MP investiga transportadora de resíduos sólidos

A 41ª Promotoria de Justiça de Natal instaurou Inquérito Civil Público para investigar  a transportadora de resíduos sólidos Limp Express. De acordo  com denúncia oferecida pelo IDEMA à Promotoria de Justiça, a empresa estaria despejando resíduos sólidos em locais não autorizados e em outros Municípios.

O Promotor de Justiça João batista Machado Barbosa oficiou à URBANA e ao IDEMA requerendo, no prazo de 60 dias, a instauração de procedimentos administrativos de competência das referidas Instituições, o qual avalie a idoneidade e qualificação técnica da Limp Express.

João Batista determinou ainda o encaminhamento de cópias da denúncia oferecida pelo IDEMA para as Promotorias de Justiça das Comarcas de Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Macaíba,  para que os representantes do MP destas Comarcas tomem as medidas judiciais, cíveis e criminais cabíveis contra a Limp Express e empresas geradoras de lixo co-autoras.