Geral

FOTOS: Superlotação no centro cirúrgico do Hospital Santa Catarina na Zona Norte

Fotos: Cedidas

O Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, amanheceu com os corredores do centro cirúrgico lotados – todos os leitos do CRO (centro de recuperação operatória).

De acordo com denúncia enviada ao Blog, no meio desta super lotação., há um recém nascido em respirador mecânico dentro do CRO aguardando vaga de UTI em estado grave.

A denúncia ainda diz que o número de médicos dentro da unidade é insuficiente para atender os pacientes.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Bolsonaro sobre eleitor do PT: “Quer que ladrão volte a comandar país”

Imagem: reprodução/Facebook Jair Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), criticou o eleitor que deseja votar em Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República em 2022. Durante live, realizada nesta quinta-feira (25/11), o chefe do Executivo Federal culpou os governos do PT pelo alto preço da gasolina no país.

Ao anunciar o investimento de R$ 6 bilhões para terminar a refinaria da Petrobras em Abreu e Lima (PE), pivô de escândalo da Operação Lava Jato, Bolsonaro afirmou os governos petistas iniciaram a construção de três refinarias, duas no Nordeste e uma no Sudeste, mas não as concluiu. Isso, segundo Bolsonaro, estaria gerando um prejuízo de R$ 90 bilhões.

“Vocês devem se lembrar no passado, aquele cara que pensa no povo, né? Aquele que não tinha um dedo. Ele começou a fazer três refinarias no Brasil. Não terminou nenhuma. Sabe quem tá pagando essa conta? Você. Você que vai abastecer seu carro”, disse o presidente.

Ele ainda criticou o posicionamento político de quem optar pelo PT em 2022. “Tem gente que tá pagando essa conta e quer que o ladrão volte para comandar o Brasil e volte a lotear a Petrobras. Impressionante o que passa na cabeça do povo. Mas se é essa a vontade do povo, sejam felizes. Bastante”, concluiu.

Com informações de Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Ambiente

Reservas hídricas estaduais acumulam quase 40% da sua capacidade total

Foto: Ascom/Igarn

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares.

O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (25), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN, atualmente, acumulam 1.743.179.584 m³, correspondentes a  39,83% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.130.607.589 m³, correspondentes a 47,64% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³.

Segunda maior barragem do RN, Santa Cruz do Apodi acumula 218.563.510 m³, equivalentes a 36,44% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³.

A barragem Umari, localizada em Upanema, acumula 173.029.918 m³, correspondentes a 59,09% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn que ainda estão com mais de 70% da sua capacidade, são: o açude público de Encanto, com 72,41%; o açude Flechas, localizado em José da Penha, com 75,21%, o açude Santana, localizado em Rafael Fernandes, com 77%; Riacho da Cruz II, localizado em Riacho da Cruz, com 77,45%; o açude Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, que está com 75,33%; o açude Rodeador, localizado em Umarizal, que está com 70,23%; e o reservatório de Marcelino Vieira, que está com 70,12%.

O açude Tourão, localizado em Patu, entrou em volume morto. O manancial acumula, atualmente, 436.168 m³, correspondentes a 5,46% da sua capacidade total, que é de 7.985.249 m³.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 20.278.226 m³, correspondentes a 36,97% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³.

O açude Beldroega, localizado em Paraú, acumula 3.674.379 m³, equivalentes a 45,6% da sua capacidade total, que é de 8.057.520 m³.

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 5.248.917 m³, percentualmente, 11,82% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³.

Os mananciais monitorados pelo Igarn que estão em nível de alerta, com volumes inferiores a 10% da sua capacidade, atualmente são 10: Brejo, localizado em Olho-d’Água do Borges, com 9,8%; Tourão, localizado em Patu, com 5,46%; o Caldeirão de Parelhas, localizado em Parelhas, com 6,23%; o açude público de Cruzeta, com 2,83%; o açude Itans, localizado em Caicó, com 1,25%; o Zangarelhas, localizado em Jardim do Seridó, com 1,2% e o Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,07% da sua capacidade.

Os açudes monitorados pelo Igarn que estão secos são: Inharé, localizado em Santa Cruz e o Trairi, localizado em Tangará.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF reabre inquérito sobre facada em Bolsonaro para investigar financiamento da defesa de Adélio

Imagem: reprodução/YouTube

A Polícia Federal reabriu a investigação que mira Adélio Bispo, autor da facada no então candidato Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018.

A retomada vem após o Tribunal Regional Federal da 1ª Região autorizar a investida contra Zanone Manuel de Oliveira Júnior, um dos advogados de Bispo e alvo de busca e apreensão em dezembro de 2018.

O delegado Rodrigo Morais Fernandes vai analisar os dados bancários e o conteúdo do celular apreendido com o defensor para avançar na última lacuna do caso, sobre se houve mandante para o ataque contra Bolsonaro.

