Exames de arboviroses em moradores do Tirol confirmam Chikungunya e Dengue

Foto: Ilustrativa

A Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu os laudos das amostras dos casos suspeitos de arboviroses, notificados em moradores do bairro Tirol, zona leste de Natal, no último mês de março, quando cerca de 80 pessoas apresentaram sintomas semelhantes.

Os exames haviam sido enviados ao laboratório da Fiocruz, que concluiu que das 24 amostras viáveis analisadas, 23 apresentaram resultado positivo para Chikungunya e 1 para dengue.

Para a subcoordenadora da Suvige, Alessandra Lucchesi, isso reforça a necessidade de intensificação das ações de prevenção à proliferação do mosquito Aedes aegypti. “é importante que a população tome as medidas preventivas, como: receber o agente de combate às endemias em suas residências, cobrir com areia os pratos dos vasos de flores, tampar tonéis e tanques, não deixar água acumulada, lavar semanalmente depósitos de água e colocar o lixo em sacos plásticos, mantendo a lixeira fechada”. A subcoordenadora ressalta que a maioria dos focos do mosquito é encontrada em casas habitadas.

Dados

De acordo com o mais recente boletim das arboviroses no RN, referente ao período da semana epidemiológica 01 a 22, encerrada em 01 de junho de 2019, foram notificados 12.519 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 2.091, o que representa uma incidência de 359,84 casos por 100.000 habitantes.

Em 2018, considerando o mesmo período, foram 15.423 casos notificados e 6.799 confirmados, gerando uma incidência de 443,32 casos por 100.000 habitantes.

Zika Vírus

Com relação ao Zika vírus, da semana epidemiológica 01 a 22 de 2019 foram notificados 150 casos, o que corresponde a uma incidência de 4,31 casos por 100.000 habitantes. No mesmo período de 2018, foram 269 notificações, gerando uma incidência de 7,73 casos por 100.000 habitantes. Em 2019, nenhum caso foi confirmado e em 2018, no mesmo período, houve 33 confirmações.

Chikungunya

Quanto à Chikungunya, em 2019 foram notificados no estado 2.159 casos suspeitos, sendo confirmados 604, representando uma incidência de 62,06 casos por 100.000 habitantes. Em 2018, no mesmo período, foram notificados 1.413 casos, com 383 confirmações, o que significa uma incidência de 40,61 casos por 100.000.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Morais disse:

    A cidade toda está com muitos casos de doenças causadas pelo arbovirus. Uma verdadeira epidemia e as autoridades num marasmo sem fim. Usa-se propaganda pra tanta coisa, mas cadê uma campanha publicitária que instrua a população, que possa chamá-la para a responsabilidade em relação às reservas de água, aos materiais que podem acumular líquidos, ao lixo que é deixado em terrenos públicos e particulares? Cadê o carro fumacê? Tomara que não gastem a fumaça apenas no Tirol e esqueçam das diversas periferias da cidade.

Pró-Reitoria de Extensão da UFRN abre seleção de projetos para combate ao zika vírus, chikungunya e dengue

A Pró-Reitoria de Extensão (PROEX), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abre inscrições, até o dia 10 de fevereiro, para submissão de projetos de extensão que compreendam ações de controle, prevenção e acompanhamento de arboviroses emergentes (zika, chikungunya e dengue).

O processo seletivo tem o objetivo de fomentar, mediante apoio financeiro e concessão de bolsas, projetos de extensão na área de saúde, relacionados às arboviroses emergentes, que contribuam para mitigar danos e compreender as consequências dessas doenças.

A submissão de propostas pode ser feita por docente ou técnico administrativo de nível superior, exclusivamente em formulário do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). O apoio objeto da seleção será concedido para ações a serem desenvolvidas em 2016.

A Comissão de Extensão divulgará o resultado de análise das propostas no dia 28 de fevereiro. O resultado final será publicado no dia 8 de março de 2016 no site da PROEX.

Mais informações sobre o processo seletivo podem ser obtidas na Coordenadoria de Ações Comunitárias, por meio do telefone (84) 3342.2272/opção 6, ou pelo e-mail [email protected]

Abaixo, o link para baixar o edital:

Documento para download: EDITAL 012 2015 DENGUE – Controle e Prevenção de Arboviroses

Com informações da UFRN