Natal, ficção ou realidade?

Desde o dia da publicação do contrato da ITCI no diário oficial que, a Prefeitura não conseguiu dar um passo no rumo certo. Primeiro, a Prefeitura defendeu o contrato, que era uma urgência e o dinheiro federal só viria se fosse carimbado para essa rubrica. Depois o proprietário do instituto afirmou numa conversa informal com o presidente do sindicato dos agentes da dengue, que passaria muito mais do que 90 dias prestando serviço. Após grande clamor da população, pressão da imprensa e os órgãos de fiscalização entrar em campo, as coisas começam a se mostrar mais graves do que as suspeitas. A Prefeita ao vivo e a cores defendeu na sua TV no programa de Salatiel de Souza, que não iria abrir mão dos contratos emergenciais, pela qual a Prefeitura tinha feito, em seguida afirmou ao Promotor Luciano Ramos que não tinha conhecimento desse contrato com a ITCI e que tudo tinha sido feito dentro da Secretaria de Saúde e pelo secretário,  que sequer conhecia essa empresa. O Blog do BG fez uma matéria sobre isso no dia 06 de maio. Depois o próprio secretário disse no Tribunal de Contas que a Prefeita sabia de tudo, que tinha conhecimento de tudo. Hoje o secretário confirmou que está de saída, afirmou ainda que não tinha autonomia para contratar e descontratar, que tudo era feito e aprovado pelo Gabinete Civil através do seu secretário Kalazans Bezerra.

Isso tudo que esta sendo narrado não é um filme, nem uma história de ficção, de fato esta acontecendo na nossa cidade, cidade esta que muitos de nós nascemos e moramos, e que no pior pesadelo, não estaria nessa situação.

Como vai ficar a situação dos 150 agentes contratados pela ITCI que não tem nada a ver com essa situação? Como vai ficar os donos de veículos alugados, que rodaram e ainda não receberam? Quando vamos saber a verdade sobre esse triste episódio?

São muitas perguntas que precisam de respostas.

Enquanto isso o mosquito da dengue continua livre,leve e solto…
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Romeiro disse:

    Acho melhor a borboleta abrir a boca logo e tratar de comer todos esses mosquitos que estão infestando a nossa cidade. Ou entao basta ordenar/ pedir aos seus pupilos para cada um colocar a roupa de homens fumace e sair pelos bairros combatendo essa epidemia. Pensando bem: nem assim convenceria a população. O que falta mais, heim?

COMENTE AQUI