Política

Planalto vê ‘casuísmo’ se Maia abrir impeachment; governistas acreditam que não ocorrerá e que, se ocorrer, contam com arquivamento de Lira se eleito

Foto: Bruno Kelly/Reuters

O candidato do PP à presidência da Câmara dos Deputados Arthur Lira (PP-AL) colocou na agenda desta segunda-feira (1º) o anúncio do apoio do DEM à sua candidatura. O evento, entretanto, não aconteceu pois a ala pró-Lira do partido voltou atrás após uma ordem do presidente da legenda, ACM Neto.

O ato, que foi marcado para 9h30, seria o golpe mais duro da disputa contra Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente atual da Casa, que não conseguiu segurar o próprio partido no bloco de apoio de Baleia Rossi (MDB-SP), seu candidato.

Apesar do cancelamento do ato de apoio, Lira – um líder do Centrão que conta com o respaldo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na disputa pelo comando da Câmara – ainda conta com apoio de cerca de metade da bancada do DEM, que tem 31 deputados.

E, na visão de aliados de Maia, a “traição” pode levar Maia a deixar o partido e a abrir um processo de impeachment contra Bolsonaro.

No Planalto, fontes ouvidas pelo blog avaliam que a abertura no último dia de gestão seria “casuísmo”. Elas contam com o arquivamento de um eventual processo por Lira, se o parlamentar for eleito nesta segunda.

Integrantes do governo afirmam que receberam recados de que Maia, apesar de cogitar e ter ameaçado com impeachment no domingo (31), não tomará essa atitude. Do lado de Maia, aliados ainda tentam convencê-lo a não acatar os pedidos.

O atual presidente da Câmara ameaçou abrir o impeachment em reunião no domingo com o presidente do DEM, ACM Neto, e representantes da esquerda.

Esta não foi a primeira vez: na semana passada, Maia telefonou para o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos – que faz a articulação política –, exatamente para reclamar da operação para retirar o DEM do bloco de Rossi. Na conversa, exaltado, também ameaçou com impeachment, se o Planalto não parasse de interferir na disputa.

Blog da Andréia Sadi – G1

Opinião dos leitores

  1. O DESESPERO de botafogo , vulgo nhonho, conhecido por Rodrigo Maia, o deputado que parou o país nesses 02 anos é evidente.
    O DEM já abandonou sua pretensão de eleger o Baleia Rose, agora foi o PSDB que retirou o apoio. Fica mais uma vez evidenciado que todos são usados pelo sistema, quando deixam de ser úteis, são abandonados. Essa é a regra na esquerda!
    Ele em seus últimos gritos de desespero, sabe que a derrota de seu candidato pode significar o fim de sua vida política.
    Se pautar o impeachment vai ter mais uma derrota. Ele sabe que não existem votos suficientes para aprovar o pedido na câmara e assim, esse assunto fica encerado, acabando as ameaças.
    Tem também o fato de que o próximo presidente da câmara pode simplesmente arquivar o pedido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Em live, Bolsonaro não se manifesta sobre ordem do STF para depor à PF nesta sexta-feira (28)

Imagem: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) terminou sua tradicional transmissão ao vivo nas redes sociais desta quinta-feira (27/1) sem se manifestar sobre a decisão o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou que o chefe do Executivo federal preste depoimento na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, nesta sexta-feira (28/1), às 14h.

Na decisão, o ministro negou um pedido do presidente para que ele abrisse mão de ser ouvido na investigação sobre a divulgação, em 4 de agosto de 2021, da íntegra de um inquérito sigiloso da Polícia Federal, como forma de atacar a segurança das urnas eletrônicas.

VEJA MAIS: Alexandre de Moraes, do STF, manda Bolsonaro prestar depoimento à PF nesta sexta-feira (28)

O magistrado ainda retirou o sigilo do inquérito do ataque hacker ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e determinou que, após o depoimento do presidente, a PF conclua a investigação.

A PF intimou Bolsonaro a depor no ano passado. Em 29 de novembro, o ministro Alexandre de Moraes deu prazo de 15 dias para que a oitiva fosse realizada. No entanto, quando o tempo estava acabando, a Advocacia-Geral da União (AGU) pediu prorrogação, e o ministro concedeu mais 60 dias de prazo.

Mesmo assim, como o presidente não indicou a data de seu depoimento, o ministro marcou para esta sexta, conforme prometido.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro confirma ida à Russia e diz que Putin é ‘conservador’

Foto: Jorge William/Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou nesta quinta-feira, 27, a sua ida à Rússia. Em conversa a apoiadores em frente ao Palácio do Alvorada, o presidente disse que a viagem está prevista para acontecer no final de fevereiro.

“Está previsto [a viagem] a final de fevereiro”, afirmou o presidente. Bolsonaro, então, foi questionado por um apoiador se o presidente da Rússia, Vladimir Putin, seria um “conservador” e “gente da gente”. “Ele é conservador, sim”, confirmou o chefe do Executivo, que disse irá atrás de “melhores entendimentos e melhores relações comerciais” com o Kremilin.

No momento, a Rússia enfrenta uma crise geopolítica com a Ucrânia. A tensão entre os países começou após a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) aumentar as atividades no território ucraniano. Como resposta, o presidente russo enviou cerca de 100 mil soldados para a fronteira. Os Estados Unidos já se posicionaram e afirmaram que o país sofrerá fortes sanções econômicas caso Putin decida invadir a Ucrânia. A China, por sua vez, também tomou partido e decidiu apoiar a Rússia.

Jovem Pan

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Já classificado para a Copa, Brasil empata com o Equador em jogo marcado por expulsões e interferências do VAR

Imagem: Santiago Arcos-Pool/Getty Images

A seleção brasileira empatou hoje (27) com o Equador em 1 a 1 na abertura da 15ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar. Os gols que definiram o resultado no estádio Casa Blanca, em Quito, foram marcados pelo volante Casemiro logo aos cinco minutos do primeiro tempo e pelo zagueiro Torres já aos 29 minutos da etapa complementar.

A partida ficou marcada por enormes polêmicas de arbitragem: dois jogadores foram expulsos (Alexander Domínguez, do Equador, e Emerson Royal, pelo Brasil) e cinco marcações de campo importantes do árbitro Wilmar Roldán foram alteradas após consulta ao VAR.

Goleiro brasileiro Alisson recebeu cartão vermelho duas vezes

O goleiro brasileiro Alisson chegou a receber o cartão vermelho duas vezes, ambas anuladas, e dois pênaltis para o time da casa foram marcados no segundo tempo, além do lance de Domínguez, em que nem falta tinha sido marcada.

Classificação e próximo jogo

Já classificado para o Mundial, o Brasil avança para 36 pontos na liderança invicta das Eliminatórias, enquanto o Equador chega a 24, em terceiro lugar, e já começa a fazer contas pela sua vaga. Os jogos da próxima rodada vão ser na terça-feira (1). O Brasil recebe o Paraguai no Mineirão, às 21h30, enquanto o Equador atua como visitante diante do Peru uma hora e meia mais tarde.

UOL

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Prefeitos de 19 municípios das regiões Central e Vale do Açu no RN publicaram nota conjunta cancelando festas públicas de carnaval

Foto: Canindé Soares

Prefeitos de 19 municípios das regiões Central e Vale do Açu no RN publicaram uma nota conjunta cancelando a realização de eventos carnavalescos em locais públicos em 2022.

Os 19 prefeitos que assinaram a nota são dos municípios de: Afonso Bezerra; Alto do Rodrigues; Angicos; Fernando Pedroza; Assú; Serra do Mel; Carnaubais; Itajá; Ipanguaçu; Paraú; Macau; Pedro Avelino; Pedra Preta; Porto do Mangue; Pendências; Caiçara do Rio do Vento; Jardim de Angicos; São Rafael e Triunfo Potiguar.

De acordo com Reno Marinho, prefeito da cidade de São Rafael e presidente da Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Açu Potiguar (AMCEVALE), os eventos que seriam realizados com o dinheiro público não acontecerão.

Estamos abrindo discussões ainda para a questão de arrastões e de festas nas ruas criadas por pessoas privadas”, destacou Reno.

O documento destaca que a decisão de não realizar festas durante o período de carnaval levou em consideração o aumento dos casos de Covid no RN, relacionados a circulação da variante Ômicron e também por causa do surto de gripe, que tem lotado as unidades de saúde pública em todo estado.

Os municípios informaram ainda que ainda aguardam um posicionamento oficial do governo do estado sobre as festas privadas durante o carnaval.

Com informações de g1-RN

Opinião dos leitores

  1. O CARNATAL (veio gente do Brasil inteiro) tratou de espalhar a variante ômicron pra todo Brasil. Valeu Fátima Bezerra! E ninguém fala nisso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cidades

Obras do Centro de Convivência e calcadão da orla de Muriú, executadas pela Prefeitura de Ceará-Mirim, estão 90% concluídas

O canteiro de obras da praia de Muriú, executado pela Prefeitura de Ceará-Mirim por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, está com 90% da sua estrutura concluída.

A praia que se destaca como um dos destinos turísticos mais procurados do RN, está sendo contemplada com um Centro de Convivência e o Calcadão da orla, que aliados ao Pórtico de identificação, letreiro (eu amo Muriú) e outros serviços de manutenção e melhorias transformaram o cenário local e estão impulsionando o turismo.

Opinião dos leitores

  1. Deveria também o senhor prefeito mandar limpar e principalmente manter limpo terrenos as margens na BR 406 mas precisamente no conj. Verde vale onde tem um lixão ao céu aberto um verdadeiro cartão postal para quem entra e sai da cidade

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

CBF avalia Natal, Fortaleza e Manaus para receber Supercopa do Brasil entre Flamengo e Atlético-MG

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A CBF reavalia a realização da Supercopa do Brasil entre Atlético-MG e Flamengo em Brasília após proibição da presença de público no Mané Garrincha, um medida tomada pelo governo do Distrito Federal visando conter o aumento no número de casos de contaminação por Covid-19.

Marcada para o dia 20 de fevereiro, a disputa do troféu agora pode ser realizada em Natal, Fortaleza ou Manaus, avalia a CBF. A informação é dos repórteres Cahê Mota e Eric Faria, do Globo Esporte.

O Mané Garrincha foi palco das duas últimas edições da Supercopa, em 2020 e 2021. O Flamengo levantou a taça de campeão em ambas, contra o Athletico-PR e Palmeiras, respectivamente.

ge

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Prefeito de São José de Mipibu declara apoio a Garibaldi Filho

A pré-candidatura do ex-senador Garibaldi Filho (MDB) a deputado federal ganhou mais uma importante adesão. Na tarde de hoje (27), o prefeito de São José de Mipibu, Zé Figueiredo, declarou apoio a Garibaldi Filho na disputa por uma cadeira na Câmara Federal nas Eleições 2022.

O apoio foi anunciado durante reunião que contou com a presença do presidente estadual do MDB e atual deputado federal, Walter Alves, e do jornalista Daltro Emerenciano. “Tenho certeza de que Garibaldi vai voltar ao Congresso Nacional para trabalhar a favor do Rio Grande do Norte, como sempre fez”, ressaltou Zé Figueiredo.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Clima

VÍDEO: O espetáculo das águas na Cachoeira do Pinga, em Portalegre

O Blog do BG recebeu belas imagens da Cachoeira do Pinga, em Portalegre, Alto Oeste potiguar, registradas pelo perfil @isaiastur.

O grande volume de chuvas que cai na região proporcionou nesta quinta-feira (27) um verdadeiro espetáculo.

Apesar da beleza das imagens, é recomendável evitar banhos no local durante as chuvas em razão das trombas d’água, que pode causar algum acidente.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Alexandre de Moraes, do STF, manda Bolsonaro prestar depoimento à PF nesta sexta-feira (28)

Foto: Victoria Silva/AFP

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou o presidente Jair Bolsonaro prestar depoimento na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília.

De acordo com a decisão do ministro, o chefe do Executivo deve ser ouvido nesta sexta-feira (28), às 14 horas. A determinação ocorreu no âmbito de um inquérito que apura se Bolsonaro vazou documentos sigilosos.

De acordo com o magistrado, a data e hora foi marcada após nem o presidente nem a AGU (Advocacia-Geral da União) marcarem o depoimento, que deveria ocorrer até a sexta-feira, sendo facultado ao presidente escolher data e hora. Moraes também retirou o sigilo do processo.

“Não tendo o Presidente da República indicado local,dia e horário para a realização de seu interrogatório no prazofixado de 60 (sessenta) dias, determino sua intimação, por intermédio da AGU (conforme solicitadono item “V-v” de sua petição), para que compareça no dia28/1/2022, às 14h00, para prestar depoimento pessoal, na sede da Superintendência Regional da PolíciaFederal no Distrito Federal”, escreve Moraes, no despacho.

Bolsonaro é acusado de ter divulgado documentos sigilosos de um inquérito que corre na PF para apurar acessos indevidos aos softwares, programas, da urna eletrônica. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a invasão não comprometeu as eleições, e os dados acessados pelos atacantes se referem a um município específico do Rio de Janeiro.

R7

Opinião dos leitores

  1. se o PR fosse Magno Malta ou Lula, alguém de co lhão, se o Alex Primeiro faria isso. Mas com o calça frouxa tudo pode

  2. Só faz isso porque Bolsonaro é um palhaço, queria ver se fosse com o Moro. Na lava jato Moro enquadrou o stf todinho, e ele ditava a regra, todos lá ficaram pianinho, até os nomeados por luladrão foram enquadrados. Também, o cara defendendo o país de uma quadrilha poderosa que se instalou em toda administração federal.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Brasil bate novo recorde com 228.954 casos de Covid em 24 h; País registrou 672 óbitos

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (27).

Pelo segundo dia seguido, o Brasil bateu o próprio recorde de casos de Covid-19 registrados em 24 horas.

– O país registrou 672 óbitos nas últimas 24h, totalizando 625.085 mortes;

– Foram 228.954 novos casos de coronavírus registrados, no total 24.764.838;

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 411, a maior desde desde 11 de outubro de 2021. A média móvel de casos é de 168.514, a maior desde o início da pandemia.

O ministério da Saúde calcula que mais de 22 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *