Quadrilha traficava pessoas de Bangladesh para obras do 'Minha Casa, Minha Vida'

PRIORIDADE<br />
O programa habitacional Minha Casa, Minha Vida: vitrine do governo<br />

A Policia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira a Operação Liberdade para coibir o tráfico de pessoas em obras do programa Minha Casa, Minha Vida. Segundo as investigações, trabalhadores de Bangladesh, na Ásia, eram recrutados por uma empresa que prestava serviços para uma das empreiteiras do programa do governo federal.

A quadrilha aliciava os trabalhadores com falsas promessas de salário 1 000 a 1 500 dólares e cobravam até 10.000 dólares pela imigração ilegal para o Brasil. Nesta manhã, a Polícia Federal realiza buscas nas residências dos investigados e nos alojamentos dos estrangeiros. Os policiais vão cumprir catorze mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal de Brasília.