Diversos

“Quando engravidei, transava dez vezes ao dia”, diz global Deborah Secco

(Foto: Reprodução / Instagram)

Deborah Secco revelou, durante entrevista para o canal de Sabrina Sato para o Youtube, que antes de engravidar da filha, Maria Flor, ela e o marido, Hugo Moura, mantinham vida sexual muito ativa.

“A gente diminuiu muito a quantidade de sexo que a gente fazia. Eu engravidei com dois meses de namoro, então quando engravidei, a gente transava dez vezes ao dia. Quando a gente transava médio. A gente estava naquele momento em que só transava. Conheci o Hugo e só transei até a Maria nascer. No nosso dia entrou um cinema, uma conversa, um jantar, foi perdendo o espaço do sexo. Na gravidez a gente transou menos, mas ainda transava semanalmente. E quando a Maria nasceu, foi um baque”, contou ela.

Questionada por Sabrina Sato se já transou muito no banheiro de sua casa, Deborah garantiu que sim. “Ainda transo muito no banheiro. Ainda mais aqui, a Maria agora só dorme na minha cama. Não sai mais. Às vezes é no banheiro. Hugo às vezes me pega na cama e eu falo: ‘Está louco? A criança!'”, disse, bem-humorada.

A atriz ainda falou sobre o fato de lidar bem com a sexualidade. “Eu acho uma loucura esse tabu que as pessoas tem com sexo. A minha filha nasceu de sexo. Todo mundo que existe veio do sexo, por que as pessoas tem dificuldade de falar com isso?”.

Com personalidade forte e normalmente sincera com o que fala, Deborah frisou que apesar de ter tranquilidade com seu modo de vida, acaba passando por julgamento de terceiros.

“A gente vive em um mundo de muito julgamento. As pessoas adoram tirar a responsabilidade delas e julgar os outros. Quando você se posiciona com sinceridade – graças a Deus eu convivo muito em paz com meus erros – as pessoas não olham assim. As pessoas não tem carinho pelas imperfeições, tem críticas”, disse.

Quarentena em família

Deborah ainda contou como tem ficado mais próxima da filha, Maria Flor, no período de isolamento social.

“Nessa quarentena já oscilei entre os melhores e piores momentos da minha vida. No início, eu estava vindo de um ritmo alucinado de gravação. Gravando onze horas por dia, chegando em casa para decorar trinta cenas, e nos dias de folga tendo que viajar para São Paulo para fazer algum trabalho. São momentos da vida que as oportunidades acabam surgindo mais financeiramente, profissionalmente. Eu, que não gosto de sair de casa, tive que abrir mão dessa folga para aproveitar o momento. De repente, tudo parou e realizei o meu sonho no momento que era ter tempo de ficar com a minha família. No início foi o céu. A Maria demonstra muita falta de mim, ela fala: ‘Não quero que você pare de trabalhar, mamãe. Não quero que você deixe de fazer o que gosta. Só quero que fique um pouquinho comigo’. Meu coração despedaça. Eu fico todos os dias. Não abro mão de levar a Maria para a escola, de colocar para dormir. Às vezes, gravando novela, coloco ela para dormir e deixo chegar atrasada na escola, mudo toda a rotina dela para ficar mais presente.”, desabafou.

Globo, via Quem

Opinião dos leitores

  1. Acho que o couro da vagina não suporta tal nível de atividade. Por isso acho a afirmação da garota uma grande mentira

  2. É mentira!!
    Esse caba não aguenta, nem sentando em cima de uma bacia de ovos caipira.
    Tem cara de quem deva uma e nove cagada.
    Rsrsrs
    Agora, essa atriz, tem estampa pra até dobrar, ou seja da 20 por dia fácilmente.
    Agora, tinha que ser com mais de uma pessoa, pena que não estou na lista dela.
    hehehehehe

    1. “deva uma e nove cagada”
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  3. Pura mentira essa informação dessa atriz que para voltar a ser noticia inventa isso.
    Noticia dispensável em meio a uma pandemia em que morrem milhares de pessoas no mundo e em nosso país – faça algo que agradeça está viva e com saúde. Faça uma boa ação, mentalize energias positivas e não coisas intimas que não interessam a ninguém.
    Pior é a mídia ainda divulgar.

  4. Nada de anormal. Esses feitos são do conhecimento da psiquiatria há muitos anos. No estudo das mulheres histéricas há casos bem piores; há relatos de 20 ou mais. O furor vaginal não é nenhuma novidade. Quem nunca viu um caso de furor na universidade, ou na repartição pública em que trabalha? Sempre há casos de pessoas insaciáveis.
    Não obstante, eu ainda acho que ela quer mesmo é voltar à ribalta, aparecer!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Planeta 10 vezes maior que a Terra pode ter se chocado com Júpiter

Japão/Divulgação via REUTERS

Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, pode ter sido atingido de frente por um planeta embrionário com 10 vezes a massa da Terra não muito depois de ter se formado, em um choque monumental com efeitos aparentes no núcleo jupiteriano, disseram cientistas nessa quinta-feira (15).

A violenta colisão, segundo a hipótese de astrônomos para explicar os dados coletados pela sonda Juno, da Nasa, pode ter ocorrido vários milhões de anos após a formação do Sol, há cerca de 4,5 bilhões de anos, logo após a dispersão do disco primordial de poeira e gás que gerou o Sistema Solar.

“Acreditamos que os impactos, e em particular os impactos gigantes, podem ter sido bastante comuns durante a infância do Sistema Solar. Por exemplo, acreditamos que nossa Lua se formou depois de um evento como esse. No entanto, o impacto que postulamos para Júpiter é um verdadeiro monstro”, disse o astrônomo Andrea Isella, da Universidade de Rice, em Houston.

Sob esse cenário, o planeta ainda em formação imergiu e foi consumido por Júpiter.

Júpiter, um planeta gigante e gasoso coberto por nuvens vermelhas, marrons, amarelas e brancas, conta com um diâmetro de cerca de 143 mil quilômetros. Os modelos interiores baseados em dados da sonda Juno indicaram que Júpiter possui um grade núcleo “diluído”, que representa ao redor de 5% a 15% da massa do planeta, composto por materiais rochosos e congelados mesclados inesperadamente com elementos leves, como hidrogênio e hélio.

“Juno mede o campo de gravidade de Júpiter com uma precisão extraordinária. Os cientistas usam essa informação para inferir a composição e as estruturas interiores de Júpiter”, disse Shang-Fei Liu, professor associado de Astronomia da Universidade Sun Yat-sen, em Zhuhai, na China, e principal autor da investigação publicada pela revista Nature

Exame

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *