Planilhas indicam suspeita de desvios de R$ 400 mil em contrato da Fifa Fan Fest em Natal em 2014

Fan Fest é objeto de investigação

O Ministério Público do Estado abriu uma frente de investigação para apurar o teor do que foi obtido em planilhas obtidas nas operações Manus e Cidade Luz referente à prestação de contas do contrato da Fifa Fan Fest em 2014.

Os documentos em poder do MP e obtidos pelo BlogdoBG indicam o repasse de R$ 400 mil a um destinatário identificado como “Fornecedor Natal”. O dinheiro foi repassado em quatro parcelas de R$ 100 mil.

Por outro lado, no entanto, não há discriminação de serviço prestado correspondente e a promotoria suspeita, já tendo colhido depoimentos, de que se trata de repasses de propina a auxiliares do primeiro escalão da gestão de Natal em 2014.

A Promotoria de Justiça está intrigada com uma documentação descoberta no desenrolar da ‘Operação Cidade Luz’, que apura fraudes na Secretaria de Serviços Urbanos.

O contrato da Fan Fest foi feito através de regime diferenciado de contratação entre a Secretaria Municipal de Obras (Semopi) e a empresa Prática Serviços de Evento LTDA ao custo de R$ 6,4 milhões.

Os altos valores com regime de contratação diferenciados chamaram a atenção à época do Ministério Público de Contas, que pediu investigação alegando que a soma era em gastos de logística e eventos sem deixar legado algum para a população.

Se as suspeitas de desvios da promotoria se confirmarem, pelo emaranhado de personagens que poderá ser lançado em denúncias, o caso promete pontencialidade de escândalo tão vasto quanto a própria Operação Cidade Luz.

Contatado pelo blog, o proprietário da Prática, Bruno Melo, informou que não tinha conhecimento dessa investigação, e que esse contrato na época do serviço ja tinha sido motivo de investigação tanto pelo MP, como pelo TCE e nada foi encontrado de irregularidades.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio Dias disse:

    Esse fato é mais um "Legado da Copa".

  2. Naria disse:

    IMORAL!!! As nossas DIÁRIAS OPERACIONAIS NÃO FORAM PAGAS

  3. carlos cunha disse:

    Bom é a eficiência deste MPRN. Exatamente 4 anos para "descobrir" um roubo desse tamanho numa festa que envolveu milhões. Brincadeira

Ministra do STF determina à PF diligências contra Agripino; veja quais

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, determinou uma série de diligências, a pedido da Procuradoria Geral da República, no inquérito que apura se o senador José Agripino empregou de forma irregular servidor em seu gabinete. A PRG aponta lavagem de capitais e peculato. O senador nega veementemente as acusações.

As diligências servirão para confirmar ou rechaças as suspeitas da PGR, segundo quem o senador empregou servidor que não trabalhou, mas sacou o dinheiro e depositou em conta atribuída a um primo de Agripino. Entre as diligências, a ministra Rosa Weber determinou que Polícia Federal proceda ao depoimento de dois funcionários da Drogafarma.

Lotado em 2009 no gabinete do senador Agripino Maia, Victor Neves Wanderley afirmou à Polícia Federal que, apesar de receber salário no Senado, nunca trabalhou na Casa, mas sim na farmácia de seu tio, conforme esta reportagem da Folha de S.Paulo.

A ministra ordenou que sejam agora ouvidos dois funcionários da farmácia para atestarem ou não a condição de gerente ou funcionário de fato de Victor Neves.

Também determinou que sejam ouvidos dois vizinhos do escritório do senador em Natal para indicar a rotina e frequência de Victor Neves e mais duas pessoas: Ivanaldo Maia e Nísia Navarro.

Outro lado

Até a publicação desta reportagem, a assessoria do senador Agripino Maia não retornou o contato.

Sobre o assunto, anterioremente, Agripino disse que não há funcionário fantasma em seu gabinete: “Absolutamente”. “Não, não tenho nenhum conhecimento sobre esse assunto”, afirmou o parlamentar.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio disse:

    A turma do PT afogada no mensalão e no petrolão vai à loucura…

  2. Atento disse:

    TÁ CHEGANDO A HORA……

  3. Potiguara disse:

    Um dos piores

  4. Aldair da Silva disse:

    Normal …..

Filho de ministro do TCU é alvo da 45ª fase da Lava-Jato

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira a 45ª fase da Lava-Jato, chamada Operação Abate 2. Na mira está o advogado Tiago Cedraz, filho do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz. Ele é alvo de mandados de busca e apreensão e também foi intimado a depor na PF. Os mandados de busca e apreensão são cumpridos nas cidades de Salvador (BA), Brasília e Cotia, na Grande São Paulo.

Segundo as investigações foram identificados novos interlocutores que ajudaram a beneficiar a empresa americana Sargeant Marine, fornecedora de asfalto para a Petrobras. Eles seriam dois advogados que teriam ajudado o esquema e teriam recebido comissões em contas na Suíça. Também teria sido detectada a participação de um ex-deputado federal e uma assistente dele no esquema, que desviou recursos da estatal.

O advogado Tiago Cedraz foi citado pela primeira vez na Lava-Jato pelo empresário Ricardo Pessoa, da ex-presidente da UTC Engenharia. Ele afirmou em depoimento à Lava-Jato que obtia informações privilegiadas no TCU sobre seus contratos com a Petrobras, sendo o advogado seu intermediário.

O empresário entregou à Procuradoria-Geral da República (PGR) tabela com anotações de pagamentos de R$ 2,2 milhões ao filho do então presidente da Corte, Tiago Cedraz. Parte dos valores teria sido paga em espécie. No fim do ano passado, a Polícia Federal pediu a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Aroldo Cedraz, por suspeita de corrupção e tráfico de influência.

A PF descobriu vários telefonemas do escritório de Tiago Cedraz para o gabinete de outro ministro do TCU, Raimundo Carreiro, mas o ministro argumentou isso não significava que as ligações eram dirigidas a ele ou que praticou alguma irregularidade.

O GLOBO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romualdo disse:

    Não foi esse Ministro que respaldou a teoria mirabolante das "Pedaladas Fiscais" de Dilma?

CNJ decide investigar folha de salários de juízes de todo o país

A presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, decidiu que o órgão vai investigar a folha de pagamentos de todos os magistrados do país. De acordo com portaria publicada hoje (18) pelo CNJ, os tribunais de Justiça de todos os estados deverão enviar mensalmente ao conselho cópias do contracheque dos magistrados cinco dias após a liberação do pagamento.

A medida foi tomada após o surgimento de suspeitas de irregularidades a 84 juízes do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT). O caso veio à tona após a imprensa publicar que um dos magistrados recebeu R$ 503 mil em julho. Diante do fato, o conselho determinou a suspensão imediata de novos repasses.

Segundo o TJ do Mato Grosso, os pagamentos foram amparados em decisão do CNJ. O juiz Mirko Vincenzo Giannotte, um dos magistrados beneficiados por um pagamento de R$ 503 mil, disse que os valores foram recebidos como compensações legais por ter atuado por dez anos em comarcas maiores da que está lotado.

“A partir do mês de setembro de 2017 todos os tribunais do país submetidos ao controle administrativo do Conselho Nacional de Justiça encaminharão, até cinco dias após o pagamento aos magistrados, cópia da folha de pagamentos realizados para divulgação ampla aos cidadãos e controle dos órgãos competentes e para controle da regularidade do orçamento e finanças de cada qual dos Tribunais pelo Conselho Nacional de Justiça”, diz a portaria do CNJ. Conforme a nova norma, o CNJ vai divulgar em seu site todos dados sobre a folha de pagamento dos magistrados do país.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Segura pêão disse:

    Os políticos dão de um lado o judiciário e o MP dá do outro, só o Brasil pra aguentar com uma exploração dessas…É imoral!

  2. Segura pêão disse:

    Esse tal de TETO é uma verdadeira PALHAÇADA!!! Nós cidadãos somos verdadeiros palhaços pra esse povo! Tão nem pra população.

  3. Val Lima disse:

    Homi…..!!!!!!

  4. Paulor disse:

    Finalmente apareceu alguém de coragem para abrir essa caixa preta do judiciário 👏👏👏 onde usam de vários artifícios para aumentar o salário

  5. Blue disse:

    Falta a Sra Ministra determinar q o Sr Fux coloque o caso do auxilio moradia para julgamento, já q imoralmente é pago por liminar até hj e a nobre presidente nada fez.

  6. Blue disse:

    Correto! Subsídio é subsídio, não pode ter penduricalhos.

  7. Domingos Fernandes disse:

    Nem na justiça podemos mais confiar

  8. Paulo disse:

    BG.
    Este ABUSO já passou dos limites, essa constituição Brasileira serve pra que mesmo????? . Para não ser cumprida e principalmente por quem tem o dever de cumprila . O STF tem que botar ordem nesta bagunça. E quem achar que está ganhando pouco com o teto de R$ 35.000,00 que peça demissão e vá advogar ou fazer outra coisa.

  9. escritor disse:

    Basta o setor de informatica do STF baixar os dados do portal de transparencia do poder judiciario nos Estados. Facil Facil.

  10. Renato disse:

    Faz-se esse estardalhaço todo com esses 500 mil recebidos por um Juiz do MT. No entanto, não se fala tanto nos valores despendidos pelo MP do nosso "rico" RN, no final do ano passado, quando vários Promotores e Procuradores chegaram a receber até 1,5 milhão de reais para pedirem aposentadoria, sob o argumento, pasmém, de economia para o etário potiguar (se aposentam do MP, mas continuam recebendo o mesmo subsídio de antes, arcado agora pelo IPERN). Eita, farra com o dinheiro do cidadão

  11. Tales disse:

    Acabem com esse AUXÍLIO MORADIA, a vergonha da magistratura brasileira.

  12. Paulo disse:

    Muito bem doutora!
    Das poucas juízas de respeito no Brasil, o resto só quer saber de $$ e regalias, nada de vocação e produção.
    Espero que não termine pizza, pq a farra é grande, o teto é só no supremo..
    E o imoral auxílio moradia?

  13. Botelho Pinto disse:

    Muito bom!
    Tem que começar a consertar esse país pela justiça. Essa justiça tronxa que se vende a políticos em troca de benesses.
    Como podem querer que juízes que não cumprem a lei sejam guardiões dela?
    A Ministra Carmenere Lúcia é uma luz no fim do túnel.

  14. Jadson disse:

    Finalmente. Resta saber se "vai dar em alguma coisa".

  15. Fernando Alves disse:

    Uma boa medida do CNJ, mas qual a efetividade de verificar os pagamentos depois de cinco dias de realizados? Será que encontrada alguma irregularidade o dinheiro será devolvido?

PF pede mais 15 dias para fechar inquérito contra Bendine

A delegada da Polícia Federal Renata da Silva Rodrigues pediu nesta quinta-feira, 10, ao juiz federal Sérgio Moro mais 15 dias para concluir a investigação do inquérito contra o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine. Também são alvo da PF os irmãos André Gustavo e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior, apontados como operadores de Bendine.

“A Polícia Federal, por intermédio da autoridade policial signatária, representa ao MM. Juízo da 13.ª Vara Federal de Curitiba/PR, com fulcro no artigo 66 da Lei n° 5.010/66, pela prorrogação, por mais quinze dias, do prazo para conclusão desta investigação, uma vez que pendentes os trabalhos periciais”, argumentou a delegada.

Bendine, André Gustavo e Antônio Carlos Vieira da Silva Júnior foram presos em 27 de julho na Operação Cobra, 42.ª fase da Lava Jato. O ex-presidente da Petrobras é suspeito de receber R$ 3 milhões em propina da Odebrecht. Os três estão presos na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Segundo a delegada, “o farto material arrecadado em 27 de julho encontra-se sob processamento”.

“Desde então, material arrecadado continua sob processamento, sendo que até então foram produzidos os Laudos n° 1500/17, 1517/17 1520/17, sendo necessário, portanto, prorrogação de prazo para esgotamento dos trabalhos periciais”, registrou Renata da Silva Rodrigues.

“Encaminhe-se memorando ao Exmo. DRCOR para que, caso possível, solicite ao SETEC/SR/PF/PR priorização nos trabalhos periciais referentes 42a fase ostensiva da Operação Lava Jato.”

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rodrigues disse:

    BENDINE É ANTIGO. DESDE O GOVERNO DE FHC.

  2. paulo disse:

    BG
    Mais é uma ratazana sem fim esses BANDIDOS que estiveram no governo pt.

STF inclui menções a Dilma, Temer e Lula em inquérito da Lava-Jato

O ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a inclusão de trechos da delação do senador Delcídio Amaral (sem partido-MS) no inquérito que investiga a quadrilha que desviava recursos na Petrobras. Nesses trechos, há citações à presidente Dilma Rousseff, ao vice Michel Temer, ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a alguns parlamentares.

A pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), foram juntados ao inquérito os termos de colaboração números 2, 13, 19, 20 e 21 de Delcídio ao inquérito 3989, o maior de todos da Lava-Jato, com 39 réus. O termo número 2 é o que contém mais citações e trata, entre outras coisas, da possível ingerência de Dilma Rousseff na nomeação de Nestor Cerveró para uma diretoria na BR Distritbuidora. Cerveró, que antes já tinha sido diretor da Área Internacional da Petrobras, também é investigado e firmou um acordo de delação premiada para colaborar com as investigações. Dilma nega ter participado da nomeação dele, mas o senador mencionou telefonemas dela sobre o assunto.

Delcídio relata que estava em Salvador quando recebeu uma ligação de Dilma, então ministra da Casa Civil, questionando se Cerveró seria indicado ou não para a Diretoria Financeira da BR Distribuidora. Delcídio respondeu não saber e, algumas horas depois, Dilma lhe retornou para informar que ele seria realmente indicado. O senador diz acreditar que foi um prêmio de consolação pela atuação de Cerveró no caso da sonda Vitória 10.000. O contrato da sonda ficou com o grupo Schahin, que, com isso, considerou quitado um empréstimo feito pelo PT. O empréstimo seria usado para pagar o empresário Ronan Maria Pinto, que estaria chantageando o partido com informações relacionadas à morte do prefeito de Santo André Celso Daniel, assassinado em 2002.

Também no termo número 2, Delcídio relata cargos ocupados por pessoas indicadas pelo PMDB. Segundo ele, após o escândalo do mensalão, o partido aproveitou a fragilidade do governo Lula para fazer algumas nomeações, inclusive assumindo indicações feitas por outras siglas. Questionado sobre o que diretores de estatais podem fazer pelos partidos, Delcídio disse que, além do peso político, eles “atendem as demandas” das legendas e que “se trata não apenas de influência política, mas também de ‘doações’ e ‘outros objetivos não republicanos'”.

No termo número 20, Delcídio relata a instalação da CPI do Cachoeira em 2012, incentivada por Lula para atingir o governador de Goiás, o tucano Marconi Perillo. Mas, depois, a avaliação foi de que os trabalhos da comissão poderiam pôr em cheque o financiamento da campanha de 2010, especialmente a do PT, uma vez que envolveu também as empresas de Adir Assad. Assim, a própria base governista articulou para acabar com a CPI. “José de Filippi era o tesoureiro da campanha da presidente Dilma Roussef à época e era quem orientava as empresas doadoras no sentido de atender eventualmente a campanha presidencial ou as demais campanhas do PT e aliados a utilizarem as empresas de Adir Assad”, diz trecho do termo de colaboração.

No termo número 13, Delcídio diz que Temer era “muito ligado” a João Augusto Henriques, lobista preso em setembro do ano passado na 19ª fase da Operação Lava-Jato. Henriques é suspeito de operar propina para o PMDB. Ele foi diretor na BR entre 1998 e 2000 e uma de suas atribuições era a compra de etanol, o que levava a uma “relação estreita” com usineiros. Depois, “em 2007 ou 2008”, segundo Delcídio, Henriques foi cotado para ser diretor da Área Internacional da Petrobras “com o apadrinhamento de Michel Temer e da bancada do PMDB na Câmara”.

A então ministra Dilma Rousseff vetou o nome, conforme a delação. O diretor acabou sendo Jorge Zelada, também ligado ao PMDB e preso na Lava-Jato suspeito de operar o esquema de propina na Petrobras. Quando a delação de Delcídio se tornou pública, em março, a assessoria de imprensa de Temer informou que ele nunca foi padrinho de Henriques e que a indicação de seu nome foi feita pela bancada do PMDB na Câmara, assim como a de Zelada.

“No que tange ao desvio de verbas em favor do PMDB, o possível esquema de financiamento ilícito desse e de outros partidos constitui um dos objetos do inquérito nº 3989/STF. Desta feita, por ora, basta a juntada de cópia do termo a esse inquérito”, escreveu o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na petição em que pede a inclusão desse trecho da delação de Delcídio.

No termo número 19, o senador relata irregularidades na aquisição de sondas e plataformas da gestão de Joel Renó, quando ele foi diretor da Petrobras, entre 1999 e 2001, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. No termo número 21, apenas diz que não tinha nada de relevante a acrescentar ao que já tinha relatado.

Fonte: O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nelson Tavares disse:

    Já era Dilma !!!!!

  2. #CUNHAmeumalvadopreferido disse:

    João e José,chupa essa manga….kkkkk

  3. João disse:

    Mas Aécio fica fora pela enéssima vez, não é?
    Como podemos acreditar que essa LAVAAJATO é isenta e séria?

    • Verdade seja dita disse:

      Cunha da de 10 a zero na cambada desse Partido das Trevas.

    • João disse:

      Primeiro tiramos o tubarão da água, depois tiramos os bagres, lulas, ostras e companhia…

  4. José Cresio disse:

    BG favor acrescentar a manchete: "e gestão FHC" . Para não parecer, que você está sendo parcial. Ver manchete do UOL: "STF autoriza usar delação contra Dilma, Lula, Temer e gestão FHC em inquérito.

    • Augusto disse:

      Mas NÃO tem essa parte de FHC no UOL…
      "STF autoriza incluir delação contra Dilma, Lula e Temer no petrolão
      Pedro Ladeira – 20.out.2015/Folhapress"

Mais de 50 homicídios cometidos em Natal foram elucidados pela Polícia Civil este ano

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em apenas três meses deste ano, elucidou 58 casos de assassinatos que aconteceram em Natal e atribuiu a autoria de tais crimes a 66 pessoas, as quais foram indiciadas.

De acordo com o diretor da DHPP, delegado Ben-Hur de Medeiros, a elucidação de tantos homicídios tem relação direta com o trabalho de investigação do local de crime: “Nossas equipes vão até os locais onde os homicídios foram praticados e conseguem colher informações valiosas que nos ajudam a descobrir a autoria dos crimes”.  A população também tem papel fundamental para a elucidação dos assassinatos quando repassa informações para o Dique-Denúncia 181.

“Temos plena consciência de que a elucidação dos homicídios é efeito de toda uma reformulação. A partir do momento, em que deixamos de ser uma Delegacia Especializada e nos tornamos uma Divisão, isto nos trouxe a possibilidade de termos um aumento de efetivo, que nos conduz a mais profissionais trabalhando para descobrir quem são os autores de tantos assassinatos”, revelou o diretor da DHPP.

