Prédio da Sesap em obras: sindicato diz que servidores trabalham em ambiente insalubre e Governo do Estado trata com descaso situação

Após seis anos de reivindicações, o prédio da Sesap finalmente está sendo reformado. No entanto, para reduzir custos, o Estado decidiu realizar a reforma sem transferir os servidores para outro prédio. Submetendo os trabalhadores da secretaria a uma situação insalubre e perigosa, fazendo com que trabalhem com barulho, calor e muita poeira.

Além disso, no 3º andar da Sesap, existem duas servidoras grávidas que já passaram mal durante o expediente em decorrência da obra. A obra realizada tem transformado o ambiente de trabalho em um local caótico, causando adoecimento e medo nos trabalhadores.

A reforma no prédio da Sesap está sendo realizada em decorrência de denuncia realizada ainda em 2013 pelo Sindsaúde RN e reiterada, por meio de ação civil pública, pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em 2014, quando a justiça solicitou urgência na realização de reformas no prédio.

Com as obras paradas, ainda em 2016, o juiz Luciano Athayde declarou em sentença judicial: “É de causar espanto a prolongada omissão da Administração Estadual diante do risco a que estão submetidos aqueles que lhes prestam serviços, cujas condições de trabalho são claramente temerárias e indignas”. Mesmo assim, a ordem de serviço para o início da reforma no prédio da Sesap só foi assinada em novembro de 2018.

Diante desse descaso com a obra e com os servidores públicos, o Sindsaúde RN encaminhou um ofício para o Ministério Público do Trabalho e aos órgãos competentes para relatar toda a situação e cobrar providências judiciais.

As informações são da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Ainda bem que temos a média salarial no Estado a melhor do Nordeste.A população que paga imposto que lasque.

  2. Pedro disse:

    Correta a reclamação dos funcionários, o prédio da SESAP, como é de domínio público e do conhecimento de vários orgaos, tais como Governo do estado, promotoria, sindicatos, organizações de classe, corpo de bombeiros, etc.. É uma verdadeira bomba, e submeter o mesmo a uma reforma, com os funcionários dentro, e um herdeiro descalabro e falta de respeito. Com a palavra o ministério público e a própria secretaria. Eita governadora sem respeito aos funcionários, e estranhamente piora quando são fatos que envolvem os funcionários dessa pasta e os que dela precisam.

  3. sabastiao disse:

    uma mulher sem roma, votei mal, só pensa em passeia e viaja, essa é a vedadeira ideologia PTISTA , HOJE O PARTIDO QUE SEMPRE VOTEI NUNCA MAIS VOTO NELE

  4. Jorge disse:

    Comum mesmo. Aqui na secretaria de educação, trabalhamos lado a lado com trabalhadores com lixadeira, marteladas, serra, furadeira…….e ninguém podia dizer nada.

COMENTE AQUI