DRAMÁTICO: Transferência de recursos para o RN não será mais por medida provisória

O aporte de R$ 600 milhões que o governo federal se comprometeu a fazer para o Rio Grande do Norte não deverá mais se efetivar através de Medida Provisória.

A MP seria realizada nesta semana e os recursos estariam disponíveis nos próximos dias. O recuo ocorre após o MP de Contas da União apresentar objeção.

Apesar disso, o governo federal mantém o compromisso de aportar recursos, o que será feito através de outras formas que não uma MP.

Segundo apuramos, mesmo apesar dessa dificuldade a mais o governo deverá manter as datas com novembro pago integralmente até o dia 29, o décimo pago até 10 de janeiro e o salário de dezembro quitado até 30 de janeiro.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Viana disse:

    Porque foi indiferente no Rio de Janeiro

  2. francisco jose disse:

    Já que o governo Federal não vai mais emprestar os 600 milhões para o Estado, porque o TJRN não empresta, já que tem mais de 500 milhões em caixa e todo esse dinheiro foi repassado pelo e Estado para cobrir despesas dos marajás do Estado

  3. Ermerlino disse:

    Quem imaginou que nunca haveria governo pior que o de Rosalba quebrou a cara.

  4. Josué Ribeiro dos Santos disse:

    Isso já está virando uma bagunça estao fazendo os funcionários públicos do estado de palhaço.

  5. Maurilio disse:

    É uma vergonha esse País esses politicos com o judiciario estão acabando, destruindo uma nação de onde já se viu vc trabalhar e não receber o seu salário que é o minimo do direito para a sua sobrevivência.

  6. RN no sono profundo disse:

    Mais de 20 meses pagando atrasado, é mais do que suficiente para entender que o pior só estar por vir!

    Ficar sem décimo era só questão de tempo.

    Ano que vem já será certo não existir o décimo, porém TEREMOS ELEIÇÃO, e em 2018 muitos PODERAM CAIR FORA DA FOLHA DO ESTADO, só depende de vc servidor humilhado, vc que não tem aumento há 3 anos, que recebe atrasado há 20 meses e que agora PASSOU SEU PIOR NATAL sem dinheiro, ceia e presentes.

  7. Antônio Braga de Almeida disse:

    Concordo em gênero, número é grau com o comentário do Francisco Alves. O governador vai tirar dinheiro de qual conta pra manter as datas de pagamento sem o dinheiro do federal?

  8. Rodrigues disse:

    Infelizmente isso é brasil escrito com letra minúscula. Até a honestinade foi embora dele e ninguem sabe pra onde. O povo só serve para eleger esses corruptos canalhas e após a eleiçao continua passando fome. Mais como o povo pode reclamar de corrupçao se é ele mesmo que começa quando vende seu voto? Infelizmente sofremos tambem as tristes consequencias desse asnos mas, o povo tem o governo que merece.

  9. Wildemark Araujo disse:

    “`Nós servidores atravessamos um momento difícil, trata-se da subsistência familiar, eu me encontro péssimo com moral baixíssima e tem outros ainda pior, espero que essa situação tenha uma revirada urgente, porque não sei por quanto tempo ainda poderemos suportar“`

  10. Francisco Alves disse:

    Espera aí: Se sem a ajuda federal o governo anuncia que vai manter os prasos para pagamento dos salários dos servidores ativos e inativos, da forma e nas datas que foram divulgadas, então gente, estamos vivendo uma fraude! Isso significa que esse vigarista (governador) não está pagando nossos salários em dia porque não quer. Ele anunciou que com o repasse federal pagaria o salário de novembro até o dia 29.12, e que o décimo pagaria até 10.01, e o mês de dezembro pagaria até 30.01, então pessoal estamos vivendo um conto do vigário, posto que, mesmo sem o repasse o governo manteve o calendário! Ou seja, a atualização dos nossos salários, com ou sem
    repasse é uma questão de vontade política. O fato é que estamos (nós servidores) sendo usado como massa de manobra e moeda de troca pelo governador, para arrecadar fundos para o RN. Até aonde vai a maldade humana…

  11. Leni de azevedo disse:

    O certo era pra pagar dezembro na data certa e não no final de janeiro.

  12. Eleonora disse:

    Chamando dezembro de décimo, dezembro de janeiro, assim fica sempre um mes empurrado fora do nosso bolso – fora os enormes atrasos – a população já desesperada, vê as notícias e só piora a situação – Governo larga a ceia a farta e vai dar uma nota ao povo…….

  13. Lorena disse:

    Vai quebrar a cara dos deputados e senadores, que trabalharam contra nós funcionários, agora votem nestas belezura

  14. Goretti Moura disse:

    O meu Deus é o Deus do IMPOSSÍVEL. NADA TEMEREI!

  15. Carlos Marcelo da Silva disse:

    Essa justiça brasileira, melhor dizendo injustiça brasileira não está nem aí para os servidores, aposentados e pensionistas, por que veta uma ajuda através de medida provisória é uma falta de humanismo só pode ser gente querendo aparecer, quando o salario deles esta atrasado num instante eles inventam um mandado de segurança para que possam receber seus vencimentos que vergonha, Brasil país da " injustiça "

  16. proberto disse:

    E essa verba virá através de qual fonte agora?

  17. Cláudio Barbosa Gomes de Souza disse:

    A expectativa criada com o anúncio das datas para pagamento do executivo, trouxe alívio a milhares de famílias e qualquer mudança seria um desastre.
    Mas como tudo a ser feito a um Estado pequeno, parece necessitar de extremo esforço.
    O governador vem sendo criticado, não entrarei nesse mérito, mas nessa situação específica o mérito é dele. Quanto aos demais pagamentos, a resposta será encontrada no futuro.
    Mesmo assim, a crise do RN parece ser do executivo e do governador, já que os demais poderes e a classe política estadual não tem a menor preocupação e comprometimento com a fato.

  18. Eduardo Mendes disse:

    Kkkkkkkkk
    Eita Perucão!!!!!!!

  19. Sandro marcelo disse:

    Vamos governador avante

  20. Régio disse:

    E Janeiro paga em fevereiro? Vai continuar o atraso!!!!!

  21. Clodoaldo disse:

    Não entendi.
    Os atrasos continuarão com a mesma frequência apesar do aporte de verbas federais?

COMENTE AQUI