Saúde

Sesap realiza testagem sorológica em servidores da educação do Estado e municípios

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) dará início a testagem sorológica dos servidores públicos estaduais, cargos comissionados, terceirizados e estagiários da secretaria estadual e municipal de educação que estarão retornando as atividades presenciais, além da realização de RT-PCR para o público-alvo sintomático, seguindo as orientações e recomendações do Plano de Operacionalização de Testagem Sorológica desenvolvido pela Sesap.

A realização da sorologia visa detectar a presença de anticorpos contra o novo coronavírus (SARS-COV-2), objetivando a determinação qualitativa de anticorpos de IGM e IGG para a Covid-19, sendo a Imunoglobulina M mais associada à exposição recente ao vírus e a Imunoglobulina G à exposição mais tardia. Nesse sentido, é necessário que o trabalhador esteja assintomático no momento da coleta da sorologia e que o exame seja colhido após o 14º dia do início dos sintomas.

A testagem sorológica ocorrerá inicialmente entre os dias 08 e 30 de abril para os servidores da região metropolitana e regionais de João Câmara e São José de Mipibú. Logo sem seguida, será estendida para os demais servidores públicos da educação das outras regionais, contemplando os 167 municípios do Rio Grande do Norte. Vale ressaltar que, cada município deve responsabilizar-se pela testagem dos trabalhadores residentes em seu território.

Os testes deverão ser realizados em servidores ativos, cargos comissionados, terceirizados e estagiários da secretaria estadual e municipal que retornarão ao trabalho, de acordo com a disponibilidade de testes nos seguintes casos:

• Trabalhadores que apresentaram sintomas de síndrome gripal nos últimos 6 meses, estão assintomáticos há pelo menos 14 dias e que não realizaram nenhum exame diagnóstico (RT-PCR, teste rápido e sorologia);

• Trabalhadores que apresentaram sintomas de síndrome gripal nos últimos 6 meses, estão assintomáticos há pelo menos 14 dias, realizaram exame diagnóstico (RT-PCR, teste rápido e sorologia) com resultado negativo;

• Trabalhadores assintomáticos que não possuam previamente resultado positivo para detecção do vírus SARS-COV-2 através da técnica RT-PCR, teste rápido ou sorologia.

Opinião dos leitores

  1. Eu quero sim fazer o teste. É muito importante no retorno ao trabalho. Parabéns a equipe responsável.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Procuradoria Geral do RN emite parecer pela permanência de servidores na UERN contratados sem concurso antes da promulgação da Constituição de 1988

A Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte (PGE-RN) emitiu parecer favorável à permanência do vínculo empregatício de 15 servidores técnicos na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UERN), contratados sem concurso antes da promulgação da Constituição Federal de 1988. O documento é referente ao inquérito civil n° 04.23.2357.0000106/2019-84, instaurado pelo Ministério Público estadual (MPRN), e a partir desse parecer nenhuma medida administrativa pode ser tomada no sentido de exonerar esses servidores.

“Imagine o que é, a essa altura, esses servidores perderem o vínculo empregatício em uma conjuntura como essa que estamos vivendo. Podia ser um único servidor, mas ainda assim seria significativo. São sonhos, são histórias de luta, de vida, muita coisa”, disse a governadora Fátima Bezerra durante reunião realizada nesta semana com representantes da PGE, da UERN e do Sindicato dos Servidores Técnicos Administrativos da UERN.

O parecer em defesa da continuidade dos trabalhadores na instituição defende que a decisão do Supremo Tribunal Federal na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 1241 não determinou a exoneração dos servidores que ingressaram antes da Constituição de 1988, conforme explicou o procurador geral do Estado do RN, Luiz Antônio Marinho. “Não há ilegalidade na contratação desses servidores e tampouco na permanência deles na UERN. Essa parcela estava na iminência de ser demitida, agora, por força de um inquérito instaurado pelo Ministério Público. A decisão do Supremo não alcançaria esses servidores, que embora não sejam estáveis, não é ilegal.”

“Temos convicção de que demos o entendimento mais adequado na interpretação da decisão do Supremo e que chancela a permanência desses servidores nos quadros pessoais da UERN. É uma questão de Justiça e é uma questão de Direito”, acrescentou Luiz Marinho, dizendo se tratar de um momento histórico e reconhecendo a importância do apelo da governadora, professora Fátima Bezerra, para tratar do caso com sensibilidade.

O presidente do Sindicato dos Servidores Técnicos Administrativos da UERN (Sintauern), Elineudo Melo, é um dos trabalhadores envolvidos na ação e participou do encontro representando o grupo. “Nós somos 15 pais e mães de famílias com quatro anos restantes para se aposentar, os demitidos talvez não teriam encontrado novas oportunidades no mercado de trabalho”, disse Elineudo, completando que os demitidos talvez não encontrassem novas oportunidades no mercado de trabalho. “A UERN pra nós é tudo. Eu comecei com 19 anos, foi meu primeiro emprego de carteira assinada, o primeiro emprego digno”, completou emocionado.

A reitora da UERN, Raquel Morais, também destacou a importância do momento. “Desde 2017 a UERN está nessa luta tentando garantir o entendimento que a universidade tem desde o começo de que essas pessoas não estão abarcadas pela ADI.” Segundo ela, o parecer corrobora a defesa que a universidade vem fazendo desde o início do caso. “São pessoas que estão há mais de 30 anos fazendo a diferença na nossa instituição”, pontuou.

SOBRE O PARECER

O procurador Marconi Medeiros Marques de Oliveira, que assinou o parecer, detalhou a situação: “tem sido frequente a prolação pelo Supremo Tribunal Federal de decisões declarando a inconstitucionalidade de leis estaduais que procuraram estabilizar a situação de servidores públicos que ingressaram no serviço público já na vigência da Constituição de 1988, o que, por óbvio, revela-se acertado, dada a necessidade de respeito ao princípio da igualdade, da eficiência e da impessoalidade na contratação da força de trabalho que o Estado necessita para prestar seus serviços, respeito este que só é alcançado por meio da realização de concursos públicos.”

Por outro lado, ele afirma que há uma gama de empregados que ingressaram no serviço público antes de promulgação da constituição, quando não havia a exigência de concurso para a contratação sob o vínculo celetista e os que já tinham cino anos no serviço público foram estabilizados pelo art. 19 do ADCT. “Quem tinha menos, não ganhou estabilidade, porém se encontra até hoje no serviço público trabalhando normalmente. Questiona-se se estes últimos foram alcançados pelas decisões do STF e devem ser exonerados automaticamente. No nosso entendimento, a resposta é negativa, pois o STF, em momento algum, declarou a nulidade das suas contratações, tendo sido apenas eliminada sua estabilidade, o que permite dizer que é discricionária a decisão sobre exonerar ou não tais servidores, não cabendo ao Ministério Público exigir coativamente sua demissão.”

Também participaram do anúncio do parecer favorável à permanência dos técnicos da UERN: os deputados estaduais George Soares, Isolda Dantas e Francisco Medeiros; a presidente da Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Aduern), Patrícia Barra; e o secretário de Gestão de Projetos e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Conselho recomenda vacinação de presos e servidores de presídios

Foto: © Thathiana Gurgel/DPRJ

O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária publicou, no Diário Oficial da União desta terça-feira (9), resolução que recomenda, a autoridades da saúde, dar prioridade à vacinação de servidores e pessoas privadas de liberdade, no âmbito do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra o Covid-19.

Citando dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a Resolução nº14 lembra que 42.517 presos foram contaminados pela covid-19 entre março de 2020 e janeiro de 2021. Desses, 133 presos morreram por causa da doença. Na comparação com a população brasileira, a taxa de infecção foi 47% maior, Já a de letalidade foi 87% menor.

As visitas sociais foram interrompidas em todos os presídios do país desde março de 2020. Apenas as visitas presenciais e atendimentos de advogados estão sendo retomados, mas de forma gradual em alguns estados. Em meio a esse contexto, o principal contato entre a população prisional e o mundo exterior passou a ser o de servidores dessas instituições penais.