A PF espera, a partir da análise dos dados, ter respostas definitivas sobre porque ele assumiu o caso uma vez que Bispo não tinha condições financeiras para manter pagá-lo. ​

O objetivo é apurar se Oliveira Júnior recebeu de terceiros para assumir a defesa ou seu interesse era apenas midiático, por se tratar de um processo que daria visibilidade ao advogado.

A investigação sobre a atuação do advogado estava parada desde março de 2019, quando o TRF-1 acatou liminarmente um pedido da OAB cujo argumento era a suposta violação do sigilo funcional da defesa.

No último dia 3 de novembro, a 2ª seção do tribunal suspendeu a liminar por 3 votos a 1.

FolhaPress

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Fátima torna de utilidade pública a Capelania Evangélica Saqueando o Inferno

Foto: Pedro Stropasolas

A governadora Fátima Bezerra reconheceu como de Utilidade Pública a Associação Capelania Evangélica Saqueando o Inferno – CAESI.

O reconhecimento foi feito ao sancionar a Lei nº 11.019, publicada no Diário Oficial (veja aqui) desta quinta-feira (25).

A propositura foi do deputado estadual Kelps Lima.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministro da Justiça rejeita sugestão da Anvisa e diz que Brasil não exigirá comprovante de vacina a viajantes

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a exigência da vacina contra a Covid-19 para a entrada no Brasil, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, declarou à imprensa que o governo federal descarta a ideia. Segundo Torres, a medida não é necessária porque a vacina “não impede a transmissão da doença”. É ele, junto com outros dois ministros (Marcelo Queiroga, da Saúde, e Ciro Nogueira, da Casa Civil), quem determina as regras de controle de fronteiras durante a pandemia do coronavírus.

A Anvisa divulgou duas notas técnicas nesta quinta-feira, 25, recomendando a exigência da vacina para a entrada de viajantes. Em uma delas, que aborda a entrada por terra, a autarquia recomenda a liberação de estrangeiros que completaram o ciclo vacinal há pelo menos 14 dias. Hoje, o país não permite a entrada de pessoas de outros países por rodovias ou quaisquer outros meios terrestres. Os não vacinados, caso queiram adentrar em território nacional, devem utilizar o modal aéreo, em que os controles são mais adequados”, pede a Anvisa. A única exceção é para os profissionais envolvidos na atividade de transporte de cargas, que permanecem isentos da cobrança de vacinação e de testes de diagnóstico.

Na outra nota, que fala sobre transportes aéreos, a agência pede a revisão da política de fronteiras brasileira, “especialmente para a inclusão da cobrança de prova de vacinação”. A ideia é “estimular que o Brasil não se torne um dos países de escolha para os turistas e viajantes não vacinados”. A Anvisa cita quatro medidas a serem adotadas para mitigação do risco de transmissão e agravos à saúde em decorrência do transporte internacional de viajantes pelo modal aéreo: vacinação completa, testagem para vacinados e não vacinados, autoquarentena para não vacinados e declaração de saúde para todos os viajantes. A agência recomenda que sejam aceitos apenas imunizantes aprovados pela própria autarquia ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Jovem Pan

Opinião dos leitores

  1. O negócio é encher os bolsos de empresários do setor hoteleiro, depois contamos os mortos. Esse governo quer ver a desgraça do povo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI DA COVID: Testemunha recebeu R$ 2,5 milhões para desenvolver respirador para Hempcare que atenderia demanda do Consórcio Nordeste

Foto: Eduardo Maia

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa se aproxima do término de seus trabalhos e, nesta quinta-feira (25), ouviu mais três pessoas, sendo um investigado e duas testemunhas sobre contratos investigados pela comissão. Entre os ouvidos estava o engenheiro Antônio Carlos Alvares Fasano, que falou como testemunha sobre o contrato do Consórcio Nordeste.

No depoimento, o engenheiro e empresário confirmou que havia sido contratado para desenvolver um respirador pulmonar para a Biogeoenergy, que venderia os equipamentos à Hempcare para atender demanda do Consórcio Nordeste.

Segundo o depoimento de Fasano, que não é investigado pela CPI e não tem quaisquer acusações contra ele, a empresa Biogeoenergy buscou seus serviços para o desenvolvimento de um respirador pulmonar de baixo custo e que pudesse ser utilizado para o tratamento da covid-19.

O serviço consistia em desenvolver e fornecer a tecnologia para viabilizar o novo ventilador, cedendo ainda cinco protótipos e treinando equipe de engenheiros que daria continuidade à produção dos equipamentos na sede da empresa, em Araraquara (SP). Inicialmente, ele recebeu R$ 500 mil, mas o primeiro protótipo precisou ser aperfeiçoado.

De acordo com o que disse à CPI, a mudança no protótipo precisou ocorrer para que o equipamento atendesse às especificações que viabilizaria a utilização dos respiradores para outros casos que não fossem a covid-19.

O valor inicial era de R$ 8 mil e, com as mudanças implementadas após estudos e trabalho de sua empresa, o custo ficaria em R$ 15 mil. Pelo serviço e para a compra de novas peças, Fasano disse ter recebido outro adiantamento no valor de R$ 2 milhões da Biogeoenergy.

Segundo o presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade), os custos dos aparelhos ao Consórcio Nordeste seriam 10 vezes maiores do que os gastos com a produção. A testemunha confirmou que representantes da Hempcare, empresa que firmou contrato com o Consórcio Nordeste para a aquisição de 300 respiradores oriundos da China, acompanharam parte do desenvolvimento do protótipo.

A fabricação, porém, sequer chegou a ser iniciada porque houve a “Operação Ragnarok”, apreendendo os equipamentos na fábrica da Biogeoenergy e apurando possível fraude envolvendo a Hempcare.

“Os respiradores não existiam. Sendo desenvolvido, eles custariam ao povo do Nordeste dez vezes mais do que o seu custo”, resumiu Kelps Lima.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Ambiente

Lagoa do Bonfim atinge 46% de sua capacidade. A pior situação dos últimos anos

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 39.128.103 m³, percentualmente, 46,43% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³. É a pior situação dos últimos anos.

Os dados são do Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (25), indica que as reservas hídricas superficiais totais do RN.

Outras lagoas monitoradas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 8.655.944 m³, correspondentes a 78,55% da sua capacidade total, que é de  11.019.525 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 8.939.984 m³, correspondentes a 80,72% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Força-Tarefa da PF e Polícia Civil prende homens acusados de roubo e violência doméstica em Mãe Luiza

Foto: reprodução

Dois homens foram presos nesta quinta-feira (25) em Mãe Luiza na 2ª Fase da Operação Faros. Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva. Um homem de 23 anos, acusado de roubo e outro, de 36 anos, suspeito da prática de crime de violência doméstica.

Os presos foram encaminhados ao sistema prisional, à disposição da Justiça. Um terceiro homem, de 27 anos, foi detido portando pequena quantidade de drogas, contra quem foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e, em seguida, liberado. Além das prisões, foram cumpridos outros cinco mandados de busca e apreensão na região.

A operação foi resultado de uma ação da Força-Tarefa SUSP do Ministério da Justiça e Segurança Pública (FT SUSP/RN-SEOPI/MJ), instalada na Superintendência da Polícia Federal em Natal, com apoio de policiais civis do 4º Distrito Policial de Natal, Polícia Penal, Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC), Delegacia Especializada em Assistência ao Turista (DEATUR), Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), 2º Distrito Policial de Parnamirim, 2º Distrito Policial de Natal e da Delegacia Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Com 100% de sucesso no pré-lançamento, Ecomax antecipa em um ano 2ª etapa do Condomínio Vila do Alto

A Ecomax lançou oficialmente ao mercado o seu mais novo empreendimento de alto padrão na área que mais se valoriza na Grande Natal: o Vila do Alto Residence. Ainda na fase do pré-lançamento, os lotes da 1ª etapa foram 100% vendidos e por isso a Ecomax decidiu antecipar agora em um ano o lançamento da 2ª etapa do empreendimento. O lançamento da 2ª etapa Alto será dia 27 de novembro. O atendimento aos clientes será feito no Gérbera Recepções (Rua Ingazeira, 204 – Nova Parnamirim), nesta sexta-feira, a partir das 9 horas, por ordem de chegada. Interessados podem antecipar fazendo o cadastro aqui: https://podio.com/webforms/26902163/2055758

O Vila do Alto é a nova aposta da Ecomax no segmento de condomínios fechados, na mesma região de outros empreendimentos de sucesso do grupo, como a Cidade dos Bosques. É uma oportunidade para quem quer morar ou investir num ativo de valorização certa, construído por uma das mais tradicionais construtoras potiguares. O projeto é de alto padrão e preço acessível, com unidades a partir de 200,6 metros quadrados e 12 metros de frente. O empreendimento conta com piscinas adulto e infantil, sauna, playground, salão de festas climatizado, espaço kids, academia, espaço pet, área gourmet com churrasqueira, infraestrutura de esporte, quadra de beach tênis, quadra poliesportiva, minicampo, espaço de jogos. Tudo isso com segurança 24 horas, perto de shoppings, supermercados, escolas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 303 óbitos e 12.126 mil casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (25):

– O país registrou 303* óbitos nas últimas 24h, totalizando 613.642 mortes;

– Foram 12.126 novos casos de coronavírus registrados, no total 22.055.238.

*Foram acrescentados 116 óbitos represados em SP.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 214, e a média móvel de novos casos é de 9.325.

O Ministério da Saúde calcula que 21.275.209 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 166.387 seguem em acompanhamento.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *