[FOTO] Ressocialização: Detentos de Alcaçuz constroem horta orgânica

Quem chega a Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, se depara com uma paisagem diferente, uma iniciativa dos apenados, transformou a área livre que ficava na frente da unidade em uma horta orgânica.

O projeto foi idéia do detento Eduardo de Oliveira Kolesne, mais conhecido como gaúcho, que tem dois anos de curso de agronomia. “Eu conversei com o subtenente L. Soares sobre a horta, ele perguntou se eu sabia como fazer. Quando eu disse que sim, e ele disse para começar a fazer e projeto está dando certo.”

O trabalho começou a cerca de três meses, apoiado pelos polícias do 4º batalhão de guarda.  São 10 presos trabalhando na horta atualmente, que tem como vantagem a redução da pena, para cada três dias trabalhados no cultivo de hortaliças é reduzido um dia de pena.

Com o material proveniente de doações hoje são produzidos: cinco tipos de alface, dois tipos de couve, cenoura, tomate, pimentão, coentro, cebolinha, macaxeira, feijão verde e milho.  A horta, abastecida por um poço de 105 metros de profundidade, serve apenas para consumo interno no presídio. A previsão é expansão do espaço cultivado em breve para ocupar toda área frontal do presídio.