A resolução acrescenta que “quanto maior a demora da vacinação no sistema prisional, maiores serão os gastos em 2021 com a prevenção e assistência à saúde da massa carcerária”. Além disso, lembra que o aumento de infectados na população prisional pode acabar demandando ocupação de vagas em estabelecimentos hospitalares, “sobrecarregando ainda mais o sistema de saúde pública”, além de possibilitar a libertação de mais presos, conforme previsto pela Resolução 62 do Conselho Nacional de Justiça.

Diante dessa situação, a resolução publicada hoje recomenda às secretarias estaduais de Saúde que preparem planos operacionais, em parceria com as administrações penitenciarias, para viabilizar a vacinação de policiais penais e pessoas privadas de liberdade, observando as fases e o calendário previstos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19.

Ao Ministério da Saúde e às secretarias estaduais de Saúde, a resolução recomenda que incluam, no rol das pessoas a integrar o grupo prioritário de vacinação, “todos os demais profissionais (estagiários, terceirizados, policiais militares, etc) que atuem nas unidades de custódia de pessoas privadas de liberdade, dado o risco inerente às atribuições”.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

  1. Corporativismo no Brasil é forte, fora o absurdo de dar prioridade a marginais, que estão confinados, tivemos professores de educação física, sendo vacinados em Parnamirim, enquanto isso,não priorizam os motoristas de ônibus, táxi e aplicativos, que se expõem diariamente, e são vetores em potencial para multiplicação do vírus., esqueceram também dos garis, que com certeza, coletam lixo de pessoas contaminadas.

  2. Tanta gente surpresa, mas como seria diferente depois de 50 anos de Globo glorificando traição, mentira, roubo, drogas, crime e tudo que não presta? Tá tudo do avesso. Continuem jogando o esgoto da Globo dentro de casa. (3 anos livre dessa porcaria, fez falta NENHUMA)

  3. É foda mesmo, só no Brasil é que acontecerias aberrações, bandido ter o direito de se vacinar primeiro do que o cidadão de bem, é brincadeira, por isso que a violência no país só faz crescer.

  4. Os servidores e policiais concordo, mas bandido não. O intuito maior é manter isolado, logo parte-se do pressuposto q não será infectado. E se for, dane-se, foi a escolha q eles fizeram. Deixa pra vacinar por último com as sobras das vacinas misturadas pra ver no que dá.

  5. Vacinar bandidos e não policiais, que não pararam, ao contrário foram sobrecarregados. Bem Brasil mesmo.

  6. Servidores sim, mais os presos por enquanto não. Não temos vacina para todos. Temos que dar atenção para profissionais que estao de frente e idosos.
    Que coisaaaaaaaaa!!!!!!! sem lógica

  7. Os integeantes deste tal Conselho de Política Criminal e Penitenciária deveriam ser EXONERADOS por terem proposto algo tão indecente. Certas coisas no Brasil dão nojo.

  8. Parece piada, so não é por se tratar de Brasil, onde já e viu se falta vacinas para trabalhadores , gente de bem , ai querem vacinar primeiro os bandidos, a coisa mais sem logica já vista é incrivel a mentalidade de alguns, individuos, esse sdo pode ter alguém da família engaiolado

  9. Servidores tudo bem, agora presos serão os últimos em tudo, imagine as pessoas que eles vitimaram o que dirão autoridades? Também serão vitima da covid antes deles? Nos poupe

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de São Gonçalo divulga calendário de pagamento dos servidores para 2021

Foto: Reprodução

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, divulgou nesta quinta-feira (12) o calendário de pagamento dos salários dos servidores para o ano de 2021. Já no próximo dia 27 será quitada a folha de janeiro.

Conforme cronograma, os pagamentos serão efetuados dentro dos meses trabalhados, como já vem acontecendo nos últimos anos.

