeste

Óleo na praia de Pituba, Salvador Foto: Tiago Caldas/Fotoarena / Agência O Globo

O presidente em exercício Hamilton Mourão afirmou nesta segunda-feira que o Exército passará a reforçar as operações contra o derramamento de óleo no Nordeste. De acordo com Mourão, serão enviados homens da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, sediada em Recife.

— O Exército está colocando a 10ª Brigada, que é a brigada sediada em Recife, que tem mais ou menos em torno de quatro mil, cinco mil homens. Está sendo colocada em reforço. Fora equipamentos que estão sendo distribuídos às Defesas Civis dos estados e municípios — disse, após sair de uma reunião no Ministério da Defesa para discutir o tema.

De acordo com o Ministério da Defesa, já foram utilizados até agora 1.583 militares, quinze navios e uma aeronave da Marinha.

Mourão ressaltou a decisão da Justiça Federal de Sergipe que reconheceu que a União acionou o plano para conter o derramamento, mas reconheceu que houve uma falha do governo em divulgar as ações que vem tomando.

— A juíza já analisou, já mostrou que o governo desde o dia 2 de setembro acionou os protocolos correspondentes. Apenas, mais um vez, nos faltou comunicar mais isso daí.

Secretários municipais e diretores de agências ambientais estaduais têm reclamado da atuação do governo federal contra o derramamento. As principais queixas envolvem problemas de comunicação entre os estados e a União, além da contribuição de órgãos federais no dia a dia das operações.

De acordo com Mourão, trata-se de um acidente “inédito” em todo o mundo:

— Não temos. Está diminuindo. Esse óleo que chegou agora em Pernambuco, vamos dizer, é uma segunda vaga de assalto. Já houve a primeira vaga de assalto, agora chegou a segunda. Pode ter ficado para trás na hora que foi lançado no mar. Esse acidente é inédito no mundo, esse tipo de acidente.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. pereira disse:

    Em vez de colocar o exercito, por que não botar pra trabalhar aquela turma que passa o dia engravatado no corredores ou em casa sem fazerem nada, só sugando o dinheiro do povo brasileiro e puxando o saco, ou aqueles pseudos assessores que ganham muitos e nada produzem. CHEGA DE SANGUESSUGA.

Exército prende garimpeiros em unidades de conservação do Amazonas

Foto: Divulgação/Ministério da Defesa

O Exército deteve dez pessoas supostamente envolvidas com a exploração de garimpos ilegais em três da Unidade de Conservação Campos Amazônicos, no sul do Estado do Amazonas. Todos foram conduzidos à sede da Polícia Federal em Rondônia. A ação faz parte da Operação Verde Brasil.

Conforme nota da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, foram apreendidos na ação “nove celulares, um detector de metais, duas motosserras, um rádio amador, uma balança para pesagem e uma espingarda Cal 20 com sete cartuchos”.

Também foram confiscados veículos e maquinários utilizados pelas pessoas sob investigação, como um trator, uma pá carregadeira, uma motocicleta, dois geradores, um caminhão Scania, e 10 mil litros de óleo diesel e dez barracas de acampamento.

Japão

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) recebeu do Governo do Japão a doação de 330 barracas individuais e 998 colchonetes com isolantes térmicos, para apoio nas ações da Operação Verde Brasil, que ao todo mobiliza 7 mil homens e mulheres para o combate ao desmatamento e à ações ilegais como exploração de garimpo em unidades de conservação.

Conforme informações divulgadas pelo Ministério da Defesa, a Operação Verde Brasil, iniciada há menos de um mês, fez combate a mais de 500 focos de incêndio, apreendeu aproximadamente 18 mil metros cúbicos de madeira, e lavrou 107 termos de infração, que totalizam R$ 28 milhões em multas.

A Operação Verde Brasil é desenvolvida pelas Forças Armadas em parceria com instituições e órgãos de segurança pública e fiscalização, como Força Nacional, Corpo de Bombeiros Militares, equipes de prevenção e combate a incêndios do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Militar Ambiental, Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e ICMBio.

Agência Brasil

 

Exército abre 450 vagas de concurso público. Confira essa e mais seleções

Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

Para quem quer seguir carreira pública, veja os concursos público scom inscrições abertas. As oportunidades profissionais estão espalhadas por todas as regiões do país.

Exército – 

São 450 vagas para a escola preparatória de cadetes, que exigem nível médio. São 400 vagas  para os homens e 50 para mulheres. Do quantitativo, 90 serão reservadas aos negros.

Salário: não informado
Inscrições :até 6 de junho pelo site do Exército

(mais…)

Morre catador que ajudou músico que teve carro baleado pelo Exército

Foi confirmada na manhã desta quinta-feira (18), a morte do catador de materiais recicláveis Luciano Macedo, que tentou socorrer as vítimas do carro de músico morto a tiros na tarde do dia 7 de abril, um domingo. Naquele dia, o veículo de Evaldo dos Santos Rosa, de 46 anos, teria sido confundido por soldados do Exército com o de bandidos que estavam agindo nas proximidades do Piscinão de Ramos, em Guadalupe, na zona norte do Rio.

O carro de Rosa foi atingido por mais de 80 tiros e o músico morreu no local. Outro homem que estava no carro ficou ferido. No dia da tragédia, Macedo foi internado em estado grave no Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes.

Mesmo depois que o veículo parou, os disparos continuaram. Sob a fuzilaria, duas mulheres e um menino que estavam no carro rastejaram para fora do veículo. Dez militares do Exército foram presos após a ocorrência. Nove permanecem detidos.

R7, com Estadão

Dez militares são presos após ação do Exército que fuzilou carro de família no Rio com mais de 80 tiros

O músico Evaldo dos Santos Rosa morreu na hora, baleado em ação do Exército em Guadalupe. O carro pode ter sido confundido. — Foto: Reprodução/Facebook

O Comando Militar do Leste (CML) informou, na manhã desta segunda-feira (8), que prendeu dez dos 12 militares ouvidos após a ação do Exército que matou o músico Evaldo dos Santos Rosa em Guadalupe, na Zona Norte do Rio, na véspera.

O carro onde estava o artista e a família foi fuzilado com mais de 80 tiros. A Polícia Civil diz que “tudo indica” que o veículo foi confundido com o de criminosos.

Em um boletim de ocorrência registrado na 30ª DP (Marechal Hermes), um motorista conta que foi assaltado por cinco homens em um sedã branco por volta das 14h (meia hora antes do incidente) na própria Estrada do Camboatá, perto do Piscinão de Deodoro.

Os militares foram ouvidos na Delegacia de Polícia Judiciária Militar. O caso é investigado pelo Exército devido a uma lei sancionada em 2017 pelo então presidente Michel Temer (MDB).

Inicialmente, o CML informou que os agentes tinham respondido a “injusta agressão” de criminosos. Na manhã desta segunda, o CML disse que identificou “inconsistências” entre os fatos reportados pelos militares e informou que os agentes acabaram afastados.

“Esse procedimento prolongou-se pela madrugada, tendo sido coletado também, até o presente momento, o depoimento de uma testemunha civil. Um membro do Ministério Público Militar acompanhou todo o procedimento”, diz a nota.

Criança de 7 anos estava no carro

O automóvel de uma família foi atingido por mais de 80 disparos, segundo perícia realizada pela Polícia Civil. As cinco pessoas que estavam no carro iam para um chá de bebê: Evaldo, a esposa, o filho de 7 anos, o sogro de Evaldo (padastro da esposa) e outra mulher.

Segundo o delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Divisão de Homicídios da Polícia Civil, há fortes indícios de que o carro foi confundido com o de criminosos. Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, morreu na hora.

O sogro dele, Sérgio, foi baleado nos glúteos. Seu quadro era estável até a noite de domingo. A esposa, o filho de 7 anos e a amiga não se feriram. Um pedestre que passava no local também ficou ferido ao tentar ajudar. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

A Polícia Civil realizou a perícia no local porque os militares tiveram dificuldade em realizá-la, segundo o delegado, devido à revolta dos moradores que testemunharam o crime.

Investigação do Exército

Uma lei de 2017, sancionada pelo presidente Michel Temer, diz que crimes dolosos contra a vida, cometidos por militares das Forças Armadas, serão investigados pela Justiça Militar da União, se o crime acontecer nos seguintes contextos:

do cumprimento de atribuições que lhes forem estabelecidas pelo Presidente da República ou pelo Ministro de Estado da Defesa;
de ação que envolva a segurança de instituição militar ou de missão militar, mesmo que não beligerante; ou Ver tópico
de atividade de natureza militar, de operação de paz, de garantia da lei e da ordem ou de atribuição subsidiária
A perícia feita pela Polícia Civil e o laudo de necropsia serão enviados ao Exército para que a investigação continue.

Polícia Civil fez perícia

Leonardo Salgado, delegado da Divisão de Homicídios da Polícia Civil, esteve no local para realizar a perícia. Ele disse que havia indícios para uma prisão em flagrante.

“Foram diversos, diversos disparos de arma de fogo efetuados, e tudo indica que os militares realmente confundiram o veículo com um veículo de bandidos. Mas neste veículo estava uma família. Não foi encontrada nenhuma arma [no carro]. Tudo que foi apurado era que realmente era uma família normal, de bem, que acabou sendo vítima dos militares”, afirmou o delegado em entrevista à TV Globo.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. ASV disse:

    Por mais que tivesse uma queixa de assalto com um carro parecido, dar 80 tiros em um carro é foda, prq não atirou nos pneus? Se realmente fosse um assalto e a vítima estivesse no carro, como aconteceu com o filho de Benes Leocádio. Vem uns papangus defender, queria ver se fosse o carro do filho, do pai ou da mãe, fuzilado se iam ter essa mesma compreensão.

  2. Brasileira indignada disse:

    Pelo amor de Deus, atirem nos pneus!!!

  3. Sandro disse:

    Na entrevista a esposa do rapaz que infelizmente morreu , declarou que os soldados ficaram debochando dela enquanto pedia para não atirarem nele. Fazer o que????

  4. Carlos Veloso Moura Rodrigues disse:

    Não se trata de justificar, mas a situação é complexa.
    Existia na área alerta de assaltos sendo executados com um carro idêntico ao que foi alvejado.
    A patrulha do exército não tem treinamento de policial, ele está para manter a ordem.
    Ao serem abordados, o pessoal do carro não parou, acelerou e saiu, não fez o solicitado pelo pessoal do exército e se deu o excesso de conduta.
    Agora os militares vão pagar pelo erro, provavelmente perderão a farda, sem impunidade, ao contrário do que se sabe todos os dias na vida civil quando os bandidos são presos, mesmo portando armas e fuzis.

    • Ceará-Mundão disse:

      Comentário de extrema lucidez. Aguarde as críticas (sem noção) dos radicais que detestam os militares e que vão tentar capitalizar essa desgraça, como sempre fazem.

    • Marcelo disse:

      O EB já se posicionou, afastou os Militares Corretamente e vai afastar (demissão) de todos, pois nós não compactuamos com o arbitrário, temos que cortar na carne para mostrar a população que não encobrimos nada e nem ninguém A VERDADE SEMPRE!

    • Carlos disse:

      Se um carro não para numa blitz merece ser explodido por um tiro de bazuca, num é não?

FOTO: Oitocentos militares do Exército realizam operação para garantir transferência de integrantes do PCC para penitenciária federal em Mossoró

Foto: Inter TV Costa Branca

Uma operação de segurança para a transferência de detentos para a Penitenciária Federal de Mossoró, na região Oeste potiguar, vindos de presídios em Presidente Venceslau e em Presidente Bernardes, no interior de São Paulo, conta com a presença de oitocentos militares do Exército brasileiro nesta quarta-feira (14)

A operação batizada de ‘Tranca Forte’, realiza a transferência de 22 presos, integrantes da facção criminosa PCC. Ainda não se sabe quantos virão nem quem são os presos.

Conforme decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, os militares devem permanecer em Mossoró até o dia 27, segundo publicação feita no Diário Oficial da União na edição desta quarta.

A Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia, também deve receber parte dos presos. E uma outra parte dos detentos segue para a Penitenciária Federal de Brasília, que fica no Complexo Penitenciário da Papuda.

Descoberta de plano de fuga

A transferência de integrantes do PCC ocorre após o governo paulista ter descoberto um plano de fuga para os chefes e ameaças de morte ao promotor que combate a facção no interior de São Paulo.

A facção atua dentro e fora dos presídios brasileiros e internacionalmente.

Com acréscimo de informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. justiceiro disse:

    Se o RN já ta uma merda, imagine com essa galera do PCC trazendo lucro e investimento para nós?!

  2. Manoel disse:

    Acho que o amigo Bruno lira não estendeu quem estava sendo transferido amigo trata se de uma organização criminosa que estava planejando o resgate de seu líder e iria gasta aproximadamente 100 milhões de reais deu para vc entender o porquê desse contingente das forças aramadas.

  3. Ricardo Carvalho disse:

    Imagine quando chegar o momento da transferência do mais perigoso de todos os chefes de organizações criminosas, Lula! kkkkkkkkkkkkkkk

  4. Bruno Lira disse:

    Um absurdo! Tudo isso para transportar bandidos? Meu Deus do céu. O presidente está tratando muito bem esses malfeitores.

    • Acorda Brasil disse:

      O que nobre amigo não entende é que o aparato é pensando, antes de tudo, considerando a segurança dos agentes públicos. O número de contingente é divulgado de propósito para desencorajar qualquer tentativa de resgate.

    • Valdemir disse:

      Verdade Bruno, milhares de pessoas nos corredores de hospitais, aguardando cirurgia, outras morrendo sem assistência por falta de recursos. Enquanto uns bandidos desses fazendo o estado gastar o suficiente pra diminuir o sofrimento de muitos. Algo tá errado, num caso desse em que o bandido jamais se corrigirá, o certo era jogá-lo numa jaula com leões ou jacarés famintos, se sobreviver, joga nos mares da Patagônia pra ver o que acontecerá.

FOTOS: Em despedida do Exército na cerimônia de Troca de Comando, general Villas Bôas, debilitado, chora e é abraçado por Bolsonaro

Foto: Marcos Corrêa/PR

O general Eduardo Villas Bôas chorou e foi abraçado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante a transmissão do comando do Exército, nesta sexta-feira (11), em Brasília. O general fez um discurso em que disse que 2018 foi ano “desafiador para as instituições e para a identidade nacional”. A cerimônia marca o início do comando do Exército sob o general Leal Pujol.

Após a leitura do discurso, Villas Bôas foi aplaudido de pé. O primeiro a levantar foi Bolsonaro, que lhe prestou continência e se aproximou para ouvir do general poucas palavras, em privado, e o abraçou.

Reprodução: TV UOL

O pronunciamento do agora ex-comandante do Exército foi concluído com “Brasil acima de tudo”. O brado é um dos símbolos de maior vibração e expressão entoado pelos integrantes da Brigada de Infantaria Paraquedista. O brado foi criado pelo movimento que ficou conhecido como Centelha Nativista, que teve atuação política durante a ditadura militar. Embora o movimento não exista mais, foi incorporado pelas organizações atuais e é associado à ideia de patriotismo e lealdade. Além disso, a frase foi parte do slogan da campanha de Bolsonaro em 2018.8 foi ano rico.

Com auxílio mecânico para respirar, Villas Bôas entrou no salão em uma cadeira de rodas, sendo deslocado por um ajudante. Ele discursou com um microfone preso à cabeça. O general tem uma doença neuromotora degenerativa.

Em posição de destaque na primeira fila no palco, Bolsonaro e o vice-presidente, Hamilton Mourão, sentaram-se entre o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, além dos comandantes do Exército.

Atrás deles, ficaram outros militares e ministros do governo Bolsonaro como o ex-juiz federal Sergio Moro, da Justiça e da Segurança Pública, e o general Augusto Heleno, do GSI (Gabinete de Segurança Institucional).

O ex-comandante fez uma declaração via Twitter após a cerimônia, dizendo ter sido “uma honra comandar uma das instituições em que o brasileiro mais confia e ter mantido elevada essa confiança”.

Antes da leitura da Ordem do Dia do general VIllas Bôas, o mestre-de-cerimônias anunciou que seriam prestadas honras militares ao presidente, agraciado nesta sexta com Ordem do Mérito Militar, grau grão mestre.

Esta é a mais alta medalha do Exército, recebida por generais do alto comando. Bolsonaro a recebeu porque, mesmo tendo chegado só até a patente de capitão, é agora o comandante-em-chefe das Forças Armadas.

A maioria das autoridades (inclusive civis) se virou para Bolsonaro em posição de continência. O presidente do STF, Dias Toffoli, no entanto, permaneceu parado na posição que estava.

Das 3 cerimônias de transmissão de cargo das Forças Armadas, a única que não teve discurso do novo comandante foi a do Exército. O general Edson Leal Pujou limitou-se a bradar “assumo o comando do Exército de Caxias”.

A cerimônia marca a terceira e última troca no comando das Forças Armadas. Na última sexta-feira (4), o tenente-brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermúdez tomou posse como comandante da Aeronáutica. Nesta quarta (9), foi a vez de o de almirante esquadra Ilques Barbosa Junior assumir a Marinha.

UOL

 

Decreto regulamenta a incorporação temporária de civis ao Exército

O presidente Michel Temer assinou o decreto que permite ao Exército incorporar em seu serviço ativo, em caráter voluntário e temporário, brasileiros com competência nas áreas de ciência e tecnologia, medicina e educação. O decreto está publicado na edição desta quinta-feira(2) do Diário Oficial da União.

O texto define que os profissionais devem ter “reconhecida competência técnico-profissional” ou “notória cultura científica” e ter experiência profissional em funções de nível correlato àquelas exigidas pelo serviço.

Haverá processo seletivo do qual podem participar pessoas que já integrem o Exército, na condição de aspirantes a oficial, reservistas, os homens dispensados do serviço militar obrigatório e as mulheres voluntárias. De acordo com o decreto, a incorporação será em caráter temporário e poderá durar até oito anos, ininterruptos ou intercalados.

Os aprovados serão integrados no posto de major. Além disso, serão compatibilizadas a atividade militar com as atividades civis que o aprovado desempenhe.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joao disse:

    Isso vai dar muita confusao.. o cara entra major, passando por cima de todos os postos de um concursado…. bizarro.

  2. Pedro disse:

    Cabide ????

    • Flauberto Wagner disse:

      E como é! Claro que tem muito haver com o atual movimento do engajamento de
      Militares na eleição que se avizinha, com isso foi aberto está Laguna nos quadros da corporação para acomodar os parentes do alto comando.
      É na verdade um novo trem da alegria, ou melhor, um tanque de guerra da alegria.

    • Pedro disse:

      A velha meritocracia 🙁

Tropa de choque para ações de alto risco no Rio é comparada a grupo do exército americano que matou Bin Laden

Uma tropa que recebe treinamento de alto nível, com sede em Goiânia, chegou ao Rio para ficar na linha de frente da intervenção federal na área da segurança pública do estado, sob o comando do general Walter Souza Braga Netto. Na caserna, entre os militares, seus integrantes são chamados de “fantasmas” por atuarem nas sombras, em operações sempre cercadas de sigilo. O Batalhão de Forças Especiais do Exército conta com aproximadamente 2 mil homens.

Não raro, eles são comparados aos Navy Seals da Marinha americana, que mataram Osama bin Laden no Paquistão em 2011. Esses militares, preparados para ações antiterror, têm nas mãos uma missão muito difícil: expulsar o tráfico e as milícias de algumas favelas cariocas.

Coronel da reserva e ex-integrante das Forças Especiais, Fernando Montenegro coordenou a ocupação do Complexo do Alemão, em 2010. Ele explica que o grupo tem um nível de preparo muito superior à média da tropa do Exército. Além de táticas de guerrilha, os “fantasmas” aprendem estratégias de combate à criminalidade urbana durante o período de formação: fazem treinamentos com oficiais do Bope da PM e com militares de unidades especiais de outros países.

É por isso que se espera, nas ruas, um resultado muito diferente dos obtidos até agora pelas operações de Garantia da Lei e da Ordem no Rio. Os integrantes das Forças Especiais passam por um rígido processo de seleção no Forte Imbuí, em Niterói, antes de seguirem para um mínimo de cinco anos de preparação em Goiânia.

— É incomparável a qualidade deles. Eles alcançam uma qualificação extrema não só em nível tático, recebem treinamento de ponta para ações de alto risco em áreas urbanas. Trabalham com inteligência e entendem como funcionam as forças de sustentação de uma guerrilha — afirma Montenegro, acrescentando que a formação visa, em condições normais, a proteger o país contra invasões. — É um treinamento que capacita o militar a suportar situações extremas. Cada integrante das Forças Especiais tem um nível de conhecimento que o permite planejar sabotagens em grandes instalações e até produzir explosivos de forma improvisada.

O símbolo das Forças Especiais foi criado para passar a imagem de que seus homens são os mais temidos do Exército. No brasão dos FEs, como são chamados, aparece uma mão empunhando uma faca. Não por acaso, ela está com uma luva, referência às ações sempre discretas, que não deixam rastros. A lâmina está manchada de vermelho. Até mesmo o fundo do desenho, na cor preta, tem um significado: a tropa, preferencialmente, age à noite. O primeiro grupo de FEs desembarcou no Rio no último dia 16, e, na madrugada de sexta-feira, fez uma incursão à Vila Kennedy antes da chegada de 3 mil homens do Exército à comunidade.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Paulo disse:

    BG.
    Bandido tem que ser tratado como bandido e fim de papo. Esse mimimi de defensores de bandidos tem que nem ser comentado. AÇÃO JÁ.

  2. Beto Paraíba disse:

    Desejo q os marginais sejam exterminados! Força Fantasmas!

  3. Só Deus na causa disse:

    Pra quê tudo isso se os direitos dos manos, a OAB, o MP e a justiça não permitiram nenhuma ação que constranja a bandidagem ser realizada. Essa intervenção será apenas um faz de conta, pois aqui nesse país de M… quem tem vez e quem manda é a bandidagem.

  4. Silva disse:

    Desejo que todos tenham sucesso na missão.

  5. Carlos Apolinario disse:

    Tem o mesmo nivel dos SEALs? Kkkkkkkkkkķkkkkkkkkkkkkkkkklkkkkkkkkklkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk É igual ao Bento Carneiro, vampiro brasileiro.

  6. Avelino disse:

    Eita, um monte de comentarista ficou excitado, kkkk.

FOTOS: Exército chega em Natal

Fotos: ZP BG

Chegada do Exército em Natal na manhã desta sexta-feira(20) para reforço da segurança nas principais vias da capital diante de ataques criminosos orquestrados por facções.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FABIO disse:

    Por acaso o Governo e seus assessores pensam que o Exército será "o salvador da pátria"? Alguém pode me responder pra que serve o exército daqui de Natal, instalado na Hermes e em Nova Descoberta? Serve só pra decoração é? Não entendi mesmo porque vem um exército de fora, em uma operação caríssima, talvez muito mais cara que se fosse construir outro presídio.

  2. BarbyBarby disse:

    Não entendi a chamada da materia: exército chega a Natal. E por acaso aqui não tem vários batalhões do Exército Brasileiro? Isso é uma palhaçada….

  3. Marcelo disse:

    E as fotos, foram roubadas também pelo PCC?

    • SANDRO disse:

      GOVERNO ESTÁ NEGOCIANDO COM OS LÍDERES, IMPLORANDO PARA LIBERAREM KKKKK