A efetividade do trabalho se revela na elucidação de crimes, em curto espaço de tempo, como por exemplo no latrocínio da turismóloga Gizela Mousinho, morta no dia 02 de janeiro. Dois suspeitos pelo crime foram presos em apenas seis dias após o fato. No caso do latrocínio da estudante Maria Karolyne Álvares, morta em 20 de janeiro, os dois suspeitos pelo assassinato foram detidos um dia após do crime.

Atualmente, a DHPP, antiga Delegacia de Homicídios (Dehom) conta com o trabalho de 11 delegados, sendo quatro deles em regime de plantão, nove escrivães, e 50 agentes de Polícia Civil.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Q bom q eles tão exercendo seu dever.. 50 num universo de quantos???

  2. Fatima Adoeira disse:

    E mais de 149 presos fugiram!!!!! Estamos perdendo feio.

Vigilante é preso suspeito por tentar matar ex-esposa

Francimário Pereira da Silva, 31 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (07), por policiais civis da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) de Parnamirim, por ser acusado de ter tentado matar a ex-esposa Franscisca Edenalva Araújo Fernandes, 23 anos.

“A mulher decidiu romper o relacionamento de dois anos e o acusado não aceitou. No dia 20 de fevereiro deste ano, ela estava na casa de um amigo fugindo das ameaças feitas pelo ex-marido, quando Francimário arrombou a porta da residência e a encontrou”, relatou a delegada titular da Deam Parnamirim, Pauolla Maués.

De acordo com depoimento da vítima, prestado na delegacia, a sequência de atos violentos envolveu tapas, lesões no corpo com uso de uma faca de cozinha. O acusado também quebrou um pote de vidro no rosto da vítima e bateu a cabeça dela várias vezes em uma pia. “Para tentar se salvar, Edenalva simulou que estava morta. Mesmo assim, o acusado pegou um lençol e amarrou no pescoço da ex-esposa. Ela nos contou que ouviu ele dizer: ´Eu posso ir preso, mas vou satisfeito´. A vítima foi encontrada bastante debilitada pelo vizinho e levada até um hospital no dia do crime”, detalhou a delegada Pauolla Maués.

Franscisca Edenalva teve múltiplas fraturas na arcada dentária e terá que usar uma prótese dentária, devido ao tamanho da violência sofrida, Além disto, sofreu múltiplas lesões no couro cabeludo. O acusado irá responder criminalmente por tentativa de homicídio e pela prática do crime de violência doméstica (Lei Maria da Penha).

Ministério Público decide investigar comissionados da Assembleia Legislativa

MP-RNO Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) decidiu abrir um procedimento administrativo para investigar possíveis irregularidades praticadas pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) pelo grande número de cargos comissionados existentes na Casa e pela falta de critérios no pagamento das gratificações. A abertura dos dois procedimentos foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (2).

De acordo com a publicação assinada pelo procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, vai ser investigado o provimento de funções de confiança por pessoas estranhas ao quadro efetivo de pessoal, a suposta ausência de espécie normativa para criar essas gratificações, a grande desproporção entre o número cargos comissionados e efetivos.

Atualmente, a Assembleia possui 2.592 comissionados e 355 efetivos. Em números arredondados, para cada servidor ativo, há sete comissionados. Vários cargos comissionados recebem gratificações sem a devida normativa de regulamentação. O que, para o MP, termina gerando indícios de burla à Constituição Federal no que diz respeito à exigência do concurso para ingresso no serviço público. Vale lembrar que a atual presidência está convocando os aprovados no concurso vigente.

Vale lembrar que somente entre os anos de 2011 e 2015, durante a gestão do deputado estadual Ricardo Motta, foram criados 1.712 cargos de confiança na Assembleia Legislativa. A partir do início deste ano, já com a presidência de Ezequiel Ferreira, foram 44, o que dá um total de 1.756 novos comissionados, número que representa um aumento de 86% no total de funcionários ativos. Diante desse cenário, Ezequiel já determinou o corte de 700 cargos do quadro de funcionários da Casa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Polyana disse:

    E os CEDIDOS?

  2. breno disse:

    Se investigar os órgãos federais no RN vão encontrar apadrinhados dos deputados estaduais. Eles usam e abusam do nepotismo cruzado. Ninguém vê isso não?

  3. FRASQUEIRINO disse:

    Parece que o efeito Assembléia está contaminando outros Poderes. O Tribunal de Contas devolveu diversos servidores aos seus órgão de origem. Essas pessoas não trabalhavam de graça por lá!

  4. Wendell disse:

    Eita que vai ter jornalista que vai parar de colocar noticia na mídia!

  5. manoel nazareno t de moura neto disse:

    outro absurdo, deputados aposentados com um mandato, dois mandatos. enquanto um cidadão comum tem que contribuir por 35 anos. Um deputado se aposenta com 04 anos de contribuição. Garibaldi filho recebe uma aposentadoria e outros mais. Basta olhar com cuidado.

  6. Cláudio disse:

    O certo é acabar com essa pouca vergonha de cargo comissionado no Brasil, seja em âmbito municipal, estadual ou federal. Se precisa de gente pra trabalhar, abra concurso público e dê oportunidade a quem merece, quem estuda e rala pra vencer na vida.

  7. tarcisio pessoa disse:

    SE APERTAR, VAI APARECER MAIS FANTASMAS LA NO ALTO DE PETROPOLIS.

  8. Anderson disse:

    A imprensa precisava fazer uma matéria com a lista de comissionados na mãos procurando no prédio da AL onde cada um trabalha, nome por nome.
    Ou melhor o ilustre Presidente da AL deveria convocar todos os servidores a se fazerem presentes nos seus postos de trabalho no dia e horário marcados e convidar a imprensa para uma visita de inspeção, simples assim !!!!

  9. Anderson disse:

    O bom é ver agora a cara dos ilustres Deputados "apoiando" uma reestruturação da AL e cobrando austeridade, porém sem esquecer as prerrogativas do poder legislativo, faça-me o favor magote de discarados, quem foi que nomeou está legião de fantasmas e contribuiu para este enorme trem da alegria na AL, as prerrogativas do Povo ninguém respeita!!!!
    Precisava era publicar uma lista de quem está atrelado a cada gabinete de Deputado e de quem foi a indicação de cada cargo!!!!!

  10. Carlos disse:

    Pelo amor de DEUS !
    MP investigue a folha de pessoal da prefeitura de Guamaré lá são mais de 1000 comissionados e com contrato e faz mais de 4 anos que não é realizado concurso publico.

  11. Kelly disse:

    Ai ai eu trabalhando praticamente 12 horas todos os dias, dando plantões no final de semana, enfim, me matando de trabalhar, e as bonitas que se dizem bloqueiras tirando fotos do seu dia-a-dia atribulado em salões, academias e praias.
    Tudo com o dinheiro público, é claro!