Confira as datas:

Janeiro – 27 de janeiro

Fevereiro- 26 de fevereiro

Março- 31 de março

Abril- 30 de abril

Maio- 31 de maio

Junho- 30 de junho

Julho- 30 de julho

Agosto- 31 de agosto

Setembro- 30 de setembro

Outubro- 27 de outubro

Novembro- 30 de novembro

Dezembro- 30 de dezembro

13º- 20 de dezembro

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Sem diálogo com a prefeitura, Sindsaúde/RN realiza Assembleia com servidores da saúde de Parnamirim nesta quinta-feira

O Sindsaúde/RN realiza nesta quinta-feira (20), uma Assembleia da Saúde com os servidores e os profissionais dos contratos temporários de Parnamirim, para discutir a situação da categoria que vem sofrendo com a falta de diálogo e responsabilidade por parte da prefeitura e da Secretaria de Saúde do município. A assembleia acontece em frente a maternidade Divino Amor, às 15h, e vai tratar sobre o PCCS – Plano de Cargos, Carreira e Salários, Insalubridade, Férias, Gratificação Covid-19 e o restante do pagamento dos contratos temporários que encerraram no dia 15 de novembro de 2020.

Desde o encerramento dos contratos temporários no município, a saúde de Parnamirim está um caos. Com a falta de profissionais na UPA de Nova Esperança e também na maternidade Divino Amor, os pouquíssimos servidores que restaram – após a saída dos 70 profissionais temporários – estão tendo que fazer “milagre” para dar conta da alta demanda nas unidades de saúde. Embora o número de casos de infecção e mortes pela Covid-19 continue a crescer no Estado, o prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira (Republicanos) fez questão de cortar a gratificação Covid, ainda em 2020. Além disso, a prefeitura deu um calote nos profissionais dos contratos temporários, que até o momento ainda não receberam os valores referentes ao restante de novembro, como também o 13° de 2020 e o salário de dezembro, para quem trabalhou até o fim do ano.

A direção do sindicato junto aos servidores de Parnamirim, já se reuniram com a Secretária de Saúde, Terezinha Rêgo, mas nada foi resolvido. Como o que foi acordado na última reunião entre a entidade e a secretaria, não foi cumprido, o setor jurídico do Sindsaúde/RN já tomou as providências judiciais cabíveis para garantir os direitos dos trabalhadores da saúde. O objetivo dessa Assembleia é definir os próximos passos e estratégias na luta pela garantia dos nossos direitos.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde RN

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Só hoje Prefeitura do Natal consegue pagar 70% da folha de dezembro

A Prefeitura de Natal informa que paga nesta segunda-feira (04) os salários referentes ao mês de dezembro de todos os servidores ativos das secretarias municipais de Saúde, Governo, Comunicação Social, Cultura, Habitação, Planejamento, Políticas Públicas para as Mulheres, Esporte e Lazer, Serviços Urbanos, Turismo, Administração e Recursos Humanos, Procon, Controladoria e Procuradoria.

O dinheiro estará disponível para movimentação no final do dia. Com esses repasses, a Prefeitura quitou até o momento, 70% da folha de dezembro.

“A expectativa é que até o quinto dia útil de janeiro a gestão municipal pague integralmente as demais categorias”, encerra nota.

Opinião dos leitores

  1. Bem que avisei…
    Com o Veiaco Dias a coisa vai só na maquiagem. É daí pra pior!
    Não esperem muita coisa, apenas politicagem e enrolação dos bestas.

  2. Com salarios congelados desde 2014…sendo menor que o minimo nacional tá pagando aos pedaços, imaginem se fosse salários atualizados nao ia pagar nunca!! E um gestor senfuturo esse coroné…e ai da essa praga colocou na sua conta a luta dos servidores no enfrentamento ao covid..

  3. Poderiam ter votado no candidato do PT, ia fazer igual a Fátima, pagar no calendário ou fazer o possível pra tentar pagar o mais rápido. O impossível não dá pra fazer pq o povo já votou em tanto ladrão que deixaram o estado a beira da falência, do jeito que Bolsonaro está no caminho de deixar.

  4. Porque será que o prefeito só arrasou a folha após as eleições? Isso é só o começo aguardo notícias.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Denúncia

Servidores da saúde em São Bento do Trairi-RN acusam município por falta de pagamento de produtividade e dizem que recursos na pandemia são destinados para outros fins

Um servidor e uma servidora do município de São Bento do Trairi(distante 126 km de Natal), de identidades preservadas, entraram em contato com o Blog para apresentarem uma denúncia sobre o que a prefeitura municipal estaria fazendo com os seus servidores da saúde .

Segundo contam, os profissionais de saúde não pararam de trabalhar durante todo a pandemia paramos de trabalhar, e falam que estão há cinco meses sem receber por produtividade, além da queixa de não existir data de recebimento de salário.

” Estivemos lá como linha de frente, porém a gestão veem usando os recursos destinados à saúde para outros fins , recursos esses ate aprovados em lei municipal para uso exclusivo da saúde. 5 meses sem receber produtividade, além de não ter data certa de receber o salário. É revoltante. O que mais o governo federal tem mandado são recursos para o bloco da saúde, porém, em São Bento do Trairí a falta de respeito com os servidores é total”, contam em denúncia.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Servidores do Departamento Estadual de Imprensa (DEI) realizam paralisação nesta quinta no RN e acusam governo de fazer ‘política da fome’

Os servidores e servidoras lotados/as no Departamento Estadual de Imprensa (DEI) decidiram cruzar os braços e realizar uma paralisação de advertência nesta quinta-feira(26). O motivo da paralisação é o corte das gratificações anteriormente pagas aos/as trabalhadores/as.

O corte das gratificações já dura dez meses e tem causado impactos negativos na vida e no orçamento dos trabalhadores, especialmente porque a maioria recebe pouco mais de um salário mínimo.

A paralisação das atividades foi decidida em Assembleia da categoria convocada pelo SINAI-RN e realizada na manhã de 20/11. Na pauta, além do tema das gratificações, a Assembleia tratou do vale alimentação.

Para o diretor de Comunicação do SINAI, Alexandre Guedes, a paralisação dos trabalhadores do DEI chama atenção da sociedade e do Governo do Estado para os riscos envolvidos nas políticas de contenção de gastos, mostrando que a contenção de despesas não pode ser confundida com política de fome.

Com informações do Sinte-RN

Opinião dos leitores

  1. Hô Governadora pra não respeitar os servidores, Hô Governadora desmantelada, ainda se diz governadora dos menos favorecidos.
    E pra não esquecer: O POVO QUER SABER, QUANDO OS 5 MILHÕES DE REAIS USADOS PARA COMPRA DOS RESPIRADORES, VOLTARÃO PARA OS COFRES PUBLICOS?
    SE A CPI ABERTA PARA APURAR O CONTRATO DE 8,5 MILHÕES DE REAIS USADOS PARA CONTRATAÇÃO DAS AMBULÂNCIAS, VAI ADIANTE?

    1. Babão do Pr. faça sua parte e denuncie para os órgãos competentes! Você parece ter informações privilegiadas, seu canequeiro!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Prefeitura de Ceará-Mirim paga antecipadamente todos os servidores do quadro

Contratados e efetivos recebem antecipadamente pela 11ª vez consecutiva

Honrando seu compromisso e respeitando os servidores do município, a Prefeitura de Ceará-Mirim paga, hoje (19/11), antecipadamente, pela 11ª vez consecutiva, os salários de todos os funcionários do quadro.

Sobre o pagamento, o prefeito Júlio César comenta. “Salários em dia e de forma antecipada, sempre será uma de nossas prioridades. Dessa vez, todos os servidores de todas as secretarias estão recebendo hoje seus salários. Com muito planejamento e trabalho, estamos colocando Ceará-Mirim em outro patamar. O trabalho continua”, destaca.

Ao longo do dia, o pagamento de todos os servidores será creditado em conta.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns Júlio César! Sou um eleitor super racional e depositei toda a minha confiança quando o escolhi como o meu candidato. Voce tem constantemente dado respostas.

  2. E fez uma campanha para sua reeleição espelhada no trabalho, onde mostrou apenas sua gestão organizada e competente com aprovação da grande maioria dos funcionários efetivos e comissionados e da população de Ceará Mirim., Resultado foi uma avalanche de votos.
    Vide o resultado da eleição. Salário melhor do que muitas prefeituras da grande Natal., com jornada de trabalho digna e justa de seis horas de trabalho.

  3. Parabéns pra esse prefeito!!!
    O caba entrou num mandato tampão, pra depois da uma cassetada de 28. Mil votos de maioria, não é pra qualquer um , é pra quem é competente.
    Parabéns prefeito Júlio César.
    Continue se destacando.
    Abraços!!!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Prefeitura de Parnamirim antecipa para hoje metade do décimo-terceiro dos servidores

Numa justa homenagem aos seus servidores, a Prefeitura de Parnamirim paga esta quarta-feira(28), de forma antecipada, 50 por cento do décimo-terceiro.

O ponto facultativo para comemorar o Dia do Servidor foi transferido para a próxima sexta-feira, 30, quando também serão creditados os salários referentes ao mês de outubro. Nesta quarta-feira o expediente será normal e na sexta-feira funcionarão apenas as repartições prestadoras de serviços essenciais.

Como a segunda-feira, 2 de novembro, é Dia de Finados, os servidores de Parnamirim terão um feriadão pela frente com dinheiro no bolso. É só alegria, papai!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Fátima anuncia adiantamento de 40% do pagamento do 13º salário de 2020 de servidores ativos e inativos

Através das redes sociais, a governadora Fátima Bezerra anunciou nesta quarta-feira(30) o adiantamento de 40% do pagamento do 13º salário de 2020 de todos os servidores ativos e inativos do Estado. Os outros 60% serão quitados até dezembro deste ano.

Opinião dos leitores

  1. O que essa desgraça vai fazer , e nada mais do que a obrigação dela , isso pra mim não é nada demais , essa demagoga mentirosa , aí vem com essa , como posso falar que meu salário tá em dias se tem duas folhas em atraso , e ela falar que é do outro governo, hora ela é uma gestora e não dona do estado , afinal eu fiz concurso lutei para ser funcionário público, então nossos direitos tem que serem respeitados .

  2. Esses salários atrasados são ditos como prioridade desde sempre. Mas pagar mesmo ela só pagou dois restinhos de folhas que existiam. Mas mente dizendo ter pago DUAS folhas. Bem típico dessa gente.

  3. Que os servidores públicos estaduais agradeçam ao melhor "governador" que o RN já teve, o presidente Jair Bolsonaro. Com o volume de recursos EXTRAORDINÁRIOS que o governo federal já enviou ao RN, muito superior à queda na arrecadação tributária sofrida pelo estado nessa pandemia, essa senhora já poderia ter feito algo de verdade. A propósito, cadê os salários atrasados? A governadora esqueceu? E os sindicatos e servidores vão deixar prá lá?

  4. Sugiro ao gado que trabalha no estado, que renuncie o pagamento dos 40% do décimo de 2020.
    Sugiro pagamento em feno para o rebanho.

    1. Segundo pesquisa na internet: As ANTAS possuem uma tromba flexível, preênsil e coberta por pelos sensíveis a cheiro e a umidade. Comem frutos, folhas, caules, brotos, pequenos ramos, GRAMA, plantas aquáticas, cascas de árvores, organismos aquáticos e PASTAM inclusive sobre plantações de cana, melão, cacau, arroz e milho.
      Me lembrei da Dilmanta, defendida por Fatão durante o impeachment…

    2. Claro que não, ela não está me dando, trabalhei pra isso arriscando minha vida, não fez mais que a obrigação.

    3. Sugiro que FIQUEM em casa.
      Eu já sabia.
      Kkkkkkk
      Tchau PT.
      Acabou!!!!!
      Nem das cinzas surgi mais.
      Não tem mais a quem enganarem.
      Tchau tchau corruptos.

  5. Ela vai pagar com juros, se não, está elevadíssimo!
    Se fosse qualquer um servidor devendo, ele teria que pagar com juros.
    E aí, ela tem coragem para tal feito grandioso??

  6. Melhorar a vida das pessoas, com essa reforma perversa?
    Coitado de nós, funcionários estaduais.
    E ainda anuncia com alegria e orgulho.

