Flávio Bolsonaro critica Folha, fala em “fake news” e “crime de calúnia” e diz que repasses a advogado foram feitos pelo PSL

Foto: Reprodução/Instagram

senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) contestou na noite dessa terça-feira (19) título de reportagem da Folha, afirmando não ter repassado recursos públicos ao escritório de seu ex-assessor e advogado Victor Granado Alves. Ele ressaltou que o dinheiro foi pago pelo diretório nacional do PSL, seu ex-partido.

“A Folha de São Paulo, mais uma vez, mente! Produz “FAKE NEWS”, na verdade crime de calúnia, representado pelo título da matéria publicada nesta terça (19), que afirma que Flávio Bolsonaro teria ‘repassado’ 500 mil do fundo público partidário a advogado investigado no caso Queiroz”, escreveu.

Com informações da Folha de SP

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Giba disse:

    O Flávio lixo se prepare além da federal na sua cola, o partido do laranjal o PSL falou que vai cobrar esse dinheiro dele kkk, são todos corruptos essa família do Bozo. Meu Deus.

  2. Abestalhado disse:

    Essa turma de Bolsonaro e da extrema direita estudou na mesma faculdade (do crime) da turma de Lula e da extrema esquerda. O comportamento é idêntico. Trocamos seis por meia dúzia de bandidos.

  3. Cidadão pagador de impostos disse:

    É muito cara de pau

  4. Santos disse:

    Çey… da mesma forma que PF na transcrição da reunião com os ministros deve ser "Prato Feito" e não " Polícia Federal".
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Marieta disse:

    hahahahha É fake!?
    Que m com fake fere, com fake é ferido! É isso?

  6. Rafael disse:

    Cuidado Matheus, ao dizer isso, sem provas, está criando uma Fake News.

  7. Matheus disse:

    É muito irônico, o Rei das Fake News falando que alguém esta fazendo Fake News.

    • paulo disse:

      BG
      02-Pandemias sem jeito no Brasil, as duas pragas são folha de papel higiênico e bobo lixo. Tem incitado a população a discórdia.