  12. Ricardo disse:

    Receita simples: ponto eletrônico ( digital do polegar). Sim , olha o nepotismo.

    • Amarildo Lisboa disse:

      Sabe de nada inocente, desde quanto ponto serviu para garantir presença no setor público?
      Isso só funciona em empresa privada e olhe lá.
      Na ALRN o relatório de ponto vai sair EM BRANCO e imediatamente será ABONADO pelo chefe, direto, indireto, pelo QI, pelo responsável do nepotismo cruzado, enfim, fica tudo como está.
      Tem que demitir;
      Tem que limitar o número de comissionados;
      Tem que chamar os aprovados no concurso público realizado;
      Tem que responsabilizar aqueles que indicaram e os que nomearam;
      Tem que devolver todo dinheiro recebido ilegalmente, sem trabalhar.

  13. Luciana Morais Gama disse:

    Tem gente que mora fora do RN e tem gente que mora nos ESTADOS UNIDOS, recebendo da Assembleia.

  14. Letícia Costa disse:

    kkkkkkk, Cláudio concordo contigo, mais de 2.000 cargos fantasmas e 22 investigados, só pode ser piada e de muito mal gosto, no mínimo estes tem um peixe fraquinho, sem força.

    • Melissa disse:

      LETÍCIA e CLÁUDIO deixa esclarecer a vocês um detalhe que passa despercebido a mutos, são várias ações e cada uma delas tem um número de investigados, numa tem 22, em outra tem 150, em outra 80 e assim por diante. São várias ações.

  15. Curioso disse:

    Se gritar PEGA LADRÃO… pense numa confusão grande!!!

  16. Charles disse:

    Agora? Pq não antes? Oh povo cara de pau.

  17. taturana disse:

    O deputado Getúlio Rego pelo menos teve a coragem de assumir sua responsabilidade, e os outros que cala e querem passar a imagem de altamente éticos e moralistas.

  18. taturana disse:

    O senhor presidente disse que vai exonerar 700 (setecentos) cargos, e o resto dos amigos dos inclitos deputados, vamos continuar pagando para essa súcia se dar bem?

  19. Carvalho disse:

    Será que o MP não constatou ato de improbidade nem quando não havia o portal da transparência?

  20. Descaso disse:

    É espantoso ver esse tipo de situação quando tal aberração devia ser de conhecimento de boa parte dos parlamentares que compõe aquela casa e eram omissos. No mínimo os responsáveis pelas indicações, tinham conhecimento e são tão responsáveis quanto os fantasmas que recebiam sem trabalhar. Todos tem que responder pelas ilegalidades.
    Além do mais, como se tirou do bolso o número de quase 700 fantasmas a serem exonerados?
    Quem selecionou as pessoas que vão sair agora? Qual critério?
    O que justifica a permanência dos outros?
    Isso leva a crer que a ALRN sabia e tinha pleno conhecimento da situação. Então resolveu jogar 700 na fogueira para baixar o fogo da cobrança social e jogou a responsabilidade pelo possível afastamento dos demais nas mãos do TCE e MP.
    A falta de responsabilidade das autoridades constituídas com os recursos públicos é um assombro, e sabe no que vai dar estas lideranças? NADA!

  21. Melo Almeida disse:

    Há mais de 30 anos, eu, que morava no interior, já ouvia falar sobre os fantasmas da AL.

  22. Cláudio disse:

    2.592 cargos comissionados mais uns 300 servidores efetivados sem concurso e o Ministério Público está investigando 22 funcionários fantasmas? Estão de brincadeira né?

    • Anderson disse:

      O MP precisava era investigar e punir os 24 deputados que nomearam este exército de fantasmas !!!!

  23. Nosdliw disse:

    Resolveu acordar ou não teve outro jeito? Dos males, o menor: vão pelo menos ter um pouco do trabalho, pois já estava na hora de fazer alguma coisa, pelo menos se mexer.

  24. Imbecíl disse:

    Ainda falam mal de BAIANO !!! Depois de quase 15 dias quebro estado do RN está falando sobre estes roubos na assembleia , o MP ainda acha que tem irregularidades ??? isso aqui é uma SUCUPIRA

Lava Jato investiga Lula por suspeita de vantagens indevidas durante o mandato

alx_lula_pgm_tv1_originalO Ministério Público Federal investiga, em meio aos processos da Operação Lava Jato, se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu “vantagens indevidas”, durante o mandato presidencial, de empreiteiras citadas no escândalo do petrolão. Essa é a primeira vez que os procuradores da força-tarefa que trabalha nas investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras admitem publicamente que o petista é alvo de apuração por fatos ocorridos enquanto ele ainda ocupava o Palácio do Planalto. O staff do ex-presidente, porém, trabalha com a hipótese até de que medidas de investigação, como quebras de sigilo, podem ser decretadas a qualquer momento.

Segundo o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa do Ministério Público no petrolão, o processo de investigação criminal instaurado contra Lula tem o objetivo de “apurar as supostas vantagens recebidas” pelo petista de construtoras investigadas na Operação Lava Jato. “Os favores recebidos pelo político foram materializados, dentre outros, nos imóveis em Atibaia/SP e no Guarujá/SP”, diz o texto.

No fim de janeiro, a Operação Lava Jato deflagrou a fase batizada de Triplo X e anunciou uma varredura em todos os apartamentos do condomínio Solaris, no Guarujá (SP), onde a enrolada empreiteira OAS, investigada por participar do petrolão, assumiu a construção dos imóveis após um calote da Bancoop, a Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo. A cooperativa deu calote em seus associados enquanto desviava recursos para os cofres do PT, quebrou em 2006 e deixou quase 3 000 famílias sem seus imóveis, enquanto petistas graúdos, como o ex-presidente Lula, receberam seus apartamentos.

Fonte: Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rodrigues disse:

    Os caras acha que sou, ex operário ex pobre ex presidente e agora milionário, o pilantra, malandrão do Lula. Sou não, sou um brasileiro que pago meus imposto rigorosamente em dia. Porém assaltado por essa quadrilha chamada PT.

  2. razão disse:

    Eles não podem prender Lula por uma razão muito simples, não tem nenhuma prova. Só especulações dos delegados coxinhas e da mídia vira-lata guiados pela Globo que deve milhões em impostos, e precisa colocar um presidente corrupto antes que tenha que pagar.

    • Brasil, meu País não e do PT disse:

      Mais corruPTo que Lula não existe nesse mundo e tem mais coxinha so se for de mortadela

  3. Sandro Alves disse:

    kkkkkkkk. Vão pegar o homem mais honesto do mundo? CADEIA PARA O PIXULECO!

  4. Brasil, meu País não e do PT disse:

    Vocês ja viram o Adolf Hitler do Brasil esta ai ele agora so não tem um dedo mais os pensamentos são os mesmos a sua capacidade de pegar pessoas fracas do juizo e fazer dele um molitonto são iguais

  5. eric disse:

    O que eu acho mais interessante é que o MPF já assinou delação premiada com todos os presos, mas não chegam a Lula. Ora, se na delação fulano ou cicrano diz que deu dinheiro, pq não o prendem logo?
    É pouco demais para a nossa inteligência: Lula sabia!, Lula roubou!, Lula sabe de tudo!. Daí, o mais incrível, como não o prenderam ainda?
    Digam-me!
    Ahhhh, não sou partidário, nem estou na defesa do ex-presidente. Mas, tá feio o negócio!
    O MPF sabe de tudo e que Lula roubou, prendam-no, mas só fazem o mistério, armam o circo e nada!
    Ahhh, conte-me outra!
    Defendo que o país volte a crescer e, para isto, sabemos bem do que se precisa.
    Acabar com a crise política. Eduardo Cunha se sustentando através de sue cargo, assim como Renan.
    Eles que recebem bem certinho todo mês não estão preocupados com a classe que precisa vender, prestar serviço para pagar aos funcionários e os impostos.
    Porra, chega!
    Se roubou, prenda, mas, não fiquem feito couro de P…
    Isso está acabando com o país.
    As agências de classificação de risco só rebaixaram as notas do país devido a crise política.
    E nós, os pequenos e médios empresários, tomamos na tampa por causa da falta de competência desses servidores, os quais pagamos? Se roubou deveria estar preso, mas não têm provas e ficam querendo achar pelo em ovo. A paciência já se foi!

  6. Sérgio disse:

    Aqui no RN estão roubando tudo..
    Daqui a pouco roubam até a estrutura física, os prédios propriamente ditos… é ipem, idema, assembleia legislativa, fraude em tudo que é licitação…os prefeitos todos enrolados…só tem ladrão. Mas ninguém fala, o negócio é procurar alguma coisa errada do Lula e da Dilma…e o governador foi fazer estágio na Colômbia…sei não….vereador ficha suja comedor de propina exercendo mandato…sei não…fantasma que nem presta na assembleia e na Câmara de vereadores.!! e a culpa é do Lula e da Dilma…sei não!!

  7. Nilson Moura Messias disse:

    Oh Sérgio Moro, é a mansão, helicóptero dos Marinhos; as quatro delações envolvendo o Aécio Pó Never; o caixa de 2 de Fernando Henrique, helicóptero com meia tonelada de cocaína, a lista de furnas, roubo da merenda, a privataria tucana onde desapareceu 13 trilhões, aí como é fica?

  8. Brasil, Meu país! disse:

    ….e pegue investigação desde 1990. ..imaginem se fizessem isso com a turma de bico comprido.

  9. Val Lima disse:

    Está chegando o grande dia…o "japa" já mandou polir o distintivo para sair bonito na foto…

  10. EDER disse:

    A VEJA TODA SEMANA PRENDE LULA.

    • Brasil, meu País não e do PT disse:

      Jaja ele e condenado a passar varios dias na papuda

  11. Rodrigues disse:

    Vai achar! Onde tem PT tem cambalacho. O Lula é um pilantra.

    • Costa disse:

      Sr Rodrigues, todos aqueles que chamaram Lula de pilantra, é no fundo ele o pilantra… Sim, tens cara de pilantra.

    • paulo disse:

      Caro Rodrigues.
      Você está muito condescendente, este "individuo" de 09-dedos é muita mais que isso.

    • Curioso disse:

      São quase 200milhões de pilantras nesse país…
      Atire a primeira pedra quem nunca deu uma pilantradazinha…

CANDEEIRO: PGJ quer investigar possível participação de Ricardo Motta

ricardo-motta-assembleiaA Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) solicitou ao Tribunal do Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) autorização para abertura de Procedimento Investigatório Criminal (PIC) em relação ao fato envolvendo o deputado estadual Ricardo Motta, que foi alegado no interrogatório de Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra na Ação Penal referente à Operação Candeeiro.

Durante depoimentos, Gutson afirmou que ficava com 20% dos recursos desviados do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), que operadores ficavam com outros 20% e que os outros 60% ficavam com políticos, porém Gutson só nominou o deputado estadual Ricardo Motta, a época presidente da Assembleia Legislativa, como beneficiário.

Nesse esquema de desvios, Gutson afirmou ter ficado com R$ 4,5 milhões. A ação, deflagrada pelo Ministério Público em setembro de 2015, apura desvios de mais de R$ 19 milhões no órgão.

Gutson disse que foi nomeado para o Idema no início de 2011. Segundo ele, ainda neste ano foi procurado por Ricardo Motta. “Ele me procurou e pediu dinheiro. Disse que estava com dívidas por causa das eleições de 2010, que precisava de mais dinheiro para as eleições de 2012 e que não tinha mais como tirar da Assembleia Legislativa. Diante disso, eu fiz a ponte entre esse agente político e as pessoas do Idema que sabiam como poderíamos desviar verba”, garantiu.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. escritor disse:

    Sem entrar no merito da Candeeiro, impressiona o poder que tem um presidente da Assembleia Legislativa. Robson quando presidente da AL, elegeu o filho Fabio para deputado federal. Ricardo Mota elegeu o filho deputado federal. Alvaro Dias, depois de exercer a presidencia da AL se elegeu deputado federal, hoje voltou a ser deputado estadual. Fica a pergunta, Ezequiel vai para deputado federal? Ja se comenta que quer ser Senador.

    • Elves Alves disse:

      Escritor, só uma historinha para descontrair.
      Lembra-se qual foi o grande feito do deputado Álvaro Dias quando ele presidiu a famigerada AL?
      Caso você pense que foi a reforma da sede do Palácio José Augusto, acertou em cheio.
      Na época, tive acesso a um dossiê técnico, elaborado por um engenheiro adversário de Dias, no qual ficava demonstrado por que a eleição do presidente da AL a deputado federal era tida como favas contadas.
      E sabe por que, Escritor? Porque a grana já ouvia a conversa.
      Anote aí: o preço do metro quadrado da reforma física AL custou mais caro que o mesmo metro quadrado da escandalosa construção do Fórum Trabalhista de São Paulo, que resultou na prisão por fraude do juiz Nicolau dos Santos Neto, o famoso Lalau.
      Só que na terra de Poti o desfecho foi o mais tranquilo possível. Como de costume, o silêncio se abateu sobre o caso e Álvaro foi 'reformado' à condição de deputado federal.
      Só não renovou o mandato federal porque não teve chances de chegar à cadeira hoje ocupada por Eduardo Cunha.

  2. Zilda da Silva disse:

    Pareceu muito fácil, pegar um filho desconhecido, sem nenhum tipo de projeção política,/social, e eleger como o Deputado Federal mais votado do RN. Agora pega o mesmo, retira um " ícone" da política do Estado da cabeça de um partido e ainda tem a intenção de colocá-lo para concorrer a Prefeito de Natal. Mesmo que chovesse dinheiro no quintal desse senhor, ele não investiria tanto com a possibilidade de perder. Só se " joga fora ", dinheiro que não é ganho com o próprio suor. Vamos ver se realmente investigarão o mesmo!!!

  3. Verdade seja dita disse:

    Se for verdadeira a informação mais uma decepção.

  4. Tatuverdadeiro disse:

    Blindagem…

  5. Tatuverdadeiro disse:

    Temos que extinguir imunidade parlamentar , pois estao utilizando para blidagem de verdadeiros parlamentares
    Deliquentes !

  6. Curioso disse:

    Parece que ele tinha ligação no Idema… O cunhado do deputado, salvo engano, era Diretor geral do órgão, confere BG?

Supremo decidirá se abre ação contra Renan por três crimes

renan calheirosTrês anos depois de apresentada a denúncia, o Supremo Tribunal Federal vai decidir se transforma o presidente do Senado, Renan Calheiros, em réu pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e peculato. Relator do caso, o ministro Edson Fachin liberou na noite desta terça-feira a denúncia para inclusão na pauta da corte – ainda não há uma data para que o plenário do STF julgue o caso. A denúncia contra o senador foi apresentada em fevereiro de 2013 pela Procuradoria-Geral da República.
A investigação remete ao ano de 2007, quando Renan teve de renunciar à cadeira de presidente da Casa para salvar seu mandato. Na época, ele enfrentou cinco denúncias no Conselho de Ética do Senado. A mais devastadora foi feita pela jornalista Mônica Veloso, com quem Renan tem uma filha. Ela revelou a VEJA que o lobista Cláudio Gontijo, da empreiteira Mendes Júnior, entregava a ela pacotes de dinheiro vivo em nome de Renan para custear a pensão alimentícia. Em troca, a empreiteira era beneficiada com emendas parlamentares do senador para tocar obras em Alagoas.
Para tentar sustentar que tinha recursos próprios para custear as despesas, Renan afirmou que investia em gado e que teria obtido lucro espantoso com as transações rurais. Um laudo do Instituto de Criminalística da Polícia Federal apontou, entretanto, que os resultados dessas transações eram fictícios. As investigações também concluíram que os documentos apresentados por Renan eram forjados. Em suma, ele não tinha recursos para pagar 16 500 mensais de pensão.
Publicidade

De acordo com a denúncia, Renan também desviou recursos da verba indenizatória do Senado, destinada a arcar com gastos referentes ao mandato, como aluguel de escritório, gasolina e passagens aéreas. Nesse caso, o dinheiro do Senado era destinado a uma locadora de carros, cujo dono é apontado como laranja de Renan. O peemedebista também enfrentou outras acusações na época, como possuir rádios em nome de laranjas, beneficiar a cervejaria Schincariol, cobrar propina em ministérios comandados pelo PMDB e até espionagem contra parlamentares adversários.

Fonte: Veja

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. paulo disse:

    BG
    O eleitor Alagoano elegeu tem três senadores "muito" bons collor, renam e benedito de lira, pense num trio decente e honesto. CORRUptUS e cínicos é pouco para se dizer delles.

  2. haroldo disse:

    São esses anjinhos que botamos para nos representar.

  3. Paulo Roberto disse:

    E melhor transferir ele para Indonésia

Cardozo nega investigação sobre Lula e fala em “especulações indevidas”

Brasília - O futuro ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, durante anuuncio do novo diretor Geral da PF, Leandro Daiello Coimbra
Foto: Leandro Daiello Coimbra

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, classificou hoje (27) de “especulações absolutamente indevidas” notícias veiculadas pela imprensa segundo as quais a nova fase da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, está se aproximando do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao participar do lançamento de uma força-tarefa para combater desvios de merenda e transporte escolar no Ministério da Educação, Cardozo foi questionado sobre o possível envolvimento do ex-presidente na chamada Operação Triplo X, mas disse que a ação está sob sigilo e que não poderia fazer nenhum comentário.

“Apenas posso dizer [falar sobre] as situações que já são públicas. Recentemente, o juiz Sérgio Moro disse que o presidente Lula não é investigado na Operação Lava Jato, e eu não recebi nenhuma informação, mesmo aquelas veiculadas pela imprensa, de que tenha sido praticado qualquer ato investigativo em relação à pessoa do presidente Lula”, afirmou o ministro. Moro é o responsável pelos inquéritos da Lava Jato.

“Isso está absolutamente claro, pelas manifestações do próprio Judiciário e daquelas que decorrem das próprias investigações. O presidente Lula não está sendo investigado, nem me parece que, na operação de hoje, tenha sido determinada qualquer medida investigativa em relação à figura do presidente. Portanto, quaisquer outras situações que possam estar sendo colocados ou veiculadas são especulações absolutamente indevidas”, acrescentou.

Também nesta tarde, a presidenta Dilma Rousseff classificou de “insinuação” a avaliação de que a nova fase da Operação Lava Jato está se aproximando do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A nova fase da Lava Jato, deflagrada nesta quarta-feira, investiga lavagem de dinheiro com a compra de empreendimentos imobiliários em Guarujá, no litoral paulista. Três pessoas foram presas. A Polícia Federal apura se imóveis que transferidos pela Bancoop (Cooperativa Habitacional dos Bancários) para a empreiteira OAS foram usados como repasse de propina.

O ministro foi perguntado também sobre carta aberta publicada por mais de 100 advogados, em diversos jornais do país, criticando a Operação Lava Jato. No inicio da carta, os advogados destacam que a operação ocupa lugar de destaque na história do país “no plano do desrespeito a direitos e garantias fundamentais dos acusados”.

“É absolutamente legítimo que qualquer pessoa se expresse em relação a qualquer situação.” Cardozo disse que, como ministro não cabe a ele se posicionar quanto ao conteúdo da carta dos advogados. Ele afirmou que qualquer investigação deve ser imparcial, contundente e rigorosamente dentro da lei. “Se alguém acha que a lei está sendo desrespeitada, tem o legítimo direito de se posicionar, assim como aqueles que acham que a lei está sendo respeitada.”

Fonte: Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Val Lima disse:

    Imagine se estivesse…rsrsrs

  2. Julio Rocha disse:

    Acho que no Guarijá o Procurador não encontrará nada. Mas se procurar no Leblon…

Defesa de Dirceu quer adiar depoimento na Operação Lava Jato

José DirceuA defesa do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pediu ao juiz federal Sergio Moro adiamento do depoimento previsto para sexta-feira (29). Os advogados querem que a oitiva seja suspensa até que o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque finalize as negociações sobre o acordo de delação premiada com a força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) que comanda as investigações da Operação Lava Jato.

Na petição, a defesa afirmou que José Dirceu não vai ficar calado durante o depoimento e que vai esclarecer todos os fatos imputados a ele. No entanto, os advogados argumentaram que a fase de oitivas terminará na sexta-feira e, dessa forma, o depoimento deve ser feito após Dirceu tomar conhecimento prévio de todos os fatos imputados a ele, inclusive por delatores.

“Assim, caso o acordo entre Renato Duque e o Ministério Público Federal seja efetivamente firmado e, de alguma forma, trate de fatos que são objeto desta ação penal, haverá nítida causa de inversão processual, que macula o feito de nulidade insanável”, justificam os advogados.

José Dirceu e mais 15 investigados foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A acusação contra o ex-ministro e os demais denunciados se baseou nas afirmações do empresário Milton Pascowitch, em depoimento de delação premiada. O delator disse que fez pagamentos em favor de Dirceu e Fernando Moura, empresário ligado ao ex-ministro. Segundo o MPF, os valores são decorrentes de contratos da empreiteira Engevix e a Petrobras.

Por determinação do juiz Sérgio Moro, Dirceu está preso preventivamente desde agosto do ano passado em um presídio em Curitiba. A defesa do ex-ministro afirma que a denúncia é inepta, por falta de provas. De acordo com os advogados, a acusação foi formada apenas com declarações de investigados que firmaram acordos de delação premiada.

Fonte: Agência Brasil.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. SURPRESO disse:

    Fazem eles, muito bem!

  2. Julio Rocha disse:

    Só os cegos não percebem que Moro, MP e PF só querem “pegar o Lula”.

LAVA JATO: Baiano e Bumlai fazem acareação para esclarecer suposto repasse para nora de Lula

A Polícia Federal vai organizar na quinta-feira (14) uma acareação entre o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e o pecuarista José Carlos Bumlai. O objetivo é esclarecer um suposto repasse do lobista ao empresário, no valor de R$ 2 milhões. Segundo Baiano, o dinheiro seria para o pagamento de dívidas da nora do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Baiano fez a afirmação no acordo de delação premiada que firmou com o Ministério Público Federal (MPF). Em troca dessa e de várias outras informações, ele pode deixar a cadeia, para cumprir prisão em regime domiciliar, no Rio de Janeiro, após um ano de cadeia. Ele foi detido na sétima fase da Operação Lava Jato e é apontado pelos procuradores como operador de propina do esquema de desvios da Petrobras para políticos ligados ao PMDB.

Bumlai também foi detido na Lava Jato, na 21ª fase da operação. Ele é acusado de ter ajudado uma empresa do Grupo Schain a fechar um negócio bilionário com a Petrobras, para o aluguel de navios-sonda. Em troca, o grupo emprestou R$ 12 milhões ao empresário, que nunca foram pagos, segundo o MPF. O valor da propina teria sido repassado ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Bumlai reconheceu em depoimento a fraude em favor da Schain, mas negou que o ex-presidente tivesse conhecimento do caso. Antes da prisão, o pecuarista também negou, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo” que tenha feito pedido de dinheiro a Baiano para entregar nora do ex-presidente.

Na delação, Baiano diz que os R$ 2 milhões eram referentes a uma comissão a que Bumlai teria direito por incluir Lula em uma negociação para um contrato. Fernando Baiano era representante da empresa OSX, que tinha interesse em entrar na licitação para a construção de navios sonda para explorar o pré-sal.

A Polícia Federal pretende esclarecer as circunstâncias do suposto repasse. Caso se comprove que Baiano possa ter mentido, o lobista fica sujeito a perder os benefícios do acordo de delação. Se os policiais entenderem que a denúncia tem fundamento, pode indiciar Bumlai por esse caso. Nesse caso, o MPF pode decidir posteriormente por apresentar uma denúncia contra o pecuarista pelos eventuais crimes.

Fonte: G1

PGJ investiga possíveis práticas criminosas de Maurício Marques em contratações da Prefeitura

mauricio marquesO prefeito Maurício Marques, de Parnamirim, está na mira do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), mais precisamente da Procuradoria-geral de Justiça (PGJ), que é o órgão que representa a chefia do Ministério Público e que, legalmente, está autorizado a realizar o procedimento investigatório contra os prefeitos do RN.

O desembargador Cornélio Alves autorizou a PGJ a dar continuidade no Procedimento Investigatório Criminal nº 025/2014 – PGJ por supostas práticas criminosas do prefeito em licitações e contratações com dispensa de licitação realizaras pela Prefeitura de Parnamirim nos anos de 2006, 2008 e 2009.

As investigações foram iniciadas em 24 de janeiro de 2014 analisando uma licitação de 2009. A partir daí, foram analisados outros procedimentos e a possível participação do prefeito, mas, como ele detém foro privilegiado por prerrogativa de função, se fez necessária a autorização do Tribunal de Justiça.

Agora, com a autorização do desembargador, a PGJ está com o caminho livre para incluir Maurício Marques nas investigações.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Creison disse:

    Concurso que e bom NADA!!!

  2. João Neto disse:

    Pena por que só descobre no final do mandato.

  3. moacir disse:

    E viva a justiça, e como diz um jornalista"isso é uma vergonha"!!

  4. Francisco Lourenço disse:

    Se a licitação foi em 2009, a autorização para investigar saiu em 2015 e não foi formulada ainda a denúncia, já já prescreve, ou seja, ainda que se prove a culpa não vai dar em nada… Viva o Brasil!

    • Elves Alves disse:

      E quem foi o "Engavetador-geral" do Estado que paralisou esse processo por tanto tempo?

  5. PAULO disse:

    Veja que Carlos Alves não entra nessa lista nem a pau juvenal! por que será?

  6. PAULO disse:

    Agnelo Alves morreu, ele agora esta sem padrinho forte! agora vai !!