  7. interessante… lasca os servidores estaduais, aí vem com esse risinho pra dar um "cala-boca" na galera…

  8. Ela é tapadinha mais aprendeu as manhãs de nove dedos, pensa que engana, esfaqueia com uma mão e abana com a outra. O que uma campanha não faz? Mande pagar Fatao, receberemos com o maior prazer o que nos é devido, agora esqueça votos para os seus candidatos, e tudo que vc leu de um telepromp está gravado, vamos cobrar os atrasados no tempo prometido, senão……chinelo de novo.

  9. É, a senhora diz que ela tem compromisso com o povo; só esqueceu de dizer que o Presidente Bolsonaro está mandando grana em banda de lata para o RN pandêmico. E esse dinheiro está viabilizando o governo de dona Fátima m

  10. Usando dinheiro recebido do Governo Federal para ser usado no combate ao Covid e não utilizado, para enganar o servidor público que foi vítima da Reforma Previdenciária "Nefasta" mandada por ela para a Assembléia. Os pobres funcionários vão passar o resto da vida pagando o ônus da reforma Fátima/Antenor em troca de 40% do 13. Salário. Essa farsa tem que ser exposta.

    1. E os Cinco Milhões desviados via Consórcio do Nordeste, o RN vai ser ressarcido quando?

    2. E os meses atrasados de 2018? Isso é compromisso com os funcionários? E os 5 MILHÕES que pagou para não receber os respiradores é com a empresa que comercializa produtos de maconha?

    3. O 13 DE 2018 QUE ELA PROMETEU, ATE O MOMENTO NÃO FOI PAGO, CADE O COMPROMISSO? ELA ASSUMIU, ?

  11. Ei, quite os 3 meses de salários atrasados! A senhora prometeu cumprir isso antes do término do primeiro ano de Governo…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo Federal economiza R$ 1 bilhão com trabalho remoto de servidores, informa Ministério da Economia

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

O governo federal já economizou cerca de R$ 1 bilhão com o trabalho remoto de servidores públicos durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Este valor considera a redução de R$ 859 milhões nos gastos de custeio e a diminuição de R$ 161 milhões nos pagamentos de auxílios para os servidores, entre abril e agosto de 2020. Os dados foram divulgados, hoje (25), em Brasília, pelo Ministério da Economia.

Segundo o ministério, a economia em 5 meses com diárias, passagens e despesas com locomoção chegou a R$ 471.251.670,72. Com serviços de energia elétrica, a redução de gastos foi de R$ 255.547.553,27. A economia com serviços de cópias e reproduções de documentos alcançou R$ 9.732.645,44. E a redução de gastos com serviços de comunicação em geral atingiu R$ 89.565.596,69 e com serviços de água e esgoto, R$ 32.942.306,94.

Auxílios

Ainda em março, o Ministério da Economia informa que orientou os demais órgãos da Administração Pública Federal sobre a autorização para o trabalho remoto com a publicação da Instrução Normativa (IN) nº 28. A norma estabelece regras para a concessão do auxílio-transporte, do adicional noturno e dos adicionais ocupacionais aos servidores e empregados públicos que estejam executando suas atividades remotamente ou que estejam afastados de suas atividades presenciais.

Esta instrução gerou uma economia de R$ 161.452.701,82 aos cofres públicos entre abril e agosto deste ano. Entre os adicionais impactados pela medida estão os de insalubridade, irradiação ionizante, periculosidade, serviço extraordinário e noturno.

Teletrabalho

Para ampliar e normatizar a adoção do teletrabalho, a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital (SGP/SEDGG) publicou, no fim de julho deste ano, a Instrução Normativa nº 65.

De acordo com o ministério, a norma estabelece orientações para a adoção do regime de teletrabalho nos órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (Sipec), focando na entrega de resultados e reduzindo despesas administrativas. Atualmente, cerca de 200 órgãos fazem parte deste sistema.

A implantação do programa de gestão é facultativa aos órgãos e entidades da Administração Pública Federal e deve ocorrer em função da conveniência e do interesse do serviço. Além de servidores efetivos, poderão participar do programa ocupantes de cargos em comissão, empregados públicos e contratados temporários. Cada órgão definirá, a partir de suas necessidades, quais atividades poderão ser desempenhadas a distância. Caberá ao dirigente máximo de cada pasta autorizar a implementação do programa.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

    1. Segurança também pode consertada. Primeira coisa é desmilitarizar as polícias. Taí a PRF como exemplo de sucesso.

    2. Tanto empresa pública como privada estão economizando com o trabalho remoto. O serviço não deixou de ser prestado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Escola do Legislativo desenvolve guia para servidores da Câmara Municipal de Parnamirim

Foto: Reprodução

Equipe da Escola do Legislativo Professora Eva Lúcia, desenvolveu a primeira edição do Guia Informativo, cujo o objetivo é de contribuir com ações que visem a manutenção das relações interpessoais, a saúde e o bem-estar dos parlamentares e servidores da Câmara.

O guia foi elaborado através de reuniões virtuais, e traz sugestões de cursos on-line, livros, filmes e atividades culturais gratuitas e on-line, além de mensagens e informações diversas. A intenção é que o guia tenha circulação quinzenal e compartilhado via WhatsApp e nas demais redes sociais da Câmara.

“Nosso principal intuito é de, enquanto servidoras, colaborarmos com a Câmara no enfrentamento das consequências danosas da pandemia; de buscarmos mais uma ferramenta de diálogo entre parlamentares, servidores e comunidade externa; de estreitarmos a relação de tod@s com a Escola do Legislativo”, explica Senadaht Baracho, pedagoga na Escola do Legislativo.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Prefeitura de Parnamirim efetua pagamento dos servidores na terça-feira(30)

Foto: Ilustrativa

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Administração e de Recursos Humanos (Searh), deve efetuar na próxima terça-feira (30) o pagamento referente ao mês de junho dos 6.058 servidores públicos municipais.

O crédito em dia dos subsídios tem sido uma prioridade, mesmo em época de pandemia, tendo como base o cumprimento do calendário de pagamentos dos servidores 2020.

De acordo com a Searh, a cifra referente ao pagamento do mês de junho mais encargos representa a soma de R$ 25.368.473,51.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Prefeitura de São Gonçalo do Amarante autoriza pagamento de adicional de insalubridade a servidores de saúde durante pandemia

O prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio, autorizou o pagamento de adicional de insalubridade, no percentual de 40%, para os profissionais de saúde que estão atuando diretamente na linha de frente no combate à Covid-19. O decreto foi publicado nesta terça-feira (23) no Jornal Oficial do Município (JOM).

O texto ainda dispõe sobre o pagamento de 20% do adicional de insalubridade para todos os servidores que trabalham na área administrativa das unidades de saúde do município. O decreto tem validade de 90 dias, podendo ser estendido por mais 90.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Ceará-Mirim mantém compromisso ao pagar servidores de forma antecipada

Com responsabilidade e planejamento financeiro, a Prefeitura de Ceará-Mirim vêm honrando seu compromisso com os servidores municipais, mantendo o pagamento dos salários em dia e de forma antecipada, apesar da queda de receitas. Só neste mês, o cronograma de pagamento foi iniciado com 11 dias de antecedência e desde de abril o piso dos professores vem sendo pago de forma integral, o que faz de Ceará-Mirim um dos primeiros e poucos municípios a implantar o reajuste de 12,84%.

Diferente de Ceará-Mirim, alguns municípios estão com dificuldade de manter em dia o pagamento tanto dos servidores efetivos, quanto dos comissionados. Outros, iniciarão o pagamento de maio apenas em junho e com um cronograma extenso, como é o caso de Mossoró.

Sobre a situação, o prefeito Júlio César comenta. “Antes de qualquer coisa, me solidarizo com os demais prefeitos que por ventura se encontram com dificuldades de realizar o pagamento em dia, devido a queda de receitas. Em Ceará-Mirim, estamos reduzindo e cortando alguns gastos, estudando estratégias para continuar mantendo em dia e de forma antecipada o salários de nossos servidores, mas, isso só é possível com planejamento financeiro e uma visão holística”, destaca.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns a administração municipal! Falta muito a ser feito, sabemos disso, mas só se obtém sucesso em uma admiração, governando com responsabilidade!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *