Política

Renan não aceita respostas em depoimento de Wajngarten, cita suspeita de ‘mentira’ e ameaça pedir prisão de ex-secretário de Comunicação

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), disse nesta quarta-feira (12) que a comissão pode pedir a prisão do ex-secretário de Comunicação Fábio Wajngarten caso se confirme que ele tenha mentido.

Wajngarten foi convocado para explicar a declaração dada à revista “Veja” na qual disse que a “incompetência” do Ministério da Saúde causou atraso na compra de vacinas contra a Covid-19.

O ex-chefe da Secom também disse, em entrevista, que o presidente Jair Bolsonaro não poderia ser responsabilizado, pois recebeu informações erradas no processo de aquisição de vacinas.

Nesta quarta-feira, porém, o ex-chefe da Secom usou um tom mais moderado.

VEJA MAIS  – CPI: Fabio Wajngarten elogia Pazuello, cita “morosidade da administração pública”, Renan e comissão se irritam com depoimento, ameaçam encerramento e novo convite como “investigado”

Renan pediu ao presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), que requisite o áudio da entrevista dada à ‘Veja’ para checar o que foi dito pelo ex-auxiliar do governo.

“Se ele não mentiu, a revista ‘Veja’ vai ter que pedir desculpas a ele. Se ele mentiu, terá desprestigiado e mentido ao Congresso Nacional, o que é um péssimo exemplo. Eu queria dizer que vou cobrar a revista ‘Veja’. Se ele não mentiu, que ela se retrate a ele. E, se ele mentiu à revista Veja e a esta comissão, eu vou requerer a Vossa Excelência na forma da legislação processual a prisão do depoente. Apenas para dizer isso e para não dizerem que nós não estamos tratando a coisa com a seriedade que essa investigação requer”, disse o relator da CPI.

Este é o quinto dia de depoimentos da comissão parlamentar de inquérito, que apura ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid e eventual desvio de verbas federais enviadas a estados e municípios.

Com acréscimo de G1

Opinião dos leitores

  1. Comequeé??!! Ladrão e Corrupto pode pedir prisão de alguém?! Pode. No Brasil! Como também pode ser Senador, Presidente de CPI, etc etc tudo nas barbas do stf.

  2. Eduardo Lemos, perfeito o seu comentário. Única explicação: o Brasil, não é para amadores. João Macena.

  3. Renan Calheiros é o novo herói da esquerdalha? Todos se merecem. Mas essa CPI está decepcionando a quadrilha. Aliás, ele sempre foi parceiro do PT e fez parte da grande roubalheira que houve na época. Foi ministro do vigarista de 9 dedos. E qual o caráter de quem defende e enaltece esse tipo de gente? Da prá conviver com gente decente. Comigo, não.

    1. Você é puro e honesto demais Direitinha. Seu lugar é um convento.

  4. O depoente mentiu deliberadamente. Testemunha que mente comete crime e é cabível prisao em flagrante. Sem mimimi, boiada.

    1. Sai daí babaca, tire o babador e vá trabalhar seu troço, se mentir (o que não ocorreu) desse cadeia, teu molusco asqueroso pegava perpétua. E esse Renan que vcs agora idolatram é uma retidão só, nunca mentiu o coitado. Prestou atenção quando o mesmo falou? Quase que algumas palavras não saiam, ele tem na memória o caso da amante, filha, quem pagava e o Sérgio Machado com suas conversas nada republicanas.

  5. Infelizmente na nossa pátria amada é assim…
    O sujeito mata o outro, aparece com a cabeça pingando sangue, é filmado praticando o ato, mas não fica preso…
    Desvia milhões dos cofres públicos, encontram caixas desse dinheiro desviado no apartamento dele, e não vai preso, alegando que “o dinheiro não é dele e que nunca tinha visto”…
    E por aí vai…
    Mas se não falar o que a CPI quer ouvir, aí é considerado um criminoso de alta periculosidade, e tem que ser preso…

  6. Na condição de testemunha, ele não pode mentir. Independente do que se ache do Renan, ele é senador, eleito e em gozo dos seus direitos e portanto, pode pedir a prisão, caso o ex ministro tenha mentido, como parece. Uma coisa ficou explicitly, a falta de vacina for irresponsabilidade do governo e como consequência, mais de 400 mil mortes.

  7. Na vdd quem merecia ser varrido do mapa com uma bomba não é só esse pilantra safado e sim o estado q elege um corrupto desse para senador

  8. Esse Senador Renan Calheiros só não está preso , porquê goza do foro privilegiado.
    O que é um péssimo exemplo sao6os Parlamentares envolvidos em escândalos de corrupção e agindo com nada tivesse acontecido.

    1. Né isso! Renan Calheiros tá querendo “tratorar” o depoente… Ops, “tratorar” é um verbo que não podemos usar por aqui…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

VÍDEO: Alexandre Garcia se desentende com apresentador e ameaça deixar CNN Brasil

O comentarista político da CNN Brasil, Alexandre Garcia, se irritou na manhã desta 5ª feira (6.mai.2021) depois de um questionamento feito pelo âncora Rafael Colombo, que realiza a mediação do programa “Liberdade de Opinião”. O apresentador perguntou se as medidas de isolamento adotadas por governadores e prefeitos para conter o avanço da pandemia não estariam garantindo o direito à vida.

Após a intervenção, Garcia, visivelmente nervoso, disse não saber se voltaria a fazer o programa.

Pouco antes, o jornalista havia defendido a fala dessa 5ª feira (6.mai.2021) do presidente Jair Bolsonaro, no evento de abertura da Semana das Comunicações, onde afirmou que não aceitaria medidas a favor do isolamento social.

“Nas ruas, já se começa pedindo que o governo baixe um decreto. E, se eu baixar um decreto, vai ser cumprido, não será contestado por nenhum tribunal. O Congresso estará ao nosso lado. O povo estará ao nosso lado. Quem poderá contestar o artigo 5º da Constituição? O que está em jogo? Queremos a liberdade para poder trabalhar, queremos o nosso direito de ir e vir. Ninguém pode protestar isso. E esse decreto que eu baixar, repito: será cumprido, juntamente com nosso Parlamento, juntamente com nosso poder de força, juntamente com nossos 23 ministros”, disse o presidente ontem, no Palácio do Planalto.

Alexandre Garcia defendeu o tom de Bolsonaro e disse que a publicação de um decreto para proibir o isolamento seria apenas o cumprimento da Constituição.

Como acontece normalmente no programa, Colombo questionou o comentarista. “Mas a Constituição tem o direito a Vida, Alexandre. Os governadores e os prefeitos não estão tentando garantir o direito a vida?”, perguntou o apresentador.

Alexandre Garcia ficou calado, fazendo com que Colombo acreditasse que havia ocorrido algum problema técnico na transmissão. O âncora agradeceu a presença do comentarista, lembrando que eles voltariam a conversar no dia seguinte.

Após o silêncio, Garcia respondeu “Eu não estou sendo entrevistado“. Logo em seguida, visivelmente aborrecido, disse que não sabia se retornaria no próximo programa.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Faz tempo que Alexandre Garcia defende Bolsonaro de maneira ESCANCARADA. E como bom bolsominion fica chateadinho quando é confrontado.
    Basta ver aopinião de Sidney Rezende, que fala imediatamente antes dele no mesmo quadro. Opinião muito mais precisa e assertiva.

  2. Liberdade tá na Constituição. Mas, direito à vida, afinal, está ou não na constituição? Se sim, que mal fez o carinha ao perguntar?

    1. O direito de liberdade não se opõe à vida. Ao contrário, VIDA DE VERDADE, algo muito diferente de simplesmente sobreviver, pressupõe e exige liberdade. Resguardando os devidos cuidados sanitários, as pessoas PRECISAM tocar suas vidas. É preciso ganhar seu sustento, cuidar e prevenir outras doenças, conviver com seu semelhante, ter lazer, namorar, fazer exercícios… Vc esqueceu do que significa VIVER? Que pena!

  3. Infelizmente a maioria dos apresentadores e comentaristas da CNN não tem a menor isenção. Rafael Colombo é da esquerda “adora Lula”. Alexandre Garcia pode ser idoso (e é, sim), mas sabe analisar fatos políticos como poucos neste invertido país. Boa parte da imprensa está contaminada com o que há de pior no Brasil – a esquerda e, infelizmente o marxismo tolhidos das liberdades tem encantado, também, parte significativa da população.

  4. Alexandre Garcia é um jornalista inteligente e estudado e profundo conhecedor da constituição. Antes de defender quem quer que seja, ele tá defendendo a constituição, que nunca foi tão desrespeitada quanto está sendo agora. Vejam o que fez o stf em relação ao deputado Daniel Silveira, vejam o que fez um dos ministros quando foi(segundo ele), desrespeitado dentro do avião! Cadê o direito de ir e vir e de falar? Particularmente não defendo as idéias do deputado que citei acima, mas daí ele ser tratado como um criminoso que mata e rouba? Aí é demais né? E todos aqueles que roubaram cinicamente a nação e estão tendo os seus processos arquivados? Se o stf agisse com a correção devida, jamais permitiria que um cara que tem 13 processos nas costas, fosse aceito como relator de um CPI. E o que fizeram em uma só canetada? Permitiram que o cara conduzisse a relatoria. Simples assim! Então, lavem a boca (e os dedos), antes de se dirigirem de forma capciosa e deselegante, a esse grande jornalista estudioso, chamado Alexandre Garcia. Quem perde é esse canal cada vez mais tendencioso e que eu admirava, mas estou aos poucos deixando de assistir. Uma coisa é falar das bobagens que Bolsonaro diz. A outra, é não enaltecer as coisas boas(e são muitas), que ele está fazendo pelo País. A idéia é derrubá-lo a qualquer custo. Não importa que coisas importantes como a reforma tributária seja o foco atual. O que importa é tirar do governo, quem foi eleito democraticamente para a Presidência da República. Se ele entrou, se foi eleito, é porque o outro lado não estava fazendo o trabalho direito. Ninguém no mundo tá sabendo como cuidar da pandêmia. E mais uma coisa: qualquer um é dono do seu nariz, e cumpre as regras de isolamento e medidas higiênicas, ou não. Tem muito esquerdista hipócrita dizendo que não toma ivermectina, mas toma, assim como, dizendo que cumpre as medidas, mas estão participando de festas e aglomerações. Ou vocês são “inocentes” pra acreditar que só quem faz isso é quem é Bolsonarista?

  5. A CNN vai ganhar com a sair desse esclerosado gagá.
    Esse xarope é desserviço ao assinante.

    1. Você não tem 1% da capacidade do Jornalista Alexandre Garcia.

  6. Alexandre Garcia é um comentarista renomado, da época em que a imprensa se comportava como tal. Se realmente sair da CNN, só a emissora sairá perdendo. Quanto ao assunto tratado por eles, o presidente Bolsonaro apenas reafirmou o direito à liberdade do povo. E o direito à vida não é oposto à liberdade de locomoção, não havendo qualquer relação explícita entre os dois. Tomados os devidos cuidados sanitários, todos podem e devem tocar suas vidas. Até porque não se morre apenas de COVID.

  7. Esse faz parte da “direita honesta”, pessoas reacionárias, pessoas que consideram a sua verdade absoluta, que sua vida é um exemplo de moral e bem feito! Hoje, conheço vários deste mesmo estilo, podem fazer e acontecer, mas se o seu vizinho faz, ele é um safado, um corrupto, um mal-feitor. Bolsonaro tem muitos fãs, 30% em 200 milhões é muita gente, família, amigos e todos, e é preciso aceitar e concordar com eles, caso não a briga se inicia fácil. E o que esse senhor reacionário fez, vemos no nosso dia a dia!

  8. Estão acostumados a falar para a seita…. não são questionados…. e são aplaudidos em qlq coisa que falem…

  9. KKKKKKKKKKK. Alexandre Garcia pensa que estava falando pro público cativo da bolha! Quando se faz qualquer indagação esse povo desce dos cascos…

    1. Que preconceito é esse contra um profissional idoso? Se fosse um idoso da esquerda igual ao ladrão Lula vc teria esse preconceito? Alexandre Garcia tem que continuar no programa para dizer a verdade bem na cara dessa imprensa militante e dos
      hipócritas defensores de corrupção que foram hipnotizados pelo corupto encantador de jumentos.

    2. Deco, os canalhas também envelhecem. E envelhecem rápido.

    3. Acho que Deco, quando chama os outros de jumento, olha o próprio espelho, o comentário foi uma sátira pelos seres ruminantes igual você camarada! Porque vocês olham a corrupção que interessa, justifica a sua primeira dama receber 89.000 do Queiroz, ai a gente conversa!

    4. Se fôsse o LADRÃO, o Presidiário solto – mas continua sendo LADRÃO e ODIADO por pessoas de BEM, você estaria babando, ouvindo o CANALHA vomitar…mas como trata-se de um jornalista ÉTICO aí fica revoltadinho!

    5. Comeu mortadela estragada misturada com capim misturado com bosta de gato ou cocaína com cal

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

“Crise no turismo do RN ameaça futuro do Estado”, diz vereador Aldo Clemente

Foto: Divulgação

A crise econômica enfrentada pelo setor turístico do Rio Grande do Norte pode se transformar, também, em uma forte ameaça ao futuro do Estado. Esta é a opinião do vereador de Natal, Aldo Clemente (PDT), que cobra maior atenção do poder público com a atividade, apontada como a principal da economia potiguar.

“São milhares de empregos diretos e indiretos que estão em jogo. E a retomada após a pandemia ainda será lenta. Se algo não for feito urgentemente pelo poder público, poderemos comprometer desde já as finanças dos próximos anos também. A crise no turismo do RN é uma forte ameaça ao futuro do Estado”, disse o vereador.

Aldo Clemente já apresentou ao prefeito Álvaro Dias (PSDB) uma série de propostas para socorrer o setor e tentar preservar os empregos. Os dados mais atuais são assustadores. Cerca de 40% dos trabalhadores que ficaram desempregados na pandemia em Natal são ligados ao turismo. Isso falando apenas dos empregos diretos. “Isso fica ainda mais preocupante se levarmos em conta as pessoas que dependem da visitação turística, mas que são invisíveis aos olhos da sociedade, como o vendedor de picolé na praia, o rapaz da água de coco ou o artesão que vende lembranças da nossa terra”, completou.

O vereador é autor do projeto que torna bares e restaurantes serviços essenciais em Natal na pandemia, recentemente aprovado pela Câmara Municipal. A proposta tem como objetivo estabelecer regras e protocolos rígidos de segurança sanitária para garantir o funcionamento destas atividades, que também são importantes para a manutenção do turismo.

 

Opinião dos leitores

  1. Total razão o vereador Aldo Clemente tem. Primeiro o Governo do Estado, precisa entender a importância econômica do turismo, e liberar de forma consciente, e não fechar ou vetar alguns itens que acarretem na piora do turismo. A prefeitura, pode e deve também pensar de forma mais célere alguma redução, ou isenção de impostos para os hotéis, restaurantes e bares.

  2. O vereador tem razão, porém o nosso grande problema é essa Governadora irresponsável, que ignora decretos municipais. Será que ela não atrapalhar
    aplicação dessa Lei de autoria do Vereador?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Nova Zelândia vive pânico após terremoto de magnitude 8,1 e ameaça de tsunami

Foto: Getty Images

Moradores da Nova Zelândia viveram momentos de pânico nesta sexta-feira (5), após uma sequência de tremores de terra, que chegaram a um terremoto de magnitude 8,1 nas Ilhas Kermadec, de acordo com a Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nova Zelândia.

O país chegou a suspender os protocolos da Covid e pedir para as pessoas saírem de casa por conta de um possível tsunami, mas rebaixou o alerta.

Moradores em algumas áreas receberam alertas de emergência em seus telefones pedindo para “EVACUAR AGORA”, quando as sirenes de tsunami tocaram. A agência de emergência emitiu uma ordem de evacuação temporária para as pessoas perto da costa, advertindo-as: “Não fiquem em casa”, pois “um tsunami perigoso pode acontecer”.

As Ilhas Kermadec ficam a cerca de mil quilômetros a nordeste da Ilha do Norte, na Nova Zelândia. A costa leste da Ilha do Norte, a Baía das Ilhas a Whangarei, de Matata à Baía de Tolaga, incluindo Whakatane e Opotiki e a Ilha da Grande Barreira estão incluídas no alerta de tsunami.

Na tarde de sexta-feira [horário local], a agência rebaixou seu alerta de “ameaça terrestre e marinha” para “ameaça marítima e de praia”, o que significa que todos os residentes que evacuaram podem agora retornar para suas casas.

As autoridades acrescentaram que fortes correntes e ondas imprevisíveis podem continuar por horas, e que as pessoas devem ficar longe de praias, margens e rios.

O terremoto veio “sem nenhum aviso importante”, disse o sismologista Bill Fry em uma entrevista coletiva na sexta-feira. Ele acrescentou que, em seus 13 anos respondendo a terremotos e tsunamis na Nova Zelândia, “esta é a primeira vez que temos essa sequência específica”.

Em Russell, Nova Zelândia, Rita Baker disse à CNN que ela havia fugido para uma colina com vista para a Baía das Ilhas junto com seus vizinhos.

Quando surgiram os primeiros alertas sobre terremotos na Nova Zelândia, Baker não ficou muito preocupada, ela contou à CNN. O primeiro terremoto de Kermadec ocorreu sem muito alarde.

“Uma hora depois disso, a sirene do tsunami disparou e por uma fração de segundo eu entrei em pânico”, acrescentou Baker. “Só de ouvir aquele som eu já fiquei nervosa.”

A casa de Baker fica a 10 metros da água. “Meu marido me ligou do trabalho, na cidade, e me disse para sair o mais rápido possível e ir para um terreno mais alto porque aquilo não era um treinamento e eles estavam evacuando o hotel (ele trabalha em um hotel à beira-mar),” ela escreveu.

“Então, eu agarrei a gata (escondida debaixo da cama) e com as mãos trêmulas a coloquei em sua gaiola, peguei minha bolsa e o disco rígido do computador, desci para o carro e dirigi até a colina.”

O terremoto também disparou alertas no Havaí e na Samoa Americana, mas foram cancelados posteriormente. O Bureau de Metodologia da Austrália relatou uma onda de 64 centímetros em sua remota Ilha de Norfolk.

O cismo de quinta-feira foi o maior a acontecer em qualquer lugar do mundo desde agosto de 2018, quando um terremoto de magnitude 8,2 atingiu muito mais fundo no subsolo, também no Pacífico Sul, perto de Fiji.

Cerca de um terremoto de magnitude igual ou superior a 8,0 ocorre a cada ano.

Esta é uma reportagem em desenvolvimento. Há mais por vir.

CNN Brasil

Opinião dos leitores

  1. Veja domingo no Fantástico o terremoto na Nova Zelândia foi culpa do PR Bolsonaro!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Doria ameaça ir ao STF contra governo federal por habilitação de leitos de Covid-19

Foto: Governo do Estado de São Paulo

João Doria afirmou que pretende recorrer ao STF se o Ministério da Saúde não informar até o fim desta segunda-feira (8) o prazo para habilitar os leitos de internação para Covid-19 no estado que deixaram de ser custeados pelo governo federal, registra a Folha.

Na quarta-feira passada (3), o secretário paulista da Saúde, Jean Gorinchteyn, havia informado que, dos cerca de 5.000 leitos custeados pelo governo federal no estado de São Paulo até o fim de 2020, apenas 564 estavam habilitados este ano.

A habilitação prevê repasse de verba para custos com profissionais, equipamentos e insumos para manutenção do funcionamento dessas vagas de internação no SUS.

Em coletiva nesta segunda, o governador paulista afirmou que a Procuradoria-Geral do Estado já foi autorizada a conduzir a questão na Justiça caso a resposta não venha ainda hoje.

O Antagonista

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Líder do PT na Câmara diz em reunião que Maia garantiu abrir impeachment

Foto: Maryanna Oliveira/Agência Câmara

O líder do PT na Câmara, deputado Ênio Verri, abriu a reunião com a bancada do partido hoje de manhã dizendo aos parlamentares que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) garantiu que fará a leitura de um dos processos de impeachment contra Jair Bolsonaro (sem partido). A bancada se reúne para tratar da eleição para a mesa diretora, que ocorre mais tarde.

Verri disse aos deputados que Maia garantiu que dará início a um dos processos de impeachment que estão na gaveta da Câmara. Até agora, 64 pedidos já foram apresentados – apenas cinco foram arquivados por Maia. Cabe apenas ao presidente da Câmara dar início a um processo de impeachment.

VEJA MAIS: Planalto vê ‘casuísmo’ se Maia abrir impeachment; governistas acreditam que não ocorrerá e que, se ocorrer, contam com arquivamento de Lira se eleito

Ontem, o DEM decidiu que vai se manter neutro na disputa pela presidência da Câmara, o que irritou Maia, que apoia a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP). Com a debandada do DEM, outros partidos podem fazer o mesmo e Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo Palácio do Planalto, pode ganhar vantagem na disputa.

Na reunião, o PT também tenta controlar dissidências em relação à eleição da Câmara. A deputada Marília Arraes (PT-PE) lançou candidatura avulsa a um dos cargos da mesa diretora, contrariando a orientação do partido.

Ela participou de um pedaço da reunião, por videoconferência, e disse que não vai retirar a candidatura. O PT integra o bloco parlamentar que apoia a candidatura de Baleia Rossi. O partido, assim como outras legendas de oposição, se uniram a Baleia para derrotar o candidato de Bolsonaro.

UOL

Opinião dos leitores

  1. Esse Rodrigo Maia Nonho é um tremendo de um escroto, pois até agora na presidência da câmara só fez travar as ações do governo federal, irresponsável depois de não ter conseguido o apoio ao seu candidato Baleia.

  2. Pense numa dupla q está com toda confiança do Brasil: PT + Rodrigo Maia.
    Pense num balde cheio.

  3. A nossa Assembleia tem que pedir o impeachment de Fátima Bezerra, já teve os 5 milhões de reais que sumiram, as ambulâncias super faturadas, as 4 mil doses de vacinas que desapareceram… e aí estão esperando o que??

  4. Maia, o maior arregão da república! Covarde, o governo Bolsonaro é sua responsabilidade, assim como Moro, deu pano pra esse governozinho medíocre.

  5. Que é isso João? Misturar Joaquim Barbosa, homem negro, de origem humilde, filho depai pedreiro e mãe lavadeira, competente, responsável, macho, com esse tal de Rodrigo, vc merece ???????????????????????

  6. Parabéns ZeGado, vc usou a consciencia, não comungo com várias atitudes, falas e comportamento do presidente, mais convenhamos, melhor do que os anterioriores não tenho dúvida.

  7. Se ele pautar isso justo hoje, é pra ser casado AMANHÃ.
    Teve mais de um ano pra fazer isso.
    Quebra de decoro,

  8. A banalização de um instrumento constitucional por uma oposição irresponsável e inimiga da democracia, pois NUNCA aceitaram o resultado de uma eleição legítima em que perderam suas "boquinhas". Sem apoio popular, sem apoio parlamentar e sem motivo legítimo, como são capazes de pensar em "impeachment"? Coisas dos inimigos do Brasil. É "gópi"!

  9. Sou oposição ao governo do miliciano, mas não tem cabimento abrir um impeachment aos 49 do segundo tempo…
    Ele tem 54 pedidos na mesa dele, não abriu antes porque não quis.
    Se abrir, o novo presidente vai arquivar.

    1. Na verdade, são 64 pedidos de "impeachment". E o novo presidente não poderia simplesmente arquivá-lo. Apenas serviria para atrapalhar AINDA MAIS o nosso Brasil e terminaria com mais uma desmoralização dos seus defensores. Basta ver as manifestações ridículas que estão sendo fabricadas a favor desse absurdo. E o político que com elas se identificar vai perder votos. Simples assim.

  10. Covarde…esperou 2 anos e 220 mil vidas perdidas pra dizer que vai fazer o que deveria ter feito…
    F***-se Mais… será jogado no lixo da história, assim como o Min do STF Joaquim Barbosa (alguém lembra dele?) e assim como será o Bozo, quando essa era de trevas passar…

    1. Vamos lembrar sempre é de luladrao, o maior ladrão da história. Esse sim não podemos nos esquecer. Esse troço desse Rodrigo Maia teria que ser era jogado no lixo, e de lá nunca deveria ter saido

    2. Crise de abstinência grande da época do mensalão e petrolão, né, Joãozinho! kkkkkkk

  11. É a melhor situação para o momento.
    A globo vai entrar em frenesi, os jornalistas do caos vão dar a notícia 24 horas por dia, os blogs daqueles que estão com abstinência de recursos públicos vão escrever e publicar milhares de vídeos. Toda esquerda vai comemorar como assunto resolvido……
    Calma!
    Ele pode pautar o impeachment, com os prováveis resultados:
    01 – A esquerda ser derrotada na câmara, pois todos sabem que não tem votos para admissibilidade;
    02 – O próximo líder da câmara, se não for Baleia Rossi, arquivar;
    03 – O governo sair fortalecido, pois o assunto será encerrado e as ameaças com isso acaba.
    Lembrando aos amantes da corrupção que o DEM e o PSDB já desembarcaram oficialmente do barco com Baleia Rossi, daí toda essa inquietação do botafogo.

  12. Tchau nhonhom Botafogo.
    O Brasil todo tá assistindo viu???
    Kkkkkkkkkkkkk
    Chola não derrotado.
    Esse vagabundo, quer tumultuar o país e nada mais.
    Vai da com os burros n,agua.
    Quê vê invente.
    Canalha!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Planalto vê ‘casuísmo’ se Maia abrir impeachment; governistas acreditam que não ocorrerá e que, se ocorrer, contam com arquivamento de Lira se eleito

Foto: Bruno Kelly/Reuters

O candidato do PP à presidência da Câmara dos Deputados Arthur Lira (PP-AL) colocou na agenda desta segunda-feira (1º) o anúncio do apoio do DEM à sua candidatura. O evento, entretanto, não aconteceu pois a ala pró-Lira do partido voltou atrás após uma ordem do presidente da legenda, ACM Neto.

O ato, que foi marcado para 9h30, seria o golpe mais duro da disputa contra Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente atual da Casa, que não conseguiu segurar o próprio partido no bloco de apoio de Baleia Rossi (MDB-SP), seu candidato.

Apesar do cancelamento do ato de apoio, Lira – um líder do Centrão que conta com o respaldo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na disputa pelo comando da Câmara – ainda conta com apoio de cerca de metade da bancada do DEM, que tem 31 deputados.

E, na visão de aliados de Maia, a “traição” pode levar Maia a deixar o partido e a abrir um processo de impeachment contra Bolsonaro.

No Planalto, fontes ouvidas pelo blog avaliam que a abertura no último dia de gestão seria “casuísmo”. Elas contam com o arquivamento de um eventual processo por Lira, se o parlamentar for eleito nesta segunda.

Integrantes do governo afirmam que receberam recados de que Maia, apesar de cogitar e ter ameaçado com impeachment no domingo (31), não tomará essa atitude. Do lado de Maia, aliados ainda tentam convencê-lo a não acatar os pedidos.

O atual presidente da Câmara ameaçou abrir o impeachment em reunião no domingo com o presidente do DEM, ACM Neto, e representantes da esquerda.

Esta não foi a primeira vez: na semana passada, Maia telefonou para o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos – que faz a articulação política –, exatamente para reclamar da operação para retirar o DEM do bloco de Rossi. Na conversa, exaltado, também ameaçou com impeachment, se o Planalto não parasse de interferir na disputa.

Blog da Andréia Sadi – G1

Opinião dos leitores

  1. O DESESPERO de botafogo , vulgo nhonho, conhecido por Rodrigo Maia, o deputado que parou o país nesses 02 anos é evidente.
    O DEM já abandonou sua pretensão de eleger o Baleia Rose, agora foi o PSDB que retirou o apoio. Fica mais uma vez evidenciado que todos são usados pelo sistema, quando deixam de ser úteis, são abandonados. Essa é a regra na esquerda!
    Ele em seus últimos gritos de desespero, sabe que a derrota de seu candidato pode significar o fim de sua vida política.
    Se pautar o impeachment vai ter mais uma derrota. Ele sabe que não existem votos suficientes para aprovar o pedido na câmara e assim, esse assunto fica encerado, acabando as ameaças.
    Tem também o fato de que o próximo presidente da câmara pode simplesmente arquivar o pedido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Novo golpe em apps financeiros ameaça brasileiros; entenda

Foto: Pond5

Uma nova família de vírus ameaça aplicativos bancários do Brasil e de outros países da América Latina, Europa e África. Chamado de Ghimob, o trojan é uma nova versão do trojan Guildma, desta vez desenvolvido especificamente para apps de celular. O novo sistema pode avançar em aplicativos de bancos, fintechs, corretoras de valores e corretoras de criptomoedas para roubar dados das vítimas e fazer transações ilegais.

Detalhes do novo vírus foram divulgados nesta quinta-feira (9) pela Kaspersky, empresa desenvolvedora de soluções para segurança online. Segundo o comunicado, a ameaça está pronta para ser disseminada internacionalmente, e o Brasil seria um dos principais pontos de distribuição do malware, com mais de 100 aplicativos bancários expostos no país.

O Ghimod é um trojan do tipo RAT, que utiliza acesso remoto para controlar o smartphone infectado. Sendo assim, os criminosos conseguem realizar transações financeiras ilegais usando o próprio smartphone da vítima, evitando a detecção da fraude por tecnologias de segurança normalmente utilizadas pelas instituições financeiras.

Para realizar as transações, o trojan consegue desbloquear o celular da vítima, mesmo que o indivíduo possua um desenho ou senha de bloqueio. Em seguida, os criminosos colocam uma tela branca, preta ou um site em tela cheia para esconder sua atividade. Esse artifício também serve para que o usuário tente utilizar a biometria para destravar o celular, fornecendo sua informação biométrica aos golpistas.

Segundo a Kaspersky, a disseminação do vírus no Brasil é feita através de campanhas de phishing enviadas por e-mail. As mensagens informam que as pessoas têm dívidas ativas e fornecem links que supostamente revelam detalhes desses débitos — ao acessar os links, o cliente tem o trojan instalado no celular. Neste momento, os criminosos são avisados de que a infecção foi realizada e recebem informações como a lista de aplicativos instalados no dispositivo que podem ser invadidos e se o usuário utiliza uma tela de bloqueio de segurança.

No Brasil, o Ghimob pode espionar mais de 110 aplicativos de instituições bancárias, segundo a Kaspersky. No exterior, a ameaça seria capaz de invadir 21 aplicativos de criptomoedas e sistemas internacionais de pagamentos em diferentes países, além de serviços de internet banking pelo celular na Alemanha, Portugal, Peru, Paraguai, Angola e Moçambique.

“O Ghimob é o primeiro trojan para mobile banking brasileiro pronto para ser internacionalizado e acreditamos que isso não vá demorar, uma vez que ele compartilha a mesma infraestrutura do Guildma, um trojan para Windows que já atua fora do país”, comenta o especialista de segurança digital da Kaspersky Fabio Assolini.

“Recomendamos que as instituições financeiras acompanhem essas ameaças de perto para aprimorar seus processos de autenticação e tecnologias antifraudes com dados de inteligência de ameaças. Compreender sua ação é a forma mais eficaz de mitigar os riscos desta nova família de RAT móvel”, diz o especialista.

Globo via Techtudo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

SUCUPIRA PERDE: Com baladeira, assaltante ameaça vítima no centro de Macaíba, na Grande Natal

Foto: Ilustrativa

O Macaíba no Ar destaca que na manhã dessa quarta-feira (07), uma moradora do centro da cidade sofreu uma tentativa de assalto na avenida Jundiaí. Segundo o relato, o assaltante pediu que a vítima passasse o celular, porém, a mulher não estava com nenhum bem na hora do ocorrido. Foi quando o assaltante a ameaçou com uma baladeira.

Segundo Macaíba no Ar, a vítima, que tem mais de 50 anos, ficou com bastante medo, pois o assaltante apontou para ela o instrumento conhecido popularmente como baladeira ou estilingue.

“Diante dessa, não falta mais nada acontecer em Macaíba”, destacou o portal local.

Opinião dos leitores

  1. Onde está o estatuto de desbaladeiramento para proibir as pessoas de ter e portar baladeira?

  2. usando dos mesmos métodos antigos, esse meliante não precisa ir pra cadeia… um corretivo com galhos de urtiga na bunda e nas costas dele já causa um bom efeito "educacional". Se quisesse ser gente de bem estava procurando um trabalho honesto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Maternidade Januário Cicco fechou portas a durante noite por ameaça de pai a médica que fez o parto do filho

A Maternidade Escola Januário Cicco, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, fechou seus acessos, na noite dessa quinta-feira (23), após um homem ameaçar profissionais que trabalham na unidade. De acordo com reportagem do G1-RN,com informações do próprio hospital, o homem teria se revoltado com a morte de seu filho recém-nascido.O falecimento da criança ocorreu entre a quarta-feira (22) e a quinta-feira (23) e o homem passou a rondar o hospital, inclusive abordando profissionais que chegavam para realizar plantões. Ele procurava a médica responsável pelo parto e fazia ameaças. Diante do medo, a segurança interna da unidade foi reforçada e a Polícia Militar foi acionada ao local. Apesar disso, o homem não foi preso. As portas só foram reabertas na manhã desta sexta-feira (24)

O hospital informou que a direção está reunida com a família, inclusive o pai, na manhã desta sexta (24), para explicar a causa da morte do bebê.

Com informações do G1-RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Foi montado um “novo gabinete do ódio” para acabar com a Lava Jato, diz Deltan Dallagnol

Foto: Heuler Andrey/DiaEsportivo/Agência O Globo

O procurador da República Deltan Dallagnol disse nesta sexta-feira(03) ao jornal O Globo que “há algum novo gabinete do ódio, operando para macular a Lava Jato”. Na opinião dele, estão sendo plantadas notícias falsas na imprensa com o objetivo de destruir a imagem da força tarefa e desarticular o combate à corrupção.

A fala de Deltan é resposta à tentativa do PGR Augusto Aras de acabar com as forças-tarefa e criar uma unidade central de combate à corrupção subordinada à Procuradoria-Geral.

O procurador da Lava Jato reclamou também da notícia que se divulgou sobre a compra de três aparelhos Guardião para grampear telefones. Na verdade, o que se comprou foi um gravador interno de ramais, segundo Deltan.

“O que parece é que se está buscando produzir um clima propício para acabar com as forças-tarefas”, disse o procurador.

“Chegamos a um momento de desmonte institucional da forma de combater a corrupção empregada nos últimos anos. Houve um desmonte jurisprudencial, com o fim da prisão em segunda instância, um desmonte legislativo, com regras como a lei de abuso de autoridade e outras que dificultaram a colaboração premiada, e agora se busca desmontar os arranjos institucionais usados nos últimos seis anos para avançar contra a corrupção”, analisou.

Leia também a reportagem da Crusoé aqui.

O Antagonista, com O Globo e Crusoé

Opinião dos leitores

  1. Com a palavra aqueles abestalhados que ficam nas ruas pedindo fecha o STF!! Exército nas ruas!!…. Acabar com a lava jato é tão somente o pagamento do chamado CENTRÃO para apoio no congresso para um possível afastamento do BOZO.

  2. O Brasil é o único país do mundo onde "altas autoridades" da República se unem para destruir uma operação de combate à corrupção. A ORCRIM tem tentáculos em todo aparato estatal. É vergonhoso.

  3. O Brasil não suporta mais essas quadrilhas prejudicando a nação na guerra pelo poder. Tiraram uma quadrilha do poder e nós colocamos outra.

  4. "Uma mentira dita 100x torna-se verdadeira!"

    Criaram uma narrativa de gabinete do ódio e até agora não vemos nada plausível. Agora vem esse mané falar em "novo gabinete do ódio"!

    Patético!

  5. Bolsonaro é o maior vagabundo que já passou pelo palácio do planalto!
    #MORO2022

    1. Quando a lava-jato chega ao PSDB aí começaram a achar ruim, tô achando que o PT tinha razão quando dizia que Moro era tucano.

  6. Eita que fontes!!
    Como estão querendo acabar, se estão querendo pegar José Serra?
    Não é muita coincidência querer acabar a força tarefa da lava jato na hora que buscam alguém do PSDB?
    É só uma pergunta.
    O gabinete não é da peppa?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Venezuela acusa Brasil de ser ameaça para a região em carta à ONU

Foto: REUTERS/4-5-2020

O governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou nesta terça-feira que enviou uma comunicação ao secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, acusando o governo do presidente Jair Bolsonaro de ser “negligente” no combate à pandemia da Covid-19 e afirmando que esta atitude “atenta contra toda a América do Sul”. A decisão do Palácio de Miraflores foi divulgada pelo chanceler Jorge Arreaza, na rede social Twitter.

Na mesma carta, publicada pelo chanceler chavista, a Venezuela pede a intervenção das Nações Unidas para exigir que o governo Bolsonaro “atue com responsabilidade”. “Hoje podemos afirmar, sem medo de errar, que o presidente Jair Bolsonaro e seu governo se transformaram no pior inimigo dos esforços para sair vitoriosos da pandemia da Covid-19 na América Latina e o Caribe”, diz o texto enviado às Nações Unidas. O Palácio de Miraflores menciona a troca de ministros da Saúde e a intenção do Brasil de, seguindo os passos do governo americano de Donald Trump, abandonar a Organização Mundial da Saúde (OMS).

“A catástrofe sofrida pelo Brasil como consequência da Covid-19 afetará, sem dúvida, a Republica Bolivariana da Venezuela e todos os países da região… até o dia 15 de junho, a Venezuela registra 3.062 casos de coronavírus confirmados. Somente nos estados de fronteira, do lado brasileiro, se contabilizam 62 mil casos confirmados”. Na visão do governo Maduro, o Brasil hoje “carece de uma política coerente para a contenção na pandemia”.

Números questionados

A carta enviada pelo chanceler Arreaza causou surpresa entre membros da oposição venezuelana liderada por Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional (AN) não reconhecida pelo Palácio de Miraflores e nomeado por ela “presidente encarregado” do país. Atualmente, vários diplomatas do governo chavistas que foram expulsos pelo governo brasileiro se recusam a retornar para a Venezuela amparados por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que menciona os riscos que estariam correndo se, de fato, abandonassem o país.

A oposição venezuelana acusa o governo Maduro de manipular as estatísticas oficiais da pandemia e o chavismo, desde o início da autoproclamada revolução bolivariana, em 1999, e de ter destruído o sistema público de saúde. Guaidó lançou programas de ajuda aos médicos venezuelanos e defende a criação de um governo de emergência para enfrentar a crise sanitária. Seus aliados já selaram acordos, entre outros, com a Organização Pan-americana da Saúde (OPAS). Em paralelo, a oposição venezuelana resiste à convocação de eleições legislativas no fim deste ano com as mesmas autoridades eleitorais de sempre, controladas pelo chavismo.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Esse criminoso e tirano Venezuelano Deveria matar a fome do seu povo ao invés de estar falando nerds sobre o Brasil. Já passou da hora dos EUA matar esse bandido Que se denomina presidente da Venezuela e colocar no poder o verdadeiro presidente João Guaidó.

  2. Tenho a ligeira impressão que a Venezuela esqueceu de informar que o responsável pela ação foi decidida pelo STF e definiu que os governadores e prefeitos é quem deveria fazer todas as ações contra e epidemia e que o nosso presidente estaria fora destas ações, e que eles estão cumprindo com muita "eficiência" é só o STF mandar fazer uma auditoria, o que fatalmente não será feito.

  3. Tenho a ligeira impressão que a Venezuela esqueceu de informar que o STF definiu que os governadores e prefeitos é quem deveria fazer todas as ações contra e epidemia e que o nosso presidente estaria fora das desta epidemia.

  4. Ah, mundo louco! Maduro com medo de perder o título de ditador da América do Sul para o Capetão…

  5. Era só o que faltava! Kkk
    Olha as autarquias que ameaçam Bolsonaro!
    Isso é referência pra nada?
    Quando uma autarquia dessa fala de Bolsonaro, a exemplo do Lula, boulos, frutinha, entre outros, aí que veremos que estamos do lado certo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Trump ameaça “fechar” redes sociais após questionamento de seus tuítes

Foto: JIM WATSON / AFP

O presidente americano Donald Trump ameaçou, nesta quarta-feira (27), “regulamentar fortemente” ou “fechar” as redes sociais, depois que o Twitter classificou dois de seus tuítes como “enganosos” e os tratou como disseminadores de informações não verificadas.

“Os republicanos acham que as plataformas de mídia social silenciam completamente as vozes conservadoras. Vamos regulá-las fortemente ou vamos fechá-las, em vez de permitir que algo assim aconteça”, tuitou o presidente.

Estado de Minas

Opinião dos leitores

  1. A censura petralha é camuflada, travestida de "controle social da mídia". Já a pretensa censura bolsotralha, capacho fiel do histrionismo trumpalha, é esculachada, debochada, afuleirada.

  2. Quando li o titulo dessa materia, pensei: aqui seria o mesmo, SE o Bozopata tivesse dinheiro!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Sintro-RN ameaça paralisação de todos os ônibus em Natal na sexta

Após a garanta da abertura do diálogo com a Prefeitura do Natal com empresários, o Sindicato dos Rodoviários(Sintro-RN) aguarda reunião prevista para quinta-feira(07) para definir rumos de paralisação em questão. Categoria protestou nessa segunda-feira(04) na capital reivindicando o cumprimento da data-base – do reajuste salarial a garantia do vale-alimentação e passe livre. Ainda na pauta, sindicato também pede a suspensão das demissões em massa de cobradores.

Caso não ocorra uma solução dos empresários e Município, o sindicato ameaça paralisação de toda a circulação dos ônibus na sexta-feira(08).  Em posicionamento no dia 17 de março, o Seturn afirmou que “é preciso que o Município conceda imediatamente a isenção do Imposto Sobre Serviços(ISS), assim como o Estado isente o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) incidente sobre o combustível, evitando a falência do setor de transportes”.

Opinião dos leitores

  1. Esperam os caos para fazerem desordem . Exigir que não demitam e uma coisa,mas pedir reajuste ,santa paciência,né, júnior dos rodoviário? Ajude para ser ajudado.

  2. Isso eh terrorismo! Se eh atividade essencial, a justiça deveria proibir eles de pararem! Ontem deixaram os usuários na chuva!

  3. Todo ano tem data marcada para a paralização de ônibus em Natal e esse nem com a pandemia eles cancelaram, Vai vendo…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

João Doria, esposa e filhos são ameaçados de morte; polícia investiga

Foto: Reprodução/Arquivo

O governador de São Paulo, João Doria, encaminhou mensagens contendo ameaças de morte enviadas a esposa Bia Doria para a inteligência da Polícia Civil. Nas mensagens, Doria, Bia e os filhos do casal teriam sido ameaçados, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Desde que a quarentena começou no estado que o governador de São Paulo tem sofrido ameaças. No final do mês de março, Doria recebeu mensagens nas redes sociais e no próprio celular afirmando que a residência dele seria invadida.

O advogado de Doria , Fernando José da Costa, vai entrar com uma ação criminal contra a autora das mensagens enviadas para Bia.

Quarentena

Com baixa do isolamento social, a cidade o estado de São Paulo teve um aumento significativo de novos casos confirmados da Covid-19 , o novo coronavírus .

Na capital, as medidas passaram a ser mais rígidas para dificultar a circulação de pessoas e o contágio pelo vírus , apesar da previsão estadual de flexibilização do comércio prevista para o dia 11 de maio.

Último Segundo – IG

Opinião dos leitores

  1. Quem mora em São Paulo a ameaça de morte é nítida devido esse vírus que tá dando sem pena

  2. BG
    Esse "governador" de S.P. quer se manter na midia a todo custo. Incrível este individuo, o que ele tem feito de enfrentamento ao governo Federal não está no gibi,todo dia fazendo pantim na TV. com essa "prestação de contas" junto com o babaca do prefeito covas. Deveriam terem vergonha dessa campanha sórdida e cuidar dos Paulistanos que lhe elegeram e estão abandonados.

    1. Quem tem que tomar vergonha na cara são o minions tipo você que passam pano diariamente para os ataques à constituição promovidos pelo seu mito golpista de araque que ao invés de mandar o povo ficar em casa, mobiliza e apoia campanha presidencial pra 2022 e ainda debocha dos mortos que só aumentam no Brasil pelo covid e pela incompetência desse psicopata. VOCÊS minions criaram esse monstro .

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

PARA COMPLETAR: Rússia ameaça EUA com ataque nuclear por causa de nova arma de Trump

Foto: Ronald Gutridge – 5.abr.2018/Marinha dos EUA/Reuters

A Rússia ameaçou diretamente os Estados Unidos com um ataque nuclear maciço caso algum submarino americano faça um lançamento de míssil, independentemente de ele carregar ou não ogivas atômicas.

O recado inusual foi dado pelo Ministério das Relações Exteriores e, se pode ser lido como uma afirmação de força em meio à pandemia do novo coronavírus, é resposta a uma escalada promovida pelo governo de Donald Trump.

No começo do ano, os EUA anunciaram ter equipado um primeiro submarino lançador de mísseis balísticos Trident com uma nova ogiva de potência reduzida —5 kilotons, ou 1/3 da força da bomba que arrasou Hiroshima em 1945.

Segundo a nova doutrina nuclear americana, implantada por Trump em 2018, o uso dessas armas táticas, que visam anular alvos militares restritos, seria aceitável em algumas circunstâncias. A alegação é que os russos já tinham tal arma, embora não admitissem.

A porta-voz do ministério russo, Maria Zakharova, disse que o movimento “aumenta o risco de um conflito nuclear”. “Eu gostaria de enfatizar que qualquer ataque de um submarino americano de mísseis balísticos, independentemente de suas caracaterísticas, será percebido como um ataque com armas nucleares.”

“De acordo com a nossa doutrina militar, uma ação dessas será considerada motivo para o uso retaliatório de armas nucleares pela Rússia”, completou, em entrevista na quarta (29).

A decisão de Trump de colocar em uso a ogiva W76-2 no submarino USS Tennessee já havia provocado críticas de parlamentares russos, mas agora a discussão subiu um degrau importante.

O presidente Vladimir Putin tem criticado sistematicamente os movimentos de Trump, dizendo que ele aumenta o risco de uma guerra nuclear.

Por outro lado, o russo está na vanguarda do desenvolvimento de novas armas estratégicas, como mísseis hipersônicos e novos ICBMs (mísseis intercontinentais pesados).

Os dois países são as potências indiscutíveis no campo, herança da Guerra Fria: têm 92% das ogivas no mundo, mais do que suficiente para inviabilizar a civilização.

Moscou tem, segundo a Federação dos Cientistas Americanos, 1.600 dessas armas prontas para uso. Washington, 1.750. As lançadas por submarinos americanos usualmente têm 455 kilotons, enquanto mísseis intercontinentais disparados de silos ou lançadores podem chegar a mais de 1 megaton.

Como lembram observadores dessa realidade, como o diplomata brasileiro Sérgio Duarte, se o mundo está sofrendo com a Covid-19 e suas até aqui mais de 200 mil mortes, um embate nuclear seria impossível de lidar com eficácia.

Obviamente ninguém espera que as duas potências entrem em conflito, mas especialistas alertam que as ações americanas de fato tornam o risco de algum acidente acontecer maior.

Isso porque há certo consenso de que Trump considera, de fato, o uso de armas de baixa potência no caso de conflito com outros adversários: a Coreia do Norte e o Irã. Mas a fala de Zakharova sugere que qualquer ataque poderia merecer uma reação, e os dois países rivais dos EUA têm laços com a Rússia.

Em fevereiro, o Pentágono inclusive fez uma rara divulgação de um exercício de guerra nuclear no qual os russos atacavam primeiro, com uma bomba de baixa potência, um alvo da Otan (aliança militar ocidental) na Europa.

A crise da Covid-19 também aumentou a tensão entre americanos e seus rivais. Norte-coreanos testaram mísseis de cruzeiro, e a China tem feito exercícios navais no momento em que os EUA estão com os dois porta-aviões na região do Pacífico desabilitados devido a infecções entre as tripulações.

Na semana passada, num movimento ainda não explicado, os EUA retiraram a sua força de bombardeiros estratégicos de Guam, território que possuem no Pacífico e que é central para quaisquer operações na região.

Lá se alternavam modelos B-52, B-1B e eventualmente os furtivos B-2. Todos voltaram para bases nos EUA, levando à especulação de que Washington já não considera a região segura ante eventuais ataques balísticos de chineses ou até norte-coreanos.

Além de carregar eventualmente armas nucleares, esses aviões seriam a linha de frente a qualquer ataque contra Pyongyang, por exemplo. O Pentágono afirma que a mudança visa dar flexibilidade a seu uso, uma explicação pouco convincente.

A questão que fica é: os EUA irão desguarnecer Guam? Além da base aérea de Anderson, na ilha, há uma grande base naval —onde, aliás, está o porta-aviões USS Theodore Roosevelt, evacuado devido à Covid-19.

Há questões subsidiárias. Se Guam está vulnerável, o que dizer do Japão, ao lado da China e da Coreia do Norte, onde está o maior contigente de forças americanas no exterior, 55,6 mil militares?

A Rússia, por sua vez, segue com a rotina inalterada de exercícios militares, com ações semanais em diversas regiões. Patrulhas aéreas também continuam sendo feitas.

Caças de Finlândia, Suécia, Polônia e Dinamarca tiveram de interceptar dois bombardeiros com capacidade de ataque nuclear Tu-160 que fizeram uma patrulha nesta semana sobre o mar Báltico.

Cada um desses enormes aviões pode levar até 12 mísseis de curto alcance com armas nucleares ou 6 versões de cruzeiro.

Folha de São Paulo

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *