Funcionária de lotérica do Hiper Bompreço é vítima de golpe

Quem passou na frente do hipermercado Hiper Bompreço, da avenida Prudente de Morais, notou uma forte presença policial. Todos tinha sido acionados para evitar um suposto assalto a casa lotérica que funciona dentro do centro comercial, mas tudo não passou de um golpe contra  funcionária da lotérica, que terminou no prejuízo.

De acordo com informações apuradas pelo blog, no meio da tarde, a funcionária que teve o nome preservado recebeu uma ligação com um DDD de fora do estado exigindo o depósito de R$ 9 mil em uma conta sob a ameaça de que uma das pessoas da fila de apostas e pagamento estaria armada.

Com medo, ela passou a fazer os depósitos de R$ 1 mil ao mesmo tempo que escreveu um bilhete para um amigo informando da possibilidade de pessoa armada. Essa pessoa, terminou acionando a polícia, que rapidamente montou um cerco no local.

Mas após uma varredura e ainda uma análise prévia das imagens os policiais terminaram constatando que tudo tinha sido um golpe contra a funcionária. Ninguém armado foi encontrado dentro dentro do hipermercado ou visto sob atitude suspeita.

Não se sabe quanto foi depositado na conta dos golpistas e nem como eles conseguiram o telefone da moça. Após o episódio, a lotérica fechou as portas. A Polícia Civil deve investigar o caso.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Melo disse:

     Bruno,também já fui vítima aqui em São Paulo deste golpe em 2008! Me ligaram de um número não identificado,falando para eu depositar 20 mil reais urgentemente,pois já estavam em posse dentro do porta-malas do carro,com o meu filho mais novo Bruno,hoje com 22 anos. Por coincidência, eu estava na hora dentro de uma agência bancária e eles falaram que estavam do lado de fora da agência me aguardando.Fui à loucura! O segurança do Banco percebeu a minha aflição e desespero e chamou o Gerente que prontamente veio me socorrer. Falei discretamente o que estava ocorrendo e ele me ajudou em por seguranças disfarçados na calçada do banco e a localizar meu filho,que já estava chegando em casa….SALVO! Não sei como eles conseguem nossos números de celulares e muitas vezes eles jogam em acertarem os lugares em que nos encontramos no momento. Foi o maior desepero que já passei na minha vida! Só em pensar…
    Beijos,
    Luciana Melo

COMENTE